Você está na página 1de 29

CRONOGRAMA

1ª. Jornada de Conferências da Ostomy Association of the Americas – OAA (Associação
de Ostomizados das Américas)
7 a 12 de outubro de 2013

Colonia Hotel Utedyc
Huerta Grande – Córdoba – Argentina

Ostomy Association of the Americas – OAA
Asociación Latinoamericana de Ostomizados – ALADO
Federación Asociaciones Ostomizados de la República Argentina – FAODRA

Relato feito por Izaac Fernandes - FEGEST

1º. dia – segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Comitê organizador

Francisco J. Miguez
E. Beatriz Reynoso
B. I. Florencia Chiaraviglio
Eduardo Leal Marchena
Marcelino Merlo
Vilma Franco

Comitê Executivo

Diretor Médico: Dr. Fernando J. Soria (cirurgião coloproctologista)
Tesoureiro: Eduardo Leal Marchena (ADCO)
E. Beatriz Reynoso
B. I. Florencia Chiaraviglio

Comitê Científico

Dr. Fernando J. Soria
Dr. Martín Rivol
Dr. Gustavo Soria
Licenciada em Enfermagem Estomaterapeuta Beatriz Reynoso
Licenciada Celina Pressutti

07:00 às 09:00h
Café da manhã – Montagem dos stands
09:30 às 12:00h
Recepção dos delegados, participantes e patrocinadores. Hotel Colonia Utedyc, Huerta
Grande, San Martín, 1489, Sierras de Córdoba, República Argentina – Credenciamento dos
delegados
Coffee break (15 minutos)
Credenciamento dos participantes e patrocinadores
12:30h – Almoço
14:30h
Começo das atividades das associações das três regiões
Atividades da OAA entre os anos de 2010 e 2013 - Atividades da ALADO entre os anos de
2010 e 2013 - Atividades da North and Central America Ostomy Association - NCACOA
entre os anos de 2010 e 2013
Coffee break (15 minutos)
16:00 às 19:00h
Reuniões dos grupos de delegados das três regiões individualmente
 Eleição das novas autoridades, OAA – NCACOA – ALADO – Eleições da
Diretoria para o período 2013-2016, OAA
Ken Aukett (presidente da OAA, secretário interino da NCACOA): Ken iniciou
dizendo que vai mandar ofício a todos os membros da Alado sobre o prêmio Archie
Vinitsky, onde será indicado pelo país uma pessoa para concorrer ao prêmio, que será
decidido por um comitê o ganhador. Disse querer aumentar a captação de fundos para
a OOA. Disse que o curso de enfermagem dos anos 2011/2012 teve um custo de U$
2,800.00. Disse que enviará recursos ao Francisco Miguez após a Jornada de Córdoba.
Disse querer promover o grupo 20/40; em reunião com o Francisco foi comntado a
respeito de homem que serviria ao Programa 20/40. Contou que tem 65 anos e 2 netos,
acrescentando que poderia ver crianças para no futuro representar nossas entidades.
Pediu a Mariela que não comentasse o local da próxima Jornada, nos EUA é de nos
EUA é de 12 a 17 anos. Nos EUA ele estará presente. A diretora do acampamento é do
Canadá. Deve ser ostomizado ou ter algum problema de urina. Irão dar ajuda
financeira ao participante. Tem um representante da América do Sul. A ajuda cobre
gastos de matrícula e transporte, nos EUA a duração é de 5 dias e no Canadá, de 6
dias. Tudo que fizemos é para os ostomizados, a partir de hoje os representantes da
ALADO colaborarão com a Mariela com projeto que serão realizado. “Vamos à luta”.
Aplausos gerais.

Eleitos para a nova Diretoria da OAA:

Presidente: Mariela Acero de Romero (Colômbia)
Vice- presidente: Martha Velez de Nieves (Porto Rico)
Secretária: Teresa Antequera (Bolívia)
Tesoureiro: Ken Aukett (Estados Unidos da América)
Membros do Comitê da OAA: Francisco Miguez (Argentina) - Ken Aukett

A presidente eleita agradeceu a eleição, prometeu muito trabalho e pediu apoio aos
membros dos demais países e associações. Ao fim, Ken entregou o cargo a Mariela.

Eleitos para a nova Diretoria da ALADO:
Presidente: Francisco Miguez (FAODRA – Argentina)
Vice-presidente: Jéssica Cardenas (Chile)
Secretária: Carmen Alonso (AADO – Argentina)
Tesoureiro: Izaac Fernandes (Brasil)
Coffee break (15 minutos)
Eleições da Diretoria para o período 2013-2016, NCACOA - Eleições da Diretoria para o
período 2013-2016, ALADO
Visita aos expositores – tempo livre
21:00h
Jantar no hotel
2º. dia – terça-feira, 8 de outubro de 2013

07:00 às 09:00h
Café da manhã
Abertura da 1ª. Jornada de Conferências da OAA
10:30h
Programa:
 Hino Nacional
 Boas-vindas ao Sr. Prefeito Municipal de Huerta Grande
 Palavras do presidente da FAODRA
Francisco Miguez (Federación Asociaciones Ostomizados de Argentina - FAODRA,
vice-presidente da ALADO): cumprimentou e agradeceu a todos, especialmente a Ken
Aukett. Disse confiar que o evento seria uma experiência de grande valor para todos.
Agradeceu aos demais membros que participaram da realização da Conferência; a
Mariela, por sua presença; à Coloplast e à Hollister por sua ajuda no financiamento do
evento. Disse que o objetivo da Conferência era unir os líderes da América pela
ALADO e OAA no período de 2014 a 2016. Reconheceu a importância dos líderes na
OAA no Programa ISCAP, a participação dos laboratórios na demonstração de
produtos no mundo. Por último, agradeceu pela oportunidade de a América reunir-se e
fazer novos amigos.
 Palavras da presidente da ALADO
Mariela Acero de Romero: Cumprimentou a todas as associações e a seguir felicitou
Francisco pela reunião e agradeceu pelo convite para o evento, declarando que iria
aprender e fazer novos amigos ostomizados de outras regiões.
 Palavras do decano da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nacional de Córdoba
Dr. Gustavo Ilice: cumprimenta todas as associações das Américas e agradece pelo
convite. Referiu-se aos colegas que o acompanhavam no evento, bem como aos
funcionários do hospital. Disse que se trata de um hospital-escola de grande
importância para a sociedade local. Disse que a faculdade é da sociedade. Falou sobre
a formação de sua equipe médica e de enfermagem, enaltecendo seu valor. Disse do
apoio do reitor e à faculdade e do reconhecimento pelo trabalho de todos. Referiu-se à
função social da entidade. Entregou ao presidente da FAODRA uma placa em
reconhecimento ao trabalho desenvolvido nessa associação.
 Entrega da placa de homenagem a Linda Aukett
 Final da abertura – Brindes
12:30h
Almoço
14:00 às 14:30h
Teleconferência
 Ronaldo Lora – Filipinas – Informações gerais da IOA
14:30h
 Informes da instituições participantes das Américas
 FOW-USA, OAA, NCACOA, UOA-Canada, UOAA
Susan Burns (presidente da United Ostomy Associations of America - UOAA): novo
website para a entidade; a UOAA aumentará sua presença nas redes sociais; realizará
duas conferências; criará duas novas associações estaduais (Virgínia e Michigan); há
700.000 ostomizados nos Estados Unidos; as associações contarão com assessoria
médica; buscarão obter mais patrocínios; proporá que o Obamacare seja expandido
para atender também os ostomizados; a UOAA realizará uma conferência nacional.

