Você está na página 1de 101
VLT Æ da SÈrie 2800 ■ Õndice C o n f i g u r

VLT Æ da SÈrie 2800

Õndice

ConfiguraÁo R·pida

3

AdvertÍncia geral

3

InstalaÁ„o mec‚nica

3

InstalaÁ„o elÈtrica, potÍncia

3

InstalaÁ„o elÈtrica, c abos de controle

3

ProgramaÁ„o

3

Partida do motor

4

Normas de seguranÁa

4

AdvertÍncia contra partida acidental

4

IntroduÁ„o ao VLT 2800

6

Vers„o do software

6

AdvertÍncia geral

8

Estas regras dizem respei to ‡ sua seguranÁa

8

AdvertÍncia contra partida acidental

8

Unidade de controle

9

InicializaÁ„o manual

9

Manual Autom·tico

10

Ajuste autom·tico do motor

11

ProgramaÁ„o

12

OperaÁ„o e Visor

12

Carga e motor

20

ReferÍncias e Limites

31

Entradas e saÌdas

38

FunÁ ő es especiais

48

InstalaÁ„o

57

Dimens ő es mec‚nicas

57

InstalaÁ„o mec‚nica

61

InformaÁ ő es gerais sobre a instala Á„o elÈtrica

62

EMC - InstalaÁ„o elÈtrica correta

63

InstalaÁ„o elÈtrica

64

BraÁadeira de seguranÁa

66

PrÈ-fusÌveis

66

Conex„o ‡ rede

66

Conex„o do motor

66

Interruptor de RFI

66

Sentido de rotaÁ„o domotor

67

Conex„o de motores em paralelo

67

Cabos do motor

68

ProteÁ„o tÈrmicado motor

68

Conex„o do freio

68

Conex„o do terra

68

Divis„o da carga

68

Torque de aperto, Terminais de PotÍncia

69

Controle do freio mec‚nico

69

Acesso aos terminais de controle

69

InstalaÁ„o elÈtrica, c abosde controle

70

Torques de aperto, cabos de controle

71

VLT Æ da SÈrie 2800 InstalaÁ„o elÈtrica, terminais de controle 71 Conex„o do relÈ 71

VLT Æ da SÈrie 2800

InstalaÁ„o elÈtrica, terminais de controle

71

Conex„o do relÈ

71

VLT Software Dialog

71

Exemplos de ligaÁ„o

73

Tudo sobre o VLT 2800

74

Formul·rio de pedido

74

Leitura do display

75

Mensagens de advertÍncia s/alarmes

75

Palavras de aviso, palavras de estado estendido e palavras de alarme

80

CondiÁ ő es especiais

81

Ambientes agressivos

81

Derating para freq¸Íncia de chaveamento alta - VLT 2800

81

Freq¸Íncia de chaveamento dependent eda temperatura

82

Isolamento galv‡nico (PELV)

82

Emiss„o EMC

82

Padr„o UL

84

Dados tÈcnicos gerais

85

Dados tÈcnicos, alimentaÁ„o de rede 1 x 220 - 240 V/3 x 200-240V

89

Dados tÈcnicos, alimentaÁ„o de rede 3 x 380 - 480 V

90

Literatura disponÌvel

91

Fornecido com a unidade

91

Õndice

99

VLT Æ da SÈrie 2800 ■ ConfiguraÁ„o R·pida ■ AdvertÍncia geral Ao utilizar esta ProgramaÁ„o

VLT Æ da SÈrie 2800

ConfiguraÁ„o R·pida

AdvertÍncia geral Ao utilizar esta ProgramaÁ„o R·pida, vocÍ pode realizar uma instalaÁ„o r·pida e correta considerando a CEM do conversor de freq¸Íncia em cinco etapas. O Manual de OperaÁ„o, que est· tambÈm incluÌdo, traz outros exemplos de instalaÁ„o e descreve todas as funÁ ő es em detalhes.

instalaÁ„o e descreve todas as funÁ ő es em detalhes. L e i a a s

L e i a a s i n s t r u Á ő e s d e s e g u r a n Á a a n t e s d e i n s t a l a r a u n i d a d e .

u r a n Á a a n t e s d e i n s

InstalaÁ„o mec‚nica U conversor de freq¸Íncia VLT 2800 permit e a instalaÁ„o lado a lado em uma parede. Em funÁ„o da necessidade de refrigeraÁ„o, deve haver um espaÁo livre para ventilaÁ„o de 10 cm acima e abaixo do conversor de freq¸Íncia.

FaÁa os furos de acordo com as medidas mostradas na seÁ„o Dimens ő es mec‚nicas . Note a diferenÁa nas tens ő es das unidades.

Aperte todos os quatro para fusos novamente.

Encaixe a chapa de desacop lamento nos cabos de forÁa e no parafuso de aterramento (terminal 95).

InstalaÁ„o elÈtrica, potÍncia Note que os terminais de potÍncia podem ser removidos.

Conecte a rede elÈtrica aos terminais de alimentaÁ„o do conversor de freq¸Íncia, ou seja, 91, 92, 93

e a conex„o do terra ao terminal 95.

Puxe um cabo blindado/reforÁado do motor atÈ os terminais do motor do conversor de freq¸Íncia, ou seja, U, V, W. A blindagem termina em um conector blindado.

InstalaÁ„o elÈtrica, cabos de controle Remova a tampa frontal abaixo do painel de controle. Coloque um jumper entre os terminais 12 e 27.

Configuração

Rápida

jumper entre os terminais 12 e 27. Configuração Rápida ■ ProgramaÁ„o Realize a programaÁ„o no painel

ProgramaÁ„o Realize a programaÁ„o no painel de controle.

Pressione a tecla [QUICK MENU] para entrar no menu r·pido.

Neste menu podem ser selecionados par‚metros por intermÈdio das teclas [+] e [-]. Os valores dos par‚metros podem ser alterados pressionando-se [CHANGE DATA]. As alteraÁ ő es s„o programadas atravÈs das teclas [+] e [-]. Conclua a alteraÁ„o da configuraÁ„o de um par‚metro pressionando [CHANGE DATA]. Uma alteraÁ„o nos valores de um par‚metro

È automaticamente gravada apÛs um a queda

na tens„o da rede. Se o display mostrar trÍs pontos ‡ direita, o valor do par‚metro tem mais de trÍs dÌgi tos. Para ver o valor, ative [CHANGE DATA].

Pressione [QUICK MENU]:

VLT Æ da SÈrie 2800 Programe os par‚metros do motor que constam na plaqueta de

VLT Æ da SÈrie 2800

Programe os par‚metros do motor que constam na plaqueta de identificaÁ„o do motor:

PotÍncia do motor [kW]

Par‚metro 102

Tens„o do motor [V]

Par‚metro 103

Freq¸Íncia do motor [Hz]

Par‚metro 104

Corrente do motor [A]

Par‚metro 105

Velocidade nominal do motor

Par‚metro 106

Ativar AMT

Ajuste autom·tico do motor

Par‚metro 107

Programe a gama de referÍncia

ReferÍncia mÌnima, Ref MIN

Par‚metro 204

ReferÍncia m·xima, Ref MAX

Par‚metro 205

Programe os tempos de rampa

Tempo de aceleraÁ„o [s]

Par‚metro 207

Tempo de desaceleraÁ„o [s]

Par‚metro 208

No par‚metro 002 Controle local/remoto, o conversor de freq¸Íncia pode ser selecionado como Controle remoto [0], ou seja, via terminais de controle ou Local [1], via unidade de controle.

Programe o local de controle Local [1].

Controle local/remoto = Local [1] Par. 002

Programe a velocidade do motor ajustando a ReferÍncia local.

ReferÍncia local Par‚metro 003

Partida do motor Pressione [Start] para dar partida no motor. Programe a velocidade do motor ajustando o par‚metro 003 ReferÍncia local.

Verifique se o sentido de rotaÁ„o do eixo do motor È no sentido hor·rio. Caso contr·rio, troque quaisquer duas das fases do cabo do motor. Pressione [STOP/RESET] para parar o motor. Pressione [QUICK MENU] para voltar ao modo display. As teclas [QUICK MENU] e [+] devem ser simultaneamente pressionadas para dar acesso a todos os par‚metros.

Normas de seguranÁa

acesso a todos os par‚metros. ■ Normas de seguranÁa A t e n s „ o

A t e n s „ o d o c o n v e r s o r d e f r e q ¸ Í n c i a p o d e s e r f a t a l s e m p r e q u e o e q u i p a m e n t o e s t i v e r l i g a d o ‡ r e d e e l È t r i c a . A i n s t a l a Á „ o

i n c o rr e t a d o m o t o r o u d o c o n v e r s o r d e f r e q ¸ Í n c i a p o d e c a u s a r d a n o s a o e q u i p a m e n t o , f e r i m e n t o s g r a v e s n a s p e s s o a s o u m o r t e .

Conseq¸entemente, as instruÁ ő es desta ProgramaÁ„o R·pida, bem como as normas nacionais e locais e as normas de seguranÁa devem ser obedecidas.

Tocar nas peÁas elÈtricas pode ser fatal, mesmo

depois que o equipamento tenha sido desligado da rede elÈtrica: aguarde pelo menos 4 minutos.

1. O conversor de freq¸Íncia deve ser desligado da rede elÈtrica quando reparos forem realizados.

2. O bot„o [STOP/RESET] no painel de controle do conversor de freq¸Íncia n„o desliga o equipamento da rede elÈtrica e portanto n„o deve ser utilizado como interruptor de seguranÁa.

3. A ligaÁ„o ‡ terra de proteÁ„o do equipamento deve ser instalada, o operador deve estar protegido contra a tens„o de alimentaÁ„o e o motor deve estar protegido contra sobrecarga conforme as normas nacionais e locais aplic·veis.

4. As correntes de fuga ‡ terra s„o acima de 3,5 mA.

5. A proteÁ„o contra a sobrecarga do motor n„o est· incluÌda na programaÁ„o de f·brica. Se desejar esta funÁ„o, programe o par‚metro 128 ProteÁ„o tÈrmica do motor com o valor Trip ETR ou AdvertÍncia ETR.

6. Verifique se a ligaÁ„o da rede foi desligada antes de remover as ligaÁ ő es do motor e da rede.

VLT Æ da SÈrie 2800 ■ AdvertÍncia contra partida acidental O m o t o

VLT Æ da SÈrie 2800

AdvertÍncia contra partida acidental

O m o t o r p o d e s e r p a ra d o p o r m e i o d e c o m a n d o s d i g i t a i s , c o m a n d o s d e b a rr a m e n t o , r e f e r Í n c i a s o u p a ra d ada SÈrie 2800 ■ AdvertÍncia contra partida acidental l o c a l , e n

l o c a l , e n q u a n t o o c o n v e r s o r d e f re q ¸ Í n c i a e s t i v e r c o n e c t a d o ‡ r e d e e l È t r i c a . S e , p o r m o t i v o s d e s e g u r a n Á a p e s s o a l , f o r n e c e s s · r i o g a ra n t i r q u e n e n h u m a p a rt i d a a c i d e n t a l a c o n t e Á a , e s s a p a r a d a s n „ o s e r „ o s u f i c i e n t e s . E n q u a n t o o s p a r‚ m e t r o s e s t i v e r e m s e n d o p r o g ra m a d o s , o m o t o r p o d e r· d a r p a r t i d a . A s s i m s e n d o , a t e c l a d e p a ra d a [ S TO P / R E S E T ] d e v e r · s e r s e m p re a c i o n a d a , a p Û s o q u e o s d a d o s p o d e r„ o s e r a l t e ra d o s . U m m o t o r q u e t e n h a s i d o p a r a d o p o d e p a r t i r s e o c o r r e re m d e f e i t o s n a e l e t rÙ n i c a d o c o n v e r s o r d e f r e q ¸ Í n c i a , o u s e h o u v e r u m a s o b re c a rg a t e m p o r · ri a , u m a f a l h a n a a l i m e n t a Á „ o d e r e d e e l È t r i c a o u s e u m a f a l h a q u e e s t i v e r o c o r re n d o n a c o n e x „ o d o m o t o r c e s s a r.

o r re n d o n a c o n e x „ o d

NOTA!:

Indica alguma coisa que o leitor deve notar.

