Ministerio de Comunicação Social

Ministério de Comunicação Social

Quando ouvimos falar de Comunicação Social, normalmente pensamos de
imediato nos grandes meios de comunicação como, por exemplo: televisão,
rádio, internet, revistas, etc. É como se tivéssemos uma visão apenas dos
meios profissionais, julgando não está ao nosso alcance, afastando de nós a
possibilidade de exercê-lo.
Se observarmos nossa realidade de Grupo de Oração, podemos facilmente
perceber que de várias maneiras existem pessoas exercendo a comunicação.
Então, não é o Ministério que é novo, novo é passar a ver a comunicação como
Ministério. Ou seja, durante muito tempo, talvez por falta de orientação ou
formação não se fez o trabalho de comunicação dentro do Grupo de Oração
como Ministério de Comunicação.
Ações do Ministério de Comunicação Social
 Acolhida nos Grupos de Oração e nos Eventos

Cadastro dos participantes do grupo

Dinamização dos recados no grupo;

Capacitação e utilização dos meios para potencializar a evangelização
(internet, mídias...),

Elaboração de impressos e informativos, divulgação do grupo e demais
instâncias na internet,

Cobertura e divulgação de eventos...

Quem é o Ministro de Comunicação Social?
I - O responsável por divulgar o nome do Grupo e a importância da nossa
espiritualidade carismática perante as comunidades cristãs.
II - Aquele que está sempre informado das ações de evangelização da RCC na
Diocese, No Estado e na Nacional e que sabe falar, principalmente dentro do
seu Grupo de Oração, sobre os eventos mais próximos e importantes que
acontecerão (este momento geralmente acontece no final do grupo, mas isso
______________________________________________________________________________

Rua Givaldo Moura da Silva, nº 95, Centro, Pirambu – Sergipe / Fones: (79) 9880-5185/3276-1259
e-mail: rccpropria@bol.combr /blog: rccpropria.webnode.com.br

Centro. conversão e mudança de atitudes. de acordo com a realidade de cada grupo (O coordenador tem a liberdade para criar um meio de comunicação dentro do GO caso não tenha). Devemos ter consciência de que o nosso modelo de comunicador não é igual aquele que está por trás da grande estrutura de imprensa que vemos por aí. Paciente Qual seria o perfil d a comunicação e do comunicador ideais. Comunicativo. que ama a Igreja. que adora JESUS Eucarístico. devemos tê-Lo como modelo de nossas ações enquanto comunicadores. nº 95.Aquele que antes de fazer qualquer um desses itens anteriores tem vida de oração. por manter e atualizar os conteúdos nos meios de comunicação que o Grupo possui. o melhor comunicador de todos os tempos. III . o modelo de serva humilde e fiel. Isso exige auto-avaliação constante. contagia e criar uma vibração positiva nas ______________________________________________________________________________ Rua Givaldo Moura da Silva.pode variar).br . precisa ter como princípio de sua espiritualidade e de sua mística o jeito de comunicar de Jesus Cristo. V . Pirambu – Sergipe / Fones: (79) 9880-5185/3276-1259 e-mail: rccpropria@bol.Aquele que pensa na imagem do Grupo de Oração e pode opinar ou mesmo criar a camisa do grupo. Veja algumas das qualidades que o comunicador deve ter: > Saber entusiasmar.combr /blog: rccpropria..com. Criativo. Tolerante. como qualquer outro cristão.webnode. O comunicador na RCC. Disponível. os cartazes dos eventos locais e etc. site e etc. com certeza. juntamente com outros irmãos do ministério. tem vida sacramental e que vê em Maria Santíssima. como informativos. IV . Características do Ministro de Comunicação Social Assíduo/pontual. Por isso.O responsável. Nosso modelo é bem mais simples! O próprio filho de Deus é esse exemplo! Jesus Cristo foi. Organizado. Responsável.

> Ser orante e comprometido com sua espiritualidade para se abastecer com o combustível da fé e perseverar na prática da comunicação cristã . nº 95. dividindo responsabilidades. > Facilidade para trabalhar em equipe.pessoas. > Facilidade para improvisos e situações não previstas. Pontos importantes para ser um bom Ministro de Comunicação Social: O chamado “Aquele que é chamado ao ministério.webnode. > Linguagem simples. de modo que todos possam entende a mensagem.com. Centro. sejam provados para que se tenha certeza de que são irrepreensíveis”. > Compromisso com a verdade.. > Percepção para acolher as pessoas e discernimento para ir ao encontro delas. (1Tm 3.combr /blog: rccpropria.10) ______________________________________________________________________________ Rua Givaldo Moura da Silva.3) A prova “Antes de poderem exercer o seu ministério.br . Pirambu – Sergipe / Fones: (79) 9880-5185/3276-1259 e-mail: rccpropria@bol. > Ser sempre portador da Boa Notícias. de uma sociedade justa e solidária. > Humildade.7) Vida exemplar “A ninguém damos qualquer motivo de escândalo. (2 Cor 6. fazendo planejamentos e capacitando os membros. vive e sente. dedique-se ao ministério”. > > Falar com convicção e autoridade Ter participação ativa na sua comunidade e boa relação com os diversos grupos. para que o nosso ministério não seja criticado”. anunciando a possibilidade de uma vida nova. (Rm 12. > Hábito de planejar suas ações para que elas causem o impacto e a repercussão necessários. comunicando aquilo que é.

