Você está na página 1de 2

MÉTODO DE INDUÇÃO:

manual do G12/Mir12 ensina como induzir participantes

Lavagem cerebral pura! É o que afirma desconhece qualquer ação de Deus secreta, ditado por ocasião do 2° Congresso Interno
o pastor, conferencista internacional, apre- escondida, sorrateira e silenciosa (1Tessalo- do MIR, em julho de 1999, o seguinte: “é ex-
sentador do programa Vitória em Cristo e nicenses 5.5). Nos encontros gedozistas e pressamente proibida à leitura ou manuseio
psicólogo clínico, o polêmico Silas Malafaia. no “Encontro com Deus”, especificamente, deste Manual por pessoas que ainda não
Para os gedozistas, os participantes pre- não há a menor dúvida de que são usadas passaram pelo Encontro. Os acontecimen-
cisam ter o caráter dos discípulos (apósto- técnicas de alta sugestão onde os partici- tos não deverão ser descobertos, mas sim
los). De onde vem à terminologia do G12 ou pantes são induzidos a repetirem que o en- experimentados por todos aqueles que des-
Mir12, uma seita separatista cheia de sincre- contro é tremendo. Saem do encontro dizen- frutarão de três dias de Encontro com Deus”.
tismo religioso cercada de práticas judaicas do que ele foi “tremendo”. Ainda chegam a Ainda no manual que está acessível para
e de rituais pagãos, que ensina a seus adep- dizer que três dias de “Encontro com Deus” download no link <http://www.scribd.com/
tos ter o caráter dos doze apóstolos. “O mo- é equivalente a um ano de igreja. Cantam doc/33664995/Manual-de-Realizacao-do-
delo de caráter para a igreja não é dos doze os mesmos hinos, cânticos, e o ministrador Encontro-com-Deus>, constam as orienta-
discípulos (apóstolos), o modelo de caráter é induz os participantes a repetirem frases de ções do pré-encontro que acontece durante
Jesus (1Coríntios 11.1; 1João 2.6; Atos 11.26). indução coletiva constante em suas minis- quatro dias com uma hora de estudo, com
Os doze discípulos não são modelo de cará- trações. Além de fazerem “voto de silêncio os seguintes temas: o pecado e suas conse-
ter para ninguém muito menos para a Igreja e de compromisso”, onde são orientados a qüências; o primeiro Adão e o último Adão:
do Senhor. O padrão de caráter que Jesus não falarem uns com os outros, bem carac- morte e ressurreição; somos santos e filhos
ensinou para os seus discípulos é “sede per- terístico do budismo tibetano, que usam do de Deus; e quem somos em Cristo Jesus. Já
feitos como é perfeito o vosso Pai Celestial”” mesmo artifício para purificar a mente e cor- no Encontro que é de três dias, começando
(Mateus 5.48), enfatiza Malafaia. po, antes de receberem o Dharma, isto é, os sempre na sexta-feira à noite e terminando
Ele ainda afirma que nos encontros de ensinamentos, a famosa lavagem cerebral, e no domingo pela após o almoço, os seguin-
G12 são usadas técnicas psicoterápicas, se comprometem a manter total sigilo daqui- tes temas: no primeiro dia, regras a serem
budismo, schei she noe, terapias de vidas lo que aconteceu no “Encontro””. mencionadas no primeiro contato com os
passadas que é espiritismo. “Quem vai para Consta no Manual de Realização do encontristas, tema é: “Peniel”; no sábado as
o Encontro com Deus, não pode falar com “Encontro com Deus”, reeditado, ampliado, orientações gerais para o ministrador são
ninguém. Ninguém pode saber. Isso é uma revista e atualizada para o 1° Congresso In- de as palestras o que é o encontro; o que
das técnicas mais antigas de marketing”. ternacional para pastores e líderes, realizado o Senhor faz durante o Encontro; libertação;
Isso não tem nada haver com o evangelho e em abril de 1999, no Ministério Internacional como devo me comportar no Encontro; no
com os filhos da luz. O verdadeiro evangelho da Restauração (MIR), em Manaus, e ree- encontro ampliamos a nossa postura espi-