I n d i c a u m a a d v e r t Í n c i a g e r a l . s s a r. NOTA!: Indica alguma coisa que o leitor deve notar. I n d

I n d i c a u m a a d v e r t Í n c i a d e a l t a t e n s „ o . notar. I n d i c a u m a a d v e r t

Configuração

Rápida

195NA009.17 VLT Æ da SÈrie 2800 VLT 2800 Series Operating instructions Software version: 2.8x These

195NA009.17

VLT Æ da SÈrie 2800

VLT 2800 Series

VLT 2800 Series Operating instructions Software version: 2.8x These operating instructions can be used for all

Operating instructions Software version: 2.8x

2800 Series Operating instructions Software version: 2.8x These operating instructions can be used for all VLT

These operating instructions can be used for all VLT 2800 Series frequency converters with software version 2.8x. The software version number can be seen from parameter 640 Software version no.

VLT Æ da SÈrie 2800 Advertência: Pode ser extremamante perigoso tocar nas partes elétricas, mesmo

VLT Æ da SÈrie 2800

Advertência: Pode ser extremamante perigoso tocar nas partes elétricas, mesmo se a alimentação da rede

Advertência:

Pode ser extremamante perigoso tocar nas partes elétricas, mesmo se a alimentação da rede elétrica tiver sido desconectada. Além disso, garanta que outras fontes de tensão tenham sido desconectadas da divisão de cargas no barramento CC. Aguarde pelo menos 4 minutos após a remoção das tensões de alimentação, antes de

executar manutenção no drive.

195NA139.10

Introdução ao VLT

2800

VLT Æ da SÈrie 2800 ■ AdvertÍncia geral A s t e n s ő

VLT Æ da SÈrie 2800

AdvertÍncia geral

VLT Æ da SÈrie 2800 ■ AdvertÍncia geral A s t e n s ő e

A s t e n s ő e s d o c o n v e rs o r d e f re q ¸ Í n c i a s „ o p e r i g o s a s s e m p re q u e o e q u i p a m e n t o e s t i v e r l i g a d o ‡ r e d e e l È t r i c a . A i n s t a l a Á „ o

i n c o r r e t a d o m o t o r o u d o c o n v e r s o r d e f re q ¸ Í n c i a p o d e c a u s a r d a n o s a o e q u i p a m e n t o , f e r i m e n t o s g r a v e s e m p e s s o a s o u m o r t e . P o r t a n t o , a s i n s t r u Á ő e s d e s t e m a n u a l , b e m c o m o a s n o r m a s n a c i o n a i s e l o c a i s d e s e g u ra n Á a d e v e m s e r o b e d e c i d a s .

Estas regras dizem respeito ‡ sua seguranÁa

1.

O

conversor de freq¸Íncia precisa ser desligado

da rede elÈtrica sempre que houver necessidade de serviÁo de manutenÁ„o. Verifique se a alimentaÁ„o de rede elÈtrica foi desligada e se j· se passou o tempo requerido antes de desconectar

os plugues do motor e da rede elÈtrica.

2.

A

tecla [STOP/RESET], no painel de controle

do conversor de freq¸Íncia, n „ o d e s l i g a o

equipamento da rede elÈtrica e, portanto, n „ o

d e v e s e r u t i l i z a d a c o m o i n t e rr u p t o r d e s e g u r a n Á a .

3.

A

unidade deve estar adequadamente conectada

ao ponto de aterramento, o operador deve estar

protegido da tens„o de alimentaÁ„o e o motor deve estar protegido contra sobrecarga, conforme as normas nacionais e locais em vigor.

4.

As correntes de fuga para o terra s„o superiores a 3,5 mA.

5.

A

proteÁ„o contra sobrecarga do motor n„o est·

incluÌda na configuraÁ„o de f·brica. Se esta funÁ„o for necess·ria, programe o par‚metro 128 ProteÁ„o tÈrmica do motor com o valor dos dados Desarme do ETR ou com o valor AdvertÍncia do ETR . Para o mercado Norte Americano: As

funÁ ő es ETR conferem proteÁ„o de sobrecarga do motor, classe 20, em conformidade com a NEC.

6.

N

„ o r e m o v a os plugues do motor - e nem

da alimentaÁ„o de rede elÈtrica - enquanto o conversor de freq¸Íncia estiver conectado ‡ rede elÈtrica. Verifique se a alimentaÁ„o de

rede elÈtrica foi desligada e se j· se passou

o

tempo requerido antes de desconectar os

plugues do motor e da rede elÈtrica.

7.

Observe que o conversor de freq¸Íncia apresenta mais entradas de tens„o do que L1, L2 e L3 quando s„o utilizados os terminais do barramento CC. Verifique se todas as entradas de tens„o foram desconectadas e se j· se passou o tempo requerido antes de iniciar o trabalho de reparo.

AdvertÍncia contra partida acidental

1. O motor pode ser parado por meio de comandos digitais, comandos pelo barramento, referÍncias ou parada local, durante o perÌodo em que o conversor de freq¸Íncia estiver ligado ‡ rede. Se, por motivos de seguranÁa pessoal, for necess·rio garantir que n„o ocorra nenhuma partida acidental, e s t a s f u n Á ő e s d e p a r a d a n „ o s „ o s u f i c i e n t e s .

2. Enquanto os par‚metros estiverem sendo alterados, pode ocorrer partida do motor. Portanto, a t e c l a d e p a r a d a [STOP/RESET] dever· ser sempre ativada, apÛs o que os dados poder„o ser alterados.

3. Um motor que foi parado poder· dar partida se ocorrerem defeitos na eletrÙnica do conversor de freq¸Íncia, ou se houver uma sobrecarga tempor·ria ou uma falha na alimentaÁ„o de rede elÈtrica ou se a conex„o do motor for interrompida.

Uso em rede elÈtrica isolada Consulte a seÁ„o Interruptor de RFI com relaÁ„o ao uso em rede elÈtrica isolada.

… importante obedecer as recomendaÁ ő es relativas ‡ instalaÁ„o em redes elÈtricas IT, uma vez que È exigida proteÁ„o suficiente da instalaÁ„o como um todo. Falta de cuidados, ou n„o-utilizaÁao de dispositivos de monitoramento apropriados para redes elÈtricas IT, pode resultar em danos.

VLT Æ da SÈrie 2800 ■ Unidade de controle Na parte frontal do conversor de

VLT Æ da SÈrie 2800

Unidade de controle Na parte frontal do conversor de freq¸Íncia, existe um painel de controle.

do conversor de freq¸Íncia, existe um painel de controle. O painel de controle est· dividido em

O painel de controle est· dividido em quatro grupos de funÁ ő es:

1. Um display tipo LED de seis-dÌgitos .

2. Teclas que possibilitam alterar par‚metros e mudar a funÁ„o no display.

3. Indicadores luminosos.

4. Teclas para executar operaÁ„o local.

Todos os dados s„o exibidos atravÈs de um display tipo LED de seis dÌgitos que, em condiÁ ő es normais de operaÁ„o, permite mostrar continuamente um item de dados operacionais. Como suplemento ao display, existem trÍs indicadores luminosos para sinalizaÁ„o de conex„o com a rede elÈtrica (ON), advertÍncia (WARNING) e alarme (ALARM). A maioria dos Setups de par‚metros do conversor de freq¸Íncias pode ser imediatamente alterada no painel de controle, a menos que esta funÁ„o tenha sido programada como Bloqueado [1] por meio do par‚metro 018 Bloqueio a mudanÁa de dados .

Teclas de controle [QUICK MENU] permite acesso aos par‚metros usados para o Menu r·pido. A tecla [QUICK MENU] È tambÈm utilizada se n„o for necess·rio alterar nenhum valor de par‚metro. Consulte tambÈm [QUICK MENU] + [+].

[CHANGE DATA] È utilizada para alterar uma configuraÁ„o.

A tecla [CHANGE DATA] È tambÈm usada para

confirmar uma alteraÁ„o na configuraÁ„o

dos par‚metros.

[+] / [-] s„o utilizadas para selecionar par‚metros

e para alterar os valores dos par‚metros.

Estas teclas s„o tambÈm usadas no modo Display para selecionar a exibiÁ„o de um valor operacional.

As teclas [QUICK MENU] + [+] devem ser pressionadas ao mesmo tempo para dar acesso a todos os par‚metros. Consulte Modo Menu.

[STOP/RESE T] È usado para parar o motor conectado ou para reinicializar o conversor de freq¸Íncias apÛs um desarme. Pode ser selecionado como Ativo [1] ou Inativo [0], atravÈs do par‚metro 014 Parada/reset local . No Modo display, o display piscar· se a funÁ„o de parada estiver ativada.

o display piscar· se a funÁ„o de parada estiver ativada. NOTA!: Se a tecla [STOP/RESET] estiver

NOTA!:

Se a tecla [STOP/RESET] estiver definida como Inativa [0], no par‚metro 014

Parada/reset local e se n„o houver comando de parada nas entradas digitais ou na comunicaÁ„o serial, o motor sÛ poder· ser parado desconectando-se a tens„o de rede para o conversor de freq¸Íncias.

Introdução ao VLT

2800

[START] È utilizado para dar a partida no conversor de freq¸Íncias. Est· sempre ativa, mas a tecla [STA RT] n„o tem prioridade sobre um comando de parada.

InicializaÁ„o manual Desconecte a alimentaÁ„o da rede elÈtrica.

Mantenha pressionadas as teclas [QUICK MENU]

+ [+] + [CHANGE DATA] enquanto ao mesmo

tempo religa a alimentaÁ„o da rede. Solte as teclas; o conversor de freq¸Íncia foi programado com a configuraÁ„o de f·brica.

Estados da Leitura do display Modo display

de f·brica. ■ Estados da Leitura do display Modo display Em operaÁ„o normal, um item dos

Em operaÁ„o normal, um item dos dados

operacionais pode ser exibido continuamente

‡ escolha do operador. Por meio das teclas

[+/-] podem ser selecionadas as seguintes opÁ ő es no Modo display:

VLT Æ da SÈrie 2800 - Freq¸Íncia de saÌda [Hz] - Corrente de saÌda [A]

VLT Æ da SÈrie 2800

- Freq¸Íncia de saÌda [Hz]

- Corrente de saÌda [A]

- Tens„o de saÌda [V]

- Tens„o do circuito intermedi·rio [V]

- PotÍncia de saÌda [kW]

- Freq¸Íncia de saÌda escalonada f out x p008

Modo menu

de saÌda escalonada f o u t x p008 Modo menu Para acessar o Modo menu

Para acessar o Modo menu as teclas [QUICK MENU]

e [+] devem ser acionadas ao mesmo tempo.

No Modo menu, È possÌvel alterar a maioria dos par‚metros do conversor de freq¸Íncia.

FaÁa a rolagem pelos par‚metros utilizando as teclas [+/-]. Durante a rolagem no Modo menu,

o

n˙mero do par‚metro piscar·.

a rolagem no Modo menu, o n˙mero do par‚metro piscar·. O do motor P M ,

O

do motor P M,N est· programado em 0,75. Para alterar o valor 0,75, deve-se primeiramente acionar

display mostra que o par‚metro 102 PotÍncia

[CHANGE DATA]; o valor do par‚metro poder·, ent„o, ser modificado utilizando as teclas [+/-].

poder·, ent„o, ser modificado utilizando as teclas [+/-]. Se, para um determinado par‚metro, o display exibir

Se, para um determinado par‚metro, o display exibir trÍs pontos ‡ direita, significa que o valor do par‚metro possui mais de trÍs dÌgitos. Para visualizar o valor, acione [CHANGE DATA].

dÌgitos. Para visualizar o valor, acione [CHANGE DATA]. O display mostra que, no par‚metro 128 ProteÁ„o

O display mostra que, no par‚metro 128 ProteÁ„o tÈrmica do motor , a seleÁ„o feita È Desarme por termistor [2].

