Você está na página 1de 112

Apostila de Treinamento

Apostila de Treinamento
Apostila de Treinamento
Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Índice

APOSTILA DE TREINAMENTO Autodesk Inventor – Curso Básico

Capítulo 01 – Iniciando o Autodesk Inventor

3

Autorização

3

Abrindo arquivos

3

Capítulo 02 – Utilizando Projects

4

Para um New Autodesk Vault Project

4

Para criar um Single User project

4

Capítulo 03 – Arquivos e Interface Gráfica

7

Área de Trabalho

8

Propriedades do Sketch

8

Capítulo 04 – Ferramentas 2D (Sketch)

12

Constraints - Aplicando Restrições no Sketch

18

Capítulo 05 – Ferramentas 3D (Features)

24

Capitulo 06 – Exercício de Modelagem

35

Capítulo 07 – Trabalho em Chapas (Sheet Metal)

41

Ferramentas de Sheet Metal

41

Capítulo 08 – Exercício de Chapas

51

Capitulo 09 – Ferramentas de Montagem (Assembly)

59

O

ambiente de montagem

59

Assembly Features

65

Representações de Vistas e Posições de Montagem

66

Movimentação de Mecanismos

69

Simulação de Mecanismos

69

Criação de AVIs

70

Ferramentas de Seleção e de Isolação

70

A

Tecnologia Adaptive

71

Capitulo 10 - Exercícios de Montagem

74

Criando montagens a partir de peças já modeladas

74

Adicionando Restrições na Montagem

75

Grau de Liberdade

76

Capitulo 11 – Montagem com Solda (Weldment)

82

O

ambiente de Montagem com Solda

82

Preparações

83

Grupos de Solda

83

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Capitulo 12 – Exercício de Solda

87

Usinagem (Machine)

89

Capitulo 13 – Vista Explodida

91

Ferramentas de Vista Explodida………………………………………………………91

Capitulo 14 – Ferramentas de Detalhamento (Drawing)

93

Drawing Views Panel …

93

Drawing Annotation Panel

99

Tolerâncias

104

Customizando o Estilo e o Formato

105

Alterando o Formato

106

Drawing Resources

107

Capitulo 15 - Manipulação e Gerenciamento de Arquivos

109

Pack and Go …

109

Compact Files

109

Design Assistant …

110

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Capitulo 01 - Iniciando o Autodesk inventor

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Autorização:

Para autorizar o Autodesk Inventor você pode seguir as instruções do software, então ele automaticamente será registrado. Outra maneira é através do telefone: 0800-891-2663 e solicitar o código de autorização, fornecendo o Serial Number, Request Code e a Razão Social de sua Empresa.

Abrindo arquivos:

Ao iniciar o Autodesk Inventor aparecerá a caixa de diálogo Open, onde você pode abrir arquivos de diferentes projetos. Para abrir um arquivo clique sobre ele, e em seguida clique em Open. Esta janela contém o nome do arquivo, a extensão e o projeto do qual ele faz parte. Clicando em Projetcts você pode selecionar um projeto que contenha determinado grupo de arquivos

um projeto que contenha determinado grupo de arquivos Para criar um novo arquivo é necessário fechar

Para criar um novo arquivo é necessário fechar a janela Open e clicar no ícone New.

New
New

New: Aqui você encontrará os 9 ambientes de trabalho do Autodesk Inventor .

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Capitulo 02 - Utilizando Projects

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Você usa o Project para gerenciar e especificar onde os dados de projeto são armazenados, onde você edita peças, a forma como podem ser localizadas, quantas versões são mantidas, quando você às conserva e outros ajustes. No wizard você seleciona etapas que especificam o tipo de Project, o nome do projeto, a posição do workgroup ou o espaço de trabalho (dependendo do tipo do projeto), e uma ou mais bibliotecas.

Para um New Vault Project:

Você deve ter instalado o Autodesk Vault antes de criar um Project do vault. Este tipo de projeto serve para grupos de trabalhos, que trabalham no mesmo projeto simultaneamente. Assim o Vault fará um gerenciamento de trabalho com ajustes adicionais, incluindo o nome e a posição o vault, um workspace especificado onde você cria e edita peças, e de uma ou mais bibliotecas. A principal diferença entre uma peça no Project simples e do vault é que os caminhos de localização de busca do Workgroup não estão disponíveis. Você deve consolidar todas as pastas do projeto sob o único caminho de busca do workspace para o Project. O workspace é o local da pasta mapeada correspondente do vault. O espaço de trabalho pode ser uma única pasta, ou pode incluir uma hierarquia dos subprojetos para ajudar e organizar o Project (projeto). Além disso, você deve especificar alguns dados a mais no Vault

Options:

Vault Server: O nome do computador que abriga o vault, onde este projeto será adicionado. O nome pode ser um nome de computador ou um IP ADDRESS. Vault Name: O nome do vault onde este projeto será adicionado. Vault Project: O nome deste projeto tem que estar precedido por $/. o nome deve combinar com o nome que você deu entrada no wizard do projeto. Virtual Folder: É a localização da pasta através do iPublisher Streamline. Esta posição deve estar em um usuário comum e mapeado com um caminho de UNC (por exemplo, o \\Server\\Share \.) opcional.

Para um Single User Project:

Este se destina ao trabalho local, assim você é o único capaz de criar e editar peças e conjuntos neste projeto. No entanto, ainda sim, pode-se usar bibliotecas ou arquivos de outros projetos.

Desmistificando o Project:

Type: Indica o tipo de projeto. Location: Indica o local onde esta o seu arquivo project (.ipj). Included file: Neste você pode indicar um arquivo existente (.ipj), que você utilizará neste project. Use Styles Library: Indica se você quer ou não utilizar a biblioteca de estilos. Com a opção padrão somente leitura.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Libraries: Indicará as bibliotecas que você inseriu neste project. Frequently Used Subfolders: Indica as sub-pastas do seu project. Folder Options:

Styles Library: Indica o caminho da biblioteca de estilos. Templates: Indica o caminho onde estão os templates. Content Center Files: Indica o caminho da biblioteca interna do Autodesk Inventor.

Options:

Old Versions To Keep On Save: Indica o numero que será guardado na pasta /OldVersions Using Unique File Names: Você pode escolher se vai usar arquivos com o mesmo nome ou não, é recomendado que não se use. Name: Indica o nome do project. Shortcut: Indica o nome do atalho do project. Owner: Indica quem é o administrador do project. Realease ID: Identifica a versão dos dados de projeto lançados.

Todos estes campos podem ser alterados, com o auxilio dos botões no lado direito. Neste módulo será estudado o New Single User Project. Selecione na janela Open a opção Projects, ou no menu superior a opção File – Projects.

Clique em New na caixa de diálogo a seguir

– Projects. Clique em New na caixa de diálogo a seguir Abrirá uma caixa de diálogo

Abrirá uma caixa de diálogo onde será feita a escolha de tipo de projeto será usado.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento New single user project: para criar um projeto simples e

New single user project: para criar um projeto simples e clique em Next Name: Informe o nome do projeto. Project (Workspace) Folder: Clique em Browse (…) for project location. Browse For Folder (procurar pasta): Selecione a pasta onde serão salvos os arquivos do novo projeto.

a pasta onde serão salvos os arquivos do novo projeto. Selecione os caminhos de bibliotecas e
a pasta onde serão salvos os arquivos do novo projeto. Selecione os caminhos de bibliotecas e

Selecione os caminhos de bibliotecas e clique em Finish.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Capitulo 03. Arquivos e Interface Gráfica

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Devido à praticidade de se desenvolver trabalhos com as ferramentas específicas para cada tarefa, o Inventor é dividido em diferentes ambientes. Esses ambientes por sua vez diferenciam-se pelas extensões conforme segue:

Documentos de modelagem de peças (part): ipt

Documentos de modelagem de chapas (sheet metal): ipt

Documentos de montagens e simulação de mecanismo (assembly): iam

Documento de montagem com solda (weldment): iam

Documento de apresentação/vista explodida e simulação de montagem (presentation): ipn

Documento de detalhamento/desenho 2D (drawing):idw

Documento de detalhamento/desenho 2D Autodesk Inventor Professional (drawing): idw

Documento de detalhamento/desenho 2D para exportação Autocad (drawing):dwg

Documento de detalhamento/desenho 2D Autodesk Inventor Professional para exportação Autocad (drawing):dwg

Desta forma, você deve em primeiro lugar escolher o tipo de arquivo no qual vai trabalhar e em seguida acessá-lo através de um duplo clique no ícone, ou através da sua seleção e um clique no botão OK. Acesse o módulo Part, para a criação de componentes. Duplo clique no ícone e você estará no ambiente de “sketch”.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Área de Trabalho: A modelagem 3D paramétrica baseia-se na construção

Área de Trabalho:

A modelagem 3D paramétrica baseia-se na construção de operações tanto de adição quanto de subtração de material no objeto a ser modelado. Para isso é necessária a constituição de “sketchs”, ou seja, desenhos 2D que determinem essas operações. Antes do estudo da parte de construção é preciso conhecer a tela geral do software.

Barra menu Standard Panel Bar Browser Bar Área de Trabalho
Barra menu
Standard
Panel Bar
Browser Bar
Área de
Trabalho
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Onde:

Barra Menu: Nela se encontram todos os comandos, botões de Help Topics, Visual Syllabus e o Recover.

Help Topics: Com ele você pode ter toda ajuda necessária no Autodesk Inventor. Com ele você pode ter toda ajuda necessária no Autodesk Inventor.

Visual Syllabus: Utilizado para visualizar vídeos com demonstrações de utilização de comandos. Utilizado para visualizar vídeos com demonstrações de utilização de comandos.

Recover: Quando habilitado, mostra erros que foram encontrados no arquivo. Quando habilitado, mostra erros que foram encontrados no arquivo.

Standard Bar: nela encontram-se os comandos de navegação, visualização.

encontram-se os comandos de navegação, visualização. New: Criar um novo arquivo. Open: Abrir um arquivo já

New: Criar um novo arquivo. Criar um novo arquivo.

Open: Abrir um arquivo já existente. Abrir um arquivo já existente.

Save: Salvar arquivo. Salvar arquivo.

Undo: Desfazer. Desfazer.

já existente. Save: Salvar arquivo. Undo: Desfazer. Redo: Refazer Select Tool: Seta a prioridade da seleção

Redo: Refazer

Select Tool: Seta a prioridade da seleção de elementos na janela Seta a prioridade da seleção de elementos na janela

gráfica

Feature priority: Seleciona toda feature (3D). Seleciona toda feature (3D).

Select faces and edges: Seleciona apenas as faces desejadas, para selecionar mais de uma face deixe pressionado shift, e Seleciona apenas as faces desejadas, para selecionar mais de uma face deixe pressionado shift, e selecione faces desejadas.

Select sketch features: Selecionam elementos do sketch, linhas do sketch. Selecionam elementos do sketch, linhas do sketch.

Return: Modifica o ambiente de desenho. Modifica o ambiente de desenho.

2D Sketch: Ativa o modo de sketch quando você esta criando ou editando uma peça. Ativa o modo de sketch quando você esta criando ou editando uma peça.

3D Sketch: Ativa as Ferramentas para sketch 3D. Ativa as Ferramentas para sketch 3D.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Update button: Realiza a atualização de alguma alteração realizada no

Update button: Realiza a atualização de alguma alteração realizada no modelo;

Stress Analysis Update: Realiza a atualização de alguma alteração realizada na análise; Realiza a atualização de alguma alteração realizada na análise;

a atualização de alguma alteração realizada na análise; Zoom All (Home): Mostra todo a sketch ou

Zoom All (Home): Mostra todo a sketch ou feature na tela, caso no sketch 2D haja elementos fora dos limites, estes também serão mostrados.

elementos fora dos limites, estes também serão mostrados. Zoom Window (Z): Mostra a imagem definida por

Zoom Window (Z): Mostra a imagem definida por uma janela indicada por dois pontos em diagonal.

por uma janela indicada por dois pontos em diagonal. Zoom In-Out (F3): Permite a manipulação do

Zoom In-Out (F3): Permite a manipulação do Zoom de forma automática, bastando pressionar o botão direito do mouse e arrastar o cursor para cima (afasta o desenho) e para baixo (aproxima o desenho).

cima (afasta o desenho) e para baixo (aproxima o desenho). Pan View (F2): Os elementos contidos

Pan View (F2): Os elementos contidos na janela são movidos na mesma direção do cursor, basta estar com o botão direito do mouse pressionado e movimentá-lo na direção desejada.

do mouse pressionado e movimentá-lo na direção desejada. Zoom selected: preenche a tela com o tamanho

Zoom selected: preenche a tela com o tamanho do máximo de uma face selecionada.

a tela com o tamanho do máximo de uma face selecionada. Dynamic Rotate (F4): Gira objetos

Dynamic Rotate (F4): Gira objetos dinamicamente. Uma imagem circular com linhas nos quadrantes e no centro aparece para girar livremente as peças. Para girar uma peça acione o comando Rotate, pressionando com o botão direito do mouse, arraste o mouse para girar a peça.

botão direito do mouse, arraste o mouse para girar a peça. Look at: Muda seu ponto

Look at: Muda seu ponto de vista como se você estivesse olhando paralelo a um plano, ou gira o ponto de vista para ser horizontal a uma borda. Clique no botão, selecione então um plano ou borda.

borda. Clique no botão, selecione então um plano ou borda. Display Options: Com três opções para

Display Options: Com três opções para mostrar as peças 3D:

Shade Display (Exposição de Shade), Hidden Edge Display (Exposição das Bordas Escondidas), Wireframe Display (Exposição do de Wireframe). Você pode escolher visualização e melhor para você.

Cada modalidade de exposição é descrita a seguir:

você. Cada modalidade de exposição é descrita a seguir: Shade Display: Mostra objetos na cor ou

Shade Display: Mostra objetos na cor ou no material que foram atribuídos.

Mostra objetos na cor ou no material que foram atribuídos. Hidden edge display: Mostra objetos e

Hidden edge display: Mostra objetos e as bordas invisíveis das outras peças. Nas peças e nos conjuntos complexos, esta exposição pode prejudicar a visualização.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Wireframe: Expõe somente o esboço dos objetos. Na exposição do wireframe os objetos não são protegidos. Expõe somente o esboço dos objetos. Na exposição do wireframe os objetos não são protegidos.

Na exposição do wireframe os objetos não são protegidos. Camera Views: Você pode ajustar seu ponto

Camera Views: Você pode ajustar seu ponto de vista para melhor visualização. Com duas projeções:

Orthographic Camera e Perspective Camera.

Shadow: Para uma vista realística, você pode escolher em ter sombras indicadas no display. Selecione a sombra de sua escolha.Shadow:

Propriedades do Sketch:

Construction: Utilizada como linha auxiliar de referência na construção de sketch, mas não faz parte da Utilizada como linha auxiliar de referência na construção de sketch, mas não faz parte da geometria desse sketch.

Centerline: Utilizada para representar a linha de centro do sketch. Indispensável para o comando Revolve. Utilizada para representar a linha de centro do sketch. Indispensável para o comando Revolve.

Center Point: Utilizado para tornar um ponto da linha como ponto de centro para um furo. Utilizado para tornar um ponto da linha como ponto de centro para um furo.

Driven Dimension: Utilizado para tornar uma cota como referencia. Utilizado para tornar uma cota como referencia.

