Você está na página 1de 45

TUTORIAL VUE

01 Mapeamento Básico
Para abrir o VUE:

No Windows:

* Escolha Iniciar > Todos os Programas > VUE. O programa VUE abrirá.

No Mac:

* Clique duplo no ícone VUE no seu desktop. VUE. O programa VUE abrirá..

No Linux

* Clique na barra de ferramentas sobre o ícone do VUE, ou, clique com o botão direito do mouse
sobre o aplicativo “Vue.jar” e mande abrir como o Java instalado no seu computador.

Observe: Quando o VUE é iniciado, um novo mapa é aberto.

01 Criando um Novo Mapa

O Novo Mapa Padrão:

Ao iniciar o VUE, um mapa é automaticamente criado. Um mapa VUE é uma tela em branco em
que se pode criar nós e ligá-los, da mesma maneira que um mapa mental ou conceitual tradicional.
Esta seção do Tutorial irá ajudá-lo a iniciar.

Criando Mapas Adicionais:

Você pode ter múltiplos mapas VUE abertos simultaneamente. Para criar mapas adicionais;

1. Na barra de Menu selecione, File > New. Um novo mapa VUE será aberto em uma aba própria.
Quando você salvar o mapa VUE a aba será renomeada.

Informações Adicionais:

A barra de ferramentas VUE, a tela do mapa, a paleta de formatação flutuante estarão visíveis.

A paleta de formatação permite que você mude o estilo de formatação e as propriedades dos objetos
na tela do mapa. A paleta de formatação não está fixada por padrão, uma vez que pode ser arrastada
e colocada onde for mais conveniente, seja dentro ou fora da área do mapa. Com base no seu
tamanho de tela, você pode deixá-la aberta ou fechá-la após o uso.

O primeiro passo na construção do mapa é a criação de um nó. Um nó é uma forma que representa
um conceito ou idéia.

Existem dois métodos principais para criar nós.

Método 1: Através da barra de ferramentas


1. Na barra de ferramentas, clique na ferramenta “Node”. O cursor toma uma forma de takes the
cruz.
2. Mova o cursor para a tela do de mapa onde você gostaria que o nó apareça. A cruz fica visível.
3. Clique e arraste o cursor na tela do mapa. Um novo nó será criado.

Uma vez o nó tenha sido criado, ele pode ser rotulado.

1. Verifique que o cursor esteja piscando no nó e então digite o nome do nó.


2. Clilque fora do nó. O nó estará nomeado.

O rótulo pode ter o tamanho que você desejar. Enquanto a ferramenta “Node” estiver selecionada
você pode continuar criando múltiplos nós.

Preferências: Adicionalmente, no menu Edit > Preferences > Node Creation (VUE > Preferences
no Mac), você pode habilitar a criação de nós com um clique. Se esta opção estiver habilitada,
quando a ferramenta “Node” estiver selecionada, apenas um clique na tela irá criar um nó
.
Método 2: Através do Menu Contextual

Uma técnica alternativa para usar a ferramenta para criar novos nós é usar o método botão direito
do mouse na tela do mapa. O botão direito do mouse é uma técnica de atalho que geralmente traz
um menu contextual. Se preferir clique direito do mouse:

1. Clilque na ferramenta “Selection”. O cursos se transforma em uma seta.


2. Clique com o botão direito do mouse (No Mac Ctrl-cliqueck) na tela do mapa. O menu
contextual será exibido.
3. Selecione “Add Node”. Um novo nó será criado.
4. Verifique que o cursor estaja piscando sobre o nó e então digite um nome para o nó.
5. Clique fora do nó. O nó estará nomeado.

Método 3: Através da ferramanta “Rapid Prototyping”

Esta ferramenta faz uma ligação de um nó existente e cria um novo nó.

1. Clique sobre a ferramenta “Rapid Prototyping” (a quarta ferramenta da esquerda para a direita
da barra de ferramentas)
2. Clilque em um nó existente.
3. Arraste o mouse pela tela. A ligação é criada e expandida.
4. Solte o mouse. Um nó já ligado é criado.
5. Digite um nome para o nó.
6. Clique sobre a ligação.
7. Digite um nome no rótulo da ligação.
8. Salve seu trabalho.

Para usar um atalho para esta ferramenta:

1. Clique na ferramenta “Selection”. O cursor se transformará em uma seta.


2. Clique sobre o nó e segure a tecla Alt (Windows) ou Option (Mac).
3. Arraste para um lugar na tela e solte a tecla. Uma nova ligação juntamente com um novo nó
será criado.

Método 4: Atalho

Ctrl-N (Cmd-N no) é a tecla de atalho para a criação de novos nós.


Para ajustar os nós.

1. Selecione o nó. Alças aparecem em torno no nó.


2. Na paleta de formatação, ajuste as propriedades. (veja a seção sobre a paleta de formatação)

Dica de seleção

Ao invés de ajustar o estilo de muitos nós, um a um, você pode ajustar as propriedades de todos eles
ao mesmo tempo.

Na tela de mapa:

1. Clique na tela e arraste o mouse para criar um retângulo ao redor dos nós. Alças irão
aparecer em torno da seleção.
2. Na paleta de formatação, ajuste as propriedades dos nós como já mencionado.

03 Criando ligações

Uma vez que nós ter sido criado, o próximo passo será a criação de relacionamentos entre os nós
através da ligação entre eles. Enquanto nós representam conceitos ou idéias, ligações representam
as relações entre os conceitos. O processo de vinculação dos nós acrescenta organização ao mapa.

Método 1: Através da barra de ferramentas

1. Da barra de ferramentas, clique na ferramenta “Link”. O cursor toma a forma de uma cruz.
2. Clique em um nó e arraste o cursor para uma outro nó. Uma ligação é criada entre os dois nós.

A esta altura, a ligação está no modo de edição. Textos de identificação e descrição podem ser
adicionados à ligação.

1. Digite um rótulo para a ligação.


2. Clique fora da ligação. Ela estará rotulada.

Enquanto a ferramenta “Link” estiver selecionada, você pode continuar a criar ligações uma depois
da outra.

Método 2: Ferramenta “Rapid Prototyping”

Verifique as observações já feitas sobre a ferramenta na página sobre a criação de nós.

Método 3: Atalho

Esta é a tecla de atalho para se criar uma ligação:


1. Clique sobre a ferramenta “Selection”. O cursor irá se transformar em uma seta clara.
2. Clique sobre um nó e segura a tecla Alt (Windows) ou Option (Mac) e arraste o mouse para um
outro nó. A ligação será criada.

O mesmo atalho irá criar uma nova ligação juntamente com um novo nó se o mouse for solto em
uma área vazia da tela.

04 Inserindo Textos

Se você desejar adicionar um texto descritivo em uma mapa, que não seja parte de um nó ou link, a
ferramenta de textos estará disponível para o uso. O Texto inserido pelo uso dessa ferramenta pode
ser formatado como uma lista ordenada ou não.

Método: Através da barra de ferramentas

1. Na barra de ferramentas, clique na ferramenta Text. O cursor tomará a forma de uma viga.
2. Clique no local que você deseja que o texto seja colocado. Uma caixa de texto irá aparecer.
3. Digite o texto.

Um duplo clique em um texto existente o coloca em modo de edição. A organização de listas


ordenadas ou não podem ser configuradas com o uso da ferramenta “Formatting Palette” (paleta de
formatação).

Método 2: Atalho

Você também pode acrescentar textos da seguinte maneira:

* Com o botão direito do mouse selecione a opção “Add Text”.


ou
* Pressione Ctrl-T (Cmd-T no Mac).

Nota: O texto criado com a ferramenta “Text” como um objeto independente pode ser arrastado
para um nó. O texto criado um a ferramenta “Text” tem mais ferramentas de formatação do que
através da opção "Node labels."

02 Formatação

Nós e ligações tem alguns atributos padrão, como a forma, preenchimento, contorno e cor do texto.
Quando selecionados, você pode alterar o estilo, modificando as propriedades que aparecem na
paleta de formatação.

Aprenda como:

* Usar a Paleta de Formatação


* Formatar os Nós
* Formatar as ligações
* Formatar os textos
* Copiar e aplicar Estilos

02 Format Nodes

Estilos de Nó, como forma, cor, largura do contorno, os atributos da fonte, e rótulos, podem ser
formatados.
Para se configurar a forma do nó:

1. Deixe a paleta de formatação visível (Windows > Formatting Palette).


2. Selecione o nó. Alças irão aparecer em torno do nó.
3. Na paleta de formatação clique sobre a ferramenta “Shape” no menu drop-down. Os 9
formatos de nós serão exibidos.
4. Selecione uma forma. O nó será configurado.

Para configurar o rótulo do nó:

1. Deixe a paleta de formatação visível (Windows > Formatting Palette).


2. Dê um clique duplo sobre o texto do rótulo. O texto será selecionado.
3. No lado direito da paleta de formatação, clique sobre as ferramentas de texto, como fonte ou
tamanho e faça os ajustes. O texto do nó será configurado.

04 Formatação do Texto

Textos no mapa VUE, tanto os associados a nós e ligações ou colocados livremente no mapa,
podem ser formatados.

Para configurar os textos:

1. Deixe a paleta de formatação visível (Windows > Formatting Palette).


2. De um duplo clique sobre o texto. O texto será selecionado.
3. No lado direito da paleta de formatação, clique sobre qualquer das ferramentas de texto, como
fonte ou tamanho e faça as configurações. O texto será configurado.

O texto inserido através da ferramenta “Text” (como um objeto independente) pode ser formatado
como uma lista ordenada ou desordenada, e alinhada usando as ferramentas da paleta de
formatação.

Para informações sobre como adicionar textos descritivos do mapa que não seja parte de um nó ou
ligação, veja o ítem 04

05 Copiar Estilos

Se você gastar tempo para formatar cuidadosamente um nó, uma ligação ou um texto independente
você pode aplicar o mesmo estilo para outro nó, ligação ou texto, o VUE tem uma ferramenta para
economizar tempo:

1. Selecione o objeto com o estilo a ser copiado.


2. Da barra de menu, selecione a opção Format > Copy Style (Windows: Ctrl-Shift-C), (Mac:
Cmd-Shift-C).
3. Selecione o objeto para aplicar o estilo copiado.
4. Da barra de menu, selecione Format > Apply Style (Windows: Ctrl-Shift-V), (Mac: Cmd-Shift-
V). O estilo será duplicado.

03 Layout

Uma vez que os nós e ligações sejam colocados no mapa, eles podem ser posicionados e
organizado. O VUE tem ferramentas para facilitar a criação, posição e edição dos atributos dos nós
e ligações como também do layout. Depois de organizado, o mapa ira permitir uma compreenção
mais fácil e refletir uma aparência.

01 Duplicar, Copiar, Sinais

Para duplicar ou copiar rapidamente um nó ou ligação:

1. Através do botão direito do mouse (Ctrl-click on the Mac) selecione o objeto e escolha “Copy”.
2. Na tela do mapa, novamente com o botão direito do mouse (Ctrl-click on the Mac) escpçja
“Paste”. Um objeto duplicado é acrescido ao mapa.

Para mover um nó ligeiramente para cima, para baixo, à direita ou à esquerda:

1. Clique sobre o nó. As alças de seleção aparecem.


2. No teclado use as teclas de setas. O nó será movido ligeiramente.

Para selecionar múltiplos objetos:

1. Arraste o mouse para formar um contorno retangular. O retângulo em torno dos objetos irá
selecioná-los.

2. Faça as mudanças globais que desejar, por exemplo mudando a cor de preenchimento.

02 Para alinhar os Nós no mapa.

Para alinhar múltiplos nós a partir dos seus cantos ou centros:

1. Laço (seleção) de múltiplos nós. Um retângulo com os objetos selecionados.


2. Clique com o botão direito do mouse (Ctrl-click no Mac) nos nós. Um menu de atalho aparece.
3. Selecione “Align”.
4. Selecione a opção de alinhameto. Os nós serão alinhados.

