Você está na página 1de 38

www.thyssenkruppelevadores.com.br

Este material foi impresso em papel produzido com madeira proveniente de reflorestamento, cujo processo está em conformidade com as exigências ambientais.

“Sustentabilidade é suprir as necessidades da geração presente sem afetar a habilidade das gerações futuras
“Sustentabilidade é suprir as necessidades da geração presente sem afetar a habilidade das gerações futuras

“Sustentabilidade é suprir as necessidades da geração presente sem afetar a habilidade das gerações futuras de suprirem as suas”

Esta definição de sustentabilidade faz parte do Relatório Brundtland, documento publicado em 1987 pela Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento da Organização das Nações Unidas (ONU). Intitulado Nosso Futuro Comum, o documento serviu de alerta da Organização das Nações Unidas (ONU). Intitulado Nosso Futuro Comum, o documento serviu de alerta sobre o uso excessivo dos recursos naturais pelos padrões de produção e consumo vigentes. Hoje, mais de 20 anos depois, ainda continua atual e serve de parâmetro para as análises sobre o tema.

A ThyssenKrupp Elevadores acredita numa relação mais justa entre economia e meio ambiente em prol de um futuro melhor, com base em ações sustentáveis. Um processo de conscientização que começa dentro da empresa, mas que se multiplica por meio de cada colaborador.

Editorial

O Programa de Eficiência Sustentável da fábrica da

ThyssenKrupp Elevadores Brasil nasceu com a proposta de sistematizar as ações de sustentabilidade que já eram trabalhadas na companhia.

Internamente, as mudanças já estavam acontecendo e os conceitos sendo aplicados; mas, nos faltava um programa que pudesse sistematizar os objetivos, a partir de um escopo definido.

Não queríamos apenas um programa focado em resultados econômicos, com metas de economia de gastos, por exemplo. Tampouco interessava uma conotação puramente de marketing. Queríamos um programa que traduzisse, além da nossa maneira própria de fazer as coisas, a real necessidade do tema, com metas para o sustentáculo da sustentabilidade, desde o produto até o ciclo de vida do elevador.

A partir deste start, o processo evoluiu de forma

espontânea. As boas cabeças, que já tinham consciência do tema, se uniram sob a coordenação de Marcelo Nery,

nomeado, com justiça, coordenador do Programa.

O time se formou e começou a jogar de forma

orquestrada. Grupos de trabalho foram criados, a partir da adesão voluntária dos participantes, e as lideranças foram surgindo naturalmente ou indicadas pelos colegas. As pessoas se envolveram, estabeleceram metas de trabalho e começaram a pesquisar conceitos novos, como o sequestro de CO ² .

Um processo maravilhoso que foi conquistando as pessoas e que, cada vez mais, ganha espaço para se desenvolver. A ideia é deixar como herança para as futuras gerações, nossos filhos e netos, conceitos sobre como não agredir a natureza, evitar resíduos não recicláveis e diminuir o desperdício de energia. Enfim, um mundo em equilíbrio com o meio ambiente.

Fábio Luis Zanon Presidente de Manufatura da ThyssenKrupp Elevadores Brasil

Editorial

The Sustainable Efficiency Program at the ThyssenKrupp Elevadores Brasil factory was created to streamline the sustainability initiatives already carried out by the company.

Things were already happening in house and the concepts were being applied but we lacked a program capable of systematizing our goals based on a defined scope.

We were not looking for a program focused solely on economic results, with cost-saving targets, for instance. Neither were we interested in a purely marketing-oriented approach. We wanted a program that translated not only our own way of doing things but mostly the actual need for the topic, including goals to support sustainability from the product all the way to the elevator life cycle.

Starting from that, the process has taken on a life of its own. Great minds already aware of the issue came together under the coordination of Marcelo Nery, rightfully appointed head of the Program.

The team lined up and started playing like a well-oiled machine. Work groups were set up by members who joined in voluntarily, and leaders started naturally popping up or appointed by their peers. People got involved, set work goals and started looking into new concepts, like CO ² sequestration.

A wonderful process that has gone on to win people over

and increasingly find room to take it to the next level. The idea is to bestow upon future generations, our children

and grandchildren, concepts about how not to hurt Mother Nature, how to prevent non-recyclable residues, overuse

of power, wastefulness. In short, how to build a world in

balance with the environment.

Fábio Luis Zanon ThyssenKrupp Elevadores Brasil Manufacturing President

Sumário

Summary

O Projeto Escopo 1: Escopo 1: Escopo 2: Escopo 3: Sustentável Gases Combustível Energia
O Projeto Escopo 1: Escopo 1: Escopo 2: Escopo 3: Sustentável Gases Combustível Energia
O Projeto Escopo 1: Escopo 1: Escopo 2: Escopo 3: Sustentável Gases Combustível Energia
O Projeto Escopo 1: Escopo 1: Escopo 2: Escopo 3: Sustentável Gases Combustível Energia
O Projeto Escopo 1: Escopo 1: Escopo 2: Escopo 3: Sustentável Gases Combustível Energia

O Projeto

Escopo 1:

Escopo 1:

Escopo 2:

Escopo 3:

Sustentável

Gases

Combustível

Energia

Resíduos

The Sustainable

 

Scope 1:

 

Scope 1: Fuel

 

Scope 2:

 

Scope 3: Waste

4

Project

6

Gases Group

8

Combustible Group

10

Energy Group

12

Disposal Group

Escopo 3: Grupo Água Banheiro Logística Sustentável   Scope 3: Sustainable 14 Logistic G r
Escopo 3: Grupo Água Banheiro Logística Sustentável   Scope 3: Sustainable 14 Logistic G r
Escopo 3: Grupo Água Banheiro Logística Sustentável   Scope 3: Sustainable 14 Logistic G r

Escopo 3:

Grupo Água

Banheiro

Logística

Sustentável

 

Scope 3:

Sustainable

14

Logistic Group

16

Water Group

18

Lavatory

Grupo Papel, Grupo Impressão Fornecedores e Toners   Paper, Print and Supply Chain 20 Toners´
Grupo Papel, Grupo Impressão Fornecedores e Toners   Paper, Print and Supply Chain 20 Toners´

Grupo Papel,

Grupo

Impressão

Fornecedores

e Toners

 

Paper, Print and

Supply Chain

20

Toners´ Group

22

Group

 
 
 
 
 
 

Grupo Produto

Grupo

Grupo Sequestro

Grupo Divulgação

Anexos

e Aplicação

Embalagem

de CO2

24

Product and

26

 

28

CO2 Kidnapping

30

Spreading

32

 

Application Group

Packing Group

Group

Group

Annexes

2

       

ThyssenKrupp Elevadores

A ThyssenKrupp Elevadores é uma empresa do

Grupo ThyssenKrupp AG, multinacional alemã que atua em mais de 80 países com negócios nas áreas de Aço, Bens de Capital e Serviços, distribuídos em cinco segmentos de atuação: Aço, Aço Inox, Tecnologias, Elevadores e Serviços.

No segmento de elevadores, o Grupo está entre os três líderes mundiais do setor e está estruturado a partir de 800 filiais e escritórios em mais de 60 países.

No Brasil, são mais de 60 anos de atuação com ampla cobertura em todo o território nacional e em países da América Latina.

