Uma Investigação sobre as Dificuldades

de Planejamento de TI em Instituições
Públicas Brasileiras:
Uma abordagem com teoria fundamentada em dados
Plínio Antunes Garcia (mestrando)
pag2@cin.ufpe.br

Vinicius Cardoso Garcia (orientador)
vcg@cin.ufpe.br

INTRODUÇÃO
 Importância estratégica da TI nas organizações:

TI
NEGÓCIO
ALINHAMENTO
ESTRATÉGICO

2

INTRODUÇÃO
 Importância estratégica da TI nas organizações:
 Aumenta desempenho dos
negócios [3];
 Nº 1 SIM* IT Key Issues
2013, 2014 e 2015 [6]
*Society for Information Management

TI
NEGÓCIO
ALINHAMENTO
ESTRATÉGICO

3

INTRODUÇÃO
 Planejamento de TI:
 Planejar ações de TI à longo prazo[5];
 PETI, PESI, PDTI ... [7];

4

INTRODUÇÃO
 Planejamento de TI:
 Planejar ações de TI à longo prazo[5];
 PETI, PESI, PDTI ... [7];
 Plano Diretor de Tecnologia da Informação:
“instrumento de diagnóstico, planejamento e gestão dos
recursos e processos de Tecnologia da Informação que
visa a atender às necessidades de informação de um
órgão ou entidade para um determinado período” [10]
5

INTRODUÇÃO
 Planejamento de TI na Administração Pública Federal:
 IN04/2008: Contratações de TI devem ser previstas no PDTI [15];
 EGTI / EGD: Órgãos do poder executivo federal são obrigados a
planejar as ações de TI (via PDTI) [10];

 Benefícios:
 Melhor gestão dos recursos de TI [11];

 Maior qualidade na prestação de serviços de TI aos cidadãos [13];
 Melhoria contínua do desempenho organizacional [14].

6

INTRODUÇÃO

7

MOTIVAÇÃO

8

MOTIVAÇÃO

(TCU, Perfil GovTI) [12]

9

MOTIVAÇÃO

(TCU, Perfil GovTI) [12]

33% das instituições não possuem PDTI
46% não vinculam ações de TI aos indicadores e metas de negócio
10

MOTIVAÇÃO
33% das instituições não
possuem PDTI

• Descumprimento das
normativas;
• Descontrole dos gastos com TI;
• Não possui alinhamento
estratégico;
• Compromete a performance
organizacional.

11

MOTIVAÇÃO
33% das instituições não
possuem PDTI

46% não vinculam ações
de TI aos indicadores e
metas de negócio

• Descumprimento das
normativas;
• Descontrole dos gastos com TI;
• Não possui alinhamento
estratégico;
• Compromete a performance
organizacional.
• TI deve atender às necessidades
de negócio, não dela própria;
• Há efetividade nessas ações?
• Essas ações são mesmo
necessárias?

12

MOTIVAÇÃO
33% das instituições não
possuem PDTI

Cenário
inaceitável!

[12]

46% não vinculam ações
de TI aos indicadores e
metas de negócio

13

PROBLEMA / QUESTÃO
DE PESQUISA

14

PROBLEMA / QUESTÃO DE PESQUISA
Apesar da obrigatoriedade e dos conhecidos

benefícios, o

planejamento de TI

não é realizado satisfatoriamente
nos órgãos públicos federais.
A atividade de planejamento envolve
aspectos técnicos e sociais, diante disso,
quais os fatores que dificultam o processo
de elaboração do planejamento de TI e qual
a relação entre estes fatores?
15

PROBLEMA / QUESTÃO DE PESQUISA
Apesar da obrigatoriedade e dos conhecidos

benefícios, o

planejamento de TI

não é realizado satisfatoriamente
nos órgãos públicos federais.
A atividade de planejamento envolve
aspectos técnicos e sociais, diante disso,
quais os fatores que dificultam o processo
de elaboração do planejamento de TI e qual
a relação entre estes fatores?
16

OBJETIVOS

17

OBJETIVO GERAL
Identificar empiricamente, através de uma
teoria fundamentada em dados, os fatores e
suas relações, que dificultam ou impedem a
elaboração do planejamento de TI em
instituições públicas federais brasileiras. Assim,
diante da compreensão destes fatores, é possível
propor práticas para a melhoria deste cenário.

