Você está na página 1de 2

Dica do Luthier N°07 A importância da instalação das cordas. Por: André Rossi

Nada como um violão bem afinado e que não desafine, não é?

Então, não basta ter um instrumento bem fabricado e bem regulado para isto acontecer de fato, se as cordas não forem instaladas de forma correta, além de não afinar direito, a corda vai desafinar constantemente até apodrecer. De forma alguma deve-se instalar a corda inteira na tarraxa, a corda tem que parar de ceder à tensão da afinação para estabilizar a afinação, e quanto maior o comprimento da corda, mais ela cede até estabilizar. O ideal é usar o mínimo de corda possível na tarraxa, e lá vem a relação:

Para instrumentos com a mão inclinada (Les Paul, SG, etc.), 2 a 3 voltas no postinho da tarraxa; uma por cima e uma ou duas por baixo do furo do postinho.

uma por cima e uma ou duas por baixo do furo do postinho. Colocando a corda

Colocando a corda no postinho da tarraxa.

e uma ou duas por baixo do furo do postinho. Colocando a corda no postinho da

Instalando as cordas num violão.

Instalando o encordoamento na ponte do violão. Para instrumentos de mão reta vai depender do

Instalando o encordoamento na ponte do violão.

Para instrumentos de mão reta vai depender do número ou tipo de abaixador de cordas usado no instrumento, digamos (a mais complexa) uma strato com um abaixador só na mizinha e na Si: 2 a 3 voltas na Mi (Mizão) e na A (Lá), 3 voltas na D(Ré), na corda G (Sol) exagera com 4 voltas e na B (Si) e E(mizinha) use 2 voltas. Vamos explicar o porque: o mizão e a lá estão bem próximas à pestana então tem um ângulo mais acentuado de entrada na pestana (como numa mão inclinada) o que necessita de menos voltas; a corda D está um pouco mais longe da pestana perdendo um pouco o ângulo de ataque à pestana, então 2 voltas vai ficar muito raso o ângulo da corda em relação à pestana. A tarraxa da corda Sol (G) está tão distante da pestana que o ângulo saído direto do buraco do postinho em relação a pestana é menor que 5 graus, ou seja, não tem pressão suficiente na pestana pra manter a corda assentada então ocorre uma flutuação que provoca o trastejamento direto na pestana! Então são necessárias 4 voltas para garantir um mínimo de pressão na pestana/nut. As cordas si e mizinha, por terem o abaixador de cordas, necessitam apenas do mínimo, que são duas voltas no postinho da tarraxa.

Resumindo bem: sem pressão na pestana a corda vai trastejar solta!

De uma forma geral, independente se for um baixo, ou violão, ou guitarra, ou cavaco, ou viola, adote e use uma mesma medida de “folga” para todas as cordas, antes de prender a corda na tarraxa. Use o mesmo padrão de medida para todas as cordas sempre que for trocar as cordas do seu instrumento, isso ajuda em muito a manter a sua afinação em dia, independente da marca do jogo de corda que você comprar.

Para conferir mais dicas e trabalhos e ficar atualizado com os posts, curta nossa fanpage no facebook! facebook.com/luthierandrerossi