Você está na página 1de 10
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ CERTIFICADO DIGITAL Manual Prático ( “ hands- on ” )

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ CERTIFICADO DIGITAL Manual Prático ( “ hands- on ” ) Teresina,

CERTIFICADO DIGITAL

Manual Prático (hands- on)

Teresina, PI Março de 2014

Página 1 de 10

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ 1 Apresentação O presente manual foi elaborado com vistas a

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ 1 Apresentação O presente manual foi elaborado com vistas a permitir

1 Apresentação

O presente manual foi elaborado com vistas a permitir a capacitação de usuários magistrados para emissão de certificado digital através do convênio entre o Tribunal de Justiça do Piauí (TJPI) e a Caixa Econômica Federal (CEF).

Este manual reproduz telas que serão encontradas e constitui-se de valioso guia, do tipo prático ou “hands-on”, onde mostra somente o necessário sem aprofundar-se na matéria e será atualizado conforme necessário e na medida da nossa experiência com Vossas Excelências.

1.1 Usos comuns do certificado

Acesso a sistemas diversos, tais como Renajud, e-CNJ e Receita Federal.

Página 2 de 10

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ 2 Histórico de versões Versão Data Autor Descrição 1.0 27/03/2014

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ 2 Histórico de versões Versão Data Autor Descrição 1.0 27/03/2014

2 Histórico de versões

Versão

Data

Autor

Descrição

1.0

27/03/2014

Lúcio Brígido Júnior

- Versão inicial

1.1

28/03/2014

Lúcio Brígido Júnior

- Correções diversas no texto

2.0

03/04/2014

Lúcio Brígido Júnior

- Inclusão do “por quê” usar CNH

3.0

06/04/2014

Lúcio Brígido Júnior

- Criado modelo de autorização de

emissão de certificado AC-CAIXA JUS do TJPI

4.0

11/04/2014

Lúcio Brígido Júnior

-

Acréscimo da seção “dicas”

Página 3 de 10

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ 3 Sobre a Certificação Digital O certificado digital funciona como

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ 3 Sobre a Certificação Digital O certificado digital funciona como uma

3 Sobre a Certificação Digital

O

certificado digital funciona como uma identidade virtual que permite a identificação segura

e

inequívoca do autor de uma mensagem ou transação feita em meios eletrônicos, como a

web.

Adicionalmente, os certificados emitidos aos integrantes do TJPI conterão diversas informações, dentre as quais o vínculo com o TJPI e matrícula funcional, ou seja, contém informações extras que a certificação e-CPF não possui, por exemplo.

3.1 O certificado digital equivale a

O certificado, na prática, equivale a uma carteira de identidade virtual ao permitir a

identificação de uma pessoa no meio digital/eletrônico quando enviando uma mensagem ou em alguma transação pela rede mundial de computadores que necessite validade legal e identificação inequívoca. É importante saber que essa tecnologia confere a mesma validade jurídica ao documento assinado digitalmente do equivalente em papel assinado de próprio punho.

3.2 Quem pode ter uma certificação digital institucional?

No TJPI, segundo o convênio firmado com a Caixa Econômica Federal, todos os servidores e

magistrados. O lote inicial serão de 300 (trezentos) certificados mas, com a implantação gradual

do Processo Judicial Eletrônico (PJe) e da ampliação da utilização da certificação digital em

nossos sistemas, teremos um cenário no médio prazo, onde todos os integrantes do TJPI terão, necessariamente, de possuir um certificado digital institucional.

3.3 Visão da STIC

Integrar a certificação digital aos sistemas do TJPI, inclusive para iniciar o Windows, Intranet e demais serviços oferecidos.

Quando a base de usuários for significativa, será possível a adoção de carteiras de identidade feitas tipo “ smartcard”, tal qual os cartões de crédito, que permitirão ao servidor levar consigo, em um só volume, sua identidade profissional e seu certificado digital, indispensável ao seu trabalho no Judiciário da era da informação.

Página 4 de 10

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ 4 Como obter o certificado digital 4.1 Visão geral do

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ 4 Como obter o certificado digital 4.1 Visão geral do procedimento

4 Como obter o certificado digital

4.1 Visão geral do procedimento

A emissão do certificado será feita em duas etapas, obrigatoriamente pelo próprio interessado,

não sendo possível utilização de qualquer tipo de representação, procuração etc. São as etapas

abaixo:

Na primeira etapa, o magistrado deverá preencher um formulário próprio no site da Caixa e, em seguida, dirigir-se a uma agência munido dos documentos indicados para concluir a primeira etapa.

