Você está na página 1de 6

Sumário

Sumário C apítulo 1 C onCeitos G erais 1 1. Conceito de Contabilidade de Custos 1
Sumário C apítulo 1 C onCeitos G erais 1 1. Conceito de Contabilidade de Custos 1
Sumário C apítulo 1 C onCeitos G erais 1 1. Conceito de Contabilidade de Custos 1
Sumário C apítulo 1 C onCeitos G erais 1 1. Conceito de Contabilidade de Custos 1

Capítulo 1

ConCeitos Gerais

1

1. Conceito de Contabilidade de Custos

1

2. Breve Histórico da Contabilidade de Custos

1

3. Tipos de Indústrias

3

3.1. Quanto ao ritmo de fabricação dos produtos

3

3.2. Quanto aos processos de fabricação dos produtos

3

3.3. Quanto à variedade dos produtos

3

3.4. Quanto aos tipos de produtos fabricados

3

3.5. Quanto ao modo de obtenção dos produtos

4

4. Nomeclaturas Aplicáveis à Contabilidade de Custos

4

4.1. Desembolso

4

4.2. Gasto

5

4.3. Investimento

5

4.4. Custo

5

4.5. Despesa

5

4.6. Perda

7

5. Componentes dos Custos

7

5.1. Materiais Diretos Aplicados

8

5.2. Mão de Obra Direta (MOD)

9

5.3. Custos Indiretos de Fabricação (CIF)

11

6. Resultado Industrial

12

7. Classificação dos Custos

13

7.1. Custos

Diretos

13

7.2. Custos

Indiretos

14

7.3. Custos

Fixos

23

Contabilidade_de_Custos_cap_00.indd

9

25/06/2015

7.2. Custos Indiretos 14 7.3. Custos Fixos 23 Contabilidade_de_Custos_cap_00.indd 9 25/06/2015 13:22:47

13:22:47

 

7.4.

Custos Variáveis

24

 

8.

Método Maior Menor (High Low)

34

Exercícios de Fixação

 

39

Gabarito

67

Capítulo 2

apuração de Custos

91

1. Apuração Matemática de Custos

91

 

1.1. Matéria-Prima Aplicada (MPA)

91

1.2. Custo Primário (CPr)

92

1.3. Custo de Transformação (CTr)

93

1.4. Custo de Produção (CP)

93

1.5. Custo da Produção Acabada (CPA)

94

1.6. Custo dos Produtos Disponíveis para Venda (CPDV)

95

1.7. Custo dos Produtos Vendidos (CPV)

95

 

2. Apuração Contábil de Custos

98

Exercícios de Fixação

 

101

Gabarito

118

Capítulo 3

estoques

 

131

1. Tipos de Estoques numa Indústria

131

2. Critérios de Controle de Estoques

133

3. Custo dos Estoques

139

4. Valor Realizável Líquido dos Estoques

144

5. Quando os Estoques Geram Despesas

144

6. Avaliação dos Estoques Quando não há Contabilidade de Custos Integrada e Coordenada com o Restante

 

da

Escrituração

144

Exercícios de Fixação

 

149

Gabarito

152

Capítulo 4

sistemas de Custeamento

155

1.

Classificação

155

 

1.1.

Quanto à forma de apropriação dos custos

155

Contabilidade_de_Custos_cap_00.indd

10

25/06/2015

1.1. Quanto à forma de apropriação dos custos 155 Contabilidade_de_Custos_cap_00.indd 10 25/06/2015 13:22:47

13:22:47

 

1.2.

Quanto à forma de acumulação dos custos

155

2. Custeio por Absorção

155

3. Custeio

Variável

 

156

4. Custeio por Ordem

159

 

4.1. Exemplo de Cálculo e Contabilização

159

4.2. Ordens de Longo Prazo para Execução

161

5. Custeio por Processo

163

 

5.1.

Produção Equivalente com o Mesmo Grau de Acabamento dos Componentes do Custo

164

5.1.1. Método do Custo Médio

165

5.1.2. Método PEPS (Primeiro que Entra Primeiro

 

que Sai)

166

 

5.2.

Produção Equivalente com Diferentes Graus de Acabamento dos Componentes do Custo

167

Exercícios de Fixação

187

Gabarito

205

Capítulo 5

produção Conjunta

 

217

1. Introdução

217

2. Coprodutos

217

 

2.1.

Atribuição de Custos aos Coprodutos

218

2.1.1.

Método do Valor de Mercado

219

2.1.2.

Método do Volume Produzido

222

2.1.3.

Método das Ponderações

222

2.1.4.

Método da Igualdade do Lucro Bruto

223

3. Subprodutos

224

4. Sucatas (ou Resíduos)

225

Exercícios de Fixação

229

Gabarito

235

Capítulo 6 departamentalização

 

241

1. Departamentalização

241

2. Classificação dos Departamentos Fabris

241

Contabilidade_de_Custos_cap_00.indd

11

25/06/2015

241 2. Classificação dos Departamentos Fabris 241 Contabilidade_de_Custos_cap_00.indd 11 25/06/2015 13:22:47

13:22:47

 

2.1. Departamentos de Serviços

241

2.2. Departamentos de Produção

242

3. Centro de Custos

 

243

4. Métodos de Alocação dos Custos Indiretos aos Departamentos

243

4.1. Método

Direto

243

4.2. Método

Hierárquico

245

4.3. Método

Recíproco

247

4.3.1.

