Você está na página 1de 9

RevistaEspaçoAcadêmico,ISSN1519­6186–ANOXVI–Mensal.Conselho

Editorial:AnaPatríciaPiresNalesso,AngeloPriori,AntonioMendesdaSilvaFilho,

AntonioOzaídaSilva,EvaPaulinoBueno,HenriqueRattner(inmemoriam),Joãodos

SantosFilho,LuizAlbertoViannaMonizBandeira,RaymundodeLima,RenatoNunes

Bittencourt,RicardoAlbuquerque,RosângelaRosaPraxedeseWalterPraxedes.

Editor:AntonioOzaídaSilva

Orisodosoutros:ohumortemlimites?

Orisodosoutros

Odocumentáriocentra­senoStand­up,ouseja,comediantesqueseapresentamindividualmentesemoutrosrecursoseacessóriosalémdavoz,e,geralmente,empé,

dirigem­seàplatéia(daíotermo).AlysonVilela,AnaMariaGonçalves,AntonioPrata,ArnaldoBranco,BemLudmer,DaniloGentili,FábioRabin,FernandoCaruso,

GabrielGrosvald,HugoPossolo,IdelberAvelar,JeanWyllys,LaerteCoutinho,LolaAronovich,MarcelaLeal,MarianaArmellini,MaurícioMeirelles,NannyPeople,

RafinhaBastos,RenataMoreno,entreoutros,sãoosentrevistados.

Afinal,existemlimitesparaohumor?Piadasofendem,feremopoliticamentecorreto?Oargumento“Ésóumapiada!”éválidoparaqualquercircunstância,aindaque expresseoracismo,osexismo,opreconceitocontraasminoriaseindivíduos?Piadaspreconceituosascontranegros,mulheres,gays,lésbicas,gordos,deficientes físicos,etc.sãoengraçadas?Porqueprovocamoriso?Quemriécúmpliceouohumoristaapenasexpressaosvalorespresentesnasociedade?Seéofensivonão deveriaserproibido?Quemdefineolimiteentrealiberdadedeexpressãoeaofensapreconceituosa?Opoliticamentecorreto?Estenãoéumaformadepoliciamento

Ofundamentodohumor

Ohumor,sejaqualforoseuobjeto,nãoseexplicaapenaspelacapacidadeindividualdecriação.Seufundamentoéosvalorescompartilhadossocialmente.Ohumorista

nãoéumindivíduoisolado,masumsersocial.Alinguagemdocomediantenãoéaxiologicamenteneutra.Tododiscursotemraízesnasociedade.Nemapiadanemo

risoocorremnovácuo,seusalicercessãoculturais,sociais,políticoseideológicos.Quemfala,faladeumlugardeterminado,estáconscientedoquepronuncia,espera

umdeterminadoefeito:provocaroriso.Quemritambémofazconscientemente,eaofazê­loreforçaamensagem.Nestesentido,nemafalanemorisosãonaturais.O

fundamentoésocial.

Opreconceito,portanto,estánasociedade.Ohumordialogacomopreconceito,masestediálogonãoestálivredetensões.Ohumorpodereforçar–ounão–os estereótipos.Elebuscaoreconhecimento,oaplausoeoriso.Seugozoadvémdacapacidadedeconquistar.Qualéocaminhomaisfácil?Paramuitos,aformamais fácildeprovocarrisadaséinvestirnopreconceito,nosestereótipos.Seestessãocompartilhadospelamaioria,bastafalaroqueamaioriaquerouvir.Ohumorista desresponsabiliza­secomoargumentodequeresgataalgojáinculcadopeloouvinte.Ouseja,eleapenasdespertoualgo–umvalor,umsentimento–namentedequem riu.Tánacabeçadequemri!Enãoestánacabeçadequemfazapiada?Istosignificadescomprometer­se,imaginarqueodiscursoelaboradoéneutroe/ouapenas reproduzosvaloresdosoutros.ApiadasobreaPretaGiléumexemplosutildecomoocomediantesedesresponsabilizaetransfereoônusparaopúblico.Aoarrancar risadas,DaniloGentilidizque aplatéianãodeveriaterrido.Mas,porqueelecontaapiada?Ora,porqueopúblicori.Conclui,então,queof.d.péquemri.“Nãoeu!”, afirmaGentili.

afirmaGentili.

