Você está na página 1de 16
DESENHO TISTICO —PUBLICITARIO — PINTURA CURSO DO INSTITUTO UNIVERSAL BRASILEIRO DESENHO D0 CORPO AUMANO (DESENRO LIURE E DO NATURAL + PERSPECTIVAV + ESTUDO DOS MEMBI : 08 “DECORAGAO DOHALL DE ENTRADA, + MEMBROS SUPERIORES E INFERIORES MAPARTAMENTO - DESENHO DOS MENBROS SUPERIORES “DECORAGAO PELO MeTODO EINFERIORES SLAGEM +O ESQUELETO MASCULINO E FEMININO PERSPECTIVA V Iniciamos esta aula de Perspectiva com um tema mui- to interessante e sempre atual, a "decoragao de interiores” ‘Comecaremos por decorar um Hall de entrada de um apartamento. A primeira vista pode parecer dificil colocar ‘em perspectiva um Hall mas no decorrer da aula vera que 6 simples, desde que se preste muita atengao aos topicos dados e se pratique bastante. Este aposento, por ter pequenas dimensbes nao pode possuir muitos méveis, principalmente por ser um local de passagem, pois serve como meio de ligagao privativa entre a porta do elevador social e a porta principal do apartament, ‘A decoragao muito simples vai constar apenas de um mével colocado encostado 4 parede do fundo e 4 parede esquerda de quem entra, e dois quadros colocados nas paredes laterais. ‘Vamos utilizar a perspectiva de 1 P.F. e 0 método do rebatimento que ja vimos na aula anterior. ‘Antes de iniciarmos este nosso exercicio pratico que vai ser uma étima fonte de referéncia para trabalhos futuros, vamos verificar as medidas do aposento @ dos objetos que ido fazer parte da decoracao. ‘0 "Hall" de entrada do apartamento possui 2,00 m de largura por 3,00 m de comprimento, sendo que as portas do elevador social e da entrada do apartamento estéo nas paredes de 2,00 m de largura. Na figura 1 temos essas medidas numa vista em planta (vista de cima), PORTA DO ELEVADOR ‘Figura Vista om planta (© mével, que ficaré encostado na parede do fundo & tna parede esquerda, tem 2,00 m de comprimento por 60 cm de largura e 80 cm de altura, possuindo 3 portas ¢ 3 ‘gavetas com 65 cm de comprimento cada uma, sendo as aituras das portas 70 cm @ das gavetas 10 om estas ‘medidas podem ser vistas na figura 2. ‘Nas paredes direita e esquerda temos dois quadros, distantes do piso 1,20 m, com a altura de 80 cme 1,00 m de Figura 2 Medias do mével ‘comprimento. Ambos esto localizados no meio da parede, veja as figuras 3 © 4. Observe ainda na figura 3 a area na parede esquerda onde o mével estard encostado. Figura Locaizagao do quad © do méve na prede esqueréa, Figura 4 Locaizagio do quadro na parede deta 100 Na parede do fundo, a porta de entrada do apartamento tem 2,20 m de altura e 80 cm de largura, estando desiocada para o lado esquerdo. Observe na figura 5 a area & esquerda da porta, onde o mével estard encostado. ‘Agora que jd temos todas as medidas do aposento e dos componentes da decoracao do ambiente, vamos prim ramente aplicar a escala para podermos desenhar no ‘espaco relative ao tamanho do nosso papel. Primeiramente vamos desenhar a perspectiva de 1 P.F. do aposento partindo da vista em planta. & conveniente consultar a aula anterior, onde o método do rebatimento foi explicado em detalhes. Figura 5 Localzagao ao move e da porta de enrada 60 aparamen DECORAGAO DO HALL DE ENTRADA DE UM APARTAMENTO "METODO DO REBATIMENTO" Na figura 6 verios 0 “Hall” ja colocado em perspectiva. Observe que foram utilizadas letras mindsculas para ‘a projecao da planta e a vista em pers- pectiva. A projegao dos componentes da decoraco ser feita por nimeros. ‘A escala utizada foi de 1 : 100, ou seja, cada 1,00 m corresponde a 1 om, 5 Para facilitar a compreensdo do ‘método do rebatimento dos componen- tes da decoragao, vamos apagar as linnas de construgao do aposento, deixando o desenho apenas com as letras de identificagao. y ETAPA 1 - Figura 7 - Vamos desenhar o mével visto em planta na posigao desejada, com a indicagto de né- meros nos seus cantos. Observe a ‘aplicagao da escala 1:100: 2m de com- primento e 5 mm de largura. 