Propriedades do Model (modo Model):

Analyze Faces: Mostra uma analise feita no padrão zebra para visualizar a continuidade da superfície Mostra uma analise feita no padrão zebra para visualizar a continuidade da superfície

padrão zebra para visualizar a continuidade da superfície para o sólido. Caixa de texturas : Caixa

para o sólido.

Caixa de texturas: Caixa de seleção de uma textura

Propriedades do Assembly (modo Assembly):

Component Opacity: Determina que componentes indiquem o estilo opaco quando uma seção transversal do conjunto for indicada. Determina que componentes indiquem o estilo opaco quando uma seção transversal do conjunto for indicada.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Capitulo 04. Ferramentas 2D (Sketch)

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Para construir um sólido é preciso partir de uma geometria 2D denominada sketch. Ao abrir um novo arquivo automaticamente você estará no modo sketch, no browser pode-se observar a presença das ferramentas desse ambiente.

pode-se observar a presença das ferramentas desse ambiente. Abaixo, segue a descrição dos ícones ativos no

Abaixo, segue a descrição dos ícones ativos no modo sketch:

segue a descrição dos ícones ativos no modo sketch: Line [L]: Utilizado para criar linhas em

Line [L]: Utilizado para criar linhas em geral, para isso selecione o comando e clique nos pontos inicial e final da linha. Também existe a possibilidade de traçar arcos sem a necessidade de sair do comando Line, utilize esse recurso clicando no ponto inicial do arco e movimentando o mouse, com o botão pressionado no sentido circular, em seguida clique no ponto final do arco.

sentido circular, em seguida clique no ponto final do arco. Spline [SP]: Utilizado para traçar uma

Spline [SP]: Utilizado para traçar uma curva complexa cujos parâmetros de entrada são conjuntos de pontos dentro Utilizado para traçar uma curva complexa cujos parâmetros de entrada são conjuntos de pontos dentro de uma determinada tolerância de ângulo. E os ângulos são determinados através do início e fim dos segmentos. Com este comando é possível criar vários segmentos, sendo que o fim do último segmento é determinado através de um duplo-click no ponto final, ou com um click no BDM e Create.

duplo-click no ponto final, ou com um click no BDM e Create. Center point circle [C]:
duplo-click no ponto final, ou com um click no BDM e Create. Center point circle [C]:

Center point circle [C]: Utilizado para desenhar círculos. Especifique o centro do círculo no primeiro click e o diâmetro do círculo com o segundo click.

click e o diâmetro do círculo com o segundo click. Tangent circle [TC]: Utilizado para gerar

Tangent circle [TC]: Utilizado para gerar um círculo tangente entre três arestas. Clique nas três arestas de tangência do círculo.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Elipse [EL]: Utilizado para gerar uma elipse, onde os dois
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Elipse [EL]: Utilizado para gerar uma elipse, onde os dois

Elipse [EL]: Utilizado para gerar uma elipse, onde os dois primeiros cliques determinam o primeiro raio da elipse e o terceiro clique o segundo.

o primeiro raio da elipse e o terceiro clique o segundo. Three point arc [A3]: Utilizado

Three point arc [A3]: Utilizado para criar um arco através de três pontos, determinando primeiramente os dois pontos extremos Utilizado para criar um arco através de três pontos, determinando primeiramente os dois pontos extremos e depois a crista do arco.

os dois pontos extremos e depois a crista do arco. Tangent arc: Utilizado para gerar um

Tangent arc: Utilizado para gerar um arco tangente. Clique no ponto final da linha de tangência (que será o primeiro ponto do arco) e posteriormente clique no ponto final do arco.

do arco) e posteriormente clique no ponto final do arco. Center point arc [A]: Utilizado para

Center point arc [A]: Utilizado para criar um arco a partir de seu centro. Clique no ponto de centro, no ponto inicial e movimentando o mouse no sentido do arco clique no ponto final.

o mouse no sentido do arco clique no ponto final. Two point rectangle (REC): Utilizado para
o mouse no sentido do arco clique no ponto final. Two point rectangle (REC): Utilizado para

Two point rectangle (REC): Utilizado para criar um retângulo por dois pontos. Clique nos pontos extremos da diagonal do retângulo.

Clique nos pontos extremos da diagonal do retângulo. Three point rectangle (REC3): Utilizado para criar um

Three point rectangle (REC3): Utilizado para criar um retângulo através de três pontos, sendo que os dois primeiros determinaram um seguimento de reta e

o terceiro representará uma distância no sentido perpendicular ao seguimento.

uma distância no sentido perpendicular ao seguimento. Fillet (F): Utilizado para arredondar cantos vivos.
uma distância no sentido perpendicular ao seguimento. Fillet (F): Utilizado para arredondar cantos vivos.

Fillet (F): Utilizado para arredondar cantos vivos. Selecione o comando, edite

o valor do raio e clique nas arestas à arredondar ou no ponto de encontro da

linhas. Com o botão igualdade.

acionado, todos o fillets criados terão uma relação de

acionado, todos o fillets criados terão uma relação de Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os
acionado, todos o fillets criados terão uma relação de Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os
GRAPHO Design Software – Apostila de Treinamento
GRAPHO Design Software – Apostila de Treinamento
GRAPHO Design Software – Apostila de Treinamento Chamfer (CH): Utilizado para chanfrar cantos vivos. Selecione o

Chamfer (CH): Utilizado para chanfrar cantos vivos. Selecione o comando, edite o valor do chanfro e clique nas linhas à chanfrar.

edite o valor do chanfro e clique nas linhas à chanfrar. Point, Center point (PO): Utilizado

Point, Center point (PO): Utilizado para criar pontos de referência ou como centro de uma furação. Utilizado para criar pontos de referência ou como centro de uma furação.

criar pontos de referência ou como centro de uma furação. Polygon (POL): Cria um polígono com
criar pontos de referência ou como centro de uma furação. Polygon (POL): Cria um polígono com

Polygon (POL): Cria um polígono com o número de lados indicado e posteriormente pode ser dimensionado.

de lados indicado e posteriormente pode ser dimensionado. Mirror (MI): Este comando possibilita “espelhar” linhas
de lados indicado e posteriormente pode ser dimensionado. Mirror (MI): Este comando possibilita “espelhar” linhas

Mirror (MI): Este comando possibilita “espelhar” linhas e arestas. Para isso, precisamos ter uma linha base que funcione como a linha de centro.

ter uma linha base que funcione como a linha de centro. Rectangular Pattern (RP): Copia sketchs
ter uma linha base que funcione como a linha de centro. Rectangular Pattern (RP): Copia sketchs

Rectangular Pattern (RP): Copia sketchs ao longo dos eixos x e y. O número de cópias e as distâncias são setadas. Igual ao “array” do Autocad.

distâncias são setadas. Igual ao “array” do Autocad. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os direitos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Elipse [EL]: Utilizado para gerar uma elipse, onde os dois
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Elipse [EL]: Utilizado para gerar uma elipse, onde os dois

Elipse [EL]: Utilizado para gerar uma elipse, onde os dois primeiros cliques determinam o primeiro raio da elipse e o terceiro clique o segundo.

o primeiro raio da elipse e o terceiro clique o segundo. Three point arc [A3]: Utilizado

Three point arc [A3]: Utilizado para criar um arco através de três pontos, determinando primeiramente os dois pontos extremos Utilizado para criar um arco através de três pontos, determinando primeiramente os dois pontos extremos e depois a crista do arco.

os dois pontos extremos e depois a crista do arco. Tangent arc: Utilizado para gerar um

Tangent arc: Utilizado para gerar um arco tangente. Clique no ponto final da linha de tangência (que será o primeiro ponto do arco) e posteriormente clique no ponto final do arco.

do arco) e posteriormente clique no ponto final do arco. Center point arc [A]: Utilizado para

Center point arc [A]: Utilizado para criar um arco a partir de seu centro. Clique no ponto de centro, no ponto inicial e movimentando o mouse no sentido do arco clique no ponto final.

o mouse no sentido do arco clique no ponto final. Two point rectangle (REC): Utilizado para
o mouse no sentido do arco clique no ponto final. Two point rectangle (REC): Utilizado para

Two point rectangle (REC): Utilizado para criar um retângulo por dois pontos. Clique nos pontos extremos da diagonal do retângulo.

Clique nos pontos extremos da diagonal do retângulo. Three point rectangle (REC3): Utilizado para criar um

Three point rectangle (REC3): Utilizado para criar um retângulo através de três pontos, sendo que os dois primeiros determinaram um seguimento de reta e

o terceiro representará uma distância no sentido perpendicular ao seguimento.

uma distância no sentido perpendicular ao seguimento. Fillet (F): Utilizado para arredondar cantos vivos.
uma distância no sentido perpendicular ao seguimento. Fillet (F): Utilizado para arredondar cantos vivos.

Fillet (F): Utilizado para arredondar cantos vivos. Selecione o comando, edite

o valor do raio e clique nas arestas à arredondar ou no ponto de encontro da

linhas. Com o botão igualdade.

acionado, todos o fillets criados terão uma relação de

acionado, todos o fillets criados terão uma relação de Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os
acionado, todos o fillets criados terão uma relação de Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento General Dimension (D): Comando utilizado para dimensionar esboços

General Dimension (D): Comando utilizado para dimensionar esboços básicos, e com aplicação de um ponto fixo que possibilitará visualizarmos quantas dimensões falta para restringir nosso projeto. Neste comando aplicaremos as devidas proporções ao desenho informando dois pontos extremos ou partindo de uma aresta existente. Temos com opção dimensionarmos ângulos, arestas verticais ou horizontais, diâmetros, raios, arestas paralelas ou alinhadas.

diâmetros, raios, arestas paralelas ou alinhadas. Auto Dimension (AD): Adiciona dimensões automaticamente

Auto Dimension (AD): Adiciona dimensões automaticamente até restringir totalmente um sketch. Adiciona dimensões automaticamente até restringir totalmente um sketch.

automaticamente até restringir totalmente um sketch. Extend (EX): Utilizado para estender linhas até a próxima
automaticamente até restringir totalmente um sketch. Extend (EX): Utilizado para estender linhas até a próxima

Extend (EX): Utilizado para estender linhas até a próxima linha a ser encontrada. Neste comando não precisamos selecionar o alvo antecipadamente.

comando não precisamos selecionar o alvo antecipadamente. Trim (TR): Com a utilização deste comando temos a
comando não precisamos selecionar o alvo antecipadamente. Trim (TR): Com a utilização deste comando temos a

Trim (TR): Com a utilização deste comando temos a possibilidade de apagar linhas que se interrompam, dando assim maior dinamismo ao apagar arestas indesejáveis sem precisar selecionar as arestas. Através de um click com o botão direito obtêm-se a ferramenta “Extend”

com o botão direito obtêm-se a ferramenta “Extend” Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os direitos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Split: Utilizado para partir um segmento. Aproxime o mause da

Split: Utilizado para partir um segmento. Aproxime o mause da intersecção

onde o segmento deve ser partido (a linha e a intersecção ficaram selecionadas)

e click.

(a linha e a intersecção ficaram selecionadas) e click. Move (M): Move uma linha ou objeto

Move (M): Move uma linha ou objeto de um ponto em relação a outro. Com uma a Move uma linha ou objeto de um ponto em relação a outro. Com uma a opção de Copy você copia a geometria ao movê-la e com a opção Precise Input você determina o ponto para onde será deslocada a origem por coordenadas e ângulos.

onde será deslocada a origem por coordenadas e ângulos. Copy: Utilizado para copiar linhas ou objetos
onde será deslocada a origem por coordenadas e ângulos. Copy: Utilizado para copiar linhas ou objetos

Copy: Utilizado para copiar linhas ou objetos de um ponto a outro. Selecione

a geometria desejada e um ponto de origem, depois click no local de destino da origem. Com Clipboard (Ctrl-C) selecionado você pode selecionar mais de uma geometria para a mesma cópia.

pode selecionar mais de uma geometria para a mesma cópia. Scale: Utilizado para alterar uma geometria

Scale:

selecionar mais de uma geometria para a mesma cópia. Scale: Utilizado para alterar uma geometria em

Utilizado

para

alterar

uma

geometria

em

escala.

Selecione

a

geometria e a origem, em seguida adicione um fator de escala.

e a origem, em seguida adicione um fator de escala. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Stretch: Utilizado para editar (“esticar”) ou mover uma geometria.

Stretch: Utilizado para editar (“esticar”) ou mover uma geometria. Selecione a geometria desejada (se quiser move-la) ou selecione a parte da geometria (se quiser edita-la), em seguida selecione um ponte de referência e o destino desse ponto.

selecione um ponte de referência e o destino desse ponto. Rotate (RO): Rotaciona uma linha ou

Rotate (RO): Rotaciona uma linha ou objeto de um ponto a outro. Com uma opção de cópia. Rotaciona uma linha ou objeto de um ponto a outro. Com uma opção de cópia.

ou objeto de um ponto a outro. Com uma opção de cópia. Constraints – Aplicando restrições

Constraints – Aplicando restrições no Sketch

Restrições ao sketch são definições de geometria entre os elementos do Sketch. São utilizadas para fixar geometrias em posições definidas.

utilizadas para fixar geometrias em posições definidas. Perpendicular: Utilizado em linhas que se encontra em
utilizadas para fixar geometrias em posições definidas. Perpendicular: Utilizado em linhas que se encontra em

Perpendicular: Utilizado em linhas que se encontra em ângulos diferente de 90º, aplicaremos a restrição de perpendicularidade.

de 90º, aplicaremos a restrição de perpendicularidade. Parallel: Utilizado para restringir duas linhas ou mais,
de 90º, aplicaremos a restrição de perpendicularidade. Parallel: Utilizado para restringir duas linhas ou mais,

Parallel: Utilizado para restringir duas linhas ou mais, há obrigação de paralelismo entre elas.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Tangent: Utilizado para aplicar restrição de tangência entre linhas e
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Tangent: Utilizado para aplicar restrição de tangência entre linhas e

Tangent: Utilizado para aplicar restrição de tangência entre linhas e arcos, linhas e círculos, arcos e arcos, círculos e círculos, etc.

e círculos, arcos e arcos, círculos e círculos, etc. Smooth (G2): Utilizado para criar uma condição

Smooth (G2): Utilizado para criar uma condição contínua da curvatura entre uma spline e uma outra curva, Utilizado para criar uma condição contínua da curvatura entre uma spline e uma outra curva, tal como uma linha ou um arco.

uma spline e uma outra curva, tal como uma linha ou um arco. Coincident: Utilizado para
uma spline e uma outra curva, tal como uma linha ou um arco. Coincident: Utilizado para

Coincident: Utilizado para aplicar a obrigatoriedade de ligação entre pontos, de forma que pontos extremos de uma reta, arco, retângulos e círculo fiquem coincidentes.

uma reta, arco, retângulos e círculo fiquem coincidentes. Concentric: Com este comando restringiremos concentricidade
uma reta, arco, retângulos e círculo fiquem coincidentes. Concentric: Com este comando restringiremos concentricidade

Concentric: Com este comando restringiremos concentricidade entre arcos, círculos, ou até mesmo em áreas arredondadas de cilindros.

ou até mesmo em áreas arredondadas de cilindros. Colinear: Utilizado para tornar linhas ou eixos colineares.
ou até mesmo em áreas arredondadas de cilindros. Colinear: Utilizado para tornar linhas ou eixos colineares.

