Você está na página 1de 23

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017 Local: Faculdade de Ciências Humanas e Sociais FCHS
18 a 22 de setembro de 2017
Local:
Faculdade de Ciências Humanas e Sociais
FCHS
UNESP/Franca
Realização:
NEAM
Núcleo de Estudos Antigos e Medievais da UNESP
Assis/Franca
G.LEIR
Grupo do Laboratório de Estudos sobre o Império Romano da UNESP/Franca
Inscrições:
http://www.inscricoes.fmb.unesp.br/fchs
COMISSÃO ORGANIZADORA
Profa. Dra. Margarida Maria de Carvalho (NEAM/G.LEIR/UNESP-Franca)
Profa. Dra. Márcia Pereira da Silva (Vice-Diretora do Campus da UNESP Franca/ G.LEIR/UNESP-
Franca)
Profa. Dra. Andrea Lúcia Dorini de Oliveira Carvalho Rossi (Diretora do Campus da UNESP
Assis/NEAM/UNESP-Assis)
COMISSÃO CIENTÍFICA
Profa. Dra. Ana Paula Tavares Magalhães (USP/SP)
Profa. Dra. Adriana Maria de Souza Zierer (UEMA São Luiz/MA)
Prof. Dr. Anderson Zalewski Vargas (UFRGS/RS)
Prof. Dr. Deivid Valério Gaia (UFRJ/RJ)
Profa. Dra. Fátima Regina Fernandes (UFPR Curitiba/PR)
Prof. Dr. Norberto Luiz Guarinello (USP/SP)

Apoio:

(UFRJ/RJ) Profa. Dra. Fátima Regina Fernandes (UFPR Curitiba/PR) Prof. Dr. Norberto Luiz Guarinello (USP/SP) Apoio:
(UFRJ/RJ) Profa. Dra. Fátima Regina Fernandes (UFPR Curitiba/PR) Prof. Dr. Norberto Luiz Guarinello (USP/SP) Apoio:

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca DIA 18 DE

UNESP/Franca

DIA 18 DE SETEMBRO (SEGUNDA-FEIRA)

Local: Anfiteatro II

17h00 às 19h00 CREDENCIAMENTO E ENTREGA DE MATERIAL 19h30min ABERTURA DO EVENTO 19h45min MESA 1:
17h00 às 19h00
CREDENCIAMENTO E ENTREGA DE MATERIAL
19h30min
ABERTURA DO EVENTO
19h45min
MESA 1: CONFERÊNCIAS DE ABERTURA
Estudos Epigráficos no Mundo Antigo
Conferencistas:
 Prof. Dr. Javier de Santiago Fernández (Universidad Complutense de Madrid
Espanha)
Título: La Producción Epigráfica En El Mundo Romano: Medio De Comunicación
Publicitaria
 Prof. Dr. Ivan Esperança Rocha (UNESP Assis/SP)
Título: Epigrafia e História
Coordenador: Prof. Dr. Ivan Esperança Rocha (UNESP Assis/SP)
DIA 19 DE SETEMBRO (TERÇA-FEIRA)
8h00 às 10h00
MINICURSOS 1, 2, 3 e 4
Locais: Salas 12, 13, 14 e 15.
 MINICURSO 1: Profa. Dra. Amanda Giacon Parra (D.E. Lins/SP)
Título: As religiões em Roma a partir de fontes literárias: séculos I e II d.C.
 MINICURSO 2: Profa. Dra. Bruna Campos Gonçalves (Doutora em História
2: Profa. Dra. Bruna Campos Gonçalves (Doutora em História Antiga pela UNESP Franca/SP) Título: Os Artefatos

Antiga pela UNESP Franca/SP) Título: Os Artefatos militares utilizados pelos soldados romano-bárbaros do século IV d.C.

2
2

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca  MINICURSO 3:

UNESP/Franca

MINICURSO 3: Profa. Dra. Cláudia Valéria Penavel Binato (UNESP Assis/SP)

e Prof. Dr. Alessandro Jocelito Beccari (UNESP Assis/SP) Título: Personagens Africanas na História e Cultura do Mundo Antigo

 MINICURSO 4: Profa. Dra. Danielle Oliveira Mércuri (Biblioteca Nacional/RJ) Título: Regimento de princesas: da
 MINICURSO 4: Profa. Dra. Danielle Oliveira Mércuri (Biblioteca Nacional/RJ)
Título: Regimento de princesas: da arte de fazer-se virtuosa (Castela, século XV)
10h00 MESA 2: Métodos e abordagens entre a cultura material e a documentação
textual na Antiguidade
Local: Anfiteatro II
Palestrantes:
 Profa. Dra. Adriene Baron Tacla (UFF Niterói/RJ)
Título: "Looking back, Looking Forward": A visualização na pesquisa em História Antiga
 Prof. Dr. Gilberto da Silva Francisco (UNIFESP Guarulhos/SP)
Título: História Antiga, Arqueologia Clássica e Cultura Material
 Prof. Dr. Fernando Mattiolli Vieira (UPE Petrolina/PE)
Título: História e Arqueologia e os debates sobre os manuscritos do mar Morto
 Prof. Dr. Glaydson José da Silva (UNIFESP Guarulhos/SP)
Título: Os Commentarii de Bello Gallico e sua posteridade histórica: Identidades e
apropriações
Coordenador: Prof. Dr. Ivan Esperança Rocha (UNESP Assis/SP)
14h30min às 16h30min
SIMPÓSIOS 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7
Locais: Salas 12, 18, 19, 21, 22, 23 e 24.
 SIMPÓSIO 1: Profa. Dra. Bruna Campos Gonçalves (Doutora em História

Antiga pela UNESP Franca/SP) e Profa. Dra. Natália Frazão José (Doutora em História Antiga pela UNESP Franca/SP) Título: Textos, Imagens e Cultura Material no Estudo da República Romana, Principado Romano e da Antiguidade Tardia

