Você está na página 1de 5

Programa de Trainees SEBRAE 2010

Universidade Corporatica SEBRAE


Trainee: Camila Yuri Mizumoto
Tutora: Carla Virgínia (Unidade de Atendimento Individual)
Data da entrega: 26⁄07⁄2010

Relatório de viagem
Visita técnica ao SEBRAE-BA (Salvador)

Introdução:
A viagem ao SEBRAE Bahia foi realizada com o intuito de conhecermos a realidade das
unidades estaduais, como é a aplicação dos projetos e o contato direto com o público
alvo, além de conhecer a realidade sócio-econômica das regiões para onde fomos
enviados.

1ºdia - 14⁄07⁄10

• Apresentação do projeto Bairros Empreendedores na sede da regional de Salvador.

Comentário:
A recepção foi feita pela gestora do projeto, a técnica Idimara Dantas na sede da regional de
Salvador. Parte da equipe estava presente no dia para se apresentar e nos dizer qual o papel de
cada um no projeto, sendo eles consultores e agentes de desenvolvimento empresarial.

O projeto Bairros Empreendedores,que foi desenvolvido dentro da metodologia da Gestão


Estratégia Orientada para Resultados (GEOR) tem como objetivo o desenvolvimento de micro e
pequenas empresas localizadas em algumas regiões de Salvador com grande concentração
populacional de baixa renda. O objetivo é promover o corporativismo entre elas por meio da
formação de 5 núcleos empresariais em cada bairro, formados por 20 empresas. O projeto está
sendo aplicado em 10 bairros, sendo eles: Brotas, Cajazeiras, Cabula, Liberdade, Pau Miúdo,
Pau da Lima, Itapagipe, Itapuã, Paripe e Pernambués, conforme mostrado no mapa abaixo:

1
No processo de definição desses bairros, a equipe ressaltou as dificuldades enfrentadas devido
à falta de dados estatísticos confiáveis, também pelo fato de se tratar de regiões que mudam
constantemente devido ao processo de expansão tanto populacional quanto territorial, no qual se
encontram.

Inicialmente, a estratégia era mobilizar os moradores desses bairros, convidando-os para


Oficinas do Empreendedor por meio de panfletos distribuídos nas regiões. Com a incorporação
do Negócio a Negócio no projeto, foi feita a contratação e capacitação de 85 agentes de
desenvolvimento empresarial, sendo a maioria deles moradores desses bairros. Essa estratégia
enriqueceu a abordagem feita aos empresários, visto que, ao invés de mera panfletagem,
passou-se a fazer consultorias individuais com uma equipe mais capacitada e conhecedora da
realidade de cada bairro. Após essas consultorias, os agentes retornam com diagnósticos de
cada empresa, direcionando cada uma para os cursos da Oficina do Empreendedor que melhor
as atendesse.

Oficina do empreendedor realizada em Salvador

O projeto teve seu início por volta de maio deste ano, desse modo, ficou evidente que estava
passando por um processo de reestruturação constante, devido às particularidades de cada
região e às dificuldades enfrentadas na implementação.

Até aquele momento, das 10 Oficinas do Empreendedor previstas, haviam sido realizadas 3,
dentre elas, Itapuã será a primeira a desenvolver um dos núcleos setoriais entre os micro e
pequenos empresários da região, mais especificamente, o de salões de beleza.

2ºdia - 15⁄07⁄10

• Visita a alguns dos bairros do projeto: Itapagipe e Liberdade.

Comentário:
Itapagipe, na realidade, é uma península e é resultado da junção de diversos bairros, dentre eles
Ribeira, Boa Viagem, Monte Serrat, entre outros. Devido a sua extensão, possui tanto áreas
planas de mais fácil acesso à população, quanto áreas com grande variação de relevo.

2
Como exemplificado na foto a seguir, a península de Itapagipe possui uma grande concentração
de oficinas mecânicas, fazendo com que, possivelmente, no projeto Bairros Empreendedores,
seja desenvolvido um núcleo empresarial deste setor na região.

A maioria dos bairros de mais baixa renda de Salvador localiza-se em regiões afastadas do
litoral, pois é onde se concentra a maioria dos pontos turísticos, no entando, junto com Itapuã,
Itapagipe é exceção, pois localiza-se no litoral.

Itapagipe

O bairro da Liberdade, por sua vez, é o segundo bairro mais populoso de Salvador, sendo
superado apenas por Cajazeiras.

