Você está na página 1de 19

Dicionário do Jiu-Jitsu

Dicionário do Jiu-Jitsu

[A]

Absoluto: Categoria de disputa para esportes de combate em que não há limite de peso estabelecido para os competidores.

Abu Dhabi: A capital dos Emirados Árabes onde tem um príncipe faixa preta de Jiu-Jitsu e apoio estatal total ao Jiu-Jitsu e cede do Abu Dhabi / ADCC Submission Wrestling World Championship Evento que acontece de dois em dois anos e reúne os melhores lutadores especializados em lutas de chão do mundo

Açaí (do Tupi -Fruta que chora): Fruto roxo de Belém do Pará que ganhou o Rio de janeiro a partir da década de 80 (época que as lanchonetes só vendiam laranjada) graça aos alunos dos Gracie.

Adrenalina: A adrenalina ou epinefrina é um hormônio simpaticomimético e neurotransmissor, derivado da modificação de um aminoácido aromático (tirosina), secretado pelas glândulas supra-renais, assim chamadas por estarem acima dos rins. Em momentos de “stress”, as supra-renais secretam quantidades abundantes deste hormônio que prepara o organismo para grandes esforços físicos, estimula o coração, eleva a tensão arterial, relaxa certos músculos e contrai outros.

Água: O líquido mais importante no Jiu-Jitsu.

Alavanca: Uma alavanca é uma barra rígida que gira em torno de um ponto fixo quando uma força é aplicada para vencer a resistência. Aplicada ao Jiu-Jitsu é um braço ou uma perna e etc…

Amasso: Nome dado a pressão imposta pelo passador de guarda que literalmente amassa o guardeiro.

Amarrão: Figura odiada entre os competidores e torcedores, o

1

Portal Jiu-Jitsu

Dicionário do Jiu-Jitsu

amarrão com seu jogo travado é visto como um dos maiores males do esporte.

Amarelão: Aquela figura que se inscreve no campeonato, mas ao ver as pedras da categoria se retira da competição.

Americana: Nome dado a uma alavanca feita com os braços, ver chave de ombro

Jiu-Jitsu

Americana no pé: Uma chave de pé que envolve uma mão segurando a ponta do pé e dedos, enquanto a outra agarra o punho da mão que ataca, posicionando o antebraço na panturrilha do oponente para criar pressão deslocando o pé e o tornozelo.

Analgésico: É usado no tratamento da dor, febre, inflamações, artrite reumatóide, prevenção de trombo embolias, etc.

Antecipar: Ato de perceber a ação do oponente antes que o mesmo execute uma manobra. Esta percepção permite contra-atacar antes do ataque propriamente dito. O Jiu-Jitsu é um esporte de antecipação.

Apelido: De um carro velho (Chevette) a personagens de desenho (pé de pano,draculino) nada passa batido para a galera do Jiu-Jitsu.

Aprenda Jiu-Jitsu: Site que ajuda a difundir o Jiu-Jitsu com seus conceitos, dicas e golpes pelo mundo.

Árbitro: Profissional responsável por mediar o combate, com autoridade para tomar decisões sobre a disputa, garantindo que as regras sejam cumpridas. Tem também o papel de preservar a integridade física dos lutadores. Não confundir com juiz.

Armbar: Em inglês que significa chave de braço.

Arm-Drag: Arrastar o braço, posição de Jiu-Jitsu que possibilita a fuga para as costas, movimento comum no wrestling amador, esse ato

2

Portal Jiu-Jitsu

Dicionário do Jiu-Jitsu

requer que o lutador use as duas mãos para controlar o punho ou tríceps do seu oponente e então puxá-lo para ganhar controle do seu lado ou costas

Arm-lock: Em português chave de braço.

Autoconfiança: É a convicção que uma pessoa tem, de ser capaz de fazer ou realizar alguma coisa.

O Jiu-Jitsu é a busca da sua verdade, conheça a si próprio e viva com menos preocupações.

[B]

Base: É a área formada abaixo do corpo pela conexão com a linha continua de todos os pontos em contato com o solo. Um bom lutador de Jiu-Jitsu é conhecido pela sua base.