3
3

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca  SIMPÓSIO 2:

UNESP/Franca

SIMPÓSIO 2: Prof. Dr. Fernando Mattiolli Vieira (UPE Petrolina/PE)

Título: Antiguidade Oriental: objetos, métodos e abordagens

SIMPÓSIO 3: Prof. Dr. Leandro Alves Teodoro (Pós-Doutorado FAPESP pela

UNESP Franca/SP) e Profa. Dra. Michelle Tatiane Souza e Silva (Pós-Doutorado pela UNESP Franca/SP) Título:
UNESP Franca/SP) e Profa. Dra. Michelle Tatiane Souza e Silva (Pós-Doutorado
pela UNESP Franca/SP)
Título: A emenda dos costumes e os gêneros escritos em Portugal e outros reinos cristãos
(séculos XIV, XV e XVI)
 SIMPÓSIO 4: Profa. Dra. Renata Cerqueira Barbosa (SEED/PR) e Profa. Dra.
Semíramis Corsi Silva (UFSM/RS)
Título: Gênero, "sexualidade" e amor na Antiguidade e em suas recepções
 SIMPÓSIO 5: Profa. Dra. Érica Cristhyane Morais da Silva (UFES/ES) e Profa.
Dra. Helena Amália Papa (Unimontes/MG)
Título: A Antiguidade Tardia na produção histórica nacional: Temas, objetos e abordagens
 SIMPÓSIO 6: Profa. Dra. Nathalia Monseff Junqueira (UFMS Pantanal/MS)
Título: História e Arqueologia na Grécia Antiga
 SIMPÓSIO 7: Prof. Dr. Germano Miguel Favaro Esteves (Pós-Doutorado
FAPESP pela UNESP Assis/SP) e Prof. Dr. Ronaldo Amaral (UFMS Campo
Grande/MS)
Título: Literatura, imaginário e representações na Idade Média
14h30min às 16h30min
MESA 3: Edificações do tempo e do imaginário na Península
Ibérica dos séculos IV d.C. ao X d.C.
Local: Anfiteatro II
Palestrantes:
 Profa. Dra. Ana Teresa Marques Gonçalves (UFG Goiânia/GO)
Título: O Tempo em Prudêncio: Uma Análise do Cathemerinon

Prof. Dr. Germano Miguel Favaro Esteves (Pós-Doutorado FAPESP pela UNESP Assis/SP)

4
4

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca Título: O imaginário

UNESP/Franca

Título: O imaginário e as atitudes diante da morte no reino católico de Toledo: literatura, epigrafia e arqueologia (séculos VI e VII)

Prof. Dr. Adailson José Rui (UNIFAL/MG)

Título: A construção de Medinat-al-Zahra: uma sede para o Califado Omiada em Al Andalus Coordenador:
Título: A construção de Medinat-al-Zahra: uma sede para o Califado Omiada em Al
Andalus
Coordenador: Prof. Dr. Ruy de Oliveira Andrade Filho (UNESP Assis/SP)
16h30 às 17h00
COFFEE BREAK
17h00 às 19h00
MINICURSOS 5, 6 e 7.
Locais: Salas 12, 13 e 14.
 MINICURSO 5: Profa. Dra. Michelle Tatiane Souza e Silva (Pós-Doutorado
pela UNESP Franca/SP)
Título: Os ensinamentos sobre a saúde corporal em Portugal nos sécs. XIII-XV
 MINICURSO 6: Prof. Dr. Cláudio Umpierre Carlan (UNIFAL/MG)
Título: Roma: numismática, política e ideologia na Antiguidade Tardia
 MINICURSO 7: Profa. Dra. Renata Cerqueira Barbosa (SEED/PR)
Título: O falo e o culto das divindades geradoras
19h30min MESA 4: Visões políticas e culturais sobre Plínio, o Jovem, e demais autores
da Literatura Trajânica
Local: Anfiteatro II
Palestrantes:
 Profa. Dra. Andrea Lúcia Dorini de Oliveira Carvalho Rossi (UNESP Assis/SP)
Título: A documentação pliniana e os intelectuais na Literatura Trajânica

Prof. Dr. Nelson de Paiva Bondioli (Pós-Doutorado FAPES pela UFES/ES) Título: Religião e Romanidade no Panegírico de Trajano

Profa. Dra. Renata Lopes Biazotto Venturini (UEM Maringá/PR)

5
5

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca Título: O vocabulário

UNESP/Franca

Título: O vocabulário Político na correspondência pliniana

Coordenadora: Profa. Dra. Andrea Lúcia Dorini de Oliveira Carvalho Rossi Assis/SP)

(UNESP

DIA 20 DE SETEMBRO (QUARTA-FEIRA) 10h00 MESA 5: Mitografia, festas e ritos fúnebres na Antiguidade
DIA 20 DE SETEMBRO (QUARTA-FEIRA)
10h00 MESA 5: Mitografia, festas e ritos fúnebres na Antiguidade Tardia Oriental do
século IV d.C.
Local: Anfiteatro II
Palestrantes:
 Profa. Dra. Érica Cristhyane Morais da Silva (UFES/ES)
Título: Libânio, o Mitógrafo de Antioquia de Orontes
 Prof. Dr. Gilvan Ventura da Silva (UFES/ES)
Título: Espaço, identidade e festa no Império Romano: o festival das Calendas de Janeiro
em Antioquia (séc. IV d.C.)
 Profa. Dra. Helena Amália Papa (Unimontes/MG)
Título: Morrer em um monastério feminino no século IV d.C. no Império Romano: um
testemunho de Gregório de Nissa sobre os ritos fúnebres de Macrina, a Jovem
Coordenadora: Profa. Dra. Margarida Maria de Carvalho (UNESP Franca/SP)
14h30min às 16h30min
SIMPÓSIOS 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7
Locais: Salas 12, 18, 19, 21, 22, 23 e 24.
16h30 às 17h00
COFFEE BREAK COM LANÇAMENTO DE LIVROS

19h30min MESA 6: Palavras, escritos e conhecimentos semeados na Baixa Idade Média: Portugal e França Local: Anfiteatro II

6
6

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca Palestrantes: Prof. Dr.

UNESP/Franca

Palestrantes:

Prof. Dr. Leandro Alves Teodoro (Pós-Doutorado FAPESP pela UNESP Franca/SP)

Título: Palavras para ordenar o mundo espiritual (Portugal sécs. XIV e XV)  Profa. Dra.
Título: Palavras para ordenar o mundo espiritual (Portugal
sécs. XIV e XV)
 Profa. Dra. Marcella Lopes Guimarães (UFPR Curitiba/PR)
Título: A Biblioteca dos príncipes e os saberes cultivados na Baixa Idade Média (Portugal e
França)
 Profa. Dra. Susani Silveira Lemos França (UNESP Franca/SP)
Título: Palavras para lembrar os santos e os grandes homens (sécs. XIV e XV)
Coordenadora: Profa. Dra. Susani Silveira Lemos França (UNESP Franca/SP)
DIA 21 DE SETEMBRO (QUINTA-FEIRA)
8h00 às 10h00
MINICURSOS 1, 2, 3 e 4
Locais: Salas 12, 13, 14 e 15.
10h00
MESA 7: Estudos iconográficos e herodotiano na Grécia Antiga
Local: Anfiteatro II
Palestrantes:
 Prof. Dr. Fábio de Souza Lessa (UFRJ/RJ)
Título: Os agônes atléticos na Hélade: entre literatura e iconografia
 Prof. Dr. Fábio Vergara Cerqueira (UFPEL/RS)
Título: Iconografia da cítara ápula: simbologia erótica
 Profa. Dra. Nathalia Monseff Junqueira (UFMS Pantanal/MS)
Título: Mythos em Heródoto: os relatos fantásticos na obra Histórias

Coordenadora: Profa. Dra. Nathalia Monseff Junqueira (UFMS Pantanal/MS)

7
7

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca 14h30min às 16h30min

UNESP/Franca

14h30min às 16h30min

Locais: Salas 12, 18, 19, 21, 22, 23 e 24.

às 16h30min Locais: Salas 12, 18, 19, 21, 22, 23 e 24. SIMPÓSIOS 1, 2, 3,

SIMPÓSIOS 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7

14h30min às 16h30min Portuguesa (séculos X-XV) Local: Anfiteatro II MESA 8: Aspectos econômicos e culturais
14h30min às 16h30min
Portuguesa (séculos X-XV)
Local: Anfiteatro II
MESA 8: Aspectos econômicos e culturais da História Medieval
Palestrantes:
 Prof. Dr. Mário Jorge da Motta Bastos (UFF Niterói/RJ)
Título: Pulsões de uma Entidade Viva: O Senhorio da Sé de Coimbra (Séculos X-XIII)
 Profa. Dra. Terezinha Oliveira (UEM Maringá/PR)
Título: Privilégios na universidade em Portugal sob o governo de Afonso IV: política e
civilidade no século XIV
 Profa. Dra. Kátia Brasilino Michelan (IPHAN/RJ)
Título: A construção histórica da figura do infante D. Henrique: entre a honra
cavaleiresca e os ganhos da mercancia
Coordenador: Profa. Dra. Terezinha Oliveira (UEM Maringá//PR)
16h30 às 17h00
COFFEE BREAK
17h00 às 19h00
MINICURSOS 5, 6 e 7.
Locais: Salas 12,13 e 14.
19h30min
MESA 9: O universo feminino no Império Romano entre os séculos I d.C. e V
d.C.: um estudo de gênero
Local: Anfiteatro II
Palestrantes:

Título: Epitáfios Femininos em Mediolanum: Transmissores de Reminiscências

Profa. Dra. Luciane Munhoz de Omena (UFG Goiânia/GO)

8
8

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca  Profa. Dra.

UNESP/Franca

Profa. Dra. Marina Regis Cavicchioli (UFBA/BA)

Título: As mulheres e as interdições sobre o consumo do vinho no Mundo Romano Antigo

Profa. Dra. Silvia Marcia Alves Siqueira (UECE Fortaleza/CE)

Título: Gala Placídia: princesa, prisioneira, rainha e imperatriz. Laços culturais e o lugar das mulheres
Título: Gala Placídia: princesa, prisioneira, rainha e imperatriz. Laços culturais e o lugar
das mulheres no crepúsculo do mundo antigo e alvorecer do medievo.
Coordenador:
Profa.
Dra.
Andrea
Lúcia
Dorini
de
Oliveira
Carvalho
Rossi
(UNESP
Assis/SP)
DIA 22 DE SETEMBRO (SEXTA-FEIRA)
8h00 às 10h00
MINICURSOS 1, 2, 3 e 4
Locais: Salas 12, 13, 14 e 15.
10h00
MESA
10:
Pensamento
filosófico
na
Antiguidade
Tardia
e
Idade
Média
Ocidentais
Local: Anfiteatro II
 Profa. Dra. Graciela Noemí Gómez de Aso (PUC Buenos Aires/Argentina)
Título: La palabra como medio y como fin religioso y político: el caso de Agustín de Hipona,
un referente de la elite intelectual cristiana en el contexto de la Tardo Antigüedad.
 Prof. Dr. Ronaldo Amaral (UFMS Campo Grande/MS)
Título: Perceber e conceber o mundo na Idade Média. Uma análise heurística da
cosmovisão medieval a partir de uma analise arqueológica do conhecimento
 Prof. Dr. Sergio Alberto Feldman (UFES/ES)
Título: Controlando o Corpo e o Desejo: o Olhar Clerical Do Sexo Numa Análise De
Longa Duração
Coordenador: Prof. Dr. Ruy de Oliveira Andrade Filho (UNESP Assis/SP)

14h30min às 16h30min

Locais: Salas 12, 18, 19, 21, 22, 23 e 24.

Filho (UNESP Assis/SP) 14h30min às 16h30min Locais: Salas 12, 18, 19, 21, 22, 23 e 24.

SIMPÓSIOS 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7

9
9

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca 14h30min às 16h30min

UNESP/Franca

14h30min às 16h30min

Augusto (séc. I d.C.), Heliogábalo (séc. III d. C.) e Graciano (séc. IV d.C.) Local: Anfiteatro II

III d. C.) e Graciano (séc. IV d.C.) Local: Anfiteatro II MESA 11: Construções de imagens

MESA 11: Construções de imagens de imperadores romanos:

 Profa. Dra. Natália Frazão José (Doutora em História Antiga pela UNESP Franca/SP) Título: Faces
 Profa. Dra. Natália Frazão José (Doutora em História Antiga pela UNESP
Franca/SP)
Título: Faces de Augusto: A Construção de um Imperador e de seu Império
 Profa. Dra. Semíramis Corsi Silva (UFSM/RS)
Título: O imperador Heliogábalo entre textos e imagens da cultura material
 Profa. Dra. Janira Feliciano Pohlmann (Doutora em História Antiga pela UFPR
Curitiba/PR)
Título: O jovem imperador Graciano e a esperança de um novo século na Laudação ao
augusto Graciano, de Quinto Aurélio Símaco Eusébio (século IV d.C.)
Coordenador: Profa. Dra. Semíramis Corsi Silva (UFSM/RS)
16h30 às 17h00
COFFEE BREAK
17h00 às 19h00
MINICURSOS 5, 6 e 7.
Locais: Salas 12,13 e 14.
19h30min
MESA 12: CONFERÊNCIAS DE ENCERRAMENTO
Vestígios arqueológicos e históricos nos laços culturais entre a Antiguidade e a Idade Média
Local: Anfiteatro II
 Prof. Dr. Pedro Paulo Abreu Funari (UNICAMP/SP)
Título: Entre a Antiguidade e a Idade Média: árabes entre romanos e persas e a gênese do
Islamismo

Título: Spolia em Apollonia-Arsuf: da cidade romana à cidade cruzada

Coordenadora: Profa. Dra. Margarida Maria de Carvalho (UNESP Franca/SP)

Prof. Dr. Vagner Carvalheiro Porto (USP MAE São Paulo/SP)

10
10

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca 21h30min ENTREGA DE

UNESP/Franca

21h30min

18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca 21h30min ENTREGA DE CERTIFICADOS MINICURSOS  MINICURSO

ENTREGA DE CERTIFICADOS

MINICURSOS  MINICURSO 1: As religiões em Roma a partir de fontes literárias: séculos I
MINICURSOS
 MINICURSO 1: As religiões em Roma a partir de fontes literárias: séculos I e II d.C.
Local: Sala 12
Horário: 8h00 às 10h00
Dias: 19, 21 e 22 de setembro
Ministrante: Profa. Dra. Amanda Giacon Parra (D.E. Lins/SP)
Ementa: Nos séculos I e II d.C a cidade de Roma era local de intensas trocas
culturais. A literatura produzida nesse período é uma possibilidade para se estudar
essas inúmeras trocas, inclusive do ponto de vista religioso, ou seja, pesquisar a
respeito de diversos cultos praticados na cidade. Livros como Satyricon de Petrônio,
Epigramas de Marcial e Sátiras de Juvenal são exemplos de obras que podem ser
tomadas como fonte para o estudo de cultos ligados ao Estado ou outras formas de
religiosidade. A proposta do minicurso é, portanto, apresentar o contexto de
pluralidade religiosa em Roma nos séculos I e II d.C, problematizar o conceito de
superstitio e propor o estudo de trechos das fontes citadas, analisando as práticas
religiosas nelas descritas, tendo como metodologia a análise de discurso.

MINICURSO 2: Os Artefatos militares utilizados pelos soldados romano-bárbaros do século IV d.C. Local: Sala 13 Horário: 8h00 às 10h00 Dias: 19, 21 e 22 de setembro Ministrante: Profa. Dra. Bruna Campos Gonçalves (Doutora em História Antiga pela UNESP Franca/SP)

11
11

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca Ementa: O século

UNESP/Franca

Ementa: O século IV d.C vivenciou inúmeras guerras, em diversas localidades entre diferentes povos. Não foram poucas as lutas entre romanos e bárbaros e nem a relação deles se restringiam a lados opostos nos campos de batalha. Muitos estrangeiros compunham as fileiras do exército romano em distintos níveis hierárquicos; em outros momentos, por meio de acordos e/ou alianças povos antes opostos se uniram para lutar lado a lado contra um inimigo comum. As batalhas precisam mais do que braços fortes, equipamentos de defesa do soldado e de ataque também são precisos, assim como uma boa preparação e estratégia. Daremos atenção, nesse minicurso, aos armamentos militares que eram usados pelos soldados romanos-bárbaros no século IV d.C. Existiam uma variedade de equipamentos bélicos, tanto armamentos de proteção como de ataque, utilizados na preparação do soldado a guerra. Para compreendermos cada um deles buscaremos os vestígios materiais encontrados pela arqueologia e os relatos de autores do período, dando atenção as peculiaridades de cada armamento. Assim, no primeiro dia faremos uma introdução ao tema e suas especificidades, no segundo e terceiro dia trabalharemos com os artefatos militares, apontando as características de cada um, a partir da análise da documentação encontrada.