Colinear: Utilizado para tornar linhas ou eixos colineares.

Colinear: Utilizado para tornar linhas ou eixos colineares. Equal: Utilizado para aplicar igualdade entre linhas,
Colinear: Utilizado para tornar linhas ou eixos colineares. Equal: Utilizado para aplicar igualdade entre linhas,

Equal: Utilizado para aplicar igualdade entre linhas, raios, círculos, ou seja, ambos ficarão com a mesma medida, desta forma facilitando e diminuindo quantidade de cotas a serem aplicadas no sketch.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Horizontal: Utilizado para restringir ou tornar as linhas em horizontais

Horizontal: Utilizado para restringir ou tornar as linhas em horizontais de forma que só poderemos alterar Utilizado para restringir ou tornar as linhas em horizontais de forma que só poderemos alterar apagando-a. Neste comando também temos a possibilidade de alinhamento de pontos no sentido horizontal, ou seja, é restringido de tal forma que estes pontos ficarão presos no sentido horizontal, independente da distância vertical.

no sentido horizontal, independente da distância vertical. Vertical: Utilizado para restringir ou tornar as linhas em
no sentido horizontal, independente da distância vertical. Vertical: Utilizado para restringir ou tornar as linhas em

Vertical: Utilizado para restringir ou tornar as linhas em verticais de forma que só poderemos alterar apagando-a. Neste comando também temos a possibilidade de alinhamento de pontos no sentido vertical, ou seja, é restringido de tal forma que estes pontos ficarão presos no sentido vertical, independente da distância horizontal.

no sentido vertical, independente da distância horizontal. Fix: Utilizado para tornar um ponto fixo ou linha
no sentido vertical, independente da distância horizontal. Fix: Utilizado para tornar um ponto fixo ou linha

Fix: Utilizado para tornar um ponto fixo ou linha fixa, assim durante a cotagem você poderá notar as arestas que faltam restringir. Notará que na região selecionada muda de cor enfatizando que as demais faltam dimensões.

muda de cor enfatizando que as demais faltam dimensões. Symmetry: Torna geometrias simétricas. É uma alternativa
muda de cor enfatizando que as demais faltam dimensões. Symmetry: Torna geometrias simétricas. É uma alternativa

Symmetry: Torna geometrias simétricas. É uma alternativa ao mirror que em situações torna mais ágil o sketch. Necessário uma linha de centro entre as faces.

o sketch. Necessário uma linha de centro entre as faces. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Show / Delete Constraints (F8/F9): Este comando tornará visíveis todas

Show / Delete Constraints (F8/F9): Este comando tornará visíveis todas às restrições aplicadas a qualquer aresta de um sketch. Também podemos apagar uma ou mais restrições com mesmo comando acessado, basta-nos posicionarmos o cursor sobre a restrição a ser apagada e clicar com botão direito do mouse, onde apresentará a opção Delete.

botão direito do mouse, onde apresentará a opção Delete. Project Geometry: Com este comando poderemos projetar

Project Geometry: Com este comando poderemos projetar arestas de um perfil já pronto, esboçando estas arestas até Com este comando poderemos projetar arestas de um perfil já pronto, esboçando estas arestas até mesmo em um plano completamente angular a base. Desta forma, evitamos o re-trabalho de desenhar geometria semelhantes em um novo sketch plane.

de desenhar geometria semelhantes em um novo sketch plane. Project Cut Edges: Clicando na flecha ao
de desenhar geometria semelhantes em um novo sketch plane. Project Cut Edges: Clicando na flecha ao

Project Cut Edges: Clicando na flecha ao lado do ícone principal você pode selecionar a opção “cut edges”, ou seja, limita a geometria a ser projetada às arestas originadas de cuts.

a geometria a ser projetada às arestas originadas de cuts. Parameters: Utilizado para definir parâmetros usados

Parameters: Utilizado para definir parâmetros usados no modelo. Pode ser adicionado equações e parâmetros direto de uma planilha Excel.

equações e parâmetros direto de uma planilha Excel. Insert AutoCad file: Utilizado para inserir arquivos com
equações e parâmetros direto de uma planilha Excel. Insert AutoCad file: Utilizado para inserir arquivos com

Insert AutoCad file: Utilizado para inserir arquivos com extensão dwg nativos do Autocad ou do Autodesk Mechanical. Para arquivos sólidos do MDT utiliza-se outro processo de conversão.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Text (T): Criar texto em 2D que posteriormente será utilizado

Text (T): Criar texto em 2D que posteriormente será utilizado no 3D. Criar texto em 2D que posteriormente será utilizado no 3D.

Criar texto em 2D que posteriormente será utilizado no 3D. 3 Insert image: Utilizado para inserção

3

Insert image: Utilizado para inserção de imagens com extensão bmp. Recurso que tem como objetivo de inserir Utilizado para inserção de imagens com extensão bmp. Recurso que tem como objetivo de inserir logotipos em projetos 3D.

que tem como objetivo de inserir logotipos em projetos 3D. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Edit Sketch Coordinates: Utilizado para rotacionar a grade sobre o plano que estivermos trabalhando, determinado através de : Utilizado para rotacionar a grade sobre o plano que estivermos trabalhando, determinado através de uma aresta na face.

trabalhando, determinado através de uma aresta na face. Import Points: Através desse comando pode-se inserir

Import Points: Através desse comando pode-se inserir pontos de furação ou de spline através de coordenadas pré-definidas Através desse comando pode-se inserir pontos de furação ou de spline através de coordenadas pré-definidas em uma tabela de Excel. Crie uma tabela de Excel (.xls) e na primeira linha - primeira coluna especifique a unidade e em seguida as coordenadas em cada um dos eixos.

a unidade e em seguida as coordenadas em cada um dos eixos. Copyrright, 2007. GRAPHO Design
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Capitulo 05 – Ferramentas 3D (Features)

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

As features podem ser geradas decorrentes de um sketch ou podem ser através de pick and place. Que não necessitam de sketch.

através de pick and place. Que não necessitam de sketch. Extrude(E): Este comando é um dos
através de pick and place. Que não necessitam de sketch. Extrude(E): Este comando é um dos

Extrude(E): Este comando é um dos mais utilizados ao modelarmos uma peça. Tem como princípio acrescentar ou retirar volume do objeto. Opções Shape tab:

Profile - Geometria fechada a ser trabalhada. Output Solid - Para tornar um sólido. Surface - Torna tudo em superfícies. Operação Join - Acrescentar material. Cut - Retirar material. Intersect-Cria intersecções sólidas do material extrudado e outro já existente. Extents Distance - Solicita um valor numérico. To next - Solicita apenas a lado que deve seguir. To - Solicita apenas a face que terminara. From to - Solicita duas faces sendo a primeira onde iniciara e a segunda onde terminara. More tab:

Alternate Solution - disponível apenas nas Extents From to e To. Utilizado quando a face final é irregular ou circular. Taper - Cria extrusões com ângulo de saída.

circular. Taper - Cria extrusões com ângulo de saída. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Revolve(R): Revoluciona a peça partindo-se da seleção do profile e posteriormente da escolha do eixo da Revoluciona a peça partindo-se da seleção do profile e posteriormente da escolha do eixo da revolução. Utilizado com freqüência na modelagem de peças com perfis cilíndricos, cones e eixos.

Axis - Eixo a ser seguido. Extents: Em full é gerado a 360 graus o profile, mas você pode colocar qualquer valor e escolher o sentido de partida. Output Solid - Para tornar um sólido. Surface - Torna tudo em superfícies.

tornar um sólido. Surface - Torna tudo em superfícies. Hole(H): Comando utilizado na confecção de furos.

Hole(H): Comando utilizado na confecção de furos. Você poderá escolher opções como furos simples, rebaixados, escareados Comando utilizado na confecção de furos. Você poderá escolher opções como furos simples, rebaixados, escareados com todas as dimensões determinadas pelo usuário, opções de furo simples, de rosca ou de alojamento para parafusos, opções de saída do broca. Opções de uso:

Placement:

From sketch: Habilita os pontos em um sketch para fazer os furos. Linear:Necessita duas referencias para o posicionamento. Concentric: Necessita de uma referencia para a concentricidade. On Point: Necessita de um work point.

a concentricidade. On Point: Necessita de um work point. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Shell: Este comando tem como princípio básico criar “ cascas ” nas peças. Determinamos a espessura Este comando tem como princípio básico criar “cascas” nas peças. Determinamos a espessura da parede que desejamos. Há a possibilidade de obtermos espessuras diferentes de paredes em uma mesma peça.

Thickness - Espessura a ser adicionada. Direção:

Outside: Mantém as faces externas como base de referência da espessura. Inside: Mantém as faces internas como base de referência da espessura. Both: Mantém uma linha media entre as faces externas e internas como base de referência da espessura.

externas e internas como base de referência da espessura. Coil: Muito utilizado na confecção de roscas

Coil: Muito utilizado na confecção de roscas e molas. Para este comando temos que dispor de Muito utilizado na confecção de roscas e molas. Para este comando temos que dispor de um profile e de um eixo. Em alguns casos será necessário aplicarmos um work axis.

Coil Shape tab:

Rotation Right - Define o sentido direito. Left - Define o sentido esquerdo. Coil Size tab:

Type:

Pitch and Revolution* - Define o passo e a revolução da mola. Revolution and Height* - Define a revolução e o comprimento da mola. Pitch and Height* - Define o passo e o comprimento da mola. Spiral - Define o passo e a revolução da mola. Coil Ends tab:

Start e End - Define a saída da mola. Possível acrescentar um ângulo no decorrer na revolução.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Thread: Comando que nos permite inserirmos a textura de rosca
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Thread: Comando que nos permite inserirmos a textura de rosca

Thread: Comando que nos permite inserirmos a textura de rosca interna ou externa em uma peça modelada. Para isto, é necessário termos o software Microsoft Excel instalado na máquina.

Location tab:

Face – Face onde será adicionada o rosca. Thread Length Full Length - Para usar a rosca em toda a face. Offset - Determina o afastamento para o inicio da rosca. Length - Determina o comprimento da rosca. Specification Thread Type - Define a norma utilizada. Size - Define o tamanho nominal da rosca. Designation - Define o tamanho e passo da rosca. Class - Define a classe nominal da rosca. Right Hand ou Left Hand - rosca direita ou rosca esquerda.

Right Hand ou Left Hand - rosca direita ou rosca esquerda. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software.
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Fillet(Shift+F): Com esta função podemos arredondar as arestas de nossa peça sólida já modelada. Com esta função podemos arredondar as arestas de nossa peça sólida já modelada.

Constant tab:

Select Mode Edge - Selecione as arestas que serão aplicadas o raio. Loop - Selecione a face que será aplicada o raio. Feature - Selecione a feature inteira que será aplicada o raio. All fillets - seleciona ou remove todas as bordas e cantos côncavos restantes. All Rounds - seleciona ou remove todas as bordas e cantos convexos restantes. More Button: Ajusta as opções para fillets e rounds. Roll Along Sharp Edges - Ajusta o método da solução para fillets quando o raio especificado faria com que as faces adjacentes fossem estendidas. Rolling Ball Where Possible - Ajusta o estilo de canto para os fillets. Automatic Edge Chain - Ajusta a preferência da seleção da borda. Preserve All Features - Quando esta selecionada, todas as características que se cruzam com o fillet são verificadas e suas interseções estão calculadas durante a operação. Se não, apenas as bordas que são partes da operação da faixa serão calculadas durante a operação. Variable tab:

Ajusta os parâmetros para adicionar fillets com raio variável. Setbacks tab:

Define as transições contínuas da tangencia entre fillets e bordas cruzando-se. Você pode especificar um setback diferente para cada borda em uma interseção.

um setback diferente para cada borda em uma interseção. Chamfer (Shift+K): Com esta função podemos arredondar

Chamfer (Shift+K): Com esta função podemos arredondar as arestas de nossa peça sólida já modelada. Método Distance Com esta função podemos arredondar as arestas de nossa peça sólida já modelada. Método Distance - Selecione a aresta que será aplicada o chanfro. Distance and Angle - Selecione a face e a aresta que será aplicada o chanfro. Two Distance - Selecione a aresta que será aplicada o chanfro. More Button: Ajusta as opções para Edge Chain e Setback.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Edge Chain - Ajuste a borda. A tecla esquerda para incluir todas as bordas de tangencia no chanfro. A tecla direita para selecionar somente uma borda de cada vez.

Setback - Aplica-se quando três ou mais bordas cruzam-se e forem selecionados. A tecla esquerda para criar uma interseção lisa em vez de um canto. A tecla direita para não criar.

lisa em vez de um canto. A tecla direita para não criar. Decal: Utilizado para aplicar

Decal: Utilizado para aplicar imagem no sólido (Ex. Logomarcas). Para executar o comando é necessário de uma imagem criado pelo comando “insert image”

de uma imagem criado pelo comando “insert image” Rectangular Pattern (Shift+R): Este recurso nos possibilita
de uma imagem criado pelo comando “insert image” Rectangular Pattern (Shift+R): Este recurso nos possibilita

Rectangular Pattern (Shift+R): Este recurso nos possibilita criar cópias e arranjos retangulares de features. Especificamos a quantidade, direção e espaço entre as features copiadas.

Pattern Individual features - Utilizado para selecionar features e work features. Pattern the entire solid - Utilizado na copia do sólido inteiro, podendo incluir work features. Direction Count - Determina a quantidade de cópias. Legth - Determina a distancia das cópias. Spacing, Distance e Curve Length – Determina o método de espaçamento entre as cópias. More Button: Ajusta as opções para inicio da direção, o modo de processamento e orientação.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Circular Pattern (Shift+O): . Este recurso nos possibilita criar cópias
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Circular Pattern (Shift+O): . Este recurso nos possibilita criar cópias

Circular Pattern (Shift+O):. Este recurso nos possibilita criar cópias e arranjos circulares de features. Especificamos a quantidade, ângulo e o sentido de rotação do eixo. Pattern Individual features - Utilizado para selecionar features e work features. Pattern the entire solid - Utilizado na cópia do sólido inteiro, podendo incluir work features. Direction Count - Determina a quantidade de cópias. Angle - Determina o angulo das cópias. More Button: Ajusta as opções o modo de processamento e o método de posição.

opções o modo de processamento e o método de posição . Mirror Feature (Shift+M): Com este

Mirror Feature (Shift+M): Com este comando podemos espelhar uma feature baseada em um plano de trabalho. Com este comando podemos espelhar uma feature baseada em um plano de trabalho.

Pattern Individual features - Utilizado para selecionar features e work features. Pattern the entire solid - Utilizado na cópia do solido inteiro, podendo incluir work features. More Button: Ajusta o modo de processamento

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Place Feature from Content Center: Utlizado para inserir features. Clique
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Place Feature from Content Center: Utlizado para inserir features. Clique

Place Feature from Content Center: Utlizado para inserir features. Clique no plano onde deseja inserir o feature, selecione sua formas e dimensões.

deseja inserir o feature, selecione sua formas e dimensões. Para finalizar o comado clique com o

Para finalizar o comado clique com o BDM sobre a tela e selecione Done.

o comado clique com o BDM sobre a tela e selecione Done. Copyrright, 2007. GRAPHO Design
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Work Plane ( [ ) Cria um plano de trabalho

Work Plane ( [ ) Cria um plano de trabalho que auxilia na criação de sketchs em faces ou arestas do modelo. Na pasta “origem” do browser encontra-se os planos originais que podem ser usados nos modelos.

