Você está na página 1de 12

DATA-BASE

IMPRESSO Aeroportuários iniciam campanha 2010 ACORDO Brasil e União Europeia querem estreitar laços

Ano VII - No 29 - Junho de 2010

Jornal da Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil da CUT

Centrais aprovam
agenda para o país
Junho de 2010 _ Ed. 29

OPINIÃO DESTAQUE
Rumo à igualdade

Para não esquecer Saramago “Rumo à igualdade em todas


as categorias”. É assim que a
companheira Natália Ambrosio
Trechos da obra do autor português José Saramago (1922-2010) conclui seu depoimento na entrevista
à CNTT-CUT.

www.cntt-cut.org.br
A dirigente do
Sindicato dos
Aeroviários
de Guarulhos
participou da
série “As mulheres
trabalhadoras no
Transporte”. A
íntegra pode ser
lida no site www.cntt-cut.org.br.

“Não tenhamos
pressa, mas não
“Do novelo emaranhado da memória,
percamos tempo.” da escuridão dos nós cegos, puxo um
José Saramago
fio que me aparece solto. Devagar o
liberto, de medo que se desfaça entre
O mundo perdeu, no dia 18 de junho, “(...) É certo que há uma terrível os dedos. É um fio longo, verde e azul,
o escritor português José Saramago. Aos desigualdade entre as forças materiais com cheiro de limos, e tem a macieza
87 anos de idade, já doente, ele faleceu que proclamam a necessidade da quente do lodo vivo. É um rio. Corre-me
ao lado da esposa, na ilha de Lanzarote, guerra e as forças morais que defendem nas mãos, agora molhadas. Toda a água
nas Canárias, onde vivia desde 1993. o direito à paz, mas é também certo me passa entre as palmas abertas, e
Expoente da literatura mundial, que nada, em toda a História, pôde de repente não sei se as águas nascem
Saramago era um dos maiores nomes vencer a vontade dos homens, excepto de mim, ou para mim fluem. Continuo
da literatura contemporânea, vencedor a vontade doutros homens. Não é com a puxar, não já memória apenas, mas
do prêmio Nobel de Literatura e do forças de transcendência que temos o próprio corpo do rio. Sobre a minha
prêmio Camões - a mais importante de confrontar-nos, mas sim, e apenas, pele navegam barcos, e sou também os
condecoração da língua portuguesa. com outros homens. Trata-se, então, barcos e o céu que os cobre e os altos
Autor de “Ensaio sobre a cegueira” e de tornar mais forte a vontade de paz choupos que vagarosamente deslizam
“O evangelho segundo Jesus Cristo”, entre que a vontade de guerra. Trata-se de sobre a película luminosa dos olhos.
tantos outros livros, deixou inacabado entrar em mobilização geral para a luta (...) Aí se fundem numa só verdade as
uma obra que iria falar sobre o tráfico pela paz: é a vida da Humanidade que lembranças confusas da memória e o
de armas. estaremos defendendo, esta de hoje, vulto subitamente anunciado do futuro.
Ateu, cético e pessimista, Saramago e a de amanhã, que talvez se perca se Uma ave sem nome desce donde não
sempre teve atuação política marcante não começarmos a defendê-la agora sei e vai pousar calada sobre a proa
(era filiado ao Partido Comunista mesmo. A Humanidade não é uma rigorosa do barco. Imóvel, espero
Português) e levantou a voz contra as abstracção retórica, é carne sofredora que toda a água se banhe de azul e
injustiças, a religião constituída e os e espírito ansioso, e é também uma que as aves digam nos ramos por que
grandes poderes econômicos, que ele via esperança inesgotável. A paz é possível. são altos os choupos e rumorosas as
como grandes doenças de seu tempo. Mobilizemo-nos para ela.” suas folhas. Então, corpo de barco e
Selecionamos dois trechos de sua de rio na dimensão do homem, sigo
obra, em homenagem. (Artigo “Sobre a guerra, a paz e a cultura”,
adiante para o fulvo remanso que as
publicado no site www.josesaramago.org)
espadas verticais circundam. Aí, três
EXPEDIENTE palmos enterrarei a minha vara até à
pedra viva. Haverá o grande silêncio
O jornal é uma publicação da Fentac/CUT - Federação Nacional dos Trabalhadores
em Aviação Civil da CUT, com sede na Av. Franklin Roosevelt, 194/702 - Cep 20021-120 - Rio de
primordial quando as mãos se juntarem
Janeiro - RJ - Fone: (21) 2232.9385 - E-mail: info@fentac.org.br - Website: www.fentac.org.br às mãos. Depois saberei tudo.”
Presidente: Celso Klafke / Sec. de Comunicação: Francisco Lemos / Sec. de Finanças: Orisson Melo
Edição, projeto gráfico e redação: Virya Comunicação - info@virya.net - Fone: (21) 4062-9991 (“Protopoema”, do livro “Provavelmente

2
Edição finalizada em 25/06/2010 - Tiragem: 14.000 exemplares - Jorn. Resp.: MTB 10.182 Alegria”, 1985)
Junho de 2010 _ Ed. 29

GIRO
Tucanos querem privatizar aeroportos em SP
O governo de São Paulo submeteu à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e Solidariedade
ao Ministério da Defesa uma proposta de privatização de 30 aeroportos no estado.
A lista excluiu Cumbica, Congonhas e Viracopos, controlados pela Infraero. O escritório

