Você está na página 1de 5

LENDO O NOME DO PAI SEM OS SINAIS MASSORÉTICOS

הוהי

A transliteração leal ao Nome do Pai é "YAOHUH", pronunciando-se "IÁORRU", com

a tônica na primeira sílaba.

VAMOS ENTENDER ISSO

Seu Nome é escrito pelas quatro letras (YHWH), originalmente em caracteres hebraicos. Por serem quatro letras, denomina-se "tetragrama". O tetragrama é composto pelas letras "yod", "rê", "vav", "rê", sempre representados da direita para

a

esquerda.

י - Yod antecedendo um sinal gutural tem o som de “I”

ה - Hê precedido de um sinal não gutural tem o som de “A”

ו - Vav antecedendo um sinal gutural tem o som de “O”

ה - Hê final tem o seu próprio som “R” - (som mudo sem vogal) – “tem som de “rr” fraco e não forte, deve ser um som gutural fraco aspirado ascendendo”

Portanto temos aqui a pronuncia do Tetragrama IAORR (se lê iaorru).

O que é mais importante? A escrita ou a fonética? Está claro que a resposta é FONÉTICA.

A Resposta a essa pergunta está nas Escrituras.

Yaoul (Joel) 2:32 Todo aquele que invocar o nome YHWH será salvo.

Note que o texto NÃO DIZ que "aquele que ESCREVER o Nome será salvo", mas diz:

“aquele que INVOCAR o Nome será salvo”

Shaul concorda com essa afirmação quando diz que a emunáh (fé) vem pelo ouvir.

Romanos 10: 17 Na verdade, a emunah (fé) vem por ouvir esta mensagem de boas novas - a Mensagem Poderosa acerca de hol-MEHUSHKHÁY.

Observe que ele diz que a emunáh vem pelo OUVIR. Não disse Vem pelo LER ou ESCREVER.

Shaul complementa arrazoando sobre isso:

Romanos 10: 13 Por que: "Todo aquele que chamar pelo Shúam (Nome) YÁOHUH

será 14-15 Mas como chamarão por ele aqueles que ainda não creem nele?

salvo".

E

como hão de crer nele se nunca ouviram falar dele?

E

como ouvirão a seu respeito se ninguém lhes falar dele?

E

como irá alguém para lhes falar se não for enviado?

É disso que falam as Qaotáv quando dizem: "Como são belos os pés daqueles que anunciam boas novas".

IMPORTANTE

A transliteração pode ser fonética ou literal.

Na transliteração literal temos de representar TODAS as letras do Nome, e isso resultaria em YAOHUH (com o H final inclusive). Se optarmos pela transliteração fonética, que representa somente os fonemas, então seria IÁORRU.

Então temos YAOHUH (literal) ou IÁORRU (fonética). No site usamos ambas, procurando explicar que a transliteração é literal ou fonética.

YAOHU, Essa forma serve para o inglês, mas não serve para o português.

No português, a forma "YAOHU" não é nem a fonética e nem a literal para o idioma português, porque suprime o "H" final na literal e se fôssemos considerar como fonética a pronúncia ficaria YAOU, uma vez que o "H" não tem som em português.

Em inglês, YAOHU seria uma transliteração fonética, pois o "H" em inglês é sonoro e

gutural.

Como

aprendizado.

aqui

é

um

lugar

para

unidade,

unificação

de

entendimento,

Cremos

que

você

vai

entender

a

necessidade

dessa

OBSERVAÇÕES:

e

unificação.

ensino

O YOD ( y )É a 10ª letra do alfabeto hebraico. A consoante Yod é transliterada como

"Y". Tem o som de “I” como em Iguais.

O Hê ( h ) - É a 5ª letra do alfabeto hebraico. Alguns dizem e escrevem “rei”. É

transliterada como “H”, tem o som de “R” fraco e não forte como a palavra em inglês

House e no hebraico hayom, hagoyim, etc o som de “RR”.