Ospreconceitosarraigadosnasociedadefornecemmaterialabundanteparaospiadistas.Ohumorécruel,caricatural.Expõedefeitos,limitaçõesefazrir;masinsulta!

Ohumorinsultante,preconceituosopareceomaisfácil,oquemenoscriatividadeexige.Bastareproduziroconservadorismodamaioriaemformadepiada!Porisso,é

ohumoremseunívelmaisbaixo.Damesmaformaqueencontraplatéiasnumerosasqueriemdasmesmaspiadasdesempre,tambémencontradefensores.Argumenta­

sequeestetipodehumorsimplesmentecolheopensamentoexistenteeoreproduzdeumaforma“engraçada”.Convenhamos,oargumentodequeohumoristanãoé

responsávelpelasmazelasdasociedade,masapenasoexpressa,éforte.Nãosedeve,portanto,culpabilizá­lo.Nesteraciocínio,seriaexagerofalarmosemhumor

preconceituoso.

Nãosetrata,porém,deculparmassimdareflexão.“Agenterieissofazpartedavida.Masagentetambémpensasobrecoisas.Aculpaéumsentimentocastrador.

Odiretordodocumentárioserefereàssituaçõesemquerimosdeumapiadaque,defato,revela­sepreconceituosa.“Maisjovem,euriamuitodepiadadegay.Hojeem dia,játendopensadosobreisso,eurealmentenãoachomaisgraça.Vocêfazessaelaboraçãonasuacabeçaeapartirdaívocêpassaanãoacharmaisengraçado”,diz

Defato,todosestamossujeitosadeslizes.Masnãoéocasodopreconceituosoempedernido,daquelequeintrojetouvaloresconservadores.Paraestetipo,asminorias

sempreserãoumalvoderiso.Esemculpa!Poroutrolado,deve­seconsideraropapeldohumorista.Émuitosimplespartirdopressupostodequeeleapenasexpressao

queamaioriapensa.Primeiro,eletambéméeducadopelamesmasociedadequeforjaecristalizataispensamentos.Comogarantirqueeletambémnãoincorporao

discursoquepronunciaaoseupúblico?!Segundo,seareflexãoénecessária,élícitoindagarmosseeemquemedidareprodutoresdepreconceitosfortalecemvalores

preconceituososousecontribuemparaaindagaçãoreflexivasobreosmesmos.Dequalquerforma,nãohágraçaalgumaparaquemsofreasofensasemformade

humor!

Ébemmaisdifícilelaborarohumorquesejainstigante.Exigecriatividade,trabalhoesuperaçãodoslugaresesensocomum.Seráquenãoépossívelfazerhumorsem

humilharooutro?Ohumortambémpodecontribuirnosentidodelevaràreflexãosobreospreconceitosemostraroridículodaposturapreconceituosa.Se,como

afirmaDaniloGentili,“Todapiadatemumalvo”,umavítima,qualequemdevesê­lo?Seráqueoúnicocritérioválidoé“seforengraçado”,comoargumentaGentili?

Comoeste“alvo”devesertrabalhado,tratado?Seohumorpressupõeacrítica,oquedevesercriticado?Comoestacríticadeveserelaborada?Criticar“alvos”sem

condiçõesdedefesaéfácil.Émaisdifícilcriticaraautoridade.

(https://espacoacademico.files.wordpress.com/2013/06/tvcadocumentario _ risos _ dos _ outros _ alta20­26­28.jpg)

Ohumormachistaparaconsumodopúblicoéreproduzidonarelaçãointernaentreosqueseenvolvemcomestaatividade.Tambémnesteaspecto,expressaarealidade

social.Oshomenspredominame,segundoodepoimentodacomedianteNanyPeople,asmulheresreproduzemosvaloresdouniversomasculino.Aspiadassobre

mulheresexpostasnodocumentáriomostrabemocaldoculturalsexista.Aliás,talvezsejaexagerodenominartaisfalascomo“piadas”.Nãohágraça,masdesrespeito.

