Você está na página 1de 2
Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC Centro de Prática Jurídica – CPJ II –

Universidade do Extremo Sul CatarinenseUNESC

Centro de Prática JurídicaCPJ II Proc. Penal Professor: Leandro Alfredo da Rosa E-mail: leandrodarosa@unesc.net

EPJ II - PROCESSO PENAL AULA 1

DENÚNCIA QUEIXA-CRIME:

Queixa Crime arts. 41, 145, 519 e 523 do CPP

Art. 41 A denúncia ou queixa conterá a exposição do fato criminoso, com todas as suas circunstâncias, a qualificação do acusado ou esclarecimentos pelos quais se possa identificá-lo, a classificação do crime e, quando necessário, o rol das testemunhas.

Na confecção da peça, importante que a mesma mencione as circunstâncias do fato que sejam relevantes ao exame do delito, citando os meios e modo de execução, lugar e tempo do crime, dentre outras informações relevantes e, no caso de concurso de pessoas, é importante, esclarecer como cada um dos agentes colaborou para a prática delitiva, sendo indispensável asseverar o prévio ajuste entre eles.

Deve-se também fazer a qualificação do Querelante (quem está propondo a queixa crime, ou seja, a vítima da ofensa) e a qualificação do Querelado (quem praticou a ofensa, no caso, o Réu);

Importante que sejam arroladas testemunhas, haja vista ser a prova testemunhal meio de prova eficaz, devendo-se observar a quantidade de testemunhas que podem ser arroladas, sempre de acordo com o rito.

Veja que é imprescindível também que se inclua na petição inicial o requerimento de citação do querelado(s), bem como o pedido de condenação deste, entretanto, podem constar implicitamente na descrição do fato delitivo.

Atenção para a procuração, a mesma deve conter breve descrição do fato e ser feita por advogado com procuração com poderes especiais, conforme artigo 44 do CPP.

Prazo: A queixa crime deve ser oferecida em juízo no prazo de 06 meses a contar da data do conhecimento da autoria do Crime.

É prazo decadencial (Art. 38 do CPP) (não se interrompe nem se suspende).

Antes de receber a queixa-crime o Juiz dá vistas ao MP para que se manifeste, podendo aditar a queixa crime para incluir agravante ou outra informação no prazo de 03 dias.

É pago custas iniciais ou deverá ser apresentado pedido de justiça gratuita.

Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC Centro de Prática Jurídica – CPJ II –

Universidade do Extremo Sul CatarinenseUNESC

Centro de Prática JurídicaCPJ II Proc. Penal Professor: Leandro Alfredo da Rosa E-mail: leandrodarosa@unesc.net

QUADRO DE REQUISITOS DA QUEIXA CRIME:

1 Endereçamento (Verificar a Comarca que enviará o pedido);

2 - Qualificação das partes (Querelantes e Querelados);

3 Identificação da peça, fundamentação legal;

4 - Estrutura: Fatos, Direito e Pedidos;

5 - Direito: Doutrina e Jurisprudência, norma da CF/88, Princípios (quando for possível de

acordo com o caso), CPP, CP.

6 - Nos pedidos, requerer a intervenção do MP como fiscal da lei; exigência de pedido de

citação e condenação do querelado.

7- Rol de Documentos: Juntada de Procuração (44, CPP), Juntada de comprovante das

custas iniciais ou declaração de hipossuficiência para pedido de justiça gratuita;

8 - Rol de testemunhas: Máximo de 5