Na segunda etapa, após aproximadamente 10 (dez) dias, o Magistrado deverá comparecer à Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (STIC), no Palácio da Justiça do TJPI, em Teresina, munido de todos os comprovantes que recebeu na Caixa Econômica Federal, principalmente o documento onde conste o PROTOCOLO DE PEDIDO DO CERTIFICADO e da SENHA INFORMADA NO FORMULÁRIO DE PEDIDO, onde irá:

o

receber o token criptográfico

o

efetuar a gravação do certificado digital

o

testá-lo

o

instalar o software no ultrabook do magistrado

o

assinar lista de presença

4.2 Documentos necessários

Para iniciar o processo, tenha em mãos os seguintes documentos (que servirão para preencher

o formulário e posteriormente levar à Caixa Econômica Federal):

Documento de identificação, com foto recente, emitido há menos de 04 anos

o Sugestão: Carteira Nacional de Habilitação CNH

Título de eleitor

o

Na falta dele, pegar o NÚMERO DO TÍTULO neste link abaixo:

http://www.tse.jus.br/eleitor/servicos/situacao-eleitoral/consulta-por- nome

o

Depois, a CERTIDÃO DE QUITAÇÃO ELEITORAL disponível em:

http://www.tse.jus.br/eleitor/servicos/certidoes/certidao-de-quitacao-

eleitoral

Comprovante de residência no nome da pessoa, com todos os dados do endereço, inclusive CEP

o Na falta de um comprovante neste formato, pode ser utilizada declaração específica (enviada em anexo, no final do manual)

Página 5 de 10

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ  Autorização para emissão do certificado digital, assinada pelo(a) Presidente

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ  Autorização para emissão do certificado digital, assinada pelo(a) Presidente do

Autorização para emissão do certificado digital, assinada pelo(a) Presidente do TJPI

Todo e qualquer documento neste processo deverá ser assinado com a mesma assinatura do documento de identificação fornecido

4.3 Primeira etapa: solicitar através do site da Caixa

Os passos da primeira etapa são os seguintes:

1. Acesse o site: http://www.certificado.caixa.gov.br/

2. Clique no botão SOLICITE AGORA

3. Desça a página até o final e, no grupo JUDICIÁRIO, clique no link PREENCHA O FORMULÁRIO

4. Verifique a indicação “Poder Judiciário” e clique na opção INSTITUCIONAL e no botão ABRIR FORMULÁRIO

5. No formulário, preencha os campos. Ligue o CAPS LOCK e NÃO UTILIZE ACENTOS, CEDILHA OU ASTERISCO.

5.1. Tipo de certificado: marque a opção “A3”

5.2. Informe os campos obrigatórios:

5.2.1. CPF

5.2.2. nome completo (sem acentos)

5.2.3. data de nascimento

5.2.4. tipo do documento: marque a opção “documento de identidade, ou passaporte,

se brasileiro”

5.2.5. número do documento de identificação: o número da sua CNH, que fica abaixo da foto com a inscrição “Nº REGISTRO” (são 11 números)

5.2.5.1. Caso não possua CNH, favor utilizar documento de identificação oficial,

com data de emissão não superior a 05 (cinco) anos, e que esteja LEGÍVEL

5.2.6. órgão expedidor: DETR

5.2.7. UF do órgão expedidor: UF da sua CNH

5.2.8. Data de expedição: fica no final da CNH, abaixo da sua assinatura (“ASSINATURA DO PORTADOR”), no campo “DATA EMISSÃO”

5.2.9. Número de identificação social: (vazio)

5.2.10. Número do CEI: (vazio)

5.2.11. Número do título de eleitor: igual ao título

5.2.12. Uf do título de eleitor: igual ao título

5.2.13. Zona eleitoral do título: igual ao título

5.2.14. Seção eleitoral do título: igual ao título

5.2.15. Município de emissão do título: igual ao título

5.2.16. Endereço do usuário: neste campo, que possui apenas UMA linha, você deve

preencher seu endereço como o exemplo: RUA GARDENIA, 22 ED. VIVALDI, APT

1104

Página 6 de 10

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ 5.2.17. Município: o mesmo do comprovante de endereço 5.2.18. Estado:

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ 5.2.17. Município: o mesmo do comprovante de endereço 5.2.18. Estado: o

5.2.17. Município: o mesmo do comprovante de endereço

5.2.18. Estado: o mesmo do comprovante de endereço

5.2.19. CEP: o mesmo do comprovante de endereço

5.2.20. E-mail: email institucional (exemplo@tjpi.jus.br)

5.2.21. Matrícula: sua matrícula no TJPI (deve ser a mesma do DOCUMENTO DE

AUTORIZAÇÃO a ser visto adiante)

5.2.22. Login: (vazio)

5.2.23. Órgão: TJPI

5.2.24. Cargo: magistrado

5.2.25. Senha e confirmação de senha: (características)

5.2.25.1. Tamanho: 08 caracteres, pelo menos

5.2.25.2. Duas maiúsculas

5.2.25.3. Dois números

5.2.25.4. Exemplo: “CaRaMbA92”, “M3uD3us”

5.2.26. Importante: ANOTAR ESSA SENHA, POIS SOMENTE COM ELA PODE SER EMITIDO O

CERTIFICADO

5.3. Clique no botão ENVIAR FORMULÁRIO

5.4. Será exibida tela de confirmação.

5.4.1.