Podem ser criados:

que podem ser usados nos modelos. Podem ser criados: Work Plane de 3 pontos: O usuário,

Work Plane de 3 pontos: O usuário, neste caso, precisará selecionar três pontos válidos para criar o plano de trabalho.

três pontos válidos para criar o plano de trabalho. Work Plane tangenciando uma face através de

Work Plane tangenciando uma face através de uma aresta: Selecione uma face curva e uma aresta, de forma a tangenciar a face curva.

face curva e uma aresta, de forma a tangenciar a face curva. Work Plane normal a

Work Plane normal a um eixo a partir de um ponto: Selecione uma face ou uma aresta e um ponto.

de um ponto: Selecione uma face ou uma aresta e um ponto. Work Plane normal a

Work Plane normal a uma face a partir de uma aresta: Selecione uma face e um eixo ou aresta.

de uma aresta : Selecione uma face e um eixo ou aresta. Work Plane a partir

Work Plane a partir de duas arestas coplanares: Selecione duas arestas coplanares.

duas arestas coplanares: Selecione duas arestas coplanares. Work Plane distante e paralela a uma face :

Work Plane distante e paralela a uma face: Selecione uma face plana. Clique sobre a aresta da face e então arraste na direção desejada. Entre com um valor na ca ixa de diálogo, que aparecerá para especificar a distância.

de diálogo, que aparecerá para especificar a distância. Work Plane com um ângulo em relação a

Work Plane com um ângulo em relação a uma face (inclinada):

Selecione uma face e qualquer aresta paralela à face.

Selecione uma face e qualquer aresta paralela à face. Work Plane paralelo a um plano a

Work Plane paralelo a um plano a partir de um ponto: Selecione uma face ou um work p lane e então selecione o ponto.

uma face ou um work p lane e então selecione o ponto. Work Plane tangente a

Work Plane tangente a uma curva e paralelo a uma face plana:

Selecione uma face curva e uma face p lana ou work plane.

: Selecione uma face curva e uma face p lana ou work plane. Work Plane tangente

Work Plane tangente a um cilindro: Selecione uma linha que tenha seu fim coincidindo com o eixo do cilindro e sua aresta, e também selecione um ponto tangente sobre a aresta do cilindro.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Work Axis ( ; ): Um Work Axis é uma

Work Axis ( ; ): Um Work Axis é uma linha de construção com comprimento infinito que fica anexado parametricamente a uma peça.Em uma montagem, um work axis é construído de forma relativa a um componente existente.

Work Axis a partir de uma face revolucionada ou uma feature: :

Selecione uma face revolucionada ou uma feature.

feature : Selecione uma face revolucionada ou uma feature. Work Axis a partir de dois pontos

Work Axis a partir de dois pontos: Selecione dois endpoints, intersecções, midpoints ou work points. Midpoints não são selecionáveis numa montagem.

points. Midpoints não são selecionáveis numa montagem. Work Axis ao longo de dois planos que se

Work Axis ao longo de dois planos que se interseccionam: Selecione dois Work Planes não paralelos ou faces planas.

: Selecione dois Work Planes não paralelos ou faces planas. Work Axis perpendicular a um plano

Work Axis perpendicular a um plano a partir de um ponto: Selecione uma face plana ou work plane e um ponto.

ponto: Selecione uma face plana ou work plane e um ponto. Work Point: Um Work Point

Work Point: Um Work Point é um ponto paramétrico, que pode ser colocado em qualquer lugar numa peça geométrica ou num espaço tridimensional.

lugar numa peça geométrica ou num espaço tridimensional. Work Point na intersecção de três planos: Selecione

Work Point na intersecção de três planos: Selecione a intersecção de três planos ou três faces.

Selecione a intersecção de três planos ou três faces. Work Point distante a duas arestas: Selecione

Work Point distante a duas arestas: Selecione a intersecção na distância de duas arestas.

Selecione a intersecção na distância de duas arestas. Work Point projetado a partir de um plano:

Work Point projetado a partir de um plano: Projete um ponto, a partir de outro ponto (normal ao plano) sobre um plano ou face plana.

outro ponto (normal ao plano) sobre um plano ou face plana. Work Point projetado a partir

Work Point projetado a partir de duas arestas: Selecione duas arestas ou a intersecção projetada de duas arestas.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Anotações:

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Capítulo 06. Exercício de Modelagem

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

1) Iremos ao longo desse capítulo modelar essa peça abaixo. Primeiramente será modelar o corpo da chave de fenda. Para iniciarmos, abra um novo arquivo Standard.ipt conforme visto no capítulo anterior e trace o seguinte sketch:

visto no capítulo anterior e trace o seguinte sketch: 2) Com o auxilio da ferramenta de

2) Com o auxilio da ferramenta de 2D Sketch Polygon trace um polígono de seis lados. O centro da figura deve estar na origem. Para isso crie um Point na interseção dos planos x,y e z e restrinja-o com a Constrais Fix. Criado o ponto inicie o hexágono a partir desse com a medida especificada na figura, 12,65mm.

a partir desse com a medida especificada na figura, 12,65mm. 3) Aplique uma Extrude com uma

3) Aplique uma Extrude com uma distancia de 50mm

12,65mm. 3) Aplique uma Extrude com uma distancia de 50mm 4) Agora criaremos um Work Plane

4) Agora criaremos um Work Plane a 13mm da face da extrude anterior. Nesse plano de trabalho faça um novo Sketch e projete a face através do comando Project Geometry. Feito isso, aplique uma extrude de 8mm. Observe as figuras abaixo.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento 5) Agora iniciaremos outro sketch na face hexagonal. Clique em

5) Agora iniciaremos outro sketch na face hexagonal. Clique em Sketch e desenhe, conforme a figura, na face da primeira extrusão. Projete a face através do comando Project Geometry. A extrusão será uma retirada de material de 15mm com anglo de -10deg. Observe na figura o profile a ser selecionado

de -10deg. Observe na figura o profile a ser selecionado 6) Neste próximo passo faremos uma

6) Neste próximo passo faremos uma feature que é muito usada em modelagem 3D, a Mirror Pattern. Basicamente ela faz uma cópia de uma feature relacionando um plano de trabalho ou uma face. Com a duplicação estaremos agilizando a execução do projeto. Para esse exemplo é necessário fazer um outro Work Plane a uma distância de 6,5mm da face da primeira extrusão. Selecionado na Panel Bar a opção Mirror Pattern defina Feature para duplicação a extrusão anterior e o Mirror Plane será o plano feito no passo anterior

e o Mirror Plane será o plano feito no passo anterior Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento

7) Agora iniciaremos um novo sketch no plano central de origem do modelo.Nele, projete as arestas demonstradas na figura e com o auxilio da ferramenta de 2D sketch Three Point Arc que faremos um arco de três pontos com raio de 9mm. Feche o profile com line.

de três pontos com raio de 9mm. Feche o profile com line. Na Panel Bar escolha

Na Panel Bar escolha o comando Revolve para modelar. Note que o profile já está selecionado, basta então, selecionar o Axis, que será o eixo da revolução. No menu Extents será a opção Full, um giro de 360º. Clique em OK para finalizar a operação.

um giro de 360º. Clique em OK para finalizar a operação. 8) O próximo passo será

8) O próximo passo será modelar a parte frontal da chave de fenda. Para isso crie um novo sketch no plano central de origem do modelo. Nele, desenhe a geometria conforme a figura abaixo com o auxilio da ferramenta de 2D sketch Line. O comando a ser usado é o revolve. Repita o passo 7.

Line. O comando a ser usado é o revolve. Repita o passo 7. Copyrright, 2007. GRAPHO

Virtual Automação – Apostila de Treinamento

9) A próxima operação será uma Extrude Cut, retirada de material. O Sketch deve ser criado no plano de origem do modelo, com o comando Line trace conforme o esboço da figura. A setagem da Extrude será de All, para os dois lados do modelo.

da Extrude será de All, para os dois lados do modelo. 10) Mais uma vez vamos

10) Mais uma vez vamos buscar agilidade para o exercício de modelagem, faremos neste passo uma outra dulpicação de features. Através do Mirror Feature. Selecionado na Panel Bar a opção Mirror Pattern defina como a Feature para duplicação a extrusão anterior e o Mirror Plane será o plano de origem do modelo,xy

e o Mirror Plane será o plano de origem do modelo,xy 11) Nesse momento o sólido

11) Nesse momento o sólido está ganhando sua forma final. Iniciaremos outra feature muito utilizada no Autodesk Inventor o comando “Fillet”, que tem por função arredondar cantos de sólidos e/ou encontros não tangentes de superfícies. Como veremos nesse exemplo, poderá ser feito de uma forma ágil e fácil, escolhendo diferentes raios para diferentes arestas. Clique no ícone Fillet da panel bar e selecione as arestas superiores da superfície extrudada, como demonstra na fig. 1. Paras as arestas da face hexagonal frontal, sete no menu “radius” 0,3mm de raio. Sete então a opção ClicK add para adicionar raio diferente em outras arestas. Selecione agora as arestas da “revolução de encaixe”, seu raio será de 1,0mm. Proceda da mesma forma para selecionar as arestas do corpo e da face superior do modelo. Observe a fig.2, os raios serão de 0,5mm e 2mm

Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Virtual Automação – Apostila de Treinamento Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os direitos reservados 39
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os direitos reservados 39
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Anotações:

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Capítulo 07. Trabalho em Chapas (Sheet Metal)

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

No ambiente para desenho sheet metal você pode criar chapas, deteminar espessura, flanges, reforços, etc, além de planificar a peça monstrando suas linhas de dobra. Abra um novo arquivo, selecione a opção sheet metal.

Abra um novo arquivo, selecione a opção sheet metal. Ferramentas de Sheet Metal Styles: Utilizado para

Ferramentas de Sheet Metal

selecione a opção sheet metal. Ferramentas de Sheet Metal Styles: Utilizado para configuração dos estilos de
selecione a opção sheet metal. Ferramentas de Sheet Metal Styles: Utilizado para configuração dos estilos de

Styles: Utilizado para configuração dos estilos de “sheet metal”, tais como espessura da chapa, material e raios de dobra. Ao selecionar o comando configure as especificações desejadas, salve e clique em Done.

Menu Sheet

desejadas, salve e clique em Done. Menu Sheet Style List: Mostra a sua lista de estilos

Style List: Mostra a sua lista de estilos de chapa. Active Style: Mostra qual estilo está ativo neste arquivo. Material: Indica o material desejado na chapa. Thickness: Determina a espessura da chapa.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Unfold Method: Determina o método de planificação da chapa. Linear: Habilita a opção de valor para o Kfactor Bend Table: Utilizado para importar uma tabela padrão em arquivo txt. Unfold Method Value: Este valor pode variar de 0 a 1 e determina a planificação de bends. É aplicada a fórmula: 2*PI (BendRadius + Linear Offset*Thickness/2)* (Bend Angle/360). O Autodesk Inventor tem como padrão utilizar o Kfactor, este valor pode ser alterado no botão “Modify List”. Manage: Utilizado para importar estilos de outro arquivo. Save: Salva as alterações feitas no estilo de chapa. Delete: Deleta o estilo selecionado. New: Utilizado para a criação de um novo estilo de chapa. Done: Utilizado para fechar a caixa de diálogo Sheet Metal Styles. Flat Patern Punch Representation: Utilizado para determinar a forma de representação dos Punchs na planificação da chapa.

Menu Bend

dos Punchs na planificação da chapa. Menu Bend Relief Shape: Utilizado para editar a forma de

Relief Shape: Utilizado para editar a forma de alívio para dobra. Com as opções “Straight” (cantos quadrados) ou “Round” (cantos arredondados). Bend Radius: Determina um valor padrão para o raio de dobra. Relief Width: Indica a largura do alívio para dobra. Relief Depth: Indica o comprimento do alívio de dobra. Minimum Remnant: Indica o mínimo de material entre a folga da dobra e a aresta da peça. Bend Transition: Especifica o tipo de transição para a dobra:

None: Geometrias tangentes serão unidas por uma “spline”. Intersection: Arestas adjacentes à dobra serão convertidas em uma zona de dobra. Straight Line: Geometrias tangentes serão unidas por uma linha reta. Arc: Geometrias tangentes serão unidas por um arco. Trim to bend: Cria sem transição.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Menu Corner

Virtual Automação – Apostila de Treinamento Menu Corner Relief Shape: Refere-se à forma de alívio no

Relief Shape: Refere-se à forma de alívio no encontro de dobras. Trim to Bend: Ausência de alívio no canto da chapa. Round: Para alívio circular. Square: Para alívio quadrada. Tear: Para um canto rasgado. Relief Size: Indica a medida da folga na extremidade da chapa.

Face: Este comando tem uma função similar ao “extrude”, ou seja, aplica a medida no : Este comando tem uma função similar ao “extrude”, ou seja, aplica a medida no esboço de acordo com as configurações aplicadas no Style.

de acordo com as configurações aplicadas no Style. Contour Flange: Utilizado para criação de chapa dobrada

Contour Flange: Utilizado para criação de chapa dobrada ou calandrada a partir de seu perfil de contorno Utilizado para criação de chapa dobrada ou calandrada a partir de seu perfil de contorno (criado em skech).

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Cut: Utilizado para remoção de material conforme sketch previamente
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Cut: Utilizado para remoção de material conforme sketch previamente

Cut: Utilizado para remoção de material conforme sketch previamente criada.

Cut Across Bend: Indica que o corte será na espessura da chapa.

Bend: Indica que o corte será na espessura da chapa. Flange: Utilizado para aplicar flanges (novas

Flange: Utilizado para aplicar flanges (novas dobras) nas arestas de uma face já existente. Edges: Dispõe a visualização de quantas arestas foram selecionadas para os flanges. Edge Select Mode: Para seleção de arestas individualmente. Loop Select Mode: Para seleção de área, ou seja, para aplicação de flanges no contorno da área selecionada. Height Extents: Onde você pode optar a forma para determinar o valor do flange. Distance: Com uma medida de comptrimento para o flange. To: Selecionando o ponto final onde coincida a aresta do flange. Ainda pode-se adicionar uma medida de offset entre o ponto final selecionado e a aresta do flange.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Flip Direction: Inverte a direção do flange. Flange Angle: Determina o ângulo de inclinação do flange. Bend Radius: Determina o valor do raio da dobra. Height Datum: Define a posição dos pontos de vcota para o valor de comprimento do flange. Ainda possui a opção “Aligned VS Orthogonal” para a configyuração através de uma distância alinhada ou ortogonal. Bend Position: Define a posição do raio de dobra da chapa.

Position: Define a posição do raio de dobra da chapa. Hem: Utilizado para aplicação de dobras

Hem: Utilizado para aplicação de dobras para reforços de diversos estilos. Conta também com opções de Utilizado para aplicação de dobras para reforços de diversos estilos. Conta também com opções de desdobramento e de folga na dobra.

também com opções de desdobramento e de folga na dobra. Fold: Comando referente à aplicação de

Fold: Comando referente à aplicação de dobra a partir de uma linha criada em sketch. Comando referente à aplicação de dobra a partir de uma linha criada em sketch.

