Você está na página 1de 2

VOTO NULO: MUITO ALÉM DO

PROTESTO!
Veja também materiais anarquistas e
anacosindicalistas, na construção do Nº44 - Julho de 2010 - Informativo do Sindicato de Artes e Ofícios Vários de Campinas -
comunismo libertário! SINDIVÁRIOS - FOSP - COB - ACAT - AIT

Revolução Espanhola sociedade civil realizaram a defesa da


República e seus avanços. Foram criadas
milicias que ocuparam as casernas e
Em 19 de julho de 1936, iniciou uma distribuíram as armas entre o povo para
das mais importantes experiências no que se defendesse dos ataques dos
sentido criar uma sociedade comunista autoritários.
libertária, uma sociedade justa e livre. Foi a E não ficou só nisso, a classe
Guerra Civil na Espanha que proporcionou a dominante espanhola simplesmente
construção de práticas anarquistas nos abandonou o país, deixando as fábricas e
campos e nas cidades, mostrando a força e campos abandonados, o que levou a serem
possibilidade real, na prática do cotidiano. ocupados de forma direta e na autogestão
A sociedade espanhola passava por começaram a produzir nos campos e nas
enormes problemas sociais, uma fábricas, um avanço revolucionário. Com
desigualdade econômica evidente, e a pressão essa produção foi possível abastecer as
reacionária composta pela igreja católica, cidades e enviar viveres para as colunas
militares e capitalistas (empresários e militares que defendiam a revolução na
proprietários) e queria manter a sociedade da Espanha. Foi um marco muito importante
forma que estava, um país agrário e para o anarquismo porque foi aplicado
monarquista autoritário e nesse sentido diversos conceitos anarquistas em larga
fomentaram um golpe de estado contra a escala na economia e na política, servindo
recém criada República da Espanha e contra de modelo e exemplo para as futuras
os avanços das organizações comunistas gerações, tanto nos acertos como nos erros
libertárias (o anarcossindicato CNT e a que ocorridos nessa experiência.
organização FAI).
Contra as forças reacionárias lideradas Veja também: 19 julho 1936; Eleição
por Franco, as organizações Sindical; Vote Nulo porque ...
anarcossindicalistas, anarquistas e a
É pertinente lembrar que embora a os trabalhadores para luta por bem estar e
Espanha fosse uma república não obteve liberdade, nada mais, nada menos!
apoio de outros paíse. A Liga das Nações, 7-Todos precisam abandonar o vício
organização que entra em colapso com a II político que é a burocracia, enganações e
Guerra Mundial e que dá origem a ONU, mentiras que usam para atacarem entre si,
não tinha força suficiente para frear ou quem se fortalece é o patronato, o governo, o
coibir o golpe na Espanha e os países capital;
membros praticaram uma politica de 8-Todo o gasto no processo “eleitoral” é
“neutralidade” que fortaleceu o avanço custeado por quem? Vários boletins,
golpista de Franco, que tinha como apoio as informativos, visitas dos candidatos tem um
forças armadas da Alemanha e Itália, que custo, quem paga? Não podemos alimentar
tinham lideres totalitários, ditadores cruéis esse processo viciado que ocorre de três em
que se interessavam em ampliar a Todos querem meter a mão na três anos.
9-O fim do imposto sindical obrigatório
influência e aliados para seus planos de
conquista mundial. Para não dizer que não cumbuca sindical! é tão importante como a redução da carga de
houve apoio a República da Espanha e sua trabalho para todos (as)... o sindicato não é
revolução civil, a então URSS, tendo a As eleições sindicais reproduzem o meio de vida e nem é para ser
frente outro ditador cruel, Stálin, forneceu sistema eleitoral que engana a nossa gente profissionalizado, é meio de luta de todos os
armas e suprimentos a Espanha, a peso de de dois em dois anos. trabalhadores;
ouro, pagos antecipadamente e tendo um Cada chapa se afirma a melhor, mais 10-Não alimente o profissionalismo
enorme custo para a revolução anarquista e idônea que as outras, mas de fato não sindical, através dos mesmos
para república. mudam nada no discurso e muito menos na “companheiros” que falam bonito ou no grito,
O Kremlin impôs suas diretrizes para prática. Mantém a estrutura anterior bravos, etc, mas que só praticam o
o fornecimento de armas e como único nessa funcionando, a burocracia, os profissionais sindicalismo profissionalizado, coroando o
atitude, foi fácil. A exigência russa foi do sindicato e a luta sindical que fazem é sindicalismo fascista brasileiro, criado à 70
fortalecer o PCE, seu fantoche e destruir os basicamente uma luta jurídica,
advogados, sem a participação direta dos
de Eleição Sindical: Vote Nulo anos na ditadura de Vargas que dura até
hoje para amordaçar e limitar a ação
avanços anarquistas. O detalhe é que o PCE
era um partido ínfimo antes de 1936, mas trabalhadores contra os patrões, donos, porque ... sindical direta.
ao final da guerra, estava a frente da gerentes e administradores privados e Formemos Comitês Sindicais livres e
República se rendendo a Franco. públicos. 1-É preciso muito mais transparência, locais para atuar de forma direta por nossos
Importante salientar que muitos No processo eleitoral vemos o que há tanto na administração do sindicato, como no interesses, formando um movimento sindical
apontam que os anarquistas compuseram de mais degradante da política: subornos, processo “eleitoral”, sempre e não só na hora com força e legitimo.
ministérios nesse período e apontam como compra de votos, intimidações, fraudes, que são questionados; COB-AIT, uma nova forma de fazer
um desvirtuamento dos princípios desvios de caráter e de verbas. Tudo isso 2-Não vale se esconder na sede sindicalismo!
anarquistas. Era necessário fazer lembrar ocorre nas eleições sindicais e isso leva em sindical, se os trabalhadores nela, não vão, Saiba mais: secretariado@cob-ait.net
que a CNT era uma força expressiva de 2 termos inúmeros sindicalistas profissionais precisam estar sempre presentes em todas as FOSP: fosp@cob-ait.net em Campinas:
milhões de associados em armas, nos nas esferas públicas, afinal possuem o áreas onde estão nossos companheiros (as); campinas@fosp.cob-ait.net http://cob-ait.net
campos e fábricas e não podiam ser conhecimento do processo sujo das eleições e 3-Também não pode se limitar a fazer http://fosp.anarkio.net
colocados de lado através do modelo do controle das instituições. as “plenárias” com 1 representante de
parlamentarista que favorecia os partidos Trabalhadores, é hora de parar de unidade, tem que haver mais assembléias,
políticos. E nesse sentido assumiram alguns sustentar esse modelo totalitário, herança mais trabalho sindical de verdade e menos Sindicalismo Revolucionário
ministérios para depois deixá-los, uma vez do ditador Getúlio Vargas. “passeios”, “viagens”, disputas internas para
Vote nulo, não alimente esses saber quem fica com uma parte da “renda”
contra imposto sindical
que sabiam que a luta econômica e política
não se dava naqueles ambientes. parasitas e construamos um sindicalismo do sindicato; obrigatório, redução da
Longe está do entendimento pleno do livre, sem lutas internas, com objetivos 4-Por um sindicalismo atuante nos jornada de trabalho para 30h
que foi a Revolução Espanhola, e devemos comuns claros de emancipação de nossa locais de trabalho e não ausente, que só semanais, aumento salarial
tê-la sempre em mente, com seus erros e classe, por bem estar e liberdade! aparece quando convêm; para todxs, tudo visando a
acertos, nos enche de respeito e inspiração FOSP-COB, uma outra forma de 5-Por um sindicalismo sem influência emancipação dos
na luta por uma sociedade justa, de bem sindicalismo. de partidos, patrões, religiões ou Estado; trabalhadores do jugo
estar para todxs, sem exceções! Se informe: fosp@cob-ait.net 6-O sindicalismo não pode ser palco totalitário do Estado, dos
Saúde e anarquia a todxs! Sitio eletrônico: http://cob-ait.net para projeções alheias, seu papel é organizar partidos politicos e do capital!