Você está na página 1de 2

Sugestões de Leitura

Mary John

Ana Pessoa

Este romance, em forma de carta, a protago- nista, uma adolescente chamada Maria João, dirige-se a um amigo de infância, o Júlio 'Pirata', por quem teve uma paixoneta não correspondida.

“Há semanas que ando a escrever-te. Não sei bem porquê. Não sei bem para quê. Quem és tu, Júlio Pirata? Ando a pensar na nossa história. Desde o princípio. Desde o primei- ro encontro. Desde a primeira pergunta: "És menino ou menina?" Eu sou uma menina por tua causa, Júlio. Deixei crescer o cabelo para ti, furei as orelhas para ti. Eu vivo e morro para ti…“

Estamos perante uma viagem fascinante pelos labirintos da adolescência, contada por quem a viveu, durante a difícil mas necessá- ria travessia!

fascinante pelos labirintos da adolescência , contada por quem a viveu, durante a difícil mas necessá-
a viveu, durante a difícil mas necessá- ria travessia! Agenda Maio Encontro com Filipe Saraiva Encontro

Agenda

Maio Encontro com Filipe Saraiva

Encontro com José Paulo Santos

Palestra “A Publicidade antes do 25 de Abril”

Roteiro Literário por Vila do Conde

Ação de sensibilização “Violência no Namoro” com a APAV

TEXTOS E COMPOSIÇÃO DA RESPONSABILIDADE DA EQUIPA DA BIBLIOTECA ESCOLAR

DA RESPONSABILIDADE DA EQUIPA DA BIBLIOTECA ESCOLAR Escola Secundária D. Afonso Sanches Alameda Flâmula Pais

Escola Secundária D. Afonso Sanches

Alameda Flâmula Pais 4480-854 Vila do Conde

Tel: 252640490 Fax: 252640499 Correio eletrónico: bibesas@gmail.com

BOLETIM DA BIBLIOTECA
BOLETIM DA
BIBLIOTECA

Nº 2 - MARÇO 2017

NOTÍCIAS DA BE

ENCONTRO COM SANDRA NÓBREGA

A Biblioteca recebeu a escritora Sandra Nóbrega para

uma conversa com os alunos do 11ºCSE, 10º LH1 e 12ºQ sobre o seu livro “Histórias difí-

ceis de contar. Neste livro a escritora, que também exerce o cargo de profes-

sora de Educação Física, relata-nos vin-

te histórias de alunos com quem se cru-

zou durante a sua vida profissional e a quem viu roubados os seus direitos fundamentais como crianças.

viu roubados os seus direitos fundamentais como crianças. D IA DO PI A biblioteca associou-se ao

DIA DO PI

A biblioteca associou-se ao Departa- mento de Matemática para comemo- rar o Dia do Pi. Neste dia foi projeta- do o filme “O jogo da imitação” de Morten Tyldum no auditório da escola e do o filme “O jogo da imitação” de Morten Tyldum no auditório da escola e na biblioteca os alunos participaram no módulo “Enigmatemático” do projeto Newton gostava de ler. Este módulo incluiu a leitu- ra de pequenas histórias do livro “Nove histórias ao telefone” de Gianni Rodari, a resolução de questões matemáticas sobre as histórias e de um desafio matemá- tico mais complexo.

INTERCÂMBIO DE MARCADORES DE LEITURA

Durante o Mês Internacional da Biblio- teca Escolar iniciámos uma parceria com a Wharton High School em Tam- pa, Florida, aderindo ao projeto “Skype around the World”. Agora, na Semana da Leitura demos pa, Florida, aderindo ao projeto “Skype around the World”. Agora, na Semana da Leitura demos continuidade a esta parceria com um workshop de mar- cadores de livros dinamizado com o 12ºQ e os profes- sores Rui Santos e Carlos Santos. Os marcadores estão lindos e já seguiram para os EUA.

Novidades

Novidades

O sítio das coisas selvagens Dave Eggers

Novidades O sítio das coisas selvagens Dave Eggers Max é um rapaz que está a crescer

Max é um rapaz que está a crescer e a entrar num mun- do que não consegue contro- lar. O pai foi-se embora; a mãe passa cada vez mais tem- po com o namorado; e a irmã está a chegar à adolescência. Um dia, fugindo de uma dis- cussão em casa, encontra um barco e, navegando nele, descobre uma ilha habitada por criaturas selvagens e monstruosas, de quem se tornará rei. Cedo des- cobre que governar o seu reino não é tão fácil como parece e os seus relacionamentos tornam-se complicados!

