Você está na página 1de 13
Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana ATIVIDADE: Legislação, diretrizes curriculares e ações

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana

ATIVIDADE:

Legislação, diretrizes curriculares e ações afirmativas: análise de dados

Após as discussões em sala de aula, considere os gráficos e o quadro da apresentação seguinte para escrever um texto crítico e analítico, que justifique:

A diminuição da taxa de analfabetismo no decorrer dos anos, em relação às categorias: gênero, idade e etnia. A importância das cotas como ação afirmativa.

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana ATIVIDADE: Legislação, diretrizes curriculares e ações
Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana ATIVIDADE: Legislação, diretrizes curriculares e ações
Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana
Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana
Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana
Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana COTAS

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana

COTAS

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana COTAS
Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana COTAS
Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana
Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana Referências Analfabetismo:

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana Referências Analfabetismo:

Referências Analfabetismo:

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana  ARROYO, Miguel. A Educação de

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas

Professora Ms. Kety Viana ARROYO, Miguel. A Educação de Jovens e Adultos em Tempos de Exclusão. In: Alfabetização e Cidadania: Revista de Educação de

Jovens e Adultos. Nº 11 – abril de 2001.

Educação de jovens-adultos: um campo de direitos e de responsabilidade pública. In: SOARES, L.; GIOVANETTI, M. A. G. de C.; GOMES, N. L. (Orgs.). Diálogos na educação de jovens e adultos – 2ª edição, Belo Horizonte, Autêntica, 2006.

____

BEISIEGEL, C. A educação de jovens e adultos analfabetos no Brasil. Alfabetização e Cidadania, São Paulo, n. 16, p. 19-27, jul. 2003.

____.

Estado e educação popular. São Paulo: Pioneira, 1974.

BRUNEL, Carmen. Jovens Cada Vez Mais Jovens na Educação de Jovens e Adultos. Porto Alegre, Mediação, 2004.

DI PIERRO, Maria Clara, JOIA, Orlando & RIBEIRO, Vera Masagão. Visões da Educação de Jovens e Adultos No Brasil. Cadernos Cedes, ano XXI, nº 55, novembro/2001.

FUNARI, Sueli. Caminhos da Educação de Adultos no município de São Paulo: o livro didático e a abordagem do texto literário . USP, dissertação de mestrado, 2008.

GALVÃO, A. M., DI PIERRO, M. C. A construção social do preconceito contra o analfabeto na história brasileira. IN: Preconceito contra o analfabeto, cap. 2. São Paulo: Cortez, 2006, p. 31 -54 (Coleção Preconceitos, vol. 2) ..

SOARES, L. História da alfabetização de adultos no Brasil. IN: ALBUQUERQUE, E.; LEAL, T. (Org.) A alfabetização de jovens e adultos em uma perspectiva de letramento. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

____.

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana  HADDAD, Sérgio. A educação dehttp://unesdoc.unesco.org/images/0014/001459/145993por.pdf Disponível ANJOS, Rafael Sanzio Araújo dos. “As geografias oficial e invisível do Brasil: algumas referências”. Geousp – Espaço e Tempo (Online), v. 19, n. 2, p. 375-391, 2015. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/geousp/article/viewFile/102810/105686 BARBOSA, Muryatan Santana. “A construção da perspectiva africana: uma história do projeto História Geral da África (UNESCO)”. Revista Brasileira de História (ANPUH), vol. 32 nº 64, 2012, pp. 211-230. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbh/v32n64/12.pdf " id="pdf-obj-8-2" src="pdf-obj-8-2.jpg">

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas

Professora Ms. Kety Viana HADDAD, Sérgio. A educação de pessoas jovens e adultas e a nova LDB. In: BRZEZINSKI, Iria (Org). LDB interpretada: diversos

olhares se entrecruzam. São Paulo, Cortez, 1997.

____.

DI PIERRO, M. C. Escolarização de jovens e adultos. Revista Brasileira de Educação, São Paulo, n.14, p.108-130, 2000.

