Você está na página 1de 2

A INCORPORAO DOS TRATADOS INTERNACIONAIS NO DIREITO

BRASILEIRO

Os tratados internacionais negociados pelo Estado Brasileiro no tem o cndo de


produzir efeitos desde a sua negociao no plano internacional. Para que esses tratados
tenham validade internamente, na ordem nacional, necessrio obecer a alguns requesitos.
Alm disso, os tratados comuns e os relativos a direitos humanos tm insero e fora
normativa diferenciada no nosso ordenamento jurdico.

Inicialmente, os tratados tem quatro fases: a negociao, a assinatura,a ratificao e a


promulgao. Entretanto entre a assinatura e a retificao h uma fase interna que a
aprovao por parte do Congresso Nacional. possvel verficar essa hiptese ao analisar a
Constituio Federal de 1988, quando verificamos haver uma competncia do presidente da
repblica para representar o brasil no plano internacional e uma competncia do Congresso
Nacional para aprovar a norma convencional.

Diante do exposto, ressalte-se que internamente o congresso aprova os tratados


internacionais que tratam de matria comum atravs de decreto legislativo (art. 49, I, da CF) e
o faz por maioria simples, e mais, a norma ser uma norma infraconstitucional.

Entretanto, o que peculiar no nosso ordenamento jurdico brasileiro so os tratados de


direitos humanos. Eles possuem dois tipos de procedimento que esto clarificados no art. 5
2 e 3.

O artigo 5, 2 afirma que os direitos e garantias no so um nmero fechado, quer


dizer, todos os outros direitos que se podem encontrar no texto constitucional tero a mesma
disciplina, isto , no excluem a existncia de outros direitos e garantias em outra parte da
Constituio Federal, inclusive os direitos advindos dos tratados internacionais ter o mesmo
patamar (art. 60, 4, IV, CF). Esse artigo disciplina o que no pode ser objeto de emenda, e a
se encontra os direitos e garantias individuais, que significa dizer que a norma de tratado
internacional que diz respeito a direitos humanos e , portanto, a direitos e garantias
individuais, embora tenha aprovao por maioria simples, o supremo lhe deu status
supralegal.

Atenha-se que a problemtica toda reside no fato de que o Pacto de San Jos da Costa
Rica de 06 de novembro de 1992 considerou a priso por dvida extinta, porm, a
Constituio Federal de 1988, previa a priso do depositrio infiel. Ento, a questo chegou
ao Supremo Tribunal Federal