Menu R·pido

feita È Desarme por termistor [2]. Menu R·pido Utilizando a tecla [QUICK MENU] (Menu R·pido), È

Utilizando a tecla [QUICK MENU] (Menu R·pido), È possÌvel acessar os 12 par‚metros mais importantes

do conversor de freq¸Íncia. Depois de programado, o conversor de freq¸Íncia normalmente est· pronto para funcionar. Quando a tecla [QUICK MENU]

est· ativada no Modo display, o Menu r·pido inicia. FaÁa a rolagem pelo menu r·pido usando as teclas [+/-] e altere os valores de dados pressionando primeiro [CHANGE DATA] e alterando o valor do par‚metro com as teclas [+/-]. Os par‚metros do Quick Menu (Menu R·pido) s„o:

ï Par. 100 ConfiguraÁ„o

ï Par. 101 CaracterÌsticas de torque

ï Par. 102 PotÍncia do motor P M,N

ï Par. 103 Tens„o do motor, U M,N

ï Par. 104 Freq¸Íncia do Motor f M,N

ï Par. 105 Corrente do Motor I M,N

ï Par. 106 Velocidade nominal do motor n M,N

ï Par. 107 AdaptaÁ„o autom·tica do motor

ï Par. 202 Limite superior da freq¸Íncia de saÌda, f MAX

ï Par.203 Intervalo de ReferÍncia

ï Par. 204 ReferÍncia mÌnima, Ref MIN

ï Par. 205 ReferÍncia m·xima, Ref MAX

ï Par. 207 Tempo de aceleraÁ„o

ï Par. 208 Tempo de desaceleraÁ„o

ï Par. 002 OperaÁ„o local/remota

ï Par. 003 ReferÍncia local

Os par‚metros 102 - 106 podem ser obtidos da plaqueta de identificaÁ„o do motor.

Manual Autom·tico Durante a operaÁ„o normal, o conversor de freq¸Íncia est· em modo Autom·tico, no qual o sinal de referÍncia È fornecido externamente, analÛgico ou digital, atravÈs dos terminais de controle. No entanto, no modo Manual, È possÌvel fornecer o sinal de referÍncia localmente atravÈs do painel de controle.

Nos terminais de controle, os seguintes sinais de controle permanecer„o ativos quando o modo Manual for ativado.

ï Hand Start (LCP2)

ï Off Stop (LCP2)

ï Auto Start (LCP2)

ï Reset

ï Coasting Stop Inverse

ï Reset e Coasting Stop Inverse

ï Quick Stop Inverse

ï Stop Inverse

ï Reversing

ï DC Braking Inverse

ï Setup Select LSB

ï Setup Select MSB

ï Thermistor

VLT Æ da SÈrie 2800 ï Precise Stop Inverse ï Precise Stop/Start ï Jog ï

VLT Æ da SÈrie 2800

ï Precise Stop Inverse

ï Precise Stop/Start

ï Jog

ï Stop Command Via Serial Comm.

Alternando entre os modos Autom·tico e Manual:

Ativando a tecla [Change Data] no [Display Mode], o display indicar· o modo do conversor de freq¸Íncia.

o display indicar· o modo do conversor de freq¸Íncia. Role para cima/para baixo para alternar para

Role para cima/para baixo para alternar para o modo Manual:

Role para cima/para baixo para alternar para o modo Manual: Quando o conversor de freq¸Íncia estiver

Quando o conversor de freq¸Íncia estiver em modo Manual, a leitura ser· como esta:

estiver em modo Manual, a leitura ser· como esta: e a referÍncia poder· ser alterada por

e a referÍncia poder· ser alterada por intermÈdio das seguintes teclas:

poder· ser alterada por intermÈdio das seguintes teclas: NOTA!: Observe que o par‡metro 020 pode bloquear
poder· ser alterada por intermÈdio das seguintes teclas: NOTA!: Observe que o par‡metro 020 pode bloquear

NOTA!:

Observe que o par‡metro 020 pode bloquear a escolha do modo.

Ajuste autom·tico do motor O ajuste autom·tico do motor (AMT) È realizado da seguinte forma:

1. No par‚metro 107 Ajuste autom·tico do motor, selecione o valor dos dados [2]. "107" agora piscar· e o "2" n„o piscar·.

2. O AMT È ativado ao pressionar-se start. "107" agora piscar· e traÁos se deslocar„o da esquerda para a direita no campo de valores dos dados.

3. Quando "107" aparecer novamente com o valor dos dados [0], o AMT estar· concluÌdo. Pressione [STOP/RESET] para salvar os dados do motor.

4. "107" ent„o continuar· a piscar com o valor dos dados [0]. Pode-se, ent„o, continuar.

com o valor dos dados [0]. Pode-se, ent„o, continuar. NOTA!: O VLT 2880-2882 n„o tem a

NOTA!:

O VLT 2880-2882 n„o tem a funÁ„o AMT.

Introdução ao VLT

2800

VLT Æ da SÈrie 2800 ■ OperaÁ„o e Visor 001 Idioma   (IDIOMA) Valor: ✭

VLT Æ da SÈrie 2800

OperaÁ„o e Visor

001

Idioma

 

(IDIOMA)

Valor:

InglÍs (ENGLISH) Alem„o (DEUTSCH) FrancÍs (FRANCAIS) DinamarquÍs (DANSK) Espanhol (ESPANOL) Italiano (ITALIANO)

[0]

[1]

[2]

[3]

[4]

[5]

Func„o:

Este par‚metro È utilizado para escolher o idioma a ser usado no display sempre que a unidade de controle LCP estiver conectada.

 

Descric„o da selec„o:

 

H· uma opÁ„o dos idiomas mostrados. A programaÁ„o de f·brica pode variar.

 

002

OperaÁ„o local/remota

 

(OPERATION SITE)

Valor:

OperaÁ„o remota (REMOTE) OperaÁ„o local (LOCAL)

[0]

[1]

Func„o:

H· dois modos de operaÁ„o do conversor de freq¸Íncia; OperaÁ„o remota [0] ou OperaÁ„o local [1]. Veja tambÈm o par‚metro 013 Controle local se OperaÁ„o local [1] for escolhida.

Descric„o da selec„o:

Se OperaÁ„o remota [0] for selecionada, o conversor de freq¸Íncia È controlado via:

1. Os terminais de controle ou via comunicaÁ„o serial.

2. A tecla [START]. Entretanto, esta tecla n„o pode ignorar comandos de parada vindos das entradas digitais ou via comunicaÁ„o serial.

3. As teclas [STOP/RESET] e [JOG], desde que estejam ativas.

Se OperaÁ„o local [1], for selecionada, o conversor de freq¸Íncia È controlado via:

1. A tecla [START]. Entretanto, esta tecla n„o pode ignorar comandos de parada vindos das entradas digitais (vide par‚metro 013 Controle local ).

2. As teclas [STOP/RESET] e [JOG], desde que estejam ativas.

3. A tecla [FWD/REV], desde que tenha sido selecionada como par‚metro ativo no par‚metro 016 Revers„o local , e que o par‚metro 013

Controle local tenha sido configurado como Controle local e malha aberta [1] ou Controle local como par‚metro 100 [3]. O par‚metro 200 Gama da freq¸Íncia de saÌda È configurado para Ambas as direÁ ő es .

4. Par‚metro 003 ReferÍncia local onde a referÍncia pode ser configurada usando-se as teclas [+] e [-].

5. Um comando de controle externo que pode ser conectado ‡s entradas digitais (vide o par‚metro 013 Controle local ).

NOTA!:

NOTA!:

As teclas [JOG] e [FWD/REV] est„o localizadas na unidade de controle LCP.

003

ReferÍncia local

 

(LOCAL REFERENCE)

Valor:

O par. 013 Controle local deve ser programado

para [1] ou [2]:

0-f MAX (par. 202)

50 Hz

O par. 013 Controle local deve ser programado

para [3] ou [4]. Ref MIN - Ref MAX (par. 204-205)

0,0

Func„o:

Neste par‚metro, a referÍncia local pode ser programada manualmente. A unidade de mediÁ„o da referÍncia local depende da configuraÁ„o selecionada no par‚metro 100 ConfiguraÁ„o .

Descric„o da selec„o:

Para que a referÍncia local possa ser protegida, o par‚metro 002 OperaÁ„o local/remota deve ser programado como OperaÁ„o local [1]. A referÍncia local pode ser programada via comunicaÁ„o serial.

004

Setup ativo

 

(ACTIVE SETUP)

Valor:

Setup de f·brica (FACTORY SETUP)

[0]

Setup 1 (SETUP 1)

[1]

Setup 2 (SETUP

2)

[2]

Setup 3 (SETUP

3)

[3]

Setup 4 (SETUP

4)

[4]

Setup M˙ltiplo (MULTI SETUP)

[5]

= programaÁ„o de f·brica. () = texto no display [] = Valores utilizados para a comunicaÁ„o atravÈs da porta serial.

12

MG.28.A9.28 - VLT È uma marca registrada da Danfoss

VLT Æ da SÈrie 2800 Func„o: O Setup par‚metro ativo È selecionado aqui. Todos os

VLT Æ da SÈrie 2800

Func„o:

O Setup par‚metro ativo È selecionado aqui. Todos os par‚metros podem ser programados em quatro Setups de par‚metros individuais. Pode-se alternar entre Setups neste par‚metro por meio da entrada digital ou da comunicaÁ„o serial.

Descric„o da selec„o:

O Setup de F·brica [0] contÈm os valores da configuraÁ„o de f·brica. Setup 1-4 [1]-[4] s„o quatro Setups individuais que podem ser selecionados ‡ medida que for necess·rio. O Setup m˙ltiplo [5] È utilizado onde se necessita alternar, por controle remoto, entre os quatro Setups atravÈs de uma entrada digital ou pela comunicaÁ„o serial.

005 ConfiguraÁ„o da programaÁ„o

(EDIT SETUP)

Valor:

ConfiguraÁ„o de f·brica (FACTORY SETUP)

[0]

ConfiguraÁ„o 1 (SETUP

1)

[1]

ConfiguraÁ„o 2 (SETUP

2)

[2]

ConfiguraÁ„o 3 (SETUP

3)

[3]

ConfiguraÁ„o 4 (SETUP

4)

[4]

ConfiguraÁ„o Ativa (ACTIVE SETUP)

[5]

Func„o:

VocÍ pode selecionar a ConfiguraÁ„o que deseja programar durante a operaÁ„o (aplicado atravÈs do painel de controle e da porta de comunicaÁ„o serial). … possÌvel, por exemplo, programar ConfiguraÁ„o 2 [2], enquanto a ConfiguraÁ„o ativa est· definida como ConfiguraÁ„o 1 [1] no par‚metro 004 ConfiguraÁ„o Ativa .

006 CÛpia da configuraÁ„o

(SETUP COPY)

Valor:

Sem cÛpia (NO COPY)

[0]

Copiar para ConfiguraÁ„o 1 a partir de # (COPY TO SETUP 1)

[1]

Copiar para ConfiguraÁ„o 2 a partir de # (COPY TO SETUP 2)

[2]

Copiar para ConfiguraÁ„o 3 a partir de # (COPY TO SETUP 3)

[3]

Copiar para ConfiguraÁ„o 4 a partir de # (COPY TO SETUP 4)

[4]

Copiar para todas as ConfiguraÁ ő es a partir de # (COPY TO ALL)

[5]

Func„o:

VocÍ pode copiar a partir da ConfiguraÁ„o ativa selecionada no par‚metro 005 ConfiguraÁ„o da programaÁ„o para a ConfiguraÁ„o ou ConfiguraÁ ő es selecionadas neste par‚metro.

ou ConfiguraÁ ő es selecionadas neste par‚metro. NOTA!: SÛ È possÌvel copiar na Parada (motor parado

NOTA!:

SÛ È possÌvel copiar na Parada (motor parado relacionado a um comando de parada).