Nãoéprecisoserfeministaparaconvencer­sedorisívelqueérepetirchavõesdostataravôs,bastaapenastersensodereflexãocrítica.Háalgumagraçaem,por

exemplo,afirmarqueamulherfeiaquesofreuestuprodeveriaagradecerpelaoportunidade?Estuproéumtemaparapiadistas?Noentanto,piadascomoestaeoutras

pérolashumorísticasprovocamrisos–inclusiveentreasmulheres.

Amesmasociedadequelegitimavaloresmachistas,racistas,homofóbicos,etc.,contesta­os.Os“alvos”e“vítimas”destetipodehumororganizam­se,reageme

exigemrespeito.Masnãoépatrulhamentodaliberdadedeexpressão?!Nãohátemasproibidos,nemsetratadeproibir.Aquestãoéaformaqueassumeodiscurso.Se

esteéofensivoequemseofendeécapazdereagircoletivamente,élegítimo.Aliberdadedeexpressãonãosedánovácuo,masemtensãocomocontextosocial,

político,cultural,histórico.Tambémocomediantenãoéneutro,eleprecisasaberdequeladoestá.Aspiadaspodem,inclusive,levarapensarsobreasminorias,o

racismo,osexismo,etc.

racismo,osexismo,etc.

Opoliticamentecorretoéchato?Quemcontestaécareta?Masécorretoinsistiremreproduzirospreconceitos?Quemcunhouotermopoliticamentecorreto,aquem

interessa?Aquestãoépolêmicaeaparentaserumaformadedesviar­sedoprincipal.Ofatoéqueantesmesmodosurgimentoepropagaçãodopoliticamentecorreto,

aspiadasracistas,preconceituosas,etc.existiamenãoperderamestecaráter.Emoutraspalavras,oracismo,sexismo,xenofobismo,homofobia,etc.,sãorealidadesno

passadoenopresente.Adiscussãosobreopoliticamentecorretodesviaofoco.Umapiadaracistapermanececomomesmoconteúdoesignificado.Comoafirma

MarianaArmellini:“Chamarumnegrodemacaconãoéenuncafoiengraçado”.Sepalavradesqualifica,quemautilizatemconsciência.Nãoésuficienteacusarquem

nãoaceitaoracismoequalquertipodepreconceitodeexpressaraditaduradopoliticamentecorreto.Aindaquesejaconsiderado“chato”,“careta”,etc.,areaçãoé

legítima.

Apráticasocialquestionadoradodiscursoracista,sexista,homofóbico,etc.nãodirige­seapenasàquelequefazpiadasdemalgosto,masexpressaoquestionamento

legítimodesetoresdasociedadeemrelaçãoaoutraspráticassociais,culturaiseclassistasquelegitimamodiscursohegemônicoaceitopelamaioria.Atensãodo

politicamentecorretoéexpressãodessemovimentohistóricodenãoaceitaçãodessahegemonia.

Agritacontraopoliticamentecorretoétambémumaformadenãoaceitaracrítica.Isto,emnomedaliberdadedeexpressãoilimitada.Masaliberdadeilimitadasó

existenacabeçadequemseacreditaacimadasleis,normas,convençõessociais,etc.Porexemplo,racismoécrime.Então,apretensaliberdadedeexpressãodo

comediantequeadotaodiscursoracistarevela­seilusão.Acontestaçãododiscursoepráticaspreconceituosasestátãorelacionadaàliberdadedeexpressãoquandoa

falacontestada.Ocomediantetemaliberdadedefazerapiada,masdevesaberquenãoestáacimadalei,dobemedomal,menosaindalivredacontestação.Comodiz

JeanWyllys:“Asliberdadestêmlimites”.

JeanWyllys:“Asliberdadestêmlimites”.

