Você está na página 1de 4

O estudo da religio com o olhar da psicologia

Sob a tica de mile Durkheim

Tefilo Otoni
2016

A psicologia da religio ocupa-se de analisar o fenmeno religioso e


suas implicaes na psique humana. Em que pese ser esta uma
realidade comum a praticamente todas as sociedades e inerente ao
ser humano que busca nesta religio as respostas e a completude de
seu ser enquanto indivduo que se v mortal e limitado. Neste
sentido, a psicologia no poderia deixar de encontrar total relevncia
em seu estudo a fim de compreender determinados aspectos do
homem e das sociedades por ele formadas.
Nomes de grande relevncia nos estudos da psicologia atentaram
para este tema: Jung, Freud, Allport, Durkheim, entre outros, se
detiveram a compreender a formao do pensamento religioso e suas
formas de expresso como caminho para compreender o prprio
homem.
Para efeitos de exemplificao estaremos no presente trabalho
analisando a viso de Durkheim sobre a religiosidade do homem.
mile Durkheim (Frana, 1858), considerado o pai da sociologia
moderna, dedicou sua trajetria intelectual a elaborar uma cincia
que possibilitasse o entendimento dos comportamentos coletivos
(BETONI), portanto, em sua tica, a religio tambm se trata de um
fato essencialmente coletivo.
Segundo Raymond (2007), Durheim busca a elaborao de uma
teoria geral da religio, extrada da anlise das instituies religiosas
mais

simples

mais

primitivas.

Desta

maneira,

analisa

religiosidade a partir de padres coletivos inconscientes.


Para ns, estudantes da psicologia e da religio, esta abordagem
relevante no sentido em que amplia a viso sobre a necessidade
natural do homem de se relacionar com o divino entendendo-o como
ser social, o que explica a existncia e o fundamento da Igreja. Para
Durkheim,

Uma religio um sistema solidrio de crenas e


de prticas relativas a coisas sagradas, quer dizer,
separadas, interditas, crenas e prticas que unem
numa mesma comunidade moral chamada igreja,
todos os que a elas aderem.
A Igreja a comunidade dos crentes em Cristo Jesus, que andam sob
as determinaes de Sua Palavra, a Bblia. Este entendimento nos d
uma direo a respeito da convivncia e da formao da Igreja e da
sua relevncia para a edificao, para a formao da identidade e
para seus padres morais. O que muito explica as problemticas que
podem ser enfrentadas no aconselhamento e no acompanhamento de
seus membros por parte do pastor e de seus lderes. A anlise
psicolgica desta convivncia esclarecer muito do pensamento do
homem religioso no que tange a seus princpios, seus valores, enfim,
no ser como um todo.

REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS

BETONI, Camila. Disponvel em:


<http://www.infoescola.com/biografias/emile-durkheim> . Acesso em 9 jan.
2017.

ARON, Reynold. As etapas do pensamento sociolgico. Publicaes Dom


Quixote, Lisboa, 2007, 8 ed., p.337.

DURKHEIM, mile. A formas elementares da vida religiosa, O sistema


totmico na Austrlia. Ed. Martins Fontes, So Paulo, 2000, p.65.

Você também pode gostar