 MINICURSO 3: Personagens Africanas na História e Cultura do Mundo Antigo Local: Sala 14
 MINICURSO 3: Personagens Africanas na História e Cultura do Mundo Antigo
Local: Sala 14
Horário: 8h00 às 10h00
Dias: 19, 21 e 22 de setembro
Ministrantes: Profa. Dra. Cláudia Valéria Penavel Binato (UNESP Assis/SP) e Prof.
Dr. Alessandro Jocelito Beccari (UNESP Assis/SP)
Ementa: Tem crescido o interesse dos estudiosos do mundo antigo na procura das
ligações entre a África, a Ásia e a Europa na Antiguidade. Esse interesse é amplo:

desenvolvem-se pesquisas interdisciplinares entre pesquisadores da História da África, da Arte Africana e da Ásia, da Literatura e da Linguística. Do ponto de vistas

12
12

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca desses estudiosos, o

UNESP/Franca

desses estudiosos, o mundo antigo europeu é uma presença posterior, determinada e influenciada pelas visões de mundo e ideias advindas do Oriente próximo e da África. Essa influência é visível, ao longo da história do pensamento ocidental, nas conexões e integrações entre gregos e romanos e povos da África e da Ásia. Alguns exemplos:

1) o monasticismo fundamental para a compreensão de diversos aspectos do universo da Antiguidade Tardia
1) o monasticismo fundamental para a compreensão de diversos aspectos do
universo da Antiguidade Tardia e Idade Média , é um movimento que começa nos
desertos do Egito e da Síria; 2) a tradução grega da Bíblia, conhecida como
Septuaginta, foi feita em Alexandria, também no Egito; 3) Santo Agostinho, teórico
do livre arbítrio, da luz interior e das duas cidades (divina e terrestre) conceitos que
influenciariam, por exemplo, a Filosofia Moderna , era natural de Tagaste, cidade
localizada na atual Argélia, capital que formava exímios retores; Septímio Severo,
imperador, o qual, junto a Júlio César e Constantino, figura entre os mais
importantes líderes romanos, nasceu no norte da África e era de ascendência berbere
e semítica. Além dessas figuras masculinas, não se devem esquecer as mulheres
africanas e asiáticas célebres da Antiguidade, tanto as da literatura quanto as da
história: a Rainha de Sabá entre outras mulheres mencionadas na Bíblia ,
Cleópatra, Dido, apenas para citar os nomes mais conhecidos. Na verdade, as
relações entre o mundo clássico e a afro-asiático constituem uma espécie de
background para a história do Ocidente e do Oriente. Nesse sentido, o principal
objetivo deste minicurso é sublinhar, de maneira introdutória, as pessoas e
influências mútuas entre as culturas grega e romana e as da África e Ásia. Para isso,
consideraremos, principalmente, o séc. I a.C. e o período conhecido como
Antiguidade Tardia (séc. III a VIII d.C.), com suas figuras e movimentos que
contribuíram para a reconfiguração da identidade ocidental nesse importante e longo
período, muitas vezes negligenciado, de transição entre o Mundo Antigo e o
Medieval.
 MINICURSO 4: Regimento de princesas: da arte de fazer-se virtuosa (Castela, século

XV)

Local: Sala 15

13
13

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca Horário: 8h00 às

UNESP/Franca

Horário: 8h00 às 10h00 Dias: 19, 21 e 22 de setembro Ministrante: Danielle Oliveira Mércuri (Biblioteca Nacional/RJ)

Ementa: Na segunda metade do século XV, a possibilidade que se apresentou no reino castelhano
Ementa: Na segunda metade do século XV, a possibilidade que se apresentou no
reino castelhano de que a coroa fosse herdada e regida por uma mulher, bem como o
imperativo de que a ordem e a boa condução do reino não fossem mais colocadas em
risco pelos erros e vícios cometidos pelas rainhas, despertou o interesse e a urgência
de que também elas fossem esclarecidas e educadas sobre como deveriam se conduzir.
A ascensão de D. Isabel (1474) ao trono mobilizou o preparo dos specula principum,
gênero de textos que, até então, não tinha as rainhas como alvo. À feitura desses
roteiros de governo se dedicaram especialmente os clérigos Martín de Córdoba (? -
1476), Íñigo de Mendoza (1425-1507) e Hernando de Talavera (1428-1507). Por isso,
a partir de um mapeamento das aproximações e dos distanciamentos dessas
gramáticas de governo que foram endereçadas a D. Isabel, bem como do cotejamento
destes textos aos que comumente eram endereçados aos reis, propomos neste
minicurso uma análise acerca de quais foram as pautas de comportamento e as
orientações para o regimento que estes clérigos prepararam para a rainha. Nosso
objetivo será, pois, discutir sobre as interpretações que tradicionalmente atribuem às
rainhas, infantas, e, de modo geral, às mulheres um lugar passivo ou a restrita
importância de serem meros instrumentos da política dos reis.
 MINICURSO 5: Os ensinamentos sobre a saúde corporal em Portugal nos sécs. XIII-
XV

Local: Sala 12 Horário: 17h00 às 19h00 Dias: 19, 21 e 22 de setembro Ministrante: Profa. Dra. Michelle Tatiane Souza e Silva (Pós-Doutorado pela UNESP Franca/SP)

14
14

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca Ementa: Nos tratados

UNESP/Franca

Ementa: Nos tratados produzidos em Portugal nos séculos XIII ao XV, os ensinamentos voltados para os cuidados com o corpo tornaram-se um dos eixos mais significativos das estratégias pedagógicas de escritores provenientes dos mosteiros portugueses, como o mosteiro de Alcobaça, e das cortes reais, principalmente, a corte de Avis. No plano pedagógico traçado por esses escritores, algumas palavras como ordem, desordem, paixão, exagero, moderação e temperança foram capazes de sistematizar o que todos deveriam fazer ou evitar para alcançar a saúde corporal. No rastro desses vocábulos, o principal objetivo do curso é interrogar sobre os sentidos atribuídos a palavra saúde na linguagem comum daquele tempo. Para tanto, propõe- se em primeiro lugar apresentar os escritos portugueses que mais diretamente trataram da questão nos séculos XIII ao XV, em seguida, realizar um breve levantamento sobre a historiografia especializada sobre a história do corpo e da saúde em Portugal no final da Idade Média e, por fim, esmiuçar os inúmeros enunciados que destacavam as formas de cuidar do corpo naquele tempo.