a BoaNova a toda criatura. Pirambu – Sergipe / Fones: (79) 9880-5185/3276-1259 e-mail: rccpropria@bol. Vida de oração  Não só para ser abençoado.combr /blog: rccpropria. Nem sempre são grandes provas. mas principalmente para está com Ele. =Colher opiniões sinceras e críticas das pessoas (observar tudo e ficar com o que é bom) =Ao longo do tempo Deus irá dando os sinais e ocasiões para exercitar o ministério conforme o desenvolvimento e a necessidade. Ele precisa ter o máximo possível de tempo para está na presença do Senhor.vontade de fazer melhor.  Frutos: =Em mim – crescimento. e conhecê-lo para Servi-Lo. pois é preciso amá-Lo. ______________________________________________________________________________ Rua Givaldo Moura da Silva.br . leitura orante da Palavra. às vezes são pequenas coisas no dia a dia. recebe a mim. exercitar mais a oração pessoal. Acolhida (Principal função do Ministério de Comunicação Social) “Quem recebe vocês.com. Como descobrir se sou chamado ao serviço  Sentimento interior. recebe aquele que me enviou” (Mt 10.  A unção é fruto de uma vivência de oração constante e consciente. 40). . principalmente àquelas que batem às portas dos nossos Grupos de Oração. Centro. desejo de saber mais sobre o ministério.  Quem está servindo ao Senhor não deve se contentar apenas com um pequeno momento de oração. através de um abraço ou aperto de mão. nº 95.webnode.  O amor pelo que faz.Acolher é evangelizar: levar. e quem me recebe.

O acolhimento é uma nova forma de se pregar o Evangelho: através dele. Afinal de contas. no entanto. Deve-se mostrar que apesar de desconhecida. Devemos acolher todos de forma igual. O ato de acolher parece ser muito simples. Para isso é preciso uma grande sintonia com Deus para que Ele te inspire o modo de que deverá acolher a cada participante do Grupo de Oração. que Ele está muito feliz por ela estar ali. Porém não é interessante que falemos a mesma coisa para todos por duas razões: a primeira é que no final estaremos sempre repetindo as mesmas coisas. essa é uma grande missão do servo da acolhida: fazer com que a pessoa que chega se sinta totalmente à vontade na casa de Deus e. além disso. portanto deverá se sentir à vontade. onde o nome de Jesus não foi ainda proclamado ou onde a sua ressonância perdeu o valor. que leve a romper com a acomodação e com a rotina. Isso porque cada pessoa é diferente e conseqüentemente terá uma reação diferente mediante a acolhida. com coragem evangélica (parresia). porém deve ser realizado com muita atenção. esta pessoa é muito bem-vinda ao Grupo. às pessoas. quando estamos acolhendo alguém temos o desejo de falar algo para a pessoa. a forma de abraçar e o que dizer a cada pessoa devem ser diferentes.br .Requer um renovado ardor missionário que exige dos evangelizadores uma nova disposição. Isso é aconselhável. com isso. Um exemplo bem prático disso é o seguinte: algumas pessoas são mais calorosas que outras. aproximamo-nos das pessoas. a pessoa pode ______________________________________________________________________________ Rua Givaldo Moura da Silva. Outro ponto a ser importante é que devemos estar atentos às pessoas que participam pela primeira vez. Na maioria das vezes.com.combr /blog: rccpropria. principalmente. Pirambu – Sergipe / Fones: (79) 9880-5185/3276-1259 e-mail: rccpropria@bol. Superando a mera atitude de espera. grupos e ambientes. nº 95. a forma de acolhermos a cada um que chega deve ser diferente. a ponto de permitir-lhes um contato maior com Deus. é preciso ir.webnode. E. A nova evangelização pede mudanças na nossa forma de agir. Centro.