Baiana: Queda em que o atleta abraça as duas pernas do adversário. Depois de abraçá-las, o atleta pode fazer com que o adversário perca o equilíbrio empurrando as pernas para o lado, levantando, empurrando o corpo do adversário ou uma combinação destes vetores Jiu-Jitsu.

Bater em desistência: O ato do competidor em mostrar ao árbitro, dando três tapas no chão ou no oponente, que ele desistiu da luta . A maneira mais comum de fazê-lo é bater três vezes com a palma da mão no chão ou no corpo do adversário. Porém, o atleta também pode demonstrar que desistiu da luta batendo com o pé no chão ou comunicando a desistência verbalmente ao árbitro.

Botinha: Chave de tornozelo muito comum em competições de luta agarrada.

Brazilian Jiu-Jitsu: estilo de Jiu-Jitsu desenvolvido no Brasil pela família Gracie. Os irmãos Carlos e Hélio Gracie aprenderam a arte do

3

Portal Jiu-Jitsu

Dicionário do Jiu-Jitsu

Jiu-Jitsu com o japonês Esai Maeda Koma (Conde Koma), adaptando o estilo para que lutadores fisicamente inferiores pudessem superar adversários maiores e mais fortes, dando bastante ênfase ao uso de alavancas, chaves e estrangulamentos, criando assim uma poderosa ferramenta de autodefesa. Junto com a arte marcial, os Gracie disseminavam um tipo de alimentação natural e filosofia de vida. Atualmente é a forma de Jiu-Jitsu mais praticada no mundo.

“Brawler”: Diz-se do lutador com estilo “brigão”, que luta como se estivesse numa briga de rua.

“Bruiser”: Diz-se do lutador de aspecto selvagem e rude, como os boxeadores Sonny Liston e Mike Tyson (jovem) e os lutadores dos primórdios do MMA Kimo Leopoldo e David “Tank” Abbott.

[C]

Cachoeira: Um lugar ideal para amantes de Jiu-Jitsu descansarem e reporem as energias, além do contato direto com a natureza.

Cachorro: É o animal favorito e parceiro leal de todas as horas, a cultura do cachorro entre praticantes de Jiu-Jitsu influenciou no nome de diversas academias, marcas e apelidos.

Cadeado: O ato de controlar o corpo do oponente colocando as pernas ao redor do tronco. O tornozelo segura o corpo enquanto colocado embaixo do joelho, criando um formato de triangulo.

Camaradagem: Solidariedade, entendimento entre pessoas que tem interesses comuns. Você pode até um dia parar de treinar Jiu-Jitsu e esquecer algum golpe ,mais jamais esquecerá os momentos de camaradagem vividos com os companheiros de treino dentro e fora da academia.

Cartel: Currículo de um lutador, apresentando as lutas realizadas separadas por vitórias, empates, derrotas e no contests. Quando se diz que um lutador tem um cartel de 32-4-1-1, significa que venceu 32

4

Portal Jiu-Jitsu

Dicionário do Jiu-Jitsu

combates, perdeu 4, empatou uma e uma delas terminou em no contest.

Categorias: Divisões que separam atletas de Artes Marciais Mistas de acordo com o peso para competição.

Catchweight: Um combate é disputado em categoria catchweight (categoria intermediária) quando os lutadores se encontram em peso intermediário entre os limites de duas categorias homologadas. Normalmente uma luta em catchweight é feita em comum acordo entre os competidores, seus treinadores, organizadores do evento e promotores. A famosa luta casada.

Combate: Nome alternativo para uma luta.

Chave de Braço: Finalização comum que consiste no braço do oponente ser colocado entre as coxas do lutador antes de ser esticado até o cotovelo de maneira perpendicular, forçando a finalização.

Chave de joelho reta: Essa submissão é conquistada quando o joelho do oponente é preso pelo lutador, que então pressiona os ligamentos por trás do joelho para que seu adversário bata e interrompa a luta.

Chave de perna: Um termo geral para o ato de isolar a perna de um oponente e executar qualquer uma das possíveis submissões.

Chave de tornozelo: A finalização acontece quando a articulação do tornozelo é atacada e super estendida.