 MINICURSO 6: Roma: numismática, política e ideologia na Antiguidade Tardia Local: Sala 13 Horário:
 MINICURSO 6: Roma: numismática, política e ideologia na Antiguidade Tardia
Local: Sala 13
Horário: 17h00 às 19h00
Dias: 19, 21 e 22 de setembro
Ministrante: Prof. Dr. Cláudio Umpierre Carlan (UNIFAL/MG)

Ementa: No período conhecido com Antiguidade Tardia, o mundo romano sofreu uma série de reformas administrativas, políticas, sociais, militares, econômicas e religiosas, numa tentativa de salvaguardar e modernizar o império. Essas mudanças estão presentes nas cunhagens monetárias, numa clara política de propaganda e legitimação, de uma elite que circulava a orla do poder. Objetivo do nosso trabalho é realizar um estudo da função monetária como uma difusão ideológica e agente legitimador da soberania romana, durante a Antiguidade Tardia. Analisaremos e identificaremos as fontes numismáticas da coleção existente no Museu Histórico Nacional (MHN), Rio de Janeiro, o maior espólio de moedas da América Latina, com

15
15

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca mais de 130

UNESP/Franca

mais de 130 mil peças das mais variadas regiões. Importante patrimônio e acervo arqueológico brasileiros ainda pouco explorado.

 MINICURSO 7: O falo e o culto das divindades geradoras Local: Sala 14 Horário:
 MINICURSO 7: O falo e o culto das divindades geradoras
Local: Sala 14
Horário: 17h00 às 19h00
Dias: 19, 21 e 22 de setembro
Ministrante: Profa. Dra. Renata Cerqueira Barbosa (SEED/PR)
Ementa: Temas relacionados aos cultos pagãos e às divindades geradoras têm sido
recorrentes nos Estudos Clássicos. Conhecemos a existência do Falo e a de Priapo,
mas muitas vezes ignoramos sua origem. Sabemos que entre os antigos, o falo era
considerado símbolo da fertilidade, tido como emblema da fecundidade, porque a sua
forma indicava claramente esse motivo, mas não sabemos ao certo em que ocasião
foram criados esses emblemas; e não se têm a esse respeito outras noções senão as
dadas pelas suas fábulas. O culto ao Falo existia entre diferentes povos da terra; mas
nem sempre são observadas as alterações que ele sofreu, nem a sua união constante
com as divindades solares de cada localidade ou região, união que contribuiu para
ligar em conjunto as diferentes artes do sistema que cria a origem dessa divindade.
Partindo desse pressuposto, o objetivo é apresentar hipóteses que relacionem o
surgimento dos rituais ligados à Priapo ou a outras divindades geradoras, com a força
regeneradora do sol na Primavera e a ação dessa força sobre os seres da natureza, bem
como a interpretação dos povos antigos a esse respeito, possibilitando novos olhares
sobre os objetos fálicos. Para isso, alguns autores que tratam da temática serão
apresentados e confrontados com as fábulas e com as descobertas arqueológicas.
16
16

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca SIMPÓSIOS SIMPÓSIO 1:

UNESP/Franca

SIMPÓSIOS

SIMPÓSIO 1: Textos, Imagens e Cultura Material no Estudo da República Romana, Principado Romano e da Antiguidade Tardia Local: Sala 12. Horário: 14h30min às 16h30min Dias: 19, 20, 21 e 22 de setembro Proponentes: Profa. Dra. Bruna Campos Gonçalves (Doutora em História Antiga pela UNESP Franca/SP) e Profa. Dra. Natália Frazão José (Doutora em História Antiga pela UNESP Franca/SP)

Ementa: Os estudos sobre a Antiguidade Romana são bastante profícuos, abordando temas diversos, com objetivos
Ementa: Os estudos sobre a Antiguidade Romana são bastante profícuos, abordando
temas diversos, com objetivos múltiplos. As análises sobre os diferentes períodos que
envolvem a sociedade romana levam-nos a visões plurais, capazes de nos
proporcionar uma multiplicidade de olhares sobre uma sociedade multifacetada.
Assim, ao voltarmos nossas análises para os períodos da República Romana, do
Principado Romano e da Antiguidade Tardia, conseguimos uma gama de
perspectivas, capazes de nos dar uma visão mais ampla sobre tais contextos históricos.
Tais períodos nos legaram um grande material a ser estudado, seja em textos
literários, em imagens ou em cultura material. Em cada um de tais documentos,
encontramos a riqueza de um período que muito nos legou em cultura e em
conhecimento. Sendo assim, a partir de tais considerações, propomo-nos, neste
Simpósio Temático, proporcionar um espaço para os debates acerca da República
Romana, do Principado Romano e da Antiguidade Tardia, centrando-nos nas
documentações textuais, imagéticas e materiais de tais períodos. Desta forma, temos
como objetivo principal, através de tais análises, demonstrar toda a pluralidade que
envolve estes períodos e como tais documentações nos auxiliam na compreensão
destas particularidades.

SIMPÓSIO 2: Antiguidade Oriental: objetos, métodos e abordagens

17
17

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca Local: Sala 18.