Ruth Salinger (Friends of Ostomates Worldwide - FOW-USA): FOW é organização
independente sem fins lucrativos; concentra-se na distribuição de produtos para
ostomias fora dos EUA para aqueles que não puderem comprar; informou que no dia
seguinte seria distribuído material com mais detalhes sobre a FOW - USA.

George F. Salamy (NCACOA): em sua região, promove capacitações em ostomias
para os países da América Latina com para as entidades, a fim de fortalecer suas
atividades da IOA e do Grupo 20/40; procura contribuir com os Grupos 17/20 para
participar dos programas no Estados Unidos; deve-se criar novas associações na
América e no Caribe; previsão de nova reunião da OAA em 2016; apresentou a nova
Diretoria da OAA.

Mariela Acero de Romero (ALADO): informou ter feito capacitações na Bolívia,
Paraguai, Chile e Colômbia, com atividades em cada associação com assessoria e
ajuda de material para as entidades.
 Informação, abrangência e ações – AADO – ACDO – ABO – CORAOS – ASOSDELPA,
FEGEST
Mariela Acero de Romero (presidente da Asociación Colombiana de Ostomizados -
ACDO, presidente da Asociación Latinoamericana de Ostomizados - ALADO): a
ACDO representa os pacientes junto ao governo e à saúde. Os pacientes reúnem-se
aos sábados, quando é entregue um kit de ostomia, direcionado unicamente para a
pessoa com ostomia. Participam do grupo chamado Colômbia com várias outras
patologias. Mariela fez capacitação com o Dr. Soria, foi este um importante momento
par ela. Em cumprimento ao direito à saúde, será realizada em novembro uma
capacitação para visitadores de ostomizados.

Teresa Antequera (presidente da Asociación Boliviana de Ostomizados - ABO, ex-
presidente da ALADO, vice-presidente da Ostomy Association of the Americas -
OAA): após cumprimentos, disse ter regularizado o estatuto da associação boliviana
com a ajuda de um advogado. Apresentou uma pesquisa quantitativa do número de
ostomizados na Bolívia, com detalhamento de todos os tipos de ostomia. Foi realizado
o Concurso Vitória vencido pelos ostomizados, onde se demostrou a importância da
associação. Também foi realizada a festa World Ostomy Day - WOD 2012 com a
participação dos ostomizados e de sua filha, que ajuda na associação desde os 7 anos
de idade. Nesse evento foi entregue uma placa ao Dr. Heredia, médico
coloproctologista, pelo seu trabalho dedicado aos ostomizados na Bolívia. Apresentou
as pessoas ostomizadas e profissionais que trabalham na casa. Apresentou também o
grupo de Córdoba, que participou de uma capacitação, tendo como palestrante o
médico Dr. Sória. Apresentou a inauguração de um consultório em Santa Cruz de La
Sierra, que contou com a presença do Dr. Soria. Informou da entrega dos materiais aos
ostomizados no hospital de atendimento, com realização de reuniões de grupo nos dia
20 de cada mês.

Jessica Cardenas Rosas (Corporación de Ostomizados V Región de Chile - CORAOS,
secretaria da ALADO): disse que realizam reuniões com parte recreativa, com a
participação de ostomizados de diferentes idades. Contam com o apoio do Hospital
Valparaizo, nos dia 20 de cada mês. Também visitam pessoas ostomizadas em hospital
e no interior da cidade. Participam de um programa de rádio local com testemunho de
vida de e para os ostomizadas. Celebraram o Dia Mundial dos Ostomizados em 2012
em um local com piscina em que os ostomizados sentiram-se livres, com renovação de
experiências. “Ostomizados são pessoas muito valentes e com o sonho de ter uma
entidade própria”.

Ambrosio Kegler (presidente da Asociación de Ostomizados de Paraguay -
ASOSDELPA): “somos um bebê com associação, com inicio em 2009 quando o Dr.
Medina foi à Itália e depois contatou com a Bolivia, que vieram a incentivar a
formação da entidade. Fizemos o que pudemos e contamos com a ajuda da ALADO.
Toda ajuda será bem-vinda”. Disse que os ostomizados eram discriminados pela raça,
pela política. Falou da existência no Paraguai da Lei n. 4143 da Câmara dos
Deputados, que trata da assistência aos ostomizados (leu o teor da lei), disse que essa
lei não vem sendo cumprida porque não há registro de ostomizado. Disse que a Dra.
Gassin Burgos está incentivando a regulamentação da lei para ostomizados. Disse
que realizam reunião mensal com os ostomizados e que desejam participar em
congressos e necessitam de estomaterapeuta. Desejam enviar profissional a Córdoba
para aprender estomaterapia. Agradeceu a todos.