Trata-se de um bairro próximo à península de Itapagipe e se localiza em uma região de relevo


acidentado, como se pode observar na foto abaixo, com as habitações e o comércio construído
sobre morros.

Em ambos os bairros, observa-se grande concentração de micro e pequenas empresas voltadas


ao atendimento da demanda local, além de muitos comércios informais nas calçadas.

Liberdade

3ºdia - 16⁄07⁄10

• Conversa com a coordenadora da Unidade de Atendimento Coletivo – Flávia


Goroni – e com o Coordernador da Unidade de Atendimento Individual – Josival
Caldas.
• Visita a alguns dos bairros do projeto: Itapuã, Cajazeiras, Cabula, Pernambués.

3
Comentário:
Pela manhã, conversamos com os coordenadores das Unidades de Atendimento Individual e
Coletivo da sede do SEBRAE Bahia, Josival Caldas e Flávia Goroni, respectivamente, em busca
de conhecermos um pouco mais a respeito do funcionamento da sede estadual e das regionais.

A sede estadual do SEBRAE na Bahia localiza-se em um prédio ao lado da sede da regional de


Salvador. Existem cerca de 10 regionais no estado, sendo essa distribuição feita com base em
uma divisão feita pelo governo baiano em 26 áreas, de acordo com a identidade cultural de cada
região.

Em seguida, demos prosseguimento à visita em campo e nos dirigimos a mais alguns dos
bairros participantes do projeto, sendo eles: Itapuã, Cabula, Pernambués e Cajazeiras.

O bairro de Itapuã caracteriza-se por possuir dois lados, sendo mais rico o lado que se aproxima
da orla, e mais pobre o lado localizado mais ao interior. Trata-se de um bairro que aos poucos foi
excluído de Salvador com o crescimento da população de menor renda na região – lugares
antes conhecidos como pontos turísticos, como a Lagoa do Abaeté, foram abandonados pelo
governo, fazendo com que a criminalidade nesses lugares aumentasse.

O bairro de Cajazeiras, por sua vez, foi construído com o intuito de abrigar a população
marginalizada de Salvador. É tido como um dos maiores aglomerados urbanos da América
Latina. Com o crescimento do número de pessoas na capital, o governo construiu conjuntos
habitacionais nessa região, atraindo a população de menor renda. É uma área de difícil acesso –
há diversos caminhos para se chegar do centro de Salvador a Cajazeiras, no entanto, são mal
iluminados, sinuosos e conhecidos pela ocorrência de assaltos a ônibus que transportam os
moradores da região no final do dia.

Itapuã Cabula

Pernambués Cajazeiras

4
Conjunto habitacional em Cajazeiras

Conclusão:
Salvador é uma cidade muito rica cultural e historicamente, mas, como toda metrópole brasileira,
cresceu nos últimos anos de maneira rápida. Não possuindo estrutura suficiente para comportar
esse crescimento, tal mudança não se deu de maneira sustentável. O que se observa hoje é
que, ao invés de promover o desenvolvimento e a integração sócio-econômica das regiões que
não acompanharam esse crescimento, os últimos governos excluíram-nas também
territorialmente.

O projeto Bairros Empreendedores tem como objetivo desenvolver as micro e pequenas


empresas dessas regiões, de forma a promover o crescimento econômico e a redução das
desigualdades na cidade de Salvador. As dificuldades a serem superadas, no entanto, são
muitas, como o desconhecimento por parte dos empreendedores dos serviços oferecidos pelo
SEBRAE, a revisão e reformulação de estratégias que não trouxerem resultados e, por fim, a
violência urbana – ouvimos casos em que foi necessário negociar com traficantes uma
autorização para o SEBRAE atuar em alguns bairros.

Conforme apontaram pesquisas de desenvolvimento sócio-econômico dos últimos anos, a renda


das classes mais baixas da sociedade aumentou, levando-as a alcançar patamares um pouco
mais altos na escala social e aumentando o seu poder de compra, ainda que a desigualdade
social persista de maneira expressiva. Com base nisso, pode-se dizer que ignorar os bairros
mais pobres de Salvador e excluí-los do centro da cidade significa também dificultar o
crescimento, não apenas dessas regiões, mas da cidade como um todo, devido à
representatividade dessa população na economia e na sociedade.

Interesses relacionados