Henrique Lessa/Ag. Virya


Fazem parte da lista os aeroportos de Jundiaí, Ribeirão Preto, São José do Rio regional da ITF
Preto, Bauru e Presidente Prudente. manifestou-
O Ministério da Defesa afirmou, em nota, que o marco legal em vigor não se em apoio ao
permite que a União autorize o pedido e que será necessário elaborar uma lei companheiro Marcelo
específica para dar amparo legal à concessão. Schmidt, diretor do
Sindicato Nacional
Estudo prevê 310 mi de Dilma à frente dos Aeroviários e da
passageiros em 2030 Fentac/CUT, demitido pela American
Airlines. No documento, a ITF sugere à
Pesquisa do Ibope para a eleição
presidencial, encomendada pela CNI companhia a imediata readmissão do
Um estudo encomendado pelo
(Confederação Nacional da Indústria) dirigente sindical e o respeito às leis
governo e financiado com recursos
e divulgada no dia 23 de junho, aponta nacionais e convenções internacionais.
do BNDES aponta que a demanda de
Dilma Rousseff (PT) à frente da disputa, A Fentac/CUT também assina o
transporte aéreo, em todo o país, deve
com 40% das intenções de voto. José documento.
atingir 310 milhões de passageiros em
Serra (PSDB) aparece em segundo A Federação, os sindicatos e a
2030. Além da ampliação da capacidade
lugar, contra 35%. Marina Silva (PV), ITF estão juntos na luta contra a
dos aeroportos, o estudo recomenda
em terceiro, com 9%. É a primeira vez precarização da mão de obra no setor.
investimento no acesso ferroviário aos
terminais aeroportuários. Em 2009, que a candidata petista aparece à frente
São Paulo registrou em Guarulhos, do tucano com uma diferença que Insatisfação na Azul
Congonhas e Viracopos 38,5 milhões de ultrapassa a margem de erro.
passageiros. Pelos cálculos do estudo, Uma pesquisa do Sindicato Nacional
até 2030, esse número deve chegar a 91 Cumbica em obras dos Aeronautas demonstrou um alto
milhões. grau de insatisfação entre os tripulantes
A primeira fase das obras do sistema da Azul. Entre os motivos
Setor aéreo cresce de pistas do Aeroporto de Cumbica já estão descumprimento de
escalas, falta de uniformes
quase 30% só este ano foi iniciada pelo DEC (Departamento
de Engenharia e Construção do e problemas na distribuição
Exército). As operações de pousos e das horas de voo e na
O tráfego aéreo no Brasil cresceu decolagens vão ocorrer normalmente alimentação. A companhia
29,86% nos cinco primeiros meses do durante a realização das obras. Orçadas disse que irá estudar mudanças, mas
ano, de acordo com a Anac. Cresceu em R$ 43,7 milhões, elas têm prazo não pretende abrir mão das bandejas,
também a ocupação, a participação das de execução de 13 meses e devem nem aderir ao programa que amplia a
empresas de menor porte no mercado gerar maior fluidez às operações do licença maternidade.
e a demanda por voos internacionais aeroporto.
operados por companhias brasileiras. BRA está pagando
Cairam as tarifas. Em maio, a TAM
transportou 40,88% do total de
De cabeça para baixo
Henrique Lessa/Ag. Virya

passageiros dentro do país. A Gol,


Um avião
40,18%. A Webjet, 6,26%. A Azul,
de 1943, que
5,93%. A Avianca (nova marca da
voava com
OceanAir), 3,17%. E a Trip, 2,53%.
um grupo
de biplanos
R$ 347 milhões é o antigos,
que vale a marca aterrisou de cabeça para baixo no A companhia está pagando os
da TAM, a mais cara aeroporto Ronald Reagan, nos EUA.
no setor aéreo e a 17ª no trabalhadores quando recebe intimação
O piloto, ao se aproximar da pista, de mandado de penhora. Em alguns
ranking brasileiro,
segundo a Interbrand.
acionou o freio, e o avião virou. casos, o depósito fica disponível sem
Ninguém se feriu. embargos, para ser liberado. Ainda
GREVE - A companhia aérea Spirit anunciou, em 12 de junho, o cancelamento de todos os está prevista uma nova assembleia
voos nos EUA, devido a greve de seus pilotos. Eles afirmam que seus salários são inferiores de credores para reajustar o plano e

3
aos das concorrentes AirTran e JetBlue. possibilitar aporte de capital.
Junho de 2010 _ Ed. 29

movimento sindical

Aeronautas e aeroviários lutam


para ampliar PLR 2009 da TAM
prevista para o início de julho.
Henrique Lessa/Ag. Virya

“Não abriremos mão de uma


proposta justa e séria, que reconheça os
esforços dos trabalhadores da TAM no
ano de 2009”, afirmou Selma Balbino, Ato contra a redução
secretária-geral do Sindicato Nacional
dos Aeroviários. de comissários
Os aeronautas criticam a rigidez nas
negociações e pediram à TAM maior Para marcar o Dia Internacional
transparência nas questões negociadas do Comissário de Bordo, o Sindicato
com os trabalhadores. Nacional dos Aeronautas (SNA)
Os sindicatos ressaltam a promoveu ato, no Rio de Janeiro, no dia
importância da unidade entre 31 de maio. O objetivo foi protestar
comissários, pilotos e aeroviários, contra a redução do número de
em busca do melhor acordo possível comissários de bordo instituída pela
com a TAM. Nas bases dos sindicatos Anac (Agência Nacional de Aviação
nacionais de aeronautas e aeroviários, a Civil). Com o slogan “Nada a comemorar
primeira proposta da TAM foi recusada neste dia”, os manifestantes realizaram
Aeroviários e aeronautas ampliam PLR da TAM
em assembleias realizadas em abril. passeata em frente à sede do órgão
Em ambas essas bases, desde maio, regulador no Rio. Os aposentados do
O Sindicato Nacional dos Aeroviários os trabalhadores vêm realizando Aerus e Aeros também participaram do
e o Sindicato Nacional dos Aeronautas uma operação padrão chamada movimento.
seguem negociando com a TAM a “Colaboração 0.30”, para sensibilizar a
assinatura do acordo de Participação empresa por uma PLR melhor. Também Aeronautas
encaminharam carta aberta à Star
nos Lucros e Resultados (PLR) do
exercício de 2009. Alliance, reportando irregularidades e recompõem Executiva
A TAM propôs, em reunião no dia 14 problemas vividos pelos funcionários
da companhia brasileira, que ingressou A composição da