Descric„o da selec„o:

A cÛpia È iniciada quando a funÁ„o de cÛpia

requerida houver sido selecionad a e a tecla [OK]/[CHANGE DATA] houver sido pressionada. O andamento da cÛpia È indicado no display.

007

CÛpia via LCP

 

(LCP COPY)

Programação

Valor:

Descric„o da selec„o:

 

Nenhuma cÛpia (NO COPY) FaÁa o upload de todos os par‚metros (UPL. ALL PAR.) FaÁa o download de todos os par‚metros (DWNL. ALL PAR.) FaÁa o download dos par‚metros que s„o independentes do tamanho (DWNL.OUTPIND.PAR.)

[0]

ProgramaÁ„o de F·brica [0] contÈm os dados programados na f·brica e podem ser usados como fonte de dados, se as outras ConfiguraÁ ő es tiverem que ser resetadas para um estado conhecido. ConfiguraÁ„o 1-4 [1]-[4] s„o ConfiguraÁ ő es individuais que podem ser livremente programadas durante a operaÁ„o. Se ConfiguraÁ„o Ativa [5] for

[1]

[2]

[3]

selecionada, a ConfiguraÁ„o programada ser· igual ao par‚metro 004 ConfiguraÁ„o Ativa .

 
 

Func„o:

 

O

par‚metro 007 LCP copy È utilizado quando

NOTA!: se deseja usar a funÁ„o de cÛpia integral do LCP 2. Esta funÁ„o È

NOTA!:

se deseja usar a funÁ„o de cÛpia integral do LCP 2. Esta funÁ„o È utilizada quando se deseja copiar todos as configuraÁ ő es dos par‚metros de um conversor de freq¸Íncias para o outro, transferindo o painel de controle LCP 2.

 

Se os dados forem modificados ou copiados para a ConfiguraÁ„o ativa, as modificaÁ ő es tÍm um efeito imediato na operaÁ„o da unidade.

= programaÁ„o de f·brica. () = texto no display [] = Valores utilizados para a comunicaÁ„o atravÈs da porta serial.

MG.28.A9.28 - VLT È uma marca registrada da Danfoss

 

13

VLT Æ da SÈrie 2800 Descric„o da selec„o: Selecione Fazer o upload de todos os

VLT Æ da SÈrie 2800

Descric„o da selec„o:

Selecione Fazer o upload de todos os par‚metros [1]

para transferir todos os valores de par‚metros para

o painel de controle. Selecione Fazer o download

de todos os par‚metros [2], se todos os valores de par‚metros transferidos precisarem ser copiados no conversor de freq¸Íncias ao qual o painel de controle est· conectado. Selecione Fazer download dos par. que s„o independentes de tamanho. [3], para copiar somente os par‚metros independentes de tamanho. … utilizado ao fazer o download para um conversor de freq¸Íncias com um valor de potÍncia nominal diferente daquele que deu origem ‡ configuraÁ„o de par‚metros.

daquele que deu origem ‡ configuraÁ„o de par‚metros. NOTA!: O upload/download sÛ pode ser realizado no

NOTA!:

O upload/download sÛ pode ser realizado no modo de parada.O download s o m e n t e

pode ser feito para um conversor de freq¸Íncias que tenha um software com a mesma vers„o. Consulte o par‚metro 626 Num. de identificaÁ„o do banco de dados.

008 Escala da freq¸Íncia de saÌda no display

(FREQUENCY SCALE)

Valor:

0.01 - 100.00

1.00

Func„o:

Neste par‚metro È selecionado o fator pelo qual

a freq¸Íncia de saÌda deve ser multiplicada. O

valor È exibido na tela, desde que os par‚metros 009-012 Leitura no display tenham sido configurados para Freq¸Íncia de saÌda x escala [5].

Descric„o da selec„o:

Configurar o fator de escala desejado.

009 Leitura grande do display

(DISPLAY LINE 2)

Valor:

Nenhuma leitura (NONE)

[0]

ReferÍncia resultante [%] (REFERENCE [%])

[1]

ReferÍncia resultante [unidade] (REFERENCE [UNIT])

[2]

Feedback [unidade] (FEEDBACK [UNIT])

[3]

Freq¸Íncia [Hz] (FREQUENCY [HZ])

[4]

Freq¸Íncia de saÌda x escala (FREQUENCY X SCALE)

[5]

Corrente do motor [A] (MOTOR CURRENT [A])

[6]

Torque [%] (TORQUE [%])

[7]

PotÍncia [kW] (POWER

[KW])

[8]

PotÍncia [HP] (POWER

[HP][US])

[9]

Tens„o do motor [V] (MOTOR VOLTAGE [V])

[11]

Tens„o do barramento CC [V] (DC LINK VOLTAGE [V])

[12]

Carga tÈrmica no motor [%] (MOTOR THERMAL [%])

[13]

Carga tÈrmica [%] (FC. THERMAL [%])

[14]

Horas em funcionamento [Horas] (RUNNING HOURS [HOURS])

[15]

Entrada digital [Bin] (DIGITAL INPUT [BIN])

[16]

Entrada analÛgica 53 [V] (ANALOG INPUT 53 [V])

[17]

Entrada analÛgica 60 [mA] (ANALOG INPUT 60 [MA])

[19]

ReferÍncia de pulso [Hz] (PULSE REF. [HZ])

[20]

ReferÍncia externa [%] (EXTERNAL REF. [%])

[21]

Status word [Hex] (STATUS WORD [HEX])

[22]

Temperatura do dissipador de calor [ C] (HEATSINK TEMP [ C])

[25]

Alarm word [Hex] (ALARM WORD [HEX])

[26]

Control word [Hex] (CONTROL WORD [HEX]) [27]

Warning word [Hex] (WARNING WORD [HEX]) [28]

Status word estendida [Hex] (EXT. STATUS [HEX])

[29]

AdvertÍncia do opcional de comunicaÁ„o (COMM OPT WARN [HEX]) [30] Contagem de pulsos

[31]

(PULSE COUNTER)

Func„o:

Neste par‚metro È possÌvel selecionar o valor dos dados que deseja exibir na linha 2 do display da unidade de controle LCP 2, quando o conversor de freq¸Íncia estiver ligado. O display tambÈm ser· incluÌdo na barra de rolagem no modo display. Nos par‚metros 010-012 Leitura do display , È possÌvel selecionar outros trÍs valores de dados, que ser„o exibidos na linha 1 do display.

Descric„o da selec„o:

Sem leitura somente pode ser selecionado nos par‚metros 010-012 Leitura pequena do display .

ReferÍncia resultante [%] estabelece, na forma de porcentagem, a referÍncia resultante, na faixa compreendida entre ReferÍncia mÌnima, Ref MIN e a ReferÍncia m·xima, Ref MAX .

= programaÁ„o de f·brica. () = texto no display [] = Valores utilizados para a comunicaÁ„o atravÈs da porta serial.

14

MG.28.A9.28 - VLT È uma marca registrada da Danfoss

VLT Æ da SÈrie 2800 ReferÍncia [unidade] estabelece a referÍncia resultante, em Hz, em Malha

VLT Æ da SÈrie 2800

ReferÍncia [unidade] estabelece a referÍncia resultante, em Hz, em Malha aberta . Em Malha fechada , a unidade da referÍncia È selecionada no par‚metro 416 Unidades de processo .

Feedback [unidade] d· o valor do sinal resultante ao utilizar a unidade/escala selecionada no par‚metro 414 Feedback mÌnimo, FB LOW , 415 Feedback m·ximo, FB HIGH e 416 Unidades de processo .

Freq¸Íncia [Hz] fornece a freq¸Íncia de saÌda do conversor de freq¸Íncia.

Freq¸Íncia de saÌda x escala [-] È igual ‡ freq¸Íncia de saÌda atual f M multiplicada pelo fator definido no par‚metro 008 Display da escala de freq¸Íncias de saÌda .

Corrente do motor [A] fornece a corrente de fase do motor medida como valor eficaz.

Torque [%] indica a carga atual do motor com relaÁ„o ao torque nominal do motor.

PotÍncia [kW] fornece a potÍncia instant‚nea, em kW, que o motor est· consumindo.

PotÍncia [HP] fornece a potÍncia instant‚nea, em HP, que o motor est· consumindo.

Tens„o do motor [V] d· a tens„o fornecida ao motor.

Tens„o do barramento CC [V] fornece a tens„o no circuito intermedi·rio do conversor de freq¸Íncia.

Carga tÈrmica do motor [%] fornece a carga tÈrmica calculada/estimada no motor. 100%

È o limite de corte.

Carga tÈrmica [%] fornece a carga tÈrmica calculada/estimada no conversor de freq¸Íncias. 100% È o limite de corte.

Horas em funcionamento [Horas] forn ece as horas de funcionamento do motor, desde o ˙ltimo reset no par‚metro 619 Reset do contador de horas de funcionamento .

Entrada digital [CÛdigo bin· rio] fornece o status do sinal das 5 entradas digitais (18, 19, 27, 29 e 33).

O terminal 18 corresponde ao bit mais ‡ esquerda.

ë0í = sem sinal, ë1í = sina l conectado.

Entrada analÛgica 53 [V ] fornece o valor da tens„o no terminal 53.

Entrada analÛgica 60 [mA] fornece o valor da corrente atual no terminal 60.

ReferÍncia de pulso [Hz] fornece a referÍncia, em Hz, conectada ao terminal 33.

ReferÍncia externa [%] fornece a soma das referÍncias externas, na forma de porcentagem, (a soma da comunicaÁ„o analÛgica/impulso/digital) na faixa de ReferÍncia mÌnima, Ref MIN atÈ a ReferÍncia m·xima, Ref MAX .

Status word [Hex] fornece uma ou v·rias condiÁ ő es de status, em hexadecimal. Consulte ComunicaÁ„o serial no Guia de Design , para informaÁ ő es adicionais.

Temp. do dissipador de calor [ C] fornece a temperatura atual do dissipador de calor do conversor de freq¸Íncia. O limite de corte È 90-100 C, e a unidade sÛ È ativada novamente em 70 ± 5 C.

Alarm word [Hex] fornece um ou v·rios alarmes em cÛdigo hexadecimal. Consulte ComunicaÁ„o serial no Guia de Design , para informaÁ ő es adicionais.

Control word [Hex] fornece a control word do conversor de freq¸Íncia. Consulte ComunicaÁ„o serial no Guia de Design , para informaÁ ő es adicionais.

Warning word [Hex] fornece uma ou v·rias advertÍncias, em hexadecimal. Consulte ComunicaÁ„o serial no Guia de Design , para informaÁ ő es adicionais.

Status word estendida [Hex] fornece um ou v·rios modos de status, em cÛdigo hexadecimal. Consulte ComunicaÁ„o serial no Guia de Design , para informaÁ ő es adicionais.

Programação

AdvertÍncia do opcional de comunicaÁ„o [Hex] fornece uma warning word se ocorrer uma falha no barramento de comunicaÁ„o. Ativo somente se os opcionais de comunicaÁ„o estiverem instalados. Caso n„o haja opcionais de comunicaÁ„o, ser· exibido 0 Hex.

Contagem de pulsos fornece o n˙mero de pulsos registrados pela unidade.