Para tornar os nós do mesmo tamanho:

1. Selecione os nós que você deseja tornar do mesmo tamanho.


2. Botão direito do mouse na seleção. O menu de atalho aparecerá.
3. Selecione “Align”.
4. Selecione a opção "Stretch to Selection Width" ou "Stretch to Selection Height". Os nós ficarão
com a mesma largura ou altura.

03 Organizar os Nós no mapa

Outras maneiras para se organizar os nós.


Você pode organizar os nós a partir do menu escolhendo Format > Arrange > , ou usando o menu
contextual.

Selecione todos os nós a serem organizados


Row
Column

Table
Circle (Outline)

Circle (Filled)

Random

Select a few nodes to affect surrounding nodes

Ripple Out

Gather
(Brings selected nodes to center, pushes other
moves out of the way)

04 Organizar Nós Ligados no mapa

Para se obter clusters significativos, selecione os nós que são altamente conectados.

* Com um ou mais nós ligados selecionados, com o botão direito do mouse (Ctrl-click no Mac)
selecione Arrange Linked > e escolha uma das opções:
o Cluster Around (Círculo preenchido)
o Cluster Around (Distribuído)
o Hierarchical (Cria uma hierarquia a partir do nó selecionado. (i.e. use esta opção para
definir qual é o conceito central)).
o Gravity (Círculo preenchido) (Iniciando-se pela seleção de todos os nós (Ctrl-A, Cmd-A no
Mac)). Os nós com mais conexões serão movidos para o centro e aqueles com menos conexões
serão movidos para a periferia.)

Você também pode organizar nós ligados a partir da opção do menu Format > Arrange Linked >

05 Nós Filhos dentro dos Nós Pais

Para organizar os nós dentro de um nó:

1. Selecione o nó que você quer mover para cima ou para baixo dentro do seu Nó Pai.
2. Pressione as teclas de seta para cima ou para baixo. O Nó será reposicionado.

Para se controlar o layout dos nós dentro de um nó:

1. Antes de arrastar nós dentro de um Nó Pai, organize os nós, organize os nós no layout desejado
na tela do mapa.
2. Agrupe os nós.
3. Arraste o grupo dentro do “nó pai”.

04a Trabalhando com o Conteúdo

O VUE permite a anexação de conteúdo digital do seu computador, da Web e de sistemas remotos
como sites FTP, repositórios digitais e servidores Google. O conteúdo pode ser adicionado ao mapa
como nós ou anexado a nós existentes. Uma vez que estes recursos sejam anexados e intetrados a
nós individuais e ligações, o mapa conceitual se torna um mapa de conteúdo. Assim o mapa VUE se
transforma em uma extensão da Web e do repositório digital.

A janela “Content” pode ajuda-lo na criação permitindo o acesso a conteúdo digital enriquecido
com metadados:

* A aba “Resources” permite acesso do VUE a conteúdo do seu computador, de sistemas remotos
como sittes FTP, repositórios digitais, servidores Google e canais de notícias tipo RSS.
* A aba “Dataset” oferece suporte à importação de conjuntos de dados no formato “csv” e canais
RSS. Os dados disponíveis podem ser mapeados e reforçada por layouts de visualização semi-
automática.
* A aba “Ontologies” permite aos usuários importar ontologias no formato OWL ou RDFS para
cirar mapas com mapeamento semântico adicionais.

01 Ligando ao Conteúdo

O VUE permite a anexação de conteúdo digital do seu computador, da internet e de sistemas


remotos como sites FTP, repositórios digitais e servidores Google. O conteúdo pode ser adicionado
ao mapa como um nó ou ligado a nós existentes. Uma vez que os recursos tenham sido anexados e
integrados a nós individuais e ligações, o mapa conceitual se transforma em um mapa de conteúdo e
o mapa VUE se transforma em uma extensão da internet e de repositórios digitais.

01 Realizando a ligação ao conteúdo Web

Para ligar o conteúdo da internet a um nó:

1. Tanto o VUE quanto o browser devem estar abertos.


2. Navegue até a página a ser anexada ao nó.
3. Posicione o browser de maneira a poder ver tanto a barra de endereço como o mapa ou o nó ao
qual o recurso será anexado.
4. Arraste o ícone do endereço do browser para um nó ou mapa.
5. Solte o ícone em um nó ou mapa. Um ícone do recurso web aparecerá para indicar que o
recurso foi anexado.

Observe que quando se liga a um recurso recuperado de um site ou repositório protegido por senha,
os usuários precisarão fazer o login antes de acessar os recursos vinculados.

• Passar o mouse sobre o ícone do recurso da internet mostra o endereço do recurso.


• Um duplo clique sobre o ícone do recurso da web irá abrir uma nova janela do browswe com o
endereço.
• Renomear o texto do nó não muda o conteúdo do conteúdo anexado ao nó.
• O botão direito do mouse sobre o recurso web (ctrl-click no Mac) e a seleção da opção “Edit
URL”... permite a edição do endereço da web.

Alternativamente, você pode, com o botão direito do mouse sobre um nó, selecionar a opção “Add
URL”... para adicionar uma URL diretamente no nó.

Nota: Usando este método para ligar um conteúdo da web não revela metadados significativos. Para
aprender mais sobre como recuperar metadados de um objeto digital para o VUE, veja o capítulo
"Trabalhando com Recursos Remotos".

02 Ligando Arquivos no seu Computador

Da mesma maneira que conteúdo web pode ser ligado a nós, os arquivos do seu computador
também podem. Um duplo clique sobre o ícone “document resource” no nó irá abrir o conteúdo dos
arquivos.

Observe que se você decidir partilhar seu mapa com outros que contém conteúdo do seu
computador, você deverá “empacotar” os mapas e os arquivos. O processo de empacotamentos está
descrito no tópico “Salvar, Publicar e Partilhar arquivos VUE.

1. Selecione Windows > Resources. A janela “Content” abre na aba “Resources”.


2. Clique em “My Computer”. Arquivos nos drivers locais e nas redes relacionadas ao
computados ficam acessíveis para busca na aba.

3. Localize o arquivo a ser anexado.

Caso você não veja o arquivo pelo qual você está procurando, tente o botão “refresh” (setas em
curva).

1. Arraste o arquivo para um nó ou mapa. Um rótulo de arquivo aparece para indicar que o
recurso foi anexado.

O ícone “resource” se parece a age como o ícone “web resource”. Renomear o texto no nó não
muda o conteúdo anexado ao nó. Clicando no ícone abre o arquivo.

Com o bojtão direito do mouse sobre o nó e selecionando-se “Node Info” abre a janela onde podem
ser feitos ajustes ao rótulo, notas podem ser acrescentadas e palavras chave podem ser adicionadas.
Mais informações sobre “palavras-chave podem ser obtidas no tópico sobre “Palavras-chave e
Busca”.

Quando você desejar publicar um mapa VUE que contenha arquivos locais use a opção File > Save
As VPK (VUE Package).

03 Meu Conteúdo Salvo

A opção “My Saved Content”, visível na janela “Content: Resources” funciona como um
“bookmark” registrando os atalhos ao conteúdo da outras fontes de dados. Ele também pode ser
usado como uma área de teste para guardar o conteúdo que você está preparando para um mapa
conceitual.

Caso um recurso web seja bookmarcado, uma conexão web é necessária para acessar o conteúdo
salvo.

Para adicionar uma cópia do conteúdo ou uma ligação, documento, ou arquivo para o “Meu
Conteúdo Salvo”:

* Arraste o conteúdo para o “My Saved Content”. Uma cópia do conteúdo é depositada.

Para remover o conteúdo do “My Saved Content”:

* Clique com o botão direito do mouse e selecione “Remove Resource”. O atalho será deletado.

04 Colocando múltiplos itens em nós:

Um nó é capaz de guardar mais de um tipo de conteúdo. Por exemplo, um nó poderia guardar dois
web links, e um documento de texto, tornando-se um nó “container”. Nós podem também conter
outros nós.

Para adicionar múltiplos tipos de conteúdo a um nó:

1. Arraste o conteúdo para o nó. O nó estará destacado e um ícone de recurso de artigo irá
aparecer indicando que o conteúdo está anexado ao nó.
2. Arraste um segundo recurso ao nó. O recurso será adicionado.
3. Verifique que o nó, não o primeiro recurso esteja destacado quando você completar a ação.

Para adicionar um nó a um nó:

* Arraste o nó ao nó. O nó estará destacado e o segundo nó irá aparecer dentro dele.

Para remover um nó de um nó:

* Simplesmente arraste o nó de volta.

Para remover um recurso de um nó

* Com o botão direito do mouse selecione “Remove Resource”. O recurso será removido.
Para substituir um recurso existente em um nó com outro recurso, ou:

* Na barra de menu VUE, selecione a opção “Content” e também Replace Image/File ou Edit
URL.
* Com o botão direito do mouse sobre o nó acesse as mesmas opções.
* Arraste o novo recurso ao nó com o conteúdo existe segurando as teclas Ctrl-Shift (Windows)
ou “command-option” (Mac). O recurso será recolocado, mas o rótulo permanecerá inalterado.

02 Trabalhando com Recursos Remotos

A interface de usuário do VUE extende a ideia do conceito de mapeamento para incluir não apenas
conteúdo da web e arquivos locais, mas também dados digitais remotos. Pode-se acessar dados
digitais remotos através da janela “Content” para se criar uma conexão direta a repositórios e
mecanismos de busca de empresas. Adicionar arquivos da Biblioteca Digital Tufts para nós é um
exemplo desta funcionalidade.

A janela do VUE “Content Resources” permite o acesso a bancos de dados individuais ou a


múltiplos bancos de dados simultaneamente.

Acesso a canais RSS e a servidores FTP podem também ser instalados como recursos.

01 Adicionando e atualizando Recursos

Para adicionar um recurso à janela “Content”.

1. Selecione Windows > Content (ou Resources). A janela “Content” irá abrir para permitir o
acesso à aba “Resources”.
2. Na aba “Resourcer, clique na opção “tool”. O menu contextual irá abrir.
3. Selecione “Add Resources”. A janela abrirá permitindo a adição de recursos.
4. Selecione o recurso que você deseja adicionar. Você pode precisar navegar (scroll down) para
escolher o recurso desejado.
5. Clique em “Add”. Se houver um termo de licença, leia-o e clique em “Accept”. Se a fonte de
dados precisar ser configurada uma caixa de diálogo para configuração irá abrir.
É necessário configurar o recurso neste momento, do contrário a busca irá falhar.
Alguns recursos exigem uma chave de licença. Se for o caso você necessitará obter a chave.
6. Clique em “Continue”.
7. Clique “Close”. O recurso será adicionado ao painel “Content Resources”.

Verificando a Atualização dos Recursos:

De tempos em tempos, recursos e bancos de dados podem ser atualizados pelos mantenedores. Para
verificar as atualizações de uma fonte de dados ou recursos na janela “Content”:

1. Na janela “Content”, na aba “Resources”, clique na opção “tool”. O menu contextual irá abrir.
2. Selecione “Update Resources”. Se houverem atualizações a janela “Update Resources” abrirá.
3. Clique “Update”. O recurso será atualizado.

02 Pesquisando Recursos
Você pode executar uma pesquisa por palavras-chave de um recurso ou recursos com na Biblioteca
Digital Tufts e então adicionar um recurso com um arquivo ou gráfico ao mapa. Observe que “My
Computer”, “RSS feeds” e “My Saved Content” não são pesquisáveis.

Para pesquisar um único recurso:

1. Na janela “Content”, cheque o recurso.


2. Na base da janela, no campo “Keywords”, digite a palavra-chave para busca.
3. Clique “Search”. Os primeiros 4 resultados serão exibidos.

Clicando o número na base da janela representando o restante dos resultados de busca irá permitir a
exibição do restante do resultado da busca.