FREITAS, M. C. de; BICCAS, M. de S. Educação de adolescentes, jovens e adultos analfabetos. IN: História social da educação no Brasil (1926-1996). São Paulo, Cortez, 2009, p. 209-263.

Referências Bibliográficas – Educação e Relações Étnico-Raciais

ABRAMOVAY, Miriam; CASTRO, Mary G. Relações Raciais na Escola: Reprodução de Desigualdades em Nome da Igualdade. Brasília:

UNESCO,

INEP,

Observatório

de

Violência

nas

Escolas,

2006.

Disponível

ANJOS, Rafael Sanzio Araújo dos. “As geografias oficial e invisível do Brasil: algumas referências”. Geousp – Espaço e Tempo (Online), v. 19, n. 2, p. 375-391, 2015. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/geousp/article/viewFile/102810/105686

BARBOSA,

Muryatan

Santana.

“A

construção

da

perspectiva

africana:

uma

história

do

projeto História

Geral

da

África (UNESCO)”. Revista

Brasileira

de

História (ANPUH),

vol.

32

64,

2012,

pp.

211-230.

Disponível

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana BERGAMASCHI, Maria Aparecida; ANTUNES, Cláudia Pereira;http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/periferia/article/viewFile/21966/15945 Revista Periferia, v.7 n.1 jan-jun 2015. Disponível BITTENCOURT JR., Iosvaldyr Carvalho; SABALLA, Viviane (orgs). Procedimentos didáticos aplicáveis ao ensino de história e cultura afro-brasileira e africana. Porto Alegre: EDUFRGS, 2012. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Brasilia: MEC, 2006.Disponível em: http://www.acaoeducativa.org.br/fdh/wp-content/uploads/2012/10/DCN-s-Educacao- das- Relacoes-Etnico-Raciais.pdf FERNANDES, Evandro; CINEL, Nora Cecília Boccacci; LOPES, Véra Neusa (orgs). Da África aos indígenas do Brasil. Porto Alegre: UFRGS, 2016. GOMES, Flávio; MATTOS, Wilson Roberto de. “Em torno de Áfricas no Brasil: bibliografias, políticas públicas e formas de ensino de história”. In: FEITOSA, L. C.; FUNARI, P. P.; ZANLOCHI, T. S Bauru, SP; EDUSC, 2012, pp. 45-78. .. (orgs). As veias negras do Brasil: conexões brasileiras com a África. GOMES, Nilma Lino. “Relações Étnico-raciais, educação e descolonização dos currículos”. Currículo sem Fronteiras, v.12, n.1, pp. 98- 109, Jan/Abr 2012. Disponível em: http://www.curriculosemfronteiras.org/vol12iss1articles/gomes.pdf HERNANDEZ, Leila Leite. A África em sala de aula: visita a História contemporânea. São Paulo: Selo Negro, 2005. LOPES, Nei. Enciclopédia brasileira de diáspora africana. São Paulo: Selo Negro, 2005. " id="pdf-obj-9-2" src="pdf-obj-9-2.jpg">

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana

BERGAMASCHI, Maria Aparecida; ANTUNES, Cláudia Pereira; MEINERZ, Carla Beatriz. “Interculturalidade e educação das relações

étnico-raciais: reflexões sobre a aplicação da Lei 11.645/08 no Rio Grande do Sul”. em http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/periferia/article/viewFile/21966/15945

Revista Periferia, v.7 n.1 jan-jun 2015. Disponível

BITTENCOURT JR., Iosvaldyr Carvalho; SABALLA, Viviane (orgs). Procedimentos didáticos aplicáveis ao ensino de história e cultura afro-brasileira e africana. Porto Alegre: EDUFRGS, 2012.

Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Brasilia: MEC, 2006.Disponível em: http://www.acaoeducativa.org.br/fdh/wp-content/uploads/2012/10/DCN-s-Educacao- das- Relacoes-Etnico-Raciais.pdf

FERNANDES, Evandro; CINEL, Nora Cecília Boccacci; LOPES, Véra Neusa (orgs). Da África aos indígenas do Brasil. Porto Alegre:

UFRGS, 2016.

GOMES, Flávio; MATTOS, Wilson Roberto de. “Em torno de Áfricas no Brasil: bibliografias, políticas públicas e formas de ensino de

história”. In: FEITOSA, L. C.; FUNARI, P. P.; ZANLOCHI, T. S Bauru, SP; EDUSC, 2012, pp. 45-78.

..

(orgs). As veias negras do Brasil: conexões brasileiras com a África.

GOMES, Nilma Lino. “Relações Étnico-raciais, educação e descolonização dos currículos”. Currículo sem Fronteiras, v.12, n.1, pp. 98- 109, Jan/Abr 2012. Disponível em: http://www.curriculosemfronteiras.org/vol12iss1articles/gomes.pdf

HERNANDEZ, Leila Leite. A África em sala de aula: visita a História contemporânea. São Paulo: Selo Negro, 2005.

LOPES, Nei. Enciclopédia brasileira de diáspora africana. São Paulo: Selo Negro, 2005.

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana LOPES, Nei. Dicionário de Antiguidade Africana.http://www.seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/issue/view/2999 MEINERZ, Carla Beatriz. “Ensino de História, Diálogo Intercultural e Relações Étnico-Raciais”. Educação & Realidade (Porto Alegre), 42, nº 1, p. 59-77, 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/2175-623661184 v. MUNANGA, Kabengele (Org.). Superando o Racismo na Escola. Brasília: Ministério da Educação.Secretaria de Ensino Fundamental. 2000.Disponível em: http://portal.mec.gov.br/secad/arquivos/pdf/racismo_escola.pdf MOORE, Carlos. “Novas bases para o ensino de História da África no Brasil”. In: Educação anti-racista: caminhos abertos pela Lei nº 10.639/2003. Brasília: SECAD-MEC, 2005, pp. 133-166. PAULI, Alcione, CAGNETI, Sueli de Souza. Trilhas literárias indígenas para a sala de aula. Belo Horizonte: Autêntica, 2015. PEREIRA, Amilcar Araujo (org.) Ensino de História e Culturas Afro-brasileiras e e indígenas. Rio de Janeiro: Pallas, 2013. PEREIRA, Junia Sales. Do colorido a cor: o complexo identitário na prática educativa. In: GONCALVES, Marcia de Almeida et all (org.). Qual o valor da história hoje? Rio de Janeiro: FGV, 2012. ROMÃO, Jeruse (org). História da Educação do Negro e outras histórias. Brasília: SECAD-MEC, 2005.Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=16222 OLIVA, Anderson Ribeiro. Reflexos da África: idéias e representações sobre os africanos no imaginário ocidental. Estudos de caso no Brasil e em Portugal. Goiânia: Editora da PUC-GO, 2010. " id="pdf-obj-10-2" src="pdf-obj-10-2.jpg">

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana

LOPES, Nei. Dicionário de Antiguidade Africana. Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 2011.

MEINERZ, Carla; PEREIRA, Júnia Sales. Sessão temática Educação e relações étnico-raciais. Educação & Realidade. v. 42, n. 1 (2017). p. 7-196. Disponível em: http://www.seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/issue/view/2999

MEINERZ, Carla Beatriz. “Ensino de História, Diálogo Intercultural e Relações Étnico-Raciais”. Educação & Realidade (Porto Alegre), 42, nº 1, p. 59-77, 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/2175-623661184

v.

MUNANGA, Kabengele (Org.). Superando o Racismo na Escola. Brasília: Ministério da Educação.Secretaria de Ensino Fundamental. 2000.Disponível em: http://portal.mec.gov.br/secad/arquivos/pdf/racismo_escola.pdf

MOORE, Carlos. “Novas bases para o ensino de História da África no Brasil”. In: Educação anti-racista: caminhos abertos pela Lei nº 10.639/2003. Brasília: SECAD-MEC, 2005, pp. 133-166.

