Você está na página 1de 74
Técnicas de Acompankamento Una abordagem pritica Para Teclados Eletrénicos e Piano Popular por Marcelo Dantas Fagundes Aeyboard ANO 2.003 COPYRIGHT by MARCELO DANTAS FAGUNDES “todos os direitos reservados IMPRESSO NO BRASIL Sobre _o Autor Marcelo Dantas Fagundes, maestro, arranjador, compositor, pesquisador musical, do Conselho da ABEM é formado em Orgio Eletrénico e Piano pela UNESP e pés-graduado em Composigao Faculdade de Artes Alcéntara Machado _ FAAM-FMU. Estuda misica ha muitos meee © posquisas pedagégicas nesta érea. 56 No final dos anos citenta, percebondo um interesse muito geonde por instrumentos SICA (Associagao Brasilei natural de cipalmente as composi cram bastante mudimentares e desinteressantes e a procura de y de adquirir conhecimentos téenicos e préticos nestes cas de ensino para o teclado eletrénico. Tais estudos ae “de musica, instrumentos, oleic Hico para Teclados”, primeira edigéo, um livrarias expec lade com os volumes 2, 3 ¢ 4). Esse foi o prime veep [oeibtioen a , saint Rt métodos de 6 a e pisho. sse prifagiro tfabalho motivou-o escrever novos titulos como o raga Videw Aula de Teck ; r Apgtndeucdord Caiae”, 0 livro de “Teoria Musical”, 0 “Método de nue tie ge aso aeslioments publicados em revists O suc: “Guia do Miisico”, livro entituladoss Piano area pea wi iAs¥le sucesso] Gomno professor ZeSipiano, Srga0, canto, é. akcelo, Fastpndes’ con ficas também a producio de ice soe tiation campos a ee) »Azilhas sonoras, expetsculos (palsy corbostlian pas companiQg desde | Como gsi de tele, tombim obteve rydito sirgesso, ual de cada ygomesciais ¢ tn eg mantbif ligcses com ae ies Ceiba yf bliss alco dow polo Tat oo fits imiisicais Jigaday pipiens, téenicas oss 2 agilidadond ue elaine qe fave ¢ sentimento sobj¥ profess y ai Se ees SDM" todés fritasde un da néite/arvanjador, come estar, Langou'ta guns Healing Hands" e carreira como professor, mi Sem a menor divide, esses trabalhos do professor MarcolaF aguiidss b-{opecer novas experiéncias musicais aos amantes da boa misica instrumental yboaril Editéra Musical pesquisador e 50.000 alunos Todo material aqui abordado é de fabricagéo exclusiva da K Ltda. gue tem como diretor pedagégico o maestro e professor Marcelo Faguni 4 sempre observ, aprenden e nova com ses mai por todo o Brasil. ro em suas mios é exemplo disto. Durante estes 18 anos, o Professor Marcelo ‘oi acumulando experiéncias didéticas para a criagéo desta colegéo “Técnicas de mento: Uma Abordagem Prétic cn wopular. Esta colecéo esté dividida em quatro volumes acompanhando um jedicada especialmente ao estudo das técnicas O Editor Aros Leitores Nestes anos todos escrevendo métodos de teclado e piano sempre fui indagado pelos meus alunos quanto as técnicas necessdrias para se acompanhar alguém cantando ou tocando um outro instrumento. No inicio pensei em colocar tais técnicas dentro dos métodos de teclado e piano mas pude observar que o conterido deste assunto, por ser muito extenso, acabaria virando um livro especifico e assim o fiz. Fete método 6 o estudo completo das técnicas mais usadas pelos misicos priticos para se acompanhar outro miisico e vocé o entenderé e aproveiotaré muito mais se jé tiver estudado 0 Método Pratico para Teclados volumes 1, 2,3 4 ou o Método de Piano Popular volumes 1,2, 3¢ 4, pois muitas das informagdes tericas aqui apresentadas estdo explicadas detalhadamente nestes outros livros. O principal propdsito deste Método de Ensino das Técnicas de Acompanhamento seré o uso de todo o conhecimento teérico, pratico e de percepgao musical, onde proporcionarei ao estudante, novas formas de treinamento e principalmente entendimento da teoria musical, da percepgio musical ritmica e melédica e da apresentagéo de importantes aspectos da pratica musical. O Método fartamente ilustrado, acompanharé um CD de dudio onde estaréo gravados os exercicios e os exemplos musicais. ‘Todo o exercicio marcado com o desenho de um CD estaré gravado em seu CD de audio, de forma pedagégica, isto é, nao fiz arranjos musicais rebuscados, o que dificultaria 0 seu entendimento. ‘Todas as faixas foram gravadas de forma didatica. Procure nunca ultrapassar uma ligéo sem antes té-la assimilado por completo e adquira o habito de praticar intimeras vezes cada ligéo até obter uma perfeita memorizagao. As orientagées acima proporcionarao um melhor aproveitamento do contetido ados dessa obra, seguindo-as, seguramente o seu aprendizado e desenvolvimento scrao encamit da forma mais objetiva e répida possivel. Para a sua maior comodidade, a Keyboard mantém um plantao Tira-Davidas por telefone ou carta, caso esteja estudando sozinho, sem a ajuda de um profissional, onde nossos professores estaréo A sua disposi¢go para tornd-lo mais um muisico formado pelo Sistema Keyboard de Ensino Musical. Maestro Marcelo Dantas Fagundes Junho de 2.003 Sumivrio- Capitulo 1: Caracteristicas do Acompanhamento Pricipios para se fazer um bom Acompanhamento Acompanhamento a partir de uma Letra Cifrada .. EXT CICIOS..sosnneen Exercicios Adicionais Misica: Amigo Masica: As Rosas no Falam .. Muisica: As Pastorinhas Capitulo 2: Acompanhamento de Balada e Rock Musica: Yesterday . . . Capitulo 3: Acompanhamento de Jazz, Blues ¢ Swing... Masica: All of Me wsrrcrnnsn a Masica: Baby Elephant Walk Masica: Busted Capitulo 4: Acompanhamento de Bolero e Tango .. 33. Explicacies : Musica: Besame Mucho Misica: Chuva de Prata Masica: La Cumparsita .. Masica: Is this Love ..... Capitulo 5: Acompanhamento de Baido Outros Padrdes Ritmicos Musica: Xote das Meninas Explicacoes ... Capitulo 6: Acompanhamento de Bossa Nova e Samba .... Masica: Trem das Onze .. Masica: Wave .... Musica: Mulheres Capitulo 7: Acompanhamento Perceptivo 71 Exercicio 1 Exercicio 2 Exercicio 3 Exercicio 4 Exercicio 5 Exercicio 6 Exercicio 7 Exercicio 8 Encerramento . 81 Re ta dos Exercicios de Acompanhamento Perceptivo ... 82 Caracteristicas do Acompanhamento Entendemos por ACOMPANHAMENTO todo tipo de som que estaré harmonizando uma linha melédica, ou seja, quando alguém toca um instrumento melédico como o Sax, Violino, Flauta ou simplesmente Canta, sabemos que sempre existird algum instrumento que acompanhard este outro misico. Os acompanhamentos podem ser muito simples. feito apenas com um outro instrumento como o teclado, piano, ou violZo ouaté mesmo acompanhamentos sofisticados como o uso de muitos instrumentos a0 mesmo tempo. ‘Vamos neste livro abordar as téenicas para tomar o seu piano ou seu teclado eletrénico, como acompanhamento eletronico figado, um equipamento para acompanhar alguém tocando uma melodia em outro instrumento ou cantando, lembrando que as técnicas so as mesmas. ‘Nossos primeiros exercicios poderdo parecer simples e sempre sero acompanhados por cantores ou outros instrumentistas, dedique-se aos exercicios com afinco, pois o ajudaro nas técnicas de acompanhamento mais elaboradas. Principios para se fazer um bom acompanhamento 1.) Todo acompanhamento ¢ fruto do conhecimento musical jf existente em vocé, ou seja, muito das técni aqui apresentadas podero parecer jé conhecidas, no entanto, nunca aplicadas desta maneira. Se vocé. por ventura, é um miisico principiante poder encontrar dificuldades para entender estas téenicas. Lembre-se: para ser um grande arranjador ou acompanhador, deve-se antes dominar por completo 0 teclado eletrénico ou o piano, caso isso ndo seja 0 seu perfil. procure neste momento resolver este problema revisando nossos livros: Método Prético para Teclados Volumes 1, 2, 34 e/ou 0 Método de Piano Popular Volumes 1, 2, 3 ¢ 4. 2.) Uma das melhores maneiras de se treinar as téenicas aqui apresentadas é se auto-acompanhar, ou seja, cantar enquanto tocar, Normalmente quando se escolhe um instrumento como 0 Piano ou o Teclado, nao iemos muito gosto por nossa propria voz, mas se estudar, com certeza comecara a cantar _ bem e bonito no precisa se tornar um cantor, mas estas técnicas de canto muito 0 ajudardo no estudo da Pereepgio Musical Se desejar, adguira 0 Método de Canto Popular Aprendendo a Cantar ou 0 CD Rom crvendenco a Cantar. Garanto que ird se apaixonar por este magnifico instrumento_sua Voz_e cipalenre perceberd que com esforco, determinagdo e paciéncia voce alcangard também 0 otal) Dantas Fagumdes u Acompanhamento a partir de uma letra Cifrada Uma das mais comuns e simples técnicas de acompanhamento € a partir de uma LETRA de alguma miisica CIFRADA, ou seja, o mercado editorial esta cheio de edigées deste tipo, 0 texto da musica com as cifras, 0s acordes, acima das silabas em que os acordes caem. Popularmente falamos que esta é a escrita do Viol&o ou da Guitarra Popular, no entanto, esta é a escrita musical universal podendo ser adaptada a qualquer outro instrumento Observe: Abaixo temos a primeira parte da letra da musica tradicional "Mulher Rendeire’, Motivo Popular do Norte, com seus acordes, cifras acima das silabas marcadas. Tonalidade de Sol Maior. G c ole, mulher rendeira! D G 4! ole, mulher renda G Em Am Tu me ensina a fazé renda D G Que eu te ensino a namora G Em Am Tu me ensina a fazé renda D G Que eu te ensino a namora Técnicas de Acompanhamento - Lima abordagem pratica 2 Exercicios 1.) Se ‘aniliarize com 0 texto ao lado da misica Mulher Rendeira, leia o texto da musica e a letra em voz alta toca-do os acordes com sua mao esquerda. No teclado eletronico deixe o acompanhamento eletrOnico ligado, sem o ritmo, a bateria, no caso do piano faga os acordes sempre no estado fundamental, ou seja, Fundamental, Terca do Acorde e 2 Quinta do Acorde, como no esquema abaixo. Ouga seu CD de audio. Texto falado com acordes no piano 4 no teclado FAIXAOL FAIXA02 2) Depois que estes acordes estiverem bem memorizados com a mao esquerda, faga-os também com a mao direita > Atencio: Tanto no teclado como no piano, os acordes na m&o direta podem apresentar-se com a inversdo que desejar, ou seja, na posig&o que voce quiser > Dica: Aproxime as notas do acorde sempre que possivel para facilitar a execugdo des mesmos, chamamos isto de ENCADEAMENTO de ACORDES. Observe 0 exemplo abaixo, 4 | #£ Texto falado com acordes Texto falado com acordes s ras duas mos no teclado nas duas