A Matriz e o parque industrial ficam em Guaíba, Rio Grande do Sul, onde são produzidos os elevadores que abastecem o mercado nacional e latino- americano. A empresa também está representada por meio de Unidades de Negócios e de mais de 500 postos de serviços localizados em diferentes estados brasileiros, garantindo cobertura nacional na manutenção de elevadores.

A empresa atua na comercialização, fabricação,

instalação, manutenção e modernização de elevadores; na comercialização e prestação de serviços de manutenção de escadas, esteiras rolantes e fingers (passarelas para aeroportos), e na comercialização, fabricação e manutenção de equipamentos para pessoas com mobilidade reduzida.

4

ThyssenKrupp Elevadores zera emissão de CO ²

4 ThyssenKrupp Elevadores zera emissão de CO ² Uma das principais metas do Programa de Eficiência

Uma das principais metas do Programa de Eficiência Sustentável da ThyssenKrupp Elevadores - compensar a emissão de dióxido de carbono (CO ² ) no processo de produção - foi alcançada após um ano de implementação das ações em prol do meio ambiente na fábrica da empresa.

A planta de Guaíba, no Rio Grande do Sul, obteve o selo Emissão Zero que atesta que 100% do total de

CO

² emitido pela empresa foi compensado, a partir

da

aquisição de créditos de carbono. (1)

No total, a empresa adquiriu 2.200 créditos de carbono/ano da BAESA (Energética Barra Grande S/A), empresa responsável pela operação da Usina

Hidrelétrica Barra Grande. O projeto é registrado

no APX VCS (Voluntary Carbon Standard Registry)

e certificado pelo Bureau Veritas Certification Holding. (2)

O total de créditos de carbono corresponde ao resultado do ecological footprint (pegada ecológica)

da empresa e calculado com base no GHG Protocol

– Protocolo de Gases de Efeito Estufa (Standards and Guidance Regarding Corporate Greenhouse Gas Accounting and Reporting). (3)

O inventário corresponde à emissão de CO ² desde outubro de 2009, abrangendo os escopos 1 (gases

e combustível), 2 (energia) e 3 (logística, transporte de funcionários, viagens aéreas, resíduos etc.).

“Com esta aquisição vamos ajudar a desenvolver

a nossa região, já que o projeto da BAESA também

destina 30% dos recursos arrecadados a um fundo de desenvolvimento para apoiar financeiramente pequenos produtores da região; além do trabalho na redução das emissões de gás carbônico para o planeta Terra”, diz Marcelo Nery, Vice President Supply Chain Management e coordenador do Programa de Eficiência Sustentável.

Todo o processo, que resultou em “zero emissão de carbono”, desde o levantamento de dados para o relatório de emissões até a compra dos créditos, foi auditado por uma consultoria internacional (BSI) em novembro de 2010.

(1) Denominado Redução Certificada de Emissão (RCE), o crédito de carbono é um dos mecanismos previstos no Protocolo de Kyoto para a redução da emissão de gases de efeito estufa. Por convenção, uma tonelada de dióxido de carbono (CO ² ) corresponde a um crédito de carbono.

(2) Projeto de geração de energia limpa e renovável, localizado

entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina, além de gerar energia, a construção da Hidrelétrica Barra Grande impulsionou a criação de projetos socioambientais na região. Entre eles, os de educação ambiental, de reflorestamento (plantio de 560 mil mudas de espécies nativas), de fauna (identificação de 430 espécies de animais) e de flora (coleta de 12,4 milhões de sementes); além de projetos sociais, culturais e esportivos

Nulla facilisi. Vivamus consectetur sollicitudin

que atendem às comunidades locais.

velit at lobortis. Nulla facilisi. Phasellus

(3) Atualmente usada no mundo como um indicador

posuere lobortis leo eget viverra.

Maecenas eu nibh ac elit egestas

de sustentabilidade ambiental, a pegada ecológica

foi criada por William Rees e Mathis Wackernagel, na

década de 90, para medir a dimensão das marcas que

vestibulum. Fusce eu est vel dui eleifend

viverra. Cras iaculis nibh non ante

deixamos no planeta, a partir dos recursos naturais

que usamos.

fermentum sed laoreet neque pellentesque

dui The quis Sustainable turpis commodo. Project Morbi tincidunt

augue One of eu the justo main molestie goals tempor. of the Sustainable In nibh orci, Efficiency Program of

ThyssenKrupp Elevadores – compensating for the emission of porttitor non scelerisque eget, laoreet quis ligula.

carbon dioxide (CO

²

)in the production process – has succeeded one

year Aliquam after erat the implementation volutpat. Aenean of ligula actions magna, geared towards the environment

in the company’s plant. convallis vitae suscipit non, pulvinar in enim. The Guaíba plant, in Rio Grande do Sul, has been certified with the Carbon Free

Quisque Plant seal, sollicitudin which certifies libero at that nisi 100% egestas of the iaculis. total Aenean amount of CO ² emitted by the

non company felis eu has magna been eleifend compensated pretium for, sit from amet the feugiat acquisition arcu. of carbon credits.

Donec Overall, gravida the company arcu non has sem acquired eleifend 2,200 in tempus carbon mauris credits/year pharetra. from BAESA (Energética

Barra Grande S/A), the company responsible for the operation of the Usina Hidrelétrica Barra

Morbi Grande odio (Barra elit, Grande egestas Hydroelectric in pretium id, Plant), aliquet a project eu sem. to generate clean and renewable energy, located

Aliquam in Rio Grande pretium, do Sul. tellus The id project ultrices is registered lacinia, in tellus APX tellus VCS (Voluntary congue Carbon Standard Registry) and certified

ipsum, by Bureau Veritas Certification Holding.

The total amount of carbon credits matches the company’s ecological footprint and is calculated based on the GHG

ut

malesuada

leo

ligula

vel

tellus.

Praesent

lacus

mauris,

condimentum Protocol (Standards and Guidance Regarding Corporate Greenhouse Gas Accounting and Reporting). (3)

ac The pharetra inventory at, corresponds iaculis in purus. to the emission Praesent of orci CO ² diam, since October rhoncus 2009, a covering scopes 1, 2 and 3.

vulputate eget, s id ultrices lacinia, tellus tellus congue ipsum, ut

malesuada leo ligula vel tellus. Praesent lacus mauris.

vide tabela na página 32/please see annexes page 32

5

Estufa de cura para a pintura das peças Escopo 1: (Emissões diretas de GEE): Gases
Estufa de cura para a pintura das peças Escopo 1: (Emissões diretas de GEE): Gases

Estufa de cura para a pintura das peças

Escopo 1:

(Emissões diretas de GEE):

Gases

“Para sermos sustentáveis, precisamos mudar o patamar de consciência, e essa mudança ocorre de dentro para fora. Como já praticava a coleta seletiva do lixo, bem como a racionalização do uso de água e luz em casa, achei coerente fazer parte dessa iniciativa” Daniel Bertschinger

Processos sustentáveis

Na fabricação do elevador são consumidos diferentes tipos de gases, como GLP, nitrogênio, oxigênio, acetileno e gás hélio. Eles são fontes de energia para processos chave da empresa,

como a pintura, soldagem de peças, corte a laser

e transporte de materiais (empilhadeiras), por

exemplo. Mas, como emitem gás carbônico, CO ² , precisam ser usados com mais controle para não poluírem o meio ambiente.