Location: Indica onde deve ser feita a dobra conforme a linha. Conta também com opções de desdobramento e de folga de dobra. Caso sejam diferentes das descritas no estilo.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Corner Seam: Utilizado para unir duas ou mais dobras.Com opções

Corner Seam: Utilizado para unir duas ou mais dobras.Com opções de tipo de canto, espaço entre cantos, Utilizado para unir duas ou mais dobras.Com opções de tipo de canto, espaço entre cantos, folga de canto, transição e tamanho da folga. Caso sejam diferentes das descritas no estilo.

da folga. Caso sejam diferentes das descritas no estilo. Bend: Utilizado para criar raios em arestas

Bend: Utilizado para criar raios em arestas e dobras. Conta também com opções de desdobramento e Utilizado para criar raios em arestas e dobras. Conta também com opções de desdobramento e de folga de dobra. Caso sejam diferentes das descritas no estilo.

de dobra. Caso sejam diferentes das descritas no estilo. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os
Hole(H): Utilizado na confecção de furos na chapa assim como no “part”. Corner Round: Cr

Hole(H): Utilizado na confecção de furos na chapa assim como no “part”. Utilizado na confecção de furos na chapa assim como no “part”.

na confecção de furos na chapa assim como no “part”. Corner Round: Cr a um f

Corner Round: Cr a um f et nos cantos da chapa. Cr a um f et nos cantos da chapa.

i

ill

Corner Round: Cr a um f et nos cantos da chapa. i ill Corner Chamfer: Cr
Corner Round: Cr a um f et nos cantos da chapa. i ill Corner Chamfer: Cr

Corner Chamfer: Cr a um chanfro nos cantos da chapa. Cr a um chanfro nos cantos da chapa.

i

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Flat Pattern:Virtual Automação – Apostila de Treinamento Pl an ifi ca a chapa mode l ada. l

Pl

an

ifi

ca a chapa mode l ada.

Treinamento Flat Pattern: Pl an ifi ca a chapa mode l ada. l i i Punch

l

i

i

Punch Tool: A “punch too ” tem a função de nser r features na sua peça. A “punch too ” tem a função de nser r features na sua peça.

Adicione cortes padrões ou saliências padrões. Para isso devemos posicionar um

sketch anteriormente.

Para isso devemos posicionar um sketch anteriormente. Rectangular Pattern (Shift+R): Este recurso nos possibilita
Para isso devemos posicionar um sketch anteriormente. Rectangular Pattern (Shift+R): Este recurso nos possibilita

Rectangular Pattern (Shift+R): Este recurso nos possibilita criar cópias e arranjos retangulares de features. Especificamos a quantidade, direção e espaço entre as features copiadas.

direção e espaço entre as features copiadas. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os direitos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Circular Pattern (Shift+O): . Este recurso nos possibilita criar cópias

Circular Pattern (Shift+O):. Este recurso nos possibilita criar cópias e arranjos circulares de features. Especificamos a quantidade, ângulo e o sentido de rotação do eixo.

a quantidade, ângulo e o sentido de rotação do eixo. Mirror Feature (Shift+M): Com este comando
a quantidade, ângulo e o sentido de rotação do eixo. Mirror Feature (Shift+M): Com este comando

Mirror Feature (Shift+M): Com este comando podemos espelhar uma feature baseada em um plano de trabalho.

espelhar uma feature baseada em um plano de trabalho. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Anotações:

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Capítulo 08. Exercícios de Chapas

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

1) Retorne na panel bar para o display de sketch e desenhe

1) Retorne na panel bar para o display de sketch e desenhe um retângulo de 250x200mm. Altere novamente o display da panel bar para features do “sheet metal” clicando em “Return” e selecione o comando “face” Clique Ok. Conforme o setado anteriormente a espessura da nossa chapa terá 2,5mm de espessura.

a espessura da nossa chapa terá 2,5mm de espessura. 2) Adicionaremos uma dobra agora através do

2) Adicionaremos uma dobra agora através do comando “flange” da panel bar. Selecione a aresta inferior da chapa, conforme a figura. Dimensione a flange em 50mm e clique OK.

conforme a figura. Dimensione a flange em 50mm e clique OK. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software.
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

3) Agora retiramos material conforme a figura abaixo. Abra um novo sketch na superfície indicada e desenhe o perfil. Dimensione-o em 175x100mm e volte para o modo de features. Realize uma operação de “Cut” e sete na caixa de diálogo da feature a opção “all”.

e sete na caixa de diálogo da feature a opção “all”. Planos de Trabalho Use a

Planos de Trabalho

Use a ferramenta de planos de trabalho para definir um novo plano no sólido. Eles podem ser utilizados para definir mirror features ou para novos scketchs. Para adicionar um novo plano no sólido você deve selecionar a ferramenta na panel bar e fazer uma relação de definição do plano, que pode ser:

• uma geometria (três pontos, linha/aresta e um ponto, etc);

• paralelo a geometria;

• a um ângulo da geometria (um plano e um eixo);

• normal a geometria;

Etapas de definição de um novo work plane:

1) Clique no comando work plane; 2) Selecione os vértices, arestas ou faces para definir o work plane; 3) Para offset de planos arraste o plano até a localização de desejada e digite a distância/ângulo na caixa de diálogo do offset. Clique e foi criado o novo plano.

de diálogo do offset . Clique e foi criado o novo plano. 4) Aplicaremos então o

4) Aplicaremos então o comando work plane. A partir da face demonstrada na figura crie um plano paralelo com 50mm de distância.

na figura crie um plano paralelo com 50mm de distância . Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software.
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

5) Desenhe o seguinte sketch no novo plano de trabalho:

5) Desenhe o seguinte sketch no novo plano de trabalho: 6) Aplique o comando “face” e

6) Aplique o comando “face” e obteremos o seguinte perfil.

Aplique o comando “face” e obteremos o seguinte perfil. 7) Crie novamente um plano de trabalho

7) Crie novamente um plano de trabalho paralelo a face auxiliar utilizada na operação anterior e sete o offset em 25mm. Desenhe o seguinte perfil aplique o comando “face” no skecth.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Virtual Automação – Apostila de Treinamento 8) A partir dos perfis separados da feature inicial aplicaremos

8) A partir dos perfis separados da feature inicial aplicaremos novas operações no sólido. O próximo comando a ser utilizado é o “flange”. O comando “flange” tem função de adicionar dobras na chapa, conforme o raio de dobra e o ângulo estabelecido. Para isso vá no comando “flange”da panel bar. Conforme a figura abaixo sete a dobra para 50mm na direção indicada. Note que você pode escolher através do ícone referente se a dobra ocorrerá por fora ou por dentro do perfil original. Defina esse parâmetro e clique OK.

do perfil original. Defina esse parâmetro e clique OK. 9) Agora continuaremos com operações que unirão

9) Agora continuaremos com operações que unirão os perfis separados das chapas. Clique no comando “bend” da panel bar. O “bendtem por função base permitir a união ágil entre perfis separados permitindo setagens como raio de união, ângulo de união, etc. Selecione as arestas conforme a figura e confirme o raio desejado no preview da operação conforme mostrado na figura. Caso a opção “45 degrees” esteja selecionada selecione a opção “fix edges”. Sete o raio em 5mm e de OK.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento 10) Repita a operação no segundo perfil ainda separado da

10) Repita a operação no segundo perfil ainda separado da chapa e sete em 10mm o raio de dobra. Novamente confirme a opção “fix edges”.

raio de dobra. Novamente confirme a opção “fix edges”. 11) Adicionaremos agora um “ Corner Chamfer

11) Adicionaremos agora um “Corner Chamfercom a distância de 10mm na aresta indicada na figura. Tal como no módulo part o comando “coner chamfer” tem a função de “quebrar” cantos, ou seja, chanfrar de acordo com as seguintes variáveis: Ângulo/Distância, Distância1/Distância2, ou Distância Única. Na caixa de diálogo sete como na figura:

Distância Única. Na caixa de diálogo sete como na figura: Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

12) Aplicaremos um “corner round, assim como no módulo part tem a função de arrendondar os cantos de um sólido. Clique na opção “corner round” da “panel bar”

Selecione as duas arestas demonstradas na figura e sete em 35 mm o raio de arredondamento. Para uma seleção ágil das arestas existe a opção “select mode” dentro da caixa de diálogo do “corner round”, suas opções são as seguintes:

corner: seleciona ou remove arestas únicas; • feature: seleciona ou remove cantos de uma feature, com exceção daqueles que são o resultado das intersecções entre features ou outras superfícies sheet metal.

entre features ou outras superfícies sheet metal . 13) Iniciaremos então a parte final do nosso

13) Iniciaremos então a parte final do nosso exemplo que é a inserção de furos. Essa operação será feita de duas maneiras: pela inserção do furo apenas por pontos e pela referência corner round feito anteriormente.

Denote então a posição dos furos através de um sketch na face da chapa e com o comando “hole point” determine a exata posição dos centros dos furos. Volte ao modo de features e clique no comando “hole” da panel bar.

features e clique no comando “ hole” da panel bar . Selecione os centros dos furos

Selecione os centros dos furos desejados e sete as modificações de cotas requeridas, 5mm de diâmetro.

as modificações de cotas requeridas, 5mm de diâmetro. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os direitos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento No modo de features clique novamente no comando “ hole”

No modo de features clique novamente no comando “hole”

No modo de features clique novamente no comando “ hole” da panel bar. Adicione o furo

da panel

bar. Adicione o furo com referência a face superior e ao centro do corner round. Diâmetro de 35mm.

superior e ao centro do corner round. Diâmetro de 35mm. 14) Modelada a chapa vá no

14) Modelada a chapa vá no comando “flat pattern” da panel bar planifique a sua chapa. Teremos a imagem de sua chapa desdobrada:

Clique com o botão direito do mouse sobre a opção Flat Pattern no browser do Inventor e você poderá verificar em “Extents”, as medidas necessárias para este trabalho em chapas. Além de exportá-la diretamente para uma extensão secundária possível de abertura em máquinas CNC de corte de chapas.

possível de abertura em máquinas CNC de corte de chapas. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Anotações:

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Capítulo 09. Ferramentas de Montagem (Assembly)

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Tradicionalmente desenhistas e engenheiros criam um lay-out, desenham as peças e juntam todos numa montagem. Porém com o Autodesk Inventor você pode simplificar o processo de desenho pela criação de peças “in-place”, ou seja, no próprio ambiente de montagem. Iniciaremos o aprendizado do ambiente de montagem do Autodesk Inventor pela criação de um novo documento. Abra o software e na janela do “quick start” selecione o ícone “standard.iam”. Clique OK e um novo documento de montagem será aberto.Em seguida veremos passo a passo o ambiente de montagem.

O ambiente de montagem

passo a passo o ambiente de montagem. O ambiente de montagem O ambiente de montagem baseia-se

O ambiente de montagem baseia-se na estrutura da conhecida “panel bar” e do “browser”, o que o torna acessível e prático.

e do “browser”, o que o torna acessível e prático. Place Component (P): Este comando serve
e do “browser”, o que o torna acessível e prático. Place Component (P): Este comando serve

Place Component (P): Este comando serve para inserir peças já modeladas no ambiente de montagem.

para inserir peças já modeladas no ambiente de montagem. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Create Component (N): Criação de um componente no ambiente de montagem. Nomeie sempre o seu arquivo. Com a Criação de um componente no ambiente de montagem. Nomeie sempre o seu arquivo. Com a opção de criação já com uma restrição de face junto ao plano selecionado para a criação.

de face junto ao plano selecionado para a criação. Place Componente from Contente Center: Através deste
de face junto ao plano selecionado para a criação. Place Componente from Contente Center: Através deste

Place Componente from Contente Center: Através deste comando é possível inserir peças normalizadas. Clique no ícone do comando selecione a peça a inserir.

Clique no ícone do comando selecione a peça a inserir. Para editar o componente é necessário
Clique no ícone do comando selecione a peça a inserir. Para editar o componente é necessário

Para editar o componente é necessário clicar sobre ele com o BDM e selecionar Change Size.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Pattern Component: Copia arquivos peça e conjuntos com as opções de feature, circular e rectangular. Copia arquivos peça e conjuntos com as opções de feature, circular e rectangular.

com as opções de feature, circular e rectangular. Mirror Component: Espelhamento de conjunto. Já com a

Mirror Component: Espelhamento de conjunto. Já com a opção de apenas adicionar arquivos da biblioteca. Tendo a Espelhamento de conjunto. Já com a opção de apenas adicionar arquivos da biblioteca. Tendo a opção de ver no preview o tipo de arquivos. Utilizado para espelhar uma peça ou conjunto mantendo a posição da referência e dando a possibilidade do usuário modificar o código ou nome do arquivo que está sendo duplicado.

o código ou nome do arquivo que está sendo duplicado. Opções: Mirrored - Cria um mirror

Opções:

ou nome do arquivo que está sendo duplicado. Opções: Mirrored - Cria um mirror da peça

Mirrored - Cria um mirror da peça ou um conjunto.

Reused - Adiciona a peça no novo conjunto.

Excluded – Não gera este Subconjunto ou peça.

Mixed Reused/Excluded - Indica que o novo conjunto terá itens excluídos.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Copy Component: Utilizado para criar uma cópia de peças ou conjuntos, que podem sofrer alteração sem afetar Utilizado para criar uma cópia de peças ou conjuntos, que podem sofrer alteração sem afetar a base. Já com a opção de apenas adicionar arquivos da biblioteca e renomear os novos arquivos copiados.

da biblioteca e renomear os novos arquivos copiados. Opções: Copied - Cria uma cópia da peça

Opções:

Copied - Cria uma cópia da peça ou um conjunto.

Reused - Copia a peça no novo conjunto.

Excluded – Não copia o Subconjunto ou peça no novo conjunto.

Mixed Reused/Excluded - Indica que o novo conjunto terá alguns itens excluídos.

Bolted Connection- Indica que o novo conjunto terá alguns itens excluídos. biblioteca do Inventor, para fixação. Opções:

biblioteca do Inventor, para fixação.

Opções:

Design: Nesta opção seleciona-se qual o tipo de parafuso seguido de suas fixações, tais como arruelas, semi arruelas e porcas baseadas em normas técnicas.

Generator:

Adiciona

elementos

standard,

de

normas técnicas. Generator: Adiciona elementos standard, de uma Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os

uma

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Calculation: Utilizado para calcular o parafuso necessario conforme um esforço pré-determinado e dentre outras opções de setagem. Nesta opção há a possibilidade de selecionar o tipo de material da conecção habilitando Plates Material.

,
,
de material da conecção habilitando Plates Material. , Place Constraint: As restrições em uma montagem impedem

Place Constraint: As restrições em uma montagem impedem os movimentos dos componentes entre si. Montam peças e sub conjuntos na posição de projeto final.

Montam peças e sub conjuntos na posição de projeto final. Assembly Tab: Type - seta os

Assembly Tab:

Type - seta os tipos de constraints a serem adicionados.

Mate/Flush – Restringem componentes face a face ou adjacentes. Alinham faces selecionadas a pontos, eixos, arestas. – Restringem componentes face a face ou adjacentes. Alinham faces selecionadas a pontos, eixos, arestas.

