Você está na página 1de 8

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

SEDE
PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 5ª REGIÃO
Av. Sete de Setembro, 308 – Corredor da Vitória
Salvador–BA – CEP 40.080-001
Fone: (71) 3324-3453 – Fax: (71) 3336-7088

Link para DENÚNCIAS na página do MPT/BA:


www.prt5.mpt.gov.br
A denúncia é uma forma de participar e não se omitir, colaborando na defesa
dos direitos difusos, coletivos e individuais indisponíveis dos trabalhadores.

Conteúdo organizado por Ana Emilia Albuquerque e Luiz Schindler (MPT/PRT5 - BAHIA)

É permitida a reprodução do conteúdo deste impresso,


desde que mencionada a fonte: Ministério Público do Trabalho – MPT
Fevereiro de 2010

Coordenação Editorial: Olenka Machado.


Projeto Gráfico: ogrocomunicacao.com.br
Editoração: Marcelo Oliveira
Ilustrações: Cau Gomez
Impressão: Gráfica Santa Bárbara

Em cumprimento ao Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta Nº 128/2009

Cartilha de Segurança e Saúde do Trabalhador Cartilha de Segurança e Saúde do Trabalhador


FUNDACENTRO - FUNDAÇÃO JORGE DUPRAT FIGUEIREDO DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO
Av. Tancredo Noves s/n – Rua Alceu Amoroso Lima, 142 - Caminho das Árvores – Salvador-BA
CEP: 41820-770 - Fone: 71 3341-1412 - Fax: 71 3341-1446

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL


PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DA BAHIA (PR/BA)
Av. Sete de Setembro, 2365 – Corredor da Vitória – Salvador-BA - CEP: 40080-002
Fone: (71) 3338-1800 - Fax: (71) 3336-5576 - www.prba.mpf.gov.br

POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DA BAHIA
AV. Oscar Pontes, 339 – Salvador-BA - CEP: 40460-130 - Fone: (71) 3319-6000 - Fax: (71) 3321-3927

SETRE – SECRETARIA DO TRABALHO, EMPREGO, RENDA E ESPORTE


Av. Dois, 200 – CAB – Salvador-BA - CEP: 41745-003 - ouvidoria@setre.ba.gov.br

SJDH – SECRETARIA DA JUSTICA E DIREITOS HUMANOS


4a Avenida, 100 – 1° andar – CAB – Salvador-BA - CEP: 41750-300
Fone: (71) 3115-4134 - Fax: (71) 3115-4172

SEDES – SECRETARIA MUNICIPAL DE DESEMVOLVIMENTO SOCIAL


Praça da Sé s/n – Salvador-BA - one: (71) 3176-8000 - Fax: (71) 3243-6150 - sedes@salvador.ba.gov.br

OAB – ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL-BA


Praça Teixeira de Freitas, 16 – Piedade – Salvador-BA - CEP: 40070-000
Fone: 71 3329-8900 - Fax: 71 3329-8926 - atendimento@oab.ba.org.br

CESAT – CENTRO ESTADUAL DE REFERÊNCIA EM SAÚDE DO TRABALHADOR


Av. Araújo Pinho – Canela – Salvador-BA - CEP: 40110-150 - Fone: 71 3336-0012 - www.saude.ba.gov.br/cesat

FONTES DE REFERÊNCIA

− Cartilha Orientativa – Saúde e Segurança no Trabalho – MPT – Procuradoria Regional do Trabalho da 21ª Região – Natal - RN
− Direitos dos Trabalhadores – MPT – Procuradoria Regional do Trabalho da 5ª Região-BA
− Cartilha de Saúde do Trabalhador – Ministério da Saúde – Secretaria de Saúde do Estado da Bahia – CESAT
− Trabalho na Construção Civil – Direitos do empregado, deveres do empregador e principais normas de saúde e segurança na
construção de obras – MPT – Procuradoria Regional do Trabalho da 21ª Região
− Prevenção, Saúde, Higiene e Segurança no Trabalho – Fórum de Proteção ao Meio Ambiente do Trabalho do Estado do Paraná

2 Cartilha de
Cartilha de Segurança
Segurança ee Saúde
Saúde do
do Trabalhador
Trabalhador Cartilha de Segurança e Saúde do Trabalhador 15
JUSTIÇA DO TRABALHO
Informações: (71) 3284-6540/6541
Ouvidoria: (71) 3284-6880/6881 O Ministério Público do Trabalho edita a presente cartilha sobre os direitos
www.trt5.jus.br trabalhistas, com enfoque especial nas normas de saúde e segurança do trabalho.