A meta traçada pelo Grupo Gases é reduzir em 2% ao ano a emissão de CO ² nos processos internos. Mapeamento realizado constatou que o consumo de GLP, por exemplo, é de 21 toneladas/mês.

Com este resultado em mãos, já foram detectadas

as áreas onde é possível rever processos, visando

um melhor aproveitamento dos recursos para uma

6 produção mais limpa.

A estufa de cura da pintura das peças é um dos setores que mereceu atenção. Responsável por 70% do GLP consumido pela fábrica, o processo está sendo revisto. A ideia é melhorar o rendimento, reaproveitando o calor dissipado no resfriador, definir setups ideais munidos de ferramentas estatísticas e rever a área interna da estufa.

As máquinas de soldas também terão de se adaptar às novas práticas sustentáveis. Hoje, operam automaticamente, mas passarão a ter uma válvula reguladora que libera só a vazão necessária, como um acelerador. Assim, cada um vai “acelerar” como e quanto quiser, sem desperdício de solda.

Responsáveis pelo transporte de grande parte dos materiais, as empilhadeiras, igualmente, passarão a ser controladas
Responsáveis pelo transporte de grande parte dos materiais, as empilhadeiras, igualmente, passarão a ser controladas

Responsáveis pelo transporte de grande parte dos materiais, as empilhadeiras, igualmente, passarão a ser controladas quanto à quilometragem e quanto ao consumo mensais. Com isso, o Grupo poderá agir preventivamente, visando sempre a redução da emissão de CO ² .

Como os processos são, na sua grande maioria, comandados por pessoas, o grande desafio do Grupo está na conscientização dos colaboradores. Mesmo porque, as mudanças terão impacto na melhoria da qualidade de trabalho.

Scope 1 (Direct GHG emissions): Gases Group

Different types of gases are consumed in the manufacturing process of elevators, such as LPG, nitrogen, oxygen and helium. They are used as sources of energy in the painting and welding processes. However, as they emit CO ² their use should be controlled so as not to pollute the environment. The goal established by Gases Group is to reduce the CO ² emission by 2% a year in the internal processes. This challenge initially required the mapping of the current consumption. With this result in hand, Gases Group has already noticed areas in which processes can be rethought, aiming at a better utilization of resources for a cleaner production.

noticed areas in which processes can be rethought, aiming at a better utilization of resources for

7

Escopo 1:

(Emissões diretas de GEE):

Combustível

Transporte verde

A liberação de CO ² (dióxido de carbono), a partir da queima de combustíveis fósseis, como diesel

e gasolina, é uma das causas do chamado efeito estufa e, consequentemente, das alterações climáticas no mundo.

Na ThyssenKrupp Elevadores, a meta do Grupo Combustível é reduzir o total de emissões em 19%, por meio de iniciativas (uso de etanol) que têm impacto não só no dia a dia da empresa, mas também na vida de seus colaboradores.

A carona solidária é uma dessas ações, pois reduzirá o número de carros em circulação. Além

disso, o objetivo é orientar os motoristas a usarem combustíveis que não poluem o meio ambiente. Um selo para estimular o uso consciente do etanol foi criado e estampa os carros da empresa. Atualmente,

a maioria dos automóveis da frota da empresa já é

8 flex (bi-combustível – gasolina/etanol).

“O projeto de sustentabilidade suscitou o debate e a vontade de participar. Mas devemos pensar coletivamente. Vale salientar que essa é uma conscientização que deverá ser seguida por todos, pois nenhum de nós é tão bom, quanto todos nós ”

juntos

Cassiano Soveral

O transporte gratuito que a ThyssenKrupp Elevadores oferece aos colaboradores que residem na capital, Porto Alegre, também é um bom exemplo.

Os veículos estão dentro dos padrões estabelecidos pelo Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores – Proconve, criado pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente – Conoma.

A cada seis meses, passam por uma vistoria para

medir as emissões atmosféricas de CO ² e recebem

o selo Despoluir, atestando as boas condições dos

veículos para circulação. Buscar uma parceria com a Prefeitura de Guaíba para que a construção de uma ciclovia, ligando a cidade até a sede da companhia, seja viabilizada, é outra meta para intensificar o uso de transportes limpos.

Frota da empresa com o selo para o uso consciente do etanol A proximidade da

Frota da empresa com o selo para o uso consciente do etanol

A proximidade da empresa, cinco quilômetros do centro de Guaíba, e o grande número de colaboradores que reside na cidade são fatores que contribuem para a iniciativa dar certo.

Total de emissões de CO ² (set/09 a jan/10)

312.041 kg CO ² (atual)

250.196 kg CO ² (proposto) redução de 19% nas emissões

Scope 1 (Direct GHG emissions):

Fuel Combustible Group

In order to reduce the CO ² emission in the

transportation systems used by the company,

Fuel Combustible Group wants to change people’s

habits and has suggested carpooling among the

company’s employees. Also, the adoption of clean

technologies for the company’s fleet, whose cars

are mostly equipped with the Flex system (gasoline/

ethanol) is implemented. The free transportation

offered by ThyssenKrupp Elevadores to their

employees who reside in the capital city, Porto

Alegre, is another good example. The vehicles meet

the standards established by the Proconve (Air

Pollution Control by Automobiles Program), created

by the National Council of Environment – Conoma.

They are inspected every six months to measure

the CO ² emissions in the atmosphere and receive

the stamp, attesting the good driving conditions of

the vehicles.

10

Escopo 2:

(Emissões indiretas de GEE de eletricidade):

Energia

Energias renováveis

Uma estação meteorológica instalada na torre de testes da ThyssenKrupp Elevadores vai medir por um ano as condições climáticas e os ventos na região. A partir dos dados, será feito um estudo de viabilidade para a instalação de um gerador eólico de energia.

A iniciativa é uma das soluções propostas pelo Grupo Energia. A ideia é reduzir o consumo de energia elétrica criando condições para o uso de alternativas limpas que não poluem o meio ambiente. A eólica é uma delas, pois gera energia a partir da força dos ventos.

Outra proposta em estudo é o aproveitamento da luz natural. Telhas ecológicas feitas com garrafas pet ou com chapas de poliéster serão testadas na cobertura do bicicletário. A área, que recebe luz natural, é usada pelos funcionários que utilizam bicicletas para chegar à empresa.

Adesivo alerta sobre a economia de energia

Na linha de produção, o consumo precisa ser mapeado por departamento, mas alguns indicadores já estão sendo monitorados.

Trocar as lâmpadas convencionais por iluminação eletrônica por LED também é uma solução ecológica em discussão. O LED tem baixo consumo de energia elétrica, longa vida útil e não usa mercúrio, componente que causa danos ao meio ambiente.

baixo consumo de energia elétrica, longa vida útil e não usa mercúrio, componente que causa danos

O Grupo Energia também quer reforçar, junto aos funcionários, práticas de consumo consciente. Desligar o monitor do computador e apagar as luzes da sala na hora do almoço, por exemplo, são ações que já fazem parte do dia a dia e que o Grupo quer intensificar.