Para pesquisar em múltiplos recursos:

1. No painel “Content” cheque os recursos.


2. No campo “Keywords”, digite as palavras-chave.
3. Clique “Search”. Os primeiros 4 resultados de cada recurso serão exibidos.

Os 100 resultados originais são apresentados, junto com outros 100 resultados.

Mais opções de pesquisa.

Para se refinar uma busca, a opções da ferramenta “More” oferece campos adicionais de busca.

1. Clique na opção “More”. Campos adicionais de busca serão exibidos.


Baseado nos recursos selecionados, apenas os campos comuns entre os recursos são
selecionados (nem todos os recursos oferecem campos adicionais, assim a ferramenta “More
Options” poderá ficar desabilitada).
2. Acrescente os critérios de busca.
3. Clique “Search”. Os resultados são apresentados.

03 Acrescentar conteúdo de um Recurso

Depois de uma busca ter sido feita, dados digitais remotos (recursos) podem ser movidos da janela
Content” para o mapa. O conteúdo pode ser adicionado a nós ou diretamente ao mapa.
Para adicionar conteúdo identificado ao mapa.

1. A partir da janela “Content”, na aba “Resources”, na áreas “Resultus”, arraste o arquivo a um


nó ou diretamente à tela do mapa. Um rótulo de arquivo irá aparecer indicando que o recurso foi
anexado.

* Renomear o texto no nó não muda o conteúdo anexado ao nó.


* Clique no ícone do recurso para abrir o arquivo.
* Selecionando com o botão direito do mouse no nó a opção “Node Info” tras a janela de
informações onde ajustes podem ser feitos ao rótulo do nó, notas podem ser adicionadas e palavras-
chave podem ser acrescentadas.

04 Para se pesquisar usando dos Rótulos de Nó ou Metadados


O VUE tem a possibilidade de permitir a busca em recursos remostos (repositórios) e então popular
o mapa com nós, ou automaticamente acrescentar etiquetas relevantes de recursos remotos.
Opcionalmente, baseados nos dados dos nós, o VUE pode também criar um mapa semântico.

Para executar uma pesquisa por recursos que acrescente nós ao seu mapa:

1. Selecione o nó. Alças irão aparecer em torno do nó.


2. No menu “Content”: Janela “Resources”, cheque o recurso que você deseja pesquisar.
3. Com o botão direito no mouse sobre o nó selecione “Analyze Node> Perform Map Based
Search”. O mapa será populado com 5 resultados de pesquisa ligados ao nó original.

Você também pode executar a mesma busca usando a janela “Content: Resources” e seguindo os
passos 1 e 2 descritos acima, e então selecionando a opção de busca “Map-based” e clicando em
“Search”.

Para executar uma busca que adicione automaticamente etiquetas de metadados a um nó:

1. Com o botão direito do mouse sobre o nó, selecione “Analyze Node > Auto Tag Node”.
Palavras-chave ou etiquets são adicionadas aos metadados dos nós.

Você também pode executar o mesmo procedimento através da opção “Info: Node” selecionando o
nó e então clicando o botão “ Auto Tag Node”.

Se os nós não contém dados suficientes para serem analisados, uma mensagem de erro será exibida.

A funcionalidade “Auto Tag” se refere apenas às informações do nó, não anexam recursos como a
anexação de ligações web.

O VUE usa o padrão de metadados da “International Press Telecommunications Council (IPTC)”.

O VUE pode executar uma análise semântica que automaticamente adicione nós ao seu mapa, ao
invés de buscar recursos ou listar palavras-chave.

Para executar uma análise semântica:

1. Verifique que o nó tenha um recurso anexado, como um endereço web.


2. Com o botão direito do mouse sobre o nó, selecione “ Analyze Node > semantic map”. O mapa
semântico será criado.

* Nós verdes são entidades


* Se houver mais de uma entidade em uma categoria, um nó “categoria” é criado
* O tamanho da fonte é determinado pelo número de entidades no artigo
* A intensidade do negro da ligação indica a percepção da relevância da entidade para o recurso.

04b Trabalhando com imagens

01 Para adicionar Imagens


Para adicionar uma Imagem através da janela “Content Resources”:

1. Arraste uma imagem da aba “Search Results” ou “Browse” para o mapa ou nó. Um ícone de
recurso aparece indicando que um arquivo foi anexado ao nó.
Uma miniatura da imagem é exibida no nó.

O ícone do recurso de conteúdo remoto parece e age exatamente como os ícones de recursos da web
e de arquivos. O rótulo do nó pode ser renomeado, clicando-se duas vezes sobre ele. Mudar o nome
do texto sobre o nó não altera o conteúdo ligado ao nó. Um duplo clique no ícone de recursos (isto
é, "jpg") ou sobre a miniatura da imagem abre a imagem em tamanho completo.

Adicionando uma imagem do Flickr (site de compartilhamento de imagens) em 1 passo:

1. Com o botão direito do mouse sobre um nó selecione a opção “Add Most Relevant flickr
Image”. Uma imagem será adicionada ao nó.

O que você precisa saber sobre imagens remotas:

* Para que o VUE possa visualizar uma imagem de um endereço da internet, em uma URL, ela
precisa terminar com um .gif, .png ou .jpg. Na Wikipedia: arrastar uma imagem de um artigo irá
resultar na mensagem de erro "missing image" no mapa VUE. Na Wikipedia, clique na imagem até
que o endereço URL termine com.gif, .png ou.jpg.
* Google Light Tray (no Windows): Arrastar imagens no “Google Light Tray” irá salvá-las no
cache, portanto a URL não irá apontar para um endereço web.
* Para obter imagens de um site protegido por senha (ex: um wiki privado): O VUE não saberá
como autenticar. O VUE pode ligar com repositórios autenticados apenas quando ele for adicionado
como um “Recurso”.
Para mover uma imagem para fora de um nó:
1. Na barra de ferramentas VUE, clique na
ferramenta Selection e no menu drop-down
selecione “Direct Selection Tool” (a segunda de
três escolhas). O cursor irá mudar para a forma
de uma flecha vazada branca.
2. Clique e arraste a imagem do nó para a tela do
mapa.

Para copiar e colar uma imagem de um nó para a tela do mapa:

1. Na barra de ferramentas VUE, clique na ferramenta “Selection” e no menu “drop-down”


selecione a ferramenta “Direct Selection” (a segunda de três escolhas). O cursor irá se transformar
em uma seta vazada branca.
2. Clique na imagem com o botão direito do mouse e selecione Copy.
3. Com o botão direito do mouse na tela do mapa selecione “Paste”. Uma cópia da imagem é
colocada na tela do mapa.

Dica: Para criar uma imagem de fundo, adicione a imagem para um layer próprio e feche o layer.
Um usuário VUE também contribuiu com a seguinte metodologia para a criação de imagens de
fundo: https://vue-forums.uit.tufts.edu/posts/list/540.page

Para editar um Nó, rótulo, notas e metadados: Com o botão direito do mouse sobre o nó selecione
“Node Info”, isso permite a visualização da janela “Info” aonde os ajustes podem ser feitos no
rótulo, notas podem ser adicionadas e palavras-chave podem ser adicionadas. Em “Node
information”, também pode-se exibir uma pré-visualização e uma descrição do conteúdo do nó. O
“notes field” também permite um local para se adicionar informações descritivas sobre o objeto
selecionado.

02 Para se redimensionar Imagens

Depois de as imagens serem adicionadas a um mapa VUE, elas podem ser redimensionadas.

Para se ajustar o tamanho da imagem:

1. Selecione o nó contendo a imagem, ou a imagem diretamente. Alças irão aparecer ao redor da


imagem ou do nó.
2. Na barra de menu VUE, selecione “Format > Image > make a selection”.

Imagens nos nós podem também ser ajustadas com o botão direito do mouse sobre o nó e
selecionando-se “Image” e então fazendo-se os ajustes.
Nota: Se a imagem tiver sido movida para fora do nó, as alças podem ser usadas para se ajustas o
tamanho da imagem.

03 Imagens de alta resolução

Para permitir uma melhor administração da memória, o VUE cria minitaturas das imagens de alta
resolução na primeira leitura do mapa. Quando se dá um zoom na imagem, o VUE muda da
miniatura para imagem de alta resolução.

O processo inicial de conversão de imagens de alta resolução para miniaturas pode demorar alguns
minutos dependendo da quantidade de imagens.
Nota: As minitaturas são salvas no “cache”, e não diretamente no mapa. Se você transferir seu para
e imagens para um outro computador, o processo de conversão terá que ser realizado novamente
quando você iniciar a leitura do mapa. (É bom levar isso em consideração no momento de uma
apresentação).

04c Working with Datasets

Conjunto de Dados (CSV) e provedores XML (RSS) podem ser importados para o VUE. O VUE
pode ajudar a analisar e visualizar os dados.

01 Importando um conjunto de dados ou um provedor RSS

Importando um conjunto de dados:

1. Selecione “Windows > Datasets”. A janela “Content: Datasets” é aberta.


2. Na barra de ferramentas “Datasets”, clique na ferramenta “Add Dataset”. A janela “Add
Dataset” será aberta.
3. Clique na ferramenta “Browse”. A janela “Starting Path” será aberta.
4. Vá ao arquivo a ser importado e clique “Open”. A janela “Add Dataset” será aberta. Os
arquivos CSV irão trabalhar bem. Múltiplos mapas poderão ser associados a um conjunto de dados.
5. Preencha o campo “Display Name” e clique em “Continue”. Os dados serão importados para o
VUE.
6. Os Registros podem agora ser arrastados para o mapa.

O uso de conjuntos de dados é uma boa maneira para começar a perguntar, "Qual questão você
gostaria de ver respondidas?"

Para importar um provedor XML:

1. Selecione “Windows > Datasets”. A janela “Content: Datasets” abrirá.


2. Na barra de ferramentas “Datasets”, clique na ferramenta “Add Dataset”. A janela “Add
Dataset” abrirá.
3. Cole uma URL no campo texto da janela e nomeie o seu provedor.
4. Clique em "Continue"
5. Os registros podem agora ser arrastados para o mapa.

Atualizando um conjunto de dados

Uma vez que os conjuntos de dados podem mudar com frequência e exigir uma
atualização, é essencial, para gerenciar essas mudanças sem destruir a
organização espacial de um mapa, ou substituir ou duplicar nós e links.
Descrição de como fazer
Nota: Os nós "All Records" contêm a linha inteira de metadados, enquanto o
"column nodes" contém apenas os seus valores de metadados.

02 Associações
Quando estiver trabalhando com vários conjuntos de dados, as associações
podem ser criadas para se juntar conjusntos de dados ligando os campos de
dados.

Abaixo estão os campos disponíveis em dois conjuntos de dados simples. Ao


criar uma associação entre o "Autor" e "Nome" (clique e arraste cada nó de
valor para o painel de Associações), um usuário pode adicionar o valor do nó
"Nome" para o mapa (todos os nomes de professores são adicionadas ao
mapa), então arraste o valor do nó "Título" para o mapa. Todos os títulos de
publicações seriam adicionados ao mapa - e onde a publicação é de autoria de
uma faculdade listados no conjunto do corpo docente, um link pode ser criado
entre o nó do título e o nome da Faculdade.

Dataset 1: Publicações Dataset 2: Faculdades


Autor Nome
Título Departamento
Data Número de telefone
05 Pathways

O recurso Pathways no VUE permite que você crie "trilhas" personalizadas por
meio de nós em seu mapa e que permite a construção de apresentações
interativas. Essas trilhas personalizadas são úteis para destacar nós
particulares em mapas de grande porte. As ferramentas de apresentação VUE
permitem ao apresentador e ao público para focalizar um conteúdo específico
e, ao mesmo tempo, manter um senso de seu contexto global dentro de um
mapa VUE. Cada objeto em seu percurso tem o seu próprio slide para permitir
que você forneça o telespectador do seu mapa contextos diferentes para seus
nós. Os autores VUE também pode navegar em suas trilhas de forma linear ou
não-linear, permitindo "ensinar" em tempo real e uma exploração mais
aprofundada do tópico.