10
ritual; cura interior e indo a cruz. Já no ter- Ainda no segundo dia com o tema “Indo outro, na frente, impedindo que os encontris-
ceiro dia de encontro, domingo, a temática a cruz”, o encontristas é levado a deitar-se tas vejam as lembranças. As mesmas de-
é: oração como estilo de vida; a nova vida no chão, ajoelhar, orar, como também a não vem estar identificadas com o nome de cada
em cristo, implantando a visão da igreja em orar em voz alta ou em línguas apenas em encontristas, de forma bem legível. A dire-
células no Modelo dos 12 e batismo no Es- português, e a mentalizar a seguinte nar- ção espiritual apresenta a equipe que traba-
pírito Santo “MOMENTO SURPRESA”, grifo rativa: “Veja Jesus sendo levado por Maria lhou durante todo o Encontro e pede palmas
do autor, pastor Renê de Araújo Terra Nova, e José ao templo para ser apresentado a de agradecimento. Diz que a equipe não se
presidente do MIR. Quanto ao pós-encontro Deus.Veja-o crescendo em graça, sabedo- preocupa só com a parte espiritual, mas que
os temas são: a importância do pós-encon- ria e estatura, diante dos homens e diante pensa também no aspecto físico e emocio-
tro; conservando a libertação e a cura inte- de Deus. Veja Jesus curando os milhares nal. Então, pede que a equipe saia da frente
rior, as áreas de contra-ataque e como pos- de pessoas: os cegos enxergando, os pa- e mostra os presentes. Pede-se que ninguém
so deter Satanás? Há e detalhe, só pode ir ralíticos andando e saltando de alegria, os abra as lembranças até que todos as rece-
ao “Encontro com Deus”, segundo consta no mortos ressuscitando, as pessoas mara- bam. Coloca-se uma música ao fundo, en-
Manual aquele que fez o pré-encontro satis- vilhadas... Ninguém jamais vira coisa igual. quanto eles abrem os presentes. Após este
fatoriamente, sendo avaliada por seu disci- Veja Jesus no monte das bem-aventuranças momento o líder espiritual pergunta: como é
pulador que poderá permitir ou não sua ida ministrando para uma multidão sedenta e o "Encontro?", todos respondem: é tremendo.
ao “Encontro”. atenta.Durante a época da Páscoa, Jesus Este é o momento em que os encontristas
No segundo dia, sábado, é ministrado foi ao Getsêmani com seus discípulos, e lá são lembrados que terão a responsabilidade
uma palestra com o tema “libertação”, nesse suou gotas de sangue.Veja Judas beijando de: irem ao pós-encontro (obrigatoriamente);
momento, como consta no manual, uma mú- Jesus e entregando-o aos soldados. Veja matricularem-se na escola de líderes; fazem
sica de fundo é tocada em torno de 2h30min Jesus sendo amarrado e levado à casa de o voto de compromisso, de se compromete-
onde o ministrador conduz os encontristas a Caifás.Veja Jesus calado ante os insultos rem a não dizer, a outras pessoas que ainda
decidir entre a bênção e a maldição; quebran- da multidão. Imagine que você está no meio não fizeram o Encontro, absolutamente nada
do toda maldição; maldição familiar; anjos; da multidão. Veja Jesus sendo vestido com sobre o que ocorreu nos três dias. São con-
demônios; o mal proveniente dos traumas; vestes reais e sendo coroado com coroa de vidados a ficarem de pé e a repetirem o se-
palavras proferidas carregadas de semen- espinhos. Veja Jesus sendo despido e rece- guinte: "eu me comprometo a não mencionar
tes do mal; pecados ministeriais; e entra bendo sobre seus ombros uma pesada cruz nada do que aconteceu no Encontro. Terei
nos processos de libertação. Enquanto tudo de madeira. Veja Jesus sendo levado para a responsabilidade de incentivar outros a fa-