Consumo médio de energia elétrica:

500.000 quilowatts-hora por mês

de energia elétrica: 500.000 quilowatts-hora por mês “Nunca fui engajado, mas tinha atitudes básicas de

“Nunca fui engajado, mas tinha atitudes básicas de educação ambiental. Mas me sensibilizei quando assisti ao documentário “Uma verdade inconveniente”, de Al Gore. A foto de dez anos atrás e a de hoje me fez pensar. Hoje só uso álcool como combustível e compro produtos ecológicos. É uma questão de consciência” Marcos Nardi

Scope 2 (Eletricity indirect GHG emissions):

Energy Group

A weather station installed in the testing tower will

evaluate the viability of installing an eolic energy

generator in the company. The idea originated with

Energy Group in an effort to reduce the electric

energy consumption using clean alternatives

that do not pollute the environment. The goal is

to reduce the current consumption of 500.000

kilowatts-hour down to 50% by 2019. Many ideas

are being developed, such as a better use of

natural lightning, switching conventional bulbs to

LED electronic lightning, turning off the computer’s

screen and turning off the lights during lunch time.

11

Escopo 3:

(Outras emissões indiretas de GEE):

Resíduos

“Resíduos são considerados um “mal necessário”, pois de nossos processos sempre aproveitamos a maior parte útil e acaba sempre sobrando uma pequena parte inútil. Estamos aprendendo a gerenciar esta parte ‘inútil’, que se bem- trabalhada será útil a alguém, ou terá seu efeito minimizado ou anulado quando for descartado. Com o Programa 5R´s, nosso objetivo é conscientizar as pessoas e mostrar que essa mudança pode ser realidade, com a participação de todos” Renato Wanke de Melo

Educação ambiental

A coleta seletiva integra a rotina da ThyssenKrupp Elevadores há 16 anos, quando esta prática ainda era pouco disseminada na sociedade. Separar corretamente os resíduos depositando-os em lixeiras identificadas foi o primeiro passo na busca de soluções ambientais.

Hoje, o processo é mais amplo e inclui a separação também dos resíduos sólidos do processo produtivo. São duas mil toneladas/ano de material descartado, incluindo plásticos, vidros, papéis, metais, madeira, óleos e lâmpadas fluorescentes; além dos lixos orgânico e ambulatorial que são tratados separadamente.

Desse total, 90% são reciclados, doados ou reutilizados, ou seja, têm uma destinação correta, evitando qualquer tipo de agressão ao meio ambiente.

evitando qualquer tipo de agressão ao meio ambiente. Separação de resíduos, como eletrônicos e aço, para

Separação de resíduos, como eletrônicos e aço, para reciclagem

Dar continuidade a este programa, aperfeiçoando sua aplicação, é a meta do Grupo Resíduos. Um dos caminhos é investir na educação ambiental por meio da implantação do Programa 5R´s - Reduzir, Repensar, Reciclar, Reutilizar e Recusar. A proposta é fazer com que as pessoas reflitam sobre sua participação no processo e como podem ajudar a mudar a realidade.

A campanha Caixa Separada é um bom exemplo e ajudou a incentivar a separação das folhas de papel A4 usadas sem dobrar ou rasgar, pois só assim não perdem as fibras e podem ser recicladas.

Outras iniciativas também conquistaram a adesão dos funcionários, como a separação dos cartuchos de impressoras vazios para doação e o posto de recolhimento de óleo de cozinha usado que é entregue a uma empresa de reciclagem.

Programa 5 R´s • R eduzir o consumo evitando a geração de resíduos e o
Programa 5 R´s • R eduzir o consumo evitando a geração de resíduos e o

Programa 5 R´s

• Reduzir o consumo evitando a geração de resíduos e o desperdício, além de buscar alternativas ecologicamente corretas.

• Repensar suas atitudes buscando a consciência ambiental.

• Reciclar tudo aquilo que não tem mais finalidade de uso.

• Reutilizar tirando o máximo proveito de tudo que você consome. Usar os dois lados do papel, por exemplo.

• Recusar produtos que agridem o meio ambiente.

Scope 3 (Other indirect GHG emissions):

Waste Disposal Group

Selective waste collection has been a reality in

the company for 16 years. The process is more

comprehensive today and includes the separation

of the solid residues of the productive process as

well. Two thousand tons of materials are discarded

a year, including plastic, glass, paper, metal, wood,

oil and fluorescent lamps, in addition to organic and

biomedical waste, which are treated separately. 90%

of that is given an appropriate destination: they can

be recycled, donated or reused, thus avoiding any

kind of damage to the environment. Waste Disposal

Group aims at giving continuity to this program and

enhancing its application. One of the ways to do

that is to invest in environmental education through

the implementation of the 5R´s program – Reduce,

Rethink, Recycle, Reuse and Refuse. The idea is to

make people think about their participation in the

process and how they can help change reality.

Área de carregamento dos caminhões Escopo 3: (Outras emissões indiretas de GEE): De Norte a

Área de carregamento dos caminhões

Escopo 3:

(Outras emissões indiretas de GEE):

De Norte a Sul

Logística

A eficiência do departamento de logística é fundamental para os negócios da ThyssenKrupp Elevadores. Dessa área, depende o cumprimento dos prazos de entrega das matérias-primas para a fábrica, o envio de peças para os almoxarifados das filiais e a entrega dos produtos aos clientes.

da

sustentabilidade, o Grupo Logística fez um levantamento e concluiu que é possível melhorar a distribuição, a partir da adoção de novas tecnologias e veículos de transporte sustentáveis, entre outras medidas.

Para

rever

os

processos

sob

a

ótica

Hoje, 100% da operação nacional de suprimentos da ThyssenKrupp Elevadores (equivalente a duas mil toneladas/mês) é feita por transporte rodoviário movido a diesel. Conforme dados do Ministério de

“Hoje, a conscientização de que as questões ambientais são importantes no processo de desenvolvimento e que as empresas devem ser sustentáveis para poder evoluir, já está intrínseca no nosso dia a dia. No que se refere às questões logísticas, já é prática a busca contínua por caminhos alternativos mais sustentáveis“ Sandro Alves da Maia

da emissão de CO ² (88%), seguido do transporte aéreo (6,5%), marítimo (3,7%) e o ferroviário (1,34%).

Como a simples substituição de um modelo por outro nem sempre é viável, dadas as condições geográficas e de infraestrutura do País, o Grupo implantou uma medida: todas as transportadoras que trabalham para a empresa terão que obter laudo que comprove que seus veículos estão em conformidade com a NBR 13.037. Esta norma determina a opacidade do gás do escapamento emitido por veículos com motor a diesel, atestando a qualidade dos mesmos. O foco do programa de sustentabilidade da fábrica é controlar e melhorar o transporte das matérias-primas.

Operação eficiente Além do tipo de transporte usado para a entrega da mercadoria, outro aspecto
Operação eficiente Além do tipo de transporte usado para a entrega da mercadoria, outro aspecto
Operação eficiente Além do tipo de transporte usado para a entrega da mercadoria, outro aspecto
Operação eficiente Além do tipo de transporte usado para a entrega da mercadoria, outro aspecto
Operação eficiente Além do tipo de transporte usado para a entrega da mercadoria, outro aspecto
Operação eficiente Além do tipo de transporte usado para a entrega da mercadoria, outro aspecto
Operação eficiente Além do tipo de transporte usado para a entrega da mercadoria, outro aspecto
Operação eficiente Além do tipo de transporte usado para a entrega da mercadoria, outro aspecto
Operação eficiente Além do tipo de transporte usado para a entrega da mercadoria, outro aspecto

Operação eficiente

Além do tipo de transporte usado para a entrega da mercadoria, outro aspecto importante do processo de logística é equacionar a relação entre volume e carga. Para garantir o transporte de um volume maior por veículo, a ThyssenKrupp Elevadores trabalha em parceria com transportadoras na busca de soluções eficientes. Entre elas, o sistema de coleta com “Milk Run”, para a consolidação das cargas de matérias- primas provenientes dos fornecedores nas principais

cidades do País, onde é possível reduzir os veículos e intensificar o aproveitamento do volume de carga. São medidas já adotadas pela empresa, mas que com o programa de sustentabilidade ganham ainda mais força. Uma delas é a utilização de um caminhão especial com reboque que tem capacidade para transportar o dobro de carga por viagem, com impacto positivo na redução de CO ² .