Henrique Lessa/Ag. Virya


de junho, pagamento de 0,3 salário, com
teto mínimo de R$ 500,00, e acréscimo na aliança este ano. direção executiva do
de R$ 50,00 na cesta básica dos SNA foi alterada em
aeroviários. A reunião foi realizada na Ministério Público reunião do Conselho
sede da Fentac/CUT, no Rio de Janeiro. reabriu negociações Diretor, realizada em
Com as negociações, os pilotos 8 de junho.
também não terão a PLR limitada a O MPT de São Paulo teve papel O comandante
nenhum teto máximo. Em 22 de junho, decisivo na retomada das negociações Gelson Dagmar Fochesato assume a
a companhia melhorou a proposta, sobre a PLR. O órgão chamou audiência presidência da entidade, substituindo
oferecendo acréscimo de R$ 100,00 na com a empresa e representantes Graziella Baggio (foto), que deixa o
cesta básica. sindicais, realizada em 11 de junho, cargo por motivo de saúde e assume a
Os trabalhadores já receberam 30% dando um prazo de um mês para Secretaria de Assuntos Previdenciários.
de um salário, com teto mínimo de R$ um consenso entre as partes, e deve Luiz Sergio Dias assume a Primeira
500,00 de repasse, a título de PLR. acompanhar o processo até a assinatura Secretaria; Leonardo Rodrigues de
Os aeronautas realizam até o dia do acordo. Souza, a Secretaria de Finanças; e
27 a consulta aos trabalhadores em Marlene Ruza (Isa) transfere-se da
Congonhas e Guarulhos. Os aeroviários Secretaria Extraordinária da Mulher
decidem sobre o plano desde o dia 25. EM TEMPO - A Gol pagou um salário (que foi extinta) para a Secretaria de
A decisão dos trabalhadores de participação nos resultados Formação Sindical. A representação
será apresentada ao procurador do referente a 2009, e já apresentou as regional de Macaé é assumida pelo
Ministério Público do Trabalho (MPT), metas do PPR 2010 aos sindicatos diretor Orlando Rodrigues Rafael.
Sidney Alves Teixeira, em audiência de trabalhadores. As mudanças estão de acordo com o

4
estatuto da entidade.
Junho de 2010 _ Ed. 29

CAPA

Centrais aprovam agenda para o Brasil


A direção da Fentac/CUT e dos

Dino Santos/CUT
sindicatos cutistas do setor aéreo
participou da Conferência Nacional da
Classe Trabalhadora, em 1º de junho, no
estádio do Pacaembu, em São Paulo.
O evento reuniu mais de 22 mil
dirigentes sindicais de todo o país,
dois terços deles cutistas, e aprovou
a redação de um projeto nacional
de desenvolvimento para o país. O
documento visa um caminho capaz de
manter e ampliar o ciclo de mudanças
iniciado pelo governo Lula e não
permitir o retrocesso às políticas
neoliberais da década de noventa. Ele
representa o anseio das cinco maiores
centrais sindicais brasileiras: CUT,
Força, CTB, CGTB e Nova Central.
A “Agenda da Classe Trabalhadora
pelo Desenvolvimento com Soberania, social, da saúde Doe, não dói
Democracia e Valorização do Trabalho” e da educação;
foi aprovada por unanimidade. políticas públicas
Na véspera, a CMS (Coordenação de saneamento
dos Movimentos Sociais) realizou e tratamento de
assembleia nacional com o mesmo resíduos sólidos,
objetivo, reunindo mais de 3 mil de habitação,
dirigentes das lutas populares, em de mobilidade e
São Paulo. Assim, o conjunto dos transporte; políticas
trabalhadores está organizado para regionais de desenvolvimento e pelo
defender um projeto político de classe fortalecimento da agricultura familiar. A CUT está promovendo uma
nas eleições 2010. Além disso, defende a valorização campanha para o cadastro voluntário de
A proposta dos trabalhadores do trabalho decente com igualdade e doadores de medula óssea. Ele é feito com
prevê crescimento com distribuição inclusão social, a redução da jornada uma amostra de sangue para o teste de
de renda; fortalecimento do mercado de trabalho e o combate à precarização, compatibilidade. Ou seja, ser voluntário
interno; valorização do salário mínimo entre outros. Veja a íntegra no site da não dói nada. E praticamente não há
e da renda do trabalho, da seguridade CUT: www.cut.org.br. restrição para doadores. Participe!
ESTADO CIDADE (DDD) TELEFONE

CUT participa da 99ª Conferência da OIT Acre


Alagoas
Amapá
Rio Branco (68) 3228-1494
Maceió
Macapá
(82) 3315-2106 / 3315-2102
(96) 3212-6139 / 3223-6289
Amazonas Manaus (92) 3655-0100
Bahia Salvador (71) 3116-5600 / 3116-5661
Ceará Fortaleza (85) 3101-2296
As experiências do Brasil foram as principais Distrito Federal
Espírito Santo
Brasília
Vitória
(61) 3325-5055
(27) 3137-2458 / 3137-2463
referências do painel que abordou o papel do Goiás
Maranhão
Goiânia
São Luís
(62) 3291-5020 / 3291-5320
(98) 0800-280-6565
emprego produtivo e da proteção social na 99ª Mato Grosso
Mato Grosso do Sul
Cuiabá (65) 3321-4578
C. Grande (67) 3312-1500
Conferência da OIT (Organização Internacional Minas Gerais
Pará
B. Horizonte (31) 3248-4515 / 3248-4516
Belém (91) 3242-9100 / 6905
do Trabalho). O secretário geral da CUT, Quintino Paraíba
Paraná
João Pessoa (83) 3218-7610
Curitiba (41) 3281-4000 / 4051
Severo, falou sobre as dimensões da proteção Pernambuco
Piauí
Recife
Teresina
(81) 3416-4723
(86) 3221-4927 / 3221-4989
social como ferramenta de desenvolvimento Rondônia
Rio de Janeiro
Porto Velho (69) 3216-5489 / 9957-3000
R. Janeiro (21) 2509-1290 / 2506-6580
e redução da pobreza e do protagonismo do Rio Grande do Norte
Rio Grande do Sul
Natal (84) 3232-6702 / 3232-6767
Porto Alegre (51) 3336-6755 / 3336-2843
movimento sindical na articulação desses Santa Catarina
São Paulo
Florianópolis (48) 3251-9711 / 3251-9712
São Paulo (11) 2176-7000 ramal 7249
Quintino Severo e Anders Wijkman processos no Brasil. O evento foi realizado em São Paulo Guarulhos (11) 3466-1416 / 3466-1446

5
Sergipe Aracaju (79) 3259-3191
na 99ª Conferência da OIT Genebra, na Suíça, de 1º a 18 de junho. Tocantins Palmas (63) 3218-3285
Junho de 2010 _ Ed. 29

ENTREVISTA

Trabalhadores do ramo de Transport


A diretora da Fentac/CUT e do Confira abaixo a entrevista com a

Henrique Lessa/Ag. Virya


Sindicato Nacional dos Aeronautas sindicalista sobre sua participação
(SNA), Marlene Ruza, participou, no evento.
nos dias 27 a 30 de abril, em
Brasília, do I Seminário Nacional Uma das bandeiras de luta do
de Gestores e Trabalhadores no movimento feminista é o combate à
Combate à Homofobia, promovido homofobia. Como militante do setor de
pela Secretaria Especial de Direitos Transportes, o que você acredita que é
Humanos da Presidência da preciso fazer para avançar nesse debate?
República. MARLENE RUZA - Discutir
O objetivo do seminário foi reunir questões como homofobia, lesbofobia
gestores municipais, estaduais, federais e transfobia é estar inserido nas
e dirigentes sindicais representando discussões em defesa dos Direitos
trabalhadores e trabalhadoras de Humanos de maneira dinâmica e
várias categorias para debater políticas intrínseca, não apenas no meio familiar
de combate à homofobia. Além da Um olhar feminino em busca da igualdade
ou social mas também em relação
construção conjunta de propostas, o às ideologias, tendo como premissa
evento buscou identificar dificuldades o respeito e a aplicação do princípio
na promoção dessas políticas e os para discutir essa temática com ONGs da dignidade humana. A homofobia,
caminhos para superá-las. e redes sociais ligadas ao segmento que pode ser definida como medo,
Figuraram entre os temas discutidos LGBT”, ressalta Marlene. aversão, ou ódio irracional aos
as redes LGBT (lésbicas, gays, A dirigente, que é também secretária homossexuais e, por extensão, a todos
bissexuais, travestis e transexuais), o nacional da Mulher da CNTT-CUT os que manifestem orientação sexual
Plano Nacional de Direitos Humanos, e membro da direção nacional da ou identidade de gênero diferente dos
ética e trabalho, estruturas de poder. A CUT, salienta o papel e os desafios padrões heteronormativos, consiste
iniciativa visa promover os direitos de dos sindicatos na discussão sobre a em um problema social e político
LGBTs no mundo do trabalho e ampliar cidadania dos trabalhadores. “Vivemos dos mais graves, mas pode variar de
a discussão no seio do movimento um dia a dia tão estafante, de apagar frequência e intensidade de sociedade
sindical. incêndios, que para sociedade. Este debate, em
O evento são poucos os qualquer setor, deve ser discutido de
também foi O ser humano por inteiro, seus braços para maneira clara e objetiva, enfrentando
palco do direitos, deveres, deve ser o foco e o dar conta de preconceitos — muitas vezes os
lançamento da objetivo do sindicato tantas lutas nossos — para diminuir a exclusão de
I Campanha e, muitas pessoas que nada mais desejam que
Nacional vezes, acaba seguir suas vidas com afeto e dignidade.
de Promoção de Direitos Humanos não sobrando tempo para nos Sabemos que o mundo do trabalho é
e Prevenção à AIDS, idealizada por debruçarmos em alguns assuntos que um dos esteios para que estes cidadãos
travestis, com o slogan “Sou travesti: seriam pertinentes aos chamados consigam ser reconhecidos na nossa
tenho direito de ser quem sou”. sindicatos cidadãos”, diz. “Não sociedade. Para avançarmos neste
Mais de quarenta dirigentes sindicais discutimos, ou discutimos pouco em debate, as entidades sindicais não
participaram do seminário, que reuniu nossas entidades temas específicos podem esconder-se ou temer uma
cerca de cem gestores de todo o país, como questão racial, acessibilidade de exposição em função desse tema,
com destaque para a participação de pessoas com deficiência, direitos dos seja nas empresas ou junto aos seus
representantes do Conselho Federal de idosos, o movimento das mulheres, associados.
Psicologia, da Ordem dos Advogados do da juventude, ou de LGBTs”, afirma
Brasil e do Conselho Federal do Serviço Marlene. “São assuntos que merecem A homofobia é responsável por muitos
Social. mais espaço de discussão interna e com casos de assassinatos, de assédio moral,
Dos sindicalistas, a maioria era a categoria, e cujo debate pode levar discriminação no trabalho. Como ela
ligada à CUT. “Foi a primeira vez que os ao aprimoramento das convenções acontece no ramo dos Transportes e no

6
sindicatos e centrais foram chamados coletivas, ampliando direitos”, conclui. Setor Aéreo?
Junho de 2010 _ Ed. 29

tes integram luta contra a homofobia


Marlene - É interessante observar respeitar o fato de que elas não aceitam das ações que ampliam os Direitos
que o preconceito existe nos diversos o gênero com que nasceram e desejam Humanos na sociedade, amenizando
setores da nossa sociedade. Em alguns mudá-lo. as desigualdades e a discriminação.
segmentos menos que em outros. Não Os sindicatos tem papel fundamental
penso que no Setor Aéreo aeronautas e Como incluir na agenda do neste caminho e necessitam ampliar
aeroviários deixem de ser contratados movimento sindical essa discussão? a discussão, avançar em pontos da
por sua orientação sexual. Por outro Marlene - Romper a barreira Convenção Coletiva de Trabalho e na
lado, é bastante compreensível que em do silêncio, do estranhamento e legislação, se quiserem cumprir seu
uma entrevista omita-se esta orientação debater esse tema de forma sincera, papel de representar os trabalhadores.
por temor de não ser aceito. Aliás, é transparente e solidária é o caminho
bom deixar registrado que devemos para aceitarmos o que nos parece É possível constituir iniciativas com
respeitar aqueles que preferem não diferente, estranho e que, ao final essa temática no Setor Aéreo?
declarar sua orientação sexual, pois das contas, se resume em conhecer e Marlene - Por que não? Quando
além de ser um tema de foro privado, compreender o outro. Não ter medo de falamos em “sindicato cidadão”
assumir-se publicamente como gay ou abordar o tema é um primeiro passo. falamos de um sindicato que avança
lésbica é uma decisão de cada um e um Respeitar que o outro possa ter uma além do seu grupo de associados
momento significativo na trajetória das orientação sexual diferente da sua é ou categoria. Estamos falando de
pessoas. fundamental. Devemos nos lembrar um sindicato atuante e inserido nas
que essa é uma reflexão necessária diversas estruturas da sociedade. A
Qual o papel dos sindicatos neste a vida inteira, sobre a homofobia e os direitos de
tema? nossa sexualidade e LGBTs não são assuntos
Divulgação/SEDH

