Você está na página 1de 2
A comunicagao familiar na era digital E possivel que, em plena era digital e conectada, muitos pais nao percebam ainda o grande poder de comunicacao que possuem em casa, no escrit6rio, na bolsa e no bolso. Despertar a atencao ao tremendo potencial da comunicacao poderia ajudar a termos mais interacées entre diferentes geracdes. Pais e Filhos ikapeag fr drs ae onalra ttn, Gata Pe Sie: wusabepecn cond Lc Reber, ‘age gla coral rticna, Gra Tre eet wcagnal om Muitos pais no estio sabendo equ librar © mundo répido, gl e acelerado ‘com a necessidade de atengio e encami- nhamentos educativos que as criangas € ‘0s jovens requerem. Fisgados pelo man- do virtual, acabam dispensando atencio parcial ou nenhuma atencio para o que as criangas estdo dizendo ou fazendo. Mais importante que tudo parece ser, para esses pas, checar os e-mail, entrar tno Facebook, blogar ou seguir alguém pelo Twiter e dar uma olhada em tudo 0 ‘que estd acontecendo, Nesse movimento <0 cla aqui, responde dal, dé uma olha- sinha aco, a crianca jé aprontou alguna, ‘ou debvou de fazer suas obrigacBes. Momentos educativos Outro dia uma mae me disse: “Diga pra ela a quem ela tem de obedece.. Diga?” Quis saber 0 que estava aconte- ‘end e perguntel&crianca: "A quem voce ‘obedece?” ea, prontamente me respon- «deus "A quem me dé atencao! Vivo falando ‘com as paredes!" Continuou ela: "A minha me se no esta no trabalho, esté no 20 - fevereiro/2012 - wuwmundojovem.combe computador. Ela sabe tudo que rola no Facebook e nés aqui em casa temos de nos vrarsozinhos.. Poi 16 me vrando!” Como uma cianga desenvoheu tamanha loquacidade e dareza da stuacio? ‘Uma professora me contou que 20 ceniregar a filha para o pai, pediu: “Eu mandei um bilhete na agenda e te mandei um e-mail, contudo nao obtive resposta. Estou preisando falar com voc! Sua fia std apresentando uns comportamentos preocupantes e estamos precisando, muito, conversa." 0 pai, que falava a0 celular, disse & professora, jé indo em- bora, andando a frente e a crianca indo atrés: “Reenvie 0 e-mail que eu vou ver © que posso fazer!” Insist a professora, indo atrés dele, também: *Mas eu jf re- emiei e vocé rio respondeu.” 0 pal, que continuava ao telefone, entrou no carro e, apressadamente, respondeu: “Dessa vez ‘you marcar com esirla e da ndo esque cere” Eels foram embora (0 que pode ser mais importante do que saber qual é a dfculdade que a pro- fessora esté vendo no aun, que €fiho dele? “E cadé a mle dessa cianca?” Quis saber, pensando ser outa alternativa para a professora, “Ela trabaha vijando, ela & represertante comercial e rio pode aten- der essas questées”, afrmou a professora Imaginem qual sintoma essa crianga std apresentando? Sim, acertaram. Ela esta desatenta, esquecida. Nao faz as lghes,ndo raz o material, fica so brincan- do com os materaisna carteira e parece estar no mundo da ha, como descreve a professora. O escrtor e médico psiquatra José Outeiral diz: “iangas que nao recebem atengéo solrem de falta de atencao!” Parece ébvio, no é mesmo? Quantas criangas que s8o diagnosticadas com Transtorno de Dict de Nengio (com hi peratvdade ou no), em verdade sofrem de fata de atencdo de seus educadores? Pense nissol Isso tudo nos remete a uma questo: esses pais e mies tao relapsos seriam diferentes em um mundo sem computad- res, internet, redes socais? Sabemas que boas familias se valem das novastecnologas para aprofundar os lacos entre seus membros e, por exemplo, filhos que vajam conversam via Skype «com seus pais, 0 que muda muito as co sas em relagio aos tempos recentes em ‘que tinbamos apenas o lesmatico correio tradicional e telefonemas interurbanos @ recos extorsivos, Boas familias usam a5 novas tecnolo- ‘as para acompanhar mais de perto seus fis, ese valem de mensagens de teto, de imagens erviadas via cellar, de consul- ta espacos como o site da escola ou as redes sociis de seus fihos para envoher- se ainda mais com seu cotidano, com seus problemas, com sua educagéo. Essas familias mostram algo que as pesquisas comprovam: as novas tecnologia abrem possibidades novas para que comuni- dades que jA possuem relagBes sblidas intensfiquem ainda mats as interagées. de Filme: Esto todos bem (2005) Conta a histria de um pal que ps terse aposiado ese tornado io, dade vista seus quate fos, que mora em outras dads. 0 ered serena quando dle percabe que sua fala ra @ coe inaginava © que lo possi una comunicacio verdadira fom seus Shs. Com Robert De ra. Dcegso de Kk nes. 98min ‘Questées para debate 1 ae so mes obstaculos que atrapalham a. comune pases? 2-Nasia ener, a comuricagio viral aja ov pruc a elagio ‘entre pee os? 3 Que atudes podem nos ajuda a mmeorar a comurcago falar nessa eradigta