Angle - restringe arestas, planos de trabalho ou faces planas em um determinado ângulo.

de trabalho ou faces planas em um determinado ângulo. Tangent - restringe faces, planos, cilindros, esferas
de trabalho ou faces planas em um determinado ângulo. Tangent - restringe faces, planos, cilindros, esferas

Tangent - restringe faces, planos, cilindros, esferas e cones a um ponto de tangência. A tangência deve ser dentro ou fora de uma curva, dependendo da direção da superfície normal selecionada.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Insert - é uma combinação de um mate face-a-face entre

Insert - é uma combinação de um mate face-a-face entre faces planas e um mate entre os eixos de dois componentes. A constraint insert é utilizado para posicionar um parafuso numa porca, por exemplo. Fica aberto nessa restrição o grau de liberdade rotacional.

NOTA: Para uma rápida e eficaz adição de constrains posicione os componentes perto de suas posições finais.

Selections: seleciona a geometria nos dois componentes a serem restringidos. Podem ser selecionados curvas, planos : seleciona a geometria nos dois componentes a serem restringidos. Podem ser selecionados curvas, planos ou pontos para definir como as features se posicionarão.

Pick Part First: Limita a geometria selecionável em um único componente. Utilize-o quando os componentes de uma montagem Limita a geometria selecionável em um único componente. Utilize-o quando os componentes de uma montagem estiverem muito próximos. Sete ele primeiro e depois o componente e após selecione a geometria. Estando esta opção desligada, selecione direto a geometria.

esta opção desligada, selecione direto a geometria. Offset - especifica uma distância ou um ângulo de
esta opção desligada, selecione direto a geometria. Offset - especifica uma distância ou um ângulo de
esta opção desligada, selecione direto a geometria. Offset - especifica uma distância ou um ângulo de

Offset - especifica uma distância ou um ângulo de afastamento para a ocorrência da restrição.

Preview - mostra ou não o preview do que está ocorrendo com as operações setadas.

Predict Offset and Orientation - Com esta opção marcada, após feita a seleção nas peças aparecerá a medida que pode ser aplicada, caso alguma das peça já esteja com alguma restrição com outra peça.

MotionTab:

Você pode adicionar movimento entre componentes de um conjunto.Existe dois tipos de restrição:

componentes de um conjunto.Existe dois tipos de restrição: Rotation - Usada em rodas, puleys e engrenagens.
Rotation - Usada em rodas, puleys e engrenagens.

Rotation - Usada em rodas, puleys e engrenagens.

Rotation/Translation - Usado na aplicação de um trilho e uma roda.

Rotation/Translation - Usado na aplicação de um trilho e uma roda.

Transitional Tab: Usado para adicionar uma restrição de transição com a uma face. Ex.: Cames em um eixo.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Replace Componete (Ctrl+H) e Replace All (RA): Estas ferramentas são
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Replace Componete (Ctrl+H) e Replace All (RA): Estas ferramentas são
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Replace Componete (Ctrl+H) e Replace All (RA): Estas ferramentas são

Replace Componete (Ctrl+H) e Replace All (RA): Estas ferramentas são utilizadas para substituição de peças em um projeto. Replace Componente substitui apenas uma peça e Repelace All substitui todas as peças que se repetem no conjunto. Selecione o comando e o componente que deseja substituir, será aberta uma caixa de diálogo onde você deve selecionar o novo componente, clique em abrir e o(s) componente(s) será(ão) substituido(s) automaticamente.

componente(s) será(ão) substituido(s) automaticamente. Move component (M): Para mover componentes na montagem,

Move component (M): Para mover componentes na montagem, clique move component selecione a peça desejada e com o botão pressionado arraste a peça para onde desejar. A peça não perderá as restrições já existentes, sendo que para autualizar a visualização do componenete conforme as restrições de

a visualização do componenete conforme as restrições de montagem é necessário selecionar Update . Rotate component

montagem é necessário selecionar Update .

restrições de montagem é necessário selecionar Update . Rotate component (RO): Possibilita rotacionar somente um

Rotate component (RO): Possibilita rotacionar somente um componente na montagem. A peça não perderá as restrições já existentes, sendo que para autualizar a visualização do componenete conforme as restrições de montagem é

do componenete conforme as restrições de montagem é necessário selecionar Update . Section view: Possibilita

necessário selecionar Update .

restrições de montagem é necessário selecionar Update . Section view: Possibilita visualizar o conjunto em corte,

Section view: Possibilita visualizar o conjunto em corte, com opções de ¼, ½, ¾, ou inteiro.

Assembly Features:

Estas ferramentas de trabalho estão disponíveis no ambiente de montagem para realizarmos operações que somente serão vizualizadas no conjunto (operações de usinagem no conjunto já montado, exemplo: furos para pinos).

no conjunto já montado, exemplo: furos para pinos). Parameters: Indica e define os parâmetros usados no
no conjunto já montado, exemplo: furos para pinos). Parameters: Indica e define os parâmetros usados no

Parameters: Indica e define os parâmetros usados no modelo. Você pode criar pararmeters user-defined, para renomear, para adicionar equações, e os parâmetros da ligação a um Microsoft Excel.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Create Imate: Cria uma ligação predefinida entre peças e componente

Create Imate: Cria uma ligação predefinida entre peças e componente para especificar como serão montadas quando são inseridas no conjunto.

Bill of Materialls: É uma ferramenta usada para gerenciar, adicionar e exportar atributos de projetos tais como: quantidade, É uma ferramenta usada para gerenciar, adicionar e exportar atributos de projetos tais como: quantidade, descrição, revisão, código, material e etc. Esses atributos são descritos na iproprierts dos modelos.

Esses atributos são descritos na iproprierts dos modelos. Representações de Vistas e Posições de Montagem

Representações de Vistas e Posições de Montagem

Representação de Vistas:

Você pode adicionar vistas padrão, ou seja, vistas que facilitam/agilizam a manipulação do conjunto, acionado pelo comando Design View Representations

do browser. Na representação de vistas você tem uma posição neutra (none) e poderá criar novas representações conforme necessidades.

Public:

criar novas representações conforme necessidades. Public: Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os direitos
criar novas representações conforme necessidades. Public: Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os direitos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Posicione a peça com o zoom desejado, cor, peças invisíveis, etc. Depois entre na opção New, automaticamente ele criara uma nova vista padrão. A partir desse momento a vista está salva na posição e no zoom fixados. Teste o seu trabalho criando em diferentes vistas, depois use a opção “apply”. Para acessar rapidamente as vistas setadas, para isso abra o folder Representations, que aparecerá as vistas criadas como nas figuras abaixo.

que aparecerá as vistas criadas como nas figuras abaixo. Private File: Através dessa opção você pode

Private File: Através dessa opção você pode importar todas as vista de um outro documento assembly. Imagine-se numa situação em que está montando uma série de conjuntos no qual as vistas são iguais ou similares. Você pode importar todas as setagens feitas anteriormente através da simples seleção do documento nessa área do designs view.

simples seleção do documento nessa área do designs view. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Representação de Posições:

Você pode adicionar posições na montagem, ou seja, posições que possibilitam você ter uma visão do acionamento que facilitem e agilizem a detecção de possíveis erros do conjunto, ou de como será o movimento do mecanismo. Assim como na representação de vistas você tem uma posição neutra (master), onde a partir dela pode-se gerar outras posições. Na caixa de diálogo aparecerá na tela todas as posições padrões já setadas. Depois de criada a 1º posição, o Inventor liberará o comando Override acionado com o botão direito em cima do browser.

Override acionado com o botão direito em cima do browser. Onde pode ser usado: - Em

Onde pode ser usado:

- Em contraints: pode-se suprimir e ou mudar o valor de um constraint.

- Em pattern: pode-se alterar a distância e o números de offset, ou o ângulo.

- Em Component Placement: pode-se tornar peças fixas em móveis, ou vice-

versa.

- Em Posicional Representation: pode-se tornar um conjunto flexível ou não, em

casos que existam sub-conjuntos flexíveis, você pode selecionar a posição em que o sub-conjunto estará. * As features usadas são indicadas pelo texto em negrito no browser, com o valor de override nos parênteses.

* Você não pode cancelar valores na Representação Master.

Opção de Conjunto Flexiveis:

Você pode tornar um subconjunto flexível, desde que ele tenha uma representação de vista além da master. Como no caso da figura abaixo, o subconjunto hydro_cylinder já com suas posições definidas. Pode ser alterado neste conjunto para um conjunto flexível, assim tornando disponível a mudança entre as posições do subconjunto. Apenas clicando com o botão direito em cima do subconjunto, aparecerá a opção Flexible no menu, após ser habilitado o ícone no browser da montagem mostrará um novo ícone, que representa o subconjunto flexível.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Antes de abrir um documento de montagem (.iam), na caixa de diálogo “open”, pode clicar em “options” para escolher a vista de desenho desejada na abertura. Posteriormente utilizar a mesma vista ou posição da montagem (.iam)no detalhamento (.idw) escolhendo a design views desejada e a positional representations.

a design views desejada e a positional representations. Movimentação de Mecanismos Você pode gerar movimentos no

Movimentação de Mecanismos

Você pode gerar movimentos no seu conjunto entre peças restringidas, através da ferramenta “Drive Constraint”. Essa ferramenta é limitada a uma constraint, mas você pode adicionar relações através da ferramenta de equações para criar relações algébricas entre as constraints. Também pode usar a opção de Contact Set, com esta opção você pode “dizer” que o movimento entre duas peças seja por contato durante o movimento, caso haja este contato entre as peças. Com o botão direito em cima da peça você pode ativá-lo

Simulação de Mecanismos

Para iniciar, restrinja no máximo dois componentes juntos:

1.No browser clique como botão direito sobre a constraint e selecione “Drive constraint”. Aparecerá a caixa de diálogo da “Drive Constraint”; 2. No menu “start” entre o valor de início. O valor padrão é o ângulo ou o offset definido pela constraint; 3.No menu “end.” digite o valor final. Pelo padrão será o valor inicial somado 10; 4.No menu “pause” defina o tempo entre as etapas, ajuste o valor padrão para aumentar ou baixar a velocidade de movimento;

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento 5.Clique no “more” • Selecione o “drive Adaptivity” para adaptar

5.Clique no “more”

• Selecione o “drive Adaptivity” para adaptar componentes enquanto mantém relações de constraints, se necessário;

• Selecione o “check colision” para detectar interferências durante o movimento;

• Sete o Increment entre etapas para especificar o valor total do número de etapas;

• Sete a repetição da sequência: start/end fazem o movimento ocorrer do início

até o final setado nos menus anteriores; start/end/start faz com que a simulação ocorra do início ao fim e de volta ao início; 6.Clique no play para iniciar a sequência ou clique no Step forward para avançar a sequência em uma etapa.

para setar as opções, assim como segue:

Criação de AVIs

Para Gravar a seqüência clique no more e sete “avi rate”, então clique no formato menor será o tamanho e a qualidade do arquivo. Para isso clique com o botão direito em cima da constrain requerida para o movimento, e selecione a opção “drive constraint”. Na caixa de diálogo pode ser setado no menu “end” o final da movimentação. Ao clicar em play tem-se a simulção do movimento.

Para gravar em formato avi a simulação clique

movimento. Para gravar em formato avi a simulação clique Ferramentas de Seleção e de Isolação No
movimento. Para gravar em formato avi a simulação clique Ferramentas de Seleção e de Isolação No

Ferramentas de Seleção e de Isolação

No ambiente de montagem você pode usar do recurso de seleção de componentes através do botão direto, aparecerão as opções Component Selection e Isolate.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Você tem opções de seleção por constrain, por tamanho, por distância, por seleção de plano, por vista e elementos externos ou internos. Com isso a seleção de peças torna-se mais ágil. Com a opção Isolate você pode isolar um conjunto ou uma peça na visualização para edição em geral.

ou uma peça na visualização para edição em geral. A Tecnologia Adaptive A tecnologia adaptive permite

A Tecnologia Adaptive

A tecnologia adaptive permite você executar uma montagem com peças que se adaptem automaticamente a outras.

Veja o exemplo abaixo:

se adaptem automaticamente a outras. Veja o exemplo abaixo: Imaginemos que a barra redonda deva se

Imaginemos que a barra redonda deva se ajustar exatamente ao comprimento da outra peça montando em suas faces internas. O primeiro passo é tornar a extrusão da peça cilindrica adaptive. Para isso clique com o BDM sobre a peça e selecione Edit, em seguida clique também com o BDM sobre a extrusão da peça e atribua a propriedade Adaptive.

sobre a extrusão da peça e atribua a propriedade Adaptive. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Logo, você pode voltar ao modo de montagem e aplicar as restrições necessárias. No nosso exemplo aplicaremos dois Mates de face com face nas duas extremidades da peça.

dois Mates de face com face nas duas extremidades da peça. Deve-se fazer ao menos uma

Deve-se fazer ao menos uma observação de extrema importância: Quando a adaptação da peça depender de um determinado sketch as medidas deste que deverão adaptar-se não deverão estar cotadas de modo a permitir a livre adaptação da peça em relação à outra.

permitir a livre adaptação da peça em relação à outra. Uma dica importante é deixar as

Uma dica importante é deixar as peças “adaptives” somente quanto a necessidade de adaptar uma peça a outra.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Anotações:

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Capítulo 10. Exercício de Montagem

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Criando montagens a partir de peças já modeladas

Abra um novo ambiente de montagem (Assembly.iam). No comando “place component” da panel bar selecione o sólido Pipe.ipt que está no drive onde foi instalado o programa / Autodesk / Inventor / Tutorial Files. Somente o primeiro componente da montagem será inserido e automaticamente posicionado e fixado no centro das coordenadas do espaço, ou seja, seus movimentos estão restringidos. As próximas peças não contarão com essa opção.

As próximas peças não contarão com essa opção. Note que ao inserir uma peça na montagem

Note que ao inserir uma peça na montagem através da sua seleção e de um clique na tela o componente ainda fica disponível para novas inserções, bastando um clique para isso. Essa função torna mais ágil a inserção de componentes quando necessário. Para finalizar a inserção de novos componentes tecle “esc” ou clique como botão direito do mouse e selecione “done”.

Repita o comando Place Component

, inserindo os arquivos

Ring_Mount.ipt e Cap_Ring.pt, estão localizados em Arquivos de programa /

Autodesk / Inventor / Tutorial files.

Arquivos de programa / Autodesk / Inventor / Tutorial files. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Adicionando Restrições na Montagem

Altere a posição das peças no espaço através do simples arraste ou dos comandos rotate component e do comando move component, ambos localizados no “panel bar”, em seguida selecione “Constraint” da Panel Bar.

bar”, em seguida selecione “Constraint” da Panel Bar. Nossa primeira constraint será uma que defina os

Nossa primeira constraint será uma que defina os eixos em que trabalharão as peças, para isso mova o cursor sobre as arestas que formam a Pipe.ipt até aparecer o preview abaixo, quando este aparecer clique uma vez. O eixo em destaque indica a relação por entre o eixo indicado da peça.

indica a relação por entre o eixo indicado da peça. Agora, movimente a peça Ring_Mount. Observe

Agora, movimente a peça Ring_Mount. Observe que existe uma restrição de eixo. Em seguida adicione uma relação face-a-face (Flush) de acordo com a figura.

uma relação face-a-face (Flush) de acordo com a figura. Em seguida adicione o mesmo tipo de

Em seguida adicione o mesmo tipo de restrição, face a face e entre eixos, nas demais peças conforme as figuras.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Dicas : Use o Zoom (F3) e o Rotate (F4),

Dicas: Use o Zoom (F3) e o Rotate (F4), Previous View (F5) e Isomtric View (F6) para posicionar e visualizar o conjunto da melhor forma que lhe convier para adicionar as restrições.

melhor forma que lhe convier para adicionar as restrições. Grau de Liberdade O símbolo de Grau

Grau de Liberdade

O símbolo de Grau de Liberdade mostra os sentidos dos movimentos que podem ser realizados nos componentes de um assembly. Agora que os componentes estão parcialmente restringidos, confira os seus graus de liberdade ainda existentes.

