Você está na página 1de 1

A seleo nacional de futebol na Colnia da Venda do

Pinheiro
Unio de Freguesias Venda do Pinheiro e Santo Estvo das Gals

Nos idos da dcada de 40 instalou-se, na Quinta de Santo Antnio,


Venda do Pinheiro, uma colnia de frias para filhos dos funcionrios
da antiga empresa Companhias Reunidas de Gs e Eletricidade.
Vinham crianas de todos os cantos de Portugal que a podiam
permanecer durante quinze dias ou um ms. Chegavam a estar
reunidas cerca de 600 crianas, "era uma grande alegria e muito
benfico tambm para o comrcio local", segundo Francisco Bizarro.
Aquando da dinamizao deste motivo para o grupo de crianas da
Sala Encarnada, do Jardim de Infncia Beatriz Costa (Charneca),
Ftima Costa, atualmente Educadora no Agrupamento de Escolas
Venda do Pinheiro, recordou os oito anos em que foi monitora nessa
colnia e ofereceu-nos um bonito texto em que partilhou memrias
desse tempo: "(...) uma noite (sempre de surpresa) acordvamos s
quatro da madrugada, preparvamos tudo e subamos a encosta da
Venda do Pinheiro (agora est l um condomnio). Subamos tudo at
s pedras grandes que se veem c de baixo e, quando chegvamos,
deitvamo-nos e assistamos ao nascer do sol. Era lindo!.
Esta colnia de frias foi tambm utilizada como Centro de Estgio
pela Seleo Nacional de Futebol na poca de jogadores como
Peyroteo, Azevedo, Travassos, Jesus Correia e Correia dos Santos que,
como afirma Francisco Bizarro, j no so do vosso tempo, mas que
eram craques. Era normalssimo ver um grupo de jogadores famosos,
pontapeando uma bola pela estrada fora, em direo ao Casal dos
Ninhos.
E se fosse hoje, com o Cristiano Ronaldo, j imaginaram?!

Texto de Ana Frana, Jacqueline Duarte e Pedro Moura, com base num dos motivos
do depoimento de Francisco Vera Bizarro (natural de Cabeo de Montachique e
nascido em 1935), entrevistado a 12 de fevereiro de 2016 por Patrcia Peres e
Salete Pereira.
Ilustrao de Pedro Jorge, da EB N.1 da Venda do Pinheiro, AE da Venda do Pinheiro

Bibliografia:
NUNES, Carlos Amrico Ramos Venda do Pinheiro: histria de uma aldeia.
Venda do Pinheiro: Carlos Amrico Ramos Nunes, 2015.