Para adicionar nós a um Pathway

Uma vez que a apresentação tenha sido definida, os nós podem ser
adicionados um por um, ou como um grupo. Você também pode criar um slide
composto, formado por mais de um nó, que podem ser adicionados a uma
trilha. Finalmente, a ferramenta "frame" permite que você adicione uma parte
de um mapa ou um nó a um slide em uma trilha.
Para adicionar um nó a uma trilha:

1. Com a aba "pathway" selecionada, clique no nó. Alças aparecem ao redor


do objeto.
2. Na janela da barra de ferramentas "Pathways", clique em "Add" na
ferramenta "Pathway". Um ponto colorido aparece no nó, uma miniatura do
slide aparece, o ícone do recurso "pathway" é adicionado ao nó e o nó é
adicionado à trilha.
3. Clique no próximo nó a ser adicionado à trilha.
4. Clique na ferramenta "Add to Pathway" novamente. Um ponto colorido
aparece no nó, a miniatura do slide aparece, o ícone do recurso "pathway" é
adicionado ao nó e o nó estará ligado à trilha por uma linha pontilhada.
5. Clique no próximo objeto a ser adicionado à trilha.
6. Clique no botão "Add to Pathway" novamente. Um ponto colorido aparece
no nó, a miniatura do slide aparece, o ícone do recurso "pathway" é adicionado
ao nó e o nó estará ligado à trilha por uma linha pontilhada.

Se você preferir acrescentar vários nós a uma trilha ao mesmo tempo, o VUE
pode realizar isso.

1. Segure a tecla Shift pressionada.


2. Clique nos nós um após o outro. Um retângulo de luz azul envolverá os
objetos selecionados.
3. Clique na ferramenta "Add to a Pathway". Os nós são adicionados à trilha.

A ferramenta "Slide Composite" permite fazer mais do que agrupar nós e


adiciona-los a uma trilha. Um novo nó que contém uma cópia dos nós
selecionados também será adicionado ao seu mapa. Para criar um slide
composto e adicioná-lo à uma trilha:

1. Segure a tecla Shift pressionada.


2. Clique na nós um após o outro. Um retângulo de luz azul envolve os
objetos selecionados.
3. Clique na ferramenta "Composite Slide". O slide ou nó composto é
adicionado à trilha.

Mude o nome do nó em seguida renomeie o rótulo da lista de entradas na a


trilha.

O recurso "Dynamic Frame" permite que você adicione uma parte de um nó ou


mapa a uma trilha.

1. Na janela "Pathways", clique sobre a ferramenta "Dynamic Frame". Um


quadro "Dynamic Frame" ou Portal "Pathway" é adicionado à trilha.
2. Redimensione e posicione o quadro sobre a porção do nó ou do seu mapa que você deseja
exibir no slide.O parte enquadrada do nó é adicionada à trilha.

Quando a trilha estiver completa:

1. Feche a janela "Pathways". A trilha permanece visível.

Objetos que fazem parte de uma trilha irá exibir o ícone de recursos "Pathway",
um ponto colorido, e o caminho pontilhado.

Uma opção está disponível para mostrar o conteúdo do nó em um slide ou


como um "slide" (escondendo um invólucro do "nó") ou como um nó como
estilizado no mapa. Ao usar uma vista do nó, nenhum conteúdo adicional pode
ser acrescentado a esta instância de um slide.

Criando uma nova trilha

O primeiro passo para criar uma nova trilha é defini-la. As próximas etapas
envolvem adicionar nós à trilha.
Para adicionar uma trilha em um mapa:

1. Na barra de ferramentas, clique na janela da ferramenta "Open Pathways".


A janela "Pathways" é aberta.
2. Na janela da barra de ferramentas Pathways, clique na ferramenta "Create
new pathway". A caixa de diálogo "New Pathway" é aberta.
3. Digite um nome descritivo para a trilha.
4. Clique em "Add". O caminho é definido e adicionado à janela Pathways.

Para editar Slides

Adicionar um nó a uma trilha produz um slide miniatura no qual o conteúdo do


nó pode ser organizado para fins de apresentação. as imagens e textos dos nós
podem ser redimensionados e posicionados no slide, sem afetar o mapa base.
Os autores podem também editar a exibição de slides diretamente no mapa
com zoom na miniatura de slides e selecionando as ferramentas de edição.

Os slides VUE podem necessitar de uma nova organização ou ajuste.


Para acessar e trabalhar com o conteúdo do slide:
1. No mapa, dê um duplo clique na miniatura do slide ou clique na miniatura
do slide e, em seguida, na barra de ferramentas Janela Pathways, clique na
ferramenta "Edit". O slide é aberto no modo de tela cheia.
2. Clique no objeto, textos ou gráficos a serem ajustados.
3. Use a paleta de formatação (Windows> Formatting Palette), para fazer
ajustes ou clique duas vezes no texto do slide para fazer alterações de texto.

Para voltar ao mapa:

* Clique duas vezes no slide novamente, ou a barra de ferramentas clique no


botão "Return to Map" ou pressione Enter (Return no Mac).

Dicas:

* Use a ferramenta de texto para adicionar texto adicional para o slide. Texto
adicionado desta forma não irá aparecer no nó.
* Use a ferramenta de zoom para ampliar ou reduzir no slide durante a
edição.
* Use a tecla Alt "para manter a proporção ao arrastar uma imagem para
redimensioná-lo em um slide.

Para Editar o Slide Mestre

O slide mestre contém as instruções de formatação para todos os slides em um


mapa. Componentes do Slide, tais como informações de cabeçalho, o texto de
slides e links podem ser ajustadas de uma vez, de modo que todos os slides
existentes e futuros em um mapa sejam exibidos da mesma maneira.
Para editar o slide mestre:

1. Na barra de menu, selecione "Pathways> Edit Master Slide" ou clique com


o botão direito (CTRL + clique no Mac) sobre qualquer miniatura de slides e
selecione "Edit Master Slide". O slide mestre é aberto.
2. Clique no componente do slide a ser editado, por exemplo no "Slide Text"
como observado no gráfico acima. Alças azuis delineiam o espaço de texto
reservado.
3. Use a paleta de formatação (Windows> Formatting Palette) para fazer
ajustes.
4. Se você deseja adicionar texto adicional no slide mestre, clique na
ferramenta "Text" para adicionar texto adicional para o slide. Novamente, o
texto adicionado dessa maneira não vai aparecer em todos os nós.

Para fechar o slide mestre:

* Clique duas vezes no slide ou na barra de ferramentas clique no botão


"Return to Map", ou pressione Enter. O slide mestre e fecha as alterações são
aplicadas.

Modificando Trilhas

Uma vez que a trilha tenha sido criada e preenchida, há opções disponíveis
para modificar e visualizar a trilha.
O primeiro passo em todos esses ajustes é para acessar a janela Pathways.

* Na barra de menu, selecione Windows> Pathways (ou Ctrl-8, Cmd-8 no


Mac). A janela Pathways é aberta.

Para remover um nó de uma trilha:

1. Com a janela aberta Pathways, clique com o botão direito do mouse no


objeto de referência a ser removido na janela Pathways. A miniatura de slides
sobre o nó é destacada e o objeto de referência no painel também é
destacada.
2. No menu de atalho, selecione "Delete". O objeto é removido da trilha.
Você também pode remover um nó de uma trilha clicando na ferramenta
"Delete Item" na base da janela Pathways.
3. Feche a janela Pathways.

Para reorganizar a posição de um nó em uma trilha:

1. Com a janela Pathways aberta, clique no objeto de referência a ser


reorganizado, na janela Pathways. A miniatura do slide é destacada e o objeto
de referência no painel também é destacado.
2. Arraste o objeto de referência para cima ou para baixo. A linha sólida
definindo a trilha muda de posição.

Mostrando ou ocultando Trilhas

Uma vez que uma trilha tenha sido criada em um mapa, ela fica visível por
padrão. Se você gostaria de escolher quais sobreposição de percursos
existentes em seu mapa ficarão visíveis, você pode mostrar ou ocultar os
caminhos.

1. Selecione Windows> Pathways (ou Ctrl-8, Cmd-8 no Mac). A janela


Pathways será aberta.
2. Clique ou selecione a trilha. O painel "resource" se torna marrom.
3. Na janela "Pathways", clique no ícone "Show/hide" com a forma de um
olho. A trilha será oculta.
4. Clique novamente no ícone Show/hide para mostrar o caminho.

Exibindo apenas os objetos Pathways

Se você desejar visualizar apenas os objetos que estão contidos em uma trilha,
ao invés do mapa completo, siga os passos abaixo. Note que isto irá afetar a
forma como o mapa é exibido durante uma apresentação (veja a seção
"Reprodução" a seguir).

1. Selecione Window> Pathways (ou Ctrl-8, Cmd-8 no Mac). A janela


Pathways é aberta.
2. Clique ou selecione a trilha. O recurso do painel se torna marrom.
3. Na janela da barra de ferramentas Pathways, clique em Mostrar / ocultar
(Show/hide) nós e não sobre o ícone da trilha selecionada. Só a trilha
permanece visível.
4. Clique em Mostrar / ocultar nós e não sobre o ícone da trilha selecionada
novamente para mostrar o mapa inteiro. O mapa completo fica novamente
visível.

Para remover uma trilha:

1. Selecione Window>Pathways (ou Ctrl-8, Cmd-8 no Mac). A janela Pathways


é aberta.
2. Clique ou selecione a trilha. O painel "resource" se torna marrom.
3. Clique na ferramenta "Delete item". A mensagem "Você tem certeza ..."
aparece.
4. Clique em Excluir. O caminho é removida do mapa.

Reprodução

Uma vez que os slides tenham sido editados e organizados, o VUE pode
reproduzir os slides no modo de apresentação de tela inteira usando a
ferramenta de reprodução no painel "Pathways". Os apresentadores podem
usar o mouse, teclas de seta ou barra de espaço para se movimentar em uma
apresentação. As imagens podem ser ampliado com um único clique, sem
precisar sair da apresentação, e uma sobreposição de mapas podem ser
mostrados pressionando a tecla "M". Os apresentadores podem também
diminuir o zoom no mapa e selecione qualquer nó como o foco. Ao mover o
cursor para o canto direito da tela durante uma apresentação, os
apresentadores podem mostrar qualquer conteúdo ligado a um nó na
apresentação da trilha.

As apresentações podem ser reproduzidos em um clássico "slide a slide" de


forma linear, ou de forma não-linear.

Se as miniaturas de slides não são visíveis no mapa, verifique se as miniaturas


slide Show na ferramenta mapa estão ligadas na janela da barra de
ferramentas Pathways.

Isso também afeta a forma como o mapa será exibido quando o modo de
apresentação é habilitado na forma "Zoom out to map",com as minitauras
desligadas, elas não serão exibidas.

Para reproduzir uma apresentação:

1. Na janela Pathways, clique para selecionar a trilha a ser reproduzida.


2. Na janela da barra de ferramentas "Pathways", clique na ferramenta de
reprodução. A apresentação é iniciada em tela cheia.

Como alternativa, a partir da barra de menu VUE você pode selecionar


Pathways> Launch Presentation>Your Pathway para iniciar a sua apresentação.

Para navegar na apresentação:


Use o Mouse, seta para a direita, ou barra de espaço: um passo adiante na sua apresentação.

Tecla de seta à esquerda: retrocesso na apresentação

Tecla Esc: Sair do modo de apresentação


Botões:
Canto inferior esquerdo: Sair da apresentação

No canto inferior direito: Alternar entre visualizações de mapas

Outras teclas úteis da apresentação:


Tecla M: Mostra sobreposição de mapas

Pressione novamente a tecla M: Remove sobreposição de mapas

Clique do Mouse: Zoom na imagem

Novo clique do Mouse: Zoom de volta

Enter (Return no Mac): Diminui o zoom para mostrar a trilha em relação ao


mapa

Pressione Enter novamente: Amplia de volta para a apresentação

Clicando no botão de reprodução na barra de ferramentas VUE quando não


existem trilhas definidas irá mostrar o mapa completo no modo de
apresentação.