Marlene - Se um trabalhador ou dos demais. Existe uma que dizem respeito “aos
trabalhadora sentir-se discriminado diversidade imensa outros”; são questões que
e denunciar o fato, cabe às entidades de sexualidades, e dizem respeito a todos nós.
sindicais estarem preparadas para as individualidades Assim como o debate sobre
atendê-lo(a) e encaminhar sua precisam ser pessoas com deficiência,
defesa. Contatos com organizações respeitadas. Iniciativas idosos, população negra,
representativas são bem-vindos e como a I Conferência jovens, mulheres. Se cada
úteis. Acredito que grande parte Nacional LGBT, um preocupar-se apenas
da violência contra gays, lésbicas, promovida pelo governo com seu próprio umbigo,
bissexuais, travestis ou transexuais federal em 2008, não avançaremos e
deve-se à falta de conhecimento envolvendo mais de sucumbiremos todos. Cada
das pessoas, que descamba para dez mil pessoas em dia se faz mais necessário a
um estranhamento e repúdio. Neste conferências estaduais união, a coesão, a otimização
seminário, foram apresentados e 1,2 mil delegados e dos recursos (humanos ,
diversos programas de qualificação delegadas nacionais; as ações judiciais econômicos e de espaço). As relações
profissional relacionados sobretudo aos reconhecendo a homoparentalidade humanas também fazem parte da
travestis, que são os maiores alvos da e dando o direito a casais do mesmo sustentabilidade do planeta, que vem
violência. Nos depoimentos e trabalhos sexo à adoção e criação de seus filhos; sendo tão amplamente discutida. O
apresentados vemos quanto sofrimento datas comemorativas como o Dia da ser humano por inteiro, seus direitos,
e constrangimento passam ao longo Visibilidade Travesti (29 de janeiro), deveres, deve ser o foco e o objetivo
da vida, a começar pela rejeição da Dia do Combate à Homofobia (17 de do sindicato para atuar nesses temas.
família, expulsão de casa, discriminação maio), Dia do Orgulho LGBT (28 de Quando debatemos a qualificação das
dos colegas, que leva à evasão escolar, junho), Dia da Visibilidade Lésbica (29 travestis, percebemos a importância de
dificuldades no mercado de trabalho, de agosto); o Direito ao Nome Social; estarmos atentos para a qualificação de
falta de qualificação. Quase sempre, a Portaria nº 220/2009 aprovada todos, em busca de melhores condições
o caminho que lhes resta é as ruas no Estado da Bahia, colocando a de vida. Escola, saúde, melhores
e a prostituição. Culpa de quem? Da diversidade como um valor a ser salários devem ser objetivo de todos,
ignorância da sociedade que julga essas respeitado e não uma ameaça à vida e o governo pode contribuir muito

7
pessoas de forma equivocada, sem ou à moralidade humana são algumas dispondo e usando bem os recursos.
Junho de 2010 _ Ed. 29

conjuntura
Justiça homologa
PRJ da VarigLog
Persiste a luta por solução
para o caso Aerus e Aeros A Câmara

Arcturus/Wikipedia
Reservada de
Falências e
A Fentac/CUT e os sindicatos Recuperações

Divulgação/Sindicato
cutistas do setor seguem empenhados Judiciais
em busca de uma solução para o caso decidiu, no
Aerus e Aeros junto ao governo federal, dia 1º de
Congresso e Supremo Tribunal Federal junho, por
(STF). maioria dos
Em maio, o presidente da Federação, votos, manter
Celso Klafke, e dirigentes do Sindicato a sentença da
Nacional dos Aeronautas participaram, juíza Renata
em Brasília, ao lado de centenas de Mota Maciel favorável à manutenção do
aposentados do setor, da votação do Plano de Recuperação Judicial (PRJ) da
reajuste das aposentadorias e do fim VarigLog. A decisão da Justiça de São
a ex-ministra Dilma Rousseff. A
do fator previdenciário na Câmara dos Paulo foi comemorada pela Fentac/CUT
reunião aconteceu antes da plenária
Deputados. e sindicatos cutistas do setor.
do Movimento Sindical e Movimentos
No Plenário e gabinetes do Na última assembleia, uma
Sociais e Populares, promovida por
Congresso, os dirigentes conversaram minoria de credores da companhia,
movimentos e partidos do RS.
com diversos parlamentares sobre o concentrados em uma classe e
Os aposentados e sindicalistas
drama dos aposentados, pensionistas detentores de aproximadamente 60%
relataram à ex-ministra os quatro
e trabalhadores da ativa que dos créditos votou pela rejeição do
anos de espera por uma solução para
contribuíram com os fundos. plano e a favor da falência da empresa.
o caso, as mortes ocorridas ao longo
Os sindicalistas, com o apoio de O Tribunal de Justiça, no entanto, fez
desse período e a angústia vivida
deputados e senadores, solicitaram prevalecer o cram-down, regra que
pelos trabalhadores que dependem
audiência com a ministra Carmem permite a aprovação pela Justiça do
dos benefícios para sua subsistência.
Lucia, relatora do recurso na ação plano rejeitado em assembleia se
Também pediram apoio para que se
de defasagem tarifária da Varig, para houver aprovação da totalidade de
concretize um acordo com a Advocacia
sensibilizá-la em prol da retomada da uma das classes e mais de um terço dos
Geral da União (AGU), reunindo as três
ação na pauta do STF. créditos totais presentes tenha votado
ações judiciais (defasagem tarifária,
pela aprovação do plano.
responsabilidade da União e ação da
Dilma reúne-se com A classe 1, composta pelos
terceira fonte).
trabalhadores, aprovou por
aposentados e sindicalistas Participaram da reunião o ex-
unanimidade o PRJ, visando o
ministro Tarso Genro, o deputado
pagamento dos créditos trabalhistas.
No dia 17 de abril, os sindicalistas estadual Adão Villaverde, a deputada
Os sindicatos votaram a favor do plano
e representantes dos aposentados federal Emília Fernandes e o senador
por entenderem que a continuidade
reuniram-se, em Porto Alegre, com Paulo Paim, entre outros.
das operações da empresa é o único
caminho para que possa saldar sua
dívida, tanto com os trabalhadores,
Sindicatos cobram cumprimento do PRJ da Sata quanto com os demais credores.
“Para a Fentac/CUT e os sindicatos
cutistas, que conseguiram durante o
O sindicatos cutistas de aeroviários participaram de reunião com o processo de recuperação garantir uma
presidente da Sata, João Luiz Bernes, e o gerente de Recursos Humanos, redação que preservasse os direitos dos
Carlos Henrique Campos, no dia 28 de abril. O trabalhadores credores da VarigLog e
objetivo foi esclarecer o andamento do Plano que lutam pela preservação dos postos
de Recuperação Judicial (PRJ) aprovado pelos de trabalho na companhia, a decisão da
credores e homologado pela Justiça. Justiça representa a confirmação desta
Na reunião, a Sata relatou aos sindicatos luta”, afirma a Federação, em nota.
suas dificuldades. Os sindicalistas, por outro As entidades aguardam, contudo, o
lado, cobraram o cumprimento do PRJ e das leis cumprimento do PRJ, em respeito aos

