Você está na página 1de 29
Sistema Circulatório
Sistema Circulatório
Conceito Funções: Levar material nutritivo e oxigênio às células; Transportar resíduos das células para
Conceito
Funções:
Levar material nutritivo e oxigênio às
células;
Transportar resíduos das células para
eliminação;
Possui
células
de
defesa
contra
antígenos.
Conceito Sistema fechado, sem comunicação com o exterior, constituído de vasos que contêm sangue e
Conceito
Sistema fechado, sem comunicação
com o exterior, constituído de vasos
que contêm sangue e linfa, de um
órgão central (o coração), orgãos
hemopoiéticos (MO, timo e baço).
de vasos que contêm sangue e linfa, de um órgão central (o coração), orgãos hemopoiéticos (MO,
Divisão do Sistema Circulatório Sistema Sangüíneo: coração e vasos condutores de sangue; Sistema Linfático:
Divisão do Sistema Circulatório
Sistema Sangüíneo: coração e vasos
condutores de sangue;
Sistema Linfático: órgãos linfóides
(linfonodos e tonsilas) e vasos
condutores de linfa;
Órgãos hematopoiéticos: medula óssea,
baço e timo.
(linfonodos e tonsilas) e vasos condutores de linfa; Órgãos hematopoiéticos: medula óssea, baço e timo. 3
1 - Coração Órgão muscular oco; Bomba contrátil-propulsora; Camada média: Tecido muscular estriado cardíaco ou
1 - Coração
Órgão muscular oco;
Bomba contrátil-propulsora;
Camada média: Tecido muscular estriado
cardíaco ou miocárdio;
Camada interna: Endotélio (Endocárdio);
Camada externa: Serosa (Epicárdio).
estriado cardíaco ou miocárdio; Camada interna: Endotélio (Endocárdio); Camada externa: Serosa (Epicárdio). 4
1 - Coração 4 câmaras: 2 ÁTRIOS e 2 VENTRÍCULOS; Valvas cardíacas; Forma: base, ápice
1 - Coração
4 câmaras: 2 ÁTRIOS
e 2 VENTRÍCULOS;
Valvas cardíacas;
Forma: base, ápice e
faces (esternocostal,
diafragmática
pulmonar);
Obliquamente (40º).
e
1- Coração – Morfologia Interna Septos: Septo átrio-ventricular Superior e inferior Septo inter-atrial Átrio D
1- Coração – Morfologia Interna
Septos:
Septo átrio-ventricular
Superior e inferior
Septo inter-atrial
Átrio D e E
Septo inter-ventricular
Ventrículo D e E
1- Coração – Morfologia Interna Septos: Septo átrio- ventricular • Óstios Atrio- ventriculares = Valvas
1- Coração – Morfologia Interna
Septos:
Septo átrio-
ventricular
• Óstios Atrio-
ventriculares = Valvas
átrio-ventriculares
(Tec. Conj. Denso)
Septo inter-atrial
Septo inter-
ventricular
Músculos Papilares;
Cordas Tendíneas.
(Tec. Conj. Denso) Septo inter-atrial Septo inter- ventricular Músculos Papilares; Cordas Tendíneas. 6
Sístole e diástole
Sístole e diástole
2 - Vasos da Base Átrio Direito: Veia Cava Superior e Inferior; Átrio Esquerdo: Veias
2 - Vasos da Base
Átrio
Direito:
Veia
Cava
Superior
e
Inferior;
Átrio Esquerdo: Veias Pulmonares (duas
para cada pulmão);
Ventrículo Direito: Tronco Pulmonar –
Artéria pulmonar D e E;
Ventrículo Esquerdo: Artéria Aorta.
Artéria Carótida Artéria Direita Carótida Veia Cava esquerda Superior Tronco braquiocefálico Artéria
Artéria
Carótida
Artéria
Direita
Carótida
Veia Cava
esquerda
Superior
Tronco
braquiocefálico
Artéria
Artéria
Subclávica
Subclávica
Veias
esquerda
direita
Pulmonares
Veias
Esquerdas
Pulmonares
Artéria Aorta
direitas
Tronco
pulmonar
Veia Cava
Inferior
direita Pulmonares Veias Esquerdas Pulmonares Artéria Aorta direitas Tronco pulmonar Veia Cava Inferior 8
Relação da Aorta com outras estruturas
Relação da Aorta com outras estruturas
3 - Valvas cardíacas Valvas: impedir o retorno de sangue; Valva Aórtica e Valva Pulmonar
3 - Valvas cardíacas
Valvas: impedir o
retorno de sangue;
Valva Aórtica e Valva
Pulmonar com Válvas
Semilunares;
Valva
Mitral
(E)
e
Tricúspide (D).
Tronco Pulmonar – Valva pulmonar Artéria Aorta – Valva aórtica Válva Tricúspide (D) Válva Bicúspide
Tronco
Pulmonar –
Valva
pulmonar
Artéria Aorta – Valva
aórtica
Válva
Tricúspide
(D)
Válva
Bicúspide ou
Mitral (E)
– Valva pulmonar Artéria Aorta – Valva aórtica Válva Tricúspide (D) Válva Bicúspide ou Mitral (E)
5- Circulação Sanguínea Hematose: troca de CO 2 por O 2. Local: vasos capilares Oxigenação
5- Circulação Sanguínea
Hematose: troca de CO 2 por O 2.
Local: vasos capilares
Oxigenação nos pulmões;
Nutrição nos tecidos.
5- Circulação Sanguínea - Tipos Circulação Pulmonar ou Pequena circulação; Circulação Sistêmica ou
5- Circulação Sanguínea - Tipos
Circulação
Pulmonar
ou
Pequena
circulação;
Circulação
Sistêmica
ou
grande
Circulação;
Circulação Colateral = anastomoses
entre ramos de a. ou v. entre si.
