Você está na página 1de 9
Escola Secundária de Alcochete ÁREA de INTEGRAÇÃO - MÓD. I ANO LETIVO 2016/17 Prof.ª Lúcia

Escola Secundária de Alcochete

ÁREA de INTEGRAÇÃO - MÓD. I

Escola Secundária de Alcochete ÁREA de INTEGRAÇÃO - MÓD. I ANO LETIVO 2016/17 Prof.ª Lúcia Carvalho

ANO LETIVO 2016/17

Prof.ª Lúcia Carvalho

Escola Secundária de Alcochete ÁREA de INTEGRAÇÃO - MÓD. I ANO LETIVO 2016/17 Prof.ª Lúcia Carvalho
Escola Secundária de Alcochete ÁREA de INTEGRAÇÃO - MÓD. I ANO LETIVO 2016/17 Prof.ª Lúcia Carvalho
Jean Piaget ( 1896 — 1980 ) foi um epistemólogo, considerado o maior expoente do

Jean Piaget (1896 1980) foi um epistemólogo,

considerado o maior

expoente do estudo

desenvolvimento cognitivo.

do

Segundo Piaget, o conhecimento não é inato mas resulta da interação do organismo com o
Segundo Piaget, o conhecimento não é inato mas
resulta da interação do organismo com o meio
O Construtivismo afirma que o desenvolvimento intelectual é
determinado pela relação do sujeito com o meio. O indivíduo não
nasce com uma inteligência racional, mas não pode ser
considerado como um mero dependente dos agentes externos.
O seu desenvolvimento processa-se na sua interação com o
ambiente, dando sequência a fatores internos e externos,
respondendo aos estímulos, analisando, organizando e
construindo o seu conhecimento através de um processo
contínuo de fazer e refazer

Segundo Piaget, as estruturas mentais ou orgânicas que constituem a inteligência, não são inatas nem determinadas pelo meio. Elas são o produto de uma

construção devido às influências do meio e à

capacidade do organismo de ser influenciado e de responder a essas influências.

de ser influenciado e de responder a essas influências. Piaget defende que a relação entre o
de ser influenciado e de responder a essas influências. Piaget defende que a relação entre o

Piaget defende que a relação entre o indivíduo e o meio é uma interação:

o indivíduo recebe influências do

meio porque age sobre ele.

Ao agir sobre o meio o indivíduo deixa também a sua marca no mundo que o rodeia; o agir sobre

os objectos molda-se a si mesmo

- daí se falar em

CONSTRUTIVISMO.

Nas suas reflexões Piaget diverge de Darwin, o qual considerava os organismos essencialmente passivos, dependentes da mutação

organismos essencialmente passivos, dependentes da mutação fortuita e da selecção natural para a sobrevivência.

fortuita e da selecção natural

para a sobrevivência. Para

Piaget, pelo contrário, a adaptação é um processo

dinâmico e contínuo, no qual

a estrutura hereditária do

organismo interage com o meio externo de modo a reconstituir-se, buscando

uma melhor sobrevivência.

Voltando -se da biologia para o estudo do conhecimento, começa a perceber a continuidade

entre a inteligência biológica e o conhecimento

humano . Concluiu então que o conhecimento é uma relação evolutiva entre a criança e o seu meio.

Assim segundo Piaget, a criança reconstrói as

suas ações e ideias em relação com novas experiências ambientais, adaptando-se ao meio que a cerca.

reconstrói as suas ações e ideias em relação com novas experiências ambientais, adaptando-se ao meio que

O desenvolvimento dá-se através do equilíbrio entre a assimilação e a acomodação, resultando em adaptação (do indivíduo ao meio).

Segundo esta formulação, o ser humano, como qualquer outro ser

vivo, assimila os dados que obtém

do exterior, mas uma vez que já tem uma estrutura mental que não

está "vazia", precisa adaptar esses dados à estrutura mental já

existente. O processo de

modificação de si próprio é chamado de acomodação. Este esquema revela que nenhum conhecimento nos chega do

exterior sem que sofra alguma

alteração da nossa parte. Tudo o que aprendemos é influenciado por aquilo que já tínhamos aprendido.

que sofra alguma alteração da nossa parte. Tudo o que aprendemos é influenciado por aquilo que

A inteligência dá-se como um conjunto de processos de

adaptação do indivíduo ao meio. A adaptação ocorre de acordo com três momentos: a assimilação, a acomodação e a equilibração.

A assimilação corresponde ao processo de recepção do ambiente, de todos os tipos de estímulo e informação, organizando-os para, em seguida, os integrar nas formas

ou estruturas existentes no organismo, criando assim

novas estruturas.

A acomodação é o processo que tem por finalidade a

busca e ajustamento às condições novas e mutáveis no

ambiente, de tal modo que os padrões comportamentais

preexistentes são modificados para lidar com as novas informações ou com o feedback das situações externas.

A equilibração ocorre quando se estabelece uma relação de equilíbrio entre o indivíduo e o

meio e dá-se como o resultado da

ação complementar da assimilação e da acomodação.

da ação complementar da assimilação e da acomodação. O indivíduo assimila elementos do meio e, ao
da ação complementar da assimilação e da acomodação. O indivíduo assimila elementos do meio e, ao

O indivíduo assimila elementos do meio e, ao mesmo

tempo, reestrutura-se, reconstrói as suas estruturas

cognitivas, emocionais e/ou comportamentais de

forma a estarem adequadas ao meio envolvente. Este é um processo que não tem fim.

ESTÁDIOS DO DESENVOLVIMENTO COGNITIVO (PIAGET)

ESTÁDIOS DO DESENVOLVIMENTO COGNITIVO (PIAGET)