Você está na página 1de 35

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO

CENTRO DE INFORMÁTICA
MESTRADO PROFISSIONAL EM CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO

Buscando a proposição de uma forma de configuração
e comercialização de computação em nuvem com alto nível
de abstração com base no mapeamento sistemático da
literatura sobre serviço medido.

Aluno: Fernando Estrela Vaz – fev@cin.ufpe.br
Orientador: Vinicius Cardoso Garcia – vcg@cin.ufpe.br
MProf 2014 - Gestão
Sumário

1. Introdução

2. Motivação

3. Problema de Pesquisa

4. Referencial Teórico

5. Metodologia

6. Resultados do Mapeamento Sistemático da Literatura

7. Abstração do conceito de Instâncias de Máquinas Virtuais por meio de Portas de
Processamento

8. Conclusão

9. Trabalhos Futuros
Introdução

ü Computação em nuvem crescendo sobre a premissa de serviço de TI;

ü Sustentada por meio da evolução de várias tecnologias como computação em grid, web,
virtualização, redes de alta velocidade;

ü Busca pela identidade do modelo e definição de padrões;

ü Tida como mais econômica financeiramente do que o modelo tradicional de computação;

ü Desempenho altamente inconstante;
Motivação

ü Consulta ao Mercado;

ü Necessidade de dimensionar projetos de adoção de computação em nuvem analisando
os investimentos financeiros necessários, ferramenta para tomada de decisão;

Ø Ferramentas e ou Técnicas que permitam a mensuração em fase de pré-projeto
do investimento necessário para a adoção de computação em nuvem com foco
em IaaS ou PaaS em formato de serviço dedicado;
Problema de Pesquisa

§ Como mensurar projetos de adoção de computação em nuvem em um
estágio de pré-adoção, considerando os valores necessários de investimentos
continuados, focando IaaS ou PaaS como serviço dedicado?
Referencial Teórico

ü Acordos de Nível de Serviço (ANS) – SLA;

ü Qualidade de Serviço – QoS;

ü Nuvens Federadas;

ü Virtualização;

ü Algoritmos Genéticos;
Metodologia
Ciclo Geral da Pesquisa
Definição
Etapa de

1. Revisão Informal 2. Definição do Tema 3. Definição da
da Literatura Objetivo e Escopo Metodologia
Etapa de Planejamento do
Mapeamento Sistemático

4. Mapeamento Sistemático
4.1. Definição

5. Escrita da Dissertação
do Protocolo

4.2. Revisão
do Protocolo
Mapeamento
Execução do

Sistemático
Etapa de

4.3. Busca dos 4.4. Seleção dos 4.5. Extração e
Estudos Estudos Análise dos Estudos
Resultados
Divulgação
Etapa de

dos

6. Submissão
Apresentação
Metodologia
Mapeamento Sistemático da Literatura

Fases
1.1. Ident. da Necessidade de utilização
2.1. Sel. Estudos Primários 3.1. Análise dos Dados
de Map. Sistemático da Literatura
1.2. Definição do Protocolo
1. Planejamento

1.2.1. Questões de Pesquisa

2. Condução

3. Relatórios
1.2.2. Estratégia de Busca
2.2. Extração dos Dados 3.2. Análise das Ameaças
1.2.3. Estratégia de Seleção

1.2.4. Estratégia da Qualidade

2.3. Sintetização dos
1.2.5. Estratégia de Extração 3.3. Relato dos Resultados
Dados

Revisão do Protocolo Dados Dissertação

Validações
Metodologia
Questões de Pesquisa

Questão Principal (QP):

Existe algum estudo que proponha ou implemente um experimento visando conceber uma
ferramenta e ou framework que permita mensurar projetos de computação em nuvem,
considerando a demanda de processamento de dados, necessidade computacional do projeto
e com base nesta projetar o aporte financeiro necessário?

Sub questão Principal 1 (SQP1): O estudo trata sobre computação em nuvem?

SQP2: O estudo trata sobre a característica básica de computação em nuvem, serviço medido?

SQP3: O estudo propõe algum tipo de experimento envolvendo serviço medido?

