Você está na página 1de 2

b) Agrupamento variacional da massa

Uma segunda classe de mtodos para obteno da matriz de massa fundamentada na


formulao variacional. Para a obteno da matriz de massa por esse mtodo devemos calcular a parte
do funcional de energia relacionada com a energia cintica. A energia cintica de um elemento com
densidade que ocupa o domnio e e se move com velocidade de campo {v e } igual a:

e 1 e T e e
T =
2
{v } {v } d
e
(4.273)

Seguindo a filosofia do MEF, o campo de velocidades do elemento obtido pela interpolao


por funes de forma dos deslocamentos nodais como segue:

{v e }=[N e ] {u e } (4.274)

onde {u e } o vetor das velocidades nodais do elemento e [ N e ] a matriz de funes de


forma dados respectivamente por:

[ N e ]=[ N 1 N 2 N 3 N n] (4.275)

{}
u1
u2
{u e }= u3 (4.276)

un

Inserindo {v e } na Eq. 4.273 temos:

1 T
T e=
2
{u e } [N e ]T[N e ] {u e } d e
e
(4.277)

A integrao indicada na Eq. 4.277 realizada em todo o volume do elemento. Para o caso
particular de elementos lineares prismticos podemos expressar a energia cintica no elemento como
mostrado na Eq. 4.278.

L
e 1 e T e T e e
T = A {u } [N ] [N ] {u } dx (4.278)
20
Movendo as velocidades para fora da integral encontramos:

L
1 T 1 T
T = {u e } A[N e ]T[N e ]dx {u e }= {u e } [me ] {ue }
e
(4.279)
2 0 2
Se as mesmas funes de forma usadas para a obteno da matriz de rigidez forem usadas na
Eq. 4.279, a matriz de massa obtida denominada matriz de massa consistente. Para elementos lineares
prismticos, a matriz de massa consistente pode ser calculada por:

L
[m ]= A[ N e ]T[ N e ]dx
e
(4.280)
0

A seguir apresentada a deduo das matrizes de massa de alguns elementos lineares mais
usados na anlise de estruturas civis. Por razes de simplicidade, em todas as dedues apresentadas os
elementos foram considerados prismticos.

Elemento de viga [Rao]


Agora considere um elemento de viga de acordo com a teoria de Euler Bernoulli. A Fig. 4.64
mostra um elemento uniforme de viga sujeito a uma fora transversal distribuda q(x,t).

y
q(x ,t) u e2y
e
u 1y

e1z 1 2 e2z
x

Le
Figura 4.64 Elemento de viga de Euler Bernoulli.

Neste caso, os ns sofrem deslocamentos de translao e de rotao, ento, os deslocamentos


nodais desconhecidos so denominados como u1ye (t), 1ze (t), u2ye (t) e 2ze (t).
Substituindo na Eq. 4.280 as funes de forma de um elemento de viga apresentadas na Eq.
3.30 encontramos a matriz de massa consistente de um elemento de viga de Euler Bernoulli mostrada
na Eq. 4.93.

[ ]
156 22L 54 13L
2
A L 22L 4L 13L 3L 2
[me ]= (4.293)
420 54 13L 156 22L
13L 3L 22L 4L2
2