Não,nemsempre“Ésóumapiada!”,comoproclamaRafinhaBastoseoutros.Apiadaéconcebidacomodesprovidadeconteúdoideológico,político,social,etc.É

tratadacomoapiadaemsi,neutra.“Éuminsulto!,respondeLolaAronovich.Sim,umapiadapreconceituosanãoéapenasumapiada.Amanifestaçãodoartistareforça

preconceitosoucontribuiparaquestioná­los.Nãoéumdiscursoneutro,apolítico.Quemseimaginaapolítico,temumacompreensãosimplistadapolítica,restringindo­

seàesferainstitucional.ComodiriaBrechtéum“analfabetopolítico”!Dequalquerforma,oquechamaaatençãoemtudoistoéofatodeaspessoasaindariremdeste

tipodepiada!Nãotemgraça!Noentanto,orisodamaioriainebriaeparecelegitimarocomediantequedizoqueopovoquerouvir.Eeleaindaficacomaimpressão

dequefazsucesso.Mas,comoalertaHugoPossolo,“Quemsecurvademaisaopúblicoficadequatropraele”.

(https://espacoacademico.files.wordpress.com/2012/10/ozai.jpg)*ANTONIOOZAÍDASILVAéprofessordoDepartamentodeCiênciasSociais–

[1]

[2]

[3]

[4]

Idem.

28comentáriossobre“Orisodosoutros:ohumortemlimites?

1.Brunadisse:

21/09/2016às15:01

Estetextomefezrefletirbastante,buscoestarsempreatentaaoqueescrevoparanãoofenderninguémcomminhaspostagens!

15/01/2016às4:10

PIADA.MORAL.ÉTICA.PRECONCEITO.DISCRIMINAÇÃO.

???

Líumamatériamuitointeressantehojesobreumhumorista/comediante,dizendoquesenteoprimidoaofazerpiadasindiscriminadamentesobrequalquerassunto,

nosdiasatuais.Masresolvipesquisarafundoatéondeeleestavaerradoeatéondeestariadentrodarazão.Vejabem:

Umapiadaéumaexpressãodehumorusandodacríticadehábitos,costumesoucaracterísticasparafazeraspessoasriremousimplesmenteacharemgraçaemum

brevehistóriaouconto.Osestereótiposinclusossãoelementoscômicosquepodemounãotersignificadorealístico,sendoqueseforirônicoouburlesco,não

caracterizadeformaconcretadiscriminação.Aprópriadefiniçãodapalavrapiadavemdeumtrocadilhoouideiasubentendida.Partindodestadefiniçãoquefalei,

queéamesmaqueseaprendenafaculdadedeartescênicas,piadaéexatamenteoquetodomundodescrevecomopreconceito:umaexpressãoirônicaouburlesca

sobreascaracterísticascomportamentaisoufísicas.Então,alguémmeexplicaoqueéumapiada,quenãotenhaessascaracterísticas,equesejaengraçadacomo

diz.EqueREALMENTEnãouseestereótipos,porqueaspiadasqueaspessoasjulgam“politicamentecorretas”sãoasquesedirecionamaestereótiposque

ninguémacreditaofender,lembrandoqueoslimitesdaéticaempiadas,dependemdaformaçãomoralindividualdecadaum.Podeserqueapiadaquevocêfizer

sobrebêbadosmeofendaporquetalvezeutenhasidoumalcoolistanopassado,podeserqueumapiadaquefizerpravocêsobreumcachorroteofendaporquênão

tenhoapegoporestetipoodeanimal.Pensenisso.Umapiadapodenãotergraçaalguma,massóofendemesmo,quemsente­sedepreciadooudiminuídoporela,

tornandoosignificadoqueelapassa,verdadeiro.Seouçoumapiadasobrecalvos,emesintoofendidoporisso,significaqueminhacalvíciemefazsentirinferiora

quemtemcabelo.Quemcriaopreconceito,somosnósmesmos.

>>>Detestopiadas,nãoseicontar,enãomesintoofendidonemhumilhadopornenhumtipodepiada,poispiadasfazemgraçarelacionandohábitosecostumesàs

característicasdaspessoas,esenãovejoessarelaçãoemmim,senãoachoqueseencaixanoquepensoouquesou,nãomesintodiscriminadoporela.Senão,não

seriaumapiada,seriaumaverdade.

