Você está na página 1de 2

1.

SUBTRAO OU INUTILIZAO DE LIVRO OU DOCUMENTO

Art. 337 - Subtrair, ou inutilizar, total ou parcialmente, livro oficial, processo ou


documento confiado custdia de funcionrio, em razo de ofcio, ou de particular em servio
pblico:

Pena - recluso, de dois a cinco anos, se o fato no constitui crime mais grave.

BEM JURDICO

Tutela-se mais uma vez o desenvolvimento regular da atividade administrativa.

SUJEITO ATIVO

Trata-se de crime comum, pois qualquer pessoa pode pratic-lo, no se exigindo


qualidade especial.

SUJEITO PASSIVO

o Estado, em especial a Previdncia Social, lesada com a supresso ou reduo da


contribuio previdenciria ou de seus acessrios.

TIPO OBJETIVO

As aes nucleares consubstanciam-se nos verbos subtrair (tirar o objeto do poder ou


custdia de outrem) ou inutilizar (tornar, total ou parcialmente, imprestvel o objeto).

TIPO SUBJETIVO

o dolo, consubstanciado na vontade livre e consciente de subtrair, ou inutilizar, total


ou parcialmente, livro oficial, processo ou documento. necessrio que o agente
tenha cincia de que estes se encontram confiados custdia de funcionrio, em
razo de ofcio, ou de particular em servio pblico.

CONSUMAO E TENTATIVA
Consuma-se com a subtrao do bem, nos mesmos moldes do crime de furto ou com
a inutilizao, total ou parcial, do bem. Por se tratar de crime material, a tentativa
perfeitamente possvel; por exemplo: o indivduo surpreendido pelo oficial do
Cartrio no momento em que est guardando o processo judicial em sua mala.

PENA E COMPETNCIA

Lei dos Juizados Especiais Criminais: em face da pena mxima prevista (deteno, de
1 ms a 1 ano, ou multa), trata-se de infrao de menor potencial ofensivo, estando
sujeita s disposies da Lei n. 9.099/95, cabendo, inclusive, o instituto da suspenso
condicional do processo (art. 89 da lei).

AO PENAL

Trata-se de crime de ao penal pblica incondicionada.

JURISPRUDNCIA

PENAL - SUBTRAO OU INUTILIZAO DE LIVRO OU DOCUMENTO -


TIPICIDADE - CARACTERIZAO - ABSOLVIO POR AUSNCIA DE PROVAS -
IMPROCEDNCIA - SUSPENSO DOS DIREITOS POLTICOS EM CONDENAO
PENA RESTRITIVA DE DIREITOS - POSSIBILIDADE. - Aquele que inutiliza
processo judicial confiado a advogado pratica a conduta tpica descrita no art. 337 do
CP. - A prova testemunhal harmnica atestando o desaparecimento dos autos de
processo judicial supre a ausncia de prova material do delito de inutilizao de livro
ou documento. - Se os testemunhos convergem no sentido de que o processo foi
emprestado ao ru e desapareceu em seu poder, resta comprovada a autoria do
crime. - A suspenso dos direitos polticos, como efeito da condenao transitada em
julgado, deve ser declarada mesmo na hiptese de substituio da pena privativa de
liberdade por restritivas de direitos.

(TJ-MG 103510100634740011 MG 1.0351.01.006347-4/001(1), Relator: JLIO


CEZAR GUTTIERREZ, Data de Julgamento: 25/03/2009, Data de Publicao:
13/04/2009)

Você também pode gostar