2ª INSTÂNCIA Temos constatado que o trabalhador ciente dos seus direitos e deveres
Sede do TRT Fórum Ministro Carlos Coqueijo Costa:
pode ser o maior transformador do meio em que labora. Sabedor do que lhe
Rua Bela Vista do Cabral, 121, Nazaré - CEP: 40055-000 – Salvador-BA
é devido e também de suas obrigações, reivindica, impulsiona e motiva o
1ª INSTÂNCIA debate interno, acerca das melhores condições de trabalho, em cada posto
Prédio das Varas: Fórum Juiz Antonio Carlos Araújo de Oliveira: de trabalho.
Rua Miguel Calmon, 285 – Comércio - CEP: 40015-901 – Salvador-BA
Trabalhador instruído é trabalhador forte, cidadão. Saber reivindicar deve ser
FORUMAT – Fórum de Proteção ao Meio Ambiente do Estado da Bahia motivo de orgulho e não de receio de retaliações. O trabalho é meio de sobrevivên-
Sede no Prédio da Procuradoria Regional da 5ª Região
cia, de dignidade e não fator de adoecimento, de mutilação ou morte.
Av. Sete de Setembro, 308 – Corredor da Vitória – Salvador-BA

MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL Um meio ambiente seguro e saudável é direito de todos, e com a presente
Av. Joana Angélica, 1312 – Nazaré – Salvador-BA -CEP: 40050-001 cartilha pretende o Ministério Público de Trabalho contribuir, através da difu-
Fone: (71) 3103-6400 são de conhecimentos, pela diminuição dos alarmantes índices de afastamen-
tos decorrentes de acidentes do trabalho.
JUSTIÇA FEDERAL NO ESTADO DA BAHIA
Edfício-Sede Fórum Teixeira de Freitas
Av. Ulysses Guimarães, 2631 – Sussuarana – Salvador-BA
Conhecer é poder.
CEP: 41213-970 - Fone: (71) 3617-2600 - www.tj.ba.gov.br
Sandra Marlicy de Souza Faustino
DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO NA BAHIA Procuradora-Chefe do Ministério Público do Trabalho na Bahia
Rua Frederico Simões, 98 – Edf. Advanced Trade
Salas 1001 a 1306 e 1311 a 1314 – Caminho das Árvores – Salvador-BA Biênio 2007-2009
CEP: 41.820-774 - Fone: (71) 3341-1547 - Fax: (71) 3341-2490 - dpu.ba@defensoriapublica.gov.br

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA


Rua Pedro Lessa, 123 – Canela – Salvador-BA - CEP: 40110-050 - Fone: (71) 3117-6999 - www.dpe.ba.gov.br

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO


SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DA BAHIA
Av. Sete de Setembro, 698 – Mercês – Salvador-BA - CEP: 40060-001 - Fone: (71) 3329-8400
Fax: (71) 3329-0848 - www.mte.gov.br/delegacias/ba