010 Linha 1.1 pequena do display

(DISPLAY LINE 1.1)

Valor:

Consulte o par. 009 Leitura grande do display Entrada analÛgica 53 [V] [17]

Func„o:

Neste par‚metro, o primeiro de trÍs valores de dados pode ser selecionado para ser exibido no

= programaÁ„o de f·brica. () = texto no display [] = Valores utilizados para a comunicaÁ„o atravÈs da porta serial.

MG.28.A9.28 - VLT È uma marca registrada da Danfoss

15

VLT Æ da SÈrie 2800 display da unidade de controle LCP, linha 1, posiÁ„o 1.

VLT Æ da SÈrie 2800

display da unidade de controle LCP, linha 1, posiÁ„o 1. Essa funÁ„o È ˙til, por exemplo, ao configurar o regulador do PID, uma vez que ela fornece uma exibiÁ„o das reaÁ ő es do processo ‡s alteraÁ ő es da referÍncia. A leitura do display È ativada pressionando-se a tecla [DISPLAY STATUS].

Descric„o da selec„o:

Consulte o par‚metro 009 Leitura grande do display .

011 Leitura pequena no display 1,2

(DISPLAY LINE 1.2)

Valor:

Vide o par‚metro 009 Leitura grande no display Corrente do motor [A][6]

Func„o:

Veja a descriÁ„o funcional mostrada no par‚metro 010 Leitura pequena no display .

Descric„o da selec„o:

Vide o par‚metro 009 Leitura grande no display .

012 Leitura pequena 1.3 do display

(DISPLAY LINE 1.3)

Valor:

Consulte o par‚metro 009 Leitura grande do display Feedback [unidade] [3]

Func„o:

Consulte a descriÁ„o funcional fornecida no par‚metro 010 Leitura pequena do display .

Descric„o da selec„o:

Consulte o par‚metro 009 Leitura grande do display .

013

Controle local

 

(LOC CTRL/CONFIG.)

Valor:

[0]

Controle local e malha aberta sem compensaÁ„o de escorregamento (LOC CTRL/OPEN LOOP) [1] Controle operado remotamente e malha aberta sem compensaÁ„o de escorregamento.

[2]

Local n„o ativo (DISABLE)

(LOC+DIG CTRL) Controle local como par‚metro 100 (LOC CTRL/AS P100)

(LOC+DIG CTRL/AS P100)

[3]

Controle operado remotamente como par‚metro 100

[4]

Func„o:

Este È o local posiÁ„o onde a funÁ„o requerida

È selecionada se, no par‚metro 002 OperaÁ„o

local/remota, OperaÁ„o local [1] tiver sido escolhida.

Descric„o da selec„o:

Se for selecionado Local n„o ativo [0], n„o ser· possÌvel estabelecer uma referÍncia por meio do par‚metro 003 ReferÍncia local .

A fim de ativar uma mudanÁa para Local n„o ativo

[0], o par‚metro 002 OperaÁ„o local/remota deve

estar programado como OperaÁ„o remota [0].

Controle local e malha aberta [1] È utilizado no caso da velocidade do motor precisar ser programada por meio do par‚metro 003 ReferÍncia local . Quando esta escolha for feita, o par‚metro 100 ConfiguraÁ„o automaticamente alternar· para RegulaÁ„o de velocidade, malha aberta [0].

Controle operado remotamente e malha aberta [2] funcionam da mesma maneira que Controle local e malha aberta [1]; entretanto, o conversor de freq¸Íncia pode ser tambÈm controlado atravÈs das entradas digitais.

Controle local como par‚metro 100 [3] È usado quando a velocidade do motor tiver que ser programada por meio do par‚metro 003 ReferÍncia local , mas s e m que o par‚metro 100 ConfiguraÁ„o alterne automaticamente para RegulaÁ„o de velocidade, malha aberta [0].

Controle operado remotamente como par‚metro 100 [4] funciona da mesma forma que Controle local como par‚metro 100 [3]; entretanto, o conversor de freq¸Íncia pode ser tambÈm controlado atravÈs das entradas digitais.

Alternar de OperaÁ„o remota para OperaÁ„o local no par‚metro 002 OperaÁ„o loca l/remota , enquanto este par‚metro tiver sido programado para Controle operado remotamente e malha aberta [1]:

A freq¸Íncia atual do motor e o s entido da rotaÁ„o

ser„o mantidos. Se o sentido de rotaÁ„o atual n„o

responder ao sinal de revers„o (referÍncia negativa),

a referÍncia ser· programad a como 0.

Alternar de OperaÁ„o local para OperaÁ„o remota no par‚metro 002 Controle local/remoto , durante o perÌodo em que este par‚metro estiver programado como Contr ole operado remotamente e malha aberta [1]: A programaÁ„o selecionada no par‚metro 100 ConfiguraÁ„o continuar· ativa. A transiÁ„o s er· suave.

= programaÁ„o de f·brica. () = texto no display [] = Valores utilizados para a comunicaÁ„o atravÈs da porta serial.

16

MG.28.A9.28 - VLT È uma marca registrada da Danfoss

VLT Æ da SÈrie 2800 Alternar de Controle remoto para Controle local no par‚metro 002

VLT Æ da SÈrie 2800

Alternar de Controle remoto para Controle local no par‚metro 002 OperaÁ„o local/remota , durante o perÌodo em que este par‚metro estiver programado para Controle operado remotamente como par‚metro 100 [4]: a referÍncia atual ser· mantida. Se

o sinal de referÍncia for negativo, a referÍncia local ser· programada para 0.

Alternar de OperaÁ„o local para OperaÁ„o remota no par‚metro 002 OperaÁ„o local/remota , durante o perÌodo em que este par‚metro estiver programada para OperaÁ„o remota : A referÍncia local ser· substituÌda pelo sinal de referÍncia operado remotamente.

014

Parada local

 

(LOCAL STOP)

Valor:

N„o ativa (DISABLE)

[0]

Ativa (ENABLE)

[1]

Func„o:

Neste par‚metro, a tecla local [STOP] pode

ser ativada ou desativada no painel de controle

e no painel de controle LCP.

Descric„o da selec„o:

Se N„o ativa [0] for selecionada neste par‚netro,

a tecla [STOP] ficar· desativada.

neste par‚netro, a tecla [STOP] ficar· desativada. NOTA!: Se N„o ativa [0] for selecionada, o motor

NOTA!:

Se N„o ativa [0] for selecionada, o motor n„o poder· ser parado atravÈs da tecla [STOP].

016

Revers„o local

 

(LOCAL REVERSING)

Valor:

N„o ativa (DISABLE)

[0]

Ativa (ENABLE)

[1]

Func„o:

Neste par‚metro vocÍ pode selecionar/desselecionar

a funÁ„o de revers„o no painel de controle LCP.

A tecla sÛ pode ser usada se o par‚metro 002

OperaÁ„o local/remota estiver configurado como OperaÁ„o local [1] e se o par‚metro 013 Controle local como Controle local, malha aberta [1] ou Controle local como par‚metro 100 [3].

Descric„o da selec„o:

Se Desativar [0] houver sido selecionado neste par‚metro, a tecla [FWD/REV] ser· desativada. Veja tambÈm o par‚metro 200 Gama da freq¸Íncia de saÌda .

017 InicializaÁ„o local

(LOCAL RESET)

Valor:

N„o ativa (DISABLE) Ativa (ENABLE)

[0]

[1]

Func„o:

Neste par‚metro, a funÁ„o de reinicializaÁ„o do painel de controle pode ser ativada/desativada.

Descric„o da selec„o:

Se N„o ativa [0] for selecionado neste par‚metro,

a funÁ„o de reinicializaÁ„o ficar· inativa.

015 Jog local

(LOCAL JOGGING)

Valor:

N„o ativa (DISABLE)

[0]

Ativa (ENABLE)

[1]

ativa (DISABLE) [ 0 ] Ativa (ENABLE) [ 1 ] NOTA!: Selecione N„o ativa [0], apenas

NOTA!:

Selecione N„o ativa [0], apenas se um sinal externo de reinicializaÁ„o tiver sido conectado atravÈs das entradas digitais.

018 Bloquear contra alteraÁ„o dos dados

(DATA CHANGE LOCK)

Valor:

Func„o:

Neste par‚metro, a funÁ„o jog no painel de contorle LCP pode ser ativada/desativada.

 

N„o bloqueado (NOT LOCKED) Bloqueado (LOCKED)

[0]

Descric„o da selec„o:

 

[1]

Se N„o ativa [0] for selecionado neste par‚metro,

 

a

tecla [JOG] ficar· desativada.

 

Func„o:

 

Neste par‚metro, È possÌvel íbloquearí os

controles para desabilitar alteraÁ ő es de dados por meio das teclas de controle.

 
 

= programaÁ„o de f·brica. () = texto no display [] = Valores utilizados para a comunicaÁ„o atravÈs da porta serial.

MG.28.A9.28 - VLT È uma marca registrada da Danfoss

 

17

Programação

VLT Æ da SÈrie 2800 Descric„o da selec„o: Se Bloqueado [1] for selecionado, as alteraÁ

VLT Æ da SÈrie 2800

Descric„o da selec„o:

Se Bloqueado [1] for selecionado, as alteraÁ ő es de dados nos par‚metros n„o poder„o ser efetuadas; entretanto, ainda ser· possÌvel fazer alteraÁ ő es de dados atravÈs da comunicaÁ„o serial. O par‚metro 009-012 Leitura do display pode ser alterado via painel de controle.

019 Modo de operaÁ„o na energizaÁ„o, na operaÁ„o local

(POWER UP ACTION)

Valor:

ReinicializaÁ„o autom·tica, use referÍncia gravada

(AUTO RESTART) Parada forÁada, use referÍncia gravada (LOCAL=STOP) Parada forÁada, define a ref. para 0 (LOCAL=STOP, REF=0)

[0]

[1]

[2]

Func„o:

ConfiguraÁ„o do modo de operaÁ„o necess·rio quando a tens„o da rede elÈtrica est· conectada. Esta funÁ„o sÛ pode ser ativada se OperaÁ„o local [1] tiver sido selecionada no par‚metro 002 OperaÁ„o local/remota .

Descric„o da selec„o:

Partida autom·tica, use a ref. gravada [0] È selecionado se o conversor de freq¸Íncias for iniciado utilizando a referÍncia local (definida no par‚metro 003 ReferÍncia local ) e o estado de start/stop tiver sido fornecido, por meio das teclas de controle, imediatamente antes de uma queda de energia elÈtrica. Parada forÁada, utilize a ref. gravada [1] È selecionado se o conversor de freq¸Íncia tiver que permanecer parado quando a rede elÈtrica estiver ativada, atÈ que a tecla [START] seja acionada. Depois de um comando de partida, a velocidade do motor È acelerada atÈ o valor da referÍncia gravada no par‚metro 003 ReferÍncia local . Parada forÁada, ref. definida em 0 [2] È selecionado se o conversor de freq¸Íncias tiver que permanecer parado quando a tens„o da rede elÈtrica for restabelecida. Par‚metro 003 ReferÍncia local deve ser zerado.

Par‚metro 003 ReferÍncia local deve ser zerado. NOTA!: Em operaÁ„o remota (par‚metro 002 OperaÁ„o

NOTA!:

Em operaÁ„o remota (par‚metro 002 OperaÁ„o local/remota ) o estado

partida/parada, no momento da conex„o ‡ rede elÈtrica, depender· dos sinais de controle externos. Se for selecionado Pulso de partida [8] no par‚metro 302 Entrada digital , o motor permanecer·

parado apÛs a conex„o ‚ rede elÈtrica.

020 OperaÁ„o manual

(HAND OPERATION)

Valor:

Inativa (DISABLE)

[0]

Ativa (ENABLE)

[1]

Func„o:

Neste par‚metro pode-se selecionar a possibilidade de alternar ou n„o entre o modo Autom·tico e

o Manual. No modo Autom·tico, o conversor

de freq¸Íncias È controlado por sinais externos,

enquanto no modo Manual ele È controlado por meio de uma referÍncia local diretamente da unidade de controle.