8
trabalhistas. direitos dos trabalhadores.
Junho de 2010 _ Ed. 29

MOVIMENTO SINDICAL

STF autoriza leilão da fazenda


Piratininga da Vasp Sineata e Sindigru têm
dissídio na Justiça
O Supremo Tribunal Federal trabalhistas por conta da falência.
(STF) autorizou o leilão da Fazenda Em grande medida, os favorecidos O Sindicato dos Aeroviários de
Piratininga, do empresário Wagner são os devedores ou pessoas que se Guarulhos e o Sineata (Sindicato
Canhedo, para saldar parte da dívida esconderam sob o véu corporativo Nacional das Empresas de Serviços
trabalhista deixada pela Vasp. para defraudar seus já depauperados Auxiliares) tiveram sua primeira
O leilão era alvo de disputa entre a credores, que têm por si apenas a força audiência na Justiça, sobre o dissídio
Vara de Falências do Tribunal de Justiça de trabalho, alienada antes e não paga coletivo, no dia 17 de junho. O objetivo
do Distrito Federal e o juízo auxiliar depois”, diz o ministro na decisão. é acordar uma convenção coletiva que
de execução (Vara Vasp) da Justiça do O leilão da fazenda chegou a ser garanta os direitos dos aeroviários nas
Trabalho de São Paulo. O ministro Dias realizado em 12 de abril, porém não empresas filiadas à entidade patronal.
Toffoli (foto), do STF, indeferiu o pedido teve compradores. Um segundo pregão O Sindicato dos Aeroviários de Porto
de liminar da agropecuária Vale do estava agendado para 9 de junho, mas Alegre também tem ação de dissídio
Araguaia, que argumentava conflito de foi cancelado após decisão do TST, na Justiça contra o Sineata desde
competência entre em 3 de maio, que negou provimento dezembro de 2009.
o Tribunal Superior ao agravo regimental proposto pelo
Marcello Casal Jr./ABr

do Trabalho (TST) e
o Superior Tribunal
Sindicato dos Aeroviários no Estado de
São Paulo para a emissão da carta de
American reúne-se
de Justiça (STJ). O arrematação da fazenda. com Sindigru
primeiro determinou O leilão, contudo, deve ser marcado
o leilão, e o segundo assim que o TST julgar o agravo de Uma intervenção do Ministério
o suspendeu. instrumento em recurso de revista da Público do Trabalho (MPT) fez a
Toffoli decidiu a agropecuária, o que deve ocorrer nos American Airlines deixar sua postura
favor do interesse dos trabalhadores, próximos dias. A fazenda é avaliada em intransigente e aceitar reunir-se com o
para evitar que mais uma vez os R$ 615 milhões. Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos.
devedores fossem favorecidos diante Recentemente, em outra reviravolta, A reunião entre a direção da empresa e
dos credores trabalhistas. “Em o TJ-SP anulou assembleia geral da o Sindigru aconteceu em 23 de junho.
muitos casos, despreza-se o aspecto Vasp realizada em 1996, devolvendo ao Nela, foram discutidos os problemas
teleológico do processo e condenam- Tesouro do Estado de São Paulo 40% enfrentados pelos aeroviários que
se à inviabilidade prática as execuções das ações da companhia. atuam na VitSolo, terceirizada da AA.
O Sindigru ressaltou que “não

GE deve indenizar
há como tapar o sol com a peneira”
em relação à precarização do
trabalho promovida pela AA e que
Transbrasil por falência ela é corresponsável nas questões
trabalhistas que envolvem a VitSolo.

Uma decisão da Justiça transformou pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.


Divulgação/Fentac

a General Eletric (GE), credora que As notas promissórias executadas


levou a Transbrasil à falência, em pela GE, no valor de US$ 22,5 milhões,
devedora da companhia aérea. A dívida já haviam sido pagas pela empresa Concidades
da Transbrasil com a GE foi anulada brasileira, diz a sentença.
A cobrança foi considerada indevida
Henrique Lessa/Ag. Virya

pela Justiça, e a GE condenada a


ressarcir a Transbrasil em cerca de
US$ 45 milhões. Com a inflação, a
indenização pode chegar a US$ 190
milhões.
O presidente da Fentac/CUT, Celso Klafke
A Transbrasil encerrou operações
(à esquerda), e parte da delegação da CNTT/
em dezembro de 2001. Os advogados CUT na 4ª Conferência Nacional das Cidades,
da companhia seguem na luta para realizada em Brasília, de 19 a 23 de junho.
reformar a decisão que a levou à Cerca de 3 mil pessoas participaram do evento,