mdos no piano FAINAO3 FATXA 04 Marcelo Dantas Fagundes 3.) Voce ja percebeu que o acompanhamento esta se formando. Até agora voc esta fazendo a harmonia da mdsica, vamos entao fazer o mesmo treinamento com uma cantora Nas duas proximas faixas do seu CD teremos a gravagao do mesmo acompanhamento feito até ‘agora no teciado e no piano, com uma cantora fazendo a linha melédica Na outra faixa, teremos apenas a voz da cantora para que voce a acompanhe, Cantora com acordes nas duas mios no teclado FAIXA0S Cantora com acordes nas duas mos no piano FAIXA 06 Apenas 0 Canto FAIXAG7 Pode parecer simples estes primeiros| exercicios, no entanto, eles Ihe ajudarao a| adquirir uma percepgao melédica e ritmica| aprimorada, elementos indispensaveis para| acompanhar outre musico. Além disso, vocg| estara treinando a leitura de acordesitexto com| alguém cantando a linha melodica, Exercicios Adicionais Toda a nossa experiéncia musical, teérica e auditiva sera utilizada para as Técnicas de Acompanhamento. A seguir, apresento 3 Letras de Musicas Tradicionais, aplique a técnica até agora abordada em todas elas, Cade letra apresenta um grau de dificuldade diferente, por isso, estude todas. Na faixa do CD de audio temos apenas a cantora, assim vocé poderd treinar acompanhando-a apenas utilizando os acordes como ensinado até agora. Técnicas de Acompanhamento - Uma abordagem pratica 4 Apenas o Canto FAIXA (8, Gm Voo8, meu amigo de {6 cm Meu itmao, camarada, F ‘Amigo de tantos caminhos Bb De tantas jornadas Eb Cabega de homem cm Mas 0 coragao de menino D7 Aquele que esta ao meu lado. Gm Em qualquer caminhade Me lembro de todas as Iutas cm Meu bom companheiro F Vocé tantas vezes provou Bb Que 6 um grande guerreiro Eb Oseu 1980 & uma casa cm De portas abertas, D7 ‘Amigo vocé 6 0 m: Gm Das horas incertas corto Maestro Marcelo Dantas Fagundes Musica AMIGO R. Carlos ¢ E. Carlos As vezes em certos momentos cm Dificeis na vida F Em que precisamos de alguém Bb Pra ajudar na saida Eb A sua palavra de forca cm De fé e de carinho D7 Me da a certeza de que eu Gm Nunca estive sozinho Voo8 meu amigo, de 6 cm Meu irm&o, camarada, F Sortiso ¢ abrago festive Bb Na minha chegada Eb \Vocé que me diz as verdades cm Com frases abertas o7 Amigo, vocé é 0 mais certo Gm Das horas incertas Nao preciso nem dizer cm Tudo isto que the digo F D7 Mas é muito bom saber Gm Que voce ¢ meu amigo Apenas 0 Canto Miisica =” AS ROSAS NAO FALAM Em Bate outra vez Fe Com esperanga 0 meu coragao Am BT ois jé vai terminando 0 verdio Em Enfim Volto a0 jardim Fe Com a certeza que devo chorar Am BT Pols bem sei que no queres voltar Em Para mim ‘Am: Ee Queixo-me as rosas Cartola Mas que bobagem Em As rosas nao falam Fit Simplesmente as rosas exalam Am. 87 ( perfume que roubam de t, ai Em Devias vir Fe Para ver os meus olhos tristonhos am 87 E quem sabe sonhavas os meus sonhos Em Por fim Musica Apenas 0 Canto rarnare AS PASTORINHAS Em B7 EM Acstrela d'alva Ey Am No céu desponta 87 Ea lua anda tonta Em Com tamanho esplendor! Am: E as pastorinhas, 87 Em Pra consolo da iua Fe \Vao cantando na rua 87 E Lindos versos de amor Técnicas de Acompanhamento - Uma abordagem pratica Noel Rosa e Joao Rosa 87 OE Linda pastora 87 Morena, da cor de Madalena Tu nao tens pena De mim E 87 Que vive tonto com o teu olhar! — &7 Linda cianga A Tu nao me sais da lembranea Am E ce Meu coragao néo se cansa Fim B7 E De sempre © sempre te amar Capitulo 2 Acompanhamento de BALADA e ROCK Vamos conhecer as Baladas Roménticas, Rock’ iplicar_ os acompanhamentos ritmicos mais usados nas Baladas dos anos 50, Roll, Rock dos Anos 60 e outros da mesma familia QINo Teclado Eletrénico: escotha um ritmo de Balada ou Rock. Coloque 0 Tempo do Ritmo do seu teclado em 90. Faga 0s acordes da musica com o acompanhamento eletrOnico ligado e para a mao direita faga ‘os mesmos acordes com o som de Strings ou Piano. Q No Piano: faga todos os padrées apresentados como escrito. Ouga o seu CD de dudio muitas vezes depois faremos a aplicagdo destes acompanhamentos em algumas musicas deste género a3 FAIXA IL BALADA TRADICIONAL ROMANTICA, GT Spe: a} FAIXA 12, BALADA TRADICIONAL ligeira G7 — Cc c @t 1aesirs Marcelo Dantas Fagundes r FAIXA 13 BALADA TRADICIONAL 2 c c ah | eet -, — FF 2 CZ + a ey ae : =e SSS e i i a FAIXA Ld ROCK'N'ROLL 1 ae PES PaaS ed ey Tipe (elaine ROCK'N'ROLL ANOS 60 FAIXAIT ROCK BRASILEIRO Jovem Guarda Cc G7 Estes s4o 08 padrées ritmicos de acompanhamento mais comuns e que podem ser aplicados a uma gama muito grande de misicas deste estilo. A. seguir apresento um classico das Baladas Roménticas “Yesterday” dos Beatles. Maestro Marcelo Dantas Fagundes 19 & Musica mans YESTERDAY Beatles Observe a partitura e a gravacao da Balada. O solo sera feito por um Saxofone e utiizo uns padroes ritmicos com algumas mudangas na linha do baixo, na segunda parte da musica, Na primeira gravacao, temos 0 arranjo completo, na'segunda gravago, temos apenas o solo do saxofone gravado para que voce possa acompanhé- lo ena terceira gravagao, temos o acompanhamento. Utlize os padrées ritmicos apresentados e depois