UNESP/Franca

Local: Sala 18. Horário: 14h30min às 16h30min Dias: 19, 20, 21 e 22 de setembro Proponente: Prof. Dr. Fernando Mattiolli Vieira (UPE Petrolina/PE)

Ementa: Já por algumas décadas, as pesquisas sobre a Antiguidade Oriental se renderam às mudanças
Ementa: Já por algumas décadas, as pesquisas sobre a Antiguidade Oriental se
renderam às mudanças paradigmáticas ocorridas nos estudos históricos em nível
mundial. Essa virada tem permitido uma ampliação dos objetos, dos pressupostos
metodológicos e de novas formas de abordagem, trazendo à tona resultados bastante
promissores. Os pesquisadores de nosso país têm colaborado consideravelmente com
pesquisas que apresentam esse olhar diferenciado sobre a Antiguidade. Por isso, a
proposta deste Simpósio Temático é reunir pesquisadores de níveis acadêmicos
diferentes e com pesquisas diversas em Antiguidade Oriental. Ele oferecerá uma
oportunidade de discutir temas como política, sociedade, cultura e religião, e os
novos objetos, métodos e abordagens com que podem ser considerados. A proposta
dispõe sobre uma periodiz
Mesopotâmia e Levante.
 SIMPÓSIO 3: A emenda dos costumes e os gêneros escritos em Portugal e outros reinos
cristãos (séculos XIV, XV e XVI)
Local: Sala 19.
Horário: 14h30min às 16h30min
Dias: 19, 20, 21 e 22 de setembro
Proponente: Prof. Dr. Leandro Alves Teodoro (Pós-Doutorado FAPESP pela
UNESP Franca/SP) e Profa. Dra. Michelle Tatiane Souza e Silva (Pós-Doutorado
pela UNESP Franca/SP)

Ementa: Nos séculos XIV, XV e início do XVI, na medida em que o poder régio conquistava novos parâmetros e os mosteiros, especialmente de Alcobaça e de Santa Cruz de Coimbra, compilavam novas obras e ampliavam seu potencial de preservação

18
18

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca do escrito, diversificavam-se

UNESP/Franca

do escrito, diversificavam-se os gêneros escritos em língua vernácula em Portugal. Muito embora nesse período o escrito, por sua potencialidade de dar a conhecer e de preservar os diversos ensinamentos, conservasse em geral objetivos pedagógicos, alguns gêneros de obras, tais como as crônicas e os tratados, conseguiam melhor sintetizar as virtudes cristãs para promover a regulação dos costumes. Partindo de diferentes obras que ajudaram a construir a moral cristã em solo português, o simpósio temático A emenda dos costumes e os gêneros escritos em Portugal e outros reinos cristãos (séculos XIV, XV e XVI) visa mapear a produção escrita em Portugal nessa época, bem como debater sobre os diversos gêneros de escrita que foram considerados aqueles que mais diretamente cumpriram o papel de emendar seus contemporâneos. Embora o simpósio busque reunir trabalhos que tenham como alvo examinar conjuntos documentais produzidos, compilados ou traduzidos nesse período em Portugal, não se deixa de acolher igualmente trabalhos que abordem outros territórios, tendo em vista que os locais de produção de um gênero podem não se restringir aos limites desse reino.

 SIMPÓSIO 4: Gênero, "sexualidade" e amor na Antiguidade e em suas recepções Local: Sala
 SIMPÓSIO 4: Gênero, "sexualidade" e amor na Antiguidade e em suas recepções
Local: Sala 21.
Horário: 14h30min às 16h30min
Dias: 19, 20, 21 e 22 de setembro
Proponente: Profa. Dra. Renata Cerqueira Barbosa (SEED/PR) e Profa. Dra.
Semíramis Corsi Silva (UFSM/RS)
Ementa:

antigos têm sido temas constantes nas pesquisas relacionadas aos estudos da Antiguidade, envolvendo, especialmente, perspectivas dos Estudos Culturais, da Nova História Cultural, dos Estudos Feministas e Queers e também dos Estudos pós-coloniais. Partindo desta percepção, este Simpósio Temático pretende reunir trabalhos que apresentem reflexões e questionamentos sobre a temática dos estudos de gênero, usos dos prazeres e práticas afetivo-eróticas na Antiguidade Oriental e

19
19

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca Clássica, bem como

UNESP/Franca

Clássica, bem como as múltiplas formas de apropriação do passado no que diz respeito aos estudos de tais temas. Cumpre destacar que temáticas alusivas ao pós- colonialismo e imperialismo e seus contextos levantam questões referentes a figuras e ideologias passadas, atribuindo novos significados da Antiguidade no Mundo Moderno e Contemporâneo, com o objetivo de legitimar o poder colonizador dos

amor na Antiguidade ausentes dessas práticas e representações. Nesse sentido, buscaremos reunir trabalhos que envolvam
amor na Antiguidade ausentes dessas práticas e representações. Nesse sentido,
buscaremos reunir trabalhos que envolvam as questões aqui levantadas, contribuindo
com o debate sobre a Antiguidade e também suas recepções em outros momentos
históricos.
 SIMPÓSIO 5: A Antiguidade Tardia na produção histórica nacional: Temas, objetos e
abordagens
Local: Sala 22.
Horário: 14h30min às 16h30min
Dias: 19, 20, 21 e 22 de setembro
Proponente: Profa. Dra. Érica Cristhyane Morais da Silva (UFES/ES) e Profa. Dra.
Helena Amália Papa (Unimontes/MG)

Ementa: O período que se inicia com a ascensão de Diocleciano (284-305) e vai, grosso modo, até finais do século V d.C. (na concepção baixo imperial) e até o VIII d.C. (na conceituação de Antiguidade Tardia, na sua cronologia mais extensa) desperta grande interesse entre os historiadores. A história do Império Romano não poderia ser escrita ou mesmo imaginada sem o conhecimento do que os historiadores chamaram, inicialmente, de Baixo Império Romano (com métodos, arcabouço instrumental e documentos que lhe são, particularmente, associados) e que passou a ser reconhecido, atualmente, como Antiguidade Tardia (que também oferece abordagens, temas, objetos, documentos e uma cronologia própria). No Brasil, as pesquisas desenvolvidas, e que se inserem neste contexto histórico, se ampliaram, significativamente, há pouco menos de duas décadas. A produção historiográfica

