Você está na página 1de 2

Reflexes sobre o Natal

Estamos nos aproximando de uma das datas mais significativas


do cristianismo: o natal. Gosto sempre de lembrar que os cristos
reconhecem que Jesus no nasceu no dia 25 de dezembro. Tambm
fato que a data escolhida para celebrar o nascimento de Cristo
coincide intencionalmente com o solstcio de inverno no hemisfrio
norte, quando era comemorada a festa do deus-sol. A festa era
chamada de natalis solis invicti [nascimento do sol invencvel]. As
comemoraes do natal comearam por volta do sc. IV, como uma
forma primitiva de contextualizao crist, muito comum naquele
perodo da histria. O que aqueles cristos faziam era se apropriar de
datas, lugares e outros elementos, dando a eles um novo significado.
At a Reforma no houve dvidas e o cristianismo sempre
comemorou o nascimento de Jesus no dia 25 de dezembro. fato que
muitos elementos foram agregados s comemoraes e se tornaram
tradies natalinas. Aps a Reforma a coisa mudou um pouco. Em
muitas regies da Europa, algumas igrejas e seus pastores decidiram
no comemorar num dia especial, a no ser o Domingo. Ao contrrio
do que muitos dizem, Joo Calvino considerou que a comemorao do
Natal era uma questo de liberdade das igrejas e dos indivduos, de
maneira que ningum deveria ser julgado por sua escolha. 1 fato que
os Puritanos tinham suas restries s comemoraes natalinas, mas
no por causa da data em si ou outra questo que os chamados neopuritanos tm levantado contemporaneamente. A crtica puritana era
contra

os

abusos

cometidos

por

muitos,

alguns

dos

quais

permanecem ainda hoje: glutonaria, bebedeiras, consumismo. Ns


somos totalmente contra todos estes pecados como nossos irmos
puritanos o eram no passado. A seu modo eles guardavam esta data,
inclusive com jejuns.2

1 CALVINO, Joo. Select works of John Calvin. Tracts and letters. Vol.5.
Letter to Haller (02/01/1551).

Diante de tudo isto, permitam-me algumas breves consideraes.


Primeiramente, h um fato histrico de suma importncia para a
nossa salvao e ele o nascimento de Jesus. Use o nome que quiser,
mas indiscutvel esta realidade. E, por favor, deixe de lado esta
espiritualidade chinfrim e piegas que afirma que o nascimento de
Jesus deve ser lembrado todos os dias. Muitas vezes declaraes
como estas so o refgio de pessoas que se colocam acima dos
outros para parecerem melhores. O sol da justia nasceu (Ml 4.2). O
nosso sol invencvel Jesus.
Em segundo lugar, o nascimento de Cristo no deve ser
comemorado de maneira leviana. Mesmo no sendo uma ordenana
bblica, o princpio que regula toda a vida crist a Bblia e ela diz
que tudo deve ser feito para a glria de Deus (1 Co 10.31). Se algo na
minha vida no agrada a Deus, no importa se seja natal, domingo ou
qualquer outra data, eu estarei em pecado. Tambm pecado o
orgulho, a soberba e julgamentos precipitados (Pv 16.18; Tg 4.16; Mt
7.1,2). Mas lembre-se, glutonaria, bebedices e consumismo so
pecados at no natal (Gl 5.21; Is 55.2 cf. Ec 2.4-11).
Dito isso, um feliz natal. Alegre-se com o nascimento do seu
Senhor.
Gladston Cunha

2 RYKEN, Leland. Santos no mundo. p.128 cf. 198

Você também pode gostar