de muito estudo tente fazer o acompanhamento ssema partitura, ous, treine sua percepedo e sua memeéria auditva, isto Ihe ajudaré muito no seu desenvolvimento musical ‘Sugiro que aplique estes acompanhamentos num repertorio de apoio, procure musicas deste estilo para o seu desenvolvimento, Baladas Romanticas, Jovem Guarda, Rock a Billy € outros. = 90 c E7 Am fet tf pee. Técnicas de Acompanhamento - Uma abordagem prética, 20 E7 Am F G7 Cc E7 Am G Bec artes Se — p= + =e =e Capitulo 3 Acompanhamento de JAZZ, BLUES e SWING Vamos conhecer e aplicar os acompanhamentos ritmicos mais usados nas milsicas Norte Americanas como Jazz, Blues, Swing e suas variagdes. QNo Teclado Eletrénico: escotha um ritmo de Jazz ou Swing. Coloque o Tempo do Ritmo do seu tectado em 90. Faga os acordes da miisica com 0 acompanhamento eletronico ligado e para a méo direlta, faga os mesmos acordes com 0 som de Orgao ou Piano, QNo Piano: faga todos os padrées apresentados como escrito a seguir. Ouga o seu CD de éudio muitas vezes depois faremos a aplicacdo destes acompanhamentos em algumas musicas deste género Maestro Marcelo Dantas Fagundes FAIXA23 BLUES 6/8 FAIXA24 Estes s0 0s padrbes ritmicos de acompanhamento mais comuns ¢ que podem ser aplicados a uma gama muito grande de musicas deste estilo. A seguir apresento um cidssico do Jazz Americano “All Of Me", o Swing “Baby Elephant Walk’ e o tradicional Blue em 6/8 “Busted”, Observe a partitura e a gravacao das musicas. O solo seré feito por Saxofone eno Blues 0 solo seré feito pela Gaita Diatdnica, Depois teremos as gravagées apenas com 0 solo do saxofone e da gaita para que vocé possa acompanhé-to. Utilize os padr5es ritmicos apresentados e depois de muito estudo tente fazer o acompanhamento ‘sem a partitura, ou seja,treine sua percepeo e sua memérie auditva, isto Ihe ajudaré muito no seu desenvolvimento musical Sugiro que aplique estes acompanhamentos num repertorio de apoio, procure musicas deste estilo parao seu desenvolvimento. Técnicas de Acompanhamento - Una abordagem prética ” Musica pray ALL OF ME 8. Simons e G, Mark \G's Pete ant aaa ( SSE ene, ii oS a | as! ena ae) a ~ Hy a ft TT ee: PREKFKLFPLKHK KOKO HRHKROKRHORMORR AKAM Me Be we we wee ~~ ~~ ~~ sev) Marcelo Damas Fagundes Misica mine BABY ELEPHANT WALK = 110 Henry Maneini i fetes | Gb et ba atin = et | — mi, FR - Con BH oer | 2 ; | FSS SSS reset Pare 2g) Mean apace da Steg Etech ae g beieeie wg! fot rt OO rt often 65 ae= Sha SLE Re Ss. oT Bb7 Ge ep hd optheat = ==—S tits Cone Bae DR : at # f= ; # a a= eros eran = = \O Sia He oF —— ff 1] Ld | a4 ”. F Bb AmGm F F7 F FT ; 6 pee Pe yee Tar f We ft i))| Cie re im hl we Bb F Bb F soos ae anna er Here in feb ie art tpi acial tree \é PR a Hed ree Sd = SEN Fp PHRF. SS SS oe _ a MW eT eee | the free |! is cee jl. a TM [aL Lt i| eo 7 — i Harland Howard e £22) an his Hit ie ee | g a Ge TR = 8 : WHT o fe es | - B We He ue EET Hy HT o ff, IE Ts . (3 1S. @: MA z Me 2 Capitulo 4 Acompanhamento de BOLERO e TANGO ‘Vamos conhecer ¢ aplicar os acompanhamentos ritmicos mais usados nas misicas Latinas como 0 Bolero, o Cha-Cha-Cha., o Tango eo Reggae, QINo Teclado Eletrénico: escolha um ritmo de Bolero ou Beguine, Coloque o Tempo do Ritmo do seu teclado em 90. Faca os acordes da musica com © acompanhamento eletrOnico igado e para a mao direita , faga 0S mesmos acordes com o som de Acordeom, Q1No Piano: faga todos os padrées apresentados como escrito a seguir. Ouga o seu CD de audio muitas vezes depois faremos a aplicagao destes acompanhamentos em elgumas musicas deste género. FAIXA34 BOLERO FAIXA35 CHA-CHA-CHA Mover, Mercelo Dantas Fagundes bh eee FSS | FAIXA37 © _ hy yo _ i = FES Técnicas de Acompanhamento - Uma abordagem prética ey Explicagées Estes s40 0s padr6es ritmicos de acompanhamento mais comuns € que podem ser aplicados @ uma gama muito grande de musicas deste estilo. A seguir, apresento 4 classicos da Musica Latina Q Bolero: "Besame Much QO cha-cha-cha: *Chuve de Prata’, Q Tango: “La Cumparsita’, e 0 (Q Reggae: “is This Love” Observe as partituras e as gravagbes das musicas. Os solos sero feitos por um Acordeon, em todas as musicas e utlizo 2 padrdes ritmicos diferentes para a mesma musica, um para a primeira parte @ outro para segunda parte. Utlize os padrdes ritmicos apresentados e depois de muito estudo tente fazer o acompanhamento sema partitura, ou seja, treine sua percepeao e sua meméria auditva, isto Ihe ajudard muito no seu desenvolvimento musical ‘Sugiro que aplique estes acompanhamentos num repertério de apoio, procure musicas deste estilo, para o seu desenvolvimento, “Maestro Marcelo Dantas Fagundes Musica ax BESAME MUCHO Consuelo Vasquez = 100 Gm cm —35 venta GM 04 Edis ae ePRnnnnnenaneenee ee eeseeeeeeveseeeneeererereeeeeererrrrkt eo tos Mbiapn Ses speey —— ths SS ercelo Dantas Fagundes Marcelo Dantas Fagundes SE LN LON eee eewererersecermc ere ee eC eC eC tC TCC ACCC CeCe Tee EVE EYE Musica CHUVA de PRATA Acordeon FAIXA4I a0 43, D.S. al Fine a = ra @ 2 [iss HSS LT yar Ll hee KI ae is (ere toe AOe Musica 2. LA CUMPARSITA Contursi/ G. H. Matos