Leitura de código de barras para conferir os dados sobre a mercadoria

código de barras para conferir os dados sobre a mercadoria Scope 3 (Other indirect GHG emissions):

Scope 3 (Other indirect GHG emissions):

Logistic Group

In order to rethink the processes under the optics of sustainability,

Logistic Group has conducted a survey and concluded that it is

possible to improve the distribution through the adoption of

sustainable vehicles. In order to reduce CO ² emissions in the

atmosphere, for instance, all shipping companies that work for us,

must have a report certifying that their vehicles are in accordance

with NBR 13,037, which is the regulation that determines the

opacity of the exhaust gas emitted by vehicles operated by

diesel motors, thereby certifying their quality. Furthermore, other

actions have been implemented, such as the increase in the ship

transportation in the Northeastern region of the country, reduction

in the number of vehicles inside the company and intensification

of the load consolidation program – inbound and outbound – (for a

Detalhe do filtro da estação de tratamento “Eu sempre pensei em conciliar a profissão com

Detalhe do filtro da estação de tratamento

“Eu sempre pensei em conciliar a profissão com a questão da sustentabilidade. Ter participado do processo de criação das estações de tratamento é a realização de um sonho. É gratificante ver que é possível fazer o mundo um pouco melhor” Michele von Ameln

Grupo Água

Caminho cristalino

A política de gestão ambiental da ThyssenKrupp

Elevadores registra bons resultados na área de tratamento de efluentes industriais e de esgotos sanitários.

A partir de duas estações de tratamento, todos os

resíduos líquidos, sejam os provenientes do processo de produção ou os despejos sanitários, são 100% tratados de acordo com as recomendações dos órgãos ambientais.

Um trabalho que nem todos conhecem. Por isso, o Grupo Água criou visitas às estações de tratamento. Além de mostrar as práticas ambientais da companhia, o objetivo é conscientizar as pessoas sobre a necessidade de racionalizar o uso da água e buscar soluções para diminuir o volume de resíduos líquidos produzido.

A meta é buscar soluções para reduzir o consumo de água em 50% até 2019.
A meta é buscar soluções para reduzir o consumo de água em 50% até 2019.

A meta é buscar soluções para reduzir o consumo de água em 50% até 2019. A principal ação está na conscientização, alertando as pessoas sobre o desperdício de um recurso essencial para o equilíbrio da natureza.

A primeira campanha educativa atingiu 500 colaboradores com a distribuição de folders e materiais sobre como economizar a água na vida doméstica. Na empresa, a ideia é evitar os gargalos de desperdício.

1.170 metros cúbicos de água são consumidos por mês

Water Group

The goal of Water Group is to seek solutions to

reduce water consumption in 50% by 2019. The

company’s environmental management policy has

shown good results in the treatment of industrial

effluents and sewage systems. All liquid residues

coming from the production process or sanitary

waste are treated in their entirety in two stations

maintained by the company. However, in

order to achieve its goal and disseminate the

environmental culture, our job is focused on

raising awareness and on the implementation

of new ideas, such as the sustainable lavatory,

which works from solutions in products that cause

less impact on the environment.

17

18

Banheiro Sustentável

Projeto viabiliza construção de banheiro sustentável

Um dos grandes projetos do Programa Eficiência Sustentável da ThyssenKrupp Elevadores, o banheiro sustentável, é inaugurado e está contribuindo com a economia de água e energia elétrica da fábrica.

Construído a partir da iniciativa dos integrantes dos Grupos Água e Energia, o banheiro pode gerar uma economia de até 60% de água da rede de abastecimento e 100% da energia necessária para seu funcionamento é gerada a partir de energia solar.

O reaproveitamento da água é uma das bases do projeto. A água da chuva é captada do telhado por meio de uma calha para ser armazenada. Antes, porém, passa por um filtro, desenvolvido pelos funcionários, que elimina os poluentes e leva a

água para uma cisterna, para ser clorada. Com este processo finalizado, a água é bombeada para a caixa que abastece os vasos e os mictórios, completando

o ciclo sustentável.

Os vasos sanitários também foram projetados para

economizar água. A descarga é seletiva e a vazão pode ser controlada para três ou seis litros de água.

E

as torneiras possuem temporizador, que controla

o

tempo de abertura. A água usada para lavar as

mãos também é reaproveitada. Após o uso passa por um separador (água-óleo) e cai na cisterna para ser clorada e reutilizada nas descargas.

Para a economia de energia elétrica, o banheiro só utiliza energia solar captada por meio de painéis fotovoltaicos instalados no telhado da construção. Com eles é possível suprir 100% da energia necessária para o funcionamento do banheiro.

A energia gerada pelos painéis é armazenada

em um banco de baterias, que alimenta todo o sistema. Como iluminação, bombas, sensores e o

CLP (Controlador Lógico Programável), que aciona as lâmpadas LED a partir de um software desenvolvido especialmente para o projeto.

Completa o projeto o uso de material reciclado. Os armários que ficam embaixo das pias e as molduras dos espelhos dos banheiros foram feitos com resíduos de madeira provenientes de embalagens recebidas que seriam descartados.

O banheiro sustentável é um projeto piloto composto por três vasos, dois mictórios e uma pia no banheiro masculino; um vaso e uma pia no banheiro feminino. Abrindo a possibilidade para que outros sanitários sejam reformados na fábrica a partir deste modelo.

Sustainable Lavatory

The sustainable lavatory is one of the projects of the Sustainable Efficiency Program. It has been designed based on an idea from the members of the Water and Energy Groups. This lavatory can generate up to 60% of savings on water from the network supply while 100% of the power needed to operate it is generated by solar energy. Water recycling is one of the project foundations. The rain water and used sink basin water are stored in cisterns to be reused in the toilets. In order to control the water flow and thus avoid waste, a selective flush is used. The solar panels provide the necessary energy to operate the lavatory, such as lightning, pumps, sensors and the controller that activates the LED lamps. The sink cabinets and mirror frames are made of wood scraps from the packaging. Such material used to be discarded and now it is being recycled.

Primeiro a água da chuva é coletada por meio de calhas no telhado.

Depois,passa por uma fitragem para

e resíduos sólidos.

eliminar impurezas

dos

é proveniente

elétrica instalados

A energia solares

no telhado.

painéis

2
2
1
1
3
3
6
6

A água é armazenada e tratada em cisternas.