Navegação na Apresentação não-linear

Os apresentadores têm outra opção disponível no modo VUE de apresentação


em tela cheia. Ao mover o cursor para o canto direito da tela durante uma
apresentação, os apresentadores podem mostrar qualquer conteúdo ligado a
um nó no caminho de apresentação. Você pode também se ramificar para nós
ligados ou passar para uma trilha para outra e, então, facilmente retomar a
apresentação atual. No gráfico abaixo, o slide Criatividade é exibido, com
outros slides sobre a trilha também representadas por guias cinza. Criatividade
é o nó em dois caminhos diferentes, representados por quadrados roxo e
verde. Clicar na extrema-direita no quadrado cinza aproxima o nó exibido.

Para acessar e usar as opções de apresentação não-linear durante a


reprodução:

* Mova o cursor para o canto direito da tela. As guias cinza de slide são
apresentadas.

Para passar para outro slide: Clique na aba cinza correspondente

Para saltar para um outra trilha: Clique no quadrado colorido que representa a
outra trilha

Para aumentar o zoom em um nó: Clique quadrado cinza à extrema-direita

Quando ampliada, uma segunda aba aparece em itálico.

Para afastar (zoom out): Clique no quadrado colorido que representa o caminho
A aba de cima refletirá sempre o nó visitado antes, por isso age como um
botão de retorno do navegador. A aba do topo também funciona como um
botão de apresentação do resumo, de modo que se um se desvia do caminho
inicial, ela mostra o último nó visitado no caminho atual.

Para alterar o indicador da trilha que define a cor do caminho pontilhado:

1. Na janela Pathways, clique na ferramenta "Color Selection". A janela


"Pathways Color Selection" se abre.
2. Clique na cor de sua escolha.
3. Clique em OK. O indicador de cor da trilha é ajustado e a cor do caminho
pontilhado se ajusta de acordo.

Ao apresentar, manter a resolução da tela para um máximo de 1024 x 768,


caso contrário, o mapa irá reticular.

Sincronização de Recursos

A ferramenta de sincronização fornece a capacidade para copiar novos


recursos para um slide ou nó depois do slide que foi criado inicialmente. Por
exemplo, se uma imagem foi adicionada a um nó, e o apresentador pretende
ver a imagem no slide, assim, a ferramenta de sincronização executa esta
tarefa.

Para acionar os recursos de sincronização entre os slides e nós:

1. Selecione o slide ou o nó. Alças de dimensionamento apareçem.


2. Na janela Pathways clique na ferramenta de sincronização. A janela "Sync
Resources" é aberta.
3. Selecione um dos três métodos de sincronização:
1. De nó em nó
2. A partir de um slide para um nó
3. ambos os modos de sincronização
Os recursos são sincronizados.

06 Exibição do Mapa

O VUE tem ferramentas adicionais para organizar e exibir o conteúdo de


mapas, imagens, e nós. Camadas, opções de ampliação, recortes, opções de
visualização da tela, e as preferências de mapa serão discutidos nesta seção.

Ferramentas de exploração

Além da ferramenta zoom interativa, o VUE contém ferramentas de exploração


para a compreensão visual dos mapas.

Para acessar as ferramentas de exploração:

* Na barra de menu, selecione "Windows> Exploration Tools". A janela


"Exploration Tools" é aberta.
Zoom automático

A ferramenta de exploração de zoom permite-lhe explorar o mapa de forma


mais eficaz.
Ferramenta Zoom: Amplia o item selecionado.Se nada for selecionado, a ferramenta não
estará disponível. Você também pode aplicar zoom, selecione View > Fit
Selection para ajustar a seleção

Ferramenta "Fit": Diminui o zoom para ajustar o mapa inteiro na janela. Você
também pode ajustar o map, selecionando View > Fit Map

Automático: amplia automaticamente para mostrar os itens selecionados, e


diminui para caber no mapa, quando nada está selecionado. Clicar fora da
seleção automaticamente retorna a ampliação para a situação anterior.
Dica de Inspeção: a ferramenta Pesquisar
Ao usar as ferramentas de Exploração do mapa, em vez de usar o padrão
"Selection Tool", tente usar a ferramenta "Browse". Não irão aparecer alças
aparecerão e os nós não vão mudar.

Seleção extendida

A ferramenta "Extended Selection" permite estender a seleção de um nó para


outros nós ligados por profunda conexão. Por exemplo, se um nó está ligado a
cinco outros nós e, em seguida os cinco nós são conectados a 15 nós mais,
arrastando o controle deslizante estendido para 1 iria inicialmente escolher os
6 nós que são um link de distância. Arrastando-a para 2 poderia selecionar um
adicional de 15 nós que são dois links de distância, totalizando 21 nós
selecionados.

1. Selecione um nó.
2. Na janela de Exploração, arraste o controle "Extended Selection". Os nós
são destacados.

Opacidade

A ferramenta de opacidade afeta a opacidade dos nós e links não-selecionados


em um mapa. À medida que o cursor é arrastado de 100% para 0%, os objetos
não selecionados ficarão obscuros. O ajuste "Opacity" também pode ser usado
em conjunto com a próxima ferramenta a ser explicada, a "Extended
Selection".

1. Na barra de menu, selecione Windows> Exploration Tools. A janela


"Exploration Tools" é aberta.
2. Selecione um ou mais nós ou links.
3. Na janela de Exploração, arraste o controle deslizante Opacity. A opacidade
dos nós não-selecionados e links é ajustada.

Visualização Tela Cheia

O mapa VUE pode ser exibido no modo tela cheia para melhor compreensão ou
visualização. Para alternar entre tela cheia e modo normal:
1. Pressione Ctrl + \ (Cmd+\ no Mac). O VUE alterna para a exibição em modo
Tela Cheia.
2. Pressione Ctrl + \ (Cmd + \ no Mac) novamente. a exibição VUE alterna
para o modo normal.

Layers

Um mapa tem a capacidade de ser manipulada e visualizada como um


conjunto de "camadas" empilhadas ou Layers. Use as camadas para separar os
diferentes elementos de um mapa. As camadas individuais podem ser
bloqueadas ou ocultas, e a pilha de camadas pode ser re-ordenada por ela
mesma. Os Layers também pode ser duplicados, excluídos ou renomeados.

Para criar uma camada:

1. Na barra de menu, selecione Windows> Layers. A janela Layers é aberta.


A camada 1 é o conteúdo dos mapas existentes.
2. Clique em "New Layer". Uma nova camada é criada.

Ferramentas Layer:
A ferramenta "New Layer" cria uma nova camada.

A ferramenta "Duplicate Layer" cria uma cópia da camada selecionada.

Para renomear uma camada, dê um duplo clique no nome da camada e edite.

A ferramenta "Merge into Layer below" mescla os objetos da camada


selecionada com a camada abaixo.

Para se movimentar para uma camada acima ou abaixo na janela Layers,


arraste-o.

O filtro "Hide unselected layers" age como um filtro para desativar a


visibilidade de camadas desmarcadas.

A opção "Remove a layer" remove uma camada e todo o seu conteúdo.

A ferramenta "Show / Hide Layer". Clicar no ícone "olho" da camada alterna


entre visível e invisível.

A ferramenta "Move selection to this layer" move a seleção para esta camada.

Trava a Camada (Lock Layer). Quando fechadas, as camadas não podem ser
editadas.

Exibir Esquema (Outline View)

Se o mapa conceitual ficar complexo, o VUE tem uma ferramenta para


visualização de conteúdo em uma exibição de esquemas. Estando na
visualização "Outline view", você também pode editar etiquetas para nós e
links.
Para abrir a vista "Outline":

* Na barra de menu, selecione Windows> Outline. A janela "Outline" é


aberta.

Para editar um rótulo na vista "Outline":

* Dê um duplo clique no rótulo e faça as edições.

Pruning

"Pruning" é o ato de esconder os nós ou uma série de nós ligados "switching


off" alternando as conexões nas ligações. Depois de ativar a opção "pruning", a
seleção de um link no mapa revela os controles para recolher e expandir ramos
de nós. A opção "pruning" pode beneficiar a saída de impressão em que VUE
irá escalar os nós do mapa que permanecem.

Para habilitar a opção "pruning":

1. Na barra de menu, selecione View > Pruning. A opção "pruning é


habilitada.

Para executar o pruning:

1. Clique em um link. Duas formas de diamante, selecione os indicadores de


link exibidos.
2. Clique no objeto selecionar link (as formas de diamante nas extremidades
dos links). Ele se torna vermelho e o nó/nós de ligação temporariamente
recortados.

Para remover um recorte:

1. Clique no link selecionado. Ele mostra novamente a luz azul e o nó/nós de


ligação agora visíveis.

Para desativar o pruning:

1. Na barra de menu, selecione View > Pruning. A marca é removida e a


opção pruning é desativada.

Notas:

* Quando a opção pruning é desligada através do menu View, a informação


do pruning é preservada no mapa (bem como o que permanece salvo), e pode
ser trazida de volta, selecionando "pruning" no menu View novamente.
* Limpar permanentemente a opção "pruning" limpa todos os recortes do
mapa atual. Esta não é uma ação reversível.

Dividir a tels "Split Screen" no VUE

O mapa VUE pode ser dividida em dois painéis ou janelas. Isto permite que um
mapa seja visto a partir de perspectivas diferentes. Além disso, dois mapas
diferentes podem ser abertos em painéis separados. Isso torna possível a
capacidade de comparar e contrastar dois mapas conceituais. Uma vez que os
dois painéis estejam abertos, as ferramentas cortar e colar ficam habilitadas.

Para dividir a tela:

1. No canto superior direito do painel de mapa, clique na seta esquerda


frente ou na barra de menus, selecione View > Split Screen. A tela se divide.

Para remover a divisão:

1. Na parte superior do meio do painel de mapa, clique na seta à direita de


frente para ou a partir da barra de menus, selecione View > Split Screen
novamente. A tela retorna para a visão única.
Para abrir um segundo mapa com o sua própria aba:
2. Na barra de menu, selecione File> Open. É aberta a caixa de diálogo Open
Map.
3. Selecione o segundo mapa.
4. Clique em Abrir. O segundo mapa é aberto em uma nova aba.

Para tornar um mapa ativo no seu painel:

1. Clique na aba map abas na parte superior da janela.

Para copiar e colar dados do mapa de um mapa para outro:

1. Clique no nó, link, etc, que você deseja copiar. Alças aparecem ao redor do
recurso.
2. Na barra de menu, selecione Edit> Copy. Os dados são copiados.
3. Clique na aba do mapa onde os dados serão colados. Este mapa se torna
ativo.
4. Na barra de menu, selecione Edit> Paste. Os dados são colados no
segundo mapa.

Para fechar um mapa:

1. Certifique-se a aba do mapa está ativa.


2. Na barra de menu, selecione File> Close. Você pode ser solicitado a salvar
as alterações e fechar o mapa.

Reposicionamento "on the fly" Dica:


Para ajustar rapidamente, reposicionar ou mover um mapa conceitual "on the
fly", quando você estiver usando uma das cinco primeiras ferramentas na barra
de ferramentas, mantenha pressionada a barra de espaço. O cursor muda para
a ferramenta manual, permitindo que você arraste o mapa com o mouse.
Deixando de lado a barra de espaço, você retorna para a ferramenta ativa.

Ferramentas de zoom

A ferramenta VUE de zoom interativo permite que os autores rapidamente


ampliem qualquer nó para modo de tela cheia com um único clique. Além
disso, clicando, segurando a tecla Shift pressionada continuará a ampliar para
o conteúdo da imagem do nó selecionado.

1. Na barra de menu, selecione a ferramenta "Interactive Zoom" (o terceiro


ou o lupa na parte de baixo). O cursor toma a forma de uma lupa.
2. Clique no nó a ser ampliada para tela cheia. O nó é ampliado para tela
cheia.
3. Para continuar a ampliar o nó, segure a tecla Shift e clique em Avançar. O
nó é ampliado.
4. Para voltar ao mapa, solte a tecla Shift e clique em Avançar. O mapa
retorna ao zoom normal.

Em geral:

Para ampliar: Pressione Ctrl + e (Cmd e + no Mac)

Para diminuir o zoom: Pressione Ctrl e - (Cmd e - no Mac)

ou

Você pode aproximar ou afastar o mapa pressionando a tecla Alt (Cmd no Mac)
para permitir zoom deslizante, que permite o zoom com a roda de rolagem do
mouse.

07 Mapeamento e Análise Semântica

Análise de Conectividade

A análise de conectividade é uma ferramenta VUE que gera uma matriz de


relacionamentos de conectividade entre os nós. O resultado aparece em um
arquivo de texto temporário que pode ser guardado para uso posterior ou para
importe em um software estatístico que pode interpretar e analisar estes
dados. A presença ou ausência de uma ligação entre dois nós é representado
por 1 ou 0. Metadados (palavras-chave) definidos para nós por autores dos
mapas VUE também são exportados.

Você pode criar a análise de um mapa ativo ou de um mapa armazenado


localmente.

Para gerar uma análise de conectividade:

1. Na barra de menu, selecione Analysis>Connectivity. A janela Connectivity


será aberta.
2. Clique em Generate. Um documento de texto temporário é criado.
3. Salve o arquivo de texto.

Mapa com base em análise semântica

O VUE usa Open Calais, um serviço web para a geração de metadados


semânticos ricos, para analisar os nós e a geração de consultas para o mapa
com base em buscas.
O VUE passa o nó recurso para o Open Calais, que gera um rico conjunto de
metadados que descrevem o recurso, retornando os dados para o VUE, a serem
mapeados usando nossos algoritmos de layout automático.

Para anexar Mapas

O VUE apoia a fusão de um conjunto de mapas em um único mapa e oferece


dois modos para visualização de nós e ligações que são compartilhados entre
mapas: o peso ou voto. Modo de peso colore os códigos de nós com base na
frequência de ocorrência. O modo de voto permite aos usuários definir um
limite para mostrar nós e ligações que atendem a um requisito específico (por
exemplo, nós e os links que estão em pelo menos 35% dos mapas). Usando
uma ontologia não é necessário usar a ferramenta mesclar mapas, como a
fusão é baseada em rótulos de nós e links. O VUE irá permitir que os mapas
sejam mesclados a partir de identificadores únicos ou uma combinação de
metadados de nós.

Um ID único, como o nome sugere, define unicamente um nó. Normalmente, o


rótulo de um nó serve como seu ID único. O VUE tem suporte para permitir que
alguma outra propriedade, como elementos de metadados, ou uma
combinação de elementos de metadados de um nó a seja um ID único. Isso é
útil quando um mapa contém dois nós com o mesmo rótulo (ou seja,
Washington), um dos nós referindo-se a uma cidade e a outra a uma pessoa.
Nesses casos, os usuários irão definir um elemento de metadados que irá
esclarecer o nó.

Selecionar Mapas
Para mesclar os mapas:

1. Na barra de menu, selecione Analysis> Merge Maps. A janela "Merge


Maps" abre listando todos os mapas VUE abertos.
Um conjunto de mapas podem ser criados a partir de mapas já aberto no
VUE ou selecionando mapas armazenados em seu computador. Os conjuntos
podem ser modificados usando as caixas de seleção ou a supressão de um
mapa a partir do conjunto se o ícone de exclusão estiver disponível (para obter
um mapa que não está aberto).
Para adicionar mapas para o conjunto:
2. Clique no botão Adicionar Maps e procure o arquivo (s).
Para remover o conjunto de mapas:
3. No campo Set, desmarque o mapa clicando no marcador.
Um mapa preliminar determina como os elementos serão definidos no novo
mapa resultante da fusão. O mapa preliminar também pode atuar como um
filtro para incluir ou excluir itens do novo mapa resultante da fusão (veja o
passo 5 abaixo).
Para selecionar um mapa preliminar:
4. No campo principal, clique no botão de opção para o mapa principal.
A opção de filtro "Determine Map" oferece três opções:
1. Para mostrar todos os nós a partir dos mapas a serem mescladas no
mapa resultante da fusão.
2. Para mostrar os nós encontrados no mapa primário.
3. Para excluir os nós encontrados no mapa principal.
Para definir um filtro de mapa:
5. No filtro "Determine map", faça uma seleção.
O próximo campo, o campo "Merge property", determina os critérios com
os quais os nós são considerados "o mesmo" para efeitos da fusão.
As opções são:
1. Label - nós com o mesmo rótulo são contados como o mesmo.
2. Ontological Membership (pertença a uma ontologia) - Apenas os nós
com o mesmo tipo ontológico são tratados como o mesmo, incluindo todos os
nós sem filiação ontológica - todos eles também serão fundidos.
3. Ontological Membership and Label (pertença ontológica e rótulo) - nós
com a mesma etiqueta mas com diferentes pertenças ontológicas não serão
mesclados.
6. No campo "Merge property" faça a seleção.

Definições de visualização

As configurações de visualização oferecem dois modos para visualização de


nós e ligações que são compartilhados entre mapas: o peso ou voto.

O modo de peso colore os códigos de nós com base na frequência de


ocorrência e é a configuração padrão. O usuário define os parâmetros
(threshold) e como as conexões serão exibidas, tais como estilos de nó, cor e
espessura da linha.

O modo de voto permite aos usuários definir um limite para mostrar nós e
ligações que atendem a um requisito específico (por exemplo, nós e os links
que estão em pelo menos 35% dos mapas). O mapa resultante irá mostrar
apenas um tipo de estilos de ligação e nó a partir do mapa base.

Para ajustar as definições de visualização de Peso:

1. Com a janela "Merge Maps" aberta (a partir da barra de menu, selecione


Analysis> Merge Maps), clique na guia Configurações de visualização. As
opções de exibição.
2. No campo "Qual é o tipo de visualização que você gostaria de usar?"
escolha "Weight" (peso).
3. Na Definir parâmetros para o campo, selecione nós ou Links.
4. Opcional: No campo "Select a color Palette" faça uma seleção de cores.
Quanto mais escura a cor do nó, maior a freqüência.
No campo Intervalo, os ajustes podem ser feitos à escala de intervalo, bem
como a cor e o estilo da fonte. Não é necessário definir estilos, uma vez que o
VUE terá os estilos a partir do mapa base.
Estilos podem ser editadas clicando em [Edit Style], que abre a paleta de
formatação.
5. Clique em Gerar novo mapa. Um novo mapa é criado e a janela "Merge
Maps" continua aberta.
6. Feche a janela Merge Maps.
7. Selecione "File > Save As" para nomear e salvar o novo mapa resultante
da fusão.

Para ajustar as definições de visualização para o modo Voto:


1. Com a janela de mesclagem de mapas aberta (a partir da barra de menu,
selecione Analysis> Merge Maps), clique na guia de configurações de
visualização. As opções de exibição.
2. No campo "Qual é o tipo de visualização que você gostaria de usar?"
selecione Vote. Os limite para nós e links são exibidos.
O limite determina que nós e links irão aparecer no novo mapa resultante
da fusão. Por exemplo, um limite de 60% vai chamar um nó no mapa novo,
mesclado se ele estiver presente em pelo menos 60% dos mapas selecionados.
O valor limite padrão é de 20%.
Para definir o limite:
3. Arraste o controle deslizante para a porcentagem desejada. Mais ou menos
nós ou links será representado no novo mapa resultante da fusão.
4. Clique em Gerar novo mapa. Um novo mapa é criado e a janela "Merge
Maps" continua aberta.
5. Feche a janela Merge Maps.
6. Selecione "File > Save As" para nomear e salvar o novo mapa resultante
da fusão.

Ontologias

Ontologias são uma lista de termos relacionados, nós (conceitos) e ligações


(relações) que podem ser importados e adicionados a um mapa VUE para
fornecer um significado semântico. O VUE pode importar ontologias definidas
em RDF ou OWL-S formatos que permitam a criação de mapas conceituais de
objetos pré-definidos e os seus tipos de relacionamento. Um mapeamento de
vocabulário controlado em camadas e apoiado por comutador para definição e
comparação. As características visuais dos objetos e relacionamentos definidos em uma
ontologia também pode ser organizada através de um arquivo CSS (um arquivo CSS padrão vem
com o VUE).Os termos ontológicos são pesquisáveis.

Tanto termos como palavras-chave pertencentes a ontologias podem ser


adicionados a nós.

Para importar uma ontologia:

1. Na barra de menu, selecione Windows> Ontologies. O conteúdo: A janela


"Ontologies" é aberta.
2. Na barra de ferramentas, na guia ontologias, clique na ferramenta "Add
Ontology". A janela "Add an Ontology" é aberta.
As Ontologias podem ser adicionadss a partir de um arquivo local ou a
partir da web.
3. No campo "Ontology File location" selecione um arquivo local ou na web.
4. Com base na sua seleção de "na web" ou "em uma pasta local", selecione
o arquivo.
5. Clique em Adicionar. A ontologia é adicionado à janela de ontologias.
Para adicionar um nó ontológico para o mapa:
6. No conteúdo: Na janela Ontologias, com a ontologia visível, arraste o
termo da lista para o mapa. O nó é adicionado ao mapa.

Nós que contêm um termo ontológico irá exibir o ícone de estrela.

"Ontológical Membership" (termos associados com o nó) podem ser


inspecionado pelo botão direito do mouse sobre o nó, e em seguida,
selecionando "Node Info".

Como alternativa, termos ontológicos podem ser adicionados a um nó


existente.

Para adicionar termos ontológicos a um nó existente:

1. Na barra de menu, selecione Windows> Info. A janela de informação é


aberta.
2. Com a janela de ontologias também aberta, clique no nó. Alças de
dimensionamento apareçam no nó.
3. No conteúdo: na janela Ontologias, clique no termo ontológico.
4. Na base da janela Info, na área de Composição ontológica, clique no botão
"Add selected term". O termo é adicionado ao nó.

Outras funcionalidades de Ontologias:

* Mudar o rótulo do nó não afeta o termo ontológico associado.


* Vários termos ontológico podem ser adicionados a um nó.
* Termos ontológicos podem ser removido de um nó com a ferramenta
"Remove".
* Folhas de Estilo podem ser adicionadas a uma ontologia para uma
formatação consistente:

1. Na barra de menu, selecione "Windows> Ontologies". No conteúdo: a


janela Ontologias é aberta.
2. Na barra de ferramentas, na guia ontologias, clique na ferramenta "Add an
Ontology". A janela "Add an Ontology" é aberta.
3. No campo "Ontology Style Sheet File location" para a seleção de um
arquivo de folha de estilo, selecione um local, no próprio computador ou na
web.
4. Com base na sua seleção de "na web" ou "em uma pasta local", selecione
o arquivo.
5. Clique em Adicionar. A folha de estilo é aplicado.

Para remover uma ontologia a partir da janela Ontologias:

1. Na janela de ontologias, clique com o botão direito (CTRL + no Mac) sobre


a ontologia a ser removido. O menu de contexto se abre.
2. Selecione "Delete Ontology". A ontologia é removido da janela.

Integração Seasr

SEASR, o ambiente de software avançado para pesquisa acadêmica


(http://seasr.org/), é um ambiente de desenvolvimento de investigações capaz
de alimentar iniciativas pioneiras nas ciências humanas. Este site permite ao
pesquisador a utilização de programas de aprendizagem de máquina.

Uma vez que o ambiente é construído no ambiente SEASR usar esses fluxos ou
programas, você pode executar estes fluxos de dentro VUE.
Para iniciar uma análise SEASR:

1. Selecione "Analysis>SEASR". A janela "SEASR Analysis" é aberta.


Siga as três etapas descritas na janela SEASR:
2. Na janela SEASR, digite uma URL no primeiro campo ou seleciona um nó
que contém uma URL.
Na etapa 2, há três opções para adicionar dados para o mapa: nós, os
metadados, ou anotações. Sua seleção na etapa 2 afeta as opções disponíveis
no passo 3.
3. Faça uma seleção a partir do campo "Que tipo de dados que você deseja
adicionar ao seu mapa?".
4. Na etapa 3, selecione um fluxo SEASR. O botão "Analyse" é ativado.
5. Clique em Analisar. Os dados (os 10 mais comuns ou frequentes) são
adicionados ao mapa.

* A Escolha de Metadados é preenchida com as palavras 10 mais frequentes


* As Notas são preenchidas com as 10 palavras mais comuns no recurso

08 palavras-chave e Pesquisa

Palavras-chave

Palavras-chave A ferramenta permite aos usuários definir tags de busca ou


metadados formal para nós, links ou slides. Palavras-chave adicionadas aos nós
pode facilitar a posterior análise e comparação dos dados. Juntamente com a
capacidade de pesquisa, os metadados criam uma poderosa ferramenta de
análise.

Palavras-chave também podem ser adicionadas a partir de uma ontologia, que


serão abordados na seção de ontologias.
Para adicionar uma palavra-chave a um nó:

1. Clique no nó. Alças aparecem ao redor do nó.


2. Na barra de menu, selecione Windows> Keywords. A janela "Info" é aberta.
3. Na janela Info, seção Keywords, digite uma palavra-chave no campo de
texto.
Mais do que uma palavra-chave em um campo será tratado como um bloco
de texto (string).
Depois de uma palavra-chave ser atribuída a um nó, o indicador "keyword"
aparece.
Para adicionar palavras-chave a um nó:
4. Na janela Info, clique na ferramenta Adicionar. Um campo de texto para
uma palavra-chave adicional é aberta.
5. Digite a palavra-chave.

Para atribuir esquema formal de metadados (VUE vem com o esquema de


metadados Dublin Core):

1. Clique no nó. Alças aparecem ao redor do nó.


2. Na barra de menu, selecione Windows> Keywords. A janela de informação
é aberta.
3. Na janela Info, seção Keywords, clique na opção "Assign Categories"
(atribuir categorias). O campo Categorias é apresentado.
O esquema de metadados Dublin Core é padrão.
4. Clique na seta para ver a lista de categorias e selecione a categoria
desejada.
5. Digite a palavra-chave.

Para criar sua própria categoria personalizada:

1. Clique nas categorias de seta para baixo e selecione Editar categorias. A


janela "Edit Categories" é aberto.
2. Na janela Editar categorias, digite a categoria personalizada.
3. Clique em Fechar. A categoria personalizado é adicionado à lista de
categorias.

Pesquisar

A ferramenta de pesquisa permite aos usuários filtrar e consultar objetos em


mapas grandes. Mapa de dados podem ser manipulados e visualizados com
base em critérios de sua escolha.

Para pesquisar:

1. Na barra de menu, selecione Windows> Search. A janela "Search" será


aberta.
A opção "Search everything" busca em todo o conteúdo do mapa, tais
como os rótulos de nó, palavras-chave e metadados do recurso.
2. Digite o termo da busca.
3. Clique em Procurar. Objetos que correspondem aos critérios de busca são
descritos.
Para redefinir o mapa:
4. Clique em "Reset Map. O delineamento é removido.

Para pesquisar com vários critérios:

1. Na janela Pesquisar, clique na ferramenta "Add Search Field". Um segundo


campo de texto é apresentado.
2. Digite o termo de pesquisa adicional.
3. Clique em Procurar. Objetos que contêm ambos os critérios de busca são
descritos.

Por padrão, qualquer pesquisa é uma busca com o termo boleano "ou". O
termo de busca boleano "e" pode ser ativado através da seta para baixo.

Parâmetros de pesquisa adicionais estão disponíveis, tais como:

* Search Type: limitar a pesquisa a um tipo de campo (isto é, pesquisa


apenas palavras-chave)
Quando selecionado, a opção "Categories + Keywords" permite buscar
tanto por categorias como por palavras-chave.
* Mapas: pesquisar o mapa atual ou todos os mapas abertos
Ao usar "All Open Maps", a única opção é abrir um novo mapa para os
resultados da pesquisa. Há também um ícone para mostrar de quais mapas os
resultados da pesquisa vieram.
* Resultados: em vez de selecionar objetos de correspondência, que é o
comportamento padrão, outros resultados podem ser obtidos

Ao pesquisar por palavras-chave em slides e imagens em slides (opção search


everything), a miniatura de slides e o nó associado serão selecionados.

O recurso "built-in Search" no canto superior direito da janela do VUE oferece a


funcionalidade "Search Everywhere" sem ter que acessar a janela de pesquisa.

09 Salvar, fazer upload e compartilhar arquivos VUE


Salvar

Depois de um mapa VUE foi criado, ele pode ser salvo em uma variedade de
formas.

Selecionando o clássico "File > Save" como comando traz as seguintes opções:
VUE: arquivos VUE podem ser salvos no site VUE ou para uma unidade de disco.O usuário
precisa ter instalado O VUE para abrir este arquivo.

VPK (pacote VUE): Este é o melhor formato para compartilhar mapas,


especialmente aqueles com recursos. Ele reúne todos os recursos, coloca-los
numa única (comprimidos) pasta zipada com o mapa, e muda o caminho para
os recursos mantendo a relação com o mapa dentro da pasta. Isso permite que
o movimento de um mapa com os seus recursos de um computador para outro.
O VUE pode abrir mapas com a extensão .vpk e os mapas .vpk também podem
ser descompactados usando um software de terceiros.

Interactive Web Graphic - HTML: Salva o mapa VUE como um arquivo HTML. A
vantagem desta escolha é que os recursos continuam clicáveis, de modo que
recursos materiais dentro do mapa pode ser acessado. O arquivo HTML pode
ser publicado em um website.

PDF: Converte o mapa para Portable Document Format para que o mapa possa
ser aberto em qualquer sistema operacional.
Veja opções adicionais de salvamento como PDF em File> Export Handouts and
Notes (PDF).

JPEG: Este é um formato de arquivo de imagem. Salvar o mapa VUE como um


arquivo de imagem permite que alguém sem o software VUE para ver o mapa.

PNG: Portable Network Graphics, um formato gráfico.

SVG: Scalable Vector Graphics, um formato de arquivo baseado em XML para


descrever gráficos vectoriais bidimensionais.

RDF: Resource Description Framework ou RDF é uma base para o


processamento de metadados. Ele fornece interoperabilidade entre as
aplicações que permitem a troca de informações compreensíveis entre
máquinas. Quando os mapas VUE são exportados para RDF eles podem ser
usadas por outras aplicações de web semântica.

IMS Lista de Recursos - XML: A escolha XML, ou IMS lista de recursos, é um tipo
de arquivo padrão técnico para os sistemas de tecnologia educacional. Esta
escolha permite a reutilização e o compartilhamento de conteúdo (mapas
conceituais) criado. No caso do VUE, salvar um mapa conceitual no padrão IMS,
como conteúdo do pacote ou uma lista de outros sistemas que permite
compreender os padrões IMS para re-utilizar os mapas de conceitos.
Enviar para Repositórios

O recurso de envio de VUE é projetado especificamente para a exportar,


armazenar e compartilhar dados VUE em repositórios digitais.

A fim de fazer o upload ou publicar em um repositório específico, o repositório


deve ser adicionado em primeiro lugar como um recurso na janela Resources.
Caso contrário, o envio só está disponível quando o repositório suporta o
recurso e os usuários têm privilégios suficientes para escrever para o
repositório.

Selecionar File > Upload to Repository > Add adiciona recursos para publicação
através da janela "Resource" que abre a janela de conteúdo e as seguintes
opções:

* Apenas Mapa
Salva apenas o mapa de um repositório digital como um arquivo
compactado. Recursos digitais não são anexados, mas os caminhos dos
recursos são mantidos, tanto para um computador local como para a web.
* Mapa e Recursos
Cria uma cópia de todos os recursos digitais e uploads desses recursos e o
mapa para um repositório digital registrado. Os recursos são acessíveis a todos
os usuários para a visualização do mapa.

10 atalhos de teclado

O VUE tem uma variedade de atalhos de teclado que podem ajudar você a
economizar tempo e esforço.
Para exibir uma lista de atalhos de teclado VUE:

* Na barra de menu, selecione Help > Keyboard Shortcuts.

11 Preferências

As preferências VUE contêm opções para visualização do mapa e janelas.


Para acessar estas preferências:

* Na barra de menu, selecione Edit > Preferences (VUE > Preferences no


Mac). A janela Preferências vue é aberta.

Para modificar as preferências:

Visualização do Mapa • Mostrar Ícones: Oferece


a opção de ativar e desativar
os ícones nos nós no mapa.
• Qualidade de Imagem:
Ajuda a gerenciar a memória
VUE na exibição de imagens
de qualidade superior ou de
menor qualidade.
Comportamento do clique (Click • Resource Launching: Por
Behavior) padrão, você pode iniciar os
recursos em nós com um
clique duplo.Se você prefere
um único clique para iniciar
um recurso, clique na opção
"single-click".
• Node Creation: Quando a
ferramenta "node" (nó) está
habilitada, esta opção
permite ao usuário criar um
novo nó com um clique do
mouse.Esta opção não está
habilitada por padrão.

Apresentação Slide / Node View: Oferece a


opção de exibição de um slide para
a trilha ativa, em vez de um nó.O
comportamento padrão, depois de
desligar as miniaturas de slides no
modo de apresentação com o
atalho do teclado Ctrl + Shift + T, e
clicar no nó na visualização do
mapa é que ele amplie o nó.
• Hover Zoom: Quando o
mouse passar sobre um nó ou
um nó embutido, o auto-
zoom faz com que se amplie
automaticamente. O Auto
zoom não é ativado por
padrão.
• Notes: O VUE
automaticamente copia ou
transfere todas as notas do
nó para as notas do slide
quando o nó é adicionado a
uma trilha.

Metadata Metadata Schema: Por padrão, o


VUE usa o esquema de metadados
Dublin Core para o uso de
"palavras-chave" e "ferramentas de
pesquisa".Você pode adicionar um
outro esquema VRA ou removê-los
ambos.
Windows Enhanced FileChooser
(plataforma Windows apenas): Por
padrão, o VUE lhe permite alternar
entre as janelas de arquivo nativo e
um seletor de arquivo simples.Você
pode desativar essa funcionalidade.
• Save Window States:
Por padrão, o VUE lembra o
tamanho e as posições das
janelas abertas, tais como os
recursos ou janela das
trilhas.Se você não quiser
que essas janelas
reapareçam como eram
quando você fechou VUE,
desmarque esta opção.

Língua Language: Fornece a opção de


sobrepor-se a língua escolhida
como a preferência do sistema.Por
exemplo, você pode selecionar o
francês ao invés do Inglês.

VUE Localização e tradução


Localização

O VUE irá exibir automaticamente na língua escolhida nas preferências do seu


sistema (Windows: Configurações> Painel de Controle> Regional. Mac OS X:
System Preferences> International Language Options). Se nenhuma tradução
disponível para o idioma que você tenha especificado nas preferências do seu
sistema, o VUE irá padrão para exibir em Inglês.