Carmen Alonso (Asociación Argentina de Ostomizados - AADO, tesoureira da
ALADO): disse que na Argentina necessitam de um programa médico de forma
obrigatória, a lei deve dizer tudo o que os ostomizados necessitam. Relatou todas as
necessidades que ainda não são atendidas. Disse de um projeto de lei necessário na
Argentina para as pessoas que não tem cobertura médica. Disse ser intenção constitur
uma comissão de saúde nacional e provincial para promover políticas públicas para
ostomizados. Devendo ser incorporado aos ostomizados um plano médico obrigatório
com a visão de inclusão social dos ostomizados, a ser regulado através de um projeto
de lei, com proteção de saúde obrigatória e quantidade necessária de bolsas e inclusão
de pacientes que não possuam plano de saúde. Projeto para 2014: curso com
investimento em capacitação etc., novas associações, reuniões com grupos de
autoajuda, conscientes dos direitos dos pacientes, novos canais de comunicação.
Agradeceu a todos.
Izaac Fernandes (Federação Gaúcha de Estomizados – FEGEST, Brasil): falou por
cerca de 20 minutos sobre as atividades da FEGEST e da Associação Brasileira de
Ostomizados – ABRASO no período 2010-2013:

1 FEGEST
a) Resolução Normativa no. 325/2013: a Resolução Normativa no. 325/2013 da
Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determinou que os planos de saúde
privados fornecessem a seus clientes bolsas coletoras e a atendimento integral. Esses
pacientes são atendidos pelo Sistema Único de Saúde – SUS (público, cobertura de
saúde universal) quase sempre de forma satisfatória, enquanto os planos de saúde
privados no Brasil geralmente não dispõem de profissionais qualificados e
infraestrutura física para o atendimento aos estomizados. Por essa razão, surgiu entre
os pacientes a incerteza no tocante à qualidade dos serviços a curto prazo. Com a
participação do Secretário Estadual de Saúde, a FEGEST conseguiu obter da ANS a
manutenção no Sistema Único para os estomizados que assim o desejassem
b) Atendimento às pessoas com estomas: Com a participação da FEGEST, do
Ministério Público Estadual e do Governo do Estado, o Rio Grande do Sul é
reconhecido como o estado brasileiro que oferece o melhor atendimento às pessoas
com estomas. O Sistema Único de Saúde hoje possui enfermeiros estomaterapeutas, os
pacientes estão cadastrados e há 6 anos não ocorre falta de equipamentos para
distribuição aos usuários;
c) Programa de Reversão de Estomias Benignas: depois de amplo debate em que a
FEGEST tomou parte, foi aprovado pela Câmara de Atenção à Saúde da Pessoa
Estomizada o “Programa de Reversão de Estomias Benignas”, totalmente financiado
pelo Estado. O programa é desenvolvido por profissionais experientes, porém a
demanda dos pacientes continua sendo baixa;
d) Prevenir o câncer intestinal: há 8.500 pessoas com estomas (uro, íleo e colo; 10%
são incontinentes) cadastradas no Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul. Em
reunião recente com o Secretário, a FEGEST ajustou a realização de uma nova
campanha para prevenir o câncer intestinal.
e) Atividades: campanha permanente para prevenir o câncer intestinal; realizar
concursos anuais de artes para pessoas com estomas; celebração do Dia nacional dos
Estomizados; promove e participa de eventos de capacitação profissional e educação
para pessoas com estomas e seus cuidadores; participa do Comitê de Ética em
Pesquisa do Hospital Ernesto Dornelles (em Porto Alegre, capital do Estado),
vinculado ao Conselho Nacional de Ética em Pesquisa, que tem como objetivo avaliar
ética e metodologicamente os projetos de pesquisa realizados com seres humanos.
f) Controvérsia: a FEGEST manifesta-se pela manutenção da condição de “pessoas
com deficiência física” que foi dada aos estomizados pelo Decreto Presidencial no.
5.296/2004, por causa dos benefícios de atendimento e direitos sociais que essa norma
trouxe aos pacientes.
g) FEGEST na WWW: website e blog da FEGEST - http://www.fegest.org/ e
http://fegest.wordpress.com/; informar sobre as atividades da entidade; facilitar o
contato entre a entidade, seus membros e o público, incluindo estudantes de
Enfermagem, Nutrição e Serviços Sociais, por exemplo; o atual webmaster da
A.L.A.D.O. é um voluntário da FEGEST e também escreve para o jornal da Associação
de Ostomizados do Estado de São Paulo – AOESP;
h) Reconhecimento: a FEGEST deseja expressar seu reconhecimento a dois nomes
muito importantes para a comunidade dos ostomizados do Brasil - Takehisa Sonoki: é
o editor do Jornal da AOESP, que divulga informações de todas as associações de
ostomizados do Brasil, contribuindo fortemente para o entendimento entre as entidades
e a visibilidade dessa parcela da população brasileira. Também assina o blog
“Ostomia Hanseníase” (http://ostomiahanseniase.blogspot.com.br/); Spencer Ferreira:
engenheiro civil, ativista dos direitos dos estomizados, criador do projeto de banheiro
adaptado que tem crescente aceitação no Brasil. É responsável pelo website “Portal
Ostomizados” (http://www.ostomizados.com/index.html).