Circulação Portal: entre duas redes de
capilares. Ex: artéria → capilar → veia
→ Veia Porta → capilar → veia
12
12
6 - Sistema de Condução Involuntário = AUTOMATISMO CARDÍACO; Controle pelo nervo vago (inibição) e
6 - Sistema de Condução Involuntário = AUTOMATISMO CARDÍACO; Controle pelo nervo vago (inibição) e
6 - Sistema de Condução
Involuntário = AUTOMATISMO CARDÍACO;
Controle pelo nervo vago (inibição) e
Sistema Simpático (estimulação);
Nó Sinu-atrial = “marcapasso cardíaco”,
localizado na parede do átrio direito;
Nó Atrio-ventricular
ventricular.
Feixe Atrio-
14
14
7 – Tipos de Vasos Artérias: Elásticas: de grande calibre (ex. Aorta); Distribuidoras ou musculares:
7 – Tipos de Vasos Artérias: Elásticas: de grande calibre (ex. Aorta); Distribuidoras ou musculares:
7 – Tipos de Vasos
Artérias:
Elásticas: de grande calibre (ex. Aorta);
Distribuidoras ou musculares: médio
calibre (a maioria das artérias);
Arteríolas: menor calibre antes dos
capilares (resistência, pressão arterial).
Ramos
terminais,
colaterais
e
recorrente.
Ramos terminais: forma ramos e o tronco principal deixa de existir; Ramos colaterais: forma ramos,
Ramos terminais:
forma
ramos
e
o
tronco principal deixa
de existir;
Ramos colaterais:
forma ramos, mas o
tronco
principal
continua a existir,
ângulo reto ou agudo;
Ramo
recorrente:
ângulo obtuso.
7 – Tipos de Vasos - Propriedades Artérias = número variável, elasticidade e nomenclatura de
7 – Tipos de Vasos - Propriedades
Artérias = número variável, elasticidade
e nomenclatura de acordo com situação
(a. braquial), direção (a. circunflexa da
escápula), órgão irrigado (a. renal),
peça óssea (a. femoral);
Situação das Artérias:
Superficial ------- pulsação;
Profundas
V . Satélites.
A+V+ N = FEIXE VÁSCULO-NERVOSO
(7 mm) (2,5 à 7 mm) (< 0,5 mm) 17
(7 mm) (2,5 à 7 mm) (< 0,5 mm)
(7 mm)
(2,5 à 7 mm)
(< 0,5 mm)
18
18
7 – Tipos de Vasos Veias: grande, médio e pequeno calibre, além de vênulas; Propriedades:
7 – Tipos de Vasos
Veias: grande, médio e pequeno calibre,
além de vênulas;
Propriedades:
número maior (2:1) assim como anastomoses
(sem padrão);
Velocidade é menor nas veias e tem que
transportar o mesmo volume que nas artérias;
Situação: superficiais ou profundas; satélites
ou solitárias (não acompanham artérias).
que nas artérias; Situação: superficiais ou profundas; satélites ou solitárias (não acompanham artérias). 19
8- Válvulas Venosas Função: impedir o refluxo de sangue; Orientação da direção do sangue; *
8- Válvulas Venosas Função: impedir o refluxo de sangue; Orientação da direção do sangue; *
8- Válvulas Venosas
Função:
impedir o refluxo de
sangue;
Orientação da direção
do sangue;
* CONTRAÇÃO
MUSCULAR.
8- Válvulas Venosas
8- Válvulas Venosas
SISTEMA LINFÁTICO
SISTEMA LINFÁTICO
Sistema Linfático Sistema formado por vasos e órgãos linfóides onde circula a linfa e sua
Sistema Linfático
Sistema formado por vasos e órgãos linfóides
onde circula a linfa e sua função se resume
em auxílio de drenagem do sistema venoso;
Formado de capilares linfáticos, vasos
linfáticos e troncos linfáticos, além de
válvulas com mesma função que as venosas;
O maior tronco linfático denomina-se Ducto
Torácico e desemboca na junção da jugular
interna com a veia subclávia do lado E.
Sistema Linfático Estão ausentes no SNC, MO e nos músculos esqueléticos (mas não em suas
Sistema Linfático
Estão ausentes no SNC,
MO e nos músculos
esqueléticos (mas não
em suas fáscias);
Capilares de fundo cego
sem
bomba com
estruturas especializadas
como
os
linfonodos,
baço, timo.
Sistema Linfático Linfonodo: agem como barreira ou filtro; São elemento de defesa; Localizados em grupos
Sistema Linfático Linfonodo: agem como barreira ou filtro; São elemento de defesa; Localizados em grupos
Sistema Linfático
Linfonodo: agem como
barreira ou filtro;
São elemento de defesa;
Localizados em grupos ou
isolados, no trajeto dos
vasos sangüíneos (pescoço,
tórax, abdome e pelve);
Produzem os glóbulos
brancos linfócitos;
Íngua: na inflamação com
inchaço do linfonodo.
24
24
25
25
26
26
Não há como sistematizar os vasos linfáticos; Mas tendem a seguir a drenagem venosa; Vasos
Não
como
sistematizar
os
vasos
linfáticos;
Mas tendem a seguir a
drenagem venosa;
Vasos
profundos
e
superficiais;
Linfonodos poplíteos;
Linfonodos inguinais.
tendem a seguir a drenagem venosa; Vasos profundos e superficiais; Linfonodos poplíteos; Linfonodos inguinais. 27
28
28
29