Procure variar na sua forma de acolher. chegou cedo demais” diga: “Que bom que você chegou mais cedo. é bom que ficará mais tempo conosco!” Quando alguém chegou atrasado e o Grupo já está cheio. Todos os servos do Grupo de Oração devem ter um sorriso sincero no rosto. O contrário também deve acontecer. Os adiantados.. fale que está feliz por ela estar ali. vá além disso. Principalmente quando a pessoa parece um pouco perdida ou quando é alguém já idoso e tem dificuldade para arrumar um lugar para se assentar.pensar que aquilo que ouviu é o que você está falando para todos e pode julgar-se menos importante. Pirambu – Sergipe / Fones: (79) 9880-5185/3276-1259 e-mail: rccpropria@bol. ______________________________________________________________________________ Rua Givaldo Moura da Silva. Ao invés de você dizer “Nossa. entre outras coisas. você deve ser responsável por acomodar a pessoa em um lugar. e fale alguma coisa. delicada e amável.br . Abrace de forma dócil. Mas você. que hoje o Grupo de Oração será muito bom. É importante lembrar que um abraço caloroso é muito diferente de um abraço que aperta e espreme a pessoa. Isso é trabalho seu! Você deve estar atento também para perceber as que estão “sumidas” do Grupo de Oração.combr /blog: rccpropria. que ela é bem vinda no Grupo de Oração. Centro. você em vez de perguntar por que ela sumiu deve demonstrar que todos do Grupo perceberam e sentiram sua ausência. pergunte a pessoa se ela está bem. Nunca fale apenas “A paz de Jesus e o Amor de Maria”. Os atrasados. Todo Grupo tem alguém que chega muito tempo antes. Se isso acontecer. Se por algum motivo você não estive bem no dia do Grupo é melhor ficar junto à assembléia e exercer o seu ministério em outra oportunidade.webnode..com. Quando alguém chegar atrasado acolha a pessoa da mesma forma com que acolher as que chegaram no horário.. abrace. nº 95. Isso pode deixá-la constrangida. se for o caso aperte a mão. Acolha a pessoa. ministro de acolhida deve ter este sorriso constante..

combr /blog: rccpropria. Evite tratar as pessoas com gírias ou expressões que possa constranger principalmente os novatos. Carnaval Católico e até mesmo alguma tarde de louvor ou retiros de fim de semana promovidos pelo Grupo. No caso de realizar a acolhida em eventos grandes como Cenáculo com Maria e Carnaval. Neste caso. Porém. Evite roupas extravagantes e que possam constranger outras pessoas. Se o local for um ginásio com um portão muito grande. um envolvimento afetivo de dependência.Outras considerações Outro ponto que ainda não comentamos é quando se deve começar a acolhida no Grupo. mensagens de boas vindas. Pirambu – Sergipe / Fones: (79) 9880-5185/3276-1259 e-mail: rccpropria@bol. pode ser um pouco caro oferecer lembranças. se algo a incomoda. porém. Na maioria das vezes.webnode. a acolhida começa 30 minutos antes do início do Grupo de Oração. Vale ressaltar que. é interessante que os ministros de acolhida estejam com um uniforme. principalmente as que estão começando uma caminhada. Para acolhermos em uma tarde de louvor é importante confeccionar uma ______________________________________________________________________________ Rua Givaldo Moura da Silva. colete ou até mesmo um simples crachá para facilitar a identificação. obviamente duas pessoas por portão não serão suficientes para acolherem a todos que chegam. Procure observar o comportamento das pessoas. você deve estar com uma roupa que seja adequada e confortável. o ideal é que a partir do momento em que começam a chegar pessoas no Grupo os servos da acolhida já estejam a postos para receber a todos.com. devido ao grande número de pessoas. nº 95. O número de pessoas deve ser o suficiente para que todos os que passarem pelo portão sejam devidamente acolhidos. Muitas vezes. Evite. Centro.br . como todos os servos do Grupo. se estão se sentindo bem. o Grupo de Oração é convidado a participar de eventos como Cenáculo com Maria.

lembrança daquela data que.webnode.  O Ministro da Acolhida é uma presença atenciosa e disponível. o número de pessoas e o nome de cada participante.br .combr /blog: rccpropria. ______________________________________________________________________________ Rua Givaldo Moura da Silva. mas sim para ela. jantar. Nunca se esqueça: use e abuse de sua criatividade! V. dê um abraço e abuse das lembrancinhas. mas vai ao encontro das pessoas.ORIENTAÇÕES GERAIS PARA A PRÁTICA DESTE MINISTÉRIO 2. almoço. o procedimento de acolhida pode ser mais incrementado. Características do Ministro da Acolhida: A esta altura. Para cada momento do encontro como café da manhã. é uma ocasião especial. Centro. Nesse sentido.  O Ministro da Acolhida exerce uma tarefa de caráter profético: seja para evitar e/ou contornar situações incômodas. já se deve ter percebido a diferença entre o “recepcionista” e o Ministro da Acolhida. Pirambu – Sergipe / Fones: (79) 9880-5185/3276-1259 e-mail: rccpropria@bol.  O Ministro da Acolhida não espera. Crie surpresas nos quartos. Evite deixar que a própria pessoa escreva o seu nome no crachá. indicando que aquilo que está escrito não é para quem chegar primeiro e ler. capela. despedida poderão ser feitas mensagens identificadas com o nome de cada pessoa. Quando estamos acolhendo em um retiro fechado (por exemplo de fim de semana) onde sabemos os temas a serem abordados. Preparar um crachá com o nome de cada participante e selecionar os quartos também são sinais de uma boa acolhida.com. noite. uma vocação de caráter permanente e necessário para a comunidade. mostre zelo por ela. o segundo deve exercer uma missão. refeitório. O primeiro pode até cumprir uma função. são importantes algumas características do Ministro da Acolhida:  O Ministro da Acolhida cultiva uma maneira criativa de acolher. seja para favorecer às pessoas um “clima familiar de acolhida” agradável de se viver. Na chegada utilize músicas de boas vindas. Surpreender também é algo muito bom. nº 95. com certeza.

