Você está na página 1de 3

21/11/2016

TeologiaClub­CÂNTICODOSCÂNTICOS

TeologiaClub

ProcurarTexto

|

|

|

CÂNTICODOSCÂNTICOS

1.NOMEDOLIVRO

|

MinhaPágina

|

­ Título em hebraico: Shir ha­shirim, um superlativo absoluto que poderíamos chamar de

"Cantíssimo".

­Título naSeptuaginta:AsmaAsmaton

­Título emLatim:CanticumCanticorum

­Emportuguês:Cântico dosCânticosouCantares.

2.AUTOR

Na primeira linha do livro vem a mais forte evidência do autor: "Cântico dos Cânticos de

Salomão (Ct 1.1,5). No texto aparece mais vezes o seu nome (Ct 3.7,9; 8.11,12.). A personagem

masculina parece muito com Salomão, dada a fama de suas aventuras amorosas, ele tinha 700

esposase300concubinas(1Rs11.1­3).

3.CONTEÚDODOLIVRO

­OCântico dosCânticoséumaseriedepoesiassobreo temado amorentreo homem e

amulher.Oambienteépastoril,cheiadeimagensagrestes.

­ As composições poéticas não são de fácil análise. Hebreus e Cristãos viram nelas

alegorias do amor de Deus por Israel e de Cristo pela Igreja. Mas os textos em si mesmos não

autorizamtalinterpretação.

­ Como esse tipo de poesia é raro na literatura hebraica alguns acreditam que esses

poemaseram recitadosem festasdecasamento.Como ocorrem aindahojeem casamentosnaSíria.

a)Personagens

­UnsvêemSalomão eamoçaSulamita.

­OutrosvêemSalomão,amoçaSulamitaeseunamorado pastordeovelhas.

b)História

­Salomão teriavívido esseromanceemsuavidareal?

­Salomão teriasecasado comumaplebéia?

­Eleteriafeito rainhaumacamponesa?

­Porquenão háregistro dessahistóriaemReiseCrônicas?

­Quemteriasido amoça?

­Seriaumadedicação deSalomão asuaprimeiraesposa(aFilhadeFaraó)?

­SeriaumaidéiadeamoridealdeSalomão?

­Seriaumrelato deamordeumhebreuqualquer?

c)Suposições

Forum

|

Procurar
Procurar

21/11/2016

OescritorDr.Hassdiz:

TeologiaClub­CÂNTICODOSCÂNTICOS

Salomão foi visitar sua vinha no norte e lá conheceu uma donzela Sulamita (de Sulém).

Bela e gentil, ele se apaixona. Como ela não o quer de início, ele volta mais tarde disfarçado de

pastor e a conquista. Depois volta e a leva para Jerusalém, onde se casa com ela e a transforma

emrainha.

OPsicólogo OcirdePaulaAndreatadiz:

Salomão se apaixona por Abisague, a moça formosa de Sulém (1 Rs 2.13­25), antes de

ser rei, quando a viu no palácio de seu pai Davi; não se casou com ela por ser plebéia e

camponesa,daíidealizouemsuamenteumromanceideal.

5.CANONICIDADEDOLIVRO

Será Cantares um livro inspirado? Por que não cita nenhuma vez o nome de Deus? O

sábio judeueFilo deAlexandrianão faznenhumacitação desselivro emseusescritos.

Para resolver esse conflito e admiti­lo no cânon os judeus tradicionais emcobriram­no de

alegorias e tipologia. Uma porção do MISHNÁ (coletânea de tradições judaicas); no TA´ANITH

declaram que o livro de Cantares era lido como parte do ritual da festa da Páscoa, celebrando a

libertação do Egito.

Os cristãos também apelaram à alegoria para explicá­lo ou no mínimo para tolerá­lo.

Cristãos sinceros como os pais da Igreja Agostinho e Orígenes, alegorizavam­no com o fim de

aplicá­lo apráticadavidacristã.

Amaiordefesafeitapelainspiração do livro foifeitapelo rabino Akba,praticamentefoio

único que resolveu o problema das muitas discussões sobre a canonicidade. Ele disse: "Nenhum

homem em Israel jamais tem contestado queo Cântico deSalomão não profana as mãos. Por que

no mundo inteiro não existenadaaigualar o diano qual o Cântico deSalomão foi dado aIsrael.