Vírus mortal

James Dashner

tornam-se complicados! Vírus mortal James Dashner Mark e Trina vivem em peque- nas comunidades que se

Mark e Trina vivem em peque- nas comunidades que se for- maram nas montanhas. Mas se eles achavam que a situação em que se encontravam não podia piorar, estavam engana- dos. Um inimigo surge, infe- tando a população com um vírus altamente contagioso e mortal. Ninguém parece ser imune. Porém, Mark e Trina estão convencidos de que existe uma maneira de travar a pandemia e estão determinados a encontrá- la. O futuro está nas suas mãos!

Quem é quem

?

la. O futuro está nas suas mãos ! Quem é quem ? Nasceu a 2 de

Nasceu a 2 de Fevereiro de 1939, na Figueira da Foz. Oriundo de uma família da burguesia rural, anticlerical e antissalazarista, aos 15 anos transferiu-se para Lis- boa, a «capital do Império» como gostava de lhe chamar, para prosseguir os estudos liceais. Começa a trabalhar como assistente de realização. Integra o grupo de jovens reali- zadores do movimento Novo Cinema e é dos poucos que não prossegue os estudos universitários, por conside- rar a escola como "a retrete cultural do opressor". Irreve- rente e imprevisível, fez-se notar como crítico mordaz de cinema nos anos 1960. Uma bolsa da Gulbenkian, em 1963, permite-lhe viajar para Inglaterra, e estudar na Lon- don School of Film Technique. Dois anos depois, regressa e começa a rodagem do seu primeiro filme. Prosseguiu a

tradição iniciada por Manoel de Oliveira (Ato da Prima-

vera) ao introduzir no cinema português de ficção o con- ceito de antropologia visual. A sua obra, polémica e difi-

cilmente classificável, caracteriza-se pelo lirismo, em for- ma de filmes-poema. A sua veia satírica como realizador tem sido objecto de estudo para portugueses e estrangei- ros, críticos e académicos. Inesperado na obra, extrava- gante na vida, foi um dos mais originais cineastas portu- gueses e viu o seu trabalho reconhecido a nível internaci- onal. O seu percurso original facilitou-lhe esse reconheci- mento. Várias das suas obras são representadas e premia- das em festivais internacionais como o Festival de Can- nes e o Festival de Veneza, onde foi duas vezes premiado, a primeira vez

com o Leão de Prata, em 1989, e a segunda vez com o Grande Prémio do Júri, em 1995. Foi o realizador das grandes rebeldias num pequeno país! Faleceu em Lisboa, a 3 de Fevereiro de 2003.

?
?

Descobre quem é esta personagem e dirige-te rapida- mente à Biblioteca. Há prémios para os três primeiros!

BiBliopistas

BiBliopistas
primeiros! BiBliopistas Como saber se uma notícia é falsa? Muitas informações circulam pela internet e nem

Muitas informações circulam pela internet e nem sempre elas são verdadeiras. Mas como identificar o que é verdade e o que é mentira?

Verifique se a informação que recebeu cita uma fonte confiável. Fontes confiáveis costumam ser os sites oficiais, páginas de jornais conhecidos, blogs respeita-

Pesquise na web para ver se mais do que uma fonte confiável publicou a notícia. Informações verdadeiras cos- tumam ser publicadas por vários sites confiáveis.

Confirme sempre a data em que a notícia foi publi- cada. De vez em quando, notícias velhas voltam a circular como se fossem recentes. Embora possam ser verdadeiras, o contexto poderá ser diferente.

Tenha bom senso. Na maioria das vezes é possível identificar notícias absurdas.

Cuidado com os sites e blogs de notí- cias falsas. Há muitos especializados em fazer humor, por isso é importante aprender a distinguir informação de piada.

Há muitos erros de português na notícia? Isso é um bom indício de que o texto não foi escrito com seriedade.

Se continuar com dúvida, evite com- partilhar as informações recebidas. Afinal, não quer passar uma mentira para frente, não é?

com dúvida, evite com- partilhar as informações recebidas. Afinal, não quer passar uma mentira para frente,
com dúvida, evite com- partilhar as informações recebidas. Afinal, não quer passar uma mentira para frente,
com dúvida, evite com- partilhar as informações recebidas. Afinal, não quer passar uma mentira para frente,