Você está na página 1de 3

GRUPO II

1. O tubo de ensaio representado na figura A contm uma


amostra de sangue centrifugado. A figura C mostra as clulas
do sangue observadas ao microscpio tico.

1.1.
Legenda os nmeros e as letras da figura.
1.2.
Indica a principal funo desempenhada pelos elementos
assinalados pelas letras A, B e C.
2. L, com ateno, o texto que se segue.

2.1.
Indica, justificando, o elemento do sangue que os indivduos
hemoflicos no produzem na devida quantidade.
2.2.
Quando um hemoflico sofre um acidente que causa
hemorragia, tem de receber imediatamente transfuso sangunea.
Explica a importncia das pessoas saudveis doarem sangue.

3. Quando a pele sofre, uma leso profunda, a zona afetada fica dorida
e inchada.
Analisaram-se duas amostras de sangue (A e B):
Amostra de sangue A: colhida num local do corpo afastado da zona
lesionada;
Amostra de sangue B: colhida no local inchado.
As figuras A e B ilustram as amostras de sangue A e B, observadas ao
microscpio.

3.1.

Indica a principal diferena entre as amostras de sangue A e B.

3.2.
Porque ser que o sangue do local do corte apresenta esta
composio?

4. A figura seguinte representa


sangunea no ser humano.

esquematicamente

circulao

4.1.
4.2.

Identifica os percursos assinalados pelas letras A e B.


Refere a letra do circuito responsvel:

4.2.1. pela transformao do sangue venoso em sangue arterial;


4.2.2. pela transformao do sangue arterial em sangue venoso.
4.3.
Legenda os nmeros 1, 2, 3 e 4.
4.4.
Indica o nome:
4.4.1. da principal artria que transporta o sangue arterial bombeado
pelo corao;
4.4.2. das veias de grande calibre que transportam o sangue venoso,
vindo de todo o corpo, at ao corao.
5. Indica um comportamento que promova o bom funcionamento do
corao.