Rodriguez. -= 120 ET An es Acordeon Gee SS “aie SSS) wh ASS iif? a tae SURE ane? wae GaSe einer tier t eterepl i SiS | + yor daa asa? a adage eegds [> Serpe oat ee ee 2 Téenicas de Acompanhamento - Uma abordagem pratica. Am canna Jt te beth} Rs i effete ts aa HF ae SSN AR AE a eae E7 ie reeomiee TPT? nhamento - Uma abordagem pritica pm re TE Ee RSS pay foe ee mem nnnnnnnnnnannnmnannnmnnnnnnnnnannmnnannnannnannmnnnnnnnannnnnenc Musica £% Pe IS THIS LOVE? Bob Marley «= 80 tits twee tte ee fie Wy i My WY WN] a 4, wt qr iy r re os = OR | i | eo Nee Bm7 Cim7 D7ME7 Ctm Speers Capitulo 5 Acompanhamento de BAIAO Até agora, estudamos os acompanhamentos sem uma movimentag&o ritmica, uma levada, caracteristica do ritmo de cada musica, como valsa, rock, bossa-nova e ete Vamos aplicar determinados acompanhamentos as musicas ja estudadas. QNNo Teclado Eletrénico: escolha um ritmo de Baido, aso seu teclado nao tenha tal ritmo, escolha outro préximo. Galoque o Tempo do Ritmo do seu teclado em 70. Faga os acordes da musica com o acompanhamento eletrdnico ligado e para a mao direita, faca os mesmos acordes com o som de Acordeom, Para se ter uma levada mais complexa nas mudangas de acordes, faca o padrao ritmico proposto, naméodireita, Aesquerda estaré fazendo os acordes na regio do Acompanhamento Eletronico. ‘Ougao seu CD de audio: FAIXA50 c D E [diss TS ep par Am Acompanhamento Eletrénico e Acordes Simples paraa mao dircita FAIXASI Acompanhamento Eletronico ¢ Levada para.a mao direita FAIXA 52 io Dantas Fagundes 4 Q No Piano: neste instrumento nao temos a facilidade de ter um acompanhamento pré-feito, de fabrica, isto 6, que torna o instrumento Pizno mais complexo que o teclado. Voc8 terd de fazer o acompanhamento com as caracteristicas ritmicas do Baio. No inicio pode parecer dificil, treine muito cada padr&o apresentado. Para 0 Baio temos 0 seguinte Padrao Ritmico: Observando os acordes e o Padiéio sugerido temos: Baixo em Oitavas, nota fundamental do acorde ‘ou simplesmente a nota que dé o nome ao acorde no primeiro tempo. No segundo tempo uma seminima com as notas do acorde. Estude apenas o padrdo até ter um bom desempenho, em seguida faca-o juntamente com a gravagdio de seu CD de audio, depois treine com o canto. Outros Padrées Ritmicos Existem outros padrdes ritmicos nordestinos que devemos conhecer, séo eles: $ Baiao Tradicional, » Xote, » Xaxado, > Fort, 4 Coco Nordestino, 9 Frevo, % Maracatu eo » Axe. Apresento a seguir, os modelos ritmicos de cada um, lembrando que se vocé estiver estudando este métado para o teclado Eletronico, voce poder utilizar apenas a mao direita, ou seja, o Baixo, escrito na Clave de Fa estar sendo felto pelo Acompanhamento Eletrnico, assim, faca apenas as notas escritas para a méo direita. Ouca atentamente cada padréo e aplique nas mussicas indicadas no final da ligdo, isto garantira a ‘sua evolugao. Técnicas de Acompanhamento - Lina abordagem préica 50 FAIXASS BAIAO TRADICIONAL 2 G7 — FAIXAS6 BAIAO TRADICIONAL 3 el | estes Marcelo Dantas Fagundes my tea itt ae it er ~ ke FAINAS7 MARACATU FREVO G - — tt Cc *y FAIXA 64.66 Musica XOTE das MENINAS Luiz Gonzaga e Zé Dantas CEOPTCHEHKPKEHKE HEE ER REKRRRREKRRRHRRERESRRRREeheeteseee Gm AT Biaortsae setae yg rth Pr Dm Ez A7 Bb(7+) Eg AZ BU7+) Ty Seen Eg A7 Dm po FR ee ee er oe gon Seu oe oEEe =e | Ez AT Dm Gm A7 e Gm A7 Gm C7 Explicagées Estes s40 0s padrdes ritmicos de acompanhamento mais comuns e que podem ser aplicados a uma gama muito grande de musicas deste estilo. Voce pode também observar que nesta tiltima Musica“O Xote das Meninas’ usel uma técnica muito comum, ade destacaralinna melécica em alguns momentos fazendo apenas um Baixo e um acorde com todas as notas deixando a linha melédica livre para ser percebida claramente, Podemos utilizar esta técnica em qualquer outro estilo musical, sempre fica bom. Técnicas de Acompanhamento Uma abordagem prética ss Capitulo 6 Acompanhamento de BOSSA NOVA e SAMBA Vamos conhecer e aplicar os acompanhamentos ritmicos mais usados da Bossa Nova, do Samba, do Chorinho e do Pagode. Antes temos que entender que existe uma game muito grande de variagSes sobre 0 Samba ea Bossa Nova, daria até para fazer um tratado 86 sobre este assunto. Poderemos exemplificar mostrando-Ihes alguns destes ritmos: § Samba Tradicional, ¥ Chorinho, > Samba de Roda, ¥ Samba Choro, 4 Partido Alto, + Maxixe, 4 Afro Samba, $ Samba Rural, 4 Samba Lento, § Samba Rock, Samba Cangao, 9 Bossa Nova Ternétia, + Pagode, 4 Bossa Nova Setendria e } Bossa Nova, 9» Samba Ternario. E claro que todos mantém alguma caracteristica comum, pois todos s8o, na verdade, a varia¢ao do ‘Samba e das batidas de tambores africans. Vamos exemplificar e aplicar os mals comuns. QWNo Teclado Eletrénico: escola um ritmo de Bosse Nova ou Samba, caso seu teclado nao tenha tal ritmo, escolha outro. Coloque o Tempo do Ritmo do seu teclado em 80. Faca os acordes da musica com o acompanhamento eletrénico ligado e para a mao direita, faga os mesmos acordes com o som de Acordeom. Q No Piano: taga todos os padrées apresentados como escrito @ seguir. Qua o seu CD de audio muitas vezes depois faremos a aplicacao destes acompanhamentos em alguns classicos deste género. 