IMPORTANTE: o site da Caixa não emite comprovantes, apenas um Deu tudo

certo.

6. Agora, dirija-se a uma agência da Caixa Econômica Federal, procure seu gerente e vá munido de cópia e original dos seguintes documentos (os mesmos que foram utilizados para preencher o formulário). Segundo a gerente da agência do TRE em Teresina, sra. Ana Lúcia, TODA AGÊNCIA DA CAIXA TEM, PELO MENOS, DUAS PESSOAShabilitadas a fazer o

atendimento:

6.1. Carteira Nacional de Habilitação (CNH)

6.1.1. Caso não possua CNH, favor utilizar documento de identificação oficial, com data

de emissão não superior a 05 (cinco) anos, e que esteja LEGÍVEL

6.2. Título de eleitor (ou Certidão de Quitação emitida pelo TSE links abaixo)

6.3. Comprovante de residência (ou Declaração de Domicílio em anexo)

6.4. Autorização para emissão do certificado, devidamente preenchido e assinado por autoridade competente do TJPI (atualmente o(a) Presidente).

6.4.1. Este documento está no final deste manual.

Atente para a QUALIDADE E LEGIBILIDADE dos documentos, pois se estiverem “apagadospoderão (e provavelmente serão) recusados.

Página 7 de 10

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ 4.4 Segunda etapa: receber o certificado digital Após 07 (sete)

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ 4.4 Segunda etapa: receber o certificado digital Após 07 (sete) dias

4.4 Segunda etapa: receber o certificado digital

Após 07 (sete) dias, aproximadamente, da visita à agência da Caixa, o magistrado deverá se dirigir à STIC, em Teresina, trazendo toda a documentação recebida na agência da Caixa, tais como comprovante de pedido e, principalmente, o documento que contém o protocolo do pedido que será necessário para o resgate do certificado, bem como a senha inserida no formulário de pedido. É muito importante trazer seu Ultrabook carregado, para agilizar o atendimento.

A falta de algum destes documentos inviabiliza a emissão do certificado e faz-se necessário recomeçar o procedimento (repetir o passo 4.2 acima).

Informaremos, em tempo hábil, como será este atendimento, para evitarmos filas, inclusive permitindo que seja atendido mais de um magistrado por vez.

Página 8 de 10

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ 5 Dúvidas e Suporte 5.1 Dúvidas comuns Aqui vão algumas

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ 5 Dúvidas e Suporte 5.1 Dúvidas comuns Aqui vão algumas dúvidas

5 Dúvidas e Suporte

5.1 Dúvidas comuns

Aqui vão algumas dúvidas comuns e as respostas.

1. Posso mandar outra pessoa no meu lugar (deixar meus documentos, receber o certificado, mudar minha senha etc.)?

a. Não. Todo o atendimento relacionado ao certificado digital é feito somente para o titular do certificado.

2. Pode ser por procuração privada/pública?

a. Não.

3. Preciso levar o ultrabook carregado para receber o certificado?

a. Sim, faz parte do processo pra agilizar o atendimento, pois vamos: 1) ativar o token no nosso computador; 2) configurar o seu ultrabook para trabalhar com o token. Caso não possa trazer seu equipamento, a instalação do software para que o certificado seja reconhecido deverá ser feito noutro momento.

4. Não recebi meu ultrabook ainda, e agora?

a. Receberás então os dois juntos. Pode vir.

5. Depois de entregar os documentos pessoais na Caixa, o que vou receber?

a. Ao sair da agência, os senhores terão DOIS documentos na mão:

i. Termo de titularidade de certificado digital de pessoa física

ii. Emissão da sua identidade digital CAIXA

5.2 Suporte STIC - Magistrados

Inicialmente o suporte será prestado pelo(s) seguinte(s) servidore(s):

Lúcio Brígido / Secretário da STIC / lucio.brigido@tjpi.jus.br / 86-9431-4737 / 3215-1120

Alexandre Camilo / Analista de Sistemas / alexandre.camilo@tjpi.jus.br / 86-3215-1120

Suporte 3 / Cargo / E-mail / Telefones

(a fazer: utilização do certificado no ultrabook)

Página 9 de 10

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ 1. Declaração de residência ANEXOS 2. Autorização para emissão do

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ

1. Declaração de residência

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PIAUÍ 1. Declaração de residência ANEXOS 2. Autorização para emissão do certificado

ANEXOS

2. Autorização para emissão do certificado digital

Página 10 de 10