2 ABRASO
a) Lança guia para treinamento do visitante (uma iniciativa da IOA) e conta com a
participação de vários patrocinadores. Trata-se de um manual com importantes
orientações para o visitante à pessoa estomizada;
b) Lança em seu website um programa com orientações importantes para a prática da
atividade física, a fim de melhorar a auto-estima, a capacidade mental, diminuir o
colesterol negativo, melhorar a depressão branda ou moderada, doenças crônicas,
entre outros;
c) Registra em seu website uma proposta de projeto de lei municipal para construção
de banheiros públicos adaptados aos estomizados, com o objetivo de garantir o direito
de acessibilidade das pessoas estomizadas aos banheiros públicos do município do
Rio de Janeiro, mediante a instalação de equipamentos adequados e a sua utilização;
d) Publica no link http://www.abraso.org.br/videos.html um vídeo com música em
homenagem à pessoa estomizada e uma vinheta alusiva ao “Dia Nacional do
Ostomizado” (16 de novembro);
e) Indica a vice-presidente da entidade e presidente da Associação dos Ostomizados do
Estado do Espírito Santo, Sra. Márcia Patrício de Araújo, ao Prêmio Archie Vinitsky,
com merecida indicação por sua lealdade, trabalho voluntário em prol da pessoa
estomizada do Brasil;
f) Cria no em seu website um espaço cultural para divulgar a arte feita por pessoas
estomizadas no Brasil, objetivando melhorar o elo de comunicação entre os
estomizados. Cria um boletim informativo eletrônico;
g) Outras atividades: apresenta parecer denunciando a falta de bolsas coletoras no
estado do Rio de Janeiro; campanha de prevenção ao câncer intestinal; concurso de
artes para estomizados; publica catálogo alusivo aos 25 anos de sua fundação; projeto
de Lei nº. 5409 (isenção do Imposto de Renda); projeto de Lei nº. 5384 (símbolo da
pessoa estomizada); promove e participa de vários eventos de capacitação voltados a
profissionais e pessoas estomizadas.
 Coffee break (15 minutos)
 Desenvolvimento dos planos das novas autoridades eleitas para o período 2013-2016.
 Apresentação da Hollister
A importância de o paciente não se sentir só foi o primeiro tópico abordado. Referiu a
existência de um manual do usuário com instrução para o paciente sobre o uso da
bolsa. Depois fez longa demonstração de todos os produtos da Hollister para os
pacientes. Falou do pó especial que é um produto exclusivo da Hollister. Ao fim
apresentou novos tipos de bolsas diferentes para ostomizados, demonstrando grande
conhecimento dos produtos da empresa.
 Apresentação da Coloplast
Helena Pérez de Vincón (Enfermeira, Assessora em Ostomias e Incontinência –
Coloplast): Produtos para Ostomias – “Não é a enfermeira quem dá solução para o
ostomizado” . Falou das causas de atendimento e como este de vê ocorrer para maior
proveito do paciente. Não deve haver muita troca de produtos. É importante a atuação
de enfermagem qualificada sobretudo no pós-operatório. Orientou sobre a utilização de
tipos de bolsa para colo, íleo, até a bolsa atual da marca Sensura. Disse que as bolsas
de 2 peças podem durar de 4 a 5 dias dependendo do estado do paciente. Após, fez uma
demonstração dos demais produtos da empresa Coloplast e informou o telefone de
atendimento da empresa.
 Apresentação dos Laboratorios HR
Miguel Ippolito e Hector Rubén Valerga: apresentaram o sistema de bolsas sanitárias
HR System (de fabricação argentina) para transporte e descarte de ostomias, uma
bolsa sanitária que completa a bolsa coletora, com barreira para evitar o derrame
fecal a fim de favorecer a vida social o ostomizado.
Visita aos expositores
Tempo livre
21:00h
Jantar no hotel
3º. dia – quarta-feira, 9 de outubro de 2013

07:00 às 09:00h
Café da manhã
10:00h
 Começo das atividades – Dia dos Ostomizados
 International Stoma Care Advocacy Programme - ISCAP, Jorge Morales – México
Falou inicialmente sobre a existência de um manual para ostomizados. Definiu ISCAP
como sendo um programa internacional com o objetivo de melhorar a qualidade de
vida dos ostomizados. Apresentou o relato do programa de ostomia em vários países da
América do Sul e outros temas de atuação da IOA. Na NCACOA, os países são 7, que
falam vária línguas, como holandês e francês. Notou-se que necessitam do apoio de um
grupo que deve ser formado para levar a cabo o programa diferente de cada país.
Disse que é necessária uma campanha realizada pelas pessoas de boa-vontade com
organização, coragem, profissionalismo com acesso a produtos de qualidade e trabalho
profissional qualificado, sendo necessária para essa função a atuação de pessoas
ligadas ao assunto. Considerando que o Brasil fica no centro da América Latina,
sugere uma associação regional latina de ostomizados, devendo ser o próximo país a
ser visitado.
 Ambulatório de Ostomias do Hospital Nacional de Clínicas, Dr. Fernando Soria,
Licenciada em Enfermagem Estomaterapeuta Beatriz Reynoso, Beatriz e equipe – Argentina
Inicialmente, a Enfa. Beatriz fez a apresentação do local de trabalho e dos profisionais
de sua equipe. Em companhia de outra colega falou dos cuidados médicos e de
enfermagem do consultório do hospital. Discorreu sobre cuidados físicos, psicológicos
e nutricionais para o paciente e sua família, afirmando que deve existir muito amor
para a pessoa ostomizada. Com fotos, mostrou ainda as complicações dos ostomas.
Apresentou também o cadastro de pacientes e suas necessidades de produtos para
limpeza e atenção. Mostrou a importância da demarcação, explicando como deve ser
feita. Fez um grande agradecimento à FOW-USA pelos produtos encaminhados por
essa organização ao programa de atenção aos ostomizados do hospital (onde são
atendidos os associados da FAODRA). Por fim, demonstrou grande conhecimento e
dedicação aos estomizados em Córdoba, além participar com grande desenvoltura e
competência dos trabalhos da Jornada.
 Necessidades de informação da pessoa ostomizada, Sr. Francisco Miguez – FAODRA,
Argentina
Relatou os cursos que promoveu e de que participou: Curso de Capacitação para
Ostomizados (Córdoba), Jornada de Ostomizados (Assunção Paraguai, 2010). Depois
do Encontro de Frankfurt, iniciou treinamento com a Escola de Estomaterapia em
Córdoba, realizou capacitação para ostomizados na mesma cidade, participou de
capacitação em Valparaíso (Chile), capacitação em Bogotá (Colômbia), capacitação
para ostomizados no Hospital Militar de Córdoba, Jornada de Ostomizados da
Argentina (Buenos Aires, 2013), cpacitação de ostomizados na Escola Cruz Rosa com
enfermeiros e estomaterapeutas (Villa del Rosário, Argentina).