A letra HÊ no meio de uma palavra tem

Nos casos em que o “Hê” final é pronunciado forte como um Hêt. Isso é representado, com um ponto dentro dele, chamado “Mappiq”, o qual indica que o Hê deve ser pronunciado, apesar de estar no final da palavra.

ATENÇÃO - Não se deve confundir com o HET ou CHET (ח) - a 8ª letra do alfabeto hebraico. O hêt é gutural é bem mais duro e forte, seu som é e duplo RR (rr) como em Roupa ou em Rato. Também soando como o J no espanhol (ex. hijo), raspando-se a garganta com o Hê que tem um som fraco ascendente. É representada por “H” pontuado e transliterada como “kh”, como em “rukha”, Yaohukhánam, Yakhad, etc Torna o vocábulo uma paroxítona.

O VAV ( ו ) - É a 6ª letra do alfabeto hebraico. Tem o som de V, O, U. Quando é usado

com o seu próprio som, corresponde ao nosso "V" como em "VALE". O VÁV pode assumir sons de vogais (O ou U) é também utilizada como conjunção de duas palavras que é chamado de “vav conjuntivo” ( e ) que se liga como um prefixo à palavra que o segue.

DITONGO NO NOME SAGRADO?

Sobre o ditongo no nome sagrado, veja está explicação:

Em primeiro lugar, vamos resolver a questão do ditongo: Para existir um ditongo é preciso que hajam DUAS vogais, porque uma vogal só não faz ditongo.

Quando escrevemos YAOHUH ou YAOHUSHUA nós estamos representando um ditongo apenas pelo fato de que o som do massorético QAMATZ ser um som de "A" fechado para "O" que resulta em "AO".

Então, na transliteração, e somente na transliteração, existe um ditongo.

Contudo, o QAMATZ é uma única vogal em hebraico, e não duas, pelo que não existe nenhum ditongo no hebraico.

Vamos tomar como exemplo o idioma inglês: em inglês a palavra "late", que significa "tarde", se pronuncia "leite", ou seja, a letra "a" nessa palavra soa como se fossem duas vogais "ei", embora na escrita seja apenas uma vogal.

Existe algum ditongo na palavra inglesa "late"? Não, porque não há duas vogais na mesma sílaba. Contudo, para transliterarmos a palavra "late" para a leitura segundo os fonemas da língua portuguesa precisamos escrever duas vogais para obter a pronúncia "leite".

Onde havia uma só vogal na língua original, temos agora duas na transliteração, porque as vogais em português não têm som de duas vogais. Não temos em português nenhuma vogal que tenha o som de "ei". Para obtermos esse som em português precisamos de duas vogais, e com isso a transliteração passa a possuir um ditongo que NÃO EXISTE NO IDIOMA ORIGINAL.

Se nós formos pronunciar somente as vogais em inglês diremos: EI (é o A), II (é o E), AI (é o I), OU (é o O) e IU (é o U).

Percebe-se que cada vogal em inglês é pronunciada COMO SE FOSSEM DUAS, embora seja uma única vogal.

O mesmo ocorre com o QAMATZ hebraico, que é uma única vogal (e portanto não há nenhum ditongo) mas que soa como se fossem duas "AO". Os bons livros de hebraico mostram isso com toda a clareza.

Assim, ninguém pense que há algum ditongo no Nome YAOHUH ou no Nome

YAOHUSHUA, porque o "AO" que aí aparece na transliteração é somente a representação da vogal QAMATZ que possui esse som, COMO SE FOSSEM DUAS.

Se o Nome do Criador fosse escrito com o massorético PATAKH, então a transliteração seria YAHUH, mas como é escrito com QAMATZ, a transliteração correta é YAOHUH.

No Nome YAOHUSHUA, o último "A" é aberto, resultado de um PATAKH, mas o QAMATZ inicial tem som de "AO" e não de "A" como o PATAKH.

Veja aqui, contra fatos não existem argumentos: