Você está na página 1de 143

Esta apostila foi elaborada com base a uma compilação de materiais encontrados em outros livros de ensino de português (do Brasil) organizados por distintos autores, bem como, materiais retirados da internet, livros de literatura e de criação própria. Abrange conteúdos que servem para o nível básico e intermediário.

Olá! Tudo bem? Eu me chamo Gisele Silveira, sou do Brasil, mais especificamente da cidade
Olá! Tudo bem? Eu me chamo Gisele Silveira, sou do Brasil, mais especificamente da cidade

Olá! Tudo bem? Eu me chamo Gisele Silveira, sou do Brasil, mais especificamente da cidade de São Paulo. Tenho 28 anos e sou professora de português.

Moro com duas amigas em um apartamento grande e antigo, localizado num bairro chamado Santa Cecília.

Estudo inglês todas as quartas e sextas e dou aulas todos os dias numa escola perto da minha casa.

Gosto muito de ler, de escrever, de ver filmes, de dançar, de caminhar por parques, de viajar e viver a vida com alegria.

Pouco a pouco eu vou apresentar a vocês o meu grupo de amigos e, junto com eles, vamos ensinar-lhes como se comunicar em nosso idioma, o português.

O português do Brasil é um idioma muito bonito e é tão alegre quanto os seus falantes. Mas não é apenas no Brasil que o idioma é falado. A língua portuguesa, com mais de 215 milhões de falantes nativos, é a quinta língua mais falada no mundo e a terceira mais falada no mundo ocidental. Idioma oficial de Portugal, Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Na Argentina, o português é cada vez mais falado. Acontece que muitos brasileiros visitam a Argentina como turistas durante todo o ano, outros se mudam temporariamente a Buenos Aires para estudar e outros são flechados pelo cupido, já que, deixando a rivalidade futebolística de lado, brasileiros e argentinos possuem muitas afinidades. Além disso, por conta do MERCOSUL, os negócios entre ambos os países cresceram muito, profissionais brasileiros visitam a Argentina por negócios e vice versa, e cada vez mais profissionais argentinos sentem necessidade de aprender o português para expandir seus negócios. Sem falar no ritmo contagiante da música brasileira que invade salões de festas, danceterias e academias de ginásticas espalhadas por toda a Argentina. Só falta mesmo a feijoada, porque até mesmo a caipirinha já se fez popular no país vizinho.

Agora é a vez de vocês então VAMOS APRENDER PORTUGUÊS. Não se preocupem, não é um idioma difícil, ainda que, como os demais,, exija dedicação e estudo.

PORTUGUÊS. Não se preocupem, não é um idioma difícil, ainda que, como os demais,, exija dedicação
PORTUGUÊS. Não se preocupem, não é um idioma difícil, ainda que, como os demais,, exija dedicação
PORTUGUÊS. Não se preocupem, não é um idioma difícil, ainda que, como os demais,, exija dedicação

Vou lhes dar algumas dicas para aprender bem o idioma:

1. É importante gostar do idioma;

2. Escutem músicas, vejam filmes, leiam revistas, jornais, sites brasileiros e, se for possível,

correspondam-se por internet com internautas nativos. É uma boa maneira de ampliar o vocabulário;

3. Não tenham vergonha de falar, ainda que, no começo, vocês falem mais PORTUNHOL do

que português. É errando que se aprende;

4. Se houver uma oportunidade, visitem o Brasil, além

de se maravilhar com a beleza e hospitalidade do país

vizinho, vocês poderão escutar português o tempo todo e se verão obrigados a pôr em prática o que estudaram;

 

5.

ESTUDEM. Todo o aprendizado exige um pouco

de

esforço e dedicação, infelizmente não nascemos sabendo

e

tampouco podemos aprender dormindo, assim que

e tampouco podemos aprender dormindo, assim que dediquem algumas horinhas para estudar, fazer os exercícios

dediquem algumas horinhas para estudar, fazer os exercícios propostos, reler os textos e, sempre que surgir dúvida, anotem num caderno e perguntem ao seu professor. Este livro servirá como guia, um portal ao Brasil. Nele vocês encontrarão uma variedade de coisas: música, literatura, textos sobre a cultura brasileira (comida, festas típicas, estilos musicais, cinema, artistas, etc.) e, ainda, textos sobre turismo e negócios. Encontrarão pontos gramaticais necessários para entender o funcionamento da língua e exercícios para aperfeiçoar, aclarar e memorizá-los.

Meus amigos e eu vamos estar sempre presentes, falando um pouco de nossas vidas e de nosso país.

falando um pouco de nossas vidas e de nosso país. Sejam persistentes e não desistam no

Sejam persistentes e não desistam no meio do caminho.

Estou muito contente em encontrar vocês aqui.

Ânimo, persistência, alegria e lembrem-se: quem impõe o limite somos nós mesmos, assim que ADIANTE!

Sejam muito BEM-VINDOS AO MEU BRASIL BRASILEIRO.

lembrem-se: quem impõe o limite somos nós mesmos, assim que ADIANTE! Sejam muito BEM-VINDOS AO MEU
1. FONÉTICA 5 2. ACENTOS GRÁFICOS 7 3. ALFABETO 7 4. LEITURA: CECÍLIA MEIRELES 8

1. FONÉTICA

5

2. ACENTOS GRÁFICOS

7

3. ALFABETO

7

4. LEITURA: CECÍLIA MEIRELES

8

5. MÚSICA: O ABECEDARIO DA XUXA

10

6. QUEM É O ARTISTA? XUXA

11

COMO PRONUNCIAR CORRETAMENTE AS PALABRAS EM PORTUGUÊS? Palavras terminadas em “E” (sem acento) – pronunciam-se

COMO PRONUNCIAR CORRETAMENTE AS PALABRAS EM PORTUGUÊS?

Palavras terminadas em “E” (sem acento) – pronunciam-se como “I” (no singular e no plural)

E

ÁRVORE

NEVE

ELE

PERTENCE

Palavras terminadas em “O” (sem acento) – pronunciam-se como “U” (no singular e no plural)

MENINO

CIGARRO

PORCO

SUCESSO

MORTO

Palavras terminadas em “E”, com acento, pronunciam-se de acordo com o acento que leva.

CAFÉ

CHULÉ

CAFUNÉ

LÉGUAS

CADÊ

VOCÊ

Palavras terminadas em “O”, com acento, pronunciam-se de acordo com o acento que leva.

AVÓ

AVÔ

Sílabas AL-EL-IL-OL-UL – Pronuncia-se a “L” como “U”

ANIMAL

CARNAVAL

ALMA

CALMA

ÚLTIMO

FACULDADE

MEL

Palavras com “TE”, “DE”, “TI”, “DI”.

TARDE

DENTE

IDADE

PAREDE

TERNAMENTE

Palavras com “R”, “RR”

RATO

RETO

RIO

DENSAMENTE

DIÁRIO

FORTE

LEITE

ANTES

DIA

OPORTUNIDADE

ANTIGAMENTE

TIO

ANTÍTESIS

ROMA

ARREPENDER

RUA

BARRIGA

TERRA

CARRO

Palavras com “R” entre vogais

FERA

MENTIRA

PAREDE

AROMA

Palavras com “CH”

CHÁ

CHEIRO

CHORAR

CHINELO

CHUVA

Palavras com “Ç”, pronunciam-se S CAÇA

Palavras com “S” e “SS”

AÇUCAR

PRAÇA

CORAÇÃO

CRIANÇA

CANÇÕES

SAPATO

SOLDADO

ASSÉDIO

ISSO

SEMANA

SUOR

PÉSSIMO

SINAL

PÁSSARO

ASSUNTO

Palavras com “S” entre vogais e palavras com “Z”

 

ASA

BRASIL

AMIZADE

CASA

COISINHA

ZELADOR

MESA

PESO

COZINHA

Palavras com “B” e “V” BALA

Palavras com “G” e “J”

VALSA

BELA

VELA

BICA

VIDA

BOA

VOA

GALINHA

GORDO

JEITO

GENTE

GULOSO

JIBÓIA

GINÁSTICA JUNTOS

JANELA

JOGO

Palavras com “LH” e “NH”

TOALHA

MENININHA

MULHER

BANHEIRO

FILHO

NINHO

Palavras com “X” Pode ser pronunciada de diferentes maneiras:

- como s: texto, excelente, máximo, excesso, auxílio, próximo.

- como z: exibir, existir, exato, exemplo. Exame, êxito.

- como chá (S): enxame, coxa, enxada, baixo, Xuxa, caixa, xarope, abacaxi, paixão.

- como kAs: táxi, intoxicação, sexo, conexão, maxilar

Para que servem os acentos? O acento gráfico se caracteriza por marcar a sílaba tônica

Para que servem os acentos?

O acento gráfico se caracteriza por marcar a sílaba tônica (sílaba mais forte) de algumas palavras. É o acento

da escrita. Na língua portuguesa, os acentos gráficos empregados são:

Acento Agudo (´): 1. Utiliza-se sobre as letras A, I, U e sobre o E da seqüência -EM, indicando que essas letras representam as vogais das sílabas tônicas, ou seja, que devem ser pronunciadas mais forte. 2. Utiliza-se sobre as letras E e O, indicando que representam as vogais tônicas com timbre aberto. Exemplos: Pará, ambíguo, saúde, vintém Exemplos: pé, jacaré, fé, pó, bóia, avó. Acento Grave (‘): Indica as diversas possibilidades de crase da preposição “A” com artigos e pronomes. Exemplos: à, às, àquele Acento Circunflexo (^): Indica que as letras E e O representam vogais tônicas, com timbre fechado. Pode surgir sobre a letra A, que representa a vogal tônica, normalmente diante de M, N ou NH. Exemplos: mês, bêbado, vovô, tâmara, sândalo, cânhamo (topo de erva). Trema ( ¨ ): Indica que a letra U representa semivogal nas seqüências gue, gui; que, qui, ou seja, é pronunciada. Exemplos: agüentar, lingüiça, cinqüenta, tranqüilo. Til (~): Indica que as letras A e O representam vogais nasais. Exemplos: balão, irmão, põe, corações.

Exemplos: bal ã o, irm ã o , p õ e, coraç õ es. O alfabeto

O alfabeto português tem vinte e seis letras.

Há três que só se usam em casos especiais, como nomes, palavras de origem estrangeira, abreviaturas e sinais:

K (“cá”) – km (quilometro).

W (“dábliu”) – kw (quilowatt), Walter, Wiliam.

Y ( “ípsilon”) – delivery, Yasmin.

A

B

C (cê) – cebola, cara

D

E

F

G

H (agá) - hora, humano

I (i) - igreja

J (jota) – jornal

K

L

M

(a) - árvore (bê) – bola, beijo

(dê) – dedo, dado (ê) - elefante (éfi) - flor (gê) – gato, gente

(cá) - km (eli) - lápis (emi) - menina

(eni) - navio (ó) - olho

P (pê) - panela

O

N

Q

R

S

T

U (u) - uva

V (vê) – vela

W (dábliu) – Wiliam.

X

Y

Z

(quê) - queijo (erri) - roupa (essi) - sapato (tê) touro

(xis) – xícara (ipsilon) - Yara (zê) - zero

Hora de praticar o que aprendemos A CHÁCARA DO CHICO BOLACHA (CECÍLIA MEIRELES) Na chácara

Hora de praticar o que aprendemos

A CHÁCARA DO CHICO BOLACHA (CECÍLIA MEIRELES)

Na chácara do Chico Bolacha

o que se procura

nunca se acha.

Por isso, com Chico Bolacha

o que se procura nunca se acha.

Quando chove muito, Chico brinca de barco porque a Chácara vira charco.

Quando não chove nada,

Dizem que a Chácara do Chico só tem chuchu

e um cachorro coxo

que se chama Caxambu.

Chico trabalha com a enxada

Outras coisas, ninguém procure

e

logo se machuca

porque não se acha,

e

fica com a mão inchada.

coitado do Chico Bolacha.

BOLHAS (CECÍLIA MEIRELES) Olha a bolha d’água no galho! Olha o orvalho! Olha a bolha de vinho na rolha! Olha a bolha! Olha a bolha na mão que trabalha

Olha a bolha de sabão na ponta da palha brilha, espelha e se espalha Olha a bolha! Olha a bolha que molha a mão do menino:

A

bolha de chuva na calha!

O

CHÃO E O PÃO (CECÍLIA MEIRELES)

O

chão

O

grão

O

grão no chão

O

pão

O

pão e a mão

A

mão no pão

O

pão na mão

O

pão no chão ?

Não.

A AVÓ DO MENINO (CECÍLIA MEIRELES)

A avó

A avó

vive só.

vive só.

Na casa da avó

Mas se o neto meninó

o

galo Liró

Mas se o neto Ricardó

faz “cocorocó!”

Mas se o neto travessó

A

avó bate pão-de-ló

Vai à casa da vovó,

E

anda um vento-t-o-tó

Os dois jogam dominó.

Na cortina de filó.

A LÍNGUA DO NHEM (CECÍLA MEIRELES) Havia uma velhinha que andava aborrecida pois dava a sua vida para falar com alguém.

E estava sempre em casa

a boa velhinha

resmungando sozinha:

nhem-nhem-nhem-nhem-

nhem-nhem

O gato que dormia

no canto da cozinha escutando a velhinha, principiou também

a

miar nessa língua

e

se ela resmungava,

o

gatinho a acompanhava:

nhem-nhem-nhem-nhem-

nhem-nhem

Depois veio o cachorro da casa da vizinha, pato, cabra e galinha de cá, de lá, de além,

e todos aprenderam

a falar noite e dia naquela melodia

nhem-nhem-nhem-nhem-

nhem-nhem

De modo que a velhinha que muito padecia por não ter companhia nem falar com ninguém,

ficou toda contente,

pois mal a boca abria tudo lhe respondia:

nhem-nhem-nhem-nhem-

nhem-nhem

O SONHO E A FRONHA (CECÍLIA MEIRELES)

Sonho risonho na fronha de linho.

Sonho risonho na fronha de linho.

Na fronha de linho,

Na fronha de linho,

a

flor sem espinho.

de passarinho.

De que tamanho

seria o rebanho?

Sonho o meu sonho. A flor sem espinho também sonha na fronha.

Sonho o meu sonho. A flor sem espinho também sonha na fronha.
Sonho o meu sonho. A flor sem espinho também sonha na fronha.

Apanho a lenha para o vizinho.

Não há quem venha pela montanha com a minha sombrinha

Na fronha de linho.

E

encontro o ninho

de teia de aranha?

CANÇÃO (CECÍLIA MEIRELES) De borco

Abarco e abraço

De borco

no barco

o

berço

no berço

(De bruços

e

o barco.

(De bruços

no berço

)

Com desembaraço

no barco

)

O

braço é o barco.

embarco

 

O

barco é o berço.

e

desembarco.

  O barco é o berço. e desembarco. E QUEM É CECÍLIA MEIRELES? - Cecília Meireles

E QUEM É CECÍLIA MEIRELES? - Cecília Meireles nasceu em 1901, no Rio de Janeiro, onde faleceu em 1964. Foi poeta, professora, jornalista e cronista. No período de 1919 a 1927, colaborou nas revistas Árvore Nova, Terra de Sol e Festa. Fundou a primeira biblioteca infantil do Brasil. Lecionou na Universidade do Distrito Federal em 1936 e na Universidade do Texas em 1940. Trabalhou no Departamento de Imprensa e Propaganda no governo de Getúlio Vargas, dirigindo a revista Travel in Brazil (1936). É considerada por muitos como uma das maiores poetisas da Língua Portuguesa. Em 1993 foi atribuído o Prêmio Camões a Cecília Meireles. Cecília tem inúmeras obras publicadas, sempre foi um ícone da poesia modernista brasileira e segue sendo uma das poetas mais lidas da atualidade. Poemas românticos, reflexivos, sociais, Cecília abordou perfeitamente um pouco de distintos temas, inclusive dedicou- se a escrever poemas infantis, publicados no livro “Ou isto ou aquilo”, material bastante usado por professoras brasileiras e valiosa obra também para o ensino de português para estrangeiro. Recentemente o livro teve uma gravação em cd com a voz do famoso ator brasileiro Paulo Autran.

para estrangeiro. Recentemente o livro teve uma gravação em cd com a voz do famoso ator
MÚSICA: O ABECEDÁRIO DA XUXA 1. PREENCHA AS LACUNAS COM AS PALAVRAS QUE VOCÊ ESCUTAR.

MÚSICA: O ABECEDÁRIO DA XUXA

1.

PREENCHA AS LACUNAS COM AS PALAVRAS QUE VOCÊ ESCUTAR.

A

de

G de

B

de

H de

C

de

I

de

D

de

J

E

de

L

F

de feijão

M

molecagem

m

2.

RELACIONE AS COLUNAS.

N

de quero-quero

O

saudade

P

de riacho

Q

natureza

R

obrigado

S

proteção

3.

PREENCHA AS LACUNAS COM AS PALAVRAS QUE VOCÊ ESCUTAR.

T

de

U

de

V

de

X

do que que é? É Xuxa!!! E Z zum zum zum zum zum

Vamos

Vamos

pra valer

Com o

da Xuxa

vamos

Ehhhh!!!!

pra valer Com o da Xuxa vamos Ehhhh!!!! http://xuxa.globo.com/ Uma das artistas mais queridas de todo

Uma das artistas mais queridas de todo o tempo, Xuxa tem legiões de fãs, entre baixinhos e altinhos.

Seu nome verdadeiro é Maria da Graça Meneguel. Nasceu na cidade de Santa Rosa, Rio Grande do Sul, no dia 27 de março de 1963.

Alta, loira e bonita, em 1980 decidiu-se pela carreira de modelo e logo foi chamada para o cinema. Em 82 fez: “ Fuscão Preto”. Em seguida fez:”Amor Estranho Amor”, filme que lhe rendeu muita crítica, pois era um filme considerado erótico, o qual, posteriormente, lutou muito para apagar de seu currículo.

Começou a carreira de apresentadora infantil na Rede Manchete, no Rio de Janeiro, em 1983, com o programa” Clube da Criança”. Pouco depois foi convidada a apresentar o programa “Xou da Xuxa”, na Rede Globo de Televisão (a mais importante emissora de TV do Brasil), de onde nunca mais saiu. Ali recebeu o apelido de “ Rainha dos Baixinhos” e mais tarde de” Nossa Rainha”.

Xuxa começou a gravar discos com um êxito impressionante e a participar de filmes infantis. Fez quase 20 filmes, todos sucesso de bilheteria.

Tudo isso somado e mais inúmeros produtos comerciais, fizeram Xuxa se tornar uma das artistas mais ricas do mundo .

Para compartir um pouco do tanto que ganha, Xuxa fundou uma instituição de caridade chamada Fundação Xuxa Meneguel, onde presta assistência social a crianças e adolescentes.

onde presta assistência social a crianças e adolescentes. Apresentou ainda um programa televisivo exitoso na

Apresentou ainda um programa televisivo exitoso na Argentina, país que sempre a recebe com carinho.

Seus casos de amor também foram famosos, primeiro com o jogador de futebol Pelé, depois com o corredor de fórmula 1, Airton Sena e, por último, com o ator de novelas Luciano Zafir, com quem teve sua filha Sasha.

Xuxa ganhou dois prêmios Grammy Latino, com a série de discos:”Xó Para Baixinhos”. Assinou contrato com a Warner Bross do Brasil, para distribuição de seus filmes em cinema e home vídeo. Em 1999, ganhou o prêmio máximo no Festival Internacional da Canção em Viña del Mar.

Atualmente (2007) Xuxa faz o programa:” TV Xuxa”, na Rede Globo, segue gravando seus filmes e uma série de cds e dvds infantis.

Um dos pontos mais cativantes da artista é o carinho e atenção com que sempre recebe seus fãs, Xuxa é humilde e parece sempre lembrar que chegou onde está graças aos milhares de fãs que ainda hoje a veneram.

fãs, Xuxa é humilde e parece sempre lembrar que chegou onde está graças aos milhares de
1. DIÁLOGO 13 2. CUMPRIMENTOS E EXPRESSÕES DE TRATAMENTO 14 3. VERBOS SER E ESTAR

1. DIÁLOGO

13

2. CUMPRIMENTOS E EXPRESSÕES DE TRATAMENTO

14

3. VERBOS SER E ESTAR

17

4. VERBOS REGULARES NO PRESENTE

17

5. ARTIGOS DEFINIDOS E INDEFINIDOS

17

6. LEITURA: O BRASIL

18

7. MÚSICA: COMO VAI VOCÊ?

20

8. QUEM É O ARTISTA? ROBERTO CARLOS

21

9. MÚSICA: AQUARELA DO BRASIL

22

10. EXERCÍCIOS

23

O primeiro dia de Gisele na escola. (NA SALA DO DIRETOR) Gisele: - Com licença.

O primeiro dia de Gisele na escola.

(NA SALA DO DIRETOR)

Gisele: - Com licença. Jorge: - Bom dia Gisele! Pode entrar. Como vai você? Gisele: - Bom dia Jorge! Tudo bem e você? Jorge: - Tudo ótimo. Preparada para seu primeiro dia? Gisele: - Sim, mas um pouquinho nervosa. Jorge: - Não se preocupe, eu vou lhe apresentar a todos. Você vai gostar da escola, os outros professores são muito simpáticos e os alunos são receptivos e carinhosos.

(NA SALA DOS PROFESSORES)

Jorge: - Bom dia a todos! Pessoal, quero lhes apresentar a nova professora de português, seu nome é Gisele Silveira. Marcelo: - Olá Gisele, muito prazer em conhecê-la. Meu nome é Marcelo e eu sou o professor de matemática. Gisele: - O prazer é todo meu, Marcelo. Juliana: - E eu sou a Juliana, sou professora de educação física. Gisele: - É um prazer Juliana. Juliana: - Igualmente. Aquela lá no fundo é Lúcia, ela é a professora de biologia. Sempre chega cedo, pois mora longe, então cochila um pouquinho apoiada à mesa. Jorge: - Bom, deixo vocês conversando um pouco antes das aulas. Espero que os professores mais antigos possam apresentar a escola para a nova professora. Desejo muita sorte em seu primeiro dia de trabalho Gisele, qualquer coisa me procure na diretoria. Até logo. Gisele: - Até mais tarde Jorge. Marcelo: - Onde você mora Gisele? Mora aqui perto? Gisele: - Sim, moro na Rua Barão de Limeira. Juliana: - Você parece tão jovem, quantos anos você tem? Gisele: - Tenho 28 anos. Juliana: - Você é daqui de São Paulo? Gisele: - Sim, nasci aqui em São Paulo. E você, de onde você é? Noto que você tem um sotaque diferente. Juliana: - Eu sou de Belo Horizonte. Marcelo: - Está quase no horário, vou lhe acompanhar à sua sala Gisele, assim lhe apresento mais alguns professores no caminho. Gisele: - Obrigada Marcelo. Marcelo: - Não tem de quê.

SAUDAÇÕES   - Bom dia. - Tudo bem? - Boa tarde. - Tudo bom? -

SAUDAÇÕES

 

-

Bom dia.

-

Tudo bem?

-

Boa tarde.

-

Tudo bom?

-

Boa noite.

-

Tudo jóia?

-

Oi. / - Olá. / - Oie!

-

Tudo beleza?

-

Alô. (ao telefone)

-

E aí?

-

Como vai você?

-

Tudo legal?

-

Como você está?

DESPEDIDAS

-

Como vai o senhor (a senhora)?

-

Tchau / - Tchauzinho.

-

Até amanhã.

-

Até logo.

-

Até mais tarde.

-

Até já.

-

A gente se vê.

-

Adeus.

-

Falô.

-

Passar bem.

-

Beijinho.

AGRADECIMENTOS

- (Muito) obrigado (a)!

- (O)brigadinho!

- (O) brigadão

- Agradecido (a).

- Grato (a).

-

De nada.

-

Não tem de quê.

-

Não se preocupe.

-

Não seja por isso.

-

(I)magina!

APRESENTAÇÃO

-

Esta é a

-

Muito prazer em conhecê-lo (a).

-

Prazer.

-

O prazer é meu.

-

Igualmente.

FELICITAÇÕES

- (Meus) parabéns!

- Felicidades!

-

Feliz aniversário!

-

Seja bem-vindo.

-

Boas vindas.

CONDOLÊNCIAS

parabéns! - Felicidades! - Feliz aniversário! - Seja bem-vindo. - Boas vindas. CONDOLÊNCIAS

- Meus pêsames.

- Meus sentimentos.

- Lamento muito.

- Sinto muito.

- É uma pena.

VOTOS

-

Feliz ano novo!

-

Feliz natal!

-

Felizes festas!

-

Feliz páscoa!

-

Bom carnaval.

-

Boas férias.

-

Boa viagem.

-

Bom passeio.

-

Um ótimo fim de semana.

-

Bom descanso.

-

Divirta-se.

-

Feliz dia das mães.

-

Feliz dia dos pais.

-

Feliz dia dos namorados.

-

Que Deus te proteja /abençõe

-

Fique com Deus.

-

Que Deus te acompanhe.

-

Tomara.

SOLICITAÇÕES

-

Por favor.

-

Por gentileza.

-

Desculpe.

-

Com licença.

-

Você poderia

?

-

Por obséquio.

ADMIRAÇÃO

- Meu Deus!

- Ai meu Deus do céu!

- Não diga!

- Nossa!

- Puxa!

-

Puxa vida!

-

Santo Deus!

-

Nossa Senhora!

-

Verdade!?!

-

Sério!?!

-

É mesmo!?!

-

Eita!

-

Uau!

-

Que coisa!

-

Que susto!

ALÍVIO

- Até que enfim!

- Graças a Deus!

- Ufa!

- Eita! - Uau! - Que coisa! - Que susto! ALÍVIO - Até que enfim! -

APOIO/ AGRADO/ ALEGRIA

- Apoiado!

- Bis!

- Bravo!

- Viva!

- Excelente!

- Maravilha!

- Oba!

- Ótimo!

- Que bom!

- Muito bem!

- Boa idéia!

DESAGRADO

- Brincadeira!

- Essa não!

- Não pode ser!

- Droga!

- Inferno!

- Francamente.

- Puxa vida!

- Que absurdo!

- Que horror!

- Que coisa horrível!

vida! - Que absurdo! - Que horror! - Que coisa horrível! SENTIMENTOS - Eu te amo.
vida! - Que absurdo! - Que horror! - Que coisa horrível! SENTIMENTOS - Eu te amo.

SENTIMENTOS

- Eu te amo.

- Estou apaixonada (o) por você.

- Gosto muito de você.

- Eu te adoro.

- Estou com saudades de você.

- Quero te ver.

- Te odeio.

- Te detesto.

- Não gosto de você.

- Tenho nojo de você.

VERBO SER E ESTAR - PRESENTE DO INDICATIVO   PRONOMES SER ESTAR PESSOAIS   eu

VERBO SER E ESTAR - PRESENTE DO INDICATIVO

 

PRONOMES

SER

ESTAR

PESSOAIS

 

eu

sou

estou

 

você/ ele/ ela

é

está

(o

senhor / a senhora)

 

nós

somos

estamos

 

vocês/ eles/ elas (os senhores / as senhoras)

são

estão

 
 

VERBOS REGULAR – PRESENTE DO INDICATIVO

 

PRONOMES

FALAR

COMER

ABRIR

PESSOAIS

 

eu

falo

como

abro

 

você/ ele/ ela

fala

come

abre

(o

senhor / a senhora)

 

nós

falamos

comemos

abrimos

 

vocês/ eles/ elas (os senhores / as senhoras)

falam

comem

abrem

(os senhores / as senhoras) fal am com em abr em A O ARTIGOS DEFINIDOS mulher

A

O

ARTIGOS DEFINIDOS

mulher que mora na mesma rua que eu freqüenta o supermercado do Joaquim. homem que eu sempre vejo na escola é professor de matemática.

A

O

As filhas de Doralice são estudiosas. Os filhos de Manuel são músicos.

AS

OS

ARTIGOS INDEFINIDOS

Uma moça atravessa a rua. Um jovem pega ônibus. Umas garotas fazem barulho. Uns cachorros latem toda a noite.

UMA

UM

UMAS

UNS

 

Olá pessoal!

Hoje vou contar um pouco sobre o meu país: o Brasil.

O Brasil é um país muito famoso e muito querido em todo o mundo. Destaca-se pelo carnaval, pelo futebol,

pelas novelas, pelo samba e bossa nova e pelo povo alegre e acolhedor, além, claro, da Amazônia, Pantanal e de suas lindas praias. Infelizmente também é muito conhecido pela violência que acontece em maior grau em suas grandes cidades, como Rio de Janeiro e São Paulo.

É um país bastante diversificado, com uma população heterogênea e ampla (é o quinto país mais populoso

do mundo). Somos quase 190 milhões de habitantes, entre brasileiros e imigrantes de diferentes países e ocupamos um território com mais de 8,5 milhões de quilômetros quadrados, que corta o Trópico de Capricórnio e o Equador e que faz fronteira a norte com a Venezuela, com a Guiana, com o Suriname e com o departamento ultramarino da Guiana Francesa; ao sul com o Uruguai; a sudoeste com a Argentina e com o Paraguai; a oeste com a Bolívia e com o Peru e, por fim a noroeste com a Colômbia. Os únicos países sul- americanos que não têm uma fronteira comum com o Brasil são o Chile e o Equador. O país é banhado pelo

o Brasil são o Chile e o Equador. O país é banhado pelo oceano Atlântico ao

oceano Atlântico ao longo de toda sua costa norte, nordeste, sudeste e sul. Vários brasileiros se destacaram no cenário internacional. Pelé e Ayrton Senna nos esportes; Tom Jobim, Os Mutantes, Caetano Veloso e Xuxa na música; Vinícius de Moraes, Jorge Amado e Paulo Coelho na literatura; Cândido Portinari na pintura; Carmen Miranda no cinema; Oscar Niemeyer na arquitetura e Santos Dumont na aviação, dentre outros,

É um país muito alegre e que recebe seus turistas de braços abertos. Tem praias lindíssimas, ilhas, campos,

montanhas, cachoeiras, etc. Também tem muitas festas, as mais conhecidas são o Carnaval e a Festa Junina. Cada região do Brasil tem seus costumes, sua culinária, seu sotaque e seus segredos, é como se fossem vários países dentro de um. São cinco as regiões geográficas: Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Região Norte - Geograficamente, a Região Norte é a maior do Brasil, ocupa pouco mais de 45% do território nacional e abriga a maior parte da Amazônia brasileira. Fazem parte da Região Norte: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. Região Nordeste - O calor intenso, as belas praias e a receptividade do povo nordestino são marcas registradas dessa região muito rica de crenças, raças e culturas. Foi na Bahia que os portugueses aportaram em 1500, assim que se pode dizer que foi lá que nasceu o

Brasil. Pelo território da nova colônia desfilaram negros africanos, índios, portugueses, holandeses, franceses e outros.

É a região que mais recebe turistas nacionais e internacionais fascinados por suas belezas naturais e

culturais. E os nordestinos estão sempre prontos para receber seus visitantes com muita música e uma culinária sem igual. Os Estados da Região Nordeste são: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. Região Centro-Oeste – Formada por Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. É também nessa região que se encontra nosso Distrito Federal e a capital do Brasil, Brasília. Acolhido pelo estado do Mato Grosso está um dos tesouros naturais do Brasil: o pantanal. Região sul – Formado por três estados: Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Contem uma alta concentração de imigrantes alemães e italianos.

Santa Catarina é conhecida por suas atrativas praias e tem no verão um número grandioso de visitantes, principalmente argentinos.

O Rio Grande do Sul é a casa do gaúcho brasileiro, um povo orgulhoso da sua terra que esteve presente em

grandes momentos históricos e políticos. Curitiba, a capital do Paraná, é conhecida como a cidade mais organizada e limpa do país. Região Sudeste – É a região mais comercial e mais desenvolvida do Brasil. Hospedagem da mais agitada vida cultural, dos principais negócios, da maior diversidade de povos e das maiores populações. Fazem parte da região importantes cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais. Rio de Janeiro pode não ser o cenário natural mais lindo do país, mas ainda é, sem dúvida, o cartão postal do Brasil. Ai está o Cristo Redentor com seus grandes braços abertos dando as boas vindas à brasileiros e estrangeiros. Também é o berço da bossa nova e onde o Carnaval brasileiro brilha com mais intensidade. Minas Gerais já foi a terra do ouro, diamantes e dezenas de tipos de riquezas que foram extraídas do solo mineiro no período colonial. São Paulo tem mais de 40 milhões de habitantes e não pára de crescer. A economia do país passa por todo o Estado, seja na agropecuária, na indústria ou ainda no setor de serviços. Casa da cultura e do espetáculo, é na cidade de São Paulo que acontecem os grandes eventos musicais, de moda, e outros. Também é a cidade de negócios, hospedando variedades de empresas, lojas e serviços de grande importância nacional e internacional. Como vocês podem perceber, o Brasil é gigante seja em população, em território, em cultura e em variedade. Mais gigante ainda é em alegria e em amor. Se um dia tiver chance, não pense duas vezes, venha se deliciar nesse país de inesgotáveis encantos.

MÚSICA: COMO VAI VOCÊ CANTOR: ROBERTO CARLOS - COMPOSIÇÃO: ANTÔNIO MARCOS / MARIO MARCOS 1.

MÚSICA: COMO VAI VOCÊ CANTOR: ROBERTO CARLOS - COMPOSIÇÃO: ANTÔNIO MARCOS / MARIO MARCOS

1. PREENCHA AS LACUNAS

Como vai você?

Eu

saber da sua vida

Peça a

pra me contar sobre o seu dia

Anoiteceu e

preciso só saber

Como vai você?

Que já modificou a minha

Razão de minha

já esquecida

Nem sei se

mais de

ou de você

Vem, que a

de te amar me faz melhor

Eu quero

ao seu redor

Preciso tanto me

feliz

Vem, que o

pode afastar nós dois

Não deixe tanta vida pra

Eu só preciso saber

2.

NUMERE NA ORDEM CORRETA

(

) Como vai você?

(

) Vem, que o tempo pode afastar nós dois

(

) Preciso tanto me fazer feliz

(

) Eu só preciso saber

(

) Nem sei se gosto mais de mim ou de você

(

) Razão da minha paz já esquecida

(

) Vem, que a sede de te amar me faz melhor

(

) Como vai você

(

) Que já modificou a minha vida

(

) Eu quero amanhecer ao seu redor

(

) Não deixe tanta vida pra depois

Roberto Carlos 19/4/1941 Nasceu no Espírito Santos e aos 9 anos já chamava a atenção

Roberto Carlos

Roberto Carlos 19/4/1941 Nasceu no Espírito Santos e aos 9 anos já chamava a atenção na
Roberto Carlos 19/4/1941 Nasceu no Espírito Santos e aos 9 anos já chamava a atenção na

19/4/1941

Nasceu no Espírito Santos e aos 9 anos já chamava a atenção na rádio local imitando o cantor Bob Nelson. Aos 12 mudou-se para

Niterói com a família, e começou a fazer amizades com outros rapazes que gostavam de música, especialmente o rock'n'roll que vinha dos

Estados

Em 1957 formou com alguns amigos, inclusive Tim Maia, o conjunto "Os Sputniks". No ano seguinte já era integrante do "The Snakes", junto com Erasmo Carlos. Gravou alguns compactos no final da década de 50 e em 1961 lançou o primeiro LP, "Louco por Você". A partir daí passou a investir na carreira. Em 1965 estreou, ao lado de Erasmo e Wanderléa, o programa Jovem Guarda, na TV Record, que daria nome ao movimento. Roberto Carlos foi um dos primeiros ídolos jovens da cultura brasileira. Além do programa e dos discos, estrelou filmes, inspirados no modelo lançado pelos Beatles nos anos 60. Nos anos 70, com o esmorecimento do movimento da Jovem Guarda, muda de estilo e torna-se um cantor e compositor basicamente romântico. Foi a partir daí que seu público-alvo deixou de ser o jovem e passou a ser o público adulto. Nessa linha, alguns de seus grandes sucessos são "Detalhes", "Emoções", "Café da Manhã", "Caminhoneiro", etc. Recentemente passou a dedicar-se mais ao aspecto religioso de sua obra, com o sucesso da música "Nossa Senhora". Desde 1961, lança um disco inédito por ano, ação interrompida apenas em 1999 por causa da doença e falecimento de sua esposa Maria Rita. Seus discos já venderam milhões de cópias e bateram recordes de vendagem. Fez milhares de shows em centenas de cidades, no Brasil e no exterior. Dezenas de artistas já fizeram regravações de suas músicas. Já lançou discos em espanhol e inglês, em diversos países. Atualmente continua se apresentando com freqüência e todo ano produz um especial que vai ao ar na semana do Natal pela TV Globo, mesma época do lançamento dos seus discos anuais. No Brasil é conhecido como “o rei”.

Unidos.

MÚSICA: AQUARELA BRASILEIRA SAMBA DE ARY BARROSO (CARNAVAL DE 1939) VERSÃO GAL COSTA 1. PESQUISA

MÚSICA: AQUARELA BRASILEIRA SAMBA DE ARY BARROSO (CARNAVAL DE 1939) VERSÃO GAL COSTA

1. PESQUISA - Procure no dicionário as palavras desconhecidas dessa famosa canção brasileira.

Brasil, meu Brasil brasileiro Meu mulato inzoneiro Vou cantar-te nos meus versos

O Brasil, samba que dá

Bamboleio que faz gingar

O Brasil do meu amor

Terra de Nosso Senhor Brasil! Brasil!

Pra mim

Pra mim

Pra mim

Ô, abre a cortina do passado Tira a mãe preta do cerrado Bota o rei congo no congado

Brasil! Pra mim

Pra mim

Deixa cantar de novo o trovador

À merencória luz da lua

Toda a canção do meu amor

Quero ver essa dona caminhando Pelos salões arrastando

O seu vestido rendado

Brasil!

Pra mim

Pra mim

Brasil!

Brasil, terra boa e gostosa Da morena sestrosa De olhar indiferente

O Brasil samba que dá

Bamboleio que faz gingar

O Brasil do meu amor

Terra de Nosso Senhor

Brasil!

Pra mim

Pra mim

Pra mim

Ô, esse coqueiro que dá coco Onde eu amarro minha rede Nas noites claras de luar

Brasil! Pra mim

Pra mim

Pra mim

Ahhh essas fontes murmurantes Aonde eu mato a minha sede

E onde a lua vem brincar

Ahhhh esse Brasil lindo e trigueiro

É o meu Brasil brasileiro

Terra de samba e pandeiro Brasil! Brasil!

Pra mim

Pra mim

NÍVEL 1 – UNIDADE 2 PALAVRAS CRUZADAS   1.     2. B   3.

NÍVEL 1 – UNIDADE 2 PALAVRAS CRUZADAS

 

1.

   

2.

B

 

3.

R

 

4.

A

5.

 

S

 

6.

I

7.

L

 

8.

E

9.

I

10.

R

 

11.

A

 

12.

S

RESPONDA AS SEGUINTES PERGUNTAS, ESCREVENDO AS RESPOSTAS NOS QUADRINHOS ACIMA.

1. As pessoas que nascem no Brasil são

2. Para agradecer, o homem diz

3. O nome que se dá aos 30 dias livres do trabalhador brasileiro é

4. A expressão mais comum usada nas despedidas é

5. Quando alguém cumpre anos, os amigos lhe desejam um feliz

6. Quando se deseja entrar em um local, o educado é pedir

7. Palavra muito usada para dizer que algo é bom ou divertido. Ex: Este filme é muito

8. Quando se faz algo errado e se arrepende é comum que se peça

9. Cumprimento básico que se diz quando se encontra alguém

10. Quando se conhece alguém é educado dizer

11. Expressão usada para expressar desejo. Ex:

12. No Brasil, quando sentimos falta de alguém estamos com

em conhecê-lo. que amanhã faça sol.

Exercícios de verbos (verbos ser/ estar e verbos regulares no presente do indicativo) 1. Preencha

Exercícios de verbos (verbos ser/ estar e verbos regulares no presente do indicativo)

1. Preencha as lacunas com o verbo ser ou estar

a). Gisele

brasileira.

b). Gisele

com sono.

c). Hoje

frio.

d). Nós

argentinos.

e). Elas

contentes.

f). Fernando g). Os copos

com fome. na mesa e

de cristal.

h) A Argentina

i) O tango e o samba

um país bonito.

dois ritmos bem diferentes.

j). Você

paraguaio?

,

sim.

l)

Eu

aqui agora.

m) Eu

chilena e ele

peruano.

n) Por que vocês

tristes?

o) Eles não

nossos amigos.

p) o professor? Não, eu

q) Marcelo, você

r)

s) As meninas

americanos?

Você

Vocês

aluno.

e

com sono? Sim, eu

tocando bossa nova.

com muito sono. aqui para aprender português.

t) apaixonada e

Ela

correspondida.

2. Preencha as lacunas com os verbos que estão entre parêntesis.

a)

b) Nós

c) Elas

d) Samuel

e)

f) Eles

Eu

(cantar) e

(tocar) violão.

(gostar) de bombons garoto.

(dançar) samba e axé.

(repartir) tudo o que ele tem.

(vender) roupas.

(comer) tudo o que

Juliana

(encontrar) em casa.

g) O filhotinho de cachorro

também (achar) no chão.

h) Eu

(beber) leite e

(gostar) de brincar e

(adorar) música brasileira.

(dormir) muito. Mas (morder) tudo o que

i)

Vocês

(dirigir) bem?

j)

Nós sempre

(dormir) quando

(viajar) de ônibus.

l)

Eles

(acordar) cedo e

(dormir) tarde.

m) Eu

n). Nós

o). Amanda sempre de coco.

p) Eles

q) Nós

r) Eu nunca

s) Ele sempre

t) Nós nos

u)

(assistir) a novela das seis. (repetir) nossa rotina todos os dias. (ficar) um mês na praia e

(beber) muita água

(correr) todas as noites e também

(abrir) a loja às 9h da manhã e

(andar) de bicicleta. (fechar) às 18h.

(desistir) do que quero.

(pedir) cachorro quente com maionese e batata frita.

(divertir) muito nas férias de verão.

(sentir) que

(precisar) estudar mais.

Mariana

v)

As crianças

(crescer) muito rápido.

x)

Eles

(sofrer) muito quando a mãe se ausenta.

z)

Ele

(conhecer) tanta gente!

a2)

Vocês

(atender) todos os dias?

b2) Samuel

(merecer) o melhor da vida porque

(lutar) muito

para ser uma melhor pessoa.

c2) Você

(preferir) peixe, carne ou frango? Eu

(comer) de tudo, mas

(gostar) mais de frango. (lembrar) da Mariana? Ela

d2) Você se Pinheiros.

e2) Nós sempre nos

f2) Mamãe

(cantar) naquele bar de

(esquecer) de regar as plantas.

(cozinhar) uma lasanha como ninguém!

3. NUMERE O DIÁLOGO NA SEQÜÊNCIA CORRETA:

José: (

) - Tchau.

José: (

) - O prazer é meu, Amanda. Onde você mora?

Amanda: (

) - Eu tenho 25 anos.

Amanda: (

) - Argentina! Que legal! E do que você trabalha?

José: (

) - Eu sou analista de sistemas. E você, qual é a sua profissão Amanda?

Amanda: (

) - Eu gosto de ler livros, ver novelas, nadar e dançar. Bom, tenho que ir agora,

pois meu namorado está me esperando. Foi legal falar com você. Até a próxima semana.

José: (

) - Eu sou da Argentina, mas moro aqui há 5 anos.

Amanda: (

) - Eu moro na Rua Martins Francisco, aqui perto. Você também mora aqui perto?

Amanda: (

) - Eu sou a Amanda. Muito prazer em conhecê-lo, José.

Amanda: (

) - Tudo bem e você?

Amanda: (

) - Eu sou enfermeira. O que você gosta de fazer no seu tempo livre?

Amanda: (

) - Sou de São Paulo. E você de onde é? Tem um sotaque diferente.

José: (

) - Eu adoro jogar futebol, dirigir minha moto e ver filmes de terror. E você?

José: (

) - Você é de São Paulo mesmo ou de outro estado?

José: (

) - Muito bem. Eu sou o José, como você se chama?

José: (

) - Sim, moro na rua de trás. Quantos anos você tem Amanda?

4. COMPLETE OS DIÁLOGOS:

a) Estudante 1: -

Estudante 2: - Oi

b)

Secretária:

Tudo

dia, como vai

? Eu me

Andréia.

em conhecê-la. Meu nome é Joaquim.

?

Diretor da empresa:

Secretária: Tudo

bem Sara. E

,

?

c) Joana: - Márcio, quero lhe apresentar a Jaqueline, ela é a nova recepcionista da empresa.

Márcio: - Muito

Jaqueline:

d) Aluno: - Com

Jaqueline.

, posso entrar?

o atraso, é que perdi a hora.

Professor: - Como sempre Júlio, como sempre.

e) Avó: – Oi Julio. Feliz

Neto: - Muito

! Este é o seu presente. Tomara que goste.

, vovó. Puxa, é lindo!

5. COLOQUE OS ELEMENTOS DAS FRASES NA ORDEM CORRETA:

Luísa: chama / como/ se / você?

João: chamo/ eu/ João / me

Luísa: anos / quantos / tem / você?

João: 30/ eu/ anos/ tenho

Luisa: mora/ você/ onde?

João: rua/ detrás/ moro/ na

Luisa: namorados/ou/você/e/a/amigos/são/apenas/Sônia?-

João: somos/ nós/ amigos/ apenas

Luísa: Interessante!

1. DIÁLOGO 28 2. DIAS DA SEMANA, MESES DO ANO, ESTAÇÕES,   PERÍODOS DO DIA

1. DIÁLOGO

28

2. DIAS DA SEMANA, MESES DO ANO, ESTAÇÕES,

 

PERÍODOS DO DIA

29

3.ARTIGOS, PREPOSIÇÕES E CONTRAÇÕES

30

4. PRONOMES POSSESSIVOS, DEMONSTRATIVOS E PALAVRAS

INTERROGATIVAS

31

5. LEITURA: A ROTINA DE MARCELO E MPB

32

6. MÚSICA: SAMBA DO TRABALHADOR

34

7. QUEM É O ARTISTA? MARTINHO DA VILA

35

8. MÚSICA: MEU AMANHÃ

36

9. QUEM É O ARTISTA? LENINE

37

10. EXERCÍCIOS

38

11. COMPREENSÃO AUDITIVA: SABOR E TEMPERO

42

GISELE E MARCELO SE ENCONTRAM NA SALA DOS PROFESSORES, Marcelo: - Oi Gisele! Como foi

GISELE E MARCELO SE ENCONTRAM NA SALA DOS PROFESSORES, Marcelo: - Oi Gisele! Como foi sua primeira semana de aula na escola? Gisele: - Ótima, obrigada por perguntar. Marcelo: - De nada. Estou indo beliscar algo e tomar um café num barzinho aqui perto. Gostaria de me acompanhar? Gisele: - Claro, é uma ótima idéia.

NO CAFË Marcelo: - Quantas vezes por semana você tem aula? Gisele: - Todos os dias. Às segundas, quartas e sextas tenho aula de manhã e às terças e quintas à tarde. Marcelo: - E quando não está trabalhando, o que gosta de fazer? Gisele: - No meu tempo livre gosto de ir ao cinema ou ao teatro, passear em lugares abertos, dançar Marcelo: - Interessante. Você vive com sua família? Gisele: - Não, vivo com algumas amigas. Meus pais moram em Campos do Jordão, mudaram-se pra lá depois da aposentadoria. Você também é daqui? Marcelo: - Não, sou do Rio de Janeiro. Gisele: - E há quanto tempo mora em São Paulo? Marcelo: - Há cinco anos, aproximadamente. Gisele: - Por que São Paulo? Marcelo: - Decidi morar em São Paulo porque recebi uma irresistível proposta para um projeto de pesquisa em minha área, depois disso me apaixonei pela vida cultural daqui e já não penso em partir. Gisele: Não sente saudades das praias do Rio? Marcelo: - Isso sim, mas de vez em quando visito minha família e amigos e mato um pouco da saudade. O que você quer comer? Gisele: - Hmmm, aquele bolo lá no mostrador parece saboroso. Marcelo: - Boa escolha. Este bar é famoso por seus suculentos doces. Meu bolo favorito é justamente aquele. Gisele: - E qual é a sua comida favorita? Podíamos sair para almoçar qualquer dia.

Marcelo: - Minha comida favorita

Feijoada, adoro feijoada! Gisele: - Com caipirinha para acompanhar? Marcelo: - Com toda certeza.

hmmm

Pergunta difícil, gosto de tanta coisa!

CONTAGEM DO TEMPO Séculos Anos Fases da lua Períodos do dia Segundos Meses Estações Semanas
CONTAGEM DO TEMPO Séculos Anos Fases da lua Períodos do dia Segundos Meses Estações Semanas
CONTAGEM DO TEMPO
Séculos
Anos
Fases da lua
Períodos do dia
Segundos
Meses
Estações
Semanas
Dias
Horas
Minutos
ESTAÇÕES

FASES DA LUA

Semanas Dias Horas Minutos ESTAÇÕES FASES DA LUA MESES DO ANO Janeiro Fevereiro Março Abril

MESES DO ANO Janeiro

Fevereiro

Março

Abril

Maio

Junho

Julho

Agosto

Setembro

Outubro

Novembro

Dezembro

DIAS DA SEMANA Domingo

Segunda-feira

Terça-feira

Quarta-feira Sábado

Quinta-feira

Sexta-feira

Quarta-feira Sábado Quinta-feira Sexta-feira PERÍODOS DO DIA Madrugada - Manhã Tarde - Noite

PERÍODOS DO DIA Madrugada - Manhã Tarde - Noite

EXPRESSÕES TEMPORAIS

- De manhã / pela manhã

- De tarde / pela tarde / à tarde

- De noite / pela noite / à noite

- Anteontem

- Ontem / - Hoje / - Amanhã

- Depois de amanhã

- Próximo mês / mês que vem

- Próxima semana / semana que vem

- O mês passado / - A semana passada

Depois de amanhã - Próximo mês / mês que vem - Próxima semana / semana que
Depois de amanhã - Próximo mês / mês que vem - Próxima semana / semana que
Depois de amanhã - Próximo mês / mês que vem - Próxima semana / semana que
ARTIGOS, PREPOSIÇÕES E CONTRAÇÕES ARTIGOS DEFINIDOS ARTIGOS INDEFINIDOS A O UMA UM AS OS UMAS

ARTIGOS, PREPOSIÇÕES E CONTRAÇÕES

ARTIGOS DEFINIDOS

ARTIGOS INDEFINIDOS

A

O

UMA

UM

AS

OS

UMAS

UNS

 

Preposições

 

Em

De

Por

A

Artigos

O

no

do

pelo

ao

A

na

da

pela

à

Os

nos

dos

pelos

aos

As

nas

das

pelas

às

Um

num

dum*

-

-

Uma

numa

duma*

-

-

Uns

nuns

duns*

-

-

Umas

numas

dumas*

-

-

* são pouco usados

- Para saber quando se usa ou não uma contração, você deverá saber se a palavra que vem depois

(substantivo, adjetivo, pronome) admite o artigo. Quando não admite, significa que a preposição vai pura, ou seja, sem se unir ao artigo.

- Há regras no uso de preposições “puras” ou contraídas quando nos referimos a países e cidades. Os

países, em português, são citados com artigos (Ex.: O Brasil, A Argentina, Os Estados Unidos), as cidades são citadas sem artigos (Ex.: São Paulo, Buenos Aires, Nova Iorque).

Exemplos:

Eu sou de São Paulo. Você é de Buenos Aires. Nós somos de Nova Iorque.

Eu moro em São Paulo. Você mora em Buenos Aires. Nós moramos em Nova Iorque.

Eu sou do Brasil. Você é da Argentina. Nós somos dos Estados Unidos.

Eu moro no Brasil. Você mora na Argentina. Nós moramos nos Estados Unidos.

Exceções:

Eu sou do Rio de Janeiro. Nós somos do Cairo.

Eu moro no Rio de Janeiro. Nós moramos no Cairo.

Eu sou de Portugal. Nós somos de Porto Rico. Você é de Israel. Eles são de Cuba.

Eu moro em Portugal. Nós moramos em Porto Rico. Você mora em Israel. Eles moram em Cuba

PRONOMES POSSESSIVOS Exemplos: Minha mãe é cozinheira e meu pai é zelador. Minhas irmãs são

PRONOMES POSSESSIVOS

PRONOMES POSSESSIVOS Exemplos: Minha mãe é cozinheira e meu pai é zelador. Minhas irmãs são professoras.

Exemplos:

Minha mãe é cozinheira e meu pai é zelador. Minhas irmãs são professoras. Meus amigos são legais. Seu cachorro é bonitinho. Sua namorada é simpática.

A roupa dele está encima da mesa.

Nossos amigos viajam hoje para o Canadá. As filhas dela vão à igreja todos os dias. Ele gosta de limpar seu carro todos os sábados. Nossa vizinha é muito fofoqueira. Este caderno de matemática é seu?

PRONOMES DEMONSTRATIVOS

Advérbios

Variáveis

Invariável

de lugar

Masculino Feminino

 

aqui

perto de quem fala

este (s)

esta (s)

isto

perto da pessoa com quem se fala

esse (s)

essa (s)

isso

ali / lá

longe de um e de outro

aquele (s)

aquela (s)

aquilo

Exemplos:

Este livro aqui é meu.

Essa cadeira aí está quebrada. Aqueles prédios lá na esquina são novos.

O que é isto aqui?

Isso aí é um caderno? Não conte para ninguém aquilo que eu lhe contei ontem.

PALAVRAS INTERROGATIVAS

Quem

?

Quem é aquela menina?

Quando

?

Quando é o seu aniversário?

Quanto

?

Quantos anos você tem? Quantas vezes por semana você faz ginástica?

Qual

?

Qual é o seu nome? Qual é a sua profissão?

O

que

?

O que você gosta de fazer? O que você estuda?

Como

?

Como você se chama?

Onde

?

Onde você mora? De onde você é?

Por que

?

Por que você estuda português?

Do que

?

Do que você trabalha?

A ROTINA DE MARCELO Eu me chamo Marcelo, tenho 29 anos, sou do Rio de
A ROTINA DE MARCELO Eu me chamo Marcelo, tenho 29 anos, sou do Rio de

A ROTINA DE MARCELO Eu me chamo Marcelo, tenho 29 anos, sou do Rio de Janeiro, mas moro em São Paulo há cinco anos. Trabalho como professor de matemática em uma escola pública e estudo doutorado na USP duas vezes por semana. Quando eu posso, faço ginástica numa academia e saio para correr nas proximidades de minha casa. Moro sozinho e quase nunca cozinho, pois como estou sempre fora, almoço ou janto na rua. Não costumo dormir muito, acordo cedo todos os dias, tomo um banho demorado, bebo café puro e forte e como uns biscoitos. Normalmente leio o jornal antes de sair de casa. Tenho um pouco de medo de dirigir em São Paulo, então caminho muito. Quando chego em casa vejo um pouco os noticiários ou vejo um filme, antes de dormir leio algumas páginas de algum livro enquanto escuto música clássica. Gosto de ir ao cinema, ao teatro e em bares onde haja música ao vivo. Toco violão e canto MPB e rock nacional e às vezes sou convidado a subir no palco. A música me relaxa. Apesar de sentir saudades das paisagens da minha cidade natal, eu amo a vida cultural de São Paulo.

AFINAL O QUE É MPB? (Resumo do artigo de Edgar Nascimento –http://www.edgarnascimento.mus.br/art70321.htm)

Por definição, toda música popular produzida no Brasil é música popular brasileira, desde a música gauchesca do sul, a música sertaneja do sudeste, o samba e o pagode das grandes cidades e

favelas, o baião, o axé e o forró nordestinos, a música de raízes indígenas do centro-oeste e do norte

e também o rap, o pop-rock, o funk e a dance music nacionais. No entanto, a sigla MPB parece não

ter o mesmo significado do que sugerem suas iniciais. Com efeito, se hoje um anúncio divulgar que

haverá um show de MPB, ninguém vai imaginar que ali haverá apresentação de música sertaneja,

forró ou pagode, ainda que esses gêneros sejam genuinamente brasileiros. Para entender um pouco essa problemática, vejamos como nasceu a expressão e a sigla.

A SIGLA - A concepção de música popular brasileira apareceu no Rio de Janeiro em meados dos

anos 60 entre músicos, literatos, atores e intelectuais de esquerda, alguns vindos do CPC - Centro Popular de Cultura, fundado em 1961 por estudantes ligados à UNE - União Nacional de Estudantes

e fechado em 1964 com o golpe militar. Havia entre esses estudantes um grupo de quatro rapazes que formaram o grupo músico-vocal Quarteto do CPC. No ano seguinte, o grupo mudou o nome para MPB-4. Acredita-se que esta foi a primeira vez que a sigla MPB foi usada. Aqueles músicos, literatos, atores e intelectuais de esquerda que haviam arquitetado a concepção de música popular brasileira acabaram também por adotar a

sigla, que se caracterizava por criar uma linguagem artística compatível com os ideais de brasilidade, em oposição ao que era considerado como o avanço da interferência estrangeira em nossa cultura. Assim, o desenvolvimento da MPB deveria utilizar elementos considerados populares e nacionais. Os músicos e compositores ligados ao momento da criação da MPB, como Chico Buarque e Edu Lobo, geralmente pertenciam a uma classe média intelectualizada e politizada.

O FINO DA BOSSA E A JOVEM GUARDA - A sigla MPB havia surgido justamente na época

dos festivais e, como vimos, compreendia canções baseadas na tradição brasileira e eram bem distintas do rock nacional, que era considerado pelos universitários e intelectuais de esquerda produto do imperialismo ianque. Assim, a Jovem Guarda, comandada por Roberto Carlos e descendente direta do rock’n’roll internacional, era vista como um produto adolescente e alienante.

Na televisão, dois programas disputavam a audiência e representavam as duas correntes: O Fino da Bossa, apresentado por Elis Regina, Jair Rodrigues e Zimbo Trio (MPB) e programa Jovem Guarda, liderado por Roberto Carlos. Assim, as preferências musicais do público urbano brasileiro se dividiam entre a MPB, aí incluída a bossa nova, e a Jovem Guarda, com o rock e o som das guitarras elétricas importadas. A TROPICÁLIA - Essa divisão entre música brasileira e estrangeira se complicou com o aparecimento da Tropicália, movimento de curta duração, mas cujos efeitos atravessaram décadas. De 1967 a 1969, Caetano Veloso e Gilberto Gil, abandonaram aquele purismo exagerado dos MPBbistas e, com uma nova proposta, incorporaram a Jovem Guarda com suas guitarras elétricas,

cabelos longos e trajes psicodélicos, adaptaram elementos do rock à sua música e demonstraram que aquele purismo era xenofobia (aversão às pessoas e coisas estrangeiras). Com tudo isso, a Tropicalia, sem intenção, contribuiu para o declínio da Jovem Guarda. O Fino da Bossa também desapareceu. O bom é que todos saíram ganhando, pois os representantes desses movimentos culturais foram se multiplicando e se espalhando no meio do público, fazendo com que, aos poucos, fossem desaparecendo aquelas barreiras divisórias entre os gêneros e as pessoas.

A Tropicália veio ensinar também que a entrada de produtos culturais internacionais era inevitável.

QUE MPB? O que é e o que não é MPB? Sabemos o que foi. Hoje, já não conseguimos definir o que seja. Se por MPB devemos entender toda a música produzida no Brasil, dada a grande variedade de estilos existentes, a sigla não significa mais nada. Se por MPB devemos entender a bossa nova e toda aquela produção de Tom Jobim, Carlos Lyra, Ronaldo Bôscoli, Roberto Menescal, João Donato, Luiz Bonfá, Chico Buarque e outros, precisamos

perguntar se devemos deixar de fora — o que parece absurdo — os tropicalistas Caetano e Gil e seus pares.

E os contemporâneos? Devemos ou não incluir na lista da MPB os trabalhos de Ana Carolina, de

Zélia Duncan, de Paulinho Moska, de Rita Lee e de Marina Lima? E os roqueiros e rapers, fazem MPB? Se a MPB representa algum estilo específico, que estilo é esse? HOJE, NA PRÁTICA - Em algumas lojas de discos, a seção de MPB compreende toda a produção musical que não se enquadra na música internacional. E há rádios especializadas em gêneros específicos como o rock, o rap, a MPB e a música clássica. Parece que, de modo geral, o rock e suas ramificações tendem a ser excluídos do rótulo MPB. Mas já ouvi pessoas considerando a música sertaneja como MPB. E então? A verdade é que é difícil definir o que é e o que não é MPB hoje, pelo simples fato de que cada um tem uma idéia diferente do que seja MPB, assim vamos sempre ter de perguntar a quem nos falar de MPB: “A que MPB você se refere?”

SAMBA DO TRABALHADOR - MARTINHO DA VILA Na É, é, é a Na terça-feira não

SAMBA DO TRABALHADOR - MARTINHO DA VILA

Na É, é, é a

Na terça-feira não vou pra poder É, é, é a

Na quarta É, é, é a Na É, é, é a Na sexta É, é, é a No É, é, é a Domingo é

É, é, é a Mas todo fim de mês chego É, é, é a Porque é É, é, é a

eu não vou trabalhar

me recuperar

eu acordo meio-dia, não dá

pra veranear

vou pra mangueira sambar

e eu não vou mesmo lá

eu não posso faltar

E quando chega o fim do ano

Vou minhas E quero o décimo-terceiro

Pro

Na segunda-feira não vou trabalhar

É, é, é a.

buscar

incrementar

É, é, é a

Eu não sei por quê tenho que trabalhar

Se tem gente ganhando de Eu não vou, eu não vou Eu não vou trabalhar Eu só vou, eu só vou

Se o

pro ar

aumentar

É, é, é a. Éé, é a

A minha

não é de marajá

Minha mãe me ensinou foi colher e plantar Eu não vou, eu não vou Eu não vou Eu só vou, eu só vou Se o salário É, é, é a. É, é, é a

Tô cansado É, é, é a

salário É, é, é a. É, é, é a Tô cansado É, é, é a (Biografia

(Biografia retirado do site oficial do cantor: http://www.martinhodavila.com.br/)

site oficial do cantor: http://www.martinhodavila.com.br/) Martinho José Ferreira nasceu em Duas Barras, Rio de

Martinho José Ferreira nasceu em Duas Barras, Rio de Janeiro, em 12 de fevereiro de 1938. Filho de lavradores da Fazenda do Cedro Grande, veio para o Rio de Janeiro com apenas 4 anos. Cidadão carioca criado na Serra dos Pretos Forros, sua primeira profissão foi como Auxiliar de Químico Industrial. Um pouco mais tarde, enquanto servia o exército como Sargento Burocrata, cursou a Escola de Instrução Especializada, tornando-se escrevente e contador, profissões que abandonou em 1970, quando deu baixa para se tornar cantor profissional. Pai de oito filhos e avô de sete netos, Martinho conservou o estado civil de solteiro até conhecer Cléo, no início da década de noventa. Sua carreira artística surgiu para o grande público no III Festival da Record, em 1967, quando concorreu com a música “Menina Moça”. O sucesso veio no ano seguinte , na quarta edição do mesmo festival, lançando a canção “Casa de Bamba”, um dos “clássicos” de Martinho . Seu primeiro álbum, lançado em 1969 já demonstrava a extensão de seu talento como compositor e músico. Logo se tornou um dos mais respeitados artistas brasileiros além de um dos maiores vendedores de disco no Brasil, sendo o primeiro sambista a ultrapassar a marca de um milhão de cópias em 1995. Hoje, é impossível saber de cor todos os prêmios que ganhou. Sua dedicação à escola de samba do coração, Unidos de Vila Isabel, iniciou em 1965. Antes, participava da extinta Aprendizes da Boca do Mato. A história da Unidos de Vila Isabel se confunde com a de Martinho. Desde essa época, assina vários sambas-enredo da escola. Embora internacionalmente conhecido como sambista, com várias composições gravadas no exterior, Martinho da Vila é um legítimo representante da MPB e compositor eclético, tendo trabalhado com o folclore e criado músicas dos mais variados ritmos brasileiros, tais como ciranda, frevo, côco, samba de roda, capoeira, bossa nova, calango, samba-enredo, toada e sambas africanos. Em setembro de 2000 concretizou, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, um de seus projetos mais cultuados: a apresentação do “Concerto Negro” . Idealizado por Martinho e pelo maestro. Para cuidar de suas diversas atividades, criou o Grupo Empresarial ZFM abrindo as portas para sambistas com um selo musical e inaugurando sua própria editora, com seu primeiro romance “Joana e Joanes”.

MEU AMANHA - LENINE 1. Complete as lacunas em branco e numere a seqüência correta.

MEU AMANHA - LENINE

1. Complete as lacunas em branco e numere a seqüência correta.

(

) Uma viagem sideral

(

) Ela é minha festa

(

) Da minha Rádio Nacional

(

) Meu requinte

(

) O meu adorno

(

) Janela de Retorno

(

) O meu cinema

(

) A única ouvinte

(

) Ela é minha sina

(

) A cerca do meu quintal

(

) A tela da minha cena

(

) Ela é minha delícia

Minha meta, minha Minha Minha Minha

, minha saudade

, meu divã

, meu amanhã

Ela é

quitute Insaciável apetite ceia de Natal Ela é minha Meu brinquedo

Minha

É meu céu e meu mal

Ela é meu

E

Incansável paciência

E o desfecho

Minha

Minha seta, minha Minha diva, meu divã manha,

orgia

meu medo

, minha metade

amanhã

(

) Minha paga, minha pagã

(

) Meu fá, minha fã

(

) Minha manha, meu amanhã

(

) A Nau de Nassau, minha nação.

(

) O que é certo, o que é Sertão

(

) Meu lá, minha lã

(

) A massa e a maçã

(

) Amor em Roma, aroma de Romã

(

) Meu Tao, e meu tão

(

) Minha diva, meu divã

(

) Meu velar, minha avelã

(

) O sal e o São

( ) Meu velar, minha avelã ( ) O sal e o São 2/2/1959 ( http:/
( ) Meu velar, minha avelã ( ) O sal e o São 2/2/1959 ( http:/

2/2/1959

Cantor, compositor, arranjador, músico e produtor. Já no começo dos anos 80, o público, perplexo, via Lenine e seus companheiros invadindo o palco com bumbos rústicos, entoando tradicionais maracatus pernambucanos com uma linguagem pop e equilibrando os acentos regionais de sua música. Cerca de 15 anos ainda se passariam até que o gênero fosse aceito em âmbito nacional e Recife (PE) fosse vista como

um novo pólo de criação musical no Brasil. Aos 17 anos, em sua Recife natal, Oswaldo Lenine Macedo Pimentel montou com um amigo a loja de discos Wave, para estar mais perto dos desejados LPs importados. Dois anos depois, foi acompanhar o

nascimento de seu primeiro filho, no Rio de Janeiro (RJ), onde pretendia passar um ou dois anos, mas foi

ficando, ficando

No ano seguinte, gravou seu primeiro disco, “Baque solto”, em parceria com Lula Queiroga. Em 1993, em dupla com Marcos Suzano, lançou o segundo LP, “Olho de peixe”. Hoje, mais de 500 músicas levam sua assinatura, sendo que cerca de cem delas já foram gravadas por ele ou outros artistas. Esta rica obra inclui até mesmo oito sambas-enredo campeões do carnaval de rua carioca. Em 1997, Lenine lançou seu primeiro disco solo, “O dia em que faremos contato”, considerado um marco da MPB por unir acústica, tecnologia eletrônica, raízes regionais e linguagem pop internacional para dar novos rumos à música brasileira. O CD lhe rendeu dois prêmios Sharp. Após uma grande turnê nacional, Lenine se apresentou na Cité de la Musique, em Paris, em 1999, o

Inscreveu-se no festival MPB Shell 81 com a música “Prova de fogo”, de sua autoria.

Shell 81 com a música “Prova de fogo”, de sua autoria. que alavancou sua carreira na

que

alavancou sua carreira na Europa. No mesmo ano, ele lançou o

CD

“Na pressão”, que revelava toda a diversidade brasileira ao

misturar maracatu, xote, samba, rap, coco, jungle, xaxado e trip hop. Desde então, Lenine tem feito shows em dezenas de países. Em

três anos, ele se apresentou para mais de 800 mil pessoas no

exterior. Em 2001, o cd “Na pressão” vendeu 30 mil cópias, sendo sempre apontado como um dos nomes mais representativos da nova música brasileira.

O ano de 2001 marcou a presença de Lenine no cinema e no teatro, visto que o artista assinou a direção musical do filme “Caramuru ”, e da trilha sonora da peça “Cambaio”, de Chico Buarque e Edu Lobo. Na

TV, suas músicas estiveram em diversas novelas.

Lançado simultaneamente em dez países, “Falange canibal”, álbum de 2002, contou com participações especiais de diversos artistas brasileiros e estrangeiros. Lenine segue sua viagem inovadora sem encontrar as tais barreiras supostamente impostas pela língua. Atualmente sua música “Miedo”, cantada em parceria com a cantora mexicana Julieta Venegas é uma das mais pedidas nas rádios brasileiras e tem servido como uma porta mais aos países latino-americanos, inclusive Argentina, país que visitou com seu show em 2008.

(Biografia retirada do site http://www.tvcultura.com.br/bembrasil/)

ARTIGOS, PREPOSIÇÕES, CONTRAÇÕES 1. Complete as frases com as contrações. a) Eu sou Brasil, mas

ARTIGOS, PREPOSIÇÕES, CONTRAÇÕES

1. Complete as frases com as contrações.

a) Eu sou

Brasil, mas moro

Argentina.

b) Estados Unidos, mas está

Ela é

Canadá.

c) Japão, mas está

d) Fernando é

Yoshiko é

China.

Montevidéu e está de visita

Buenos Aires.

e) Nós moramos

Israel.

 

f)

Xuxa é

Porto Alegre.

g)

Meus alunos são

Guernica e

Glew.

h)

Ela é

Suíça e está

Portugal.

2.

Responda:

a)

De onde o Joaquim é? (Roma)

 

b)

Onde a Gisele mora? (São Paulo)

 

c)

Onde vocês moram? (Venezuela)

d)

De onde Leonardo é? (Itália)

 

e)

Onde eles moram? (Portugal)

f)

Onde Joana mora? (Rio de Janeiro)

 

g)

De onde você é? (Alemanha)

 

h)

Onde a senhora mora? (Londres)

 

i)

Onde Michael está? (Nova Iorque)

j)

Em que cidade ela vai estudar francês? (Paris)

3.

