Você está na página 1de 4

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS

LISTA DE EXERCÍCIOS SUGERIDOS SOBRE LOCALIZAÇÃO

I) MÉTODO DO CENTRO DE GRAVIDADE:

LH ou LV  

custode transporte X distância X volume

 

custode transporte X volume

1) Onde localizar um armazém intermediário entre a fábrica e os distribuidores independentes para

que os custos de transporte sejam mínimos? Utilize o Método do Centro de Gravidade e os dados

abaixo para resolver este problema. Dados do Problema:

Unidade

Longitude (km)

Latitude (km)

Quantidade

Custo de Transporte ($/ton*Km)

(Ton)

Fábrica

630

330

15,5

2

Distribuidor 1

120

510

2,5

3

Distribuidor 2

410

470

5,5

2

Distribuidor 3

590

650

3,0

2

Distribuidor 4

720

350

4,5

3

Solução:

LH

= 553,6

LV

= 403,6

Baseado em notas de Aula do Prof. Clovis Alvarenga Netto Depto de Eng de Produção USP

2) A partir dos dados abaixo calcule, utilizando o método do Centro de Gravidade, a localização do

CD que possa atender a cada um dos centros de consumo de tal forma que o custo total de

transporte seja mínimo.

Dados do Problema:

Unidade

Longitude (km)

Latitude (km)

Quantidade

Custo de Transporte ($/ton*Km)

(Ton)

Centro Consumidor 1

3

7

20

2

Centro Consumidor 2

8

5

30

2

Centro Consumidor 3

2

4

25

3

Centro Consumidor 3

5

2

10

4

Centro Consumidor 4

2

6

15

3

Solução:

LH

LV

= 4,0

= 4,7

II) MÉTODO DOS MOMENTOS

1) Em um estudo de localização industrial, foi selecionada uma região, que abrange as cidades A, B, C, D, E e F. Dado que os demais fatores de localização não favorecem nenhuma das cidades com relação às outras, pede-se determinar a localização de mínimo custo de transporte. A coluna de custo unitário de transporte representa o custo de entregar a demanda em cada uma das cidades. Dados do Problema:

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS

De/Para

A

B

C

D

E

F

Custo (Y)

Qnt (Z)

$/t/Km

ton

 

A 100

0

 

300

230

150

350

8

10

 

B 0

100

 

200

150

50

250

5

15

 

C 200

300

 

0

350

250

50

5

30

 

D 150

230

 

350

0

100

400

8

20

 

E 50

150

 

250

100

0

300

6

15

 

350

F 250

 

50

400

300

0

5

10

Resposta: Cidade B é a escolhida pois tem o menor momento.

2) Em um estudo de localização industrial, foi selecionada uma região, que abrange as cidades A, B, C, D, E e F. Dado que os demais fatores de localização não favorecem nenhuma das cidades com relação às outras, pede-se determinar a localização de mínimo custo de transporte. A coluna de custo unitário de transporte representa o custo de entregar a demanda em cada uma das cidades.

Dados do Problema:

De/Para

A

B

C

D

E

F

Custo (Y)

Qnt (Z)

$/t/Km

ton

A

0

100

300

230

150

350

8

10

B

100

0

200

150

80

250

6

12

C

290

200

0

350

250

50

8

30

D

230

150

350

0

100

350

7

20

E

150

50

220

100

0

200

5

15

F

350

250

50

400

300

0

3

10

Resposta: Cidade E é a escolhida pois tem o menor momento.

III) MÉTODO DO PONTO DE EQUILÍBRIO

1) Dados no quadro a seguir, os custos fixos por ano e os custos variáveis por tonelada para os diferentes locais possíveis de instalação de uma empresa. Determinar a melhor localização utilizando o método do ponto de equilibro.

Localidades

Custos fixos anuais

Custo variável unitário

A

150.000,00

75,00

B

130.000,00

50,00

C

400.000,00

25,00

Solução:

Inicialmente vamos representar as retas dos custos totais para cada localidade. O primeiro ponto de cada reta de custo é calculado para a quantidade Q = 0, e é o próprio custo fixo de cada localidade. Os custos totais (CT) são dados por:

CT = CF + CV x Q CTa = 150.000,00 + 75 x Q CTb = 200.000,00 + 50 x Q CTc = 400.000,00 + 25 x Q

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS

Gráfico para definição das Quantidades onde a escolha de cada local apresenta vantagens. CT

700.000

600.000

500.000

400.000

300.000

200.000

100.000

C B A 0 1000 2000 3000 4000 5000 6000 7000 8000 9000
C
B
A
0 1000
2000 3000 4000 5000 6000 7000 8000 9000

Q (t/ano)

Observando o gráfico verifica-se que o local “A” seria escolhido para um total de produção de até 2.000 t/ano . O segundo local seria o melhor caso a empresa viesse a produzir anualmente de 2.000 t a 8.000 t por ano e o local “C” seria escolhido se a empresa pretendesse produzir mais de 8.000 t/ano.

2) Uma empresa está estudando a possibilidade de instalar uma fábrica em locais diferentes, representados em potencial por 3 cidades. Na tabela a seguir estão descritas as estruturas de custos. Pede-se determinar para que limite de produção é melhor cada um desses 3 locais? Baseado em Curso de Sistemas de Informação Administração de Produção e Operações FACECA

Cidade

CF/ano

CV/ano

Turvolândia

150.000

75,00

São Gonçalo do Sapucaí

200.000

50,00

Campanha

400.000

25,00

Solução:

Sendo CT = CF + ( CV * V ), temos que:

CT Turvolândia

CT

CT

SGSapucaí

Campanha

= 150.000 + (75,00 * 6.000) = 600.000 = 200.000 + (50,00 * 6.000) = 500.000 = 400.000 + (25,00 * 6.000) = 550.000

Através do gráfico, é possível identificar que Turvolândia é viável para volumes até 3.000/ano, São Gonçalo para volumes de 3.000 até 8.000 unidades e Campanha para volumes maiores que 8.000 unidades/ano.

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS PROF. ANDRÉ GANDOLPHO