6
6
5 4 4 2 A água das pias é tratada e 4 reutilizada nos vasos
5
4
4
2
A água das pias é tratada e
4
reutilizada nos
vasos e mictórios.
6
5
A descarga é seletiva: 3
e 6 litros.
4 1 5 5 3 3
4
1
5
5
3
3

Grupo Papel, Impressão e Toners

“Na vida, não podemos ficar de braços cruzados esperando que os outros façam o que cabe a nós, principalmente com relação ao nosso planeta. É por isso que faço parte do programa de sustentabilidade da ThyssenKrupp Elevadores” Alexandre de Campos Muller

Mudança de cultura

O ciclo do papel na Matriz de Guaíba percorre um

longo caminho entre os departamentos que trabalham com projetos, contratos e documentos em geral.

O consumo mensal mapeado pelo Grupo Papel,

Impressão e Toners era de 110.680 mil folhas de

papel branco, em agosto de 2009.

Para diminuir este valor em 20% (meta da ISO 14001), a primeira iniciativa foi incentivar o consumo de papel reciclado. O resultado foi positivo e o papel branco que representava 94% do total caiu para 52% e o reciclado passou de 6% para 48%.

do total caiu para 52% e o reciclado passou de 6% para 48%. Papel coletado para

Papel coletado para a reciclagem

Mas, pesquisas indicaram alternativas mais

ecológicas que o Grupo trouxe para dentro da empresa. Uma delas é o papel proveniente do bagaço da cana- de-açúcar e, posteriormente, o papel “Carbon Free”, que compensa 100% da emissão de CO ² na natureza,

a partir da sua fabricação, podendo reduzir a emissão de gases de efeito estufa da fábrica.

Com este espírito de mudança, o Grupo já elencou outras ações. Entre elas, avaliar o volume de documentos impressos. Projeto já implantado na empresa serviu de exemplo. A partir de terminais instalados na fábrica, a área de produção consulta os desenhos dos projetos. Antes, era tudo manual, gerando grande consumo de papel a cada alteração no desenho. Hoje, 100% dos projetos considerados padrão e 80% dos projetos de obras especiais são virtuais. O G rupo também está empenhado em mapear

o número total de impressões por departamento para propor soluções pontuais.

Outra ação já realizada diz respeito à implantação do programa de reciclagem de cartuchos de
Outra ação já realizada diz respeito à implantação do programa de reciclagem de cartuchos de

Outra ação já realizada diz respeito à implantação do programa de reciclagem de cartuchos de impressoras. Com ela, todos os cartuchos de tintas e toners retornam para o fabricante, fechando o ciclo correto de vida de um produto.

Soluções simples, como o uso de uma fonte de letra que economiza tinta durante a impressão, também integraram a pesquisa do Grupo. A Ecofont, fonte ecológica, é uma alternativa e pode ser usada para textos básicos com bons resultados.

e pode ser usada para textos básicos com bons resultados. Paper, Impression and Toners´ Group The

Paper, Impression and Toners´ Group

The monthly consumption of 110,680 thousand sheets of white paper decreases around 20% (as per the ISO 14001 goal) with the use of recycled paper. However, research has pointed to more ecological alternatives that Paper, Impression and Toners´ Group has brought into the company. One of them is the paper coming from sugarcane bagasse, and later, the “Carbon Free” paper that entirely compensates for the emission of CO ² in the atmosphere. Furthermore, some projects that have already been implemented contribute for the reduction in number of printed documents, such as terminals installed in the plant that allow the production department checking the virtual designs of the projects. The recycling of toner cartridges for printers is also in operation. The cartridges are collected and sent back to the manufacturer, ending the product’s lifecycle.

21

Grupo Fornecedores

Compromisso com a sustentabilidade

Para a política de gestão ambiental da ThyssenKrupp Elevadores, os fornecedores desem-

penham um papel estratégico. É fundamental alinhar

a adoção de práticas internas de sustentabilidade

com os parceiros comerciais que integram a cadeia

de produção da empresa.

O processo de produção da planta de Guaíba, Rio

Grande do Sul, envolve cerca de 350 fornecedores que abastecem a fábrica com vários insumos.

A estratégia definida pelo Grupo Fornecedores tem

como principal desafio mobilizar e comprometer os

integrantes desta cadeia com os ideais e valores que

a empresa definiu dentro do programa de Eficiência

Sustentável,criando,assim,umarededefornecedores

que adota práticas de gestão ambiental.

que adota práticas de gestão ambiental. “Somos da geração da Rio Eco 2002. Passamos pelo

“Somos da geração da Rio Eco 2002. Passamos pelo Protocolo de Kyoto, mas parecia uma realidade distante que dizia respeito aos governantes. Agora, somos nós que precisamos fazer alguma coisa, aqui e agora. Além disso, estamos abrindo mais uma porta para nossos fornecedores conhecerem a empresa e vice-versa” Elisiário Bregão

A ideia é promover, junto à cadeia de fornecedores,

o conceito de sustentabilidade, como um ciclo

abrangente, onde cada um deles terá a possibilidade de desenvolver inovações em práticas sustentáveis que serão avaliadas pela ThyssenKrupp Elevadores.

Nesta análise, as certificações são importantes, mas não serão consideradas de forma absoluta, uma vez que as práticas sustentáveis representam a essência

do programa.

A tarefa do Grupo é mapear as ações de sustentabilidade dos fornecedores e promover o desenvolvimento de parceiros sustentáveis. E, para os que já possuem práticas em prol do meio ambiente, a ideia é valorizar e ampliar o que é feito, a partir do ciclo que se pretende construir.

Outra proposta para os fornecedores é engajar seus funcionários e suas comunidades ao ciclo, por meio de iniciativas simples, como reciclagem, redução e reutilização de recursos naturais.

reciclagem, redução e reutilização de recursos naturais. Supply Chain Group The suppliers perform a strategic role
reciclagem, redução e reutilização de recursos naturais. Supply Chain Group The suppliers perform a strategic role

Supply Chain Group

The suppliers perform a strategic role for the company’s environmental management policy. It is crucial to align the adoption of internal sustainability practices with commercial partners. The production process in the Guaiba plant, in Rio Grande do Sul, is made up of a chain of approximately 350 raw material suppliers, such as carbon and stainless steel plates, aluminum, steel cables, electric motors, electro-electronic parts and devices. The challenging strategy defined by Supply Chain Group is to mobilize and engage the members of this chain in the ideals and values the company has defined within the Sustainable Efficiency Program, thereby creating a network of sustainable suppliers.

23

Grupo Produto e Aplicação

“O Grupo procura manter suas atividades em consonância com os planejamentos das engenharias de desenvolvimento e manutenção de produtos, assim como de métodos e processos, de modo que não haja conflito de interesses, mas uma oportunidade de ajuda mútua, mantendo a colaboração entre as equipes” Fernando Boschin

Cabina Export, primeira a usar iluminação LED

Boschin Cabina Export, primeira a usar iluminação LED Módulo eletrônico da lâmpada LED Ideias brilhantes Muitas
Boschin Cabina Export, primeira a usar iluminação LED Módulo eletrônico da lâmpada LED Ideias brilhantes Muitas

Módulo eletrônico da lâmpada LED

Ideias brilhantes

Muitas cabeças pensando e um objetivo:

achar soluções para a produção de elevadores ecologicamente corretos. Esta é a essência do Grupo Produto e Aplicação, formado por pessoas de diferentes departamentos, conceito multidisciplinar que traduz a complexidade dos temas pesquisados.