Ana Yolanda María, presidente da Asociación de Ostomizados de Córdoba:
inicialmente, disse que a entidade está em dia como pessoa jurídica em Córdoba,
com documentação necessária para participar internacionalmente. Disse que o Dr.
Soria viabilizou a entidade no Hospital de Clínicas de Córdoba. Disse que atendem
aos sábados para não prejudicar a atividade do hospital. Disse estar solicitando às
autoridades um local para a associação. Entende que os ostomizados devem ser
melhor reconhecidos: “Devemos entender a mente dos ostomizados. É importante
ter consciência de que pode ter uma vida normal. A experiência de um serve para
outros. Devem ser escutados e informados”.
Coffee break (15 minutos)
 Apresentação da Coloplast
Repetiu a do dia anterior
 Desenvolvimento da FOW-USA
Ruth Salinger é ostomizada há 43 anos e o colega que a acompanha (Ivan) é ostomizado
há 36 anos. Apresentou um Power Point com 23 slides sobre a atuação da Friends of
Ostomates Worldwide – FOW-USA e informou o website para consulta e contato. É uma
organização sem fins lucrativos formada em 1986 por voluntários. Sua principal missão é
coletar produtos de ostomias doados por indivíduos e organizações nos Estados Unidos e
enviá-los a países onde os ostomizados não têm acesso a esses materiais. Informou os
custos com o envio dos materiais no ano de 2013, que foi de US$ 37,500.00,
corespondendo a um valor de venda de US$ 675,000.00. Esses materiais enviados devem
ser entregues aos pacientes gratuitamente, sem nenhum custo adicional. Também
patrocina anuidades para médicos e enfermeiros de países em desenvolvimento
participarem do WCET.
 Profilaxia cirúrgica, Licenciada Celina Peressutti – Argentina
 Nutrição, Licenciada Daniela Marchena – Argentina
Inicialmente, disse que há muitas portas a ser abertas e fechadas em nível psicológico.
É imprescindível observar a realidade de cada paciente, o seu dia a dia. O ostomizado
deve estar consciente da importância da alimentação para recuperar a sua qualidade
de vida, descobrindo os alimentos que possa consumir com segurança conforme o seu
tipo de ostoma. Apresentou uma série de alimentos saudáveis que deve ser consumidos
pelos ostomizados e outros que devem ser evitados. Recomendou que os pacientes
mantenham o peso ideal, devendo ter consciência do que comem e envolvendo-se em
atividades sociais.
12:30h
Almoço
14:00h
 Resposta frente a uma ostomia, Licenciada Romina Fernández – Argentina
Falou sobre as causas, acidentes e traumas de emergência das ostomias. Disse eu a
equipe médica dirá os tipos de urgência, que podem ser subjetivas de cada paciente.
Esse tratamento é realizado no Centro de Apoyo al Ostomizado em Santa fé
(Argentina).
 Um novo espaço para a pessoa com ostomia, Licenciada Victoria Castro – Argentina
Fez diferenciação entre estar ostomizado e ter uma ostomia. Referiu-se à situação física
do paciente como situação de perda, temor pela invalidez, quebrando o anonimato, a
busca de ficar só. Referiu-se ao que pode pensar uma pessoa que sabe que tem uma
ostomia. Esse processo estende-se à percepção que o paciente tem de seu corpo desde
criança. O ostomizado e sua família devem estar bem informados sobre o ostoma,
viabilizando um espaço de reflexão sobre a condição do paciente.
 Apresentação Hollister
Repetiu a do dia anterior.
 A necessidade de um coloproctologista na associação, Dr. Pablo Farina – Argentina
Assessoramento e apoio: explicou que em 1952 o Dr. Froise fez a primeira irrigação
de ostomia, evitando o uso de bolsa coletora, tendo surgindo na França em 1795 a
primeira bolsa de colostomia. Falou sobre a atuação da medicina no assessoramento à
pessoa ostomizada em associações, sendo muito importante a comunicação com o
paciente para o cuidado. Disse que na Argentina falta evoluir na preparação e na
demarcação das ostomias. Observou que atualmente a irrigação do paciente é feita na
associação, explicando quem pode ou não usar esse procedimento. Disse que o
paciente deve passar pela avaliação de um profissional de Educação Física. O médico
deve contribuir na informação para o autocuidado, autoestima, atividade social,
sexualidade, na forma de vida e em toda a vida diária.
 Prevenção do câncer colorretal, Dr. Fernando Soria – Argentina
Coffee break (15 minutos)
 Preparação do paciente ostomizado, Dr. Nicolás Fernández – Argentina
Falou sobre cirurgias programadas, ileostomia de proteção, complicações nas
ostomias. Disse que o importante é a decisão do paciente. Salientou a importância da
limpeza do cólon a fim de evitar a contaminação, que é a complicação mais frequente.
 Irrigação, Licenciada em Enfermagem Estomaterapeuta Beatriz Reynoso – Argentina
 Apresentação dos Laboratórios HR
Repetiu a do ia anterior.
 Abordagem psicológica do paciente ostomizado nos aspectos sociais, Licenciado Fernando
Gómez, Diretor Executivo de PAMI ULG III - Argentina
Visita aos expositores
Tempo livre
21:00h
Jantar no hotel
4º. dia – quinta-feira, 10 de outubro de 2013

