Curso de Mestrado em Sistemas Energéticos Sustentáveis

Departamento de Engenharia Mecânica
Seminário

Redes Inteligentes
Mónica Cristina Capela Oliveira

Orientador: Professor Borges Gouveia

66968
mcoliveira@ua.pt

2013-2014

Sumário • • • • • • • Introdução Caraterização do Problema Conceito SmartGrid Rede distribuída versus a rede elétrica tradicional Tecnologias existentes numa SmartGrid Modelo proposto Europeu Caso de Estudo 2013-2014 Seminário-MSES 2 .

Introdução  Aumento demográfico > 50% da população mundial vive em cidades Procura de energia e de matérias primas NOx Consomem 75% de energia 60% de água PM10 80% de GEE CO2 cov CO 2013-2014 Seminário-MSES 3 .

Europa  Exporta petróleo e gás natural  Perda de riqueza Sector Energia  Investe  Fontes de energias hipocarbónicas  Intermitência  Novas tecnologias que permitam a interligação de todas as fontes de energia  Monitorizar o consumo  Promover a eficiência energética  Conservar a energia 2013-2014 Seminário-MSES 4 .

Portugal em 2020 As fontes endógenas  25% em energia primária 31% no consumo final bruto de energia Sector Energético 10% de energia utilizada em transportes Reduzir a dependência energética  Garantir a segurança do abastecimento Promover o mix energético equilibrado 2013-2014 Seminário-MSES 5 .

Maior fonte de emissões GHG • Consumo e produção de energia 2013-2014 Seminário-MSES 6 .

Rede Elétrica Tradicional Consumidores Empresas de energia • Não são informados dos preços nem são participativos  Garantir capacidade máxima em horas de ponta • Não tem ferramentas que ajudem a implementar medidas de eficiência  Perdas de energia no transporte  Não há ferramentas de monitorização do consumo em tempo real na rede de distribuição • Não podem escolher fornecedor de energia 2013-2014 Seminário-MSES 7 .

Conceito SmartGrid Rede Inteligente  Utiliza tecnologias de informação e comunicação que confere inteligência à rede elétrica  Monitorização  Controle  Comunicação  Autorregeneração 2013-2014 Seminário-MSES 8 .

SmartGrid  Inteligente  Distribuída  Bidirecional 2013-2014 Seminário-MSES 9 .

Tecnologias existentes numa SmartGrid 2013-2014 Seminário-MSES 10 .

Modelo Europeu Desenvolver uma economia com baixo teor de carbono Aumentar o raio da interligação da geração distribuída e renovável Alcançar a poupança de energia do lado da procura • • • Integrar todas as ações dos utilizadores da rede Obter informação do consumo e da produção de energia em tempo real Garantir a entrega de energia elétrica de uma forma economicamente sustentável 2013-2014 Seminário-MSES 11 .

InovGrid Resposta à liberalização dos mercados europeu e ibérico Em 2018 abranger 6 milhões de clientes Qualidade do serviço Flexibilidade Eficiência da rede elétrica Custo Mudar comportamentos face ao consumo de energia Resolver o impacto do aumento de produção de eletricidade por microprodução Incorporar mais produção de energia renovável Permitir a mobilidade elétrica 2013-2014 Seminário-MSES 12 .

Arquitetura da InovGrid Três níveis nível do produtor / consumidor nível do posto de transformação nível de controlo e gestão central 2013-2014 Seminário-MSES 13 .

Conclusões  Redes inteligentes contribuem para uma maior eficiência. controlo e autorregeneração em tempo real numa forma remota e autónoma 2013-2014 Seminário-MSES 14 .  Permite agregar as diferentes fontes de energia renováveis  Elimina as interferências causadas pela microgeração  A rede de distribuição é parte chave das redes inteligentes  A arquitetura de uma rede inteligente inclui tecnologias  monitorização. segurança e confiável da rede elétrica  Incluir as TIC na rede elétrica tradicional torna-a uma rede inteligente. comunicação.

transporte e mercados) estão interligados a partir de uma camada de comunicação existente na arquitetura da rede que permite a gestão eficiente da produção para um determinado consumo 2013-2014 Seminário-MSES 15 . consumidores. prosumers. distribuidores. reguladores.Conclusões A rede inteligente rede bidirecional que se carateriza por um fluxo de energia e um fluxo de comunicação todos os intervenientes (produtores.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful