Você está na página 1de 1

CUSTO COMPARADO

Argamassa bombeada
x convencional
Reduo de custos indiretos determinou opo da construtora para executar contrapiso

cuo e, conseqentemente, menores despesas com pagamento de mode-obra, alm da necessidade de menos pessoal no canteiro. O engenheiro ainda verificou o menor desgaste
de equipamentos para o transporte
vertical e, por conseqncia, maior
DIVULGAO

construtora Poletto, de Bento


Gonalves (RS), verificou a
possibilidade de lanamento
de argamassa dosada em central por
meio de bombeamento, para a regularizao de cerca de 3 mil m de base
para piso cermico em um edifcio comercial. Embora acostumado com o uso
do sistema convencional nas obras, o
diretor da construtora, Cedamir
Poletto, acreditava que os custos diretos do sistema de bombeamento seriam
mais vantajosos.
Aps uma experincia piloto em
outra obra, o construtor verificou que
o sistema se mostrou mais vivel, mas
no nos custos diretos, como era esperado a princpio. A maior vantagem
foi verificada com a diminuio de
custos indiretos: o sistema adotado
permitiu a reduo do prazo de exe-

economia de energia eltrica. A reduo de tais custos foi o que colocou o sistema em vantagem, conclui
Poletto.
CM
Redao: Kelly Carvalho
Apoio de Engenharia: Regiane Grigoli Pessarelo
Empreendimento: Centro Profissional Dr.
Bozzetto
Local: Bento Gonalves (RS)
Projeto e Construo: Construtora Poletto
Caractersticas:
rea total construda: 3.196,49 m2
Pavimentos: 13
Salas para consultrios: 24
Lojas trreas: 5
Boxe-garagens: 29
Incio da obra: setembro de 2003
Trmino da obra: dezembro de 2005
Data-base do estudo: janeiro de 2005

Argamassa bombeada
Descrio
Argamassa dosada em central, inclusive bombeamento
Pedreiro
Servente
Total (R$/m)

un
m
h
h

Quantidade
0,045
0,22
0,073

Custo unitrio (R$)


226,90
9,92
6,88

Custo total (R$)


10,21
2,18
0,50
12,89

un
m
h
h

Quantidade
0,045
0,25
0,125

Custo unitrio (R$)


209,86
9,92
6,88

Custo total (R$)


9,44
2,48
0,86
12,78

Lanamento convencional
Consiste no transporte manual da argamassa at o local de aplicao, com o
uso de gericas

18

SERGIO

Descrio
Argamassa dosada em central
Pedreiro
Servente
Total (R$/m)

COLOTTO

Argamassa convencional

Esta seo mostra estudos feitos pelas construtoras. As


projees s valem para o caso apresentado. O sistema
apontado como mais competitivo pode se mostrar invivel em
obras com outras caractersticas e dimenses. O estudo
apresentado no deve ser tomado como padro estrito
para decises de oramento e escolha de materiais ou
sistemas. Construtoras podero enviar estudos comparativos
para publicao nesta seo. Fale com a Redao pelo
telefone (11) 3352-7562 ou envie e-mail para
construcao@pini.com.br
Construo Mercado no 48 julho 2005

Você também pode gostar