Degrees of Freedom. Examine os

liberdade ainda existentes. Degrees of Freedom. Examine os Selecione no menu superior View - componentes. Copyrright,

Selecione no menu superior View - componentes.

Examine os Selecione no menu superior View - componentes. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Note que um símbolo aparece na peça. Ele indica em que sentidos a peça ainda pode realizar movimentos. Conforme a figura abaixo se percebe que tanto a peça Ring_Mount quanto a Cap_Ring possuem uma liberdade de rotação em relação a peça Pipe. Agora aplicaremos uma relação de constrain angular entre a Ring_Mount e a Pipe. Para isso deixe a peça Cap_Ring invisível clicando com o botão direito na peça e deselecione a opção “visibility”. Clique no comando “place constrain” da panel bar e selecione a opção “angle” no menu “Type” da caixa de diálogo. Selecione as faces conforme a ilustração ao lado.

Selecione as faces conforme a ilustração ao lado. Torne visível a Cap_Ring selecionando-a no Brawser Bar

Torne visível a Cap_Ring selecionando-a no Brawser Bar e clicando com o botão direito selecione a opção “visibility”. Adicione uma nova relação na montagem: crie um flush constrain entre os planos originais da peça. Para visualizá-los expanda o menu da peça o torne o plano original XZ visível. Repita a operação tanto na Pipe quanto ao plano YZ deixando-o visível.

tanto na Pipe quanto ao plano YZ deixando-o visível. Desta vez chame a caixa de diálogo

Desta vez chame a caixa de diálogo do place constrain atavés da tecla de atalho “C”.

• Escolha Flush na caixa de diálogo;

• selecione o plano da Pipe;

• Selecione o plano da Cap Ring

• Clique em apply e feche a caixa de diálogo.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Através da opção Mirror Componentes vamos inserir uma outra peça

Através da opção Mirror Componentes vamos inserir uma outra peça da Ring_Mount.

Componentes vamos inserir uma outra peça da Ring_Mount. Crie um Work Plane a 9,25in da face

Crie um Work Plane a 9,25in da face da Ring_Mount. Clicando no Mirror Componentes abre a caixa de diálogo onde setaremos o componente a ser duplicado, Ring Mount e o plano que criamos para realizar a duplicação Iniciaremos, agora, a criação de um componente no ambiente de montagem. Na criação de componentes deve-se estabelecer o local do plano de trabalho e é importante isso para que o seu próximo desenho possa ser feito com uma maior agilidade. Vamos criar uma peça na face superior da Cap_Ring.ipt. Clique no comando “create component”. Nomeie o seu novo arquivo como Cap_Plate. Clique OK. Selecione a face da superior da Cap_Ring.

Clique OK. Selecione a face da superior da Cap_Ring. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os
Clique OK. Selecione a face da superior da Cap_Ring. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Você agora está num ambiente de sketch, para iniciar já o modelamento de seu sólido, tornando mais prático o seu trabalho. Projete as geometrias de base da peça. Selecione o seguinte perfil para extrusão Rotacione e dê zoom nos componentes até conseguir visualizar conforme a

figura:

nos componentes até conseguir visualizar conforme a figura: Clique OK O objetivo nesse modelamento é obter

Clique OK O objetivo nesse modelamento é obter uma peça de fechamento ao modelo. Essa será adaptada a sua base.

Adicionaremos, agora, uma furação para posteriormente adicionar componentes de fixação. Através de um Sketch na face superior da peça posicionaremos um ponto a 7,000in do centro da peça.

peça posicionaremos um ponto a 7,000in do centro da peça. Com o ponto faça um Hole

Com o ponto faça um Hole com 0.813in de diâmetro que seja passante pela peça.

Hole com 0.813in de diâmetro que seja passante pela peça. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

No próximo passo faremos um Circular Patetern do Hole criado. Sete 20 unidades.

um Circular Patetern do Hole criado. Sete 20 unidades. Para retornar ao modo de assembly clique

Para retornar ao modo de assembly clique “return” na command bar. Veja o assembly:

Como a nova parte foi construída numa face da Cap_Ring foi automaticamente adicionada uma relação de flush entre esses componentes. Adicione relações de mate eixo a eixo a furação. Através do comando Bolted Connection Generator: adicione um parafuso e uma porca.

Sete 20mm para diâmetro e 38.1 mmm para comprimento do parafuso.

Escolha também a norma DIM 6912 no tipo de parafuso e DIM EM 24034 para a porca.

Seguido, clique em finsh.

Será necessario setar as faces indicadas na figura ao lado.

Face superior, face do furo e face inferior

Observe que automaticamente serão inseridos os elementos de fixação necessários para toda a furação.

elementos de fixação necessários para toda a furação. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os direitos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Anotações:

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Capítulo 11. Montagens com Solda (Weldment)

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

O cordão de solda é possivelmente a característica mais comum do conjunto. Uma soldagem consiste tipicamente em comprimentos específicos do material conservado em estoque e dos modelos detalhados montados em suas posições corretas usando técnicas existentes do conjunto Todas as peças, características, e informação da solda são conservadas a uma única peça do conjunto e esta montagem e terá também extensão .iam.

do conjunto e esta montagem e terá também extensão .iam. O ambiente de Montagem com Solda
do conjunto e esta montagem e terá também extensão .iam. O ambiente de Montagem com Solda

O ambiente de Montagem com Solda

também extensão .iam. O ambiente de Montagem com Solda Este ambiente e semelhante aos demais ambientes

Este ambiente e semelhante aos demais ambientes do Autodesk Inventor, ele baseia-se na estrutura já conhecida com o “Panel Bar” e “Browser”.

já conhecida com o “Panel Bar” e “Browser”. Através do Browser é possível acessar os menus

Através do Browser é possível acessar os menus de Preparations, Welds e Machining.

acessar os menus de Preparations, Welds e Machining. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os direitos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Preparações

O Inventor trás em seu conceito a possibilidade de gerar uma preparação para a solda. Onde o usuário poderá chanfrar ou rebaixar uma determinada área do modelo a ser soldado.

Duplo - clique no em são as mesmas de Part e Assembly.

Duplo - clique no em são as mesmas de Part e Assembly. e as ferramentas que

e as ferramentas que serão disponíveis

de Part e Assembly. e as ferramentas que serão disponíveis Grupos de Solda Duplo clique em

Grupos de Solda

e as ferramentas que serão disponíveis Grupos de Solda Duplo clique em e as ferramentas que

Duplo clique em e as ferramentas que estão disponíveis são as de soldas em 2D e 3D, união de elementos, inserção de referencias nas soldas, faces para finalização da solda entre os elementos de criação de planos, eixos e pontos.

entre os elementos de criação de planos, eixos e pontos. Filet Weld ( W ) As

Filet Weld ( W ) As soldas Filet criam a geometria 3D real que representa o cordão de solda. A As soldas Filet criam a geometria 3D real que representa o cordão de solda. A sua aparência, 3D, será definida por sua geometria. Nesta caixa de diálogo é possível definir a uma ou duas espessuras da solda, sua forma sendo ela Flat, Concex ou Concave; a inserção de símbolos e intersecções.

ou Concave; a inserção de símbolos e intersecções. Cosmetic Weld ( W ) Através deste comando

Cosmetic Weld ( W ) Através deste comando é possível inserir a solda cosmética que será representada com “linhas” ou Através deste comando é possível inserir a solda cosmética que será representada com “linhas” ou bordas na soldagem. As soldas cosméticas terão uma aparência de pouco peso. Essencialmente, as bordas selecionadas terão uma cor alterada, e serão ligeiramente mais grossas do que uma borda normal.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Groove Weld O Grove Weld permite unir com a solda,

Groove Weld O Grove Weld permite unir com a solda, que será continua, duas peças face a O Grove Weld permite unir com a solda, que será continua, duas peças face a face. Permite selecionar a direção que melhor convier para a montagem

selecionar a direção que melhor convier para a montagem Welding Symbol : Utilizado para inserir símbolos,

Welding Symbol: Utilizado para inserir símbolos, textos, medidas, ou seja, notas que identifiquem de forma rápida : Utilizado para inserir símbolos, textos, medidas, ou seja, notas que identifiquem de forma rápida e segura a solda.Selecionando o item Create Welding Symbol, nas ferramentas de soldas acima descritas, tem – se a mesma caixa de dialogo do Welding Symbol. A nota poderá ser criada no mesmo momento da inserção da solda.

poderá ser criada no mesmo momento da inserção da solda. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento End Fill: Com o comando End Fill é possível indicar

End Fill:

Com o comando End Fill é possível indicar a face que será

finalizada à solda. A face selecionada terá textura igual da solda.

à solda. A face selecionada terá textura igual da solda. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Anotações:

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Capítulo 12. Exercício de Solda

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

No exercício a seguir será usado um arquivo, de montagem, que está no drive onde foi instalado o programa / Autodesk / Inventor / Tutorial Files. Clique duas vezes no ícone de Weldment .iam

Tutorial Files. Clique duas vezes no ícone de Weldment .iam Através do comando Welding.iam . Place
Tutorial Files. Clique duas vezes no ícone de Weldment .iam Através do comando Welding.iam . Place

Através do comando Welding.iam.

Place Component (P) : busque

do comando Welding.iam . Place Component (P) : busque o item Na seqüência faremos a preparação

o

item

Na seqüência faremos a preparação para a solda. De duplo clique em “Preparations” e faça um chanfro de 6,0mm na aresta da peça Brace.ipt. Observe a figura ao seguir.

na aresta da peça Brace.ipt. Observe a figura ao seguir. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Para sair do ambiente clique em return. Para executar o comando de solda clique duas vezes no ícone de “Welds”. Escolha a opção de “Fillet Weld”, faremos uma solda em 3D. Primeiramente deve ser selecionado a face chanfrada, essa será a “Select Faces 1”. Para selecionar a “Select Faces 2” sete as faces da peça Chanel.ipt, sua medida será de 6mm. Observe as figuras abaixo.

, sua medida será de 6mm. Observe as figuras abaixo. As seguintes operações, serão fazer uma
, sua medida será de 6mm. Observe as figuras abaixo. As seguintes operações, serão fazer uma
, sua medida será de 6mm. Observe as figuras abaixo. As seguintes operações, serão fazer uma

As seguintes operações, serão fazer uma solda 2D, “Cosmetic Weld” e uma solda 3D, conforme a demonstração abaixo. Para inserir o símbolo clique em Creat Weld Symbol.

abaixo. Para inserir o símbolo clique em Creat Weld Symbol. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Usinagem (Machine)

Este recurso permite o usuário criar ferramentas e editar o sólido existente, mas sem alteração real na geometria da peça. Ex.: Uma peça base retangular que somente em sua montagem terá um furo (feature Hole). Com esta ferramenta o usuário poderá criar este furo somente para montagem e quando do seu detalhamento o Inventor irá perguntar se o usuário pretende detalhar o conjunto, soldado, usinado (machining) e etc.

Vamos verificar passo a passo a operação.

1. Clique no ícone Machining Group:

2. Crie um novo sketch.

1. Clique no ícone Machining Group: 2. Crie um novo sketch. 3. Crie características do conjunto

3. Crie características do conjunto como extrusões, furos, ou chanfros e verifique

que o modelo original (produto) não sofreu alteração.

Portanto este comando serve basicamente para trabalharmos com peças usinadas ou que sofrem alterações quando da sua montagem em um conjunto.

sofrem alterações quando da sua montagem em um conjunto. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Anotações:

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Capítulo 13. Vista Explodida

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

O ambiente Standart.ipn do Invertor possibilita representação de vistas explodidas a partir de uma montagem. Com os componentes distantes entre si é possíveis uma melhor identificação dos mesmos e uma visualização prévia de como o produto será montado. Nesse ambiente é possível, também, gerar animações da montagem em questão, podendo salvar como formato avi.

da montagem em questão, podendo salvar como formato avi. Ferramentas de Vista Explodida A interface gráfica

Ferramentas de Vista Explodida

A interface gráfica do Standart é semelhante aos demais ambientes, sendo composta pela Panel Bar, onde existe as ferramentas do ambiente, e a Browser Bar que consta o histórico das operações realizadas.

Bar que consta o histórico das operações realizadas. Create View: Através deste comando seleciona-se o arquivo
Bar que consta o histórico das operações realizadas. Create View: Através deste comando seleciona-se o arquivo

Create View: Através deste comando seleciona-se o arquivo de Assembly desejado.

deste comando seleciona-se o arquivo de Assembly desejado. É possível também definir o método da explosão,

É possível também definir o método da explosão, sendo ele Manual ou Automatic, e no menu Options qual a View Representation desejada. Essa vista tem que ter sido anteriormente criada.

desejada. Essa vista tem que ter sido anteriormente criada. dos componentes. Pode ser feita a escolha

dos

componentes. Pode ser feita a escolha da direção, do componente e sua

distância.

Tweak

Componentes

(T):

É

utilizado

para

realizar

a

explosão

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Precise View Rotation: Rotaciona o conjunto através de um incremento

Precise View Rotation: Rotaciona o conjunto através de um incremento pré- determinado. Rotaciona o conjunto através de um incremento pré- determinado.

o conjunto através de um incremento pré- determinado. Animation: Através deste comando é possível gerar a

Animation: Através deste comando é possível gerar a animação da montagem do conjunto, setando a rapidez Através deste comando é possível gerar a animação da montagem do conjunto, setando a rapidez do movimento e número de repetições. Expandindo a tela tem-se o histórico dos movimentos e a possibilidade de alterar a seqüência e ainda agrupar movimentos para realizar movimentos simultaneamente.

agrupar movimentos para realizar movimentos simultaneamente. Através do ícone Record pode ser salvo em formato avi

Através do ícone Record pode ser salvo em formato avi a animação, realizando um vídeo que poderá ser visto por quaisquer usuários.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Capítulo 14. Ferramentas de Detalhamento (Drawing)

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Este ambiente é destinado ao detalhamento das pecas e conjuntos feitos anteriormente, podendo gerar vistas, cortes, detalhes, dimensionar, adicionar tolerâncias e etc. Você pode ainda optar pelo detalhamento nas extenções .idw ou .dwg (que pode ser aberto no AutoCAD).

Drawing Views Panel:

.dwg (que pode ser aberto no AutoCAD). Drawing Views Panel: Base View – Comando utilizado para
.dwg (que pode ser aberto no AutoCAD). Drawing Views Panel: Base View – Comando utilizado para
.dwg (que pode ser aberto no AutoCAD). Drawing Views Panel: Base View – Comando utilizado para

Base View – Comando utilizado para inserir a vista base do detalhamento.

Comando utilizado para inserir a vista base do detalhamento. Component Tab: File: Indica o caminho e

Component Tab:

File: Indica o caminho e arquivo que será gerado a vista. Caso tenha vários arquivos abertos surgirá uma lista com todos automaticamente, caso não tenha nenhum você terá que selecioná-lo pelo botão ao lado “Explore Directories”. Weldment: Disponível somente com conjuntos que tenham preparação, solda e usinagens no conjunto. Com isso você pode escolher entre gerar a vista do: assembly, da preparação (habilitando as peças que sofreram alguma modificação), welds ou machining. Design View: Disponível somente para conjuntos. Disponibiliza as vistas que foram geradas previamente no conjunto.Com a opção associative pré-selecionada na geração, o inventor manterá sempre atualizado conforme a vista no conjunto. Orientation: Aqui você pode escolher entre as principais vistas do modelo. Caso você queria uma vista que não tenha, utilize o botão ao lado Chance View Orientation. Scale: Indica a escala do modelo. Opções de mostrar a escala e usar a escala da vista base.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Label: Indica o nome da vista e opção de mostrar o nome da vista. Style: Indica o tipo de estilo da vista. Opção de usar o mesmo da vista base.

de estilo da vista. Opção de usar o mesmo da vista base. Options tab: Reference data:

Options tab:

Reference data:

Line Style: Indica o tipo de linha utilizada na vista. Margin: Indica o valor da margem utilizada. Positional Representation: Disponibiliza as representações criadas no conjunto. Display:

All Model Dimensions - Ao gerar a vista o modelo já vem com todas as cotas do modelo. Model Welding Symbols: - Traz os símbolos de solda do modelo. Bend Extents: - Deixa visíveis as extensões em dobras feitas no sheet

metal.

Thread Feature: - Deixa visível a rosca no modelo. Weld Annotations: - Traz as anotações feitas nas soldas do modelo. Work Features: - Deixa visiveis os work features. Tangent Edges: - Deixa visível todas as linhas de tangência no modelo. Show Trails: - Deixa visível os caminho feitos em arquivos .ipn. Hatching: - Deixa visíveis as hachuras do modelo. Align to Base: - Deixa a vista alinhada com a base. Definition in Base View: - Define o estilo de vista igual ao da base. Section Standard Parts: - Define se os arquivos da biblioteca sofreram cortes ou não. View Justification: - Define o tipo de justificação da vista.

Justification: - Define o tipo de justificação da vista. Projected View - Comando utilizado para projetar

Projected View - Comando utilizado para projetar vistas a partir da vista base. Apenas selecione a vista e arraste para o lado desejado inclusive vista isométrica.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Auxiliary View - Comando utilizado para projetar vistas auxiliares a

Auxiliary View - Comando utilizado para projetar vistas auxiliares a partir de uma linha de referência do - Comando utilizado para projetar vistas auxiliares a partir de uma linha de referência do modelo base.

a partir de uma linha de referência do modelo base. Section View - Utilizado para gerar

Section View - Utilizado para gerar vistas de corte total ou parcial do modelo. Após traçar a - Utilizado para gerar vistas de corte total ou parcial do modelo. Após traçar a linha de corte, aparecerá a imagem abaixo:

Após traçar a linha de corte, aparecerá a imagem abaixo: Label: Nome do corte. Com opção

Label: Nome do corte. Com opção de visível. Scale: Escala da corte. Com opção de visível. Style: Todas arestas visíveis, somente arestas externas visíveis e shade (textura).

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Slice View: Utilizado para representar uma secção em “fatias”, ou

Slice View: Utilizado para representar uma secção em “fatias”, ou seja, diversas profundidades de corte em uma Utilizado para representar uma secção em “fatias”, ou seja, diversas profundidades de corte em uma única vista. Crie vistas frontal e lateral, em seguida selecione a vista de projeção do corte e clique em sketch, no ambiente de sketch crie linhas com a representação das distâncias das secções.

linhas com a representação das distâncias das secções. Clique em Return, selecione o comando Slice View,
linhas com a representação das distâncias das secções. Clique em Return, selecione o comando Slice View,

Clique em Return, selecione o comando Slice View, clique na vista onde você deseja representar o corte, em seguida clique na skech da vista base e selecione OK.

em seguida clique na skech da vista base e selecione OK. Detail View - Utilizado para
em seguida clique na skech da vista base e selecione OK. Detail View - Utilizado para

Detail View - Utilizado para gerar detalhes (em escala) de uma parte do modelo. Também aparecerá a - Utilizado para gerar detalhes (em escala) de uma parte do modelo. Também aparecerá a tela onde você pode configurar o nome, a escala e o estilo da vista.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Section Depth: Full - corte total. Distance - determine a

Section Depth:

Full - corte total. Distance - determine a profundidade.

Full - corte total. Distance - determine a profundidade. Broken View - Utilizado para gerar secções

Broken View - Utilizado para gerar secções nas vistas. Geralmente utilizado em tubos e cilindros com grandes - Utilizado para gerar secções nas vistas. Geralmente utilizado em tubos e cilindros com grandes comprimentos.

utilizado em tubos e cilindros com grandes comprimentos. Style: Retangular ou Estrutural. Orientation: Define o

Style: Retangular ou Estrutural. Orientation: Define o sentido do corte. Display: Define o tamanho do traçado. Gap: Define o espaçamento entre o traçado.

Breack Out View - Utilizado para gerar cortes parciais com determinada profundidade. Necessário ter feito um sketch fechado - Utilizado para gerar cortes parciais com determinada profundidade. Necessário ter feito um sketch fechado para a execução do comando.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Boundary: Profile - Defina a sketch. Depth: Selecione um ponto

Boundary:

Profile - Defina a sketch. Depth: Selecione um ponto de referência. Opções:

From point - indica onde inicia o corte. To sketch - associa com um sketch de outra vista. To hole - usa como profundidade o furo. Through Part - usa a espessura com limite de corte.

furo. Through Part - usa a espessura com limite de corte. Overlay View: Utilizado para criar

Overlay View: Utilizado para criar representações de movimento de conjuntos flexíveis. Selecione o comando Overlay View e a vista do desenho em que você deseja representar o movimento do conjunto, em seguida selecione a posição (Positional Representation) e a vista (View Representation) a representar.

e a vista (View Representation) a representar. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os direitos
e a vista (View Representation) a representar. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os direitos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento New Sheet - Gera mais uma folha no arquivo. Para

New Sheet - Gera mais uma folha no arquivo. Para acessar outra folha é necessário realizar um duplo - clique sobre o sheet (folha) que você deseja editar.

- clique sobre o sheet (folha) que você deseja editar. Draft View - Utilizado para gerar

Draft View - Utilizado para gerar um sketch dentro do .idw. - Utilizado para gerar um sketch dentro do .idw.

Draft View - Utilizado para gerar um sketch dentro do .idw. Drawing Annotation Panel: Usado para

Drawing Annotation Panel:

Usado para gerar as cotas, anotações, símbolos, lista de materiais e etc. para o detalhamento. Para acessa-lo selecione o comando conforme as figuras a seguir.

acessa-lo selecione o comando conforme as figuras a seguir. General Dimension (D): usado para cotar medidas
acessa-lo selecione o comando conforme as figuras a seguir. General Dimension (D): usado para cotar medidas

General Dimension (D): usado para cotar medidas lineares, angulares, raios, diâmetros, e não lineares.

lineares, angulares, raios, diâmetros, e não lineares. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os direitos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Baseline Dimension Set (A): usado para setar qual será a

Baseline Dimension Set (A): usado para setar qual será a base das cotas. Baseline Dimension: usado para cotar medidas após setada a dimensão base.

Ordinate Dimension Set (O): usado para setar qual será o ponto de referencia das medidas ordinais. usado para setar qual será o ponto de referencia das medidas ordinais.

Ordinate Dimension: usado para cotar medidas após setado o ponto de referencia das medidas ordinais. usado para cotar medidas após setado o ponto de referencia das medidas ordinais.

Hole / Thread Notes: usado para cotar apenas furos e suas anotações. usado para cotar apenas furos e suas anotações.

Chamfer Note (CN): Utilizado para criar notas de chanfros. Selecione o comando e as duas arestas do chanfro. Utilizado para criar notas de chanfros. Selecione o comando e as duas arestas do chanfro.

chanfros. Selecione o comando e as duas arestas do chanfro. Center Mark: usado para colocar linhas

Center Mark: usado para colocar linhas de centro em furos, entre linhas, entre furos ou indicar o centro de um raio.

entre linhas, entre furos ou indicar o centro de um raio. Surface Texture Symbol: usado para

Surface Texture Symbol: usado para colocação de símbolos de usinagens.

Symbol: usado para colocação de símbolos de usinagens. Weldment Symbol: usado para representação de símbolos de

Weldment Symbol: usado para representação de símbolos de solda. usado para representação de símbolos de solda.

Symbol: usado para representação de símbolos de solda. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os direitos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Feature Control Frame: usado para colocação de tolerâncias

Feature Control Frame: usado para colocação de tolerâncias geométricas.

Frame: usado para colocação de tolerâncias geométricas. Feature Indentifier Symbol: usado para colocação de

Feature Indentifier Symbol: usado para colocação de identificadores no detalhamento. usado para colocação de identificadores no detalhamento.

Datum Indentifier Symbol: usado para colocação de identificadores de face no detalhamento. usado para colocação de identificadores de face no detalhamento.

para colocação de identificadores de face no detalhamento. Datum Target: usado para adicionar um balão de

Datum Target: usado para adicionar um balão de revisão no detalhamento. Entre as opções estão: Leader, Circular, Line, Point, Retangular.

opções estão: Leader, Circular, Line, Point, Retangular. Text: usado para colocar anotações no detalhamento.
Text: usado para colocar anotações no detalhamento. Leader Text: usado para adicionar um texto com
Text: usado para colocar anotações no detalhamento.
Leader Text: usado para adicionar um texto com linha de chamada.
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Baloon / Auto Ballon: usado para adicionar balões no conjunto,

Baloon / Auto Ballon: usado para adicionar balões no conjunto, um a um ou automaticamente.

adicionar balões no conjunto, um a um ou automaticamente. Part List: usado para gerar a lista
adicionar balões no conjunto, um a um ou automaticamente. Part List: usado para gerar a lista

Part List: usado para gerar a lista de material. Previamente configurada em Format - Styles Editor usado para gerar a lista de material. Previamente configurada em Format - Styles Editor

material. Previamente configurada em Format - Styles Editor Table: Utilizado para inserir tabelas simples. Pode ser

Table: Utilizado para inserir tabelas simples. Pode ser utilizado também para criar uma tabela com especificações de dobra para chapas planificadas: selecione o comando, a vista planificada da chapa e posicione a çista no local desejado.

planificada da chapa e posicione a çista no local desejado. Hole Table – Selection (HTS) /
planificada da chapa e posicione a çista no local desejado. Hole Table – Selection (HTS) /

Hole Table – Selection (HTS) / View (HTV) / Feature (HTF):

Utilizado para a criação de tabelas padronizadas com coordenadas e demais especificações de furação. Selecione o comando, especifique a origem do sistema clicando em um ponto da peça, e em seguida pode-se inserir uma tabela de furação através de simples seleção, seleção da vista (View) ou seleção de feature. Para finalizar a operação clique com o BDM e selecione Creat.

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Caterpillar / End Treatment: este é um conjunto de ferramentas
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Caterpillar / End Treatment: este é um conjunto de ferramentas

Caterpillar / End Treatment: este é um conjunto de ferramentas para desenho de soldas, caso você não tenha gerado um conjunto soldado (Weldment), ou queira usar em um .ipt.

um conjunto soldado (Weldment), ou queira usar em um .ipt. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Revision Table / Revision Tag: Utilizado para inserir a tabela

Revision Table / Revision Tag: Utilizado para inserir a tabela de revisão e para inserir a indicação onde esta a revisão.

revisão e para inserir a indicação onde esta a revisão. Symbols: Insere os símbolos criados no

Symbols: Insere os símbolos criados no Sketch symbols. Você pode ainda rotacionar, escalonar e usá-los com linhas de chamadas.

rotacionar, escalonar e usá-los com linhas de chamadas. Retrieve Dimensions: utilizado para chamar as cotas do
rotacionar, escalonar e usá-los com linhas de chamadas. Retrieve Dimensions: utilizado para chamar as cotas do

Retrieve Dimensions: utilizado para chamar as cotas do modelo, com este método você pode escolher quais cotas devem ser utilizadas.

você pode escolher quais cotas devem ser utilizadas. Tolerâncias Além dos botões existentes no Panel Bar

Tolerâncias

Além dos botões existentes no Panel Bar existem opções quando clicados com o botão direto em objetos ou com duplo – clique sobre o objeto para editá- los. Utilizando deste recurso veremos a adição de dimensões com esta opção.

recurso veremos a adição de dimensões com esta opção. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Dimensões: Em dimensões aparecerão: A criação de estilo e edição,
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Dimensões: Em dimensões aparecerão: A criação de estilo e edição,

Dimensões: Em dimensões aparecerão:

A criação de estilo e edição, opções de cota, precisão, adição de tolerância, adição de texto, deixar invisível o texto, deixar invisíveis as linhas de extensão, editar os tipos de extensões. Nesta tela você pode alterar o método da tolerância da cota e a precisão.

Customizando o Estilo e o Formato

Existem muitos itens customizáveis na realização do formato padrão de uma empresa. Desde as cores das linhas até quais itens constarão no Título Padrão do desenho. Você pode alterá-los em Format - Styles Editor

Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento Nesta tela você pode configurar Layers, Vistas Explodidas, Balões, Lista

Nesta tela você pode configurar Layers, Vistas Explodidas, Balões, Lista de Materiais, a Nota de Revisão, a Tabela de Revisão, etc. Após a configuração do Estilo e Layers, você também pode exportar toda a configuração de estilos e layers para qualquer outro desenho. Para exportar apenas clique com o botão direito em cima do estilo desejado, e clique em Export. Para carregar o estilo no seu template, use o botão Import localizado no canto inferior esquerdo. Com isso, todos desenhos novos já estarão usando o novo estilo.

Alterando o Formato

Para alterar o formato vá no browser e clique com o botão direito em “sheet”, conforme a figura. Selecione “edit sheet” e aparecerá a seguinte caixa de diálogo

“edit sheet” e aparecerá a seguinte caixa de diálogo Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software. Todos os
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Orientation: Define a localização na folha do selo padrão. Options:

Exclude from Count: Define a exclusão da folha selecionada na contagem das folhas no desenho. Exclude from printing: Define a exclusão da folha da impressão

Drawing Resources

Folhas com Formato Padrão (Sheet Formats): É possível iniserir uma nova folha no detalhamento com formato e número de vistas automáticos. Clique com BDM sobre o formato/número de vistas desejado e selecione New Sheet.

o formato/número de vistas desejado e selecione New Sheet. Criando bordas padrão (Borders): Selecione a opção

Criando bordas padrão (Borders):Selecione a opção Define New Border As ferramentas de sketch ficarão acessíveis. Desenhe sua nova borda. Clique em Return e salve sua nova borda.

sua nova borda. Clique em Return e salve sua nova borda. Copyrright, 2007. GRAPHO Design Software.
Virtual Automação – Apostila de Treinamento
Virtual Automação – Apostila de Treinamento

Criando um novo Selo Padrão (Title Blocks): Para criar um novo selo padrão expanda no browser o Drawing Resources. Clique com

o BDM na pasta Title Blocks e em seguida selecione a opção Define New