Você está na página 1de 1

A CONCEPO CSMICA

Para o SER nunca houve comeo, pois o nada no pode dar origem a alguma coisa...

Tudo era trevas antes de surgir a Luz. A Luz, porm, no veio das trevas, pois as trevas
so a ausncia da Luz.

A Luz um atributo do SER, uma vez que o SER sempre luminoso na irradiao de
sua energia, causada por seus ininterruptos esforos para existir. A Luz no tinha calor,
e assim o SER era insensvel. A Luz no tinha reflexo, e assim o SER no tinha forma.

O SER, em seu eterno movimento e progresso, expandiu-se. Inmeras tornaram-se suas


formas e complexa sua natureza.

A complexidade da evoluo do SER deu origem densidade. E a densidade produziu o


calor da luz. Ento, surgiram os seres viventes.

Com a vida, veio a sensibilidade do SER, transformando-se na magnificncia da


percepo do EU.

Na conscincia humana foram refletidas as glrias do Universo. Em sua profundeza o


SER tomou forma sensvel e a mente lhe conferiu amplitude.

Ento a Luz brilhou, pois ela refletia pela primeira vez a sua prpria natureza.

Meu corpo foi formado entre os astros do cu. Os tomos que formam meu corpo foram
forjados no corao de estrelas que j no mais existem...

Em minha pequenez e insignificncia eu fao parte do grande esquema csmico e


participo de sua evoluo...

Estrelas morreram para que eu pudesse existir. Sou irmo de planetas e sis. Sou filho
das Estrelas. E a Histria do Universo tambm a minha histria!!!

(A Era de Aquarius Ary Mdici Arduno e Rosngela Aparecida G. Alves)