Afinal de contas, é desse Grupo a tarefa de propor alternativas para que, no futuro, as pessoas possam andar de elevador sem agredir o meio ambiente. Reduzir o consumo de energia dos equipamentos, diminuir a emissão de CO ² , pensar em matérias- primas alternativas, estudar processos com menor impacto ambiental e, enfim, lançar no mercado produtos verdes são os principais objetivos.

Para tanto, é preciso pensar no ciclo completo do elevador, desde a concepção do projeto, fabricação, transporte, montagem, instalação, uso, manutenção, reutilização, redução, reciclagem ou descarte, para que o produto seja sustentável.

Dentre os primeiros produtos sustentáveis liberados, está a lâmpada LED que já é utilizada na

Dentre os primeiros produtos sustentáveis liberados, está a lâmpada LED que já é utilizada na cabina modelo Export. O módulo eletrônico da lâmpada LED é totalmente lead-free. Ou seja, a lista de componentes e o processo produtivo do módulo são livres de chumbo, substância altamente tóxica ao ser humano e ao meio ambiente.

Outros projetos estão em estudo para aplicações futuras. O mesmo conceito de módulos eletrônicos lead-free, por exemplo, está sendo avaliado para a aplicação nos componentes eletrônicos, solda e pasta de solda utilizada no processo produtivo do módulo. Com o resultado deste trabalho, estima-se que a ThyssenKrupp Elevadores deixará de descartar na natureza aproximadamente 869 Kg de chumbo por ano. Com isso, a redução na emissão de CO ² estimada é de cerca de duas toneladas/ano.

Outra solução em desenvolvimento é ampliar o aproveitamento de sucatas de aço dos processos de estampagem ou corte a laser e oxicorte na fabricação dos contrapesos de concreto dos elevadores. Além do reaproveitamento da sucata na fabricação de novos componentes, evitando desperdícios, com esta solução o peso específico do contrapeso aumenta.

Product and Application Group

Suggest alternatives for riding an an elevator without damaging the environment in the future. This is the core mission of Product and Application Group, who needs to look at the complete elevator cycle, from project conception, manufacturing, shipping, assembly, installation, use, maintenance, reutilization, recycling or discarding, so that the product is sustainable. Among the first sustainable products released is the LED light bulb, which is being used in Export cabins. The electronic module of the LED light bulb is completely lead-free. That is, the list of components and the production process of the module are “free of plumb”, a substance that is highly poisonous to both humans and the environment.

E para a economia de energia elétrica, o Grupo

está desenvolvendo uma solução para manter a iluminação da cabina em stand by. Na prática, depois de um período determinado sem uso, a iluminação será desligada automaticamente e só será ativada novamente, quando um passageiro precisar usar o elevador. A economia de energia estimada é de 50% do consumo em KW/h, considerando o uso da iluminação das cabinas em stand by.

Lâmpada LED (Lead-Free)

• Economia de energia de até 30% comparada

com lâmpadas fluorescentes; economia de até 80% comparada com lâmpadas incandescentes.

• Vida útil maior que 50 mil horas.

• Emissão de CO ² na atmosfera é 82% menor se comparada com outros tipos de iluminação.

25

Grupo Embalagem

Papelão reciclado para as embalagens

Grupo Embalagem Papelão reciclado para as embalagens “As pessoas são capazes de gerar mudanças e este

“As pessoas são capazes de gerar mudanças e este trabalho nos dá a oportunidade de proporcioná-las em nosso meio, tornar nosso planeta sustentável para gerações futuras e mostrar também que todos podem e devem fazer algo para salvar o meio ambiente” Luiz Francisco Ribeiro

Roupagem verde

Todos os materiais que entram na fábrica da ThyssenKrupp Elevadores e toda a produção que sai para diferentes localidades do País e também para a exportação são objeto de estudo do Grupo Embalagem.

Como parte do programa de sustentabilidade, a meta do Grupo é reduzir embalagens que utilizam a madeira como matéria-prima, como caixas, pallets e bobinas, entre outras. Uma tarefa que já vem sendo aplicada com a adoção de produtos recicláveis ou retornáveis. O papelão reciclado, em maior escala, além de outros materiais, já está substituindo a madeira na hora de embalar os produtos. Realidade fácil de constatar durante uma visita ao departamento de Expedição e Recebimento.

Pallets retornáveis de plástico substituem a madeira

durante uma visita ao departamento de Expedição e Recebimento. Pallets retornáveis de plástico substituem a madeira

Em parceria com fornecedores e transportadoras,

a empresa implantou um ciclo sustentável da

madeira e do papelão. Os pallets que sobram das embalagens, agora são recolhidos e ganham destino correto: retornam para o fornecedor de origem e são reutilizados, por meio da prática da logística

reversa, evitando o desperdício e a fabricação de novas embalagens. Os pallets que não retornam são reaproveitados na fabricação de tacos para a embalagem das guias.

Outro projeto em andamento é a utilização da sucata

da madeira na fabricação de caixas para o transporte

de algumas peças, como os cabos de aço. Esta prática cria um ciclo de reaproveitamento do material, iniciativa que trouxe também redução de custo na compra das embalagens. Assim, a madeira que antes era sucata, hoje é tratada como matéria-prima.

que antes era sucata, hoje é tratada como matéria-prima. Para viabilizar este projeto, o Grupo buscou

Para viabilizar este projeto, o Grupo buscou parceiros entre os fornecedores de embalagem, pois não é uma prática comum usar a sucata da madeira. Um fornecedor, que reunia as características ideais para o desenvolvimento da embalagem de madeira reciclada, foi selecionado pela empresa e passou a ofertar a nova embalagem.

Esta mudança de cultura, a partir da conscientização dos fornecedores, como no caso da sucata da madeira, tem sido fundamental para o trabalho do Grupo.

Packing Group

As part of the sustainability program, the goal of Packing Group is to reduce the number of packages made of wood, such as boxes, pallets and coils among others. The company has implemented a sustainable cycle for the recycling of materials by means of reverse logistics, thus avoiding waste and the manufacturing of new packages, through a partnership with suppliers and shipping companies. Additionally, the company is using the wood scrap in the manufacture of boxes for the shipping of some parts, such as steel cables. This practice has created a recycling cycle for the product and also a cost reduction in the purchase of new packages.

27

28

Grupo Sequestro de CO2

Produção limpa

Reduzir os níveis de emissão dos gases de efeito estufa e compensar a emissão dos mesmos são os fundamentos do Programa de Eficiência Sustentável da ThyssenKrupp Elevadores. Entre eles, o gás carbônico, CO ² , é o que mais contribui para o aquecimento global.

Por isso, o trabalho inicial do Grupo Sequestro de CO ² foi auxiliar os demais Grupos a contabilizar e entender como o consumo de gasolina, álcool, diesel, GLP, energia elétrica, entre outros materiais, pode ser medido em quantidade de emissão de CO ² .