Você pode substituir a sua preferência de idioma do sistema para a aplicação


VUE, escolhendo um idioma diferente na janela de preferências VUE (Windows:
Edit> Preferences> Language, Mac OS X: VUE Preferences> Language). Você
vai ter que sair e reiniciar o VUE para que as alterações tenham efeito.
Tradução
Línguas disponíveis a partir de 01 de setembro de 2009:

búlgaro
chinês
Inglês:
francês
alemão
grego
húngaro
português
russo
espanhol

20 Web - VUE Applet


Visão Geral

Geralmente, um applet fornece a funcionalidade ou desempenho além das


capacidades padrão de seu container (o navegador). Quando você executar um
applet, ele é executado na janela do navegador, mas é executado localmente.
O applet VUE é assinado com um certificado para permitir ao VUE salver mapas
VUE e ler mapas VUE do seu computador local. Para saber mais sobre applets
assinados, consulte Applet Sun Security documento básico:
http://java.sun.com/javase/6/docs/technotes/guides/plugin/developer_guide/sec
urity.html
Por que usar o applet VUE?

A vantagem de usar o applet VUE para os usuários é que VUE não precisa ser
instalado localmente, enquanto que o proprietário do site você pode hospedar
tanto o VUE quanto mapas VUE no seu próprio servidor web. Você pode dar aos
usuários não-VUE um rico subconjunto de recursos VUE para uso na interação
com os seus mapas na medida do possível usando os recursos de produção
HTML (Interactive Web Graphic) do VUE.
Limitações do applet VUE

A fim de reduzir o tamanho do download do applet em si, nem todos os


recursos da aplicação são replicados no applet.

Recursos retirados da versão applet incluem:

* A utilização de recursos de dados OSID


* O modo de apresentação Pathways
* Panner
* Vista de Elementos
* Salvamento em PDF e SVG
Slides * não são mostrados
* Integração com LMS Sakai (desativado)
* Fedora upload Commons (desativado)

Usando o VUE Applet hospedado

A fim de aproveitar esse applet, certifique-se que você tenha habilitado o Java
em seu navegador. Se você suspeitar que VUE não iniciar porque você não tem
Java habilitado em seu browser, você pode ler mais sobre como habilitado Java
aqui:

http://www.java.com/en/download/help/enable_browser.xml

O applet VUE hospedado, disponível para uso através do site da VUE pode ser
alcançado por aqui vai em um navegador habilitado para Java:

http://vue.tufts.edu/VUEApplet/info.cfm
O applet deve funcionar em versões atuais de todos os principais navegadores
como Firefox, Safari e IE7 + em todas as plataformas.
Instalar o applet VUE no seu próprio servidor web

Para instalar VUE em seu site:

1. Baixe o arquivo VUEApplet.zip no site da VUE. Isto pode ser encontrado em


http://vue.tufts.edu/download/
2. Descompacte o arquivo baixado. Você deve ter um diretório chamado
"vueapplet". Este diretório contém os arquivos essenciais necessários para
instalar e usar VUE.
3. Copie todos os arquivos encontrados no diretório "vue" em o seu servidor
web.

Configurando o applet VUE

O VUE vem com um arquivo HTML base que irá exibir o applet em um
navegador web, mas a formulação de como você deseja integrar VUE em seu
site pode demorar algum tempo. Existem alguns parâmetros que podem ser
configurados através de tags <parameter> para o applet, bem como maneiras
de interagir com o applet através de javascript. O VUE plugin para o Firefox
Zotero demonstra algumas das maneiras que um browser pode interagir com
VUE através de JavaScript, o código-fonte do plugin, é um bom lugar para
procurar. Além disso, você pode interagir com a comunidade maior de usuários
para saber como você pode integrar seu site com VUE através dos fóruns de
usuário VUE:

https: / / forums.uit.tufts.edu-vue /

No nosso código HTML de exemplo, nós escrevemos as tags applet através de


Javascript para dinamicamente o tamanho do applet se ajustar para a janela do
navegador, se isso não é algo que você precisa fazer você pode definir
estaticamente as tags.

...
<head>
<title> VUE / Zotero Plugin </ title>
<script type="text/javascript" src="applet.js"> </script>
<script type="text/javascript">
</head>
<body onresize="setMaxAppletSize();" style="">
<div id="content" style="">
<div id="content" style="">
<!--
var sizeTag = outputSizeTag();
document.write('<applet ');
document.write(' ARCHIVE="VUEApplet.jar"');
document.write('CODE="tufts/vue/VueApplet.class" NAME="VUE"
ID="VUE"');
document.write(sizeTag);
document.write('HSPACE="0" VSPACE="0" ALIGN="middle"
mayscript="mayscript">');
document.write('<PARAM name="java_arguments" value="-
Xmx512m">');
document.write('<PARAM name="java_version" value="1.6.0_10+">');
document.write("</applet>");

-->
</script>
</div>
</body>
</html>

Isto é apenas um parâmetro estático applet VUE específico para definir quando
VUE é executado no modo Zotero.

<PARAM NAME="zoteroPlugin" VALUE="true">


//default is FALSE, possible values TRUE, FALSE

Há uma série de métodos VUE que pode chamar dinamicamente via javascript
para proporcionar uma interação mais rica entre o VUE e sua página container,
que incluem:

public static String getActiveMapPath();


public static String getActiveMapDisplayTitle();
public void ToggleAllVisible(); //toggles visiblity of Dock Windows
public static boolean isInited();
public void setSize(int width, int height);
public static void displayMap(String urlString);
public static void displayLocalMap(String fileString);

21 Integração Zotero
O que é o Zotero?

O Zotero (http://www.zotero.org/) é uma extensão do Firefox que permite que


você coletar, gerenciar e citar suas fontes de pesquisa dentro de um
navegador web.

O Zotero pode ser usado somente com o Firefox 3.5 e posteriores e o Zotero
2.0 beta e posteriores.
Para usar o Zotero com o VUE:

1. Usando o Firefox, baixe e instale Zotero do site Zotero.


2. Depois de ter instalado Zotero você tem que instalar o plugin VUE para
Zotero sobre ele. O Plugin Zotero/VUE
3. No canto inferior direito da janela do navegador clique sobre o Zotero. O
Zotero é aberto.
4. No menu do Zotero Ações, selecione Iniciar VUE. Uma nova aba se abre no
Firefox com VUE executado como um applet.
5. Se você for solicitado para permitir o acesso applet, clique em Executar ou
Permitir. O VUE abre.

Trabalhando com as coleções do Zotero

Existem dois métodos para trazer coleções no VUE. O primeiro método adiciona
a coleção no VUE, mas não preenche o mapa. O segundo método adiciona a
coleção e preenche o mapa.

1. No painel Coleções, clique com o botão direito do mouse na coleção e


selecione Enviar para o VUE. O VUE abre a janela de conteúdo.
A coleção está agora no painel Datasets, mas nada foi adicionado ao mapa
VUE.
2. Adicione manualmente os registros para o mapa.

Para adicionar a coleção e preencher o mapa ao mesmo tempo:

1. No Zotero, com o botão direito do mouse sobre a coleção selecione Enviar


para e VUE e Adicionar ao Mapa. Isso vai povoar a coleção no VUE,
acrescentando-a diretamente no mapa.

Os registros podem ser agrupadas pelos campos no dataset.

Uma vez que você trouxe a coleção Zotero para o VUE você pode usar qualquer
uma das outras características padrão dataset VUE.
Fazer um mapa VUE da sua coleção Zotero

1. Salve o arquivo localmente: Selecione File > Save e salve o mapa local.
2. Ao executar o Zotero, selecione Arquivo> Enviar para Zotero. O mapa é
adicionado à sua coleção selecionada no momento.
Se a sincronização de arquivo é criado em Zotero, este mapa estará
disponível para qualquer computador que você se conectar com sua conta do
Zotero.

Para abrir um mapa que está gravado no Zotero:

1. No Zotero, com o botão direito do mouse no mapa VUE selecione Abrir


Mapa no VUE. O mapa abre-se no applet.

Se precisar de mais espaço para trabalhar em seu mapa VUE:

* Feche o Zotero. O VUE toma conta do espaço da tela e continua a


funcionar.
Para obter mais espaço na tela, você também pode fechar seu Navigation
Toolbar (barra de endereços) no Firefox pelo botão direito do mouse na barra de
navegação e clique na remoção.

Para reabrir o Zotero

* Clique no botão Zotero. O VUE é redimensionado.

Para anotar as sua Bibliografia no mapa com as notas do Zotero

Uma vez que você mapeou a sua colecção no VUE, você poderá anotar o mapa
com as anotações do Zotero.

Para adicionar notas:


1. Com o botão direito do mouse selecione a coleção e adicione anotações
para o mapa. Os nós do mapa têm suas notas atualizadas com as notas do
Zotero.

Anotar a sua Bibliografia no mapa com Links Zotero

Se você já estabeleceu relações entre os itens na sua coleção Zotero ou


cruzando coleções, você pode anotar o seu mapa VUE depois de ter mapeado a
coleção com os relacionamentos.

Para adicionar links (relações):

1. Com o botão direito do mouse sobre a coleção selecione "Adicionar


relações ao mapa". As relações ou links estarão representados no mapa VUE.

Outras notas:

* Dockwindows: esconde a aba quando você roda a aplicação como plugin


do Zotero e deseja mudar para algo diferente, isso não acontece quando o VUE
é executado como um applet padrão.
* As URLs nos itens do Zotero são mapeados como recursos no VUE.
* Apenas uma instância da VUE pode ser executado por vez. Assim que o
plugin detecta o VUE já em execução o comando "VUE Start" no menu muda
para "Bring VUE to Front"

Vídeos:

Instalando Zotero, iniciando o VUE (Nota espero que o Zotero 2 esteja


finalizado quando lançarmos o release)
http://screencast.com/t/CZrzaSsKKQ

Adicionando uma coleção do Zotero para o VUE


http://screencast.com/t/Y5KaSwCX2X8

Salvando um mapa para o Zotero


http://screencast.com/t/oK1QeRXm

Abrindo um mapa do Zotero


http://screencast.com/t/XEyKkaNhAe4F

Obtendo mais área de trabalho para o VUE


http://screencast.com/t/T52f5yQf

Anotando a sua Bibliografia mapeada com as notas do Zotero


http://screencast.com/t/WYOvR9BkNJj1

Anotar a sua Bibliografia no mapa com Links Zotero


http://screencast.com/t/DVSU3ixF9x3W

99 Solução de problemas

Remover entradas do Registro VUE


Remover entradas do Registro VUE

Às vezes, os usuários podem querer remover as entradas relacionadas com a


VUE do registro do Windows. Aconselhamos aos usuários cautela ao modificar
as entradas do Registro. As alterações feitas ao registro acontecem de imediato
e sem que o backup seja feito automaticamente. Por favor, leia o seguinte
aviso emitido pela Microsoft.

Aviso
Microsoft emitiu a seguinte advertência com relação ao Editor do Registro:
"Usando o Editor do Registro incorretamente pode causar problemas graves,
todo o sistema que talvez exijam a reinstalação do Windows para corrigi-los. A
Microsoft não pode garantir que problemas resultantes do uso do Editor do
Registro possam ser solucionados. Utilize esta ferramenta por sua conta e
risco. "

Edição de entradas do Registro

1. Clique no menu Iniciar e clique em Executar


2. Digite "regedit" e clique em OK
3. Clique em Importar arquivo do Registro
4. Procure o diretório contendo o arquivo e selecione o arquivo. (Link para os
arquivos podem ser encontrados na seção seguinte)
5. Clique em OK para importar o arquivo de registro

Arquivos para remover as entradas VUE

Ação Arquivo
Remover VUE em arquivos de clean_vue_program.reg
programa
Excluir preferências VUE clean_vue_pref.reg
Desvincular. VPK do VUE clean_vue_package.reg
Desvincular. Vue de VUE clean_vue_map.reg
Remover ícone. Vue clean_vue_extension.reg
Remova todas as entradas clean_vue_all.reg
associadas VUE

A janela VUE desaparece

Ao alterar a resolução da tela (como quando se conectar a um projetor),


janelas VUE às vezes ir para fora da tela.

Para trazer a janela de volta ao centro, faça o seguinte:

* No menu principal, selecione Windows> Reúna Windows.