14 Cartilha de Segurança e Saúde do Trabalhador Cartilha de Segurança e Saúde do Trabalhador 3


O Ministério Público do Trabalho (MPT) é um dos ramos do Ministério Público da União, que O meio ambiente do trabalho é o local onde as pessoas desempenham suas atividades
também compreende o Ministério Público Federal, o Ministério Público Militar e o Ministério de trabalho e deve ser salubre, sem agentes que causem danos à saúde física ou psíquica
Público do Distrito Federal e Territórios. É uma instituição independente, permanente e essencial à dos trabalhadores.
função jurisdicional do Estado. Suas atribuições estão previstas nos arts. 127 e 129 da Constituição O direito ao meio ambiente do trabalho saudável decorre do direito do trabalhador
Federal de 1988, bem como nos artigos 83 e 84 da Lei Complementar nº 75/1993. à saúde e à segurança e está garantido na Constituição Federal, art. 7º, XXII, art. 200,
A atuação do MPT dá-se, prioritariamente, de duas formas: como órgão agente e como órgão VII e art. 225. A CLT, por sua vez, determina que o cumprimento destas normas e, por
interveniente. conseqüência, a manutenção da saúde do trabalhador, é dever do empregador. Cabe a
Como órgão agente, o Ministério Público do Trabalho tem como atribuição investigar ele, ainda, utilizar seu poder de comando no sentido de instruir os empregados quanto às
irregularidades nas relações de trabalho, no intuito de promover a defesa dos direitos e precauções a tomar para evitar acidentes do trabalho ou doenças ocupacionais (CLT, art.
interesses coletivos dos trabalhadores. Assim, quando noticiada uma lesão coletiva a direitos 157, I e II).
e interesses dos trabalhadores, caberá ao MPT instaurar procedimento investigatório com o É de conhecimento público o elevado índice de acidentes de trabalho no Brasil e
objetivo de colher provas necessárias ao esclarecimento dos fatos. Comprovada a ilicitude especificamente no Estado da Bahia decorrente, dentre outros fatores, pela inobservância
da conduta do investigado, o MPT buscará sua adequação ao que prevê a lei, através da contumaz das normas atinentes ao meio ambiente do trabalho por parte dos empregadores
interposição de ação judicial ou assinatura de Termo de Compromisso de Ajustamento de (art. 7º, inciso XXII da CF/88; art. 157 da CLT; Portaria nº 3.214/78 do MTE).
Conduta (TAC). As Convenções 155 e 161 da OIT, ratificadas pelo Brasil, tratam da saúde e do
Como órgão interveniente, o Ministério Público do Trabalho tem como atribuição a defesa ambiente do trabalho, respectivamente, constituindo-se, pois, em normas integradas
da lei, intervindo em processos judiciais em que haja interesse público a proteger, emitindo ao ordenamento jurídico trabalhista. Foram elaboradas à luz do paradigma segundo
parecer, participando de sessões de julgamento, interpondo recurso e manifestando-se sempre o qual devem ser criadas formas coletivas de redução/eliminação de riscos para os
que entender necessário. Também pode atuar como árbitro ou mediador em solução de conflitos trabalhadores, para além da proteção individual consubstanciada nos EPI’s, ressaltando
de natureza coletiva, que envolvam trabalhadores e empregadores ou entidades sindicais que os medidas de caráter preventivo.
representam e, ainda, nos casos de greve, principalmente quando envolver atividade considerada Cabe às empresas cumprir e fazer cumprir as normas de segurança e medicina do
essencial à população. trabalho, bem como instruir os empregados, através de ordens de serviço, quanto às
Visando à concretização dos direitos trabalhistas fundamentais, o Ministério Público do Trabalho precauções a tomar no sentido de evitar acidentes do trabalho (CLT, art. 157, incisos I
atua também de forma preventiva, orientando a sociedade por meio de audiências públicas, palestras, e II).
seminários e outro eventos semelhantes. Além disso, o MPT participa de alguns fóruns, comitês e Além disso, os empregadores deverão informar os trabalhadores de maneira apropriada
comissões da sociedade civil organizada que possuam os mesmos objetivos da instituição. e suficiente sobre os riscos ambientais que possam originar-se nos locais de trabalho
As unidades do Ministério Público do Trabalho são a Procuradoria Geral do Trabalho, com sede e sobre os meios disponíveis para prevenir ou limitar tais riscos e para proteger-se dos
em Brasília/DF, as Procuradorias Regionais do Trabalho, com sede nas capitais dos Estados, e as mesmos (Norma Regulamentar nº 9 do Ministério do Trabalho, subitem 9.5.2).
Procuradorias do Trabalho, com sede nos Municípios do interior. Assim, o empregador deve assegurar um local de trabalho saudável, com obediência
No caso da Bahia, funciona a Procuradoria Regional do Trabalho da 5ª Região – PRT5, com sede às normas de saúde e segurança. Também deve adotar medidas de proteção coletiva de
em Salvador, além das Procuradorias do Trabalho nos Municípios de Itabuna, Barreiras, Juazeiro, trabalho, além de fornecer e fiscalizar o uso dos equipamentos de proteção individual e dar
Vitória da Conquista, Eunápolis, Santo Antônio de Jesus e Feira de Santana. treinamento aos trabalhadores.