Outracoisinha:queéquedeudireitodeumcidadãoquepertenceadeterminadaminoriaoutemdeterminadacaracterística,possafazerpiadadesimesmo?Quer

dizerqueaéticadapiadadependedequemestácontando?Querdizerque,seeuforumsemteto,possofazerpiadasdesemteto?Seeuforportadordedeficiência

física,tenhopermissãomoraldefazerpiadassobreisto?Hojeemdia,aspessoastomamprasicomoverdadeseusprópriosjulgamentos,numaexpressão

egocêntricadeconceitosquenãocondizemcomarealidadesocialemquevivemos,semlevaremcontaaopiniãodamassa.Vaichegardeterminadomomento,que

seráproibidoagenterirempúblico,correndooriscodeestarofendendoalguémquetomeprasinossorisocomodeboche,sarcasmoouironia.

3.marinaruasdisse:

04/11/2015às22:43

incrivel!!!superinteligenteeacessível

15/01/2015às8:33

5.DalianaAntoniodisse:

23/11/2014às7:31

RetirandotrechodotextodoOzaíparaprepararumaquestãodeprovasobreodocumentárioquetrabalheiemsala.BeijoenormeOzaí!!

04/05/2014às23:31

[…]EspaçoAcadêmico:“ORisodosOutros:ohumortemlimites?”[…]

05/11/2013às10:31

gosteimuitodotextofazagentepensaremmuitascoisas!!!!!

parabeins!!!

8.RuthElisadisse:

18/08/2013às21:28

Olá,souestudante,façocursinhoprévestibularemeuprofessorderedaçãoindicouodocumentário”Orisodosoutros”paraassistirmos.Fiqueipensandoemtanta

coisa,principalmentenoquePedroArantesdisse:“Maisjovem,euriamuitodepiadadegay.Hojeemdia,játendopensadosobreisso,eurealmentenãoachomais

graça.Vocêfazessaelaboraçãonasuacabeçaeapartirdaívocêpassaanãoacharmaisengraçado”

Achoqueéexatamenteisso…ejápasseiporsituaçõesassim,todosriem,maseunão,éconsciênciacríticamesmo,umdia,derepentevocêpercebequeissonãoé

engraçado,eseriainclusiveatéabsurdorir,porquevocênãocompartilhadaquelesvalores.Duranteodocumentário,algumaspiadasmechocaram,principalmente

acomparaçãodeumamulhergordacomobonecodospneusMichelineaoutradeumcaraqueprimeiroexaltaasmulheresedepoisdesconstróitodoseuvalor,

fazendoumgestoobscenoeinclusiveafirmandoqueasmulheresapenasserviamparaaquilo.Issonãoéengraçado,achoatéquechegaaserviolento.Umapessoa

pararirdissoprecisaserdeumamediocridadeintelectualprofunda.Apessoaquecontaumapiadaquerendoounãoestáreproduzindovalores,inclusiveatéosdela

.Comodizeralgoqueeunãoacredito?Comofalardaquiloqueeunãoconcordo?Precisasermuitoincoerente.Ficopensandosevaleapenaparaesses

comediantescertaspiadasqueelescontam,nomínimodesnecessárias.Achoqueaavozinhadelesteriavergonha,sesoubessecomosãoosnetinhos.

9.josefriddisse:

08/08/2013às8:06

Excelentereflexão!Realmente,tudotemlimites.Ohumorpreconceituosodevesuaexistênciaàpreguiçaintelectualdohumoristaedaplatéia.Deixeideira“stand­

up”porcausadisso,sóapelaçãosexual,racista,etc.Dátrabalhofazerhumorinteligente.

10.RonaldoL.Lindotedisse:

16/06/2013às22:15

Não,nãovaletudo.Vale,sim,ainteligência,aperspicácia,asutileza.Essacoisadoescrachopeloescrachonãovale,poisissonemnohumorseenquadra.Parabéns

pelotexto,Grato,R.Lindotti

16/06/2013às22:47

Ronaldo,

boanoite.

Obrigadoporlerecomentar.

Abraçoseótimasemana

11.IrisCristinaBarbosaCherubinidisse:

15/06/2013às18:12

Nãopossuoconhecimentoteóricosobreotema.Entretanto,apenasfaloomeusentimentodoriso,queéparamimumadescargadeenergia.Emquemeafastodas

emoçõesemetornoessencialmenteRACIONALesósintoalegria.Nãoparoemanálisedodiscurso,poissefosseoestudonãoiriaSORRIR….GARGALHAR.

