Você está na página 1de 2

Absolutismo é uma teoria política que defende que uma pessoa (em geral, um monarca)

deve obter um poder absoluto, isto é, independente de outro órgão, seja ele judicial,
legislativo, religioso ou eleitoral. Os teóricos de relevo associados ao absolutismo
incluem autores como Maquiavel, Jean Bodin, Jaime I de Inglaterra, Bossuet e Thomas
Hobbes. Esta idéia tem sido algumas vezes confundida com a doutrina protestante do
"Direito Divino dos Reis", que defende que a autoridade do governante emana
directamente de Deus, e que não podem ser depostos a não ser por Deus, defendido por
alguns absolutistas como Jean Bodin e Jaime I.

Capitalismo é um sistema econômico caracterizado pela propriedade privada dos meios


de produção, e pela existência de mercados livres, de trabalho assalariado. Na
historiografia ocidental, a ascensão do capitalismo é comumente associada ao fim do
feudalismo, ocorrido na Europa no final da Idade Média. Outras condições comumente
associadas ao capitalismo são: a presença de agentes que investem em troca de um lucro
futuro; o respeito a leis e contratos; a existência de financiamento, moeda e juro; a
ocupação de trabalhadores segundo um mercado de trabalho. As sociedades modernas
possuem, em geral, economias mistas, isto é. uma mistura de propriedade privada e
controles governamentais. Siguinificado de capitalismo: Organização social em que as
atividades de produção e distribuição, obedecendo aos princípios da propriedade
privada, da competição e do lucro, conduzem a uma bipartição da sociedade em duas
classes antagônicas, porém vinculadas pelo mecanismo do mercado: a dos possuidores
dos meios de produção e a do proletariado industrial e rural

Usura é o nome dado a prática de se cobrar juros excessivos pelo empréstimo de uma
determinada quantia de dinheiro.

Até à Idade Média a palavra usura era utilizada como sinônimo de juro. Essa prática era
proibida, pois acreditava-se que dinheiro não poderia gerar dinheiro. A cobrança de
juros era considerada uma forma de se explorar uma pessoa que estava passando por
uma situação difícil, portanto todos os empréstimos financeiros deveriam ser realizados
sem cobrança de nenhuma taxa.

Porém, com a evolução do sistema financeiro os pensadores da época começaram a


achar justo que o credor recebesse uma parte dos lucros obtidos com seu empréstimo,
sob a forma de juros. No final do século XV surgiram as primeiras tabelas disciplinando
e limitando os valores cobrados pelo empréstimo de dinheiro. Passou-se então a
distinguir juro de usura.

Juro era a taxa cobrada dentro dos valores estipulados por uma tabela prevista em lei;
Usura passou a ser o termo utilizado para se referir a cobrança de taxas superiores ao
limite máximo permitido.

A igreja acreditava que o usuario que adquirir lucro sem nenhum trabalho e até
dormindo vai contra a palavra de Deus que diz: "comerás teu pão com o suor do teu
rosto". Assim o usuario não vende a seu devedor nada que lhe pertença, mas apenas o
tempo, que pertence a Deus. Disso não deve tirar nenhum proveito. Siguinificado de
usura: Cobrança de juros cobradas pelas instituições bancárias que inciderem
sobre valores em que já foram inseridos os juros nos meses anteriores.