07:00 às 09:00h
Café da manhã
10:00h
Começo das atividades – Dia dos Enfermeiros
 Anatomia digestiva, Dr. Gustavo Soria – Argentina
Referiu-se às ostomias digestivas e que certos tipos de ostomias exigem maior ingestão
de água pelo paciente.
11:00 às 11:30h
Teleconferência:
 Ronaldo Lara – Filipinas – IOA – Projeto 20/40
A IOA está dando grande ênfase para que sejam escolhidas nos países pessoas
ostomizadas para a efetivação do Projeto 20/40. Falou sobre vários objetivos de apoio
aos ostomizados sendo o principal a Declaração dos Direitos do Ostomizados
reformulada em 2004 no encontro da IOA em Portugal. Referiu-se à nova região da
IOA (OAA) deliberada no Encontro de Frankfurt.
11:30h
 Indicações das ostomias digestivas, Dr. Fernando Soria – Argentina
Continuou o tema abordado pelo Dr. Gustavo, acrescentando que algumas ostomias
exigem cuidados particulares na alimentação do paciente. Referiu-se à gastrostomia, à
jejunostomia e seus cuidados. Falou ainda sobre a importância da demarcação,
salientando na Argentina a falta da atenção médica e de enfermagem quanto a esse
ponto. Mostrou-se desfavorável ao tratamento com radioterapia e ainda à falta de
cuidado na formação de visitadores para ostomizados, que necessitam de um preparo
específico.
 Cuidados das ostomias digestivas, Licenciada em Enfermagem Estomaterapeuta Beatriz
Reynoso – Argentina, Enfermeira Especialista Florencia Chiaraviglio – Argentina
 Nutrição enteral por bomba de alimentação, Licenciado Miguel Gigena - Argentina
Sistema de nutrição – método de infusão: contínua; intermitente; alimentação contínua
por infiltração; bombas de infusão e bombas parestáticas; cuidados de enfermagem;
cuidados em domicílio; educação do paciente e de sua família.
Coffee break (15 minutos)
 Apresentação Hollister
Falou sobre fístula vaginal com 6 cm e a técnica de alimentação, com fotos e longa
explicação sobre o uso de produtos no tratamento de fístulas. Exibiu uma bolsa para
fístulas que pode ser aberta e reutilizada sem ser retirada do abdômen e na base da
bolsa pode-se fazer um corte para que continue a ser utilizada, viabilizando ao paciente
uma vida normal.
 Indicações da ostomias de eliminação, Dr. Fernando Soria – Argentina
 Cuidados das ostomias de eliminação, Licenciada em Enfermagem Estomaterapeuta Beatriz
Reynoso – Argentina, Enfermeira Especialista Florencia Chiaraviglio – Argentina
12:30h
Almoço
14:00h
 Desenvolvimento da FOW-USA
Ruth Sallinger repetiu a apresentação do dia anterior.
 Complicações, Dr. Fernando Soria – Argentina
Após várias explicações de caráter extremamente técnico, informou que 30% das
complicações pós-cirúrgicas com as ostomias devem-se a erro médico. Referiu-se
depois à própria sociedade como a maior complicadora pela falta de atenção e mesmo
qualificação médica e de enfermagem, falta de atenção nutricional e emprego
inadequado da radioterapia, que muitas vezes leva à ostomia. Disse eu antes de mandar
alguém visitar o paciente deve-se ver preventivamente se o paciente tem orientação e
equipamentos. Referiu igualmente o mau posicionamento da ostomia e da bolsa
coletora, dizendo que a isquemia é causada pela falta de irrigação do ostoma, devendo
a bolsa hospitalar ser sempre transparente. Mencionou por fim os diferentes tipos de
prolapso.
 Papel do cirurgião na prevenção de complicações, Dr. Pablo Farina – Argentina
Falou brevemente sobre os tipos de ostomias e suas derivações. Abordou as
complicações das ostomias e enfatizou a importância da demarcação do ostoma. Foi
solicitada a disponibilização da matéria técnica ao palestrante.
 Nutrição, Licenciada Daniela Marchena – Argentina
 Psicologia no ostomizado, Licenciada Celina Peressutti – Argentina
Inicia dizendo que o tratamento psicológico deve ser de acordo com a situação
cirúrgica de cada pessoa, personalidade e sua história de vida. A resposta é diferente
para cada paciente. Apresentou depoimentos dos pacientes já atendidos. Falou sobre a
atividade laboral do paciente, da importância do pós-operatório no tratamento do
paciente, com ênfase da situação particular de cada paciente depois da cirurgia.
Coffee break (15 minutos)
 Apresentação dos Laboratórios HR
Repetiu a do dia anterior.
 Indicações e cuidados das traqueostomias, Dr. Luis Sánchez – Argentina
Explicou que a traqueostomia é uma via aérea aberta artificialmente para permitir o
oxigênio ao indivíduo, enfatizando a importância dos esforços para salvar vidas. Em
séculos passados, já se sabia que era possível salvar a vida de uma pessoa por meio da
realização de um corte na garganta. Disse que o tratamento da traqueostomia leva
cerca de 7 dias. Disse que entre o 3º. e o 4º. dia já é possível saber quanto tempo o
paciente necessitará para o tratamento. Considerando que foi uma apresentação
eminentemente técnica, não foi possível tomar mais notas desta apresentação.
 Preparação do paciente ostomizado, Dr. Nicolás Fernández – Argentina
Falou rapidamente sobre a reconstrução de ostomias intestinais temporárias e de
urgência, abordando depois a reconstrução intestinal, avaliando que esta não depende
de tempo, mas da evolução cirúrgica e das condições clínicas do paciente. Explicou que
os médicos têm de estar habilitados a dar más notícias. Para a reconstrução, as
condições do paciente devem ser plenas, não sendo possível precisar o tempo em que
deva ser feita. A causa da ostomia e do tratamento quimioterápico precisam estar
totalmente superada, com o paciente apresentando estado clínico e nutricional
adequados. É importante que o médico fale com o paciente e forneça explicações
detalhadas. Há também de necessidade da avaliação do resultado laboratorial e
imagens. Deve ser avaliado o índice de massa corporal e a taxa perdida. Também deve
avaliado por meio de colonoscopia o tamanho da porção remanescente do intestino, se
pode suportar nova cirurgia. Por fim, deve ser a preparação com a limpeza do cólon.
na reconstrução cirúrgica, acaba-se com o ostoma, sendo refeito o trânsito intestinal.
Terminou referindo-se às complicações pós-operatórias, sendo a mais grave a filtração
de anastomose, fístula, obstrução, estenose, entre outras.
 Apresentação da Coloplast
Visita aos expositores
21:00h
Jantar no hotel

5º. dia – sexta-feira, 11 de outubro de 2013

07:00 às 09:00h
Café da manhã
10:00h
 Conclusões e debates sobre os temas das conferências com delegados e palestrantes
Ken Aukett (presidente da OAA, secretario interino da NCACOA, com tradção da
Sra. Mauren, da Argentina): Ken disse da importância da conferência, com o objetivo
de ajudar a todos. Agradeceu a todos que participaram da conferência, as quais foram
muito bem, tendo atingido os objetivos da Jornada. Disse que a convivência ali foi
perfeita, todos juntos conversando, esperando o café, o jantar, perfeita harmonia. Disse
que a próxima conferência precisa ter fácil acesso a internet, acessibilidade, com
algumas modificações de auditório para palestras, acesso a enfermaria, próximo da
cidade, mais música. Vir com mais recursos para os delegados. Ver como conseguir
mais dinheiro, por isso fez a primeira experiência da OAA em organizar uma Jornada
com essa abrangência. Disse que a comunicação é um item importante para a escolha
do hotel e espera para que isso não seja problema no próximo evento.

Susan Burns (presidente da United Ostomy Associations of America - UOAA): “achei
muito bonito este encontro de ostomizados de diferentes países menos afortunados
reunindo-se para resolverem os seus problemas”. Felicitou a Francisco Miguez pelo
Congresso. Foram muitos dias de convivência alegre entre todos.

Pat Cimmeck (UOAC, presidente eleita da NCACOA): agradeceu o esforço pela
conferência, Nos EUA e no Canadá reuniram-se em conferência para debater suas
dificuldades, a conferência foi boa e de boa qualidade, o trabalho realizado lá é igual.

