Você está na página 1de 2

13/04/2017

REFIS2013E2014­REDUÇÃODEENCARGOS­NÃOTRIBUTAÇÃO

REFIS2013E2014­REDUÇÃODEENCARGOS­NÃOTRIBUTAÇÃO

Ocontribuinteprecisaestaratentoàspossibilidadesdalegislação,paraminimizar/reduziromontantede

tributospagos(planejamentotributário).

NocasodosparcelamentoREFIS,importanteexcluirdasbasesdecálculosdoIRPJ,CSLL,PISeCOFINSas

verbasdecorrentesdareduçãodosencargos,aseguirtratados.

TRATAMENTOTRIBUTÁRIODOSBENEFÍCIOSAUFERIDOS

Parafinsfiscais,nãoserácomputadanaapuraçãodabasedecálculodoImpostodeRenda,daContribuição SocialsobreoLucroLíquido,daContribuiçãoparaoPIS/PASEPedaContribuiçãoparaoFinanciamentoda SeguridadeSocial–COFINSaparcelaequivalenteàreduçãodovalordasmultas,juroseencargolegalem

decorrênciadodispostonosartigos1°,2°e3°daLeiqueoriginouoREFIS(Lei11.941/2009).

Portanto,asreduçõesprevistascomoprazodoparcelamentoreaberto,artigo17daLei12.865/2013,devemser

excluídasdolucrorealedabasedecálculodaCSLL,doPISedaCOFINS,casoorespectivomontantetenha

sidocontabilizadoacréditodecontaderesultado.

DedutibilidadenaOrigem

Continuamdedutíveis,soboregimedecompetência,osencargoscontabilizadosededuzidosnaapuraçãodo

lucrotributávelnosperíodosaquecompetiam–bemcomoosjurosdoparcelamentoconsolidado,soboregime

decompetência.

Base:parágrafoúnicodoartigo4ºdaLei11.941/2009.

QUAISSÃOASPARCELASASEREMEXCLUÍDAS?

Refis2013/2014

ALei11.941/2009previuopagamentoeoparcelamentodasdívidastributáriaseconcedeualgumasremissões.

Originalmenteaopçãopelopagamentoàvistaoupelosparcelamentosdeveriatersidoefetivadaatéoúltimo

diaútildenovembrode2009,comreduçãodemultasejuros,inclusivedecontribuiçõessociaisprevidenciárias

edébitosparacomaProcuradoria­GeraldaFazendaNacional,vencidosaté30.11.2008.

adesãofoiampliadopara25.08.2014(datafixadapelaMP651/2014),compreendendoosdébitosvencidosaté

31.12.2013.

Finalmente,pelodoartigo34daLei13.043/2014,foireabertooprazopor15dias(apartirde14.11.2014)da

opçãopeloparcelamentotratadonestetópico.APortariaPGFN/RFB21/2014fixouoprazofinaldeopçãopara

01.12.2014.

DescontosdeMultas,JuroseEncargos

Osdébitospoderiamserpagosouparceladosdaseguinteforma:

1)pagosàvista,comreduçãode100%(cemporcento)dasmultasdemoraedeofício,de40%(quarentapor

cento)dasmultasisoladas,de45%(quarentaecincoporcento)dosjurosdemoraede100%(cemporcento)

sobreovalordoencargolegal;

13/04/2017

REFIS2013E2014­REDUÇÃODEENCARGOS­NÃOTRIBUTAÇÃO

2)parceladosematé30(trinta)prestaçõesmensaisesucessivas,comreduçãode90%(noventaporcento)das

multasdemoraedeofício,de35%(trintaecincoporcento)dasmultasisoladas,de40%(quarentaporcento)

dosjurosdemoraede100%(cemporcento)sobreovalordoencargolegal;

3)parceladosematé60(sessenta)prestaçõesmensaisesucessivas,comreduçãode80%(oitentaporcento)

dasmultasdemoraedeofício,de30%(trintaporcento)dasmultasisoladas,de35%(trintaecincoporcento)

dosjurosdemoraede100%(cemporcento)sobreovalordoencargolegal;

4)parceladosematé120(centoevinte)prestaçõesmensaisesucessivas,comreduçãode70%(setentapor

cento)dasmultasdemoraedeofício,de25%(vinteecincoporcento)dasmultasisoladas,de30%(trintapor

cento)dosjurosdemoraede100%(cemporcento)sobreovalordoencargolegal;ou

5)parceladosematé180(centoeoitenta)prestaçõesmensaisesucessivas,comreduçãode60%(sessentapor

cento)dasmultasdemoraedeofício,de20%(vinteporcento)dasmultasisoladas,de25%(vinteecincopor

cento)dosjurosdemoraede100%(cemporcento)sobreovalordoencargolegal.

Nahipótesedeanteriorconcessãodereduçãodemultas,dejurosdemoraoudeencargoslegaisprevistosem outras legislações, prevalecerão os percentuais de redução acima, aplicados sobre os respectivos valores originais.

Asreduçõesdeencargosnãoeramcumulativascomoutrasreduçõesprevistasemlei.

Cliqueaquisedesejarimprimirestematerial.

Cliqueaquipararetornar.

Nãoautorizamosreproduções(totalouparcial),revendaouqualqueroutraformadedistribuição(gratuitaoupaga)do conteúdodesteGuiaTributário.

Todasnossaspublicaçõestêmdireitosautoraisregistrados,conformeLeinº9.610/98.

Copyright©2002­2017PortalTributárioEditora­TodososDireitosReservados.