Essa análise é importante porque, com base nessas informações, é possível buscar formas de controlar a quantidade de gás carbônico que a fábrica emite no meio ambiente.

de gás carbônico que a fábrica emite no meio ambiente. “O Grupo teve um árduo trabalho

“O Grupo teve um árduo trabalho na busca de informações, no auxílio dos demais Grupos sobre os índices de emissões de gases de efeito estufa e a sua contabilização. Mas esta busca trouxe, além de informação, maturidade ao Grupo que, a cada dia que passa, consegue transformar o que aprendeu em conhecimento e ações que convergem com o meio ambiente, a sociedade e a empresa” Denis da Silveira Rocho

Para tanto, o Grupo precisou estabelecer critérios para mapear os índices atuais. A escolha recaiu sobre uma estrutura de inventário de emissão de CO ² aceita mundialmente e já utilizada por várias empresas. A base é o GHG Protocol – Protocolo de Gases com Efeito Estufa - que leva a assinatura das principais entidades que estudam a questão do meio ambiente, como o WRI - World Resources Institute, WBCSD - World Business Council for Sustainable Development e CEBDS - Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável.

A análise se dá a partir da classificação de como a emissão de gás se dá no meio ambiente, desde a forma direta (uso de combustíveis fósseis dentro da fábrica e nos seus veículos), até indireta (viagens de avião de um colaborador), por exemplo.

CO2 Kidnapping Group

To reduce the levels of greenhouse effect emissions and compensate for their emissions are the foundations of the sustainable efficiency program of ThyssenKrupp Elevadores. Among them, carbon dioxide CO ² is the one that has contributed the most to global warming. Hence, the initial task of CO2 Kidnapping Group was to design the company’s first carbon emission report. The calculation was made from the GHG Protocol – Protocol of Gases with Greenhouse Effect, which is undersigned by the main entities that are involved with the environmental issues. The inventory has reported the emission of 2,200 tons of CO ² as of the 2008/2009 fiscal year (between Oct/2008 and Sep/2009). After the analysis of different alternatives, the company opted for a project that guarantees the compensation of 100% of the emission of carbon dioxide, entitling the company to the “Carbon Free” stamp.

Depois dessa análise criteriosa, o Grupo elaborou o primeiro relatório de emissão de carbono da fábrica da ThyssenKrupp Elevadores. O segundo grande trabalho é o de prover alternativas de compensação do CO ² emitido, também conhecidas como projetos que sequestram o carbono da atmosfera, dando origem ao nome deste Grupo.

Após o estudo de diferentes alternativas, a empresa optou por um projeto que garante a compensação de 100% da emissão de gás carbônico, atestando à fábrica o selo “Carbono Zero”.

que garante a compensação de 100% da emissão de gás carbônico, atestando à fábrica o selo
que garante a compensação de 100% da emissão de gás carbônico, atestando à fábrica o selo
que garante a compensação de 100% da emissão de gás carbônico, atestando à fábrica o selo
que garante a compensação de 100% da emissão de gás carbônico, atestando à fábrica o selo

29

Grupo Divulgação

“Nossa função é reunir as ideias e, por isso, é muito importante e gratificante receber contribuições e sugestões de todos sobre o que vem sendo realizado e como cada um pode contribuir. Por meio da informação, estamos ajudando a plantar novos conceitos e nosso grande desafio é conscientizar e conquistar a participação de um maior número de colegas da planta de Guaíba no Programa de Sustentabilidade” Luciane Humbert de Oliveira

Programa de Sustentabilidade” Luciane Humbert de Oliveira Totem com acesso à internet Praça verde Praça verde

Totem com acesso à internet

Luciane Humbert de Oliveira Totem com acesso à internet Praça verde Praça verde Com o objetivo

Praça verde

Praça verde

Com o objetivo de alinhar as informações sobre o Programa de Eficiência Sustentável e difundir o conceito de sustentabilidade entre os colaboradores da ThyssenKrupp Elevadores, o Grupo Divulgação vem promovendo iniciativas diferenciadas.

Estrategicamente localizada na entrada da fábrica, por onde todos passam a caminho do refeitório, a praça verde é uma delas. O espaço, reformado, chama a atenção e convida para uma reflexão. Seguindo o conceito de sustentabilidade, os bancos e as floreiras foram confeccionados com madeira reaproveitada de embalagens de cabos de aço que iria para a sucata, um diferencial do projeto, que mostra como é possível reciclar, reaproveitar e reinventar quando se quer.

Quem passa pela praça também pode aproveitar para acessar o totem verde, outro canal de
Quem passa pela praça também pode aproveitar para acessar o totem verde, outro canal de

Quem passa pela praça também pode aproveitar para acessar o totem verde, outro canal de comunicação criado pelo Grupo. A partir de um terminal de computador, os colaboradores podem conhecer um pouco mais sobre as propostas de cada Grupo, seus integrantes e interagir, participando de enquetes com direito a brindes, ou deixando mensagens e sugestões.

Para ampliar a divulgação, o Grupo também inovou

e transformou as bandejas do refeitório em peças de comunicação. Os papéis usados para forrá-las

foram especialmente desenvolvidos para disseminar informações sobre os 12 Grupos de trabalho. Além do caráter informativo, a ação teve como objetivo reforçar a mensagem principal do Programa, usando

o mesmo papel que já serve para cobrir as bandejas,

evitando mais resíduos. A ação é periódica e a ideia é, a cada dois ou três meses, lançar uma nova campanha com outras informações.

Spreading Group

A strategically located square, in front of the company and leading to the dining room, has been built by Spreading Group to spread the concept of sustainability among its employees. The space per se is ecological, with benches and buttonholes made with wood recycled from steel cables packages that would end up as scrap. If you wish, you can also visit the green totem, the computer terminal through which the employees can get to know a little more about the proposals of the Sustainability Program and interact with their members. Other initiatives are being developed and the idea is to promote new approaches to raise environmental awareness in every employee.

Desta forma, o Grupo pretende atingir seu objetivo que é despertar, em cada colaborador da empresa, a consciência ambiental.

Anexos

Annexes

Anexos Annexes 32 32
O Homem lança mais de 35,5 bilhões de toneladas de dióxido de carbono (CO 2
O Homem lança mais de 35,5 bilhões de toneladas de dióxido de carbono (CO 2
O Homem lança mais de 35,5 bilhões de toneladas de dióxido de carbono (CO 2

O Homem lança mais de 35,5 bilhões de toneladas de dióxido de carbono (CO 2 ) por ano* na atmosfera, o principal gás causador do aquecimento global. Para diminuir estes números, várias iniciativas estão sendo desenvolvidas em todo o mundo. Projetos com o aval das Nações Unidas para reduzir a emissão de gases do efeito estufa - como o que prevê a compra de créditos de carbono - integram a agenda mundial. Mas, cada um pode fazer a sua parte e dar sua contribuição para um planeta melhor, livre de poluição. A mudança começa com o indivíduo e pode atingir uma nação.

*Dados do The Climate Analysis Indicators Tool – CAIT, 2003 (Informações atualizadas em junho de

2009) e Instituto Carbono Brasil

A Revista Programa de Eficiência Sustentável é uma publicação da ThyssenKrupp Elevadores | Tel.: (51) 3480.7200 | www.thyssenkruppelevadores.com.br | Coordenação: Loren Coelho e Bruno Kieffer | Jornalista Responsável: Isabel Munhoz Silvares - Mtb 24.313 | Produção Editorial: Rouxinol Assessoria em Comunicação - Tel.: (11) 4301.9240 | Revisão (Português): Eneida Batista | Projeto gráfico e edição de arte: Emphasis Design Gráfico - Tel.: (51) 3333.3461 - www.emphasisdg.com.br