18

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
OE1: Elaborar teoria fundamentada em dados sobre
o problema da elaboração do planejamento de TI
apresentando causa, fenômeno e consequência;
OE2: Selecionar as melhores práticas de
planejamento de TI aplicáveis à teoria obtida.

19

METODOLOGIA

20

METODOLOGIA
 Abordagem qualitativa:
Útil para compreender, de forma abrangente, um fenômeno;

Imersão do pesquisador -> dados mais ricos e informativos [9].

21

METODOLOGIA
 Grounded Theory:
Método indutivo qualitativo [1];

Gerar, elaborar e validar teorias substantivas sobre
fenômenos ou processos sociais [4];
Resultados fundamentados nos dados [1];

22

METODOLOGIA
 Grounded Theory:
Método indutivo qualitativo [1];

Gerar, elaborar e validar teorias substantivas sobre
fenômenos ou processos sociais [4];
Resultados fundamentados nos dados [1];

Realidade

Dados

Teoria

23

METODOLOGIA
 Grounded Theory:
Método indutivo qualitativo [1];

Gerar, elaborar e validar teorias substantivas sobre
fenômenos ou processos sociais [4];
Resultados fundamentados nos dados [1];

Realidade

Dados

Realidade

Teoria

24

PROCESSO DE PESQUISA

25

PROCESSO DE PESQUISA

26

COLETA DE DADOS

27

Coleta de dados

28

Coleta de dados
- IFs e UFs
- Gestão de TI
- Elaboração PDTI

29

Coleta de dados

- Objetivas
- Dissertativas

30

Coleta de dados

37 IFES (35,5%)
53 Respondentes

31

ANÁLISE

32

Análise

33

Análise – Grounded Theory
CODIFICAÇÃO

aberta

axial

seletiva

34

Análise – Grounded Theory
CODIFICAÇÃO

aberta

axial

seletiva

______
______
______
_________
_________
_________
_______
____ __
___
___
____ ____
___________
_________
_____________
_________
_____ __
____
____
_____ ____
______
_______
____
___
___
___ ____
___________
___
________
________
___
___________
____
_______
_______
____
35

Análise – Grounded Theory
CODIFICAÇÃO

aberta

axial

seletiva

36

Análise – Grounded Theory
CODIFICAÇÃO

aberta

axial

seletiva

37

RESULTADOS (OE1):
Teorias Fundamentadas

38

RESULTADOS: Teorias Fundamentadas
 Grupo 1 (Sem PDTI) - Esquema teórico:

39

RESULTADOS: Teorias Fundamentadas
 Grupo 1 (Sem PDTI) - Esquema teórico simplificado:

40

RESULTADOS: Teorias Fundamentadas
 Grupo 1 (Sem PDTI) – Paradigma causal:
Condição causal: Nível baixo de maturidade em gestão
Fenômeno: Estratégias de TI deficientes

Consequência: Ausência de planejamento de TI

41

RESULTADOS: Teorias Fundamentadas
 Grupo 2 (Com PDTI) - Esquema teórico:

42

RESULTADOS: Teorias Fundamentadas
 Grupo 2 (Com PDTI) - Esquema teórico simplificado:

43

RESULTADOS: Teorias Fundamentadas
 Grupo 2 (Com PDTI) – Paradigma causal:
Condição causal: A tríade [problemas de cultura
organizacional + TI não reconhecida estrategicamente +
problemas com recursos humanos]

Fenômeno: Problemas na participação das áreas de
negócio
Consequência: Dificuldades na elaboração do
planejamento e PDTI com deficiências.
44

