Você está na página 1de 3

Flor amorosa, compassiva, sensitiva, vem

porque

uma rosa orgulhosa, presunosa, to


vaidosa

Pois olha a rosa tem prazer em ser


beijada,

flor, flor

Oh, dei-te um beijo, mas perdoa, foi toa,


meu amor

Em uma taa perfumada de coral

Um beijo dar no vejo mal

um sinal de que por ti me apaixonei

Talvez em sonhos foi que te beijei

Se tu pudesses extirpar dos lbios meus

Um beijo teu tira-o por Deus

V se me arrancas esse odor de resed


Sangra-me a boca, um favor, vem c

No deves mais fazer questo

J perdi, queres mais, toma o corao

Ah, tem d dos meus ais, perdo

Sim ou no, sim ou no

Olha que eu estou ajoelhado

A te beijar, a te oscular os ps

Sob os teus, sob os teus olhos to cruis

Se tu no me quiseres perdoar

Beijo algum em mais ningum eu hei de


dar

Se ontem beijavas um jasmim do teu


jardim

A mim, a mim Oh, por que juras mil


torturas

Mil agruras, por que juras?


Meu corao delito algum por te beijar
no v,

no v

S por um beijo, um gracejo, tanto pejo

Mas por qu?