isso acontece, a mesma música continua fora da cidade, saindo em direção ao Gólgo- zerem o Encontro e a experimentar como o
no fundo tocando (musicoterapia), técnica ta, o Lugar da Caveira. Ele fez tudo isso por Encontro é TREMENDO!".
muito usada nos processos psicoterápicos, você. Veja Jesus caindo algumas vezes por No pós-encontro o objetivo é como as
com objetivo de quebrar possível resistência, causa do peso dos seus pecados. Ele está pessoas são impactadas com o que o Se-
além de promover um relaxamento muscular muito cansado e com sede. nhor ministra, um tipo de testemunho em
e cerebral. Após a palestra, os participantes Veja os soldados cravando as mãos de grupo, onde cada um diz aquilo que o Se-
devem declarar a quebra de maldições e a Jesus com cravos enormes; eles cravam nhor fez em suas vidas.
mentalizarem o período de fecundação, ges- também os seus pés e ele sente muita dor. Segundo Fernando Galli, do instituto
tação até o nascimento, além de liberarem Jesus sangra, sangra muito. Agora a dor apologético Cristo Salva, e do renomado te-
por todas as gerações até a geração onde aumenta porque estão levantando a cruz e ólogo Lourenço Stélio Rega, nem tudo que
ela se encontra o perdão, no período mínimo fixando-a verticalmente. Jesus foi à cruz por é sobrenatural vem de Deus, tomam como
de 40min. Sobre o efeito da indução, o en- minha causa, por sua causa, pelo mundo base as referências bíblicas de o Novo Tes-
contristas é levado a entrar em oração sobre inteiro. Você está no meio da multidão que tamento em Efésios 4.14; Hebreus 13.9; 2Ti-
cada fase da vida das pessoas, detalhe, em assiste tudo. Eles não estão calados, eles móteo 4.3-4,14; Mateus 24.24; 7.15; 2Tessa-
cada geração desde a primeira até a déci- blasfemam, gritam.Imagine Jesus dizendo a lonicenses 2.2-3,15; 1Timóteo 4.1-2; 2João
ma geração caso sejam fora da aliança do você: Não foram os romanos que me crucifi- 9). Já para psicólogo clínico Silas Malafaia,
casamento; o que é facilmente identificado caram, não foram os judeus... Eu estou aqui a descrição dos métodos mencionados no
como um estado de transe hipnótico, que é por causa de você, (repita esta frase pelo “Manual de Realização do Encontro”, não
um estado alterado da consciência, onde a menos três vezes).Foram os seus pecados passam de técnicas psicoterápicas de indu-
pessoa perde suas faculdades de raciocínio que me trouxeram à cruz... ção a transe hipnótico, que deve ser exer-
e se entrega a “cura” manipulação.O minis- No término do encontro, acontece o mo- cido por profissional devidamente habilitado.
trador conduz a terceira etapa do processo mento surpresa, onde os encontristas são O psicanalista Renato Mezan, aponta para o
de cura e libertação, dando ordem para que convidados a voltarem a sentar-se, fecharem fato de como a psicanálise é transforma em
os participantes declarem em voz alta que seus olhos por algum tempo e permanece- elementos culturais e como está presente na
estão livres, da seguinte forma: “eu estou li- rem orando. Nesse instante as lembranças- cura do sincretismo religioso no Brasil. Vida•
vre”; “eu estou perdoado”; “eu estou curado”; surpresas são arrumadas em uma mesa ou
Este artigo é parte integrante da Revista Vida. Ano IV. N° 01 de Junho
devem gritar cada uma dessas frases no mí- no palco. toda a equipe que trabalhou no En- de 2010. Acesse o blog <http://revistavidacrista.blogspot.com/>

nimo três vezes. contro deve ficar alinhados um ao lado do

Revista Eletrônica Vida. http://revistavidacrista.blogspot.com/ 11