16/06/2013às22:48

Iris,

boanoite.

Obrigadoporlerecomentar.

Bem,seorisoéapenas“descargadeenergia”eháausênciade“racionalidade”,entãotodapiadaéválida,desdequegargalhemos?!

Abraçoseótimasemana

12.Marianadisse:

14/06/2013às11:14

ADOREI

14/06/2013às12:06

Obrigado.

Abraçoseótimofinaldesemana

14/06/2013às8:29

+MarceloGleiser

Sobreoriso

Apiadaabreoscanaisparaexpressarmosimpulsossocialmenteproibidosoureprimidos

Umportuguêseumfísicoentramnumbareencontramumburaconegroaosprantos,tomandoumacerveja.Ofísico,pasmo,nãoacreditanoquevêeficaolhando,

desconfiado,daporta.Jáoportuguês,encantadocomavisão,seaproximadoburaconegro:“Ó,seuburaconegro,sinto­memuitoatraídoporvocê”.Eoburaco

negroresponde:“Seufalso!Todosmedizemamesmacoisaantesdesumir…”

Porquerimos?Ninguémsabe.Orisotemumaqualidadeuniversal:todasasculturastêmseuscontadoresdepiadas.E,mesmoqueapiadatenhagraçasóparauma

cultura,aspessoasreagemsempredamesmaforma.Nãoimportasealínguaécompletamentediferente,seapessoaédaMongólia,umaborígeneaustralianoou

umíndiotupi,orisoésempremuitoparecido,umareaçãofísicaaumestímulomental.Masqueestímulomentaléessequenosfazreagirfisicamentedeumaforma

tãocaracterística?

Asteoriassãomuitas,começandodesdeaAntiguidade.PlatãoeAristótelesdiziamqueorisovemdeumasensaçãodesuperioridade,vendoohumorcomoum

mododeexpressarnossodesprezopelosquejulgamosserinferiores.Napiadaacima,oportuguêsfazessepapel.Ofísico,esperto,sabequedevemosnosmanter

longedumburaconegro.Jáoportuguês,coitado,seaproximaetemomesmofimdosinfelizesquedesconhecemasleisdafísica.

Masessenãoéoúnicotipodehumor.Existemváriosoutros,comoquandorimoscomumjogodepalavras:“Otrabalhoéamaldiçãodasmassasalcoólatras”,disse

OscarWilde,omestreinveteradodasfrasesfeitas.Kant,ograndefilósofoalemão,teorizouqueorisoéresultadodorompimentoinesperadodeumaexpectativa,o

queàsvezeséchamadode“teoriadaincongruência”.

Apiadaéumahistóriaqueesperamosquetenhaumfimlógico.Éorompimentoinesperadodalógicanumadireçãoabsurdaquenosfazrir.

Porisso,quandoexplicamosumapiadaelaperdecompletamenteagraça.

Odesafio,comoafirmaoautorJimHoltemseurecentelivro“StopMeIfYou’veHeardThis”(MeInterrompaSeVocêJáOuviuEssa,eminglês,editoraW.W.

Norton),éentenderporqueorompimentocomalógicaprovocaumareaçãofísicatãopeculiar.Oqueumacoisatemavercomaoutra?

EntraFreudcomasua“teoriadoalívio”.SegundoFreud,apiadaabreoscanaisparaexpressarmosimpulsossocialmenteproibidosoureprimidos,nãosó

relacionadosaosexoeàagressividadecomo,também,oimpulsolúdicoqueadultos,infelizmente,tendemadesprezaremsuapressadiária.

Bastaconvivercomumacriançaparavercomoorisocorremaissolto,comotudoémaisengraçado.Oriso,paraFreud,permitesermoscriançamaisumavez,

deixandoescaparasinibiçõesquenossosuperegoconstróiaolongodenossasvidas.Oquenãotemoscoragemdefalarficasancionadonumaboapiadasujaoude

conteúdoracista,machistaouxenófobo.Nouniversodapiadavaletudo.

Oproblemacomessateoriaéqueelaprevêque,quantomaisinibidaapessoa,maiselarirácomapiada,maiorseráoseualívio.Eestudosmostramjustamenteo

oposto.Aspessoassexualmentemais“abertas”sãoasqueriemmaisdaspiadassujas.