9
falência. que contou com a presença do presidente Lula.
Junho de 2010 _ Ed. 29

MOVIMENTO SINDICAL

MTE fiscaliza aeroporto Salgado Filho

A pós diversas tentativas de

Roberto Stuckert/Infraero
negociação junto à Infraero e
companhias aéreas para melhorar as
condições de trabalho no Aeroporto
Salgado Filho, o Sindicato dos
Aeroviários de Porto Alegre ingressou
com denúncia na Superintendência Falta funcionários na Gol
Regional do Trabalho e Emprego
(SRTE). A falta de funcionários que atuam
No dia 15 de junho, uma equipe de na função de auxiliar às 14 posições
técnicos do Ministério do Trabalho do check in da Gol foi uma das razões
foi ao aeroporto fiscalizar o check nas áreas em que seus funcionários que levaram o Sindicato a denunciar
in, durante horas, a fim de verificar estão atuando. as condições de trabalho no Aeroporto
minuciosamente as condições de Para os sindicatos cutistas e a Salgado Filho à SRTE. A entidade já
trabalho. O Sindicato acompanhou a Fentac/CUT, a discussão sobre a saúde questionou a Gol diversas vezes sobre
fiscalização. do trabalhador, provocada por essa esse tema, pedindo providências.
Os técnicos da SRTE cobraram da atuação da SRTE, é extremamente A falta de pessoal para cumprir a
Infraero mudanças visando a melhoria importante. O objetivo dos sindicalistas função de balanceiro leva à sobrecarga
das condições de trabalho no check in ao formalizar a denúncia foi garantir física os funcionários(as) da companhia
das companhias aéreas. Eles estiveram a segurança e a saúde do trabalhador, que atuam no check in, obrigando-os a
à disposição da Infraero, representantes além do respeito aos seus direitos, e levantar as malas até a esteira. Também
das empresas e sindicalistas no dia 17, melhorar o ambiente de trabalho; não cabe aos auxiliares conduzir idosos,
para apresentar o relatório e esclarecer a interdição de setores. O descaso das cadeirantes.
os procedimentos necessários à empresas e da Infraero, no entanto, O Sindicato está buscando reunir-se
regularização dos problemas apurados. poderá resultar em ações mais efetivas. com a gerência de Recursos Humanos
Cabe às empresas garantir Além do check in, o aeroporto apresenta da Gol na próxima semana para debater
equipamentos e condições de trabalho outras irregularidades, como falta de esse problema.
que preservem a saúde do trabalhador vestiário e refeitório.

Bodas de prata com festa de ouro


A festa para comemorar os 25 anos outras lideranças de
do Sindicato dos Aeroviários de Porto diversas entidades do
Alegre, realizada em 28 de maio, foi movimento sindical e
sucesso de público e organização. popular.
Mais de 800 pessoas participaram Por problemas
do evento, promovido na sede da de saúde, o senador
entidade, reunindo aeroviários(as), Paulo Paim e a
familiares e amigos, diretores sindicais deputada federal
Carlos Velho/Ag. Virya

e convidados. Emília Fernandes


Prestigiaram o aniversário o não compareceram
deputado estadual Adão Villaverde, a festa, mas foram
o presidente da CUT-RS, Celso representados por Dirigentes da Fentac/CUT, CNM e CUT prestigiaram evento
Woyciechowski, o presidente suas assessorias. Mais
da Confederação Nacional dos de cem aeroviários filiaram-se em maio, a compra de alimentos). As doações
Metalúrgicos, Claudir Nespolo, o integrando-se às lutas da entidade. foram encaminhadas a entidades
secretário geral da CUT Nacional, O Sindicato arrecadou cerca de 210 assistenciais. Durante a festa foram
Quintino Severo, e os presidentes e quilos de alimentos não perecíveis, 15 servidos 2 mil litros de chopp, 700 latas
diretores dos sindicatos que cestas básicas doadas pela de refrigerante, 200 quilos de linguiça

10
compõe a Fentac/CUT, entre Fentac/CUT e R$ 485,00 (destinados (salsichão) e 1500 pãezinhos.
Junho de 2010 _ Ed. 29

