Você está na página 1de 11

Bases Sensoriais da Percepo

Professora Erika Cristiane


Percepo
Sensao e Percepo

A percepo um dos ramos mais antigos da Psicologia


cientfica, comeando com Wundt (1879) em Leipzing.

Sensao o processo inicial de deteco e codificao


dos estmulos sensoriais.

Percepo a interpretao, atribuio de sentido s


sensaes.

A percepo a base sobre a qual construmos e


avaliamos a realidade ambiental.
A recepo da informao sensorial
Todos os nossos rgos dos sentidos possuem
receptores sensoriais (clulas nervosas).
Quanto a funo, os receptores sensoriais so
classificados em:
Tipos de Tipo de rgo Sentidos
receptores estimulao sensorial
sensorial
Fotorreceptores Energia Olhos Viso
eletromagntica
(Luz)
Mecanorreceptores Energia mecnica Ouvido, pele e Audio, tato,
(presso) msculos sentido
cinestsico e
sentido vestibular
Termorreceptores Energia trmica pele Calor e frio
Quimiorreceptores Substncias qumicas Mucosa nasal e Olfao e
lngua gustao
Nocirreceptores Energia mecnica, Depende do tipo Dor
trmica e qumica, de estimulao
desde que muito sensorial
intensas.
Energias ambientais e
substncias qumicas

sentidos

sensao

percepo
Aps a recepo dos estmulos sensoriais:

Dependendo da intensidade do estmulo sensorial


ocorre a transduo.
Transduo: transformao de energias e molculas em
impulso nervoso.
Os impulsos nervosos oriundos dos receptores sensoriais
so integrados nas reas sensoriais primrias do
crtex.
A integrao dessas reas ocorre no crtex
associativo.
Processamento perceptual.
reas sensoriais primrias do crtex
Abordagens ao estudo de percepo
Estruturalismo

Psicologia da Gestalt

Abordagem ecolgica (ou percepo direta)

Abordagem construtivista

Abordagem computacional

Abordagem neurofisiolgica
Ns percebemos as coisas como elas so?
Referncias

Schiffman, H. R. Sensao e percepo. 5 ed., Rio de


Janeiro: LTC, 2005, cap. 1.

Simes, E. A.; Tiedman, K. B. Psicologia da percepo. v.


1, So Paulo: EPU, 1985, cap. 1.

Você também pode gostar