12 Cartilha de Segurança e Saúde do Trabalhador Cartilha de Segurança e Saúde do Trabalhador 5


Chuveiros
O legislador brasileiro equiparou o acidente de trabalho à doença ocupacional, com a finalidade Devem ser dimensionados na proporção de um para cada dez trabalhadores.
de proteger o trabalhador.
Os acidentes de trabalho podem ser definidos como acidente de trabalho típico e acidente Vestiários
de trajeto. Assim, não só os acidentes ocorridos no horário de trabalho são considerados Todo estabelecimento onde se exige troca de roupa, deve possuir vestiário para trabalhadores
acidentes de trabalho. Também são acidentes de trabalho aqueles em que o empregado está que não residem no local. Os vestiários devem ter armários individuais dotados de fechadura ou
a serviço do empregador, ainda que fora da empresa e também na ida e volta da casa para dispositivo com cadeado, além de bancos para auxiliar na troca de roupas. É importante utilizar
o trabalho. armários de duplo compartimento (para separar a roupa de uso pessoal da roupa de trabalho).
As doenças ocupacionais ocorrem devido à exposição do trabalhador a diversos riscos à saúde
no trabalho.

RISCOS QUE LEVAM AO ADOECIMENTO Local de Refeições Aquecimento Água Potável


das Refeições
Local coberto, arejado, Deve ser garantido o
BIOLÓGICOS QUÍMICOS FÍSICOS ERGONÔMICOS fornecimento de água
sem comunicação Devem ser
■ Bactérias ■ Substâncias tóxicas ■ Ruído ■ Organização do espaço físico potável, filtrada e fresca.
■ Fungos sob a forma de gases, ■ Vibração ■ Esforço excessivo direta com as asseguradas condições Devem ser utilizados
■ Parasitas poeiras, fumos, névoa, ■ Calor ■ Posturas inadequadas instalações sanitárias, para o aquecimento bebedouros de jato inclinado
■ Vírus neblina ou vapores ■ Frio ■ Movimentos repetitivos com mesas de seguro das refeições. e, na impossibilidade de
■ Ventilação ■ Jornadas de trabalho tampo liso e lavável e instalação destes, podem
■ Umidade extensas ser usados garrafões
assentos em número
■ Luminosidade ■ Trabalho noturno e em turnos
térmicos hermeticamente
suficientes para fechados. A água de ser
■ Pressão ■ Ritmo acelerado
atender os usuários. refrigerada (região de clima
■ Radiações ■ Relações de trabalho
quente). É proibido o uso de
copos coletivos.

6 Cartilha de Segurança e Saúde do Trabalhador Cartilha de Segurança e Saúde do Trabalhador 11


Os Equipamentos de Proteção Coletiva – EPC’s, são utilizados para prevenir e minimizar acidentes A Lei nº 8.213/91 determina no seu artigo 22 que todo acidente de trabalho ou doença profissional
e doenças relacionadas ao trabalho de forma coletiva, devendo sempre ser priorizado em relação deverá ser comunicado pela empresa ao INSS, por meio da Comunicação de Acidente de Trabalho
ao Equipamento de Proteção Individual. (CAT). Essa comunicação deverá ocorrer até o primeiro dia útil seguinte ao da ocorrência do acidente do
Usamos como exemplo os guarda-corpos, os exaustores, os enclausuramentos acústicos trabalho, sob pena de multa em caso de omissão.
de máquinas e equipamentos emissores de ruído, as cortinas para cabines de solda, os pisos Na falta de emissão de CAT pela empresa, poderão fazê-lo o próprio acidentado, seus dependentes,
antiderrapates, as portas acústicas, os purificadores de ar, os sistemas de ventilação etc. a entidade sindical competente, o médico assistente ou qualquer autoridade pública.
A CAT é de suma importância, na medida em que apenas após essa comunicação que o
trabalhador (segurado) poderá receber o benefício acidentário previdenciário.
Ressalte-se que o trabalhador que sofre acidente de trabalho e precisa ficar mais de 15 dias
Os Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) são dispositivos de proteção de uso obrigatório afastado pela Previdência Social (INSS) tem direito à estabilidade de um ano após a alta médica.
que o empregador distribui aos seus trabalhadores gratuitamente, de acordo com os riscos aos
quais estão expostos. Eles devem ser usados quando não é possível controlar um risco através de PREVIDÊNCIA E ACIDENTES DE TRABALHO
equipamentos de proteção coletiva.
São utilizados para a proteção da cabeça, dos olhos, da audição, das vias respiratórias, do Auxílio doença
tronco, dos membros superiores e inferiores, do corpo inteiro e contra quedas com diferença Todos os trabalhadores que contribuem para a Previdência Social têm direito aos benefícios de
de nível. acidente de trabalho. Esse benefício é oferecido pela Previdência Social para o segurado acidentado
A higienização dos equipamentos de proteção individual é de responsabilidade do empregador, que ficar afastado de suas atividades por mais de 15 dias. Nos 15 primeiros dias de afastamento,
incluindo-se aí os fardamentos utilizados em atividade insalubres. quem paga o salário do trabalhador acidentado é o empregador.