Sindicalistas enfrentam discurso neoliberal


em Cúpula de Aviação Civil

R
epresentantes sindicais dos

Kalinka K./Ag. Virya


trabalhadores em Transportes
da América Latina e União
Europeia reuniram-se no Rio de Janeiro,
às vésperas da Cúpula União Europeia-
América Latina de Aviação Civil, para
debater sua atuação no evento.
Estiveram presentes dirigentes da
Fentac/CUT, dos sindicatos cutistas
de aeroviários e aeronautas, da
ITF (Federação Internacional dos
Trabalhadores em Transportes) e ETF Painelistas defendem suas posições sobre a aviação entre UE e AL
(Federação Europeia dos Trabalhadores
em Transportes). como a necessidade de tornar a à alta carga tributária, falta de apoio
Os sindicalistas repudiaram a falta indústria mais eficiente, respeitando do governo, custo de combustíveis
de convite formal dos organizadores os direitos e as condições sociais dos e volume de negócios no país. A
da Cúpula às entidades representativas trabalhadores. medida, desta forma, põe em risco a
dos trabalhadores. Na reunião, foi atuação já reduzida das companhias
elaborado um documento que traz UE e Brasil firmam que operam voos internacionais e,
as principais preocupações das protocolos de cooperação consequentemente, os postos de
categorias — aeroviários, aeronautas e trabalho para brasileiros(as).
aeroportuários — e defende uma maior Durante a Cúpula, o ministro No evento, Brasil e UE também
participação das entidades sindicais nas da Defesa, Nelson Jobim, e o vice- divulgaram um protocolo de
decisões do governo para o Setor Aéreo. presidente da Comissão Europeia (CE), reconhecimento mútuo dos certificados
Os sindicalistas questionaram o Siim Kallas, anunciaram a assinatura de aeronavegabilidade e segurança
discurso neoliberal dos painelistas de um protocolo entre Brasil e UE emitidos pela Anac (Agência Nacional
que defenderam a abertura dos que sugere que as companhias dos de Aviação Civil) e Easa (órgão
céus brasileiros e ressaltaram a países membros do bloco sejam todas regulador europeu), que beneficiará
necessidade de proteção às empresas designadas como europeias e não mais a Embraer e outras fabricantes de
e trabalhadores. Também refutaram pelo país de origem. O acordo permitirá produtos aeronáuticos. Os acordos
as propostas de privatização dos às empresas de aviação europeias e devem ser assinados em julho, após o
aeroportos no país. brasileiras ampliar ofertas de voo e cumprimento de formalidades.
No documento redigido pelas iniciar ou encerrar viagens em qualquer Organizada pela CLAC (Comissão
entidades sindicais é reafirmada a país do bloco. Para os sindicatos de Latinoamericana de Aviação Civil), Anac
importância da definição de regras trabalhadores e a Fentac/CUT, o acordo e CE, a Cúpula foi realizada na capital
adequadas em um processo de amplia a disputa entre as companhias fluminense nos dias 24 a 26 de maio e
liberalização do mercado de aviação e pode fragilizar as brasileiras, devido reuniu cerca de 300 participantes.
civil, a fim de garantir um ambiente
de concorrência leal que evite o
dumping social. Para os sindicalistas, Trechos do documento das entidades sindicais
esse processo deve considerar as
assimetrias existentes nos países de “A ausência de um convite formal por “A abertura indiscriminada dos céus,
parte das autoridades nacionais da ou a utilização de mecanismos
ambas as regiões e promover condições
América Latina, incluindo o Brasil, para as de desregulamentação similares
de igualdade às empresas, bem como organizações sindicais mais representativas que não levam em conta as
aos trabalhadores. do setor participarem desta cimeira é assimetrias existentes, pode gerar
As entidades também reafirmaram uma clara demonstração da falta de alta vulnerabilidade neste setor em
o papel estratégico do setor aéreo diálogo social, portanto, vontade política é muitos países e causar a inviabilidade
necessária para estabelecer um processo ou falência das companhias aéreas
na geração de emprego, riqueza,

11
de diálogo construtivo e eficaz”. tradicionais”.
integração nacional e regional, assim
Junho de 2010 _ Ed. 29

MOVIMENTO SINDICAL
Fentac/CUT e Dieese
constituem subseção
Gol apresenta metas do A Fentac/CUT contratou o Dieese
PPR 2010 aos sindicatos para constituir uma subseção que irá
dedicar-se, exclusivamente, ao estudo
de questões relativas ao Setor Aéreo.
A Gol/Varig apresentou aos trimestre. Também questionaram a A CUT, Contag, CNM e Sindicato dos
sindicatos cutistas, no dia 1º de exclusão de trabalhadores que pedirem Bancários, por exemplo, já contam com
junho, seu Plano de Participação demissão antes de dezembro de 2010. esse serviço para reforçar suas lutas em
nos Resultados (PPR) 2010. O plano Os sindicatos solicitaram ainda que, defesa dos trabalhadores. O contrato foi
atrela as metas do caso haja alguma aprovado em 28 de maio.
Henrique Lessa/Ag. Virya

PPR ao Balanced mudança no


Scorecard (BSC) cenário econômico
da companhia. O internacional, o Dieese cria Escola de
indicador foi criado
pelos professores da
plano possa ser
revisado, visando
Ciências do Trabalho
Harvard Business o pagamento aos
School Robert trabalhadores. O Dieese acaba
Kaplan e David A expectativa da de lançar a pedra
Norton, em 1992. companhia é de fundamental da primeira universidade
Os sindicatos definição do plano do Trabalho no Brasil: a Escola
cutistas solicitaram com os sindicatos Dieese de Ciências do Trabalho. Já
a evolução do indicador nos últimos até o final de junho. autorizada pelo MEC, a Escola oferecerá
quatro anos, para avaliação, e o A reunião foi realizada na sede da bacharelado e cursos de extensão para
acompanhamento do índice a cada Gol, em São Paulo. formação de dirigentes sindicais.
O prédio sede, cedido pelo governo
federal, foi entregue no dia 9 de junho,
em solenidade em São Paulo, com a
Aeroportuários avançam na campanha salarial presença do Ministro do Planejamento,
Paulo Bernardo. A direção da
No dia 29 de abril, o Sindicato Nacional dos Aeroportuários (Sina) iniciou as Fentac/CUT e dos sindicatos do setor
negociações com a direção da Infraero para a renovação do acordo coletivo de prestigiou o evento.
trabalho. A campanha salarial começa bem, com disposição da estatal em garantir
reposição salarial, dizem os sindicalistas. Copa do Mundo e
A categoria luta por reajuste de 6% sobre os salários, a título de recomposição
salarial, mais 13% por produtividade, dentre outros itens econômicos e sociais. precarização
Um importante avanço nas discussões foi a concordância da Infraero em incluir
no acordo direitos iguais de benefícios sociais para casais hetero ou homossexuais A Fentac/CUT
com união estável. lançou um volante
Nos dias 22 e 23 de junho, houve nova rodada de negociações, com avanços denunciando a
na discussão das cláusulas sociais. A entidade precarização do
destaca a inclusão do pagamento do auxílio- trabalho na VitSolo e
Henrique Lessa/Ag. Virya

combustível (optativo) para substituir o vale- divulgando as vitórias


transporte, e uma folga prêmio por mês para dos sindicatos, na
aeroportuários que trabalharem na escala Justiça, em defesa
4 X 1, inclusive para a navegação aérea, que dos direitos dos
passará a ter folga dupla mensal. Também aeroviários que atuam
foi acordada a volta da rede credenciada do na empresa.
plano odontológico (que será somada ao atual O material também ressalta a
modelo), a dispensa pericial, a promoção por importância de serem respeitados os
antiguidade (que irá beneficiar cerca de 2.300 direitos dos trabalhadores durante
trabalhadores) e a solução para os 840 PSA’s, a as obras para a Copa do Mundo 2014.
serem integrados no PCCS (retroativo a maio de Parte dos recursos que serão utilizados
2009), além da retomada da discussão sobre o na ampliação da infraestrutura do país
PCCS. A próxima rodada será nos dias 6 e 7 de para sediar o mundial são oriundos do

12
julho. FAT e do FGTS.