Chave de ombro: Classe de golpes em que o atleta exerce pressão sobre o ombro do adversário, na direção contrária ao movimento natural desta articulação. Existem diversos tipos de chaves de ombro, porém os mais comuns no MMA são:

1- Americana (ude-garami oukeylock), é aplicada quando o atleta segura o punho do adversário contra o chão, sendo que a palma da mão do adversário fica virada para cima. Com a outra mão o atleta segura seu próprio punho, passando este segundo

5

Portal Jiu-Jitsu

Dicionário do Jiu-Jitsu

braço sob o braço comprometido do adversário. Desta posição o atleta levanta o segundo braço, exercendo pressão sobre o ombro e cotovelo do adversário.

2- Kimura (gyaku ude-garami ou reverse keylock) é uma americana invertida. Este golpe é finalizado com o braço comprometido nas costas do adversário.

3 - Omoplata (sankaku-garami) é uma kimura aplicada com as pernas, normalmente da guarda. Para executá-lo, o atleta coloca uma perna na axila do adversário e gira 180 graus, de modo que sua perna se entrelace com o braço do oponente. Conquistada a posição, o atleta controla o corpo do oponente e movimenta seu próprio corpo para frente, exercendo pressão no ombro do adversário. Se o adversário não “bater” e a chave de ombro for finalizada, ela pode romper os ligamentos da articulação do ombro

.

Choke: Estrangulamento.

Creonte: A expressão emplacou no Rio de janeiro em 1987 quando o noveleiro mestre de Jiu-Jitsu Carlson Gracie se espantou com os negócios escusos do personagem de Gracindo Júnior, o mau-caráter Creonte da telenovela “Mandala”. Carlson não perdoaria os traidores e o nome pegou feito tragédia grega.

Crucifixo: Manobra com ênfase no controle do chão. Para realizar um crucifixo, o lutador irá esticar e isolar os membros do adversário com seus braços e pernas. Uma vez que o oponente não consegue se proteger, o lutador estará livre para encerrar a luta sem

resistência.

“Cinturar”: Gíria que significa pegar o adversário pela cintura a partir das costas.

Coach: ver técnico.

6

Portal Jiu-Jitsu

Dicionário do Jiu-Jitsu

Córner (profissional): Profissionais de diversas especialidades que vão ao ringue com a missão de prestar auxílio a um lutador. No boxe são chamados de seconds (segundos). Podem ser desde o treinador principal (coach), treinador auxiliar, cutman, preparador físico, médico, dentre outros.

Cervical: Submissão no chão que envolve o lutador aplicando força sobre o pescoço do oponente para criar dor e desconforto, forçando o golpe.

[D]

D’arce Choke: Estrangulamento nomeado a partir do lutador Joe D’Arce, que costumava utilizar a técnica em competições. Também é conhecido como Brabo. Essa é um golpe que requer que o lutador tenha seu braço puxado pela axila do adversário e ao longo do seu pescoço antes de agarrar o bíceps do outro braço, formando uma conexão e o estrangulamento.

Davi x Golias: O culto as histórias bíblicas ficou tão marcado no Jiu-Jitsu que hoje que não tem como não mencionar o nocaute do pequenino Davi contra o gigante Golias, e que reforça uma das grandes virtudes do Jiu-Jitsu ”O mais fraco pode vencer o mais forte ainda mais na luta de chão onde as forças são equalizadas”.

Decisão: Se uma luta vai até o seu final, a decisão será feita pelo juíz. Os pontos serão contados e será declarado o vencedor da luta.

Desafiante: lutador que enfrenta o campeão de sua categoria no intuito de vencer e tomar para si o título.

Desqualificação: Derrota causada quando um lutador, normalmente, infringe as regras.

Dieta: Companheira diária do lutador de Jiu-Jitsu representa grande parte do treinamento. Sabe-se que você é aquilo que come.

Disciplina: A grande arma que o praticante de todas as idades leva para a vida adulta e profissional.

7

Portal Jiu-Jitsu

Dicionário do Jiu-Jitsu

Double-leg (Baiana): Queda muito utilizada no Jiu-Jitsu onde se atacam as duas pernas do oponente.