Conforto e Higiente Auxílio Acidente


O empregador é obrigado a proporcionar um ambiente do trabalho com condições adequadas É um direito concedido ao trabalhador que sofre acidente de trabalho, que após o encerramento
de conforto e higiene, de acordo com a NR-24 do Ministério do Trabalho e Emprego, observando- do auxílio doença por alta médica, apresente sequelas que reduzam a sua capacidade de trabalho
se o que segue: para as funções que habitualmente exercia. O auxílio acidente é pago mensalmente até que o
trabalhador se aposente.

Lavatório Vasos Sanitários Papel Higiênico Perícia Médica


Perícia médica é o exame realizado pelos médicos do INSS a fim de assegurar que o segurado se
Devem ser oferecidos Devem ser fornecidos Deve ser fornecido encontra incapacitado para o trabalho. Os médicos também avaliam quanto tempo o trabalhador
na proporção de gratuitamente e necessita para se restabelecer, ou se vai ficar incapacitado para exercer as suas funções, devendo
meios para a lavagem ou não se aposentar por invalidez.
um para cada vinte
das mãos através de garantido o fácil acesso
trabalhadores. Podem
lavatórios individuais ou ser do tipo bacia dos trabalhadores. Aposentadoria por invalidez
coletivos. Devem dispor sanitária turca ou do É o benefício que o trabalhador tem direito quando a perícia médica considerar que ele está
de sabão e material tipo tradicional. O local incapacitado para exercer suas atividades normais. Se o médico da perícia constatar que o
destinado ao vaso trabalhador não pode mais trabalhar, ele poderá se aposentar. Se o trabalhador voltar a trabalhar
descartável para
deve dispor de porta a aposentadoria será cancelada.
enxugo das mãos. com trinco de modo a
assegurar a privacidade
do empregado.