Descric„o da selec„o:

Se no par‚metro Inativo for selecionado [0], o modo Manual ficar· inativo. Se em Ativo for selecionado

[1], ser· possivel alternar entre o modo Autom·tico

e o Manual. Consulte a seÁ„o Unidade de Controle para obter informaÁ ő es adicionais.

024

Userdefined Quick Menu

 

(USER QUICKMENU)

Valor:

Not active (DISABLE)

[0]

Active (ENABLE)

[1]

Func„o:

Neste par‡metro vocÍ pode optar pela configuraÁ„o padr„o da tecla Quick menu no painel de controle

e no painel de controle LCP 2.

Usando esta funÁ„o, no par‡metro 025 Quick Menu setup o usu·rio pode selecionar atÈ 20 par‡metros para a tecla Quick Menu.

Descric„o da selec„o:

Se not active [0] for selecionado, a configuraÁ„o padr„o da tecla Quick Menu estar· ativa. Se Active [1] for selecionado, o Quick Menu definido pelo usu·rio estar· ativo.

= programaÁ„o de f·brica. () = texto no display [] = Valores utilizados para a comunicaÁ„o atravÈs da porta serial.

18

MG.28.A9.28 - VLT È uma marca registrada da Danfoss

VLT Æ da SÈrie 2800 025 Setup do Menu R·pido   (SETUP DO MENU R£PIDO)

VLT Æ da SÈrie 2800

025

Setup do Menu R·pido

 

(SETUP DO MENU R£PIDO)

Valor:

[Index 1 - 20] Valor: 0 - 999

000

Func„o:

Neste par‚metro definem-se quais par‚metros s„o necess·rios ao Menu R·pido, quando o

par‚metro 024 Menu R·pido definido pelo usu·rio

¥

estiver estabelecido como Ativo [1]. ¬

AtÈ 20 par‚metros podem ser selecionados para

o Menu R·pido definido pelo usu·rio.

ser selecionados para o Menu R·pido definido pelo usu·rio. NOTA!: Observe que este par‚metro sÛ pode

NOTA!:

Observe que este par‚metro sÛ pode ser definido usando-se um painel de controle LCP 2. Consulte Formul·rio de colocaÁ„o de pedido .

Descric„o da selec„o:

O Menu R·pido È configurado da seguinte forma:

1. Selecione o par‚metro 025 Setup do Menu R·pido e pressione [CHANGE DATA].

2. Index 1 indica o primeiro par‚metro no Menu R·pido. … possÌvel fazer a rolagem dos n˙meros do Ìndice utilizando as teclas [+ / -]. Selecione Index 1.

3. Utilizando [<>] vocÍ pode fazer a rolagem entre os trÍs n˙meros. Pressione a tecla [<] uma vez e o ˙ltimo dÌgito do n˙mero do par‚metro pode ser selecionado usando as teclas [+ / -]. Defina o Index 1 como 100, para o par‚metro 100 ConfiguraÁ„o .

4. Pressione [OK] quando o Index 1 tiver sido definido como 100.

5. Repita as etapas 2 a 4 atÈ que t odos os par‚metros obrigatÛrios tenham sido definidos para a tecla Quick Menu.

6. Pressione [OK] para concluir a configuraÁ„o

do Menu R·pido. Se o par‚metro 100 ConfiguraÁ„o for selecionado no Index 1, o Menu R·pido ser· iniciado com esse par‚metro sempre que o Menu R·pido for ativado.

Observe que o par‚metro 024 Menu R·pido definido pelo usu·rio e o par‚metro 025 Setup do Menu R·pido s„o reinicializados para os valores definidos pela f·brica, durante a inicializaÁ„o.

Programação

= programaÁ„o de f·brica. () = texto no display [] = Valores utilizados para a comunicaÁ„o atravÈs da porta serial.

MG.28.A9.28 - VLT È uma marca registrada da Danfoss

19

VLT Æ da SÈrie 2800 ■ Carga e motor 100 ConfiguraÁ„o (CONFIGURA« O) Valor: ✭

VLT Æ da SÈrie 2800

Carga e motor

100 ConfiguraÁ„o

(CONFIGURA« O)

Valor:

Controle de velocidade, malha aberta (SPEED OPEN LOOP) Controle de velocidade, malha fechada (SPEED CLOSED LOOP) Controle de processo, malha fechada (PROCESS CLOSED LOOP)

[0]

[1]

[3]

Func„o:

Este par‚metro È utilizado para selecionar a configuraÁ„o para a qual o conversor de freq¸Íncia deve ser adaptado. Isto simplifica a adaptaÁ„o para uma determinada aplicaÁ„o, porque os par‚metros que n„o forem utilizados na configuraÁ„o em quest„o estar„o sombreados (n„o ativos).

Descric„o da selec„o:

Caso Controle de velocidade, malha aberta [0] for selecionado, È obtido controle de velocidade normal (sem sinal de feedback) com compensaÁ„o autom·tica de carga e de escorregamento para garantir uma velocidade constante com cargas variadas. As compensaÁ ő es est„o ativas, mas podem ser desativadas no par‚metro 134 LOAD COMPENSATION e par‚metro 136 SLIP COMPENSATION conforme necess·rio.

Se Controle de velocidade, malha fechada [1] for selecionado, È obtida melhor precis„o de velocidade. Um sinal de feedback deve ser adicionado e o regulador PID deve ser definido no grupo de par‚metros 400 FunÁ ő es especiais .

Caso Controle do processo, malha fechada [3] seja selecionado, o regulador interno de processo ser· ativado, permitindo o controle preciso de um processo em relaÁ„o a um determinadodado sinal de processo. O sinal de processo pode ser programado na unidade do processo em quest„o ou como uma porcentagem. Deve ser adicionado um sinal de feedback do processo e o regulador de processo deve ser programado no grupo de par‚metros 400 FunÁ ő es especiais . Processo, malha fechada n„o estar· ativo se uma placa DeviceNet estiver montada e a inst‚ncia 20/70 ou 21/71 for escolhida no par‚metro 904 Tipos de inst‚ncias .

101 CaracterÌsticas de torque

(TORQUE CHARACT)

Valor:

Torque constante (TORQUE CONSTANTE)

[1]

Torque vari·vel baixo (TORQUE: BAIXO)

[2]

Torque vari·vel mÈdio (TORQUE: M…D)

[3]

Torque vari·vel alto (TORQUE: ALTO)

[4]

Torque vari·vel baixo com partida CT (VT LOW CT START)

[5]

Torque vari·vel mÈdio com partida CT (VT MED CT START)

[6]

Torque vari·vel alto com partida CT (VT HIGH CT START)

[7]

Modo motor especial (MODO MOTOR ESPECIAL)

[8]

CT = Torque constante

Func„o:

Este par‚metro permite a escolha do princÌpio de adaptaÁ„o da relaÁ„o U/f do conversor de freq¸Íncia para a caracterÌstica do torque da carga. Consulte par. 135 RelaÁ„o U/f.

Descric„o da selec„o:

Se Torque constante [1] estiver selecionado, È obtida uma caracterÌstica U/f dependente da carga, em que a tens„o de saÌda e a freq¸Íncia de saÌda s„o aumentadas, com os aumentos de carga, de modo a manter constante a magnetizaÁ„o do motor.

Selecione Torque vari·vel baixo [2], Torque vari·vel mÈdio [3] ou Torque vari·vel alto [4], se a carga for quadrada (bombas centrÌfugas, ventiladores). Torque vari·vel - baixo com partida CT [5], - mÈdio com partida CT [6] ou alto com partida CT [7], devem ser selecionados, se for exigido um torque de partida maior que aquele que pode ser obtido com as trÍs primeiras caracterÌsticas mencionadas.

obtido com as trÍs primeiras caracterÌsticas mencionadas. NOTA!: A compensaÁ„o de carga e de escorregamento n„o

NOTA!:

A compensaÁ„o de carga e de escorregamento

n„o estar„o ativadas se o torque vari·vel ou

o modo especial do motor forem selecionados.

= programaÁ„o de f·brica. () = texto no display [] = Valores utilizados para a comunicaÁ„o atravÈs da porta serial.

20

MG.28.A9.28 - VLT È uma marca registrada da Danfoss

VLT Æ da SÈrie 2800 Selecione Modo motor especial [8], se uma configuraÁ„o U/f especial

VLT Æ da SÈrie 2800

VLT Æ da SÈrie 2800 Selecione Modo motor especial [8], se uma configuraÁ„o U/f especial for

Selecione Modo motor especial [8], se uma configuraÁ„o U/f especial for requerida e que deva ser adaptada ao motor atual. Os "pontos de quebra" s„o definidos nos par‚metros 423-428 Tens„o/freq¸Íncia .

definidos nos par‚metros 423-428 Tens„o/freq¸Íncia . NOTA!: Note que se um valor definido nos par‚metros

NOTA!:

Note que se um valor definido nos par‚metros 102-106 da placa de identificaÁ„o for alterado, haver· uma mudanÁa autom·tica nos par‚metros 108 ResistÍncia do estator e 109 Reat‚ncia do estator .

102 PotÍncia do motor P M,N

(MOTOR POWER)

Valor:

0,25 - 22 kW

Depende da unidade

Func„o:

VocÍ deve definir aqui um valor de potÍncia [kW] P M,N , que corresponda ‡ potÍncia nominal do motor. A f·brica programa um valor de potÍncia nominal [kW] P M,N , que depende do tipo de unidade.

Descric„o da selec„o:

Selecione um valor igual ao da placa de identificaÁ„o do motor. As programaÁ ő es de um tamanho abaixo e um tamanho acima da programaÁ„o de f·brica s„o possÌveis.

103 Tens„o do motor U M,N

(MOTOR VOLTAGE)

Valor:

Para as unidades de 200 V: 50 - 999 V

Para as unidades de 400 V: 50 - 999 V

230 V

400 V

Func„o:

Aqui È configurada a tens„o nominal do motor U M,N para a ligaÁ„o estrela Y ou delta .

Descric„o da selec„o:

Selecione um valor que corresponda aos dados da placa de identificaÁ„o do motor, independente da tens„o de alimentaÁ„o do conversor de freq¸Íncia.

104 Freq¸Íncia do motor f M,N

(MOTOR FREQUENCY)

Valor:

24-1000 Hz

60 Hz

Func„o:

Aqui È selecionada a freq¸Íncia nominal do motor f M,N .

Descric„o da selec„o:

Selecione um valor que corresponda aos dados da placa de identificaÁ„o do motor.

105 Corrente do motor I M,N

(MOTOR CURRENT)

Valor:

0,01 - I MAX

Depende da escolha do motor

Func„o:

A corrente nominal do motor I M,N faz parte dos c·lculos das caracterÌsticas do conversor de freq¸Íncia, ou seja, do torque e da proteÁ„o tÈrmica do motor.

Programação

Descric„o da selec„o:

Selecione um valor que corresponda aos dados da placa de identificaÁ„o do motor. Programe a corrente do motor I M,N levando em conta se o motor est· conectado em estrela Y ou em delta .

106

Velocidade nominal do motor

 

(MOTOR NOM. SPEED)

Valor:

100 - f M,N x 60 (max. 60000 rpm) Depende do par‚metro 104 Freq¸Íncia do motor, f M,N

Func„o:

Este È o local onde se estabelece o valor que corresponde ‡ velocidade nominal do motor n M,N , que pode ser obtido da plaqueta de identificaÁ„o.

= programaÁ„o de f·brica. () = texto no display [] = Valores utilizados para a comunicaÁ„o atravÈs da porta serial.