Ruth Salinger (FOW-USA): agradeceu a Francisco Miguez por ter incluído no
programa do evento a FOW-USA, foram muito boas as informações ali produzidas,
certamente sairão muito satisfeitos os estomizados que ali estiveram presentes. Disse
ter sido muito importante para as pessoas que trabalharam e que irão trabalhar no
futuro.

Jorge Vargas Morales (presidente da Asociación de Ostomizados de Colima – AOC,
México): felicitou pela organização do evento a Francisco, Beatriz, Celina etc. Fez
agredecimnto extensivo aos palestrantes e ostomizados das Américas, Estados Unidos,
fez referência à Marta de Porto Rico e aos demais presentes na jornada.

Izaac Fernandes (FEGEST - Brasil, tesoureiro eleito da ALADO) : em sua longa
fala, agradeceu e reconheceu a importância no mundo do trabalho realizado pela FOW
- USA em benefício da pessoa ostomizada. “A dimensão da obra realizada pela
organização refletirá para sempre no mundo, tanto para o ostomizados como para seus
familiares”. Prestou reconhecimento ao trabalho realizados aos ostomizados pelos
dirigentes aqui presentes em seus países como referindo-se a referindo-se a Susan
Burns - EUA, Pat Cimmeck - Canadá e George F. Salamy - EUA. Ao saudar Ken, faz
agradecimento em nome dos estomizados do Brasil, com a sua autorização foi possível
editarmos o “Guia do Estomizado” em 2006. Referiu-se a Ambrósio Kegler - Paraguai,
dizendo que pode contar com o vizinho do Brasil. A Carmen Alonso – Argentina disse
reconhecer na sua garra e luta a disposição de uma vencedora, também fica a
disposição no Brasil. Felicitou o Major Jorge Vargas Morales – México como uma das
grandes conferência deste Jornada, vossa senhoria por formação profissional foi além,
demonstrou a todos nos como o seu grande trabalho exitoso efetivado em vários países
membros da NCACOA, parabéns. Cumprimentou Tereza Antequera - Bolívia e Mariela
de Romero – Colômbia pela amizade e trabalho realizado com os ostomizados em seus
países e nas funções assumidas na direção da Alado/OAA. Agradeceu a amizade e
comprometimento do trabalho realizado pelo Dr. Fernando Sória aos ostomizados em
Córdoba e região e o mesmo reconhecimento a enfermeira Beatriz Reynoso por igual
trabalho aos ostomizados no Hospital de Córdoba e na condução dos trabalhos
naquele evento. Agradeceu o importante trabalho da Sra. Celina no sistema informática
do evento e ao Sr. Roberto e esposa pela sua amizade com todos e dedicação
profissional. Também agradeceu aos ostomizados que ali estiveram presentes e a vários
palestrantes e trabalhadores do evento e por fim agradeceu especialmente ao amigo
Francisco Miguez pela organização do evento, colocando-se à disposição no Brasil
para juntos melhorar a qualidade de vida dos ostomizados de outros países irmãos das
Américas.

Carmen Alonso (Asociación Argentina de Ostomizados - AADO, secretária eleita da
ALADO): agradeceu a Francisco e a todos em nome da Argentina, fez referência ao
Brasil e a Ken.

Teresa Antequera (presidente da Asociación Boliviana de Ostomizados - ABO, ex-
presidente da ALADO, secretária eleita da OAA): felicidades a Francisco e à equipe.

Mariela Acero de Romero (presidente da Asociación Colombiana de Ostomizados -
ACDO, presidente eleita da OAA): agradeceu a todos e a Francisco pela organização
do evento e especialmente a George F. Salamy (NCACOA) pela apresentação.

Francisco Miguez (Federación Asociaciones Ostomizados de Argentina - FAODRA,
presidente eleito da ALADO): felicitou a todos que contribuíram para a organização
do evento. Desejou para o próximo pais sede o mesmo apoio recebido pela Argentina.
Disse que vários países têm muita coisa para por em prática. Agradeceu a Ken Aukett
pelo apoio antes e durante o evento.

George F. Salamy (presidente da NCACOA): foi muito bom participar e ver gente de
diferentes países, isso ajuda outros países com menos condições e oportunidades a
resolverem seus problemas. Felicitou Francisco Miguez pelo evento e finalizou dizendo
que foi um boa convivência entre todos.
Martha Velez de Nieves (presidente da Asociación Ostomizados de Puerto Rico –
AOPR): “obrigada pela atenção em apoiar-nos”. Felicitou a Francisco pela
realização da Jornada e a todos pelo companheirismo.
 Problemas típicos nas Américas
 Informes – OAA
Pat Cimmeck (United Ostomy Association of Canada – UOAC, presidente eleita da
NCACOA): a Diretoria se reúne uma vez por mês. A entidade relaciona-se com a
Sociedade de Câncer do Canadá. Promovem capacitações para enfermeiros e pessoas
com ostomias permanentes. O Canadá também tem um Dia Nacional dos Ostomizados.
Informou que o Canadá possui 3 províncias, que as pessoas ostomizadas são
integralmente atendidas pela saúde pública, inclusive pacientes que necessitem de
ajuda suplementar, porém essa atenção não é fornecida pelo governo federal, mas
pelos governos provinciais.

Martha Velez de Nieves (presidente da Asociación Ostomizados de Puerto Rico –
AOPR): iniciou dizendo que a associação de Porto Rico tem um programa de
visitadores em hospitais com autorização médica e esse é o diferencial. Prestam
serviços voluntários em centros médicos. Todos os anos visitam estudantes,
farmacêuticos, médicos, universitários e mercados a fim de levar informações sobre os
ostomizados. São membros ativos da OAA. Colaboram com associações médicas de
câncer colorretal e associações de ostomizados do país, além de produzir literatura de
informação para os pacientes. Trabalham com prevenção de câncer intestinal.
Participam do programa de TV “Relevo por la Vida” divulgando informações sobre
ostomias e do Dia Nacional dos Ostomizados, além de outras atividades junto à
Secretaria de Saúde. Participa da “Marcha contra o Câncer” da Sociedade Americana
de Câncer.