10 Cartilha de Segurança e Saúde do Trabalhador Cartilha de Segurança e Saúde do Trabalhador 7


As empresas estão obrigadas a manter alguns programas e comissões a fim de promover a CIPA
saúde do trabalhador em seu local de trabalho. As Normas Regulamentadoras (NRs), introduzidas A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) tem como objetivo a prevenção de
pela Portaria nº 3.214, de 08 de junho de 1978 do Ministério do Trabalho e Emprego, são as acidentes e doenças decorrentes do trabalho, de modo a tornar compatível permanentemente
responsáveis por determinar como cada um desses programas deve funcionar. Portanto, as o trabalho com a preservação da vida e a promoção da saúde do trabalhador.
empresas devem observar minuciosamente essas regras na implementação de cada programa. De acordo com a NR-5, a CIPA deve ser composta de representantes do empregador e dos
Por outro lado, os trabalhadores da empresa também devem participar ativamente, a fim empregados. As principais atribuições da CIPA são:
■ Identificar os riscos do processo do trabalho, elaborando um mapa de riscos ■ Elaborar um plano
de garantir o sucesso desses programas. Dentre outras ações eles devem: observar as normas
de trabalho com ações preventivas de segurança e saúde ocupacional ■ Participar da implementação
de segurança e medicina no trabalho; demonstrar situações de risco; apresentar sugestões e e do controle da qualidade das medidas preventivas ■ Verificar os ambientes e condições do trabalho
observar as recomendações quanto à prevenção de acidentes, utilizando os equipamentos de ■ Avaliar o cumprimento das metas fixadas ■ Colaborar no desenvolvimento do PPRA e PCMSO
proteção coletiva (EPC) e individual (EPI) fornecidos pelo empregador; e submetendo-se a exames ■ Participar, anualmente, de Campanhas de Prevenção de AIDS, em conjunto com a empresa
médicos previstos em Normas Regulamentadoras, quando aplicável. ■ Promover, anualmente, a SIPAT – Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho.
Enfim, o bom funcionamento destes programas só ocorre quando empresas e empregados Cabe à empresa proporcionar aos membros da CIPA os meios necessários ao desempenho
trabalham em conjunto, minimizando riscos e promovendo a saúde no ambiente de trabalho. de suas atribuições, garantindo tempo suficiente para a realização das tarefas constantes
Seguem os principais programas de prevenção e promoção da saúde do trabalho: do plano de trabalho. Deve ainda o empregador proporcionar treinamento específico de 20
(vinte) horas para os membros da CIPA.
Já os empregados devem participar da eleição de seus representantes; colaborar com a
gestão da CIPA; indicar à CIPA, ao SESMT e ao empregador situações de riscos; apresentar
SESMT sugestões para melhoria das condições de trabalho; e observar e aplicar no ambiente de trabalho
O Serviço Especializado em Engenharia de as recomendações quanto a prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho.
Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT), previsto
na NR-4 do Ministério do Trabalho e Emprego, é PCMSO
formado por uma equipe de profissionais, a serviço PPRA O programa de Controle Médico de Saúde
das empresas, com a finalidade de promover a saúde O Programa de Prevenção de Riscos Ocupacional (PCMSO), previsto na NR-7 do
e proteger a integridade do trabalhador no local de Ambientais (PPRA) estabelecido pela NR- Ministério do Trabalho e Emprego, é um programa
trabalho. 9 do Ministério do Trabalho e Emprego, que especifica procedimentos e condutas a
Dependendo da quantidade de empregados e da possui como objetivos a identificação e serem adotadas pelas empresas em função
natureza das atividades da empresa, o serviço pode a quantificação dos riscos ocupacionais dos riscos aos quais os empregados se expõem
incluir os seguintes profissionais: existentes nos ambientes de trabalho e no ambiente de trabalho. Pode-se citar como
a propositura de medidas preventivas, procedimentos previstos para o PCMSO:
■ Médico do trabalho ■ Avaliação Médica Admissional ■ Avaliação
visando a preservação da saúde dos
■ Enfermeiro do trabalho trabalhadores. Médica Periódica ■ Avaliação Médica por Mudança
■ Técnico de enfermagem do trabalho A NR-9 considera como riscos de Função ■ Avaliação Médica para o Retorno ao
■ Engenheiro de segurança do trabalho ambientais, para elaboração e Trabalho ■ Avaliação Médica Demissional
■ Técnico de segurança do trabalho entendimento do PPRA, os agentes ■ Fornecimento de Atestados de Saúde Ocupacional
físicos, químicos e biológicos existentes (ASO) ■ Relatórios Estatísticos ■ Arquivo de Exames
O SESMT deve manter entrosamento permanente nos ambientes de trabalho que, em O programa tem por objetivo prevenir,
com a CIPA, dela valendo-se como agente função de sua natureza, concentração detectar precocemente, monitorar e controlar
multiplicador, e deve estudar suas observações ou intensidade e tempo de exposição, possíveis danos à saúde do empregado, inclusive
e solicitações, propondo soluções corretivas e são capazes de causar danos à saúde do de natureza subclínica, além de constatação da
preventivas. trabalhador. existência de casos de doenças profissionais ou
danos irreversíveis à saúde dos trabalhadores.

8 Cartilha de Segurança e Saúde do Trabalhador Cartilha de Segurança e Saúde do Trabalhador 9