Você está na página 1de 1

Programando com C

Constantes Simblicas
Uma constante um valor que nunca se altera em tempo de execuo. Voc
j viu constantes literais como as que se seguem:
int count = 123;
float pi = 3.14159;
As constantes literais 123 e 3.14159 so as que voc dgta diretamente no
cdigo-fonte do programa. Constantes literais em demasia tornam difcil a
manuteno dos programas. Considere uma situao em que um programa
tenha de tncalzar duas variveis com o mesmo valor de partida. Primeiro,
voc declara as duas variveis:
int v1;
int v2;
Depois, em algum outro lugar do programa, voc inicializa vl e v2 com
comandos de atribuio:
vl = 7659;
v2 =7660;
No h nada de errado nisso - a menos que esses comandos estejam
enterrados nas linhas 720 e 15.231 em um programa de 18.000 linhas. Afim
de que voc no precise procurar os valores literais para troc-los, normal-
mente o melhor dar-lhes nomes simblicos.
Utilizeuma diretiva #de fine para criar uma constante simblicapara qualquer
valor literal. Assim como as diretivas #include, #define um comando de
tempo de compilao que s tem significadoquando o programa compilado.
Ele no cria cdigonem executa qualquer coisa em tempo de execuo. Eis como
criar uma constante simblica START, para o valor literal 7659:
#define START 7659
Apenas comandos de programa terminam com ponto-e-vrgula.
As dretvas, tais como #include e #define, no .
..

o compilador substitui todas as instncias da palavra START pelo texto


associado. Em outras palavras, os seguintes comandos
v1 = START;
v2 =START + 1;
So ''vistos'' pelo compilador como se eles tivessem sido escritos
vl = 7659;
v2 = 7659 + 1;
Para alterar os valores iniciais de v1 e v2, voc apenas modifica a diretiva
#def ine e recompila:
#define START 99

-41-