Jorge Vargas Morales (México, presidente da Asociación de Ostomizados de Colima
– AOC, México): é ileostomizado, contribui há 12 anos participando da AOC,
atendendo um grupo de ostomizados da região próxima a Colina, distribuindo os
materiais conforme a necessidade de cada paciente. Disse que há no México outros
estados com número significativo de ostomizados, muitos em razão de armas brancas
ou de fogo. Desse modo, as ostomias se separam os ostomizados permanentes, com
idade mais avançada, exigem um tipo especial de atenção. É muito caro criar uma
associação (pessoa jurídica) no México e o material disponível é de pouca qualidade. A
AOC participa da entrega de equipamentos aos países da América Central. Referiu-se
ao Congresso de Ostomizados em Jalisco. Sobre sua atuação na NCACOA, relatou ter
visitado todos os países que compõem essa entidade, composta por 9 países, tendo
encontrado dificuldades para os ostomizados em 5 deles. Disse que a diferença de
idiomas é um obstáculo que tem de ser vencido. Organizou palestras e reuniões com
autoridades nesses países (Honduras, El Salvador, Guatemala, por exemplo). Disse ter
encontrado na Costa Rica programas importantes de prevenção ao câncer colorretal e
reconstituição do intestino com distribuição de mais de 20 bolsas/mês para os
pacientes. Em Honduras, há bom número de profissionais qualificados que falam
inglês. A partir de suas visitas, foi acertada a formação de uma associação dos países
da América Central. Na República Dominicana, encontrou muitos ostomizados. Para
cumprir seu objetivo, visitou vários locais, inclusive o Centro Militar. Nesse local, o
médico Dr. Medina facilitou a realização de um seminário, que foi o primeiro depois de
15 anos. O local do evento foi o Hotel Santo Domingo, que contou com a presença dos
médicos locais. Houve apresentação na V para anunciar o evento, com entrada livre. O
resultado e a participação no evento foram excelentes para todos os pacientes.
Registrou o agradecimento a Ken Aukett por viabilizar a essas pessoas a participação
no evento. Apresentou fotos do evento com a Secretaria de Saúde local, estando Ken
Aukett também presente. Foi entregue um prêmio ao Dr. Luiz Ortiz e entregues
certificados aos participantes. Estiveram presentes também estudantes de medicina de
Santo Domingo. Foi apresentado o projeto de constituição da Associação de
Ostomizados da República Dominicana com 6 municípios, juntamente com os nomes
dos futuros diretores.
 Informes – FOW
Repetiu o do dia anterior.
Coffee break (15 minutos)
 Acompanhamento das pessoas ostomizadas
 Existência de centros de capacitação
 Consultórios e métodos
 Desenvolvimento de conferencistas para as instituições
 Encerramento da apresentação
12:30h
Almoço
14:00h
Tempo livre
 Passeios opcionais
Foi realizado o passeio na cidade de Córdoba, onde foi passível conhecer vários pontos
turísticos locais, com destaque para construções históricas. Em razão de indisposição
passageira, este relator não pôde participar do passeio.
 Jantar de confraternização com espetáculo e baile
O jantar também foi um ponto alto do evento. O local estava devidamente preparado
com mesas bem decoradas, som, flores, atendentes de mesas uniformizadas e como
sempre muito gentis e educadas. A elegância das senhoras dava o tom do evento com
muitas fotos para recordação. No início do jantar e na sobremesa houve uma entrada
triunfal das atendentes. Após o jantar, teve início uma apresentação da cantora Mary
Rojas, esposa do Roberto que ao tempo foi o fotógrafo oficial do vento e comandou a
festa de encerramento. Após, a cantora de tango apresentou várias canções e conduziu
o evento que ainda teve uma bela apresentação de tango, cujos bailarinos deverão
representar a cidade de Córdoba no Campeonato Mundial de Tango que será realiado
na Argentina. Com som do DJ Roberto, todos se divertiram até as duas da manhã. Foi
uma confraternização inesquecível: poderiam não se entender na língua, mas no
gingado todos faziam coro. Parabenizamos o Francisco, o Eduardo (tesoureiro da
FAODRA) e toda a equipe por proporcionar esse grande momento entre vários países
das Américas.
Final das conferências

Observação final: considerando que não havia tradução simultânea e todos os
pronunciamentos foram em espanhol ou inglês no ritmo usual desses idiomas, fico à
disposição para qualquer esclarecimento ou correção que se façam necessários. O objetivo é
levar informação do evento a todas as pessoas que não puderam comparecer à 1ª. Jornada de
Conferências da OAA.

Antes do início da Jornada, os lugares da Associações-Membros da OAA.

O lugar do Brasil, ocupado pela FEGEST.
A mesa a ser ocupada pela OAA e pela ALADO e o púlpito dos palestrantes.

Membros do Comitê Executivo North and Central America and Caribbean Ostomy
Association - NCACOA: (da esquerda para a direita) George F. Salamy, Presidente; Pat
Cimmeck, Presidente Eleita; Ival Secrest, Tesoureiro.
Da esquerda para a direita: Ken Aukett, presidente da OAA; Ruth Salinger, diretora da FOW-
USA, Martha Velez de Nieves (Porto Rico, secretária da OAA), Susan Burns, presidente da
UOAA (EUA), Jorge Vargas Morales, vice-presidente da OAA (México); George F. Salamy,
presidente da NCACOA; Pat Cimmeck, presidente eleita da NCACOA; Ival Secrest,
tesoureiro da NCACOA

Izaac Fernandes (FEGEST – Brasil)
Francisco Miguez (FAODRA – Argentina), organizador do evento

Mariela Acero de Romero (ACDO - Colômbia), ex-presidente da ALADO e presidente eleita
da OAA.
Ken Aukett e Martha Velez de Nieves (AOPR, traduzindo as palavras do presidente da OAA)

Jéssica Cardona (Chile); Teresa Antequera (Colômbia); Carmen Alonso (Argentina; Francisco
Miguez (Argentina); Izaac Fernandes (Brasil)
Mariela recebe de Ken o martelo que simboliza sua posição como presidente da OAA
Francisco Miguez entrega a Ken Aukett a placa em homenagem a sua esposa, Linda Aukett,
falecida neste ano.

Ken e Linda são aplaudidos e ele fica emocionado.
A placa, Izaac Fernandes no centro, Ken sendo cumprimentado.

Carmen Alonso, Francisco Miguez (de costas), Ken Aukett, Mariela Acero de Romero.
Izaac Fernandes, Ken Aukett

Confraternização
Izaac Fernandes falando sobre as atividades da FEGEST no período 2010-2013
Público

Público
Durante as palestras.

Apresentação de dança entre as palestras (ostomizada argentina que usa duas bolsas).
Enchendo o tanque.

Representantes das entidades presentes no evento.