PAULI, Alcione, CAGNETI, Sueli de Souza. Trilhas literárias indígenas para a sala de aula. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

PEREIRA, Amilcar Araujo (org.) Ensino de História e Culturas Afro-brasileiras e e indígenas. Rio de Janeiro: Pallas, 2013.

PEREIRA, Junia Sales. Do colorido a cor: o complexo identitário na prática educativa. In: GONCALVES, Marcia de Almeida et all (org.). Qual o valor da história hoje? Rio de Janeiro: FGV, 2012.

ROMÃO,

Jeruse

(org). História

da

Educação

do

Negro

e

outras

histórias.

Brasília:

SECAD-MEC,

2005.Disponível

OLIVA, Anderson Ribeiro. Reflexos da África: idéias e representações sobre os africanos no imaginário ocidental. Estudos de caso no Brasil e em Portugal. Goiânia: Editora da PUC-GO, 2010.

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana OLIVEIRA, Eduardo. “Epistemologia da ancestralidade”. Disponívelhttp://www.entrelugares.ufc.br/phocadownload/eduardo-artigo.pdf ROCHA, Rosa Margarida de Carvalho. Pedagogia da diferença: a tradição oral africana como subsídio para a prática pedagógica brasileira. Belo Horizonte: Nandyala, 2009. SECADI. História e cultura africana e afro-brasileira na educação infantil. em: http://unesdoc.unesco.org/images/0022/002270/227009por.pdf Brasilia: SECADI-MEC;UFSCAR, 2014. Disponível TRINDADE, Azoilda Loretto (org). Africanidades brasileiras e educação. Rio de Janeiro/Brasília: ACERP/TV Escola/MEC, 2013. Disponível em: http://cdnbi.tvescola.org.br/resources/VMSResources/contents/document/publicationsSeries/1426109893818.pdf Links A Cor da Cultura file:///C:/Users/Kety/Desktop/AULA/_%20A%20Cor%20da%20Cultura%20I.html Material didático sobre relações étnico-raciais file:///C:/Users/Kety/Desktop/AULA/Lapf_%20Material%20did%C3%A1tico%20sobre%20rela%C3%A7%C3%B5es%20%C3%A9tnico- raciais.html " id="pdf-obj-11-2" src="pdf-obj-11-2.jpg">

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas

Professora Ms. Kety Viana OLIVEIRA, Eduardo. “Epistemologia da ancestralidade”. Disponível em: http://www.entrelugares.ufc.br/phocadownload/eduardo-artigo.pdf

ROCHA, Rosa Margarida de Carvalho. Pedagogia da diferença: a tradição oral africana como subsídio para a prática pedagógica brasileira. Belo Horizonte: Nandyala, 2009.

SECADI. História

e

cultura

africana

e

afro-brasileira

na

educação

infantil.

Brasilia:

SECADI-MEC;UFSCAR,

2014.

Disponível

TRINDADE, Azoilda Loretto (org). Africanidades brasileiras e educação. Rio de Janeiro/Brasília: ACERP/TV Escola/MEC, 2013. Disponível em: http://cdnbi.tvescola.org.br/resources/VMSResources/contents/document/publicationsSeries/1426109893818.pdf

Links

A Cor da Cultura

Material didático sobre relações étnico-raciais

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana Projeto Mojubá <a href=file:///C:/Users/Kety/Desktop/AULA/Mojub%C3%A1.html Página “Nota 10” file:///C:/Users/Kety/Desktop/AULA/Nota%2010.html " id="pdf-obj-12-2" src="pdf-obj-12-2.jpg">

Legislação, Diretrizes Curriculares e Ações Afirmativas Professora Ms. Kety Viana

Projeto Mojubá

Página “Nota 10”