AVALIAÇÃO

45

Avaliação das Teorias

46

Avaliação das Teorias

Discordo
totalmente

Concordo
totalmente

47

Avaliação das Teorias
 Avaliação dos Resultados:
 Teoria 1: 100% de aderência
 Teoria 2: 79,3% de aderência

concordam parcialmente +
concordam totalmente

48

Avaliação das Teorias
 Avaliação dos Resultados:
 Teoria 1: 100% de aderência
 Teoria 2: 79,3% de aderência
 Teoria 1: 0% de rejeição
 Teoria 2: 0% de rejeição

concordam parcialmente +
concordam totalmente

discordam parcialmente +
discordam totalmente

49

Avaliação das Teorias
 Avaliação dos Resultados:
 Teoria 1: 100% de aderência
 Teoria 2: 79,3% de aderência
 Teoria 1: 0% de rejeição
 Teoria 2: 0% de rejeição

concordam parcialmente +
concordam totalmente

discordam parcialmente +
discordam totalmente

50

SELEÇÃO DAS MELHORES
PRÁTICAS

51

Seleção das Melhores Práticas

52

Seleção das Melhores Práticas
 MMPE-SI/TI Gov [8]

Processo W
Processo X
Processo Y
Processo Z

...
Processos do
MMPE-SI/TI (Gov)

MP-01
MP-02
MP-03
MP-04
MP-05
MP-06
...
Banco de Melhores Práticas
de Planejamento de TI
MMPE-SI/TI (Gov)
53

Seleção das Melhores Práticas
 Teorias Fundamentadas + MMPE-SI/TI Gov [8]

Condição
causal
Fenômeno
Elementos da Teoria
Fundamentada nos Dados

Processo W
Processo X
Processo Y
Processo Z

...
Processos do
MMPE-SI/TI (Gov)

MP-01
MP-02
MP-03
MP-04
MP-05
MP-06
...
Banco de Melhores Práticas
de Planejamento de TI
MMPE-SI/TI (Gov)
54

Seleção das Melhores Práticas
“Antídotos”
“Sintomas” de problema

Condição
causal
Fenômeno
Elementos da Teoria
Fundamentada nos Dados

Processo W
Processo X
Processo Y
Processo Z

...
Processos do
MMPE-SI/TI (Gov)

MP-01
MP-02
MP-03
MP-04
MP-05
MP-06
...
Banco de Melhores Práticas
de Planejamento de TI
MMPE-SI/TI (Gov)
55

Seleção das Melhores Práticas

Condição
causal
Fenômeno
Elementos da Teoria
Fundamentada nos Dados

Processo W
Processo X
Processo Y
Processo Z

...
Processos do
MMPE-SI/TI (Gov)

MP-01
MP-02
MP-03
MP-04
MP-05
MP-06
...
Banco de Melhores Práticas
de Planejamento de TI
MMPE-SI/TI (Gov)
56

Seleção das Melhores Práticas

aberta

axial

57

Seleção das Melhores Práticas

aberta

axial

PROCESSOS = Categorias
RE = Propriedades

58

Seleção das Melhores Práticas

aberta

axial

? ??
59

Seleção das Melhores Práticas

aberta

axial

contradicts

60

RESULTADOS (OE2):
Melhores Práticas Selecionadas

61

Melhores Práticas Selecionadas
 Grupo 1

62

Melhores Práticas Selecionadas
 Grupo 2

63

Melhores Práticas Selecionadas

 5 Processos
 48 Melhores Práticas

64

TRABALHOS RELACIONADOS

65

TRABALHOS RELACIONADOS
 Selecionados:
PAULA, L. G. d. Planejamento

Estratégico de Tecnologia da
Informação e Comunicação em Instituições Federais de
Ensino Superior: Construindo Uma Abordagem Através
De Pesquisa-Ação na Unirio. Dissertação (Mestrado) — Universidade
Federal do Estado do Rio de Janeiro, 2012

66

TRABALHOS RELACIONADOS
 Selecionados:
BARROS, F. G. Percepções

dos Dirigentes de TI sobre a
Formulação e Implementação de Estratégias e Planos de
TI nos Órgãos da Administração Direta do Poder
Executivo Federal. Dissertação (Mestrado) — Universidade Católica de
Brasília, 2013

67

TRABALHOS RELACIONADOS
 Selecionados:
PRANDO, E. C. GESTÃO

ESTRATÉGICA DE TECNOLOGIA DA
INFORMAÇÃO (TI) NO SERVIÇO PÚBLICO: Estudo de caso
do Comitê Gestor de Tecnologia da Informação (TI) do
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de
São Paulo (IFSP). Dissertação (Mestrado) — Universidade Federal de São
Carlos, 2015

68

TRABALHOS RELACIONADOS
 Fatores que influenciam no (in)sucesso do PDTI;

 Métodos distintos, porém qualitativos;
 Soluções (não) propostas.