[E]

“Espalhar o frango”: Gíria que significa o ato de tomar as costas do adversário, encaixar os grampos e abrir a defesa do oponente, deixando o adversário com a barriga no chão.

Estrangulamento: É a denominação geral de alguns grupos de técnicas de wrestling, judô e de Jiu-Jitsu, tendo diversas formas de execução ou técnicas (a forma mais difundida entre as artes marciais é o estrangulamento por trás, com o braço envolvendo o pescoço, conhecido também como “hadaka-jime” no judô e “gravata” ou “mata-leão” no Jiu-Jitsu.

Estrangulamento Norte-Sul: Uma submissão com estrangulamento obtida quando um lutador está em cima e peito com peito com seu oponente, mas posicionado em direção oposta. O lutador então envolve um dos braços ao redor do pescoço do seu oponente antes de apertá-lo para gerar a submissão.

Esparadrapo: Amigo das articulações, serve tanto para proteger seu corpo como também para marcar o grau na faixa.

Ezequiel: Tipo de estrangulamento pela frente.

[F]

Faixa coral: Só o Jiu-Jitsu tem, e para ostentar esse trófeu na cintura o professor precisa ter 31 anos como faixa preta formado.

Falta: Manobra ou conduta ilegal de um lutador durante uma luta.

Fanfarrão: Aquele camarada que ostenta de valente sendo covarde, que se gaba do que não faz; impostor, convencido: soldado fanfarrão.

Finalização: O ato de utilizar técnica de luta para forçar um oponente a abandonar a luta, seja nos três tapas ou outra forma.

8

Portal Jiu-Jitsu

Dicionário do Jiu-Jitsu

Finta: É um termo usado para designar um ou vários movimentos que tendem a “ludibriar”, enganar um adversário. O objetivo é fazer com que o adversário acredite em uma ação, que não acontecerá, levando-o a tomar postura, posição ou atitude ineficiente diante do ataque.

Fight trip: Viajar com os amigos durante os finais de semana para competir faz parte da cultura do Jiu-Jitsu e faz você crescer como pessoa.

Fimagens: As filmadoras sempre foram amigas dos lutadores de Jiu-Jitsu e seus fãs elas servem para registrar lutas épicas, espionar seu oponente, e também garantem a veracidade dos grandes feitos que vamos contar aos nossos netinhos.

Frutas: Refeição leve, rápida, rica e saborosa, o lutador de Jiu-Jitsu não vive sem frutas.

[G]

Ginástica Natural: Uma forma natural de se exercitar usando movimentos específicos pode ser feita na praia, piscina ,cachoeira e etc…

Guarda: No Jiu-Jitsu, posição em que o atleta mantém o adversário entre suas pernas ou tenta controlá-lo com as mesmas. Diz-se: “O adversário está na guarda do atleta” ou “O atleta está lutando da guarda”.

No boxe, guarda é a posição inicial, de onde se iniciam todos os golpes. Na guarda os pés ficam afastados, com o pé referente à mão mais fraca (que aplica o jab) mais adiantado. As pernas ficam levemente flexionadas.

Os punhos, sempre fechados, seguem a mesma ordem dos pés: o que aplica o jab fica mais à frente daquele que aplica o direto. Esta mão de trás protege o queixo. Sempre que um movimento for executado, o lutador deve voltar para a posição da guarda.

Guarda borboleta: Variação da guarda tradicional onde ambas

9

Portal Jiu-Jitsu

Dicionário do Jiu-Jitsu

as pernas são presas entre as pernas do oponente, depois mantendo o adversário dentro das coxas do lutador com as suas costas no chão.

Guarda De La Riva: Uma variação da guarda e popularizada pelo faixa preta de Jiu-Jitsu Ricardo De La Riva. Para utilizar essa guarda, uma perna deve ser presa por fora atrás das pernas do oponente, enquanto o lutador que iniciou o golpe controla o tornozelo com uma mão do mesmo lado. A outra mão segura a manga do oponente.

Guarda-X: Uma variação de guarda aberta, aqui é quando o lutador em posição de desvantagem no chão ataca a perna do adversário que está em pé com as próprias pernas, criando um ‘emaranhado’ e abrindo espaço para uma submissão.

Gogoplata: Estrangulamento complicado feito a partir da guarda que envolve um lutador usando braços e pernas para apertar o pescoço do oponente.

Para executá-la é requerido um domínio total do seu oponente. Esta técnica parte da posição de guarda; o atleta que está por baixo passa uma de suas pernas por cima da cabeça de seu oponente, de forma que sua canela fique entre ele e o adversário. Com as duas mãos posicionadas na nuca do adversário, empurra sua canela contra a garganta e, ao mesmo tempo, puxa a nuca para baixo, levando o oponente a desistência. Hoje um dos maiores usuários da posição Gogoplata no MMA é o japonês Shinya Aoki.

Guardeiro: Camarada que faz muito bem o jogo de guarda.

Guerreiro: Aquele lutador que faz a guerra; combatente;que não desiste com facilidade.

Golpe baixo: Golpe aplicado na região pubiana. É proibido em todos os estilos de luta que compõem o MMA e causa punição, desde perda de ponto até desclassificação por reincidência.

Guilhotina: Um tipo de chave de pescoço onde a força aplicada pelo oponente vai toda na parte cervical de quem sofre o golpe que

10

Portal Jiu-Jitsu

Dicionário do Jiu-Jitsu

funciona literalmente como uma guilhotina.

Gracie: Família pioneira no mundo da luta e responsável pela criação do Jiu Jitsu Brasileiro.

Grappling: Qualquer estilo de luta agarrada, seja em pé ou no chão; é a arte de controlar o corpo do oponente. Pode ser aplicada em luta em pé (exemplificado no jogo de clinch, quedas e chaves de esportes e artes como sumô, judô, aikido, luta olímpica e sambô) e luta no chão (exemplificado nas imobilizações e submissões de esportes como luta olímpica, Jiu-Jitsu esubmission wrestling).

Gritos de guerra: O combustível dos atletas e das escuderias nos campeonatos. Sem eles as competições não seriam tão vibrantes e por vezes divertidas.

[H]

Hélio Gracie: Lendário brasileiro, falecido em 2009, que desenvolveu um estilo peculiar do Jiu-Jitsu japonês, atualmente conhecido como brazilian Jiu-Jitsu.

.

[I]

Imobilização: Ato ou efeito de imobilizar, deixar imóvel.

Ippon: método de finalização de uma luta no judô, como o nocaute, quando o lutador consegue um golpe perfeito (derruba o adversário com as costas por completo no tatame), ou aplica dois waza-aris ou o imobiliza por 25 segundos ininterruptos. Significa literalmente “um ponto”.

Ippon seoi-nage: golpe de mão (Te-waza) desenvolvido no judô, consiste em arremessar o adversário por cima do ombro. O atleta desequilibra o adversário com o quadril, passa o braço por baixo da axila do oponente, prende o braço dele contra o seu tronco e o

11

Portal Jiu-Jitsu

Dicionário do Jiu-Jitsu

arremessa sobre o ombro. Também utilizado no wrestling.

[J]

Jigoro Kano: Lendário japonês criador do Judô. Ao aprender Jiu-Jitsu (Jiu-Jitsu), Kano o reformou e assim criou o judô. Foi também inventor do judogi, o quimono do judô. Atualmente sua imagem é disponibilizada em qualquer dojo em todo o mundo.

Judô:(caminho suave, ou caminho da suavidade) É um desporto praticado como arte marcial, fundado por Jigoro Kano em 1882. Os seus principais objetivos são fortalecer o físico, a mente e o espírito de forma integrada, além de desenvolver técnicas de defesa pessoal.

Judoca: Lutador praticante de judô.

[K]

Katagatame: Finalização que acontece quando o lutador é estrangulado com o próprio braço de um lado e o do oponente do outro lado do seu pescoço.

O lutador passa um braço por baixo do pescoço do oponente e o outro por fora do braço esticado.

Kimura: Nome dado a uma espécie de chave de ombro que tem o nome do criador Masahiko Kimura um famoso judoca japonês.

[L]

“Lay-and-pray”: Gíria pejorativa que significa literalmente “deitar e rezar”. Tática de bastante cautela no MMA que visa quedar o adversário e manter uma posição dominante sem tentar golpear o adversário, melhorar a posição ou finalizar a luta para não correr o risco de perder a posição, cair em chaves ou estrangulamentos.

Leg-lock: Na tradução chave de perna.

Lesão: Companheira indesejável de todos os atletas.

12

Portal Jiu-Jitsu

Dicionário do Jiu-Jitsu

[M]

Malandragem: Define-se como um conjunto de artimanhas utilizadas para se obter vantagem em determinada situação.

Malhação ao ar livre: Cuidados com o corpo aliados à natureza. Nada mais inspirador.

Manager: ver empresário.

Matchmaker: profissional responsável por escalar as lutas em um evento.

Mata Leão: Estrangulamento comum aplicado quando um lutador segura as costas do seu oponente e usa essa posição vantajosa para

aplicar um estrangulamento no ponto cego do adversário. Para finalizar

o estrangulamento, o lutador muitas vezes usa as pernas do oponente

ou um triangulo para reduzir as chances de perder a posição. É original

do grupo de técnicas do Jiu-Jitsu e judô, conhecido como shime waza.

Meia Guarda: Posição comum no Jiu-Jitsu utilizada quando a guarda completa não é possível. Se um lutador no chão não consegue obter o controle total da luta através da guarda, eles vão tentar prender apenas uma das pernas do oponente entre as suas para completar a meia guarda.

Montada: Uma posição dominante de ataque que permite que o lutador domine o tronco do oponente a partir do topo e desfrute de um grande senso de controle.

Mata-leão: Estrangulamento comum aplicado quando um lutador segura as costas do seu oponente e usa essa posição vantajosa para

aplicar um estrangulamento no ponto cego do adversário. Para finalizar

o estrangulamento, o lutador muitas vezes usa as pernas do oponente ou um triangulo para reduzir as chances de perder a posição.

Médio: Categoria onde os competidores pesam(adulto):

Masculino - 78, 999 e 82, 300 (de kimono)

13

Portal Jiu-Jitsu

Dicionário do Jiu-Jitsu

Feminino - 65, 999 e 69, 000 (de kimono)

MMA: Mixed Martial Arts [Artes Marciais Mistas]: Esporte de combate que cobre uma diversidade enorme de técnicas de lutas, é uma evolução do que antigamente era conhecido por Vale-tudo. De acordo com a evolução do esporte, o MMA vem se tornando um estilo de luta definido.

Mundial de Jiu-Jitsu: Campeonato mais prestigiado do circuito de Jiu-Jitsu e título mais almejado pelos praticantes.

[N]

Norte-Sul: Posição na qual um lutador domina o outro ficando com a cabeça apontada para o joelho do adversário.

[O]

Octógono: local de disputa das lutas de alguns eventos de MMA, como o UFC. Consiste de uma jaula octogonal de 9,5m de diâmetro, onde as cordas são substituídas por grade de 1,67m a 1,72m de altura. O octógono fica suspenso em uma plataforma a 1,2m de altura em relação ao piso do local.

Omoplata: Uma espécie de chave de ombro no Jiu-Jitsu aplicada com as pernas.

Orelha de couve-flor: A calcificação da orelha causada pelo contato repetitivo durante a luta.

[P]

Passar a guarda: movimento ofensivo do Jiu-Jitsu que se dá quando um lutador passa da posição de guarda para a lateral do oponente.

Peso leve: Categoria onde os competidores pesam de 72,9 kg até 76,0 kg.

Peso meio-pesado: Categoria onde os competidores pesam de

14

Portal Jiu-Jitsu

Dicionário do Jiu-Jitsu

84.9 kg até 88,3kg.

Peso médio: Categoria onde os competidores pesam de 78,9 kg até 82,3 kg.

Peso pesado: Categoria onde os competidores pesam de 90,9.4 kg até 94,3 kg.

Postura: Capacidade de manter o tronco perpendicular ao chão, especialmente útil quando se procura evitar estrangulamentos na guarda do adversário.

Puxar para a guarda: Se um lutador é incapaz de levar o seu adversário ao chão através das quedas, ele irá segurar o oponente e puxá-lo para enrolar suas pernas ao redor do seu trondo, iniciando uma guarda completa e depois procurando uma submissão ou uma posição no chão.

Promoter ou promotor: pessoa ou empresa que organiza, divulga, produz e vende eventos de Jiu-Jitsu, MMA e etc.

[Q]

Queda: Qualquer caminho pelo qual um lutador pode levar o seu adversário ao chão com uma manobra de luta.

Quedar: Derrubar o adversário. Manobra pontuada no Jiu-Jitsu.

Queda Single Leg: Um dos ‘takedowns’ mais comuns no wrestling, ele acontece quando o lutador agarra a perna do adversário com as duas mãos e as leva ao chão. Existem muitas variações dessa técnica particular.

Quimono: traje utilizado em treinos e competições de diversas artes marciais orientais, consiste de uma calça, uma camisa no formato de paletó e uma faixa que denota o grau de aperfeiçoamento do lutador. Chamado genericamente de keikogi em japonês (keiko = treino, gi = roupa). As principais variações de quimono são o judogi (usado no judô), karategi (karatê), aikidogi (aikido) e jujutsugi (Jiu-Jitsu).

15

Portal Jiu-Jitsu

Dicionário do Jiu-Jitsu

[R]

Raspagem: Manobra de reversão executada no Jiu-Jitsu quando um lutador encontra-se com as costas no chão e o adversário sobre ele. Com a raspagem, as posições são invertidas e quem estava de costas para o chão passa a ficar por cima.

Referee: ver árbitro.

Regras: É uma norma estabelecida por quem quer impor um padrão geral.

Relógio: Tipo de estrangulamento no Jiu-Jitsu em que a pressão aumenta na medida que você abre o leque (movimento parecido com o ponteiro de um relógio).

[S]

Saco de Gelo: A primeira coisa que você precisa quando no Jiu-Jitsu acontece uma contusão.

Saída Lateral: movimento em que um lutador esquiva de um golpe frontal, movimentando-se para um plano lateral. Se executado no tempo certo, permite um contra-ataque indefensável.

Sambo: estilo de luta desenvolvido secretamente na antiga União Soviética pelas Forças Especiais do governo, tem raizes no Shuaijiao chinês, Judô e em alguns estilos de Wrestling. O competidor usa luvas (como as de MMA), uma jaqueta (kurtka) com uma faixa, um short da mesma cor e um calçado (sambovki). Foi esporte olímpico de demonstração em Moscou-1980. Significa em russo “autodefesa sem armas”

Side Control: Algumas vezes descrito como ‘side mount’ ou ‘cross mount’, essa é uma posição que colocar o lutador em cima do torso do seu oponente e perpendicular às suas costas.

Single-leg: técnica de queda em que um lutador faz um ataque de pernas e agarra uma das pernas do oponente com as duas mãos,

16

Portal Jiu-Jitsu

Dicionário do Jiu-Jitsu

tentando derrubá-lo.

Sungão Preto: Na década de 90 quando os cariocas usavam bermudas para ir a praia nasceu este modismo oriundo das academias de Jiu-Jitsu.

Sparring: modo de treino com um parceiro para simular eventos que podem ocorrer em uma luta.

Sprawl: Uma técnica de defesa utilizada para evitar ser levado ao chão. O lutador joga suas pernas para trás e direciona seu peso para a parte superior do seu oponente.

Submissão ou Submission (método): ver finalização.

Submission (estilo) ou Submission Fighting: estilo de luta de agarramento (grappling), é um termo geral de luta onde os praticantes não utlizam quimono. Reúne técnicas de Luta Olímpica, Brazilian Jiu-Jitsu, judô e Sambo, faz uso do clinch e luta no solo, com o objetivo de imobilizar ou finalizar o adversário. Por não usar quimono, as lutas de Submission são mais dinâmicas do que as de Jiu-Jitsu.