Todososescritossão santos,maso Cântico dosCânticoséSantíssimo "MISHNAYADAIM3.5.

6.ESCOLASDEINTERPRETAÇÃO

a)Literal

Consideram o poema como um cântico de amor, sem tratar de uma mensagem espiritual.

E.J.Young eH.H.Rowley defensoresdessateoriadizem queessepoemaéumasanção divinaao

relacionamento do amor humano, em contraste com as perversões degeneradas. Mesmo sendo

literalo livro podeserconsiderado canônico poisfoio próprio Deusquem criou o sentido do amor

edo prazer mútuo, instituindo o casamento. Ficadifícil harmonizar o relato dapurezado amor de

cantarescom avidadeSalomão,poiseleteve700 mulherese300 concubinas,como um polígamo

poderiaescrever algo sobreapurezamonogâmica? Essaescolaacreditaqueo texto não defendaa

monogamiamaso amordeumcasalapaixonado.

Nessa escola ainda existe a teoria de Zoecler e Delitzch. Eles dizem que Salomão levou

parao seuharémajovemSulamita,masasuaconcupiscênciatransformou­seemamor.

Essa escola ainda apresenta a teoria de que a Sulamita era noiva de pastor de ovelhas e

atribuem os trechos mais íntimos a ele (Cap. 4). Salomão entremete­se nesse relacionamento, eles

atribuem os v. 1­7 a Salomão e 8­15 ao pastor. Os defensores dessa teoria são Jacobi, Umbreit e

Ewald.

b)Tipológica

Acredita que a história é real, mas vê o amor de Deus por Israel (esposa) ou de Cristo

pela Igreja (a noiva). Essa escola não dá muita importância para a história, o que importa são as

21/11/2016

TeologiaClub­CÂNTICODOSCÂNTICOS

liçõesespirituais.Raven eUnger defendem queaSulamitadiferiadasdemaismoçasdo harém,por

ser a mais bela e espirituosa e que ensinou a Salomão o verdadeiro sentido monogâmico. Este

poema representa o ideal amor sagrado. Daí a tipificação, o esposo seria Cristo Rei Pastor Milenal,

a esposa seria a Igreja Noiva do Cordeiro desfrutando a alegria do seu amor e comunhão

esperando arealização futurado eterno casamento.

Esta teoria é mais satisfatória aos cristãos e judeus, pois deixam de lado o erotismo do

cântico. O problema dessa escola é a exegese. Como tipificar as partes que relatam as intimidades

do Esposo comaesposa(Cap.4­6)?

c)Alegórica

Esta teoria prevalecia desde os tempos antigos até a chegada de estudos modernos. Os

judeus alegorizam Salomão com Yahweh e a Sulamita com o povo de Israel. Os pais da Igreja

alegorizavam Salomão com Cristo e a Sulamita com a Igreja. A diferença desse método para o

tipológico é que neste a história não é real, mas propositadamente inspirada para uma lição. Os

defensores dessa teoria baseiam­se em trechos de Is 54.6; 61.10 que alegorizam o casamento de

YahwehcomIsraeleJr3.1;Ez.16.23;Os1­3quealegorizamaapostasiacomo adultério.

Hádificuldadedessateoriaestáno fato dequeháindícioshistóricosdavidadeSalomão

dentro do próprio texto: "Sessenta são rainhas, oitenta as suas concubinas, e as virgens sem

conta"(Ct6.8).Deusteriaumvasto harém?

7.PORQUEESTÁ NA BÍBLIA

Oobjetivo émostrarqueDeusquerqueo casaldesfrutedaalegriasincerado amorfísico

dentro dos limites de suas leis. Num mundo onde o casamento não é valorizado, onde a

libertinagem, as uniões ilícitas tem, o adultério, o sexo antes do casamento tem aumentando, esse

livro vemdarforçaao verdadeiro amor.

Provérbios5.18diz:"Alegra­tecomamulherdatuamocidade"

ComentarTexto

Comentar
Comentar

NenhumComentario