20
20

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca nacional sobre a

UNESP/Franca

nacional sobre a Antiguidade Tardia não recebeu, contudo, um tratamento sistemático que nos fosse possível reconhecer o que se produz em território brasileiro acerca de temas, objetos de investigação e abordagens sobre esse contexto da história romana. Por essa razão, achamos oportuno propor um Simpósio Temático para reunirmos os pesquisadores da subárea de Antiga e Medieval para apresentar as pesquisas que se desenvolvem sobre a Antiguidade Tardia na produção histórica nacional, seja da perspectiva dos classicistas, seja da perspectiva dos medievalistas (Período que também tem sido considerado como Alta Idade Média). Além disso, nossa proposta considera também a representatividade do Ciclo Internacional de Estudos Antigos e Medievais promovido pelo Núcleo de Estudos Antigos e Medievais (NEAM UNESP Assis/Franca) o qual oferece um momento de intercâmbio particular no qual se encontram pesquisadores de várias regiões do país, com participação também de pesquisadores internacionais. Nesse sentido, nossos objetivos são, em primeiro lugar, reunir os pesquisadores que se dedicam ao estudo do contexto da Antiguidade Tardia para, em segundo lugar, reconhecer o panorama geral das produções históricas sobre a Antiguidade Tardia em termos de temas, objetos, abordagens e documentação. E, a partir disso, em terceiro lugar, refletir sobre novas tendências e o futuro da pesquisa sobre a Antiguidade Tardia no Brasil.

 SIMPÓSIO 6: História e Arqueologia na Grécia Antiga Local: Sala 23. Horário: 14h30min às
 SIMPÓSIO 6: História e Arqueologia na Grécia Antiga
Local: Sala 23.
Horário: 14h30min às 16h30min
Dias: 19, 20, 21 e 22 de setembro
Proponente: Profa. Dra. Nathalia Monseff Junqueira (UFMS Pantanal/MS)

Ementa: A partir do século XIX, com o reconhecimento da História como disciplina científica, os estudos sobre a Antiguidade se proliferaram, principalmente na Europa. As pesquisas realizadas nos documentos escritos, juntamente com os dados provenientes das escavações arqueológicas, que ocorriam em diversas regiões do mundo, resultaram na publicação de várias obras a respeito das sociedades antigas,

21
21

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca como a Grécia

UNESP/Franca

como a Grécia Clássica. É importante ressaltar que esses estudos estavam permeados por discursos nacionalistas, bem como pela busca da verdade na História. Atualmente, os historiadores analisam as fontes antigas com a perspectiva de novas interpretações dos acontecimentos, inserindo outras áreas do conhecimento nessa empreitada, como a Arqueologia, as Ciências Sociais e a Geografia. Justificativa: Os estudos científicos acerca da História Antiguidade têm se multiplicado no Brasil, devido à possibilidade de acesso às fontes desse período e pela ampliação da História Antiga nos currículos das universidades e faculdades, resultando na criação de diversos núcleos de pesquisas. Dessa forma, percebemos que muitos pesquisadores têm se debruçados em discutir novas abordagens referentes à Grécia Antiga, através de diversas publicações e trabalhos em congressos a respeito da temática. Objetivo: O objetivo principal deste simpósio é refletir acerca das discussões atuais das pesquisas no que tange a história e a arqueologia da Grécia Antiga. A partir dessa ideia central, pretende-se ampliar o diálogo entre pesquisadores deste campo de estudos, buscando novas abordagens embasadas na historiografia e nas fontes que permitam estudar as diferentes esferas da sociedade grega, como a economia, a política, a filosofia, o cotidiano, a religião, entre outras.

 SIMPÓSIO 7: Literatura, imaginário e representações na Idade Média Local: Sala 24. Horário: 14h30min
 SIMPÓSIO 7: Literatura, imaginário e representações na Idade Média
Local: Sala 24.
Horário: 14h30min às 16h30min
Dias: 19, 20, 21 e 22 de setembro
Proponente: Prof. Dr. Germano Miguel Favaro Esteves (Pós-Doutorado FAPESP
pela UNESP Assis/SP) e Prof. Dr. Ronaldo Amaral (UFMS Campo Grande/MS)

Ementa: Os estudos relativos à literatura medieval e à história medieval como um todo têm ganhado importantes contribuições nos últimos anos no Brasil, sobretudo após o uso de abordagens teórico-metodológicas que privilegiaram o imaginário e as representações como forma de análise histórica, principalmente ajudando a promover

22
22

VII CICLO INTERNACIONAL DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DO NÚCLEO DE ESTUDOS ANTIGOS E MEDIEVAIS DA UNESP - ASSIS/FRANCA BRASIL

HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA NOS LAÇOS CULTURAIS ENTRE A ANTIGUIDADE E A IDADE MÉDIA

Homenagem aos nossos ex-alunos e demais amigos

18 a 22 de setembro de 2017

FCHS

ex-alunos e demais amigos 18 a 22 de setembro de 2017 FCHS UNESP/Franca a literatura e

UNESP/Franca

a literatura e suas diversas formas de expressão como fonte privilegiada para a história. Dessa forma, se o imaginário foi, durante muito tempo, em especial no século XIX e início do XX, relegado a segundo plano, ligado ao fictício, ao fantasioso, ao não real e não histórico, com o decorrer do século XX foi retomado e reintegrado

sentido mais amplo e mais profundo, em que a literatura, como exemplo a hagiográfica, passou
sentido mais amplo e mais profundo, em que a literatura, como exemplo a
hagiográfica, passou a ser vista de uma nova perspectiva. Diante disso, o objetivo
deste Simpósio Temático é propiciar um diálogo entre pesquisadores, sobre
imaginário e representações, na literatura medieval, partindo de suas diferentes
expressões e elementos.
23
23