Você está na página 1de 2

EXCELENTSSIMO DR JUIZ DE DIREITO DA VARA DE RELAES DE

CONSUMO DA COMARCA DE URUUCA/BAHIA

SOLANGE SILVA SANTOS, brasileira, solteira, com CPF tal, RG tal, expedida
pela SSP/BA, residente e domiciliada em X, cidade e Estado MN, vem, por
seu procurador, com respeito e acatamento de estilo, perante Vossa
Excelncia, ajuizar AO DE INDENIZAO, em face da COELBA, companhia
de Eletricidade do Estado da Bahia, Grupo Neoenergia, Pessoa Jurdica de
Direito Privado sob o n tal, com sede em Z, cdigo de endereamento
postal n H.

DAS PRELIMINARES
Da gratuidade da Justia
A requerente declara no possuir condies de pagar as custas processuais
e os honorrios advocatcios sem prejuzo do sustento prprio ou de sua
famlia. Assim, recorre assistncia judiciria gratuita, nos termos dos 2,
pargrafo nico e 4, ambos da Lei n 1.060/50.

DA NARRATIVA DOS FATOS


O fato ocorreu na cidade de Camaari/BA, quando a Senhora Solange Silva
Santos, presente autora desta demanda judicial, foi surpreendida ao tentar
ligar o aparelho de nebulizao para seu filho que sofre de bronquite
alrgica com a falta de energia. S veio perceber, de fato, o que tinha
acontecido quando notou que na Rua onde morava tinha energia nas
residncias. Desesperada a requerente trator de investigar o porqu da sua
residncia est sem energia, e tamanho foi o susto quando viu sua energia
cortada indevidamente, sem qualquer aviso e com as faturas adimplidas.

Indaga-se: de que maneira este fato poderia ter ocorrido, considerando que
NUNCA houve inadimplemento de sua parte em qualquer relao de
consumo, e principalmente nesta de tamanha importncia para a vida de
seu filho.
Desde ento, a senhora iniciou sua longa e desgastante jornada junto
Empresa requerida, na tentativa de esclarecer e corrigir os equvocos que
ensejaram o indevido corte e restrio.
No dia de junho de 2016, manteve o primeiro contato com a Empresa por
meio do Escritrio da Coelba. Registrou o acontecido, informando que
desconhecia algum valor faturado inadimplido. Mostrou as faturas pagas e
requereu a religao da energia. J inconformada com o acontecido,
quando descobriu que que a Coelba havia negativado seu CPF, incluindo
seus dados no banco de informaes do SERASA. O susto e o
constrangimento foram inevitveis. Requerendo que corrigisse a indevida
restrio.