Complete os textos com artigos, preposições ou contrações:

Texto 1:

meu nome é Sueli. Eu gosto muito

bolo, principalmente

bolo

chocolate que minha mãe faz. Eu moro

São Paulo, São Paulo é

coisas interessantes. Quem quer se divertir aqui pode procurar

cidade muito grande e cheia

show,

teatro,

cinema ou

shopping. lojas dos shoppings ficam abertas até mesmo

domingos.

que

Meus pais gostam mais pequenas cidades

igreja,

pequenas cidades e querem se mudar para

interior. Eles dizem

praça, pessoas são mais

vida é muito mais tranqüila. Que há sempre

circo e que

pequeno parque de diversão ou

amigas. Eles têm medo

violência

São Paulo, mas eu já estou tão acostumada.

Bom, tenho que ir agora, depois eu continuo conversando com vocês. Hmmm que cheiro delicioso, é

que

bolo de mamãe ficou pronto, tchau.

Texto 2: - Estações do ano no Brasil (http://pt.wikipedia.org/wiki/Esta%C3%A7%C3%A3o_do_ano)

estações

ano

Brasil

são assinaladas oficialmente nos dias dos solstícios e

dias

equinócios. Como

Brasil está

hemisfério sul, a primavera inicia-se

setembro,

verão

dezembro,

outono

março e

inverno

junho. Entretanto,

quatro estações propriamente ditas só existem de fato

regiões serranas

Minas Gerais e

São Paulo e

Rio de Janeiro, que ocupam pouco mais de 15%

Região Sul, no Estado

do

Amazônia não há variação significativa de temperatura e pluviosidade durante o ano

todo, por isso

prática não há estações

ano. Nas demais regiões, existem apenas duas

estações:

estação chuvosa e

estação seca.

PRONOMES POSSESSIVOS, DEMONSTRATIVOS E PALAVRAS INTERROGATIVOS

1. Complete com os pronomes possessivos:

a) pai é medico pediatra.

b)

c) Márcio e eu temos um apartamento,

d) Espero que todos venham a

O

Mariano,

irmã vai à festa?

apartamento é grande.

formatura.

e) Este pedido é o

?

f)

O

senhor já pediu a

bebida?

g)

namorado toca gaita.

h)

namorada é estrangeira?

2.

Complete o texto com os pronomes possessivos.

O

nome é Carlos Moreira, sou de Porto Alegre e moro com a

família, ou seja,

com

pai,

mãe,

irmã caçula e

irmão mais velho.

Trabalho como analista de sistemas, o

sentado, de frente ao

favorito é basquete, meu irmão costuma jogar comigo,

trabalho é bastante sedentário, pois fico o tempo todo

esporte

irmã não, o esporte favorito

casa é muito bonita, é

computador, sendo assim, costumo praticar esportes. O

é vôlei. Moramos numa casa muito grande,

decorada num estilo

mãe é decoradora, foi ela quem cuidou de toda a decoração

da

pai é médico, ele é um sujeito sério e calado, mas é boa pessoa.

passatempo favorito é jogar xadrez com os amigos

Também tenho uma

é Laura. Laura é argentina e mora aqui desde que era pequena, nós nos

Gosto

namorada, o nome

conhecemos na faculdade,

sala de aula era no mesmo corredor da

muito da

vida, dos

pais, dos

irmãos e da

namorada.

3. Complete com os pronomes demonstrativos

a)

O que é

na sua mão.

na minha mão é um mamão.

b)

De quem é

caneta aqui?

c)

cadeira lá está fora do lugar.

d)

Cristiane,

sapatos que você está usando são novos?

e)

aqui é o livro de japonês que vamos usar.

f)

bar é muito aconchegante. Nós gostamos de vir aqui.

g)

banheiro ao lado está sujo.

h)

Você sabe onde estão

fotos que tiramos em Viña Del Mar?

i)

mulher que está sentada lá no fundo é terapeuta.

j)

O que é

no fim da rua?

4. Complete com a palavra interrogativa adequada:

você

se chama? Eu me chamo Joaquim.

anos você tem? Eu tenho 19 anos. você mora? Eu moro no Rio de Janeiro. é o seu aniversário? O meu aniversário é dia 15 de fevereiro. é o seu esporte favorito? Meu esporte favorito é futebol. você trabalha? Eu sou garçom em uma lanchonete. você gosta de fazer no seu tempo livre? Eu gosto de sair com meus amigos e com o meu irmão mais velho. é seu irmão? Eu conheço? Meu irmão é o Gilmar, ele mora no mesmo prédio que você. você não mora com ele? Eu não moro com ele porque moro com minha mãe.

5. Jaqueline Rinaldi é uma cantora de sucesso e está no Brasil para um show, ela está sendo entrevistada por Ricardo de Souza. Elabore as perguntas para as seguintes respostas. Ricardo:

?

Jaqueline: Cheguei ao Brasil ontem à noite. Ricardo:

?

Jaqueline: - Eu vou ficar na cidade durante 4 dias. Ricardo:

?

Jaqueline: - Escolhi São Paulo porque é a cidade mais cultural do Brasil. Ricardo:

?

Jaqueline: - O show vai ser na sexta e sábado. Ricardo:

?

Jaqueline: - No domingo pretendo fazer um pouco de turismo. Ricardo:

?

Jaqueline: - Pergunta indiscreta (risos). Na verdade ainda não sei ao certo quanto vou ganhar. Ricardo:

?

Jaqueline: Vou cantar as músicas de meu ultimo cd e alguns sucessos mais antigos.

  COMPLETE A AMPULHETA   O ano tem trezentos e sessenta e cinco dias em
  COMPLETE A AMPULHETA  
 

COMPLETE A AMPULHETA

 

O

ano

tem

trezentos

e

sessenta

e

cinco

dias

em

quatro

estações:

 

,

,

,

 

em

doze

:

 

,

,

,

,

,

,

,

,

,

,

,

Um

mês

tem

quatro

 

e

uma

tem

sete

 

:

,

,

,

,

,

,

Um

tem vinte e quatro

 

,

em quatro períodos:

 

00:00 – 6:00

 

6:00 – 12:00

 

12:00 – 18:00

 

18:00 – 24:00

 

madrugada

 

uma hora tem sessenta

e um

tem sessenta

SABOR E TEMPERO A BORDO O chef do Alvear Palace Hotel fala sobre a criação

SABOR E TEMPERO A BORDO

O chef do Alvear Palace Hotel fala sobre a criação de pratos para o cardápio internacional da

Tam. (Revista Tam, Abril 2005)

1) Escute o primeiro parágrafo e responda as perguntas:

a. Qual é a profissão do argentino Marcelo Acosta?

b. Onde o Marcelo trabalha?

2) Preencha as lacunas com artigos, preposições e suas contrações, logo depois confira com o

áudio.

Trabalhando com gastronomia há dez anos, tempo que considera pouco para

tanto que

cresceu

sua

carreira, Acosta diz que

segredo de

trajetória de

sucesso é experiência, muito estudo e

busca incessante

novidades

mundo

cardápios. Ele começou a estudar

26 anos e formou-se pela Gate

Gourmet

The Bue Trainers,

capital argentina. Em seguida, trabalhou

Hotel Hyatt

Buenos Aires e fez estágio

Buffet França,

São Paulo.

3) Escute o terceiro parágrafo e responda as seguintes perguntas:

a. Quais são os sentidos que Acosta menciona no texto?

b. Complete a última frase:

sintam as

"para que os passageiros que estejam viajando a Buenos Aires

1. DIÁLOGO 44 2. OS NÚMEROS E AS HORAS 45 3.VOCABULÁRIO TELEFÔNICO 48 4. CONTRAÇÕES

1. DIÁLOGO

44

2. OS NÚMEROS E AS HORAS

45

3.VOCABULÁRIO TELEFÔNICO

48

4. CONTRAÇÕES DOS PRONOMES DEMONSTRATIVOS

50

5. ALGUNS VERBOS IRREGULARES – PRESENTE

50

6. LEITURA – HINO NACIONAL BRASILEIRO

51

7. MÚSICA: UM DIA DE DOMINGO

54

8. QUEM É O ARTISTA? TIM MAIA E GAL COSTA

55

9. MÚSICA: COMO NOSSOS PAIS

56

10. QUEM É O ARTISTA? ELIS REGINA

57

11. EXERCÍCIOS

58

12. COMPREENSÃO AUDITIVA: TRABALHO NO METRÔ

61

Telefonista: - Consultório médico, boa tarde. Gisele: - Boa tarde, eu gostaria de falar com

Telefonista: - Consultório médico, boa tarde. Gisele: - Boa tarde, eu gostaria de falar com a Amanda, por favor. Telefonista: - Quem deseja? Gisele: - Diga-lhe que é a Gisele. Telefonista: - Um momentinho, por favor, vou transferir a ligação.

Amanda: - Alô? Gisele: - Oi Amanda, é a Gisele. Amanda: - Oi Gi! Tudo bem? Gisele: - Tudo ótimo. Estou ligando para confirmar a saída desta noite. Nós nos encontramos naquele restaurante que fica na avenida Paulista, certo? Você sabe onde fica? Amanda: - Sei, sim. Tenho que ligar pra Vera ou você liga? Gisele: - Eu posso ligar daqui, é mais fácil. Amanda: - Perfeito, até mais tarde. Gisele: - Até logo, beijos.

Cida: - Alô? Gisele: - Alô, por favor, a Vera está? Cida: - Quem fala? Gisele: - É a Gisele. Cida: - Oi Gisele, é a Cida, a mãe da Vera. Gisele: - Oi D.Cida, como vai a senhora? Cida: - Vou bem, obrigada. A Vera não está, você quer deixar algum recado? Gisele: - Diga-lhe que eu liguei pra confirmar o jantar desta noite e que me ligue assim que chegar. Cida: - Certo, vou dizer. Gisele: - Muito obrigada D. Cida, um beijo.

NÚMEROS CARDINAIS 0 zero 10 dez 20 vinte 1 um 11 onze 21 vinte e

NÚMEROS CARDINAIS

0 zero

10 dez

20 vinte

1 um

11 onze

21 vinte e um

2

dois

12 doze

30 trinta

3

três

13 treze

31 trinta e um

4

quatro

14 quatorze/ catorze