MG.28.A9.28 - VLT È uma marca registrada da Danfoss

21

VLT Æ da SÈrie 2800 Descric„o da selec„o: Selecione um valor que corresponda aos dados

VLT Æ da SÈrie 2800

Descric„o da selec„o:

Selecione um valor que corresponda aos dados da plaqueta de identificaÁ„o do motor.

aos dados da plaqueta de identificaÁ„o do motor. NOTA!: O valor m·x. È igual a f

NOTA!:

O valor m·x. È igual a f M,N x 60. f M,N

a ser programado no par‚metro 104 Freq¸Íncia do motor, f M,N .

107 Ajuste autom·tico do motor, AMT

(AUTO MOTOR TUN.)

Valor:

OtimizaÁ„o desligada (AMT DESLIGADO) OtimizaÁ„o ligada (AMT START)

desligada (AMT DESLIGADO) OtimizaÁ„o ligada (AMT START) NOTA!: O AMT n„o È possÌvel no VLT 2880-82

NOTA!:

O AMT n„o È possÌvel no VLT 2880-82

[0]

[2]

Func„o:

O ajuste autom·tico do motor È um algoritmo

que mede a resistÍncia do estator R S sem que

o eixo do motor gire. Isto significa que o motor n„o est· aplicando qualquer torque.

O AMT pode ser usado de forma benÈfica na

inicializaÁ„o das unidades quando os usu·rios desejam otimizar o ajuste do conversor de freq¸Íncia no motor que est· sendo usado. … usado particularmente quando a programaÁ„o de f·brica n„o abrange suficientemente o motor.

Para obter-se o melhor ajuste possÌvel do conversor de freq¸Íncia, recomenda-se que o AMT seja realizado em um motor frio. Deve-se observar que as repetidas execuÁ ő es do AMT podem causar um aquecimento do motor, resultando em um aumento na resistÍncia do estator R S . Via de regra, no entanto, isso n„o È um problema.

O AMT È realizado da seguinte forma:

I n i c i a r o A M T :

1. Dar um sinal STOP.

2. O par‡metro 107 Ajuste autom·tico do motor È configurado no valor [2] OtimizaÁ„o ligada .

3. … dado um sinal START e o par‡metro 107 Ajuste autom·tico do motor ser· reinicializado para [0 ] quando o AMT tiver sido concluÌdo.

C o n c l u i r o A M T :

O

AMT È concluÌdo dando-se um sinal RESET.

O

par‡metro 108 ResistÍncia do estator, Rs È

atualizado com o valor otimizado.

I n t e rr o m p e n d o o A M T :

O AMT pode ser interrompido durante o procedimento

de otimizaÁ„o, dando-se um sinal STOP.

Ao usar a funÁ„o AMT, os seguintes pontos devem ser observados:

- Para que o AMT possa definir o melhor possÌvel os par‡metros do motor, devem ser digitados nos par‡metros 102 a 106 os dados corretos da placa de identificaÁ„o do motor conectado ao conversor de freq¸Íncia.

- Aparecer„o alarmes no display, caso surjam falhas durante o ajuste do motor.

- Via de regra, a funÁ„o AMT poder· medir os valores R S dos motores que s„o 1 a 2 vezes maiores ou menores do que o tamanho nominal do conversor de freq¸Íncia.

- Para interromper o ajuste autom·tico do motor, pressione a tecla [STOP/RESET].

ajuste autom·tico do motor, pressione a tecla [STOP/RESET]. NOTA!: O AMT n„o pode ser realizado em

NOTA!:

O AMT n„o pode ser realizado em motores conectados em paralelo, nem podem ser

feitas alteraÁ ő es na configuraÁ„o enquanto

o

AMT estiver sendo realizado.

O

p r o c e d i m e n t o d e A M T c o n t r o l a d o a p a rt i r d o S L C P :

Consulte a seÁ„o Unidade de controle .

Descric„o da selec„o:

Selecione OtimizaÁ„o ligada [2] para que o conversor de freq¸Íncia realize um ajuste autom·tico do motor.

108

ResistÍncia do estator R S

 

(STATOR RESISTAN)

Valor:

0,000 - X,XXX

Depende da escolha do motor

Func„o:

Depois de programar os par‚metros 102-106 Dados da placa de identificaÁ„o, uma sÈrie de ajustes de v·rios par‚metros È automaticamente

efetuada, inclusive para a resistÍncia do estator R S . Um R S manualmente introduzido deve ser aplicado a um motor frio. O desempenho no eixo pode ser melhorado com um ajuste fino de R S

e X S , vide o procedimento abaixo.

= programaÁ„o de f·brica. () = texto no display [] = Valores utilizados para a comunicaÁ„o atravÈs da porta serial.

22

MG.28.A9.28 - VLT È uma marca registrada da Danfoss

VLT Æ da SÈrie 2800 NOTA!: Par‚metros 108 ResistÍncia do estator R S e 109

VLT Æ da SÈrie 2800

VLT Æ da SÈrie 2800 NOTA!: Par‚metros 108 ResistÍncia do estator R S e 109 Reat‚ncia

NOTA!:

Par‚metros 108 ResistÍncia do estator R S e 109 Reat‚ncia do estator X S n„o devem ser

normalmente alterados se os dados da placa de identificaÁ„o houverem sido programados.

Descric„o da selec„o:

R S pode ser programado da seguinte forma:

117

Amortecimento de resson‚ncia

 

(RESONANCE DAMPING)

Valor:

OFF - 100% OFF %.

[OFF - 100] [OFF]

Func„o:

O amortecimento de resson‚ncia pode ser

otimizado no modo CT. O grau da influÍncia

1. Utilize a programaÁ„o de f·brica de R S que o

È

ajustado neste par‚metro.

prÛprio conversor de freq¸Íncia escolhe com base

O

valor pode ser definido entre 0% (OFF) e 100%.

nos dados da placa de identificaÁ„o do motor

100% corresponde a 50% de reduÁ„o na relaÁ„o U/F.

2. O valor È definido pelo fornecedor do motor.

3. O valor È obtido atravÈs de mediÁ„o manual:

R S pode ser calculado medindo a resistÍncia R PHASE-PHASE entre dois bornes de fase. Onde R PHASE-PHASE È menor que 1-2 Ohms (normalmente para motores > 5,5 kW, 400 V), dever· ser utilizado um ohmÌmetro especial (ponte de Thomson ou similar). R S = 0,5 x R PHASE-PHASE .

4. R S È automaticamente definido quando o AMT for completado. Vide par‚metro 107 AdaptaÁ„o autom·tica do motor.

109

Reat‚ncia do estator X S

 

(STATOR REACTANCE)

Valor:

0,00 - X.XX

Depende da escolha do motor

Func„o:

ApÛs configurar os par‚metros 102-106 Dados da plaqueta de identificaÁ„o , È feita uma sÈrie de ajustes de diversos par‚metros, automaticamente, inclusive da reat‚ncia do estator X S . O desempenho no eixo pode ser melhorado com um ajuste fino da R S e da X S ; consulte o procedimento a seguir.

Descric„o da selec„o:

X S pode ser programado da seguinte forma:

1. O valor È definido pelo fornecedor do motor.

2. O valor È obtido efetuando-se mediÁ ő es manuais, X S È conseguido conectando um motor ‡ rede elÈtrica e medindo a fase entre a tens„o de fase U M e a corrente de repouso I Φ .

tens„o de fase U M e a corrente de repouso I Φ . X L :

X L : Consulte o par‚metro 142.

3. Utilize as configuraÁ ő es de f·brica para X S que o prÛprio conversor de freq¸Íncia seleciona, com base nos dados da plaqueta de identificaÁ„o do motor.

O valor padr„o È OFF.

ConfiguraÁ ő es internas (fixas):

O filtro de resson‚ncia È ativado para velocidades

a partir de 10% da velocidade nominal.

Nesse caso, 5Hz e acima. Velocidade para o nÌvel de fluxo ir de 0 ao nominal: 500 ms Velocidade para o fluxo de nÌvel ir do valor nominal a 0: 500ms

DescriÁ„o de funcionalidade:

O filtro monitora a corrente do motor ativo e

altera a tens„o do motor de acordo com a figura abaixo. O filtro reage em nÌveis relativos

‡ corrente nominal do motor. Programação
corrente nominal do motor.
Programação
relativos ‡ corrente nominal do motor. Programação Se a corrente do motor ativo estiver abaixo de
relativos ‡ corrente nominal do motor. Programação Se a corrente do motor ativo estiver abaixo de

Se a corrente do motor ativo estiver abaixo de 10%,

a tens„o do motor ser· diminuÌda pela velocidade

mencionada acima, atÈ que atinja a definiÁ„o no par‚metro 117. Se a corrente do motor ativo ultrapassar os 20%, a tens„o ser· aumentada pela velocidade mencionada acima. Se a corrente do motor ativo atingir 40%, a tens„o do motor ser· aumentada imediatamente para seu nÌvel normal.

= programaÁ„o de f·brica. () = texto no display [] = Valores utilizados para a comunicaÁ„o atravÈs da porta serial.

MG.28.A9.28 - VLT È uma marca registrada da Danfoss

23

VLT Æ da SÈrie 2800 A reduÁ„o na tens„o do motor depende da definiÁ„o no

VLT Æ da SÈrie 2800

A reduÁ„o na tens„o do motor depende da definiÁ„o no par‚metro 117.

Descric„o da selec„o:

Defina o grau de influÍncia da corrente do motor [Imact] na relaÁ„o U/F entre 0% (OFF) e 100%. 100% corresponde a 50% de reduÁ„o na relaÁ„o U/F. O valor padr„o È OFF.

119 Alto torque de partida

(HIGH START TORQ.)

Valor:

0,0 - 0,5 seg

0,0 seg

Func„o:

Para assegurar um alto torque de partida È permitido um valor de aprox. 1.8 x I INV. durante um m·ximo de 0,5 seg. A corrente, no entanto, est· limitada pelo limite de seguranÁa do (inversor do) conversor de freq¸Íncia. 0 seg corresponde a nenhum alto torque de partida.

Descric„o da selec„o:

Defina durante quanto tempo È necess·rio um alto torque de partida.

120 Retardo da partida

(START DELAY)

Valor:

0,0 - 10,0 seg.

0,0 seg.

Func„o:

Este par‚metro ativa um retardo no tempo da partida depois que as condiÁ ő es da partida houverem sido satisfeitas. Quando o tempo houver transcorrido, a freq¸Íncia de saÌda comeÁar· a acelerar atÈ atingir a referÍncia.

Descric„o da selec„o:

Programe o tempo necess·rio antes de iniciar a aceleraÁ„o.

121 FunÁ„o da partida

(START FUNCTION)

Valor:

RetenÁ„o CC durante o tempo de retardo da partida

(DC

HOLD/DELAY TIME)

[0]

Freio CC durante o tempo de retardo da partida

(DC

BRAKE/DELAY TIME)

[1]

Movimento por inÈrcia durante o tempo de

retardo da partida (COAST/DELAY TIME)

[2]

Freq¸Íncia/tens„o de partida no sentido hor·rio (CLOCKWISE OPERATION) [3] Freq¸Íncia/tens„o de partida na sentido da

[4]

referÍncia (VERTICAL OPERATION)

Func„o:

Aqui È selecionado o estado desejado durante

o retardo da partida (par‚metro 120 Tempo de retardo da partida ).

Descric„o da selec„o:

Selecione RetenÁ„o CC durante o tempo de retardo da partida [0] para energizar o motor com uma tens„o de retenÁ„o CC durante o tempo de retardo da partida. Programe a tens„o no par‚metro 137 Tens„o de retenÁ„o CC .

Escolha Freio CC durante o tempo de retardo

da partida [1] para energizar o motor com uma tens„o de freio CC durante o tempo de retardo da partida. Programe a tens„o no par‚metro

132 Tens„o do freio CC .

Escolha Movimento por inÈrcia durante o tempo de retardo da partida [2] e o motor n„o ser· controlado pelo conversor de freq¸Íncia durante o tempo de retardo da partida (inversor desligado).

