.

ANTOLOGIA DA ESPERANÇA FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER ESPÍRITOS DIVERSOS .

PREFÁCIO Leitor amigo. 15 de junho de 1994 . não desanimes. Seja qual for a dificuldade em que te encontres. Confiemos em Deus. Emmanuel Uberaba. A esperança é a luz da vida.

desse modo. todos os andra- jos serão varridos para fora do mundo e todos os gemidos cessarão. Emmanuel IV Afeiçoemo-nos ao Cristo. de imediato. convictos de que não ha- verá melhor mundo sem homens melhores. todas as prisões serão abertas. promo- vidos à condição de cooperadores do Divino Pomicultor. somos. Emmanuel VII Obstáculo é auxilio. todas as trevas serão dissipadas. I Provação é sombra necessária. Emmanuel V Somente o homem verdadeiramente convertido a Jesus adquire suficiente poder para desligar-se dos domínios do "eu". sentindo-lhe as lições e vivendo-as. Abstenhamo-nos. da perda de tempo e ataquemos a tarefa que nos compete atender. Meimei II Um dia. buscando o Reino de Deus. Emmanuel VII Aceitamos a luz do Evangelho na consciência e no coração. Emmanuel VI Aprendamos a viver para o bem dos outros. Meimei III Somos servos privilegiados com valioso empréstimo de dons sublimes. a fim de encontrarmos o nosso verdadeiro bem. Emmanuel . no campo imenso da vida.

IX Todo ser criado simples e ignorante é compelido a lutar pela conquista da razão e. Emmanuel XV Ampara os que te asseguram o bem-estar. nos moldes da consciência tranqüila. André Luiz XII O bem pede doação total para que se realize no mundo o bem de todos. Emmanuel XI Buscando a luz. Emmanuel . Emmanuel XVI Do escuro menosprezo da Terra. substancialmente considerado. Seus característicos de paisagem revelam o éden repleto de árvores. fez Jesus o caminho radiante para os Céus. Emmanuel XIII Serve onde estiveres e como puderes. Emmanuel X O mundo. entre os homens é compelido igualmente a lutar a fim de burilar-se devida- mente. é o Paraíso que jamais se distanciou de nós ou- tros. Emmanuel XIV Ajuda aos que te sustentam a moradia. atin- gindo a razão. não amaldiçoe a sombra. flores e luzes.

ao passo que se esforça. guarda-te em silêncio no auxilio ao próximo e sur- preenderás deus no íntimo de teus mais íntimos pensamentos. espera e auxilia!. ama. Emmanuel XXIII Se te menosprezam ou te injuriam. com a luz da confiança no Senhor que. espetáculos de súbita grandeza. prosseguindo no trabalho que a vida te confiou. por mais difícil. Emmanuel XX O discípulo sincero não ignora que é preciso trabalhar por absorver-se na Luz Divina do Espírito e. acende a lanterna da coragem e resiste ao sopro frio do desalento.. possibilita-nos a própria regeneração. gestos impraticáveis. Emmanuel XXII A vida não te reclama atitudes sensacionais. contando contigo para que se eduquem e aperfeiçoem. Emmanuel XIX Trabalha. está convencido de que o Senhor lhe virá ao encontro.. prestigiando-te as intenções. Pede simplesmente sejas sempre melhor para aqueles que te cruzem os passos. ofere- cendo-nos a luta depuradora. XVII Se é justo esperar pelo amor que verte sublime do Céu em teu benefício... abrindo-lhe o entendimento. Emmanuel XVIII Se a tristeza e o desânimo te procuram. aprende. Meimei . crê. é preciso der- ramar esse mesmo amor nas furnas da Terra a que consciências fragmentárias se acolhem. Emmanuel XXI Recebamos a experiência.

far-nos-á novo dia. contudo. atra- irás braços inúmeros que estarão contigo. Meimei XXV Entrega a aflição de cada dia ao silêncio de cada noite. XXVIII Estorvos à realização de teus ideais te afligirão a senda. observarás claramente que ninguém suprime um erro em definitivo sem o clima da compaixão sem a luz do entendimento. abençoando-te a vida e sustentando-te o coração. por misericórdia. Emmanuel XXIX Ouvirás a consciência sem fugir-lhe às anotações e perceberás. amanhã. entretanto. Emmanuel . reconhecendo-se que a Divina Providência. porque Deus. trabalhar e servir com ânimo e decisão. mais trabalho com que nos dirijamos dentro da seguran- ça precisa para a Vida Maior. acima de todas as cala- midades e de todas as lágrimas. far-te-á sobreviver. sintonizados no esforço das boas obras. Concede-nos. confia em Deus a- mando e construindo. O importante será erguer o coração e as mãos. Emmanuel XXX A única saída para superar qualquer provação será enfrentá-la com humildade e cora- gem procurando-se esquecer o mal e seguir o bem. XXIV Sejam quais forem as aflições e problemas que te agitem a estrada. que é forçoso sanar o erro. perdoando e amparando sempre. Meimei XXVI Senhor! Deste-nos o trabalho por sustento da vida. Batuíra XXVII Não importa que a ventania da discórdia esteja rugindo em torno de nós. se quiseres servir. para logo. a palavra e a atitude para construir.

na maioria de nossas peti- ções e requerimentos. Será ele a providencia que te habilita à vitória contra o assédio de perturbações que te espreitam a estrada. ensina a antiga sabedoria.. Emmanuel XXXII O trabalho estafante. a criatura na Terra implora o Socorro Divino.. enquanto envergamos a veste física. é imperioso ajudar aos outros em nome de Deus para que. em nome de Deus. Emmanuel XXXIV Ofensa avalia a compreensão. Emmanuel . derrubando os apoios hu- manos que a Divina Providência lhe ergueu no caminho para que lhe sirvam de escora em momento justo. mas. XXXI Diante de quaisquer contratempos. Emmanuel XXXVI Todos no mundo. Emmanuel XXXIII Dificuldade mede eficiência. possuímos conosco os elementos da regeneração e da cura de que necessitamos para o triunfo na escola da vida. Emmanuel XXXVII "Ajuda-te e Deus te ajudará". Emmanuel XXXV Muitas vezes. pensa no Bem. também os outros nos possam auxiliar.

São Paulo – 1988 Cap. 1972 Cap. XV – Livro da Esperança – Emmanuel – Ed. Céu. X – Aulas da Vida – Autores diversos – Ed. GE- EN. CEC – Uberaba. VI. XIV. Muitas vezes. CEU. São Paulo – 1978 Cap. III – Esperança e Luz – Autores diversos – Ed. XXVII. XXXVIII – Instrumentos do Tempo – Emmanuel – Ed. I e II – Palavras do Coração – Meimei – Ed. Meimei BIBLIOGRAFIA Cap. XXXIV. VII – Perante Jesus – Emmanuel – Ed. CEU. Mariano José Pereira da Fonseca XL Nunca te creias inútil. XXXI. XVI. XVII. XXV. MG. XXXII – Coragem – Espíritos diversos – Ed. X. GEEM – são Paulo – 1990 Cap. XXI. IDEAL – São Paulo – 1990 Cap. XXXV. Uberaba. XXIX. São Paulo – 1982 Cap. XI – Deus Aguarda – meimei – Ed. XXXIX – Falando a Terra – Espíritos diversos – Ed. 1983 Cap. MG. IV. São Paulo – 1984 Cap. XXIII. São Paulo – 1986 Cap. V. XX – Harmonização – Emmanuel – Ed. CEU. XVIII. XXVI – Irmãos Unidos – Autores Diversos Ed. XXIV. XXII – Canais da Vida – Emmanuel – Ed. FEB Rio de Janeiro. IX. GEEN. o coração do amigo é ainda frágil e cede ao primeiro impulso da arrasado- ra ventania do mal.1980 . CEC. XXVIII. GEEN – São Paulo – 1974 Cap. CEU – São Paulo – 1988 Cap. VIII – Construção do Amor – Emmanuel – Ed. XXXVII – Inspiração – Emmanuel – Ed. Emmanuel XXXIX A cruz das provações é caminho para o alto. IDEAL – São Paulo – 1981 Cap. 1964 Cap. São Paulo – 1993 Cap. XII. XXXIII. XXX – Hoje – Emmanuel Ed. XIX – Alvorada do Reino – Emmanuel – Ed. XXXVI. XIII. IDEAL – São Paulo – 1988 Cap. GEEM – São Paulo . XXXVIII Alguém projetou o fel da calúnia sobre o teu nome? Esquece e caminha.