paciência e ponderação. ______________________________________________________________________________ Rua Givaldo Moura da Silva.webnode. Diz o Catecismo da Igreja Católica: “A preparação do homem para acolher a graça já é obra da graça” (n.  atender de pé. recebendo-se pobres e ricos com a mesma atenção e consideração.  ter postura acolhedora.  ser pontual.com.  ter calma e educação. além de ser uma forma familiar de acolhimento. pode-se fazer um chazinho/cafezinho no final do grupo. Os membros da equipe de acolhimento estão acolhendo em nome de Jesus Cristo. Entendemos que a boa acolhida das pessoas lhes facilita o encontro com Deus e com as demais pessoas. fazer as vezes do dono da casa. Deve-se pôr em prática o que diz S. recebendo os seus hóspedes. a todo custo. nº 95. com exceção de idosos e doentes.combr /blog: rccpropria. O Ministro da Acolhida não pode atuar sozinho e isolado. Centro.  ser amável ao dar informações. Tiago em sua carta. para confraternização. Seria uma maneira de se criar vínculos.  não fazer distinção de pessoas. no exercício de sua atividade:  gargalhadas. 2001). de alguma forma. Pirambu – Sergipe / Fones: (79) 9880-5185/3276-1259 e-mail: rccpropria@bol. A Acolhida é o primeiro passo da evangelização. Também durante o grupo. procurar memorizar o nome das pessoas. Veja o que diz o Pe. o Bom Pastor.br . A equipe de acolhimento deverá. deve-se ficar atento ao bem-estar dos presentes: cuidar da ventilação e da luz. B) Comportamentos a evitar: A pessoa que atua no Ministério da Acolhida deve evitar.  usar uma tonalidade afetuosa. alegre e disponível. Conforme a realidade do lugar. que conhece cada ovelha pelo nome. a fim de que se oferecerá uma boa acolhida aos fiéis que participar dos Eventos da RCC:  dar boas vindas. atender com naturalidade. ajudar se alguém estiver se sentindo mal. Robert DeGrandis em seu livro “Vem e Segue-me” : A) Gestos e virtudes a exercer: São imprescindíveis algumas atitudes. Numa palavra.

nº 95.  É importante frisar também que a pessoa que vem participar do Grupo tem que ser direcionada onde vai sentar. claras.  roupas sumárias.  conversas inconvenientes sobre agenda ou a vida particular. lembre-se com muito cuidado.webnode. curtas.  Crianças que ficam correndo e gritando na hora do Grupo  se na cidade não tiver o ministério da Criança é preciso que alguém da equipe que está acolhendo tome providência. Dicas para Acolhida:  Pessoas que chegam para o Grupo e que fica conversando no lado de fora  aqui é preciso jogo de cintura porque muitas vezes as pessoas que ficam conversando faz parte da equipe de serviço. objetivas e que fale de amor. Centro. Vá em direção as pessoas e peça para entrar e participar.combr /blog: rccpropria.  fofocas. apoio.com. falar alto.  gírias.  O povo entra para participar mais fica em pé conversando  a Equipe de acolhida vai lá e pede para que sentem e participem.  conversas sobre dinheiro.  ser um/a evangelizador/a. e dê coragem e não mensagem que meta medo ou cause constrangimento. Boa Formação!!! ______________________________________________________________________________ Rua Givaldo Moura da Silva. consolo. não permita que ela fique caminhando procurando lugar.br . incentivo.  Quando o Pregador pedir para abrir a Bíblia a equipe de acolhimento tem que observar as pessoas que tem dificuldade e ir até lá ajudá-la.  As mensagens que forem entregues tem que ser mensagens. Pirambu – Sergipe / Fones: (79) 9880-5185/3276-1259 e-mail: rccpropria@bol.  Pessoas que ficam conversando na hora do momento de Oração e da pregação  é de responsabilidade da equipe de acolhimento pedir para fazer silêncio.  chicletes.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful