Você está na página 1de 4

1.

Introduo

Um dos ensaios que nos permite estudar os efeitos das cargas


dinmicas, o ensaio de choque (impacto). Que tambm mede a
tendncia de um material de se comportar de maneira frgil. O impacto
representa um esforo de natureza dinmica, porque a carga aplicada
brusca e rapidamente. A fora mais a velocidade com que ela aplicada,
gera uma energia de ensaio. No ensaio de impacto, um esforo de
choque de valor conhecido aplicado sobre uma amostra do material
para que seja medida a quantidade de energia. Para ensaiar metais, o
mtodo mais usado o golpe desferido por um peso em oscilao. O
pendulo do martelo pendular levado a uma certa posio e adquire
uma energia potencial inicial. Quando cai, ele encontra em seu percurso
o corpo de prova, que se rompe. A trajetria do pndulo continua at
certa altura, que corresponde a posio final, que adquirido a energia
final. [1]
Nestes ensaios, o corpo de prova utilizado pode ser de diferentes tipos e
dimenses dos entalhes como: Charpy tipo A, que o entalhe em
formato de V; charpy tipo B, que o entalhe em formato de fechadura e
o tipo C, que o formato do entalhe seria um U invertido. Tambm temos
uma outra classe de corpo de prova o Izod, que o entalhe o mesmo do
charpy tipo A. Sua diferena est que o entalhe no fica centralizado e
sim com um comprimento maior que permite o corpo de prova fique
engastado na mquina para o ensaio, que ao contrrio do charpy, fica
somente apoiado. Essas duas classes seguem as normas de
especificaes internacionais baseada na norma americana ASTM E-
23.

2. Objetivo

Medir a quantidade de energia absorvida por uma amostra do material,


quando submetido ao de um esforo de choque de valor conhecido.
3. Materiais e Mtodos

Mquina de Impacto PS30


Capacidade 300 J,
Velocidade de 5,5 m/s,
Peso do pendulo 19,962 Kg,
Distncia entre o eixo da mquina e o centro do CP 790 mm.

Figura 1- Mquina de impacto usada no ensaio

Corpo de prova Charpy tipo A, B e C


Ao 1020 CR (como recebido)
Ao 1020 Recozido (resfriou dentro do forno)
Ao 1020 Temperado (forno 900 C por 1h, resfriou em gua)

Figura 2- Corpos de prova usados no ensaio, charpy tipo A,B e


C

Forno de Mufla
Figura 3 Forno Mufla, imagem no real do utilizado no ensaio.

4. Resultados e Discusses

CP Expans Contra rea Hq Hr [m] Velocidade T [C]


o o [mm] [m/s]
Lateral Lateral
[mm] [mm]
1020 CR

1020
Recozido
1020
Temperado
Tabela 1 Resultado dos dados colhidos durante o ensaio

Energia Absorvida (EA)

Total Resistencia ao
Impacto
CP EA [J] EA [J/mm]

1
2

Tabela 2- resultado dos dados colhidos durante o ensaio

5. Concluso