ExisteatéumateoriaqueexplicaorisoatravésdateoriadaevoluçãodeDarwin.Segundoela,orisoeraummododecomunicaçãopré­verbal­oschimpanzés,por

exemplo,tambémriem­quevisavadiferenciarinimigosdeamigos.Orisonachegadadeumvisitanteeraosinalparaogrupodequenãoexistiaperigo.Sejaqual

foraexplicaçãoouasexplicações,umacoisaécerta:rirsófazbem.

MARCELOGLEISERéprofessordefísicateóricanoDartmouthCollege,emHanover(EUA),eautordolivro“AHarmoniadoMundo”

Fonte:FolhadeS.Paulo,10deagostode2008

*AgradeçoaoRaymundodeLima!

14.FranciscodeAlencardisse:

13/06/2013às20:08

Citamos:ComodizJeanWyllys:“Asliberdadestêmlimites”.

AmorliberoDeclaratioEtCanticumLaudáte ÀLiberdadeDeclaraçãodeAmordoHomemLivreCantoeLouvorEuamoaLiberdade!LiberdadeIndividualqueLibertaoSerHumano.Liberdadequeé LiberdadeSocialColetiva.AbsolutaeInvencível.EsteomeuPensamentoeminhaIdeasobreaLiberdade.MinhaDefiniçãoeminhaPráticadeVida.Desdeminha InfânciaatéosdiasdeHoje.EusouLivre!EuLouvoaLiberdade!Sempre!ÉaFlormaisBonitaePerfumadaqueConhecinaminhaVida!FranciscodeAlencar

(85)Brasil

14/06/2013às8:21

CaroFrancisco,

bomdia.

Muitoobrigadoporlerecomentar.

Seucomentárioépoético,belo,contagiante.

Emminhahumildeopinião,aliberdadeabsolutaéumautopia,umideal.Temposatrásmesurpreendiaolerautoreslibertáriosedescobriemseusprojetos

viesesdeautoritarismo.Mas,compreendo.Ohumanoéimperfeito.

Abraçoseótimofinaldesemana

13/06/2013às18:04

Ótimareflexão.Superaodocumentário.Emmim,piadasconstruídascomestereótiposnãomefazemmaisrir.Gostodepiadasqueprovocamreflexãosobre

estereótiposenãodepiadasqueemprestammaisenergiasocialparaosmesmos.Piadasreflexivassãoparapoucose,infelizmente,temospoucoparacelebrarneste

quesito.Apiadaestereotípicaexigepoucoesforçoemuitacumplicidade–etristeestejogoentrepoucoesforçoecumplicidade.Ficofelizquandoumapiadaantiga

nãofazmaisrir,poisissosignificaquenãotemmaiscumplicidadesocial,quenovospadrõescríticosemergirame,agora,exigemnovasqualidadesdepiada.

Abraços,Ozaí,eparabéns!

14/06/2013às8:17

CaroAlexander,

bomdia.

Obrigado.Estamosplenamentedeacordo,massemprefiqueàvontadeparaascríticasesugestões.

Abraçoseótimofinaldesemana

16.EvaBuenodisse:

13/06/2013às11:18

Ozai,comosempre,vocemarteloudiretonacabecadoproblema.Naoe’umaquestaodecalaraarte,masdelembraraestaspessoascomoestetal“artista”que

tudotemlimite.Aliberdadedeumso’vaiate’ondechegaaliberdadedooutro.Eprovocareabusardosqueestaocaidos,queestaosofrendo,e’aformamaisbaixa

dahumanidade.Foracomestesimbecis!Ecomquemaindaricomeles!

14/06/2013às8:16

Eva,

bomdia!

Muitoobrigadoporlerecomentar.

Estouabertoàscríticasesugestões.

Abraçoseótimofinaldesemana

17.Deyvissondisse:

13/06/2013às10:00

Gosteimuitodotexto.Fazpensarbastanteaonãosertãoconclusivoedeixarváriasquestõesnoar.Parabéns!

13/06/2013às10:19

Deyvisson,

bomdia!

Muitoobrigadoporlerecomentar.