SQP4: O experimento é capaz de mensurar a demanda de processamento de dados do
projetos de adoção, migração para computação em nuvem com a possibilidade de precificação
precisa do projeto?
Metodologia
Estratégia de Busca dos Estudos

Busca automática de estudos

Bibliotecas Utilizadas:

• ACM - Association for Computing Machinery Digital Library;
• IEE – Institute of Electrical and Electronic Engineers Xplore Digital Library;
• Scopus;
• Science Direct;
• Springer Link;
String de Busca Utilizada
<OR> “Cloud Computing”, “Platform as a Service”, “Infrastructure as a Service”, “Software as a
Service”
<AND>
“Measured Service”
<AND>
<OR> Experiment, Evaluate, Evaluation, Evaluating, Benchmark, Framework, Guideline
Intervalo de Busca: 2010 a 2016
Metodologia
Critérios de Exclusão

• Avaliação de Qualidade

• Ferramenta Gratuita de Gestão de Referências on-line

Critérios de Exclusão
C1 O arquivo não corresponde ao estudo;
C2 O arquivo não é um estudo;
C3 O estudo é duplicado;
C4 O estudo é um slideshow ou resumo expandido;
C5 O estudo está fora do intervalo de avaliação;
C6 O estudo está relacionado à computação em nuvem mas não a serviço medido;
C7 O estudo está relacionado à serviço medido mas não contem um experimento;
C8 O estudo não está disponível;
C9 O estudo não está em inglês;
C10 O estudo não está relacionado à Computação em Nuvem;
C11 O estudo não está relacionado à serviço medido na computação em nuvem;
C12 O estudo pesquisado é um livro ou parte de;
Resultados do mapeamento sistemático da literatura
Relação de estudos candidatos localizados

Fontes de Pesquisa
Estratégia de Busca Resultados Obtidos
Utilizadas
ACM 071
IEE 003
Scopus Elsevier 015
Automática
Science Direct
124
Elsevier
Springer Link 312
Total de Estudos: 525
Resultados do mapeamento sistemático da literatura
Primeira Etapa de Análise

Avaliação na Primeira Etapa (Apêndices A, B, C e D):

• Título

• Resumo
Resultados do mapeamento sistemático da literatura
Segunda Etapa de Análise

Avaliação na Segunda Etapa:

• Análise dos Estudos na Íntegra (Anexo A)
Resultados do mapeamento sistemático da literatura
Correlação de Estudos Aprovados/Reprovados por Base Científica
Resultados do mapeamento sistemático da literatura
Correlação entre estudos primários e estudos classificados na segunda fase
Resultados do mapeamento sistemático da literatura
Análise dos resultados quanto a terminologia “custo”
Relação de grupos e categorias identificados quanto a classificação dos estudos utilizados na
pesquisa com base no tratamento do termo “custo”
Áreas de Atuação

Grupos Áreas Descrição Área

Modelagem e Teste Ambientes de Modelagem e Testes para Computação em Nuvem.

Avaliação multicritério para escolha e ou agregação de serviço de nuvem (Redes
Aval. Multicritério Serv. Redes Fed.
Federadas).
Análise de
Custo Transf. Cluster VM Redes Fed. Distribuição e ou incorporação de Clusters de VM em Redes Federadas
Computaci
onal Introduz uma camada de gestão entre os recursos de IaaS e os Usuários chamada
Gestão IaaS
domínio.
Trata sobre as políticas de priorização de lotes de dados que precisam ser terceirizados,
Exec. Lotes Dados Redes Híbridas
executados em estruturas híbridas.
Análise de Desempenho Serviços Análise de Desempenho de serviços de computação em nuvem.

Análise Revisão Sist. Lit. Custo Adoção Apresenta uma revisão da literatura afirmando o problema em se conseguir estimar
pré- previamente o custo da adoção de computação em nuvem.
adoção
Custos Adoção Introduz o conceito de centro de custos centrado no consumidor para pagamento de
serviços de nuvem.
Resultados do mapeamento sistemático da literatura
Análise de custo computacional, estudos por área
Resultados do mapeamento sistemático da literatura
Análise de custo computacional, relação cronológica de estudos
Resultados do mapeamento sistemático da literatura
Análise de custo computacional, relação cronológica de estudos

Aval. Multicritério Serv. Redes
Fed.
Resultados do mapeamento sistemático da literatura
Análise de custo computacional

Conclusões e Contribuições:

• Área mais estudada;

• Trabalhos mais recentes;

• Algoritmos para análise de meios colaborativos de nuvem;

• Ambientes de teste;
• CloudSim;
• CloudExp;
• RalloCloud;
• Rain;
Resultados do mapeamento sistemático da literatura
Análise pré-adoção, estudos por área
Resultados do mapeamento sistemático da literatura
Análise pré-adoção, visão cronológica
Resultados do mapeamento sistemático da literatura
Análise pré-adoção

Conclusões e Contribuições:

• Área Foco desse estudo;

• Pouco ativa;

• Estudo mais recente vai por uma linha próxima a principal categoria do grupo análise de
custo computacional , avaliação multicritério, propõem análise por meio de algoritmo e
utilização de bancos de benchmarking para avaliação de demandas semelhantes, tipos
de dados próximos;

• Análise por meio do histórico de consumo rico em detalhes utilizado pela computação
em nuvem;
Resultados do mapeamento sistemático da literatura
Resumo
Questão de Pesquisa:

• Ferramenta de análise pré-adoção, IaaS ou PaaS, dedicado;

Pontos Principais

• Foco nas grandes redes colaborativas, redes federadas, algoritmos (QoS, reputação e
confiabilidade);

• Oferta de IaaS e PaaS a grandes organizações;

• Pequenas e médias empresas utilizando SaaS com SLAs voltadas a disponibilidade;

• Inversão de valores quanto a clareza do modelo de computação em nuvem;

• Natureza altamente inconstante do modelo de computação em nuvem;

• Computação em nuvem ainda não possui um modelo;

• Simplicidade na entrega e aferição do serviço, abstração;

• Subsidiam a proposta de porta de processamento;
Abstração do conceito de Instâncias de Máquinas Virtuais
por meio de Portas de Processamento
Proposição Porta de Processamento – Emulação Tradicional
Abstração do conceito de Instâncias de Máquinas Virtuais
por meio de Portas de Processamento
Proposição Porta de Processamento – Emulação Desemp. Computacional
Abstração do conceito de Instâncias de Máquinas Virtuais
por meio de Portas de Processamento
Proposição Porta de Processamento – Atores da Análise
Abstração do conceito de Instâncias de Máquinas Virtuais
por meio de Portas de Processamento
Proposição Porta de Processamento – Contextualização da Análise

ü Ações multitarefa;

ü Processos em segundo plano;
Abstração do conceito de Instâncias de Máquinas Virtuais
por meio de Portas de Processamento
Proposição Porta de Processamento – Formato de análise
Busca pela elucidação do desempenho para cada tipo de dados;
Mapeamento sistemático da literatura, análise histórica de benchmarking;
Abstração do conceito de Instâncias de Máquinas Virtuais
por meio de Portas de Processamento
Proposição Porta de Processamento – Análise de Nível de Stress
ü Algoritmo Genético
ü Definição dos Perfis, especialistas, de Portas (Considerando os atributos de todos os
atores);
Abstração do conceito de Instâncias de Máquinas Virtuais
por meio de Portas de Processamento
Proposição Porta de Processamento – Modelo de Entrega
Abstração do conceito de Instâncias de Máquinas Virtuais
por meio de Portas de Processamento
Proposição Porta de Processamento – Proposta de Comercialização

ü Aplicações testadas e aplicações com demanda computacional desconhecida;
ü Box com os cenários de portas do prestador de serviço (update de configurações);
Conclusão
ü Área de pesquisa pouco explorada;

ü Predominância de estudos voltados à medição de qualidade de serviços de IaaS e PaaS
para redes Federadas;

ü Oferta de SaaS para os usuários comuns, pequenas e médias empresas;

ü Inconsistência de Performance do Modelo;

ü Complexidade para contratação e aferição do serviço;

ü Dificuldades em ações de análise com intuito de pré-adoção ao modelo com foco à análise
de impacto financeiro;

ü Inversão de Valores quanto ao conceito de prestação de serviço;

ü Portas de Processamento;
• Abstração de decisões complexas;
• Foco na Eficiência;
• Entrega de Valores;
• Fácil Gestão e Aferição;
Trabalhos Futuros
• Oportunizar os testes do conceito criando e ou modificando ferramentas de
simulação de ambiente de computação em nuvem que permitam testes nas
seguintes áreas:

• Ambiente de emulação computacional;

• Classificação dos dados computacionais conforme critérios de processamento,
demanda de recursos em sua execução;

• Definição e testes de um algoritmo voltado a extrair o desempenho de
processamento de dados do conjunto de hardware emulado frente a cada grupo
de dados proposto;

• Buscar a definição de uma unidade de medida voltada ao modelo proposto, com
base nas análises realizadas nos grupos de processamento de dados;

• Definir a interface do Usuário; e

• Construir a ferramenta de testes conforme definição proposta.