'Na parede do fundo, em perspect- va, desenhe o espaco onde © mével ira fencostar. A altura sera 8 mm e a largura sera a projegao do canto 1 através de uma reta tracejada. Vamos chamar essa projecao de G456. A vista em planta do mével ficou sendo €,1,3,2 101 FguaT -Movelem panta 13° ETAPA 2 - Figura 8 - Através de uma reta paralela a cd, vamos rebater a reta 3,2 para a reta c, e, no ponto 7. Pelo ponto 7, tragamos uma vertical e perpendicular & C3, até atin- gir a reta Ki. Na reta GM marcamos 0 ponto 8 @ na reta KI marcamos 0 pon: too. ETAPA 3 - Figura 9 - Partindo de P.F. tragamos uma fugante que deve- 14 passar pelo ponto 4 até atingir a re- ta MN no ponto 10. Partindo do ponto 8, tragamos uma reta horizontal e paralela a reta MN, ‘que vai atingir a fugante PF10, no ponto 1" Veja que interessante, o espaco G,4,8,11 nos mostra a base onde o mé- vel ira se apoiar. Esta 6 a vista em Perspectiva da vista em planta C,1,3,2. Figura 9 Base do novel on perspective, Figura - Rebatmento o port 3 para 789. ETAPA 4 - Figura 10 - Partindo de PF. tragamos uma fugante, que devera * passar pelo ponto 6 alé atingir a reta 8,9 no ponto 12. Agora obtivemos a vista em perspectiva do espago onde 0 mével iré encostar. Esse espaco esta contido em 6,128.6. ETAPA 5 - Figura 11 - Partindo de PF. tragamos uma fugante, que deveré passar pelo ponto 6 até atingir a reta KM ‘no ponto 13. Partindo do ponto 12, tragamos uma reta horizontal paralela a reta 8, 11, que vai atingir a fugante P.F. 13 no ponto 14. Veja! Agora conseguimos colocar em perspectiva a parte superior do mével que 6 0 tampo, limitado pelos pontos 612,145, Ta 11 Tampo do movel colocado em porspectva, 102 Figura 16 Localzagdo das pares do move DECORAGAO PELO METODO DA COLAGEM Existem varias técnicas para simular a decoragéo do ambiente coloca- do em perspectiva. Pode-se utilizar a co- oragao a aquarela, guache, canetas do tipo hidrocor, lapis de cera coloridos, etc. Para 0 nosso trabalho escolhemos uma técnica muito interessante conhecida como "Colagem*, e que consiste em colar nos espacos desejados areas j4 impressas em revistas, folhetos, c télogos, mostrudrios, enfim motivos que se adaptem ao gosto do decorador. As- sim, se voc8 desejar um tapete ou forra- (go de determinada cor, basta pesquisar nas fontes citadas 0 padrao desejado. Em seguida marca-se a area executa-se 0 recorte e a post colagem no espago correspondente. ' método de decoragao dos pro- jetos através da colagem apresenta um 6timo resultado, pois 0 efeito final esta ‘muito préximo da aparéncia real. ETAPA 10- Figura 16 - Voc deve tor reparado que esto faltando as portas & ‘as gavetas do mével. Deixamos para o ft nal esses componentes para evitar 0 ex- ccesso de linhas auxiiares que muitas ve- es atrapalham a visibilidade do desenho. Inclusive, para faciltar, deixamos apenas o ‘mével para colocarmos em perspectiva as ota a8 paves, Prinelramenio Gv mos, na vista em planta 0 comprimento do mével om 3 partes igual, correspon. dente as 3 portas. A medida sera 65 cm {que na escala 1 : 100 6 igual a 6,5 mm. Observe os pontos 1 @ 2 que foram rebatidos para a reta c,¢, nos pontos 3. 4, Em seguida rebatemos pontos 3. 4 para o canto do mével, nos pontos 5 @ 6. ‘Através de duas retas horizontals & paralelas a reta c, d até o canto da frente, Ros pontos 7 e 8. Tracamos pelos pontos 7 @ B duas retas verticais @ atingimos os Pontos 9 @ 10 dividindo o mével em 3 partes, agora em perspectiva. ETAPA 11 - Figura 17 - Mais uma vez, para faciitar a visibilidade do trabalho apagamos as linhas auxliares. Agora, do pponto 1, no canto inferior da parede do fun ‘do marcamos a altura da porta do mével ‘que & igual a 70 cm, tendo na escala 1 100, 7 mm. Essa medida 6 marcada no pponto 2. Pelo ponto P-F. tragamos uma fu- ¢gante, que passando pelo ponto 2 nos da- ‘20 as alturas em perspectiva das 3 poras ¢ também das 3 gavelas. Neste momento, temos 0 nosso desentio concludo. Para o estudante a aplicagdo desta técnica 6 muito importante para 0 ‘seu aperteicoamento, pois durante a pes- {uisa, terd a oportunidade de conhecer materiis de revestimentos, cortinas, mé- veis e ambientes ja decorados que pode- fo servir de orientagdo para futuros tra- balhos. Vejamos passo a passo como utilizar 0 método de colagem na nossa Prmeramente recone indiviguaimente as {reas do desento que serio de molde. Uize Um orador ou uma tesoura Vamos Inia a decoracso polo peo. ave racebera uma forracao em carpe 104 Foto Figura 17 - Deseno concuio, decoragao. Para que 0 projeto de decoragao tenha uma aparéncia mais vistosa, vocé deve ampliar a Etapa 11, fig. 16 que ‘presenta o trabalho concluido. Execute dois desenthos, um que sera recortado e servird de molde para as amostras @ ‘outro que serviré de base para a colagem ‘das mesmas. Foto 2 Be posse do meldo, faa uma pesquisa nas fontes ja inicadas,escolnendo um carpete de cor ‘dar, 0 bege sor oieal Marque o contr da rea ra ames. Figura 12 porepectva * Complementacio do mével em Figura 4 - cance dos quar em prspectva ETAPA 6 - Figura 12 - Unindo-se © pontos 11 © 14 através de uma reta vertical e paralela a reta 12,8, temos 0 mével completo colocado em erspectiva. ETAPA 7 - Figura 13 - Agora, para {aciltar 0 entendimento, através de uma boa visdo do desenho, vamos apagar as linhas auxiliares da construgao do mével e vamos marcar através de um trago ccheio a posicao dos dois quadros vistos em planta. © quadro da parede direita nos * cantos 16 e 17 so rebatidos para a reta df © produzem os pontos 18 18. Novamente rebatendo-se esses pontos através de duas retas verticais paralelas db, vamos obter os pontos 20 ¢ 21 no canto superior da parede direita. Procedendo da mesma forma, com © quadro da parede esquerda, vamos ‘obter no canto superior da mesma, vista ‘em perspectiva, os pontos 24 © 25. ETAPA 8 - Figura 14 - Na parede do fundo, nos cantos hj e gi marcamos a distancia de 1,20 m, na escala 1 : 100, 1,2 om relativa a altura dos quadros, nos pontos a direita, 26 e @ esquerda, 28. Em ‘seguida marcamos os pontos 27, & direita @ 29 a esquerda, relatives a largura dos dois quadros. Em seguida, tragamos duas fugantes partindo de P.F. que ao cruzarem as retas verticais 18,20 ¢ 19,21, vao determinar os pontos 30, 31, 32, 33 ‘que nos dargo a forma em perspectiva do quadro da parede direita. ‘Agindo da mesma forma do lado es querdo, vamos obter os pontos 34, 35, 36, 37 que nos dara a forma em pers- pectiva do quadro da parede esquerda. ETAPA 9 - Figura 15 - Novamente vamos apagar as linhas auxiliares que permite a colocago dos quadros em perspectva para facilar a compreenso do

Você também pode gostar