Matriz

248

4.3.2.

Representação Genérica de uma Matriz

249

4.3.3.

Diagonal Principal de uma Matriz Quadrada

250

4.3.4.

Igualdade de Matrizes

250

4.3.5.

Multiplicação de Matriz por um Número

251

4.3.6.

Adição (ou Subtração) de Matrizes

251

4.3.7.

Multiplicação de Matrizes

252

4.3.8.

Matriz

Identidade

254

4.3.9.

Matriz

Inversa

255

4.3.10.

Cálculo dos Custos Indiretos Alocados aos Departamentos de Produção pelo Método Recíproco (ou Método Matricial)

257

5. Sequência da Contabilidade de Custos com Departamentos

261

6. Produção Equivalente na Departamentalização

271

7. Perda e Adição de Unidades na Departamentalização

279

8. Perda de Unidades no Departamento ao Final do Processo

284

Exercícios de Fixação

 

286

Gabarito

295

Capítulo 7

Custeio aBC

303

1. Significado e Necessidade de Aplicação

303

2. Conceitos Básicos

 

304

3. Etapas de Aplicação do ABC

305

4. Custeamento das Atividades

306

Contabilidade_de_Custos_cap_00.indd

12
12

25/06/2015

do ABC 305 4. Custeamento das Atividades 306 Contabilidade_de_Custos_cap_00.indd 12 25/06/2015 13:22:47

13:22:47

 

5.

Custeamento dos Produtos

307

Exercícios de Fixação

310

Gabarito

317

Capítulo 8

ContaBilidade GerenCial

325

1. Finalidade

325

2. Sistema de Custeamento Mais Adequado para a Contabilidade Gerencial

325

3. Margem de Contribuição Unitária (MC/u)

327

4. Aplicação da Margem de Contribuição para Fins da Decisão de Aceitar ou Não uma Encomenda

328

5. Decisão de Tirar ou Não um Produto de Linha

330

6. Decisão de Comprar ou Fabricar

331

7. Escolha do Mix de Produção que Maximiza o Lucro Quando há Apenas um Fator que Limita a Capacidade de Produção

332

8. Escolha do Mix de Produção que Maximiza o Lucro Quando há Mais de um Fator que Limita a Capacidade de Produção

335

9. Ponto de Equilíbrio Contábil (PEC)

372

 

9.1. Conceito

372

9.2. Fórmula

373

9.3. Análise Gráfica

374

 

10. Margem de Segurança (MS)

374

11. Grau de Alavancagem Operacional (GAO)

375

12. Ponto de Equilíbrio Econômico (PEE)

376

13. Ponto de Equilíbrio Financeiro (PEF)

377

14. Ponto de Equilíbrio Conjunto

377

15. Critérios para Fixação do Preço de Venda

395

 

15.1. Introdução

395

15.2. Fixação de Preço com Base no Custeio por Absorção

396

Contabilidade_de_Custos_cap_00.indd

13

25/06/2015

Fixação de Preço com Base no Custeio por Absorção 396 Contabilidade_de_Custos_cap_00.indd 13 25/06/2015 13:22:47

13:22:47

 

15.3. Fixação de Preço com Base no RKW

398

15.4. Fixação de Preço com Base no Custeio Variável

400

15.5. Fixação de Preço de Venda com Base no Custo Meta (Target Cost)

401

Exercícios de Fixação

 

402

Gabarito

429

Capítulo 9

Custo padrão

449

1. Significado

449

2. Necessidade do custo real para o uso do custo padrão

450

3. Análise das variações entre o custo padrão e o custo real

451

3.1. Análise das Variações dos Materiais Diretos

452

3.1.1. Variação de Quantidade - VQ (ou Variação de Consumo)

453

3.1.2. Variação de Preço (VP)

454

3.1.3. Variação Mista (VM)

455

3.2. Análise das Variações da Mão de Obra Direta

458

3.2.1. Variação de Eficiência

459

3.2.2. Variação de Taxa

460

3.2.3. Variação

Mista

460

3.3. Análise das Variações dos Custos Indiretos de Fabricação

462

3.3.1. Variação de Volume dos CIF (VV CIF)

462

3.3.2. Variação de Custo dos CIF (VC CIF)

464

3.3.3. Variação de Eficiência dos CIF (VE CIF)

465

4. Controle do custo padrão

467

Exercícios de Fixação

 

475

Gabarito

484

Capítulo 10

questões do Cespe/unB

491

Contabilidade_de_Custos_cap_00.indd

14
14

25/06/2015

484 C apítulo 10 q uestões do C espe /u n B 491 Contabilidade_de_Custos_cap_00.indd 14 25/06/2015

13:22:47