Permaneçoabertoàscríticasesugestões.

Abraçosetudodebom

18.RaymundodeLimadisse:

13/06/2013às9:49

“Piadaspreconceituosascontranegros,mulheres,gays,lésbicas,gordos,deficientesfísicos,etc.sãoengraçadas?”.FALTOUACRESCENTAR:piadascontra

judeus,japoneses.Claro,atéojudeuagnóstico,Freud,gostavadecontarpiadascomesteteor.Masdepoisdogenocídionazistacontraosjudeus,Freudetantos

outrosPARARAM.Temgenteporaíqueaindacontapiadascontrajudeus,eatétentamfazer“piada”dogenocídio­holocausto.Nãotemgraça,sobretudoquem

tevetodaafamíliamortanascâmarasdegásnazista.Conformeseutexto“[…]nãohágraçaalgumaparaquemsofreasofensasemformadehumor!”.Porqueneste

casoapiadausadosarcasmo,quequersepassarpor“humor”.Osarcasmodenigre,masoverdadeirohumoreleva.

Portanto,nãoconcordoque“apiadaapenasdespertaalgo–umvalor,umsentimento–namentedequemriu”.Queestánacabeçadequemri!Enãoestánacabeça

dequemfazapiada.Sim,concordocomoautorOzai,quenãoexistepiadaneutra,ouqueapenasreproduzosvaloresdosoutros.Omesmosepodedizerda

pseudopiadaqueéosarcasmoeaironia.Aquelequeproduzbuscaparceirosparareforçaramaledicênciacontraalguém.

Interessanteestaobservação:“Maisjovem,euriamuitodepiadadegay.Hojeemdia,játendopensadosobreisso,eurealmentenãoachomaisgraça.Vocêfazessa

elaboraçãonasuacabeçaeapartirdaívocêpassaanãoacharmaisengraçado”,dizPedroArantes,diretordodoc.Então,podemoslevantaraseguintetese:quanto

maistomamosconsciênciaemrelaçãoaooutrodapiada,maisnoslimitamosnossoimpulsodecontarpiadasquetemalgumdesgraçadoparaagenterir.Quando

maisavançamosnossorespeitoemrelaçãoasdiferençashumanasmaisfiltramosnossosensodehumor.Seráqueoresultadonofuturoéumasociedadetão

respeitosaeséria,eobviamente,SEMGRAÇA,literalmente!?

13/06/2013às10:18

Raymundo,

muitoobrigadoporlerecomentar.

Fiquetranquilo,semprehámotivospararir.Eparaohumor,nãohátemasproibidos–aquestãoéaformadecontarapiada.Nodocumentário,umdos

entrevistadoscitaoexemplodosjudeussobonazismoqueexpressaumaformadiferentedesereferiràprópriadesgraça.Aliás,oshumorjudaicotemmuitoa

nosensinar.Tenhoolivro“DoÉdenaoDivã–HumorJudaico”,organizadoporMoacyrScliar,PatriciaFinzieEliahuToker.Eisumpequenotrechoda

introdução:

“Ohumornãolutasócontra,elelutatambémpor:porumaéticapessoalisentadepreceitosrestritivostradicionais,porumasociedademaisjusta,epela

liberdadedecadaqualsercomoésemtemeraaçãoinsidiosadopreconceito.Emtodooconhecimentodatransitoriedadedascoisas“importantes”aosolhosdos

homens,ressoamnofundodasmelhorespiadasjudaicas,ecosproféticosemessiânicos,aindaqueàsvezespálidosesecularizados”.

Obrigado.

Abraçosetudodebom

19.reginadisse:

13/06/2013às7:54

Parabénsporestabelaeoportunareflexao,prezadoeditor.Suaanalisedasvariasformasdehumoresclareceasnuancesentreoquemereceonomedehumor,queé

necessariamenteinteligenteeampliadordehorizonteseohumorgrosseiroefacildorisobestial.OtextovemcompletaroexcelentedocumentariodePedro

Arantes.

13/06/2013às8:31

Regina,

bomdia.

Meusinceromuitoobrigadoporsuaspalavrasamáveisedeestímulo.

Permaneçoabertoàscríticasesugestões.

Abraçosetudodebom