69

TRABALHOS RELACIONADOS
 Não contemplam:
 Compreender os fatores influenciadores de forma
abrangente (e generalizável);
 Fundamentação empírica;

 Relação entre os fatores: causa -> consequência;
 Conhecida a causa: propostas de soluções eficazes.

70

LIMITAÇÕES

71

LIMITAÇÕES
 Coleta: amostragem de mesmo nicho;
 Amostragem dos respondentes: são/foram da TI;
 Primeiro contato com Grounded Theory;

 Avaliação das teorias não atingiu totalidade da
amostragem.

72

CONTRIBUIÇÕES

73

CONTRIBUIÇÕES
 Teorias substanciais que permitem compreender os
fatores que restringem a elaboração e a qualidade do
PDTI;
 Seleção das melhores práticas que podem minimizar
os elementos causais do problema;
 Trabalhos relacionados à mesma problemática;

74

CONTRIBUIÇÕES
 Aplicou-se, pela primeira vez, o método Grounded
Theory com o intuito de compreender o problema
de planejamento de TI nas instituições públicas
federais brasileiras (todo o processo está
documentado);
 Insumos para melhor emprego do orçamento
destinado à TI e melhoria dos serviços de TI
prestados na APF.

75

TRABALHOS FUTUROS

76

TRABALHOS FUTUROS
 Teoria fundamentada sob a perspectiva das áreas de
negócio;
 Avaliação da aderência das teorias em organizações
públicas de outros nichos;
 Método de aplicação das melhores práticas selecionadas;
 Estudo de caso para analisar resultados de instituições
que aplicaram as MP.
77

REFERÊNCIAS
[1] R. Bandeira de Mello and C. Cunha.
Operacionalizando o método da grounded theory nas
pesquisas em estratégia. 2003.
[2] BRASIL. Constituição da República Federativa do
Brasil. Diário Oficial da União, out 1988.
[3] Y. E. Chan, R. Sabherwal, and J. B. Thatcher.
Antecedents and outcomes of strategic is alignment:
an empirical investigation. IEEE Transactions, 2006.

[7] D. A. Rezende. Planejamento de sistemas de
informação e informática: guia prático para planejar a
tecnologia da informação integrada ao planejamento
estratégico das organizações. Atlas, 2008.
[9] C. B. Seaman. Qualitative methods. In Guide to
advanced empirical software engineering. 2008.
[10] SLTI. Estratégia Geral de TI, 2008.
[11] SISP/MPOG. Guia de PDTI do SISP. 2015.

[4] T. Conte, R. Cabral, and G. H. Travassos. Aplicando
grounded theory na análise qualitativa de um estudo
de observação em engenharia de software – um
relato de experiência. In V WOSES, 2009.
[5] EARL, M. J. Management strategies for information
technology. [S.l.]: Prentice-Hall, Inc., 1989.
[6] L. Kappelman, E. McLean, and V. Johnson. The
2016 sim it key issues and trends study. Society for
Information Management, 2015.
[8] TEIXEIRA FILHO, J. G. A. MMPE-SI/TI (Gov)-Modelo
de Maturidade para Planejamento Estratégico de
SI/TI. Tese (Doutorado) – UFPE, Recife, 2010.

[12] TCU. Tribunal de Contas da União - Perfil GovTI.
http://goo.gl/Q97Plh, 2014. Acesso em 02 dez 2015.
[13] SLTI/MPOG. Estratégia de Governança Digital.
2016.
[14] HAZAN, C. Definição de uma metodologia para
elaboração de pdti baseada no framework de
zachman. Belo Horizonte: WCGE, 2010
[15] SLTI/MPOG. Instrução Normativa n◦ 4, de 19 de
maio de 2008.
78

Uma Investigação sobre as Dificuldades
de Planejamento de TI em Instituições
Públicas Brasileiras:
Uma abordagem com teoria fundamentada em dados
Plínio Antunes Garcia (mestrando)
pag2@cin.ufpe.br

Vinicius Cardoso Garcia (orientador)
vcg@cin.ufpe.br