Escolha Freq¸Íncia/tens„o de partida no sentido hor·rio [3] para obter a funÁ„o descrita no par‚metro

130 Freq¸Íncia de partida e 131 Tens„o de partida

durante o tempo de retado da partida. Independente do valor assumido pelo sinal de referÍncia, a freq¸Íncia de saÌda iguala-se ‡ programaÁ„o do par‚metro 130 Freq¸Íncia de partida e a tens„o de saÌda corresponder· ‡ programaÁ„o do par‚metro 131 Tens„o de partida . Esta funcionalidade È normalmente utilizada em aplicaÁ ő es com guindastes. Ela È usada especialmente em aplicaÁ ő es de motores com armaÁ„o em cone, em que o sentido da rotaÁ„o deve iniciar no sentido hor·rio, seguida pela rotaÁ„o no sentido da referÍncia.

Selecione Freq¸Íncia/tens„o de partida na direÁ„o da referÍncia [4] para obter a funÁ„o des crita no par‚metro 130 Freq¸Íncia de partida e 131 Tens„o de partida durante o tempo de retardo da partida.

A direÁ„o da rotaÁ„o do motor seguir· sempre na

direÁ„o da referÍncia. Se o sinal de referÍncia for igual a zero, a freq¸Íncia de saÌda ser· igual a 0 Hz, enquanto que a tens„o de saÌda corresponder· ‡ programaÁ„o do par‚metro 131 Tens„o de partida .

Se o sinal de referÍncia for diferente de zero, a

= programaÁ„o de f·brica. () = texto no display [] = Valores utilizados para a comunicaÁ„o atravÈs da porta serial.

24

MG.28.A9.28 - VLT È uma marca registrada da Danfoss

VLT Æ da SÈrie 2800 freq¸Íncia de saÌda ser· igual ao par‚metro 130 Freq¸Íncia de

VLT Æ da SÈrie 2800

freq¸Íncia de saÌda ser· igual ao par‚metro 130 Freq¸Íncia de partida e a tens„o de saÌda ser· igual ao par‚metro 131 Tens„o de partida . Esta funcionalidade È normalmente usada em aplicaÁ ő es de guindastes com contra-peso. Ela È usada especialmente em aplicaÁ ő es de motores com armaÁ„o em cone. O motor com armaÁ„o em cone pode se partir pelo uso do par‚metro 130 Freq¸Íncia de partida e do par‚metro 131 Tens„o de partida .

122 FunÁ„o na parada

(FUNCTION AT STOP)

Valor:

Parada por inÈrcia (COAST) RetenÁ„o em CC (DC HOLD)

[0]

[1]

Func„o:

… o local onde se seleciona a funÁ„o do conversor de freq¸Íncia depois que a freq¸Íncia de saÌda ficou menor que o valor do par‚metro 123 Freq¸Íncia mÌnima para ativaÁ„o da funÁ„o na parada ou apÛs um comando de parada ou quando a freq¸Íncia de saÌda for desacelerada para 0 Hz.

Descric„o da selec„o:

Selecione Parada por inÈrcia [0] se o conversor de freq¸Íncia tiver que íliberarí o motor (inversor desligado).

Selecione RetenÁ„o em CC [1] se o par‚metro 137 Tens„o de retenÁ„o CC precisar ser ativado.

137 Tens„o de retenÁ„o CC precisar ser ativado. NOTA!: Se o par‚metro 123 for definido com

NOTA!:

Se o par‚metro 123 for definido com um valor muito alto e a retenÁ„o em CC tiver

sido selecionada no par‚metro 122, a freq¸Íncia de saÌda saltar· diretamente para o valor no par‚metro 123 sem acelerar. Isto poder·

originar um alerta / alarme de sobrecorrente.

126 Tempo de frenagem CC

(DC

BRAKING TIME)

Valor:

0 - 60 seg.

10 seg

Func„o:

Este par‚metro define o tempo de frenagem CC no qual o par‚metro 132 Tens„o de frenagem CC deve ser ativado.

Descric„o da selec„o:

Programe o tempo desejado.

127 Freq¸Íncia de ativaÁ„o para o freio DC

(DC BRAKE CUT-IN)

Valor:

0.0 (OFF) - par. 202 Limite m·ximo da freq¸Íncia de saÌda, f MAX

OFF

Func„o:

Neste par‚metro, È ajustado uma freq¸Íncia de ativaÁ„o para o freio DC, o qual deve estar ligado a um comando de parada.

123 Freq¸Íncia mÌnima para ativar a funÁ„o na parada

(MIN.F.FUNC.STOP)

Descric„o da selec„o:

Ajuste a frequencia desejada

Valor:

0,1 - 10 Hz

0,1 Hz

128 ProteÁ„o tÈrmica do motor

(MOT.THERM PROTEC)

Func„o:

Valor:

Este par‚metro define a freq¸Íncia de saÌda em que a funÁ„o selecionada no par‚metro 122 FunÁ„o na parada deve ser ativada.

Descric„o da selec„o:

Defina a freq¸Íncia de saÌda desejada.

da selec„o: Defina a freq¸Íncia de saÌda desejada. NOTA!: Se o par‚metro 123 for definido com

NOTA!:

Se o par‚metro 123 for definido com um valor maior que no par‚metro 130, ent„o

a funÁ„o de partida retardada (par‚metros 120 e 121) ser· ignorada.

Sem proteÁ„o (NO PROTECTION)

[0]

AdvertÍncia de termistor (THERMISTOR WARN)

[1]

Desarme por termistor (THERMISTOR TRIP)

[2]

AdvertÍncia de ETR 1 (ETR WARNING

1)

[3]

Desarme por ETR 1 (ETR TRIP 1) [4]

AdvertÍncia de ETR 2 (ETR WARNING 2)

[5]

Desarme por ETR 2 (ETR TRIP 2) [6]

AdvertÍncia de ETR 3 (ETR WARNING 3)

Desarme por ETR 3 (ETR TRIP 3) [8]

[7]

AdvertÍncia de ETR 4 (ETR WARNING 4)

[9]

= programaÁ„o de f·brica. () = texto no display [] = Valores utilizados para a comunicaÁ„o atravÈs da porta serial.

MG.28.A9.28 - VLT È uma marca registrada da Danfoss

25

Programação

VLT Æ da SÈrie 2800 Desarme por ETR 4 (ETR TRIP 4) [ 1 0

VLT Æ da SÈrie 2800

Desarme por ETR 4 (ETR TRIP 4)

[10]

Func„o:

O conversor de freq¸Íncia pode monitorar a

temperatura do motor de duas formas diferentes:

- Via termistor PTC acoplado ao motor. O termistor È conectado entre o terminal 50 (+10 V) e um dos terminais de entrada digital 18, 19, 27 ou 29. Consulte o par‚metro 300 Entradas digitais .

- C·lculo da carga tÈrmica (ETR - RelÈ TÈrmico EletrÙnico), com base na carga atual e no tempo. Este c·lculo È comparado com a corrente nominal do motor I M,N e com a freq¸Íncia nominal do motor f M,N . Os c·lculos levam em conta a necessidade de uma carga menor em velocidades baixas devido ‡ reduÁ„o da ventilaÁ„o interna do motor.

devido ‡ reduÁ„o da ventilaÁ„o interna do motor. As funÁ ő es ETR 1- 4 somente

As funÁ ő es ETR 1- 4 somente comeÁam a calcular

a carga depois que se alternar para o Setup em

que elas foram selecionadas. Isto significa que

È possÌvel utilizar a funÁ„o ETR inclusive ao alternar entre dois ou mais motores.

Descric„o da selec„o:

Selecione Sem proteÁ„o [0] se n„o desejar a

ocorrÍncia de uma advertÍncia ou desarme quando

o motor estiver sobrecarregado.

Selecione AdvertÍncia do termistor [1] caso queira

receber uma advertÍncia quando o thermistor conectado esquentar em demasia. Selecione Desarme por termistor [2] caso se deseje um desarme quando o termistor conectado esquentar em demasia. Selecione AdvertÍncia de ETR 1-4 caso seja necess·ria uma advertÍncia quando o motor estiver sobrecarregado, de acordo com os c·lculos. TambÈm

È possÌvel programar o conversor de freq¸Íncia para enviar um sinal de advertÍncia atravÈs de uma das saÌdas digitais. Selecione Desarme por ETR 1-4 caso se deseje um desarme quando o motor estiver sobrecarregado, de acordo com os c·lculos.

o motor estiver sobrecarregado, de acordo com os c·lculos. NOTA!: Esta funÁ„o n„o protege os motores

NOTA!:

Esta funÁ„o n„o protege os motores individuais no caso de motores ligados em paralelo.

130 Freq¸Íncia de partida

(START FREQUENCY)

Valor:

0,0 - 10,0 Hz

0,0 Hz

Func„o:

A freq¸Íncia da partida È ativada durante o tempo definido no par‚metro 120 Retardo na partida , apÛs um comando de partida. A freq¸Íncia de saÌda ísaltar·í para o prÛximo valor prÈ-definido. Alguns motores do tipo de rotor cÙnico precisam de uma tens„o / freq¸Íncia de partida adicional (reforÁo) na partida de forma a desengatar o freio mec‡nico. Para este propÛsito, s„o utilizados os par‚metros

130 Freq¸Íncia de partida e 131 Tens„o inicial .

Descric„o da selec„o:

Defina a freq¸Íncia de partida necess·ria. Como prÈ-condiÁ„o, o par‚metro 121 FunÁ„o na partida deve estar definido como Freq¸Íncia/tens„o de partida no sentido hor·rio [3] ou Freq¸Íncia/tens„o de partida na direÁ„o da referÍncia [4] e que no par‚metro 120 Retardo de partida tenha sido definido um tempo e que um sinal de referÍncia esteja presente.

um tempo e que um sinal de referÍncia esteja presente. NOTA!: Se o par‚metro 123 for

NOTA!:

Se o par‚metro 123 for definido com um valor maior que no par‚metro 130, ent„o

a funÁ„o de partida retardada (par‚metros

120 e 121) ser· ignorada.

131 Tens„o de partida

(INITIAL VOLTAGE)

Valor:

0,0 - 200,0 V

0,0 V

Func„o:

Tens„o de partida est· ativa durante o tempo programado no par‚metro 120 Retardo na partida , apÛs um comando de partida. Este par‚metro pode ser usado, por exemplo, em aplicaÁ ő es de levantamento/abaixamento (motores de rotor cÙnico).

Descric„o da selec„o:

Programe a tens„o necess·ria para desengatar o freio mec‚nico. Presume-se que o par‚metro 121

= programaÁ„o de f·brica. () = texto no display [] = Valores utilizados para a comunicaÁ„o atravÈs da porta serial.

26

MG.28.A9.28 - VLT È uma marca registrada da Danfoss

VLT Æ da SÈrie 2800 FunÁ„o na partida , tenha sido programado como Freq¸Íncia/tens„o de

VLT Æ da SÈrie 2800

FunÁ„o na partida , tenha sido programado como Freq¸Íncia/tens„o de partida no sentido hor·rio [3] ou Freq¸Íncia/tens„o de partida na direÁ„o da referÍncia [4] e que no par‚metro 120 Retardo de partida tenha sido programado um tempo e que um sinal de referÍncia esteja presente.

A d v e r t Í n c i a : S e h o u v e r e x a g e r o n o u s o d a t e n s „ o d e p a r t i d a , i s t o p o d e l e v a r a u m e x c e s s o d e e n e r g i z a Á „ o e

a u m s u p e r a q u e c i m e n t o d o m o t o r e o c o n v e r s o r

r a q u e c i m e n t o d o m o

d e f r e q ¸ Í n c i a p o d e p a ra r d e f u n c i o n a r.

132 Tens„o de frenagem CC

(DC BRAKE VOLTAGE)

Valor:

0 - 100% da tens„o m·x. de frenagem CC