Suplê: movimento de ataque do wrestling, usado quando o lutador levanta seu oponente do chão e, usando parte de seu próprio peso, o arremessa contra o chão, fazendo-o bater com a cabeça ou pescoço no solo. É um golpe de imensa plasticidade e que pode causar grande impacto no oponente. Possui diversas variações, como o suplex vertical (largamente aplicado no pro wrestling), superplex (super suplex), suplex slam e suplex invertido, dentre outros. Seu nome é oriundo do termo francês “souplesse” (flexibilidade).

).

[T]

Takedown: ver quedar.

Takedown defense: técnicas empregadas para defesa de quedas. O mais conhecido é o sprawl.

17

Portal Jiu-Jitsu

Dicionário do Jiu-Jitsu

Tomoe nage: tradicional técnica de sacrifício frontal (ma-sutemi-waza), um dos golpes mais plásticos do judô. Consiste em agarrar o adversário pela manga do quimono com uma mão e na lapela com a outra. Ao obter uma pegada firme, o lutador cai com as costas no chão e encaixa um pé no estômago no oponente, a fim de desequilibrá-lo, projetando-o para trás, num rolamento.

Trash talking: expressão utilizada para simbolizar o discurso provocativo de um lutador antes do combate. Apesar do tom jocoso e às vezes até ofensivo, não passa de uma manobra de marketing para vender o evento.

Triângulo: estrangulamento do Jiu-Jitsu em que o atleta coloca o pescoço e um braço do adversário entre suas pernas, posicionando também sua panturrilha sobre a nuca do adversário e o pé desta mesma perna sob o joelho da outra. Se o adversário não “bater” e o golpe for finalizado, o triângulo pode fazer o adversário perder a consciência ou levá-lo até mesmo ao óbito

Triângulo de mão: Para executar esse golpe, o braço é puxado pelo pescoço e abaixo da axila antes de ser preso no braço, impedindo o sangue de circular em ambos os lados do pescoço do oponente

[U]

Uchi mata: um dos golpes originais de arremesso do judô desenvolvido por Jigoro Kano. Ensinado a atletas na faixa laranja, o uchi mata é considerado uma técnica de arremesso de pés (ashi-waza). Por utilizar considerável movimento de quadril, muitos apontam o uchi mata como golpe de quadril. O golpe é aplicado ao desequilibrar o oponente para a frente, pegando na parte superior das costas com uma mão e no braço com a outra. Com a pegada definida, o lutador gira o corpo, encaixa uma perna entre as pernas do adversário, levanta-a e puxa o oponente com os braços sobre o quadril. É considerado um dos golpes mais plásticos e eficientes do judô.

18

Portal Jiu-Jitsu

Dicionário do Jiu-Jitsu

UFC: Ultimate Fighting Championship, maior entidade que promove eventos de MMA do mundo na atualidade, com combates disputados em octógonos, é baseada nos Estados Unidos. Fundada em 1993 por Art Davie, Rorion Gracie e Robert Meyrowitz. Atualmente é comandado pela Zuffa Entertainment, LLC e presidido pelo americano Dana White.

[V]

Vale-tudo: antiga denominação para o que hoje conhecemos como MMA, onde lutadores dos mais diversos estilos de luta se enfrentavam para apontar qual arte seria superior às demais.

[W]

Waza-ari: pontuação de uma luta de judô onde um lutador consegue projetar o adversário com as costas no chão ou o imobiliza por um período ininterrupto por 20 segundos. Vale meio ponto; dois waza-ari equivalem a um ippon e encerram a luta.

Wrestling: ver luta olímpica.

WWE: World Wrestling Entertainment, entidade americana que é a principal promotora de espetáculos de pro wrestling do mundo.

[X]

Xadrez: Jogo no qual a inteligência e paciência são as principais armas. Assim como no Jiu-Jitsu.

[Y]

Yuko: “pontuação” do judô, dada quando um lutador consegue projetar seu oponente, que cai de lado. Também é anotado quando um lutador imobiliza o adversário por 15 segundos. Não vale ponto algum, ou seja, nenhum combate termina com yuko, mas é utilizado no critério de desempate. Um Waza-ari supera qualquer quantidade de Yuko, enquanto um Yuko supera qualquer quantidade de Koka.

19

Portal Jiu-Jitsu