Você está na página 1de 11
GOVERNO DO ESTADO DO RN SEEC IFESP PARFOR CURSO DE 2ª LICENCIATURA PLENA EM LETRAS

GOVERNO DO ESTADO DO RN SEEC IFESP PARFOR CURSO DE 2ª LICENCIATURA PLENA EM LETRAS – HABILITAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA

CASTELO INTERIOR: MORADAS DE MINHA FORMAÇÃO ACADÊMICA

Francisco Leilson da Silva

Orientador: Prof. Dr. Samuel Anderson de Oliveira Lima

OS PORTÕES DO CASTELO

OS PORTÕES DO CASTELO

PRIMEIRAS E SEGUNDAS MORADAS SILÊNCIO: O ÚTERO DOCENTE NO GRAU: ADESTRAMENTOS, SABERES, AMORES E REZAS

PRIMEIRAS E SEGUNDAS MORADAS

SILÊNCIO: O ÚTERO DOCENTE

NO GRAU: ADESTRAMENTOS, SABERES, AMORES E REZAS

Tempos medianos Hora de ser, eu cresci

TERCEIRAS E QUARTAS MORADAS UM ANJO VOLTADO PARA O PASSADO: HISTÓRIA VONTADE DE SABERES MIRA

TERCEIRAS E QUARTAS MORADAS

UM ANJO VOLTADO PARA O PASSADO:

HISTÓRIA

VONTADE DE SABERES

MIRA QUE TE MIRA

QUINTAS E SEXTAS MORADAS ONDE MORA O PATOLÓGICO A ILUMINAÇÃO: LÍNGUA PORTUGUESA MESTRE DOS SOFRERES

QUINTAS E SEXTAS MORADAS

ONDE MORA O PATOLÓGICO

A ILUMINAÇÃO: LÍNGUA PORTUGUESA

MESTRE DOS SOFRERES

SÉTIMAS MORADAS PAX CORONA A lagarta O casulo THRONUS: A BORBOLETA

SÉTIMAS MORADAS

PAX

CORONA

A lagarta

O casulo

THRONUS: A BORBOLETA

ETERNAS PARTIDAS DO CASTELO

ETERNAS PARTIDAS DO CASTELO

BALADA PARA GISBERTA Perdi-me do nome, Hoje podes chamar-me de tua, Dancei em palácios, Hoje

BALADA PARA GISBERTA

Perdi-me do nome, Hoje podes chamar-me de tua, Dancei em palácios, Hoje danço na rua. Vesti-me de sonhos, Hoje visto as bermas da estrada, De que serve voltar Quando se volta p'ró nada. Eu não sei se um Anjo me chama,

Corações que já esqueci, Com sedas matei

E

com ferros morri.

Eu não sei se um Anjo me chama, Eu não sei dos mil homens na cama

E

o céu não pode esperar.

Eu não sei se a noite me leva, Eu não ouço o meu grito na treva,

E

o fim vem-me buscar.

Eu não sei dos mil homens na cama

Trouxe pouco, Levo menos,

E

o céu não pode esperar.

Eu não sei se a noite me leva,

E

a distância até ao fundo é tão

Eu não ouço o meu grito na treva.

pequena,

o fim vem-me buscar. Sambei na avenida,

E

No fundo, é tão pequena,

A

queda.

No escuro fui porta-estandarte, Apagaram-se as luzes,

E

o amor é tão longe,

O

amor é tão longe

É

o futuro que parte.

E

a dor é tão perto

 

(Pedro Abrunhosa – interpretação Maria Bethânia)

REFERÊNCIAS

ALTET, M. As competências do professor profissional: entre o conhecimento, esquemas de ação e adaptação, saber analisar. In:

PERRENOUD, Phillipe et al. (orgs). Formando professores profissionais. Quais estratégias? Quais competências? 2. ed. Porto Alegre: ArtMed, 2001.

ANDRADE, C. D. Boitempo. Rio de Janeiro: Sabiá, 1968.

Reunião. Rio de Janeiro: José Olympio, 1969.

ANJOS, A. dos. EU e outras Poesias. 40 ed. São Paulo: Civilização Brasileira, 1993.

ANTUNES, C. Jogos para a estimulação das múltiplas inteligências –

Os Jogos e os parâmetros curriculares nacionais. Campinas: Papirus,

2005.

REFERÊNCIAS

BAKHTIN, M. Estética da Criação verbal. 6. ed. São Paulo: Martins fontes,

2011.

Marxismo e filosofia da linguagem. Trad. de Michel Lahud et al. 9.ed. São Paulo: Hucitec, 1999.

Problemas da Poética de Dostoiévski. 3.ed. Trad. Paulo Bezerra. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2002.

BEZERRA, M. A. Ensino de LP e contextos teórico-metodológicos. In:

DIONISIO P. A.; MACHADO, A. R.; BEZERRA, M. A. (Orgs.). Gêneros textuais & ensino. 2. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2003.

BÍBLIA. Bíblia de Jerusalém. São Paulo: Paulus, 2002.

BOJUNGA, L. A cama. 4ª Ed. Rio de Janeiro: Casa da Lygia Bojunga, 2006.

BRASIL, Lei de Diretrizes e Base. Lei nº 9.394/96, de 20 de dezembro de

1996.

BAWARSHI, A. S.; REIFF, M. J. Gênero: história, teoria, pesquisa, ensino. Tradução Benedito Gomes Bezerra. São Paulo: Parábola, 2013.