42 SAMBA TRADICIONAL FAIXAG7 G Gr? ae FEES oe Maestro Marcelo Dunas Faguaces FAIXA 68 BOSSA NOVA c GL FAIXAG9 CHORINHO G7 FAIXA70 PAGODE Estes s40 0s padres ritmicos de acompanhamento mais comuns e que podem ser aplicados a muitas masicas deste esti. A seguir, apresento trés classicos da Musica Popular Brasileira, o Samba “Trem das Onze", de Adoniran Barbosa, a Bossa Nova "Wave", de Tom Jobim ¢ 0 Pagode "Mulheres', de Martinho da Vila. Observe as partituras © a gravacao das milsicas, Em todas as musicas os solos sero feitos por uma Flauta e sero Utilizados 2 padroes ritmicos diferentes para a mesma milsica, um para a primeira parte e outro para a segunda parte, Utilize os padrbes ritmicos apresentados e depois de muito estudo tente fazer 0 acompanhamento sem a partitura, ou seja, treine sua percepao © sua memoria auditiva, isto the ajudara no desenvolvimento musical. Sugiro que aplique estes acompanhamentos num repertorio de apoio, procure miisicas deste estilo para 0 seu desenvolvimento, Técnicas de Acompanhament - Uma abordiagem prética: 6 £ Miisica ranariara TREM das ONZE = 120 Adoniran Barbosa aw—eeseesweseeewvueevewvueseewvewwuvuewvvuuwewweewewwewewevee TT 8 i 6 mi S Hi aa Hh rt rit Et ih : < My A ij L el ‘ * noe : FAIXA 74076 -= 120 Musica WAVE Tom Jobim Técnicas de Acompanhamento - Uma abordagem prética. Bm? E7 Bb ATs Dm7 om Gh ete ee === ptr aN Sieente set ae : - & iS SS Fi? B7 Bm7 E7 Bb7 AT. Dm? oe Snr et eS a = BS ear ire ae =e oe Gm? Fm7 Bb c Am Gi thee Lt erie ete & aan BES a= 2S = = —— = 315 ie = 4 eH 5 a he _ er Gm7 AT 7 Bb Am7 an Pratitie SN petite = TBE Sy ese i. cme Hate a pS Bm7 E7 Bb AZ Dm7 G7 Dm7 Geer et tea = ie Se SSS Dm7 G7 feos SS sees eS maa ot mh a jd SSS a= Misica D7™M Bm Em FE (SSS ae Gopal epe es apy pay per Sei a Fe = = et FR Sy oS EE ae eee DHE weet WSS) | = sett = Técnicas de Acompanhamento - Uma abordagem prética 6 _ se ee ee ee et te et te tt et te hte te kh kek kkk D7M Bm Em FE Bm ee sae Pea PW is Ly PS DHS ride re =e e Ri dae Maestro Marcelo Dantas Fagundes FE Bm B = = = — eee: Eee rdegee eter ceecee HE Daeg 4 =a Ee pea ery DS au de Soe ry PEA Aeris 5 itl Fae Capitulo 7 Acompanhamento Percertivo Vamos ajudé-loa fazer os ACOMPANHAMENTOS PERCEPTIVOS, ou seja, sem a ajuda de letra, acordes e até mesmo estilos jé estudados. Este é sem divida o momento de maior usc de todo 0 conhecimento musical ja adquiride por voce. Algumas pessoas jd nascem com esta facilidade: a de tocar um instrumento musical e também acompanher outro musico sem sequer saber os nomes das notas musicais ou qualquer outro conhecimento musical. Vooé mesmo deve conhecer pessoas assim, Eu, como pesquisador das técnicas de ensino musical, ja encontrei varias pessoas assim, onde muitas delas, tendo uma maior facilidade em fazer musica acabam abandonando esta arte. Me surpreendo com aqueles que aparentemente nao tem facilidade alguma para tocar um instrumento e com a ajuda correta e com © material didatico correto, se torna um misico profissional. Eu mesmo sou um exemplo disto, as pessoas quando me véern tocando ou compondo, observam uma facilidade muito grande no manuseio do meu piano ouna minha leitura e escrita musical, ndo sabem os sacrificios que tive de fazer e as horas infindadas que ainda me dedico ao mundo da musica para sempre estar tocando cada vez melhor os istrumentos que estudo. E sempre conto esse fato para meus alunos fazendo com que isso sirva de inspiragdo para anima- los a continuar sempre estudando e aplicando os conhecimentos que meuslivros se comprometem a fazé-4o, Vamos abordar agora o que particularmente chamo de ACOMPANHAMENTO PERCEPTIVO, ou seja, acompanhar alguém cantando ou tocando um instrumento solista sem a ajuda de qualquer tipo de informagao como acordes, ritmo e etc. No inicio, poderé até parecer dificil mas garanto que se se dedicar a esta pratica diariamente estaré fazendo acompanhiamentos incriveis, apés alguns meses de estudo. A grande dificuldade que nossos alunos encontram é que este tipo de acompanhamento requer uma percepeao musical apurada e esta percepgdo 86 acontece com muito treino. Atualmente por infelicidade, 08 Métodos de Ensino Musical para esta matéria denominada Percep¢ao Musical, n&o é muito levada a sério 2a maioria dos estudantes de musica por todo o Brasil pouco treina a sua capacidade auditiva de reconhecer escalas, tonalidades, acordes, andamentos e até mesmo que instrumento esté sendo tocado, Coma preccupago de preencher esta lacuna, langei recentemente o Método TEORIA da MUSICA, onde abordo toda a teoria musical, a percencao ritmica e melédica e a historia da musica num Unico curso. Acredito que os estudantes de musica resolveréo por completo o estudo das matérias abordadas neste novo conesito de Estudo da Teoria Musical ‘Sendo voce nosso nove estudente, certamente nao teve acesso a um material que pudesse ajuda- Jo em sua empreitada perceptiva, assim, vamos agora apresentar-ihe o que deve ser feito para resolver esta “surdez musical”. Utilzaremos exemplos bastante simples, algumas canc6es de roda para exercitarmos nossa ‘arménica. pode até parecer simples no inicio, mas se dedique as caneSes mais simples, pois tenho 2 ajuderéo 2 perceber as musicas mais complexas. E xXeTCLCLO 1 FAIXA 80 Na Faixa 80 do seu CD de audio, apresento a linha melédica, o canto da Miisica Foloiérica"O Cravo brigou com a Rosa’. Ouga-a varias vezes, a tnica informagao que Ihe darei é que a musica esta em DO Maior. Para saber com exatiddo os acordes que aparecerdo, lembre-se do Estudo do Campo Harménico Major apresentado nos livros Método Pratico para Teclados Volume 3 ¢ também no Método de Piano Popular Volume 3. Se restar alguma divida neste tema, resolva-o fazendo uma revisdo completa. Em DO Maior temos as seguintes opgdes de Acordes, ja cifrados: c Dm Em F 6G Am Bdim A seguir, temos a letra de "O Cravo brigou com a Rosa’, com os lugares onde € necesséria a mudanga de acordes. Ouga muitas vezes a gravagao, procure colocar todos os acordes e observe que alguns deles ndo se encaixarao de forma alguma Depois de encontrar os acordes certos faga um acompanhamento de marchinha ou swing para a linha melédica ja gravada. No final do livro vocé encontrara as respostas para este exercicio, s6 olhe depois de fezé-lo. Comece a fazer este treino com seriedade. Ocravo brigou coma rosa De frente de uma sacada O cravo saiu ferido, Arosa despedagada Ocravo ficou doente, Arosa foi visitar Ocravo teve um desmaio Arosa pés-se a chorar Técnicas de Acompanhamento - Uma abordagem présica n ‘ ‘ ‘ ‘ ‘ ‘ ‘ ‘ ‘ ‘ ‘ ‘ ‘ é ‘ é ‘ cf 6 a cf é é é 6 PRRRRFKEKKRKRREHKRRERHRHRARRAR £} Exercicio 2 é FAIXASI Na Faixa 81 do seu CD de dudio apresento a linha melodica, 0 canto da Miisica Folclérica "O Pastorzinho", ouga-a varias vezes, a Unica informacao que Ihe darei é que a musica esta em FA Maior. Em FA Maior temos as seguintes opgdes de Acordes, ja cifrados: F 6m Am Bb c Dm Edim A seguir temos a letra de “O Pastorzinho’, com os lugares onde é necessario a mudanca de acordes. Ouga muitas vezes a gravago, procure colocar todos os acordes e observe que alguns deles nao se encaixarao de forma alguma. Tente aplicar também os acordes com Setima, Depois de encontrar os acordes certos faga um acompanhamento de marchinha ou swing para a linha melodica ja gravada No final do livro voce encontrara as respostas para este exercicio, s6 olhe depois de fazé-lo. Comece a fazer este treino com seriedade. Havia um pastorzinho Que andava a pastorear, Saiu de sua casa E pés-se a cantar DOREMIFAFAFA DORE DORERERE DOSOLFAMIMIM DOREMIFAFAFA Chegando ao palacio Arainhalhe falou, Dizendo ao pastorzinho Que seu canto Ihe agradou: DOREMIFAFAFA DOREDORERERE DO SOLFAMIMIMI DOREMIFAFAFA Exercicio 3 FAIXA82 Vamos encrementar um pouco nosso exercicio? Na Falxa 82 do seu CD de audio apresento outra linha metédica da Musica Fololdrica "Nesta Rua Mora Um Anjo’, ouga-a varias vezes, a unica informacao que ihe dareié que a misica esta em DO Menor. Monte os acordes do Campo Harménico de Dé menore verifique os acordes utilizados. Observe onde ocorre as mudangas de acordes. Qua muitas vezes a gravag&o e procure colocar todos os acordes e observe que alguns deles nao se encaixarao de forma alguma. Depois de encontrar os acordes certos faga um acompanhamento de marcha romantica para a linha melédicaja gravada. No final do livro voce encontraré as respostas para este exercicio, s6 olhe depois de fazé-lo. Comece a fazer este treino com seriedade. Nesta rua, nesta rua, mora um anjo Que se chama, que se chama, solidao, Nesta rua, nesta rua, mora um anjo Que roubou, que roubou, meu corag¢éo Técnicas de Acompanhamento - Uma abordagem prétiea 7” FAIXA83 Exercicio 4 Apartir deste exercicio iremos utilizar classicos da nossas msica popular, estude-os com afinco, Informarei apenas a tonalidade em que se encontra a cangao, monte os acordes e coloque-os nos lugares indicados, come feito anteriormente. No final do livro vocé encontrara as respostas para este exercicio, s0 olhe depois de fazé-lo. Comece a fazer este treino com seriedade. Masi Tonalidade de: Sol Maior Chove lé fora aqui Pa tanto frio ~~ Me da vontade de saber Aonde esta voc’ Me telefona Me chama ‘Me chama Nem sempre Légrimas no eseuro grimano absurdo Lagrima..... Maestro Marcelo Dantas Fagundes Me Chama _ Lobao Té tudo cinza sem voce Ta tio vazio E anoite fica sem porque Aonde esté vooé Me telefona Me chama_ Me chama Me chama Nem semprese ve Magica no absurdo Nem sempre se vé Lgrimas no escuro Exercicio 5 FAIXA 84 A partir deste exercicio iremos utlizar cléssicos da nossas musica populer, estude-os com afinco. Informarei apenas a tonalidade em que se encontra a cangdo, monte os acordes e coloque-os nos lugares indicados, como feito anteriormente, No final do livro vocé encontraré as respostas para este exercicio, s6 olhe depois de fazé-lo. Comece a fazer este treino com seriedade Masicé Tonalidade de: Dé Menor Pra nao Dizer que nao Falei das Flores _ Geraldo Vandré Caminhando e cantando e seguindo a cangao Somos todos iguais bragos dados ou nfo Nas escolas, nas ruas, campos construgdes Caminhando e cantando e seguindo acangao. Vem, vamos embora_ Que esperar nao € saber Quem sabe faz ahora Nao espera acontecer ‘Vem, vamos embora Que esperar no é saber Quem sabe faz a hora Nao espera acontecer Pelos campos a fome em grandes plantagdes Pelas ruas marchando indecisos corddes Inda fazem da flor Seu mais forte refrdo Técnicas de Acompanhamento- Uma abordagem prética E acreditam nas flores vencendo o canho Vem, vamos embora, etc Ha soldados armados ou nao Quase todos perdidos de armas na mio Nos quarteis Ihes ensinam antigas ligdes De morrer pela Patria e viver sem razies Vem, vamos embora ete escolas, nas ruas, campos construgdes Somos todos soldados armados ou nao ‘Caminhando e cantando e seguindo a cangio Somos todos iguais bragos dados ou no Os amoresna mente, as flores no chiio A certeza na frente, a historia na mao Caminhando e cantando e seguindo a cangiio Aprendendo e ensinando uma nova ligio Vem, vamos embora, cic. 6 Exercicio 6 FAIXASS A partir deste exercicio iremos utilizar classicos da nossas mdsica popular, estude-os com afinco. Informarei apenas a tonalidade em que se encontra a cango, monte os acordes e coloqué-os nos lugares indicados, como feito anteriormente, No final do livro voce encontrara as respostas para este exercicio, sé olhe depois de fazé-lo. Comece a fazer este treino com seriedade. Masica: Coragao de Papel _ Sérgio Reis Tonalidade de: Sol Maior Se vocé pensa que meu coragdo é de papel or que fazer chorar jo va pensando pois Porque fazer sofrer Ele éigualzinho ao seu Esofre como eu Um coragao que sé Ihe quer Porque fazer chorar assim que Ihe ama amor é lindo eu sei Se vocé pensa em fazer chorar a quem the quer E todo eu lhe dei A quem sé pensaem vocé Vocé ndio quis, jogouao iu Jm dia sentiré que amar é bom demais ‘Meu coragéio que nao ¢ de papel Nao jogue o amor ao léu Final: Nao é, ah, ah, Meu coragao que nao é de papel _— Meu coragao nao é de papel Maestro Marcelo Dantas Fagundes Exercicio 7 FAIXA 86 A partir deste exercicio irernos utilizar classicos da nossas miisica popular, estude-os com afinco. Informarei apenas a tonalidade em que se encontra a cang&o, monte os acordes e coloque-os nos lugares indicados, como feito anteriormente No final do livro voeé encontrard as respostas para este exercicio, s6 olhe depois de fazé-lo, Comece a fazer este treino com seriedade. Masica: Seduzi _ Dajavan Tonalidade de: Si Bemol Maior ‘antar Todo sentido E mover o dom “Do fundo de uma paixdo Vou and: Seduzir ‘Vou voar As pedras, catedrais, coragao Pra ver o mundo Amar Nem que eu bebesse o mar E perder o tom Encheria o que eu tenho de fundo Nas comas da_ilus&o Revelar Técnicas de Acompanhamento - Uma abordogem priticn. 8 Exercicio 8 FAIXA87 Apartir deste exercicio iremos utilizar classicos da nossas musica popular, estude-os com afinco. Informarei apenas a tonalidade em que se encontra a can¢éo, monte os acordes e coloqué-os nos: lugares indicados, como feito anteriormente, No final do livro voc encontraré as respostas para este exercicio, s6 olhe depois de fazé-lo. Comece a fazer este treino com seriedade Masica: A Majestade o Sabia _ Roberta Miranda Tonalidade de: Dé Maior ‘Meus pensamentos tomam forma de viagem Vou pra onde Deus quiser Um video tape que dentro de mim retrata ‘Todo meu inconsiente de maneira natural Ah Ah Té indo agora prum lugar todinho meu Quero uma rede preguigosa pra deitar E em minha volta sinfonia de pardais Cantando pra a majestade, 0 sabi To indo agora tomar banho de cascata Quero adentrar nas matas Aonde Oxéssi éo Deus Maestro Marcelo Dantas Fagundes Aqui eu vejo plantas lindas e selvagens Todas me dando passagem Perfumando o corpo meu REFRAO Esta viagem dentro de mim foi to linda Vou voltara realidade Praestemundo de Deus Poisomeueu, tio desconhecido Jamais serei traido, pois este mundo é meu REFRAO Encerramento Aplique este conhecimento em muitas misicas, sejam elas atuais ou ndo, Quando eu ainda tinha dificuldades nesta matéria costumava fazer estes exercicios ouvindo a misica diretamente do CD, escolhia um artista do meu gosto, ouvia intimeras vezes até descobrir a tonalidade da muisica, escrevia as opgdes de acordes, ou seja, o Campo Harménico numa folha de papel e s6 em seguida, achava os acordes para a miisica endo executada. No inicio chega a ser desanimador, pois temos que treinar muito. No entanto, como tudo na vida precisa de persisténcia, e esta talvez seja uma das minha maiores qualidades, nao me abatia! Errava, ouvia novamente e tocava até acertar toda misica. No inicio levava uma tarde inteira para fazer uma misica, depois de alguns meses, j4 fazia 2 misicas por tarde, depois 4 a 5 mtisicas até nao precisar mais fazer os Campos Harménicos no papel, tornando esta pratica completamente automética. Lembre-se: Se eu posso vocé também pox Dedique-se diariamente as técnicas aqui apresentadas, tenho certeza que voce se tornaré um grande arranjador e acompanhador de outros misicos. Boa sorte, I rmee